André Horta, João Carvalho e Diogo Gonçalves! A aposta na formação é uma treta? - Novo Blog Geração Benfica
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quarta-feira, 6 de junho de 2018

André Horta, João Carvalho e Diogo Gonçalves! A aposta na formação é uma treta?

Avatar
 ●  + 31 comentários  ● 

Segundo as notícias, portanto nenhuma informação vinculada oficialmente, o SLBenfica está disponível para deixar sair João Carvalho por 15M€ para um clube que foi 17º em 24 equipa do Championship em Inglaterra. Uma liga vencida pelo Wolves de Nuno Espírito Santo.

As mesmas notícias dão conta da saída do Diogo Gonçalves para o mesmo clube por empréstimo. 

De saída está também, aqui de forma oficial, o André Horta para... os EUA aos 21 anos!

Comecemos pelo fim, o André Horta fez um excelente campeoanto pelo SCBraga, onde esteve emprestado pelo SLBenfica. A partir da 2a metade da temporada, depois de recuperar da lesão definitivamente e ganhar o seu lugar na equipa, passou a ser um jogador indiscutível em Braga.

Admito, que tal como com o João Carvalho, fica complicado integrar um jovem com o André, aos 21 anos, quando se tem Krovinovic (craque de top), Zivkovic e ainda Pizzi para aquela posição. 

Porém, aos 21 anos que têm o André e o João... é demasiado cedo para ceder os passes dos jogadores sem salvaguardar uma clausula de recompra que seja vantajosa para o SLBenfica ou, no mínimo, manter os jogadores sob empréstimo.

Não estamos a falar de jogadores "normais", mas sim jogadores acima da média e que podem render bastante desportivamente. São jogadores "da casa" com um custo de ordenado e aquisição muitíssimo abaixo da generalidade dos jogadores.

O mesmo se aplica ao Diogo Gonçalves que, claramente, precisa jogar e está "tapado" pelas soluções atualmente existentes - e antecipo que por alguns jogadores que estejam "identificados".

Porém, "desbravar" estes ativos desta forma de "saldo" precipitada parece-me uma repetição do "encore" do João Cancelo (por quem o Wolves está a oferecer 40M) e o Bernardo (no City por 50+10M).

A melhor solução para estes três jogadores será manterem-se ligados ao SLBenfica contratualmente, emprestados a clubes que lutem por objetivos de titulos - SCBraga em Portugal ou clubes de media dimensão em Espanha ou Inglaterra.

31 comentários blogger

  1. Joao Carvalho 15M 10\15% futura venda. Diogo n pensar, aumentar é a clausula. 2 assistencias 1 golo contra a Italia em 45 minutos.

    ResponderEliminar
  2. Pois, mas a culpa é do JJ!

    ResponderEliminar
  3. 100% de acordo. Quando os jogadores teem potencial, como e o caso destes tres, ha que mante-los ligados ao clube enquanto se da tempo para que mostrem, ou nao, que sao jogadores para a equipa principal.
    Dos tres, penso que Joao Carvalho, se realmente for vendido por 15 milhoes, e um bom negocio. Nao me parece que atinja os niveis que chegou a prometer.
    Horta penso que vai ser um grande jogador. Tenho pena que ja nao seja nosso jogador. DGoncalves tambem podera explodir.

    ResponderEliminar
  4. A PJ já esteve outra vez para analisar a lavandaria Mendes!
    Puxa, vao mais vez la que 99% dos Lampiões!!

    ResponderEliminar
  5. A solução para os três passava sempre pelo empréstimo! Noto o que de bom o benfica tem feito esta pre epoca...em termos de contratações não está a deixar para a ultima! Em relação a esses três jogadores, não sei o que vai na cabeça de quem manda, mas isso é ridículo e um erro grave ao nível do bernardo e cancelo
    .. É triste também quando lemos o david Luís dizer que quando saiu o Benfica ofereceu mais dinheiro e foi o Rui Costa que o convenceu a ir embora! Por aqui se percebe muita coisa que vai acontecendo e quem anda a ganhar algum com as vendas! Simplesmente lamentável

    ResponderEliminar
  6. A formação do Seixal não está ao serviço do Benfica, mas ao dispor das negociatas de Jorge Mendes E LFV. Os próximos a comprovar aquilo que digo são o Rúben Dias e o João Félix. No ano do penta não havia dinheiro para contratações só para abater dívidas. Agora, qual milagre das rosas, depois de se abater 100 milhões à dívida (com antecipação de receitas!) ainda há dinheiro para contratar em força, sobretudo jogadores sul-americanos. Que rica gestão esta! Não abram os olhos, não!

    José Reis

    ResponderEliminar
  7. O Horta deve ter faltado ao respeito ao RV ou alguém de outra forma não se explica.
    Vender o Joao acho mal, já o Diogo não me importava.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diogo Gonçalves é melhor jogador do que o João Carvalho. É avançado e tem maior valor. Não o vendia mas emprestava com uma elevada cláusula de compra, sempre acima dos 20M, ficando com 20% de mais valias em vendas futuras.
      Quanto ao João Carvalho, vendia-o pelos 15M, mas ficava com 20% do passe. Os 15M são um bom valor, basta comparar com outros jogadores negociados na Europa por valores inferiores.
      Não têm lugar no Benfica. O Benfica não é uma coleção de cromos. Isso é mais para os adeptos.

      Eliminar
  8. Tanto André Horta como Diogo Gonçalves e João Carvalho tiveram as suas oportunidades na primeira equipa do Benfica.
    Mostraram inegavelmente que têm potencial, embora denotassem bastante imaturidade a todos os níveis.
    Sinceramente e com toda a seriedade e sem qualquer demagogia, não os acho capazes de integrar o plantel do Benfica.
    Serão jogadores interessantes para clubes do meio da tabela do campeonato português. Não mais que isso. Pelo menos no estado em que se encontram.
    Depois mostraram que não são jogadores de grande intensidade. Lesionam-se com facilidade e são muito frágeis fisicamente.
    É bom recordar que, lá por terem saído da formação do Benfica, não são automaticamente craques.
    A formação do Benfica também forma muito jogador vulgar e que se perderá com o tempo.
    O ideal seria que, por cada 100 formados, saíssem pelo menos 10 de grande e inequívoca qualidade.
    Até naquela fornada em que saíram Chalana, José Luís, Alberto, Diamantino e mais um ou outro, todos os outros se perderam porque não tinham qualidade suficiente.

    O Benfica, se quiser atingir um elevado patamar de qualidade competitiva, não pode contar apenas com jogadores saídos da formação.

    Dantes, as canteras iam recrutar às ruas e bairros pobres.
    Hoje, as academias têm miúdos cujos pais pagam para jogarem futebol.
    Há muita coisa que se pode aprender nas academias, é verdade. Mas o essencial, praticamente nasce com o miúdo : o jeito natural para lidar com a bola, a intuição, o gosto e a alegria pelo jogo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comentário bastante interessante e com algumas verdades, nem tudo o que saiu, saí ou sairá do Seixal é ouro, alguns até nem sequer prata ou bronze, e sejamos realistas, muito do sucesso de um futebolista, desportista em geral, ou até de qualquer profissional é também fruto do acaso, há excelentes profissionais que nunca tiveram oportunidade para mostrar todo o seu valor, e outros "bonzinhos" como desde o início estiveram entre os melhores têm percursos mais bem sucedidos, basta ver muito jogador francês a jogar em Inglaterra, em Portugal ou noutro país qualquer há igual ou melhor por menos dinheiro.

      Eliminar
    2. Chalana não saiu de fornada nenhuma. Quando chegou ao Benfica muito novo já era o jogador feito que apareceu na selecção nacional aos 17 anos.

      Eliminar
  9. Dá-me pena ver estes miúdos saírem assim do Benfica. Para além de serem mais valias desportivas ainda se poderiam tornar símbolos do clube. Precisamos de símbolos e de jogadores que sintam o clube para compensar a falta de dinheiro para investir em jogadores e assim podermos disputar os jogos com os tubarões. Precisamos de símbolos para que os miúdos de hoje se identifiquem com o clube, como eu em miúdo me identificava com o Isaías e Veloso, por exemplo... Precisamos de símbolos porque as memórias se desvanecem e o Eusébio não irá durar para sempre...
    Não me revejo neste Benfica.

    Avante plo SLB

    ResponderEliminar
  10. Que baralhação para aí vai. Por um lado dizes, e bem, que o Horta está vendido. Depois dizes que a melhor solução “será” sair empr atado. Não será a palavra correta “seria”?
    Qd te pões a falar de jogadores na pre-época é sempre perigoso. Para sempre vou recordar as tuas palavras sobre Svilar e os jogos a titular que referiste ele ter no Anderlech. Curiosamente, mais ou menos no mesmo dia, o Marinho escreveu o mesmo no Facebook.,,
    Eu quero é saber pq é que o a Ferreyra já chegou à quase dois dias e ainda não foi apresentado. Estará o negócio p cair? Que é estranho é...

    Andre Jesus

    ResponderEliminar
  11. POR 15 MILHOES O JOÃO CARVALHO É BEM VENDIDO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por 15 Milhões qualquer jogador do Benfica é bem vendido, excepto talvez Ruben Dias.

      Eliminar
  12. Tem-se tornado difícil – e também custoso – acompanhar a sucessão de notícias com acusações e suspeições em torno dos jogos dos três grandes. Há, contudo, algumas regularidades na forma como as notícias são recebidas. Os adeptos acreditam no que é sugerido, à vez: quando os casos envolvem o Porto, os benfiquistas dão tudo como certo; quando toca ao Sporting, os benfiquistas logo garantem ser crime. Naturalmente, quando é o Benfica que está na berlinda, para portistas e sportinguistas não restam dúvidas: estamos perante evidências inequívocas de corrupção. Ou seja, notícias semelhantes podem passar, num ápice, de um escândalo sem paralelo no futebol português para uma montagem vergonhosa, promovida por jornalistas a soldo, assente numa mão-cheia de nada e sem qualquer sustentação.


    A banalização de casos, casinhos e demais variações tem tido vários efeitos – lança lama sobre todos, degrada a imagem de um setor de excelência em Portugal e questiona a verdade desportiva. Há, contudo, um efeito que se sobrepõe a todos os outros: hoje, ninguém tem capacidade para escrutinar o teor das acusações. Nuns casos porque estas assentam em depoimentos de cara tapada e voz distorcida, noutros porque partem de violações grosseiras do segredo de justiça, por definição descontextualizadas e feitas à medida de uma das partes ou, ainda, porque são construídas a partir de denúncias anónimas ou de declarações de personagens com pouca ou nenhuma credibilidade.


    Perante o ruído branco e permanente, ao adepto que não tenciona deixar de acompanhar com paixão o seu clube e as competições nacionais, só resta mesmo uma solução: esperar por eventuais acusações promovidas pelo Ministério Público que, uma vez públicas, todos teremos capacidade para escrutinar, independentemente das sentenças que se poderão (não) seguir. No fim, nada poderá ficar como até aqui no futebol português e, das duas uma, ou haverá mão muito pesada para os caluniadores ou terá de ser feito um refresh profundo no dirigismo. A bem da memória, convém recordar, trata-se de fazer exatamente o que os sócios do Porto não fizeram, mantendo, até hoje, em funções uma direção, no mínimo, manchada eticamente e que agora, com um cinismo intolerável, se quer ver alcandorada em arauto da moral.

    Desde já, contudo, é possível identificar outra regularidade na forma como as notícias são recebidas. É que, como lembrava o sempre certeiro João Vale no twitter, "o nervoso miudinho que todos os adeptos sentem quando se ouve falar de que há um novo escândalo a abalar um dos três grandes, mostra bem a confiança que temos nos dirigentes dos nossos clubes".

    Pedro Adão e Silva, in Record

    ResponderEliminar
  13. É triste, revoltante e decepcionante

    Mas este é o modus operandi desta direção...vender há melhor oportunidade e não esperar por falhas

    podes tb dar o exemplo de jogadores que não foram vendidos e depois falharam...nesse caso perdeu-se 15 milhões (ex. Vítor Andrade)

    Podes tb dar o exemplo de jogadores que foram vendidos pelos tais 15 milhões e não passam disso (ex. Cavaleiro)

    Bernardos são muito raros....arrisco-me a dizer que representam 10% se tanto...

    O cancelo está muito empolado pelo Jorge Mendes...não obstante a qualidade

    Atualmente só há um (o tal 10%) com capacidade de chegar aos 50 milhões de Bernardo....João Felix...

    Veremos...se lá chega

    ResponderEliminar
  14. Uma coisa sabemos, existe estratégia desportiva e comercial muito clara, um modelo de jogo, tudo isso discutido de forma aberta com os sócios e aprovada pela maioria. A Direcção não está a fazer as coisas de forma aleatória ou desconexa, existe um fio condutor, desde a nomeação do treinador, á escolha criteriosa dos jogadores, tudo é feito atempadamente, os jogadores que são para vender são colocados no mercado a tempo e horas e vendidos com simplicidade. Não existe uma enormidade de jogadores sob contrato que tornam os movimentos de controlo impossível. Existe um número de 26 jogadores no plantel A 18 titulares indiscutíveis e 8 da formação, na B 20 da formação ou jogadores de baixo custo vindos de várias partes do mundo, mas todos de qualidade real e na sub-23 só 18, malta da formação. E neste caso temos só uns 10 jogadores emprestados a rodar para regressar ao plantel principal em 2 a 3 anos. Está tudo previsto, não temos Johns, nem Taarabts, CELIS, Benitez, Patriks, e coiso e nem cenas. Porque o dinheiro deve ser usado com rigor para termos um plantel fortíssimo não existe dispersão de energia, temos pessoas com cabeça a a liderar o futebol e o Benfica, e ISSO É BELO, MUITO BELO, assim é. Todos APOIAMOS. Aqui não andamos focados em universidades, instalações hoteleiras, rádios ou sanatórios, estamos focados, haja deuses, os nossos dirigentes de topo claro, porque o ser imaginário que está nos céus todos sabemos que não existe.

    Se em vez de andarmos a vender jogadores para alimentar os comissionistas:
    Ederson ou Oblak
    Semedo/Cancelo, Lindelof, Dias, Mário Rui
    Hélder Costa, Renato, André Gomes, Bernardo
    Guedes, Cavaleiro

    Zero euros para construir este plantel ;) fraquinho heim?, nem era o principal candidato a vencer o campeonato nem nada pois não? (grade gargalhada)

    TODOS APOIAMOS

    ResponderEliminar
  15. Rui Benfiquista06 junho, 2018 09:19

    Pessoalmente o Horta e o Carvalho, não me seduzem, o Diogo tem pinta, e merece ser parte integral do plantel, se não vier ninguém com muita qualidade para a ala direita, não vejo razão para emprestar o Diogo, os outros na minha opinião pelo valor certo poderão ser vendidos, o coração não pode falar mais alto, se fosse pelo coração e pelo Benfiquismo de certeza que tínhamos muitos benfiquistas sem qualidade no plantel.
    Espero que o comentário de ontem do Shadows que espera 3 confirmações de qualidade nos próximos dias venham responder a estas "dispensas", seguramente que João Félix não tem mostrar mais nada, e que com toda a justiça deve integrar o plantel, penso que ate poderá ser a grande novidade no novo 11 do Benfica, aqui sim um talento .

    ResponderEliminar
  16. "A melhor solução para estes três jogadores será manterem-se ligados ao SLBenfica contratualmente, emprestados a clubes que lutem por objetivos de titulos - SCBraga em Portugal ou clubes de media dimensão em Espanha ou Inglaterra". OK, estamos de acordo. Há alguma indicação de que a Direcção não esteja de acordo? Se todos os anos o tem feito com alguns jogadores, é porque também estará de acordo. Mas outros clubes, por exemplo o FCP e o SCP, também estarão de acordo com essa estratégia e também tentarão fazer o mesmo. Qualquer clube de média dimensão em Espanha ou Inglaterra tem receitas superiores aos 3 grandes clubes de Portugal. Se não é grande ideia o Benfica receber por empréstimo jogadores sem espaço de clubes como Barcelona ou Real Madrid, porque razão pensamos que os tais clubes do meio da tabela de Espanha e Inglaterra estarão interessados nos jogadores do Benfica por empréstimo sem opção de compra? Direi que sempre que se consegue uma situação destas é um verdadeiro achado.
    Neste ano temos que estar fortes no início da época para conseguirmos entrar na LC. O Benfica tem 8 jogadores no Campeonato do Mundo, portanto que faltarão a pré-época ou parte dela. O Rúben Dias, com 21 anos acabados de fazer, também dificilmente estará em boas condições físicas em Agosto. E veremos como estarão o Jonas e o Krovinovic. Por muitas esperanças que tenhamos em relação ao Zé Gomes, por exemplo, eu não tenho dúvida nenhuma que para daqui a 2 meses, soluções como Ferreyra e Castillo são muito mais seguras. Todos nós queremos ver na equipa jogadores formados no Benfica. Mas se a nossa formação tiver sucesso, isso significa que vamos conseguir vender os nossos jovens jogadores mais caros do que se paga um jogador de qualidade semelhante de outra origem. Neste caso, uma gestão financeira eficiente do plantel do Benfica não aconselharia a utilização de jogadores formados. No entanto, regras da UEFA, a pressão dos sócios e questões emocionais fazem com que de facto vamos tendo o "luxo" de absorver alguns jogadores formados localmente. O negócio da formação poderá ser a alavanca que colocará o Benfica com um poderio económico mais perto do topo mundial. E então podemos ter cada vez mais "luxos". Mas acredito que os nossos jovens continuem a ser vendidos. O que poderemos assistir no futuro é à re-compra de alguns desses jogadores por valores acima de 20 milhões.

    Sérgio.

    ResponderEliminar
  17. Concordo totalmente com a análise.
    Temos uma grande formação, com jogadores de muita qualidade em todos os escalões, mas que não podem entrar todos na equipa principal por três motivos: por um lado porque para as mesmas posições temos jogadores senão com mais talento, pelo menos com mais experiência, com necessidade de terem oportunidade de competir a um NÍVEL ELEVADO, EMPRESTADOS OU COM CLÁUSULA DE RECOMPRA, depois não lodemos descurar a vertente financeira e, em posições que temos três ou quatro jogadores com qualidade semelhante vindos da formação, temos que selecionar um ou dois e rentabilizar os outros com vendas que permitam encaixes financeiros elevados, por último, não se fazem equipas Campeãs só com jogadores da formação, iremos ter que continuar a contatar fora, cinco ou seis jogadores de grande qualidade, para posições especificas, com experiência e, de preferência internacionais dos seus países.
    A comunicação de LFV, penso não ter sido muito feliz pois deu a entender, espero que involuntariamente, que iriamos ter equipas Campeãs sustentadas na formação.
    Até aqui tudo bem, mas muitos adeptos não percebem agora como é que essa estratégia se concretizara, vendendo os melhores "produtos" da formação que se evidenciaram em todos os escalões no Seixal.
    Por exemplo, se o Ruben Dias for vendido esta estratégia de ganhar com a formação estará em causa, já que no ano anterior foi o Lindeloff, este ano seria o Ruben e, uma equipa para ganhar hegemonia, necessita de uma estrutura sólida com jogadores que perdurem vários anos no Benfica, para obtermos sucesso Desportivo e só depois o retorno Financeiro!
    Um jogador com 21 anos com qualidade para jogar na equipa principal, poderá muito bem continuar até aos 24, 25 anos para por um lado amadurecer e evoluir consistentemente obtendo o sucesso Desportivo no SLB, por outro lado para não se perderem como profissionais por não se adaptarem a uma nova cultura, por saírem demasiado cedo, jnica e exclusivamente pelo factor financeiro.
    Aliás espero que LFV, cumpra o que prometeu e, com a solidez financeira possa pagar contratos a estes jovens jogadores que se impõem na equipa principal, de acordo com o seu valor!!
    O facto de virem da formação não deverá descurar o pagamento justo.
    Recordo que com a enorme quantidade e qualidade de jogadores da formação e, com a dificuldade dos nossos principais adversários contratarem fora de Portugal, poderão tentar aliciar jogadores da nossa formação com salários mais elevados do que auferem no SLB.
    Estou a falar do fcp, têm um vasto historial sendo o nome mais sonante o Paulo Futre!!
    Espero que o Benfica esteja atento, faça contratos com cláusulas de rescisão muito elevadas que não permitam a qualquer clube vir cá aproveitar-se do trabalho efetuado no seixal, para nos enfraquecer!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não concordo com a venda o Ruben, mas se oferecessem 40M ou mais compreendo a venda. Ninguém no seu perfeito juízo recusa uma oferta desse montante por um defesa de 20 anos que ainda agora começou a sua carreira.
      Por exemplo, Lindelof foi bem vendido pelo preço que foi. Hoje não o conseguíamos vender pelo mesmo preço. Nem para o mesmo clube. O mesmo podemos dizer do Mitroglou.

      O futebol é o momento e as vendas bem sucedidas têm um timing certo. Dominar o timing de vendas não é para todos. Vejam o que aconteceu com os lagartos. Têm falhado completamente o timing de vendas. Agora estão com mãos a abanar, com activos desvalorizados e sem dinheiro.

      Eliminar
    2. Claro que sim, concordo!
      Mas temos que perceber que a vontade da Direção é permanecer com jogadores deste nivel, melhorando os contratos para valores de acordo com a sua qualidade, depois se chega cá um clube a bater a cláusula de rescisão ou oferecer 40M, então não há nada a fazer senão negociar o jogador.
      Mas mesmo assim, posso ser magalomano, mas vejo no Benfica capacidade de manter no plantel, mesmo os jogadores mais solicitados, durante três ou quatro anos, assim tenhamos uma estratégia de crescimento quer a nivel da formação no seixal (vamos ter com o alargamento e capacidade de aumentar o n.de atletas), quer nas cotizacoes em que podemos crescer ainda mais, como também com parcerias de grandes marcas!
      Se queremos lutar com os colossos financeiros da Europa e pensar poder ganhar a Champions, é fundamental que tenhamos uma divida bancária residual, uma boa politica de vendas e contratações e manter os grandea jogadores da formação com contratos apelativos a permanecer pelo menos 3 anos na equipa!!
      Os que tiverem qualidade superior terão sempre mercado e, provavelmente não farão um grande contrato aos 20 anos, correndo o risco de se perderem, mas dois ou três grandes contratos na idade certa e com a maturidade que não têm ais 20 anos!!
      Os jogadores compreenderem isto também é uma missão da formação do SPORT LISBOA E BENFICA!
      Não digo que não estejamos no caminho certo mas há que considerar estes aspectos e ter uma comunicação clara com os adeptos!

      Eliminar
    3. Anónimo06 Junho, 2018 12:43

      Os lagartos tem lá o génio da gestão, que tem feito milagres. Mesmo no dia de hoje ouço e vejo comentadores a falar do trabalho bem feito no primeiro mandato de BdC.

      Rasgar contratos, não pagar, despedimentos, todos aqueles belos exemplos da gestão... nem o OMO lava tão branco...

      No final quando os trabalhadores começarem a ganhar as indemenizações nos tribunais, quando se tem que pagar à Doyen, quando o Mendes diz que "sim eu vendo, mas tens que pagar o que deves do Adrien..., etc... continua-se a apelidar de excelência tudo isso

      Eliminar
  18. Se havia um plano para o Benfica jogar em 433, o André Horta devia ter ficado no plantel. O João Carvalho se calhar devia ter sido emprestado para jogar a médio porque no Setúbal jogou numa posição mais avançada. O Diogo este ano já fez uns bons jogos mas um ano emprestado talvez não seja mau.

    ResponderEliminar
  19. O dinheiro não pára !...e o avanço de 10 nos também não !!!

    Não é para fomentar este tipo de negócios que o 'Henry Ford' da bola vai construir mais umas quantas 'linhas de produção' em série no Seixal ?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem as "linhas de produção" do Seixal não tínhamos estes jogadores. Estariam a fazer a alegria dos adeptos e a encher os bolos de outros clubes.

      Eliminar
  20. Acho que ficou claro que João Carvalho e Diogo Gonçalves não tem qualidade para a equipa principal do Benfica.
    André Horta tem características que simplesmente não se adequam a um clube como o Benfica.
    Que sejam todos cedidos ou vendidos, não vejo absolutamente nada errado com isso.

    Tiveram oportunidades e NUNCA convenceram, é a vida.

    ResponderEliminar
  21. A VERDADE É ESTA :

    JOÃO CARVALHO E DIOGO GONÇALVES NÃO SÃO JOGADORES PARA JOGAR NA EQUIPA PRINCIPAL DO BENFICA, não têm qualidade para isso, não é preciso ver mais nada !!!

    Eu nem acredito que consigam 15 MILHÕES por cada um deles, só se for o MENDILHÂO...

    Viva O BENFICA
    P.Pais

    ResponderEliminar
  22. isso de emprestar pesa muito nas contas e é preciso esse espaço para ter os agra, os arangos e outros que tais que estão sempre a entrar esses é que são bons.

    ResponderEliminar
  23. É necessário pagar as vacas ao dono! Vais vender quem? Eliseu, Samaris, Luisao?!?

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários.
Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.
Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares