O blog Novo Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade.
novogeracaobenfica@gmail.com

18 de dezembro de 2010

Paixão pelos Argentinos

| 19 comentários
Não sei se realmente há a cura para a sida nesse país, se as mulheres lá são melhores que as nossas, se o governo desse país tem a receita mágica que precisamos para limpar o nosso défice nacional...mas pelos vistos tem todos os jogadores perfeitos que a nossa direcção sonha. Será de facto que os Argentinos serão tão superiores ao Portugueses ou a qualquer jogador Europeu? OK, lá há de vir um ou outro Brasileiro, um central aqui ou um avançado ali, mas seja ou não verdade as notícias que vêm nos jornais sobre este ou aquele jogador Argentino que está hipotéticamente a ser negociado para o Benfica, o que é facto é que a equipa já conta com 5 Argentinos (Saviola, Aimar, Jara, Gaitán, Sálvio) e ainda estão a por em hipótese trazer mais? Então daqui a uns anos teremos a selecção B ou C da Argentina no Benfica.

Dirão alguns, comprar na Europa é caro e estes jogadores além disso têm grande margem de progressão para dar tanto lucro desportivo como financeiro ao clube...Muito bem, mas acham barato o que tem vindo da Argentina e que esses valores não poderiam comprar um ou outro valor seguro na Europa? Cardozo 11,5M (embora paraguaio, veio da Argentina), Berguessio 1,5M, Di Maria 6M, Gaitán 8,4M, Jara 5,5M, Shaffer 1,5M, Salvio 2M (por 20% do passe e um ano de empréstimo por opção de compra, embora tenha vindo do Atlético de Madrid, só tem pouco mais de 6 meses de Europa). Saviola e Aimar não contam para estes números porque já eram valores seguros e com muita experiência de Europa.

Como vemos, tem sido muito dinheiro investido na Argentina, para quem acha um mercado barato onde nascem estrelas como cogumelos, aliás, tem sido o país onde temos investido mais nas últimas épocas só rivalizado com a Espanha onde fomos buscar Saviola, Aimar, Balboa, Rodrigo, Alípio e Javi García, onde o último podia não ser considerado valor seguro, mas COM experiência de futebol europeu. Rodrigo e Alípio já é sobejamente conhecida a minha opinião sobre esses negócios... Balboa foi um erro de casting.

Muitos de vocês falam em pensar no futuro, mas com uma política de contratações deste tipo, estaremos a pensar no futuro e não no presente todos os anos, teremos sempre um Di Maria que só explode à 3ª época para logo a seguir sair, ou seja, 1 ano de verdadeiro lucro com 2 anos de investimento, isto pensando em desempenho desportivo, um Gaitán que normalmente terá pelo menos 1 ano de investimento até começar a dar frutos, Sálvio que veio adaptar-se para o Benfica, depois será de ver se ficará para termos o retorno desse investimento, e Jara que custou o que custou, em vez de ficar no Benfica para se adaptar pode seguir o mesmo caminho de Shaffer e ir adapta-se à Europa...para a Argentina!

Quanto a estes dois últimos só tenho a dizer e se realmente se verificar o empréstimo de Jara a um clube argentino...foi dinheiro deitado a rua, tal como Berguessio já foi anteriormente. Quanto aos casos de Di Maria (este já deu o seu lucro financeiro) Gaitán e Sálvio, eu já o disse por aqui mais que uma vez, estar a apostar em jogadores vindos directamente da América do Sul para serem logo 1ºs escolhas raramente resulta, temos os casos de Cardozo, Ramirez, Lucho, Liedson e Falcão, mas são sempre EXCEPÇÕES, não a regra. Di Maria precisou de 2 anos, Lisandro precisou de 2 anos, Guarín ainda precisa, Otamendi precisará, Sidnei ainda precisa...e são inúmeros os casos que existem entre os 3 grandes.

O nosso erro não é contratar jogadores sul-americanos, ele são bons em grande parte dos casos, mas precisam de ADAPTAÇÃO, não podem ser comprados para titulares, nem emprestados de volta à América do Sul para se adaptarem a Europa (esta solução então eu acho ridícula e não defende em nada os interesses do Benfica pois não tenta sequer tirar proveito do investimento realizado), devemos ter sul-americanos no plantel para irem entrando...tal como esta agora a acontecer com o Jara, sem pensar em mandá-lo embora à 1ª oportunidade, e depois de adaptados então sim, entram a titulares, numa posição que antes foi bem ocupada por um jogador já rotinado ao futebol Europeu.

Esta política do "futuro" a continuar só nos retirará mais hipóteses de ganhar títulos e encaminhará como o tem feito para que o clube viva, salvo raras excepções, um clima de permanente sobressalto e dúvidas sobre a capacidade da equipa, excessivamente ocupada por jogadores sem experiência Europeia e de tenra idade...

O Benfica tem de contratar alguns jogadores mais experientes e que jogam na Europa, Simão seria um desses casos, para ganhar calo e permitir a esses jogadores que agora estão a adaptar-se, que o façam sem pressões e com tempo. Penso que não seria preciso pensar demais para ver isso...mas ok, esta política de contratações agrada mais aos empresários e dá mais comissões aos interessados...

19 comentários

  1. Volto a bater na mesma tecla: Que jogador argentino veio para a Europa por menos de 5M€ e teve bom rendimento desportivo?

    NEM UM! Mercado de oportunidades? Talvez... mas custa muito dinheiro. Ha melhores em Portugal

    ResponderEliminar
  2. Desde 1999 (6 eventos):

    Campeonato do Mundo Sub-17:

    Argentina:
    4 presenças (3º,4º,1/4 e 1/8)

    Portugal:
    1 presença (1/4)


    Campeonato do Mundo Sub-20:

    Argentina:
    5 presenças (3 Vitórias, 4º e 1/8)

    Portugal:
    1 presenças (2 oitavos)

    Se calhar a diferença está na qualidade dos jogadores.

    ResponderEliminar
  3. Gandaia, leste tudo o que escrevi ou foi so o 1º parágrafo mais o comentário do GB?

    ResponderEliminar
  4. Ninguém esta aqui a por em causa a QUALIDADE dos argentinos, por isso não entendo o teu comentário...

    ResponderEliminar
  5. Jogadores como o Cardozo e o DiMaria encontram-se aí na Europa aos pontapés... especialmente na consola onde jogas o PES2010 (para teres o 11 tens de te portar bem, senão o Pai Natal não dá)

    ResponderEliminar
  6. Pois...mas a ideia que fica é que estamos outra vez a bater na mesma tecla !

    A maioria dos adeptos e sócios do Glorioso o que pretende,é ver resultados a curto prazo, se possível já ontem e os resultados dessa politica estão bem à vista...

    Sem ouvi dizer que apressado come cru ...

    Por aquilo que escreveste, diz-em então quantos jogadores portugueses contratados desde 1993,depois daquela célebre equipa construída pelo "Artur Brilliant Mind Jorge" que como é do conhecimento geral, " conquistou " variadissimos titulos, conseguiu, chegar e singrar no clube.
    Muitos acusam o clube de contratar jogadores que vem à procura da pré-reforma,quando se contratam jovens numa aposta a médio prazo , critica-se por ainda estarem muito verdes e precisarem de tempo para se adaptar ao futebol Europeu !

    A cultura da exigência por parte dos sócios e adeptos teria toda a razão de ser, se a equipa visse contrapartidas ( apoio permanente ) mas por exemplos anteriores e pelo que temos visto na época em curso, a crise existe de facto, mas o apoio dos auto-intitulados melhores adeptos do mundo tem deixado muito... mas mesmo muito a desejar...
    É só olhar para as bancadas do Estádio da Luz !

    ResponderEliminar
  7. Darth, nao achas que estás a pedir demais? O Benfiquista é o Rei do Endeusamento.

    Se o Nelson Oliveira se chamasse Nelson Olivera ou Oliverez... seria um dos mais promissores de sempre e valeria uns bons 5M

    ResponderEliminar
  8. Pois é Gandaia, mas diz-me desses jogadores que ganham essas competições quais é que entraram de estaca em equipas europeias com rendimento desportivo consistente? Pois...

    O Benfica está a seguir uma política quase igual á do Sporting: só aposta em jovens com "futuro" e descura os jogadores que garantem o presente. Só que enquanto o Sporting poupava dinheiro a formá-los o Benfica anda a comprá-los aos camiões na América do Sul.

    Vamos lá ver o que isto vai dar daqui a um par de anos...

    ResponderEliminar
  9. M.C. como pelos vistos te custou a compreender o post do Darth eu resumo-to num parágrafo:

    Uma política de contratações decente garante uma mistura de jogadores com experiência com jogadores jovens promissores, tanto das camadas jovens como de outros países. E não uma política que só vai buscar jogadores jovens brasileiros e argentinos.

    E sabes porque é que os sócios do Benfica querem resultados a curto-prazo?? Porque querem um clube GANHADOR FODA-SE!! Farto de ver as coisas no longo-prazo ando eu! Contenta-te a ver as coisas pelo longo prazo. Entretanto o Porto vai limpando os campeonatos do curto-prazo!

    E olha que cultura de exigência é o que não tem havido da parte dos sócios do Benfica senão esta Direcção já não dirigia os destinos do clube com os resultados desportivos patéticos dos últimos 7 anos.

    ResponderEliminar
  10. "como pelos vistos te custou a compreender o post do Darth eu resumo-to num parágrafo:"

    Vermelho, continuas a pensar que és dono da verdade e que és algum iluminado.
    Desilude-te e pára para pensar um pouco, porque assim não vais chegar a lado algum !
    Deixa-te de merdas e desce à terra pá, não tens substrato nem experiência para ensinares benfiquismo a quem quer que seja pá.
    Se queres resultados a curto prazo muda-te para os porkos que ficas com o ego cheio !

    " senão esta Direcção já não dirigia os destinos do clube com os resultados desportivos patéticos dos últimos 7 anos "

    Ùltimos 7 anos? - Das duas uma, ou não passas de um jovem muito inflamado, ou então a tua cultura de exigência deixa MUITO A DESEJAR, porque eu desde 1993 que deixei de ver o VERDADEIRO SLB salvo pequenos flashes e episódicas excepções que não conseguiram devolver-me nem um pouco daquilo que é a minha cultura de exigência nos termos que eu entendo ser as de um verdadeiro benfiquista !
    Cultura de exigência é algo demais para a tua cabecinha, por isso não venhas com demagogias bacocas, pois esse tipo de cultura de exigência também o M.Damásio e o V.Azevedo tinham e deu o resultado que deu...
    E para a próxima deixa que a resposta seja dada pelo autor, a menos que tenhas a missão de responder aos que estão do outro lado ...
    E volto a repetir o que já disse anteriormente, desce à terra porque não tens substrato para dar lições de benfiquismo a quem quer que seja,e muito menos a quem viu o King Eusébio da Silva Ferreira no dia 23 de Maio de 1961 marcar 3 golos no dia da sua estreia não oficial ...

    ResponderEliminar
  11. Sem querer pôr em causa o teu post, o destino pregou-te uma partida, amigo Darth.
    Cinco golos argentinos hoje.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  12. Porto: Rolando,Moutinho e Varela

    Benfica: Coentrão e Amorim/Martins

    Sporting: Patricio, Pereira, Carriço, Mendes, Maniche, Santos e Postiga

    O que eu quis dizer é que actualmente faltam jogadores portugueses de qualidade. A falta de equipas jovens das selecções nacionais nos grandes eventos é disso exemplo.

    É claro que prefiro que o Benfica tenha mais jogadores portugueses, mas 1º quero que tenham qualidade. E não vejo aí assim tantos jogadores portugueses na nossa liga que caibam no nosso plantel.

    Epá sempre com o Nelson Oliveira, mas de que serve ter o Nelson no plantel se depois não joga?

    Não é preferível ele andar a jogar na Liga a ganhar ritmo e experiência para voltar ao Benfica com hipóteses de ser titular?

    Devem preferir como o Roderick que anda esta época a ver jogar.


    Se os que ganham mundiais não entram de caras na equipa querem que os putos da formação do Benfica que nem a esses eventos chegam, entrem de caras?

    Luisão 29 anos
    Maxi 26 anos
    Aimar 31 anos
    Martins 28 anos
    Cardozo 27 anos
    Saviola 29 anos

    Parece-me que se mistura experiência com juventude.

    ResponderEliminar
  13. Manuel, como disse ao Gandaia, não pus em causa a qualidade dos argentinos, nem que não devemos ir busca-los, devemos mas com outras prioridades, não contratar um jogador para lançá-lo na equipa principal sem ter a adaptação para isso, não emprestar jogadores de lá sem ser na europa se é para se "europeizarem". Quanto ao Sálvio, como disse, espero que não estejamos a adapta-lo a Europa para depois o Atlético de Madrid tirar proveito dele, temos jogador, portanto é exercer a opção de compra de caras... pelo menos que os proveitos sejam para nós.

    Gandaia, eu nem meti em questão que temos é de meter mais portugueses, o que está em causa é saber o potencial desses jogadores, o seu futebol diferente do nosso e adaptar isso a sua colocação no clube, a um jogador não basta ter só qualidade, não é ele vir e sem pensar lançá-lo em campo, ele tem de ter mentalidade, automatismos e saber do estilo de jogo europeu, isso tudo a juntar a qualidade sim, faz grandes jogadores.

    O post não é sobre a falta de qualidade dos argentinos, mas pela aparente falta de qualidade dos jogadores europeus, porque esses não precisam de tempo de adaptação tão grande como os sul-americanos, só ao campeonato português e aos seus autocarros. os jogodores europeus têm qualidade, porque a falta de interesse da direcção neste mercado tão vasto? não sera possivel comprar jogadores bons na europa pelos valores k gastamos na américa do sul?

    ResponderEliminar
  14. .... " O post não é sobre a falta de qualidade dos argentinos, mas pela aparente falta de qualidade dos jogadores europeus, porque esses não precisam de tempo de adaptação tão grande como os sul-americanos," ...

    Ou é da minha vista, ou já começaste a contradizer-te !

    Por outro lado a dificuldade de adaptação é perfeitamente normal, porque o contrário também é verdadeiro e a propósito vou revelar-te um " segredo" ...

    Sabias que o primeiro jogador português a emigrar para o estrangeiro foi jogador do nosso Glorioso ...

    Chamava-se Rogério Lantres de Carvalho " PIPI " um genial interior que foi jogar no ano de 1947 pelo Botafogo do Rio de Janeiro, onde ficou 5 meses,só que os tais problemas de adaptação e segundo rezam as crónicas da altura, a gravidez da sua esposa,obrigou-o a regressar a Portugal.

    Foi o homem que teve a distinção de erguer o 1º troféu de prestígio conquistado pelo S.L.B. ... a Taça Latina !

    ResponderEliminar
  15. Oportuno o post,porque as vezes o tiro sai pela culatra, não é que hoje na Luz, tivemos só 5 golos argentinos, e esta ein?

    ResponderEliminar
  16. Jota, o tiro sai pela culatra a quem pensa que o que escrevi aqui tem a ver com o desempenho de 3 ou 4 jogadores num jogo específico...

    ResponderEliminar
  17. O tiro saiu pela culatra???

    Com uma frente de ataque composta quase em exclusivo por Argentinos, a probabilidade de não terem acontecido golos argentinos era... BAIXISSIMA não?

    Eu acho que a situação de hoje só corroborou com o post...

    1 portugues no 11... e um final de jogo com 5 argentinos no ataque. Pobre SLBenfica.

    Não vejo que o DarthVader tenha questionado a qualidade de algum dos benfiquistas.

    ResponderEliminar
  18. Pobre Benfica com 1 português, bem melhor está o Sporting com 7 portugueses no 11...

    ResponderEliminar
  19. Amigo Darth, como disse no comentário anterior, não me quis referir ao que escreves no post que julgo pertinente, apenas quis dizer que o destino te tramou.

    Abraço.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB.

ranking