Lobo com pele de Cordeiro
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


domingo, 20 de novembro de 2011

Lobo com pele de Cordeiro

 ●  + 10 comentários  ● 
A candidatura de Fernando Gomes (FG) à Presidência da FPF, promovida, supostamente, pelos soldadinhos da liga de honra e outros, permite-nos perceber as verdadeiras razões que o movem. FG move-se pela defesa dos interesses do Porto e seus aliados. De facto, porque abandonou o alegado projeto de desenvolvimento do futebol com que foi eleito para a Liga? Liberto dos conselhos de arbitragem, Disciplina e Justiça, teria melhores condições para levar à prática o desenvolvimento económico do futebol. O projeto era outro!

Agora, candidata-se à Presidência da FPF com o mesmo paleio. Lá diz o ditado; com papas e bolos se enganam os tolos. "O projeto da treta" é o nome que eu lhe atribuo. É óbvio que quer manter árbitros, Disciplina e Justiça à mão; poderá, assim, de viva voz, transmitir as ordens do Costa, como acontecia, alegadamente, com o Sousa.

Se FG tivesse perfil para o cargo, teria já mandado efetuar um inquérito aos incidentes elétricos no Axa, e promovido punição exemplar dos responsáveis, em caso de dolo. Com dolo ou não, informaria, inequivocamente, a opinião pública, como é sua obrigação! Esta técnica dos cortes de luz no decurso de um jogo é um dos métodos utilizados pelos arranjadores de jogos profissionais. Estou convicto que é o caso.

Porém a falta de perfil de FG, está bem patente pelo seu desempenho no atual mandato da Liga. De facto, porque foi arquivado o caso Kléber? Porque foi alterada para positiva a nota negativa muito bem dada pelo Observador ao Xistra, relativa ao seu miserável desempenho no Braga-Benfica da época passada? Porque não houve sumaríssimo ao Alan relativo a esse jogo? Porque foi nomeado o Proença para o Braga-Benfica desta época onde fez, novamente, asneira da grossa? Porque não houve sumaríssimo ao Jumel relativamente a este jogo? Estes casos permitem-nos concluir que os regulamentos não se aplicam ao Porto, excepto quando o favorecem. Que os Observadores não devem atribuir classificações contrárias aos interesses dos clubes do sistema. Que ostensivamente, se estão nas tintas para os protestos e prejuízos do Benfica e para as suas próprias funções estatutariamente consagradas.

O que ainda não consegui perceber é a razão do apoio do nosso Presidente a este lobo com pele de cordeiro. E seria bom que fosse claro. Poderá utilizar a Benfica TV para nos explicar porque é que o projeto de FG é bom para o Benfica e porque acredita que o irá levar à prática. Nós queremos explicações e temos direito a elas.

O que me parece é que Filipe Vieira (FV) contava com a candidatura e lealdade de Fernando Seara (FS), apercebendo-se demasiado tarde que havia “outras lealdades” no terreno, incompatíveis com os interesses do Benfica. Refiro-me ao abominável Paulo Costa e ao volátil Luís Duque que FS fazia questão de manter na sua lista. Hermínio Loureiro, quanto a mim, o homem certo para o lugar, condicionando a sua candidatura à não candidatura de FG, revelou-se indisponível para a luta da regeneração do futebol, provavelmente, pela má experiência que teve na Liga, donde teve que fugir, covardemente, a sete pés, deixando o Ricardo Costa completamente sozinho. Assim, ficou FV “com as calças na mão” não lhe restando outra alternativa senão negociar o apoio do Benfica ao FG, minimizando os estragos. E deve ter conseguido garantias “nominalmente” relevantes visto que “a gandulagem” se viu forçada a avançar com outra candidatura. Digo “nominalmente” porque depois, nada se cumprirá passando os termos do eventual acordo a mal-entendidos.

Portanto insisto; FV deve explicar bem explicado aos Benfiquistas, qual é o projecto desportivo de FG, porque é este do interesse do Benfica, porque confia na sua execução e de que instrumentos dispõe para agir em caso de incumprimento. O cenário que temos atualmente é que, FG vai ser eleito com o apoio do Benfica para prejudicar, precisamente, o Benfica! Cinicamente, o Costa poderá então dizer que até nem apoiou FG e não tem nada a ver com eventuais irregularidades alijando a responsabilidade, precisamente para o Benfica. À falta de melhor explicação chamo a isto, “maquiavelismo” para totós.

Quanto ao António Oliveira, admirei-o como atleta; foi um jogador de futebol excecional. Admiro-o pela recente licenciatura em Direito na Universidade Católica; não é para qualquer um. É evidente que aspira à presidência da FPF. Provavelmente está já a marcar posições para o futuro, começando a demarcar-se dos aliados de ontem. Lamento, mas não lhe reconheço qualidades cívicas e humanas idóneas, para tal cargo, face ao seu histórico comportamental. Nutre um ódio irracional ao nosso Benfica e isso não é próprio de um adversário digno desse nome.

Poderão, ocasionalmente, vencer-nos, mas enganar-nos não.

10 comentários blogger

  1. Na mouche!!!
    Ainda não tinha lido a propósito das mafosices que se estão a preparar para a FPF, um poste com tanta clareza.
    Estão a querer comer o caldo nas nossas cabeças com o tão apregoado "distanciamento" entre os mafiosos de Contomil e o Fernandinho das facturas.

    Desde que assumiu o comando da liga, nunca o clube que oferece FRUTA a árbitros perdeu para a principal prova. Já perdeu em todas as outras provas, mas na liga que é a prova que realmente interessa... NUNCA, porque lá está o seu Santo protector.
    Eu até podia "engolir" o apoio do Vieira ao Facturas,( que continua a ser o testa de ferro do Olibeiredo) porque já o fez antes, mas assim, de uma maneira tão INEQUIVOCA, é que não havia necessidade...penso eu de que...

    ResponderEliminar
  2. Brilhante texto! E altamente recomendável, para todos, os que apoiam o rumo da direcção e os que estão contra!
    Tudo bem explícito e bem descrito, com o SLB a demonstrar pouca força nestes bastidores fétidos do futebol! Aliás, gosto do sublinhado pelo o autor quando fala nos casos Kléber e Alan e a pouca imparcialidade de FG! E as interrogações que lhe sugerem os contínuos apoios ao actual presidente da Liga!
    Daí o apelo no meu post anterior! Aos jogadores do Benfica, a hora de trabalhar com força! A 200%! Aproveitar esta pequena humilhação de Coimbra para os empurrar no que resta da época.

    ResponderEliminar
  3. Excelente artigo, demonstrando claramente e de forma inequívoca de que nos sinuosos caminhos do nosso futebol e tal como na política,nem sempre tudo é aquilo que parece ...

    Parafraseando o bastonário Da O.A....

    " As raposas mudam de pelo, mas não mudam de géneros nem de hábitos "

    ResponderEliminar
  4. Muito engraçado como este excelente artigo n mereceu grandes reparos de alguns indefectíveis!

    ResponderEliminar
  5. De facto é sempre um prazer ler os seus artigos, ja o acompanhava noutros blogues e sem duvida que os seus temas são um regalo para os olhos de quem lê.
    Duvido muito até que na atual direção do Benfica existam indivíduos com tanta perspicácia e uma cultura tão abrangente de temas como o senhor as tem.
    Parabens e muito Obrigado.

    Carlos Vilhena

    ResponderEliminar
  6. Muito bem escrito, de uma forma que não ofende sensibilidades de quem apoia LFV independentemente do que este faz e de quem discorda de muitas das medidas tomadas por ele.

    Sem dúvida inquietante que o Benfica saia prejudicado disto tudo e não tenha havido ninguém que tenha tentado afrontar o sistema.

    ResponderEliminar
  7. Bom texto, mais um, lúcido e sereno, caracteristicas que fazem falta a qualquer blogue de debate. Sobre a parte em que se refere a Fernando Gomes, pois não é por acaso que o FCP ganhou o último campeonato da maneira que ganhou, com erros de arbitragem que a comunicação social orquestrada, uma vez mais, orientou para o Roberto e outras questões tácticas de Jesus. Como tenho dito várias vezes, os adeptos falam do que se fala e não do que acontece. Exemplo: a situação de Capdvilla, entretanto promovido a jogador maravilha que afinal é como os outros. Ou a questão do alegado cansaço do Benfica nas partes finais dos jogos.

    Os temas criados na comunicação social promovem o debate entre os adeptos, mesmo que as causas sejam objectivamente, outras. E nas primeiras 4 jornadas foram os "erros de manual" da arbitragem, que ofereceram 9 pontos de avanço ao FCP. Situação que lhes deu tranquilidade e niveis de confiança elevados, para continuarem a assentar o modelo de jogo e melhorá-lo. Mais tarde foi o Xistra que nos derrotou em Braga, com uma série inenarrável de erros sempre na mesma direcção, e como a Direcção do Sr.º Vieira nada fez, nada disse, o Sr.º Xistra repetiu a dose na 2ª mão da meia final da Taça. É que na 1ª mão eles não imaginavam que o Benfica marcasse 2 golos na 1ª parte, e como jogavam em casa depois de vários jogos a ganhar-nos, confiaram nas suas capacidades e deixaram o árbitro à vontade. Na 2ª parte como todos perceberam, o árbitro virou a "agulha". Nada acontece por acaso.

    Posto isto viro-me para o que supostamente deveria defender os interesses do Benfica. O Sr.º Vieira. Como já disse várias vezes, o Benfica está controlado de fora para dentro, com muito dito notável a apoiar este caminho, uns por orgulho de não quererem dar o braço a torcer, outros simplesmente porque vivem na ignorância e na ilusão do passado glorioso.

    Se repararmos bem, a quem interessa que o Benfica não fale de arbitragens? A quem interessa que o Benfica não lute, de forma directa ou indirecta, contra os padrões de decisão dos órgãos da Liga que fazem a gestão das variáveis Arbitragem e Disciplina? A quem interessa que o Benfica procure corrigir os "problemas" com mais e mais contratações, que são como os melões, uns bons, outros nem tanto?

    ResponderEliminar
  8. Interessa a 1) Bancos que emprestam o dinheiro e ganham a "renda" anual dos encargos financeiros, 2) empresários que controlam o mercado e alguns jornalistas que publicam noticias favoráveis a troco de almoços, jantares e outras prendas, 3) adversários que assim sabem que o Benfica não vai condicionar os árbitros, nem que seja para os fazer arbitrar "bem", 4) adversários que assim contam connosco a recomeçar todos os anos com uma nova equipa, novos mecanismos de jogo, nova realidade cultural, desportiva, etc para muito jogador que é contratado pelo Benfica, etc, e quando vamos a dar por ela já estamos a 5/6 pontos de atraso com 1 penalty aqui e 1 ali, ou 1 expulsão aqui e outra perdoada ali.

    Ora se o futebol é assim, como compreender o papel do "pirilampo" Filipe Vieira? Só se pode compreender o seu papel como agente desses interesses económicos que mandam no Benfica. Ou vocês pensam que com uma divida bancária de 233 milhões de euros, temos muita margem de manobra? NO dia em que LFV quiser "levantar cabelo" contra este estado de coisas, os Bancos apertam com os reembolsos dos empréstimos. E depois pagamos como? Ou vendemos o quê?

    O Benfica precisava de um presidente que fizesse "Luz" sobre o presente e o futuro Apenas temos um "Pirilampo" que promete aqui uma coisa, amanhã outra, jogando com o controlo da comunicação social feita pelos amigos Joaquim e BES! Dentro em breve quero colocar aqui algumas coisas que foram ditas por ELE e Vilarinho, entre 2001 e 2004, para se perceber como andamos à sorte. Qual projecto, qual carapuça.

    O apoio a Fernando Gomes não surge pois como uma decisão pensada no interesse do Benfica, mas como uma ORDEM de quem manda no Benfica e quer este "status quo" desportivo: Benfica gastador, SCP racional mas competitivo (o braço do Insua ontem não deu penalty no outro dia o do Emerson deu), FCP dono da máquina que faz os campeões, dando 1 ao Benfica e 1 ao SCP de X em X anos, para manter o interesse da prova.

    O Sr.º Vieira é o agente do "sistema" dentro do Benfica. Só não se percebe isto quem ainda hoje acredita que o Benfica estava falido em 2000, quando de facto esteve falido em 1997!

    ResponderEliminar
  9. Sobre os casos disciplkinares de Braga, não poderia ser instaurado sumaríssimo a Djamal proque o árbitr penalizou-o com amarelo. So quando o árbitro não vê o lance é que estão reunidas condições para ser instaurado um sumaríssimo.

    Mas podia ter sido instaurado um sumaríssimo a João Pereira que pisou um adversário. Tomando como boa a opinião de Coroado há uns anos, num Benfica-Guimarães (arbitrado por Jorge de Sousa e que perdemos 0-1 com um golo ajeitado com o braço) Petit foi pisado sem que Jorge Sousa tivesse expulso o jogador. Coroado admitiu que o "Peti provou do seu próprio veneno" (que respeitador ele é ...)e que o árbitro devia ter expulso o adversário. Ora lance de expulsão que não foi interpretado como tal por um árbitro, dá origem a um sumaríssimo. Que diz o "pirilampo"? Adivinharam: NADA. Nem para comparar com o que se passou com Javi ou Luisão, os 2 ÚNICOS SUMARÍSSIMOS instaurados nos 3 últimos anos.

    Vemos o Rela Madrid com o plantel que tem, vir comparar as diferenças de julgamento do mesmo árbitro num lance em que expulsou Pepe, e noutro que o Pepe sofreu uma falta igual à que antes lhe deu a expulsão. Ora o Real, clube mais rico do mundo, preocupa-se com estas coisas. E nós, os pobres, não preocupamos ...

    O Olegário em Guimarães, no jogo com o Benfica e um ano depois com o FCP seria um bom exemplo. Mas o Sr.º Vieira está proibido de protestar estas coisas super evidentes, porque o papel do Benfica neste "sistema" não é ter arbitragens justas, é comer e calar, comprar mais jogadores e mudar de treinadores para dar vantagem aos outros.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares