Rui Vitória: Conferência de imprensa exemplar, tão diferente de JJ o ano passado! - Novo Blog Geração Benfica
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Rui Vitória: Conferência de imprensa exemplar, tão diferente de JJ o ano passado!

Avatar
 ●  + 46 comentários  ● 
Já aqui disse em outras alturas e em outros contextos: Os adeptos do futebol, sejam eles vermelhos, azuis ou verdes são feitos da mesma massa e quase sempre dos mesmos princípios, e em situações similares têm comportamentos idênticos. É que há muita malta que acha que não, que ser de certa cor é ser diferente, e que há qualquer coisa de intrínseco e quase até de genético que nos leva um dia a escolher ser adepto de determinado clube.

Não vai há muito tempo, num outro Benfica X Sporting em que calhou haver dois lances duvidosos decididos a favor do Benfica por mãos de Pizzi e Nélson Semedo que poderiam ter sido penalty, por aqui andavam os Benfiquistas a defender o total acerto arbitral na decisão desses lances, enquanto os Sportinguistas levavam as mãos à cabeça e incendiavam as hostes argumentando em favor de um roubo de igreja.

Ontem, não com dois mas com quatro ou cinco lances duvidosos, é ver Benfiquistas a defender que quatro penalties ficaram por marcar a favor do Benfica, enquanto para os Sportinguistas, depois de analisar cada lance à lupa, não vêm nem um.

Até mesmo ao nível dos treinadores, quem se lembra de Jorge Jesus o ano passado na sua conferência de imprensa pós “possíveis” penalties de Pizzi e Nelson Semedo e quem o viu ontem, percebe realmente que isto das cores não tem nada de intrínseco. O que tem é de fanatismo puro que é comum a todos e de cada um defender a sua cor, no matter what!

Aqui, palmas para Rui Vitória ontem na sua conferência de imprensa (das melhores que lhe vi fazer), onde, apesar de vários lances onde se sente prejudicado, salvaguardou e bem o lado altamente subjetivo na avaliação de cada lance, não pondo nunca em causa a idoneidade do árbitro, e sugerindo até formas de lhes facilitar o trabalho. Tão diferente de Jorge Jesus o ano passado!

Registo a sua frase ontem que foi qualquer coisa como: “Se o árbitro tivesse a iniciativa de ir rever à TV alguns dos lances como vemos os árbitros fazer em outros campeonatos, talvez tivesse acabado por alterar algumas das suas decisões.”

E esta é para mim a chave de muitos dos problemas do futebol, e eu estou à vontade para o dizer, até porque como sabem nunca fui muito favorável à introdução do vídeo árbitro, precisamente pela alta subjetividade que há quase sempre na avaliação da grande maioria dos lances num jogo de futebol.

Quem quiser ver 4 penalties a favor do Benfica no jogo de ontem, vai sempre ter argumentos para os encontrar. Quem não os quiser ver, também encontrará sempre forma de sustentar uma qualquer tese que vá nesse sentido.

Pessoalmente, acho que a verdade está quase sempre no meio, tal como acho que erros irão sempre acontecer num jogo de futebol (são inevitáveis), o que importa aqui é perceber se acreditamos que os erros acontecem porque são invitáveis, ou se acontecem porque os árbitros estão comprados. Eu vou pela primeira tese, porque no dia em que acreditar na segunda, mais vale deixar de ver futebol.

Para MIM ontem, e no que se refere aos lances de mão, há um penalty por marcar que não merece discussão: o de William Carvalho, penalty claríssimo. O de Fábio Coentrão, embora já tenha visto uma imagem com a bola no braço de Coentrão, penso que essa imagem é apanhada depois da bola bater na cara de Coentrão e ressaltar para o braço. Dito isto, os braços foram primeiramente ali colocados para travar a bola, lance discutível.

No de Piccini, a bola é rematada e vai para fora. Piccini tem os braços em posição algo estranha mas o facto da bola ir para fora e ser após o toque de Piccini que quase vai para dentro da sua baliza, sustenta um pouco a tese de casualidade no lance.

No lance do golo do Sporting precedido de fora de jogo, é factual que é fora de jogo MAS... Para o fiscal de linha é um lance impossível de ajuizar com certezas (acontece na linha lateral oposta à sua), e mesmo pela TV só permite certezas quando a linha do fora de jogo lá é colocada. Ora, o vídeo árbitro não tem linhas de foras de jogo feitas pelas TVs, pelo que para anular aquele golo (que é de facto fora de jogo), só o podia fazer tendo total certezas de que era a decisão correta, o que não acredito que tivesse, como eu não tive quando vi a repetição do lance sem essa linha lá colocada.

Dito isto, cada lance dá para várias interpretações e não é minha intenção com este texto começar aqui a discutir cada um deles. Nunca chegaremos a conclusão nenhuma e essa é precisamente a razão pela qual nunca fui favorável ao vídeo árbitro!

MAS...

Havendo vídeo árbitro, Rui Vitória tem 100% de razão nos reparos que faz. Há lances que o árbitro vê no terreno de jogo, em que, ficando com dúvidas, TEM DE SER ELE a ir ao ecrã de televisão rever o lance e alterar ou confirmar a sua sentença, tal como se vê em outros campeonatos, mesmo com toda a subjetividade que a cada lance é inerente.

O que não pode acontecer é o árbitro ver e ficar com dúvidas, sacudir a responsabilidade da decisão para o VAR, VAR esse que por sua vez lhe sopra ao ouvido que o lance é duvidoso e, sendo duvidoso nunca altera a decisão do árbitro, e o jogo segue sustentado nas dúvidas que surgiram no árbitro mas também no vídeo árbitro!

ERRADO! PORQUE É UM ERRO A DOBRAR! E É O NINGUÉM QUERER ASSUMIR QUALQUER RESPONSABILIDADE!

Se o VAR tem certezas em relação a certo lance, comunica ao árbitro e o lance é corrigido se for caso disso! Se o VAR tem dúvidas, o lema não pode ser o deixar seguir. Deve ser dizer: “Ó Manuel, este lance suscita dúvidas, vai lá ver essa merda melhor ao ecrã para tomares uma decisão mais sustentada!” 

Até para que possamos todos depois imputar alguma responsabilidade ao árbitro, na certeza de que ele viu os lances na TV da mesma forma que todos nós vimos, antes de tomar decisões com intervenção direta no resultado final! É isso que acontece? Não! E não acontecendo, é como diz o Manuel Serrão: “O vídeo-árbitro não serve para nada!” 

46 comentários blogger

  1. Concordo em grande parte, mas tenho duas notas se me permites.
    Não são 4 lances duvidosos. Aquele em que o árbitro marca pênalti é pênalti para qualquer adepto seja qual for a cor. Ponto. Nem vi discussão em relação a isso.
    O do William para mim também é evidente, mas admito que para outros não seja.
    O do Coentrao para mim não é e o fo Piccini tem tanto de escusado como de estupido. Para mim é pênalti. O braço não está encostado ao corpo e ele está a uma distância suficiente p poder tirar o braço até pq o remate não sai assim com tanta força. Acho que ele não se apercebeu que a bola não ia para a baliza e em acto reflexo pôs lá o braço.
    Quanto ao golo do sporting, sem linhas, admito o erro até pq não é em zona frontal. Por azar a sequência deu golo...
    Para mim ficam por marcar dois pênaltis do tamanho do estádio...
    possível (repito, possível) resultado final 3-1.

    André Jesus

    ResponderEliminar
  2. E só mais um comentário. Tendo em conta os precedentes em situações semelhantes há pênalti do Coentrao sobre o Jardel. Em Setúbal o sporting não perdeu pontos por um lance em tudo semelhante...
    Portanto 4 possíveis pênaltis (mais aquele que foi assinalado). Sendo que para mim 2 são pênaltis e os outros dois foi benefício da dúvida.

    André Jesus

    ResponderEliminar
  3. Mas a melhor do Rui Vitória foi qd falou na dualidade de critérios no lance do Jardel com o fabio qd comparado com o mergulho do Bas Dost este ano em Alvalade que lhes deu 3 pontos...na mouche!!!

    temos de ultrapassar é a fase de jogamos bem e não ganhamos (discurso tipico dos lagartos)!!...prefiro meio a zero e ter os três pontos!

    O que fica é a ideia que se jogarmos sempre assim em todos os jogos que faltam ficamos mais próximos do sucesso!

    foi lindo ver os festejos do Raul José e depois o discurso do JJ a dizer que o resultado foi pior para nós!

    ResponderEliminar
  4. Mais facilmente é penalti no lance do Fábio Coentrão do que no William, o William tem o braço agarrado por um jogador do Benfica, no máximo seria falta sobre o William.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. vai gozar com o c.....
      tens a televisao avariada

      WC faz penalti CLARAMENTE

      o resto é treta

      Eliminar
    2. O resto é o facto de o braço dele estar a ser agarrado por um jogador do benfica? É que isso de ignorar o que convém.. E continuo a dizer, o do Fábio é penalti, tem o braço completamente fora de posição e mesmo que toque primeiro na cabeça, é facto que toca no braço e como tal penalti.

      Eliminar
  5. O lance do Coentrão é penalty tão claro e óbvio como o Tejo passar em Lisboa!

    Reveja as imagens e as regras por favor, e já agora jogue um bocadinho à bola à defesa.

    Há uma diferença fundamental entre o lance de Pizzi no ano passado e o de Coentrão agora.

    É que o Pizzi JÁ estava em rotação e de olhos fechados quando a bola lhe ressalta num braço para o outro.

    Neste lance do Coentrão ele LEVANTA O BRAÇO na direcção da trajectória da bola! Não é para saltar, não é para defender a sua posição, foi apenas na direcção da bola.
    O facto de a bola ter batido na cabeça primeiro não invalida que o indivíduo tenha levantado o braço DELIBERADAMENTE na direcção da bola. Dentro da área!

    É um vergonha, um escândalo, um roubo gigantesco, uma roubalheira, e por aí fora. A CULPA É DO BENFICA!
    O VAR neste lance perdeu TODA a credibilidade, se é que a tinha.

    ResponderEliminar
  6. Concordo com a consideração em relação ao lance do William, até porque já foi nos foi marcado um pénalti contra em situação idêntica, com Lindelof, na Champions (se não estou enganado).

    Discordo completamente em relação ao lance do Coentrão: é pénalti claríssimo. Ele coloca o braço naquela posição para impedir que a bola vá para a baliza. E não, não me parece que a bola bateu na cara primeiro, mas posso não ter visto todos os ângulos do lance.

    Quanto ao lance do Piccini... é o mais discutível de todos, na minha opinião. O jogador tenta claramente tirar o braço, o que demonstra que não queria jogar a bola com o braço. Para mim, não é pénalti. No entanto... já vi pénaltis marcados por muito menos.

    Para terminar: mais uma vez de acordo com a intenção do post, acerca do VAR. A imagem que colocas da MLS é o que se esperava do VAR: ser o próprio árbitro a consultar as imagens dos lances e não haver outro árbitro a analisar e mandar bitaites. E tens toda a razão no que dizes: o método português serve apenas para o sacudir de responsabilidades, mas digo mais... serve também para dar de comer aos senhores do apito que ficam sentadinhos a analisar as imagens, um pouco à semelhança dos árbitros de baliza: sabe-se que estão lá, mas não servem para nada. Os primeiros (VAR) ainda têm algum peso no jogo, já os segundos, são literalmente figura de corpo presente.

    Um abraço e continua com a lucidez nos posts que fazes.

    ResponderEliminar
  7. O vídeo árbitro tem a mesma utilidade que a capa encarnada tem num corrida de touros : desviar e amenizar a fúria do touro, apenas isso. Ou seja, diminuir o impacto das críticas e da fúria dos adeptos nos árbitros.

    O sistema é tão esquisito, que a maior parte das vezes nem se conhece a identidade dos vídeo árbitros. Tudo na penumbra, como convém.

    Como a coisa está a funcionar mal e a adensar cada vez mais dúvidas sobre a utilidade de tal geringonça, agora os pais da "alta tecnologia", que não passa de dois homens fechados numa casinha a olhar para umas tantas televisões que transmitem o jogo, invocam sempre um tal...protocolo.

    Quando perguntamos por que razão não se recorreu ao vídeo árbitro para desfazer dúvidas quanto a determinados lances, a resposta passou a ser invariavelmente a mesma : NÃO ESTÁ NO PROTOCOLO.

    Ou seja, agora o malandro e responsável pelos erros de avaliação dos lances, passou a ser esse tal...protocolo.

    Daqui a mais uns tempinhos, saber-se-á quem ganhou dinheiro com esta merda do vídeo árbitro.
    Como em quase tudo made in Portugal, esta treta do VAR também tresanda a esturro que se farta.

    ResponderEliminar
  8. Por acaso até estou de acordo!!!
    Embora o atual protocolo VAR não implique o árbitro ter que ir ver à TV eu acho que se devia impor essa mesma obrigatoriedade... até para ser o juiz da partida a ficar com o ónus dessa mesma decisão - boa ou má que fosse...

    ResponderEliminar


  9. quanto ao arbitro e VAR
    eu sou mais radical

    não lhes concedo o
    beneficio da dúvida

    entraram em campo
    a pensar VERDE

    e mostraram que gostam de marrar no vermelho

    e ainda falam no Calabote por ter dado
    mais alguns minutos

    ontem gastaram-se minutos e minutos em conversas
    com o VAR e no final toma lá 4 minutos, numa altura em que o benfica carregava para a vitoria

    hugo makron miguel
    com a roubalheira HISTÓRICA de ontem
    não tem condições de apintar o seu clube
    o zborden de lissabon, DAQUI PARA A FRENTE

    pois o seu histórico em favor dos calimeros
    E EM DESFAVOR DO BENFICA
    é HORROROSO. ABSOLUTAMENTE HORROROSO

    FOI ESTE MESMO ARBITRO QUE CONSEGUIU
    VER UM AUTO TROPEÇÃO DE JAMES RODRIGUES
    EM PAÇOS DE FERREIRA, ASSINALANDO PENALTI
    EM FAVOR DOS CORRUPTOS DO NORTE E EXPULSANDO
    UM JOGADOR DO PAÇOS QUE SEGUIA ATRÁS A DOIS METROS DO MERGULHADOR, OFERECENDO UM TITULO AOS CORRUPTOS E RETIRANDO ESSE TITULO AO BENFICA
    MAS NÃO CONSEGUIU VER QUATRO PENALTIS ONTEM.

    FOI ESTE MESMO APINTADOR
    QUE NUM JOGO DO SEU AMADO CLUBE
    O SPORTING
    EM BRAGA COLOCOU
    A BARREIRA DO BRAGA A 14 PASSOS
    PERMITINDO UM GOLO LEONINO NO FINAL DO JOGO

    FOI ESTE O MESMO ARBITRO
    QUE HÁ DOIS ANOS NA ULTIMA JORNADA
    EM BRAGA COLOCOU O BRAGA A JOGAR COM 10
    LOGO NO PRINCIPIO DO JOGO
    E QUIS TAMBÉM MARCAR UM PENALTI A FAVOR DO SEU CLUBE, POR FALTA FORA DA ÁREA DO BRAGA

    NÃO FORA O FISCAL DE LINHA TÊ-LO ALERTADO
    E TERIA SIDO COMETIDO MAIS UM ROUBO
    DE IGREJA EM FAVOR DO ZBORDEN DE LISBOA
    E EM PREJUIZP DO SLB.

    ETC ETC

    NA SUA CARREIRA APARECE SEMPRE NOS JOGOS
    MAIS DIFICEIS DO SEU CLUBE
    E NESSES JOGOS SAI SEMPRE ROUBALHEIRA
    EM FAVOR DOS CALIMEROS

    FAZ PARTE DO LOTE DOS ""ARBITROS AMIGOS"" COMO LHES COSTUMA CHAMAR O LINHAS BRANCAS

    CONTINUA...

    ResponderEliminar
  10. Concordo com quase tudo. Porém, o que não pode deixar de ser dito é que Jorge Jesus e os sportinguistas em geral andaram a época toda (e nesta época voltaram a haver referências por parte de JJ) a falar dos lances do Pizzi e do Nelson Semedo.

    Quanto aos lances de ontem, apesar de alguma subjectividade, deixo aqui a minha opinião:
    - Golo do Sporting: não tendo o fiscal de linha "matado" a jogada à nascença, creio que seria muito mais escandaloso anular o golo do que foi validá-lo. Há que ter noção das coisas - o fora-de-jogo é de centímetros.
    - Pénalti de Fábio Coentrão: Este é de todos o que mais me indigna e me revolta. Não quero insultar ninguém, mas também me sinto insultado quando me dizem que o lance é muito difícil, duvidoso e que só nalgumas imagens - não muito claras - é que se vislumbra o toque no braço. Nada mais falso! vamos lá a explicar Física básica à malta: à distância que a bola é rematada, tendo em conta a velocidade e a sua massa, se fosse a cara a parte do corpo principal responsável pelo desvio, a cabeça do Fábio Coentrão teria sofrido um movimento brusco (tipo efeito "chicote" num acidente de carro) e ela praticamente não se mexe. Apesar do crânio do jogador ter uma rigidez elevada, esse não é o caso do pescoço que é uma estrutura muito mais deformável. Se se tratasse de uma parede de betão, talvez não fosse visível a olho nu qualquer efeito, mas no caso da cabeça do jogador isso pura e simplesmente não é possível. Em suma, a bola tocou de raspão na cara do jogador e sofre depois o grande desvio no braço, que não está numa posição natural. Isto foi para mim perfeitamente visível logo na primeira imagem. Tudo o resto é conversa de quem procurou defender a qualquer preço a decisão do árbitro e do VAR.
    - O lance do William de tão evidente nem me merece mais comentários. Tentar fazer passar a ideia que o foi o Jimenez que com o seu braço levou o jogador do Sporting a tocar a bola de forma irregular é simplesmente patético.
    Não me pareceu que Hugo Miguel estivesse imbuído de um espírito que visasse prejudicar deliberadamente o Benfica. Sinceramente não creio que tenha sido esse tipo de jogo. Porém, como bem se viu, tudo isto do VAR está a tornar-se patético - o árbitro principal escuda-se no VAR e este no facto do outro ser o Chefe de Equipa e assim nada decidem de forma contrária à primeira decisão. Aliás, acho que o VAR só deveria mesmo servir para o fora-de-jogo, verificar se a bola entra totalmente na baliza e detectar eventuais agressões.
    Quanto ao facto das decisões penderem todas para o mesmo lado, estávamos à espera de quê? Com toda a campanha que está a ser feita contra o Benfica e tendo em conta a fraca defesa que tem sido feita por quem tem obrigação de fazê-lo (Orgãos da Justiça desportiva e Criminal e Direcção do Benfica), não há coincidências.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó meu idiota quadrúpede, o objetivo do VAR ñ era por exemplo corrigir e assinalar os tais foras de jogo de centímetros?

      Cartman

      Eliminar
    2. Um fora de jogo de centimetros, continua a ser um fora de jogo.

      Eliminar
  11. O VAR devia ter no mínimo um ano prévio de teste.
    Todas estas trapalhadas poderiam e deviam ser evitadas, caso não houvesse tantos interesses obscuros no futebol português.
    O futebol português está hoje mais transparente e credível com o VAR ? É claro que NÃO.
    Piorou 1000 vezes.
    Os próprios pais da "criança" já não sabem o que dizer, perante tanto erro grosseiro.
    Aquilo, só serviu até agora para que os árbitros chamados a actuar como VAR's, possam levar todas as semanas para casa mais 400 euros. Como praticamente actuam todas as jornadas, reforçam o seu orçamento em 1600 euros. Nada mau, nada mau.

    Agora o culpado daquela treta não funcionar, é sempre o protocolo.
    Nada ou quase nada está protocolado.

    Não há dúvida que foi um esquema bem engendrado para safar a pele dos árbitros, cuja pressão e ameaças já estavam a ser insuportáveis.

    Até agora, a identidade dos VAR's era omitida. Como malta passou a estar mais atenta, já se sabe quem está de serviço na casinha a olhar para 4 TV's, pelo que, o grande culpado das broncas e dos erros, passou a ser o protocolo. O protocolo não abrange praticamente nada.

    Acho que os tipos que fazem de VAR's, devem passar uns bons momentos fechados na casinha, bebendo umas minis e comendo uns tremoços. E no fim, ainda levam 400 paus para casa.

    ResponderEliminar
  12. CABINA, DESCOBRIMOS QUE TINHA SIDO PULVERIZADA COM QUALQUER ESPÉCIE DE QUÍMICO QUE NÃO NOS DEIXAVA RESPIRAR.
    Os nossos jogadores tiveram de O sueco Sven-Göran Eriksson diz ter encontrado no regresso ao Benfica, em 1989/90, um futebol português “mais sujo, mais corrupto”, na sua biografia que vai ser publicada na próxima semana.
    “Durante a minha ausência de cinco anos de Portugal, o futebol tornou se mais sujo, mais corrupto. Havia muitos escândalos e muitas conversas sobre árbitros. O FC Porto crescera e tornara se poderoso”, lê-se no capítulo do livro "Sven-Göran Eriksson - A minha história" dedicado à sua segunda experiência no comando técnico dos “encarnados”.
    “O Benfica tinha uma boa equipa, definitivamente capaz de ganhar o campeonato, mas, ao fim de cinco jornadas, já o FC Porto era o grande favorito. Só que, nesse ano, o título nacional não era a nossa grande ambição. Tínhamos os olhos postos na Taça dos Campeões, a mais prestigiante das competições europeias”, recordou.
    . Na pré-época seguinte, o Benfica visitou Angola e Moçambique, onde, em Maputo, Eriksson comprovou a verdadeira importância de Eusébio, que, para contrariar a vontade de Fernando Martins, escolheu para treinador de guarda-redes.
    “Quando o autocarro parou, as portas abriram-se e Eusébio saiu. Fez se silêncio. Do alto das escadas, Eusébio ergueu a mão em saudação. Um rapazinho chegou se à frente, talvez tivesse 12 anos. Aproximou se devagar de Eusébio e tocou lhe na mão. E, de repente, a 'populaça' entrou em erupção. Era como se ninguém acreditasse que o verdadeiro Eusébio estava ali e o rapazinho, ao tocar lhe, o fizesse real. Nunca vi nada assim. Dessa temporada, Eriksson lembrou uma visita conturbada ao Porto, onde os “dragões” só abriram os balneários uma hora antes do “clássico”, o que levou a uma troca de palavras entre o sueco e o presidente dos “azuis e brancos”.
    “Pinto da Costa, o presidente do FC Porto e o homem mais poderoso do futebol português, apareceu, avisando que, segundo os regulamentos, só eram obrigados a abrir os balneários uma hora antes do jogo. 'Respeito o muito, sr. Eriksson', disse me, 'mas guerra é guerra'".
    O técnico sueco acrescentou: "Quando abriram a cabina, descobrimos que tinha sido pulverizada com qualquer espécie de químico que não nos deixava respirar. Os nossos jogadores tiveram de se equipar nos corredores”.
    Apesar disso, o Benfica venceu no Estádio das Antas, por 2-0, com dois golos de César Brito –

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 89/90 foi dois anos depois da primeira Taça dos Campeões ,,,,,,,,,,

      Eliminar
  13. O Vieira?
    Onde anda esse “Napoleão sem medo”?
    Tem de ser Rui Vitoria (que nunca vai conseguir ser “duro, feio, porco e mau” ) a vir tomar as dores do Benfica?
    ONDE ANDA VIEIRA?
    Onde andam os directores?
    Onde anda o director de comunicação?
    Que put@ de estrutura tão ineficaz, ausente, pobre, incapaz, distante, horrível!!!!!

    Perante o que ontem aconteceu, exige-se uma postura séria, forte e determinada de quem supostamente ainda manda neste clube!!!!!
    Fdxxxxxx

    SERGEY

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim parece-me que andas a ler a cartilha do PCP e depois vens para aqui declamá-la! Isto não é politica!

      Eliminar
  14. O do coentrão é penalti clarissimo.. Ele vê que o Jonas vai rematar e estica o braço para a frente da bola é igualzinho ao que foi marcado. Alguem vai rematar e mete o braço à frente.

    Há e tal raspou na cara do coentrão antes!!

    O COENTRÃO VÊ QUE O JONAS VAI REMATAR E ESTICA O BRAÇO NA DIREÇAO DA BOLA!

    Não foi o Jonas que rematou contra os pes do coentrão e ressaltou-lhe para o braço!

    ResponderEliminar
  15. HUGO CALHEIROS MAKRON MIGUEL

    A PARTIR DE ONTEM ENTROU DEFINITIVAMENTE
    POR MÉRITO PRÓPRIO
    PARA O PEDESTAL DOS APINTADORES
    MAIS FALSEADORES DA VERDADE DESPORTIVA EM PORTUGAL

    ENFILEIRA COM OS GRANDES CALHEIROS, SILVANOS,
    FORTUNATOS AZEVEDOS, PROENÇAS, SILVAS E OUTROS

    ELE É ABSOLUTAMENTE RIDICULO NAS SUAS ANÁLISES

    SE TIVESSE UM PINGO DE VERGONHA
    PEDIA ESCUSA DE APINTAR SLB, FCP E O SEU CLUBE O SCP

    SE O CA TIVESSE VERGONHA NÃO O NOMEAVA
    PARA ESSES JOGOS

    UM APINTADOR QUE NUM ACADÉMICA X BENFICA
    MOSTROU AMARELO AO GRANDE AIMAR, POR
    FALTA ATACANTE EM VEZ DE ASSINALAR PENALTI
    POR UM ACADEMISTA TER PONTAPEADO POR TRÁS
    O GRANDE AIMAR MOSTROU O QUE O GUIA
    NA APINTAGEM

    NÃO VIU ONTEM QUATRO PENALTIS
    NÃO VIU ESSE ENORME PENALTI SOBRE AIMAR

    MAS CONSEGUIU PUNIR UM AUTO-TROPEÇÃO
    DE JAMES RODRIGUES, EM PAÇOS DE FERREIRA

    HUGO CALHEIROS MAKRON MIGUEL
    VÁ PRÁ PQOP, PELA SUAS PRESTAÇÕES
    E POR FAZER DOS PORTUGUESES ESTÚPIDOS

    QUE MERDA DE APINTADOR DRAGARTO
    ANTIBENFIQUISTA PRIMÁRIO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. concordo e diria mais: QUE MERDA DE APINTADOR DRAGARTO
      ANTIBENFIQUISTA PRIMÁRIO

      Eliminar
  16. ""ERRADO! PORQUE É UM ERRO A DOBRAR! E É O NINGUÉM QUERER ASSUMIR QUALQUER RESPONSABILIDADE!""

    Os arbitros de campo não vão ver as imagens pq estão todos borrados, para que assumir a responsabilidade quando pode assumir outro?

    ResponderEliminar
  17. Não concordo muito sinceramente que a conferência de imprensa do RV tivesse sido exemplar. Bem pelo contrário. Apresentou-se muito nervoso e até disse - uma vez mais - coisas que se podem virar contra ele e contra o Benfica, como por exemplo aquela em que afirmou ir passar a estar muito atento à carreira daqueles dois árbitros. Pode ser entendido como uma forma de pressão velada.
    Depois, lá terá caído nele ou alguém o alertou e produziu uma justificação algo atabalhoada e sem sentido.
    Vamos ver se a santa aliança não pega no tema e desata a fazer barulho em torno de mais uma inabilidade do RV.
    Não cabe ao RV controlar ou seguir quem quer que seja. O papel dele é treinar bem a equipa, po-la a jogar bom futebol e a ganhar jogos e títulos.
    Ainda que sinta essa necessidade (seguir atentamente a carreira dos 2 árbitros que actuaram ontem no derby) jamais o devia ter expresso publicamente.

    RV é de extremos. Ou profere uma quantidade enorme de lugares comuns e expressões da treta quando o discurso é controlado, ou, quando se apresenta alterado emocionalmente, diz palermices que se podem virar contra ele e contra o Benfica.

    ResponderEliminar
  18. HUGO CALHEIROS MAKRON MIGUEL, é hoje por hoje um dos maiores mete nojo do futebol português

    ontem ASSALTOU O SLB PODENDO TER IMPEDIDO O PENTA

    O SLB QUE DECORE O NOME DESTE GEBO DOS APINTOS

    Estamos para ver como o Ruim santos vai tentar lavar os roubos dos quatro penaltis
    e do fora de jogo

    ResponderEliminar
  19. Contra aqueles centrais fica mais difícil
    Se futebol é emoção o jogo de ontem foi futebol de verdade . Fizemos um jogo realmente muito bom e não estávamos jogando contra uma equipa qualquer . Nem sequer contra apenas onze jogadores .

    Mas foi um jogo de sentido único , antes e depois do golo deles . Fantástica exibição de Krovinovic , sempre em jogo , lutando como um louco e depois organizando ofensivamente a equipa como só ele sabe . Fica tudo mais fácil quando a cabeça é boa e a bola obedece ao que ela pensa. Um jogo fantástico também de Grimaldo bem acompanhado por Cervi . Estes três foram para mim os melhores do Benfica mas quero também realçar que Varela parou de tremer e hoje já merece nossa confiança.

    Rui Vitória foi corajoso , arriscou e acabou não dando muito mal .

    No Sporting realço a exibição da dupla de centrais : Hugo Miguel e Tiago Martins , dois verdadeiros campeões .

    ResponderEliminar
  20. No fora de jogo não há duvida.
    O penalti assinalado... ninguém coloca como duvida.

    O penalti sobre o Jardel só tem duvidas se não existisse o do bas dost! Aliás para mim nenhum é penalti... mas se o do dost é... aquele tb.

    O do william... penalti e não vi ninguém com muitas duvidas.
    O do piccni... não é... também é muito consensual.
    O do Fábio... a partir do momento em que toca no braço com o braço naquela posição... qual é a duvida?

    Ou seja, como normalmente, tirando a comunicação dos clubes... existe um consenso alargado nos lances...

    ResponderEliminar
  21. o Sporting já devia ter 3 DERROTAS....


    em Moreira de Cónegos, com o Braga e na Luz....

    e não tem NENHUMA devido ao VAR...
    (que como sempre dissemos veio dar ainda mais colão ao leão!)

    é só isto e ainda não acabou a 1ª volta....

    ResponderEliminar
  22. o Sporting já devia ter 3 DERROTAS....


    em Moreira de Cónegos, com o Braga e na Luz....

    e não tem NENHUMA devido ao VAR...
    (que como sempre dissemos veio dar ainda mais colão ao leão!)

    é só isto e ainda não acabou a 1ª volta....

    ResponderEliminar
  23. Concordo com tudo, o golo "não dá para anular" e existem 2 penaltys, o marcado e o do William.
    Um texto SUPER EQUILIBRADO.

    ResponderEliminar
  24. "Os adeptos do futebol, sejam eles vermelhos, azuis ou verdes são feitos da mesma massa e quase sempre dos mesmos princípios, e em situações similares têm comportamentos idênticos"

    Facto. Basta olhar para o apito dourado e para o apito encarnado.

    Quanto á conferência de imprensa: Rui vitória é muito bom nas palavras mas as palavras não dão pontos. Tecnicamente é uma nulidade e o Benfica pura e simplesmente não joga.

    O Benfica perdeu pontos e já leva muitos de atraso. Lamento que tenhamos de levar com este incompetente até maio sem ganhar nada.

    Os pênaltis perdoados lá salvaram a pele do incompetente. Nisso o homem tem sorte: apesar de incompetente, tem sempre desculpas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que é o apito encarnado? Os emails do lfv estão todos disponíveis... onde aparece o lfv a dat indicações de gps a um árbitro? Ou a ordenar depósitos em conta? há e tal... "dar cabo da nota" através do protesto de acordo com os regulamentos.

      Competentíssimo é o jj... que não leva pontos de atraso e não dá desculpas nenhumas. "o patricio não defendeu" pois não, entre bolas á barra, cortes em cima da linha e cortes com a mão!

      Eliminar
  25. Até parece que o Hugo Miguel não fez já de vídeo árbitro e também não cometeu erros semelhantes!

    O grande problema é que os mesmos árbitros não mantêm o mesmo critério em todos os jogos.

    Ontem o Jorge Sousa fartou-se de mostrar amarelos e expulsar mas no outro clássico do Benfica teve um critério bem diferente para o Porto.

    O problema ontem foi que na dúvida não marcou nada porque seria a favor do Benfica! Se fosse só contrário...

    ResponderEliminar
  26. "Facto. Basta olhar para o apito dourado e para o apito encarnado."

    No apinto dourado o mundo inteiro ouviu o traficante de mulheres a dar envelopes com 500 contos aos árbitros das partidas 1 dias antes dos jogos, na própria casa.

    O mundo inteiro ouviu o traficante de mulheres, oferecer a mãe e mulher do joteparvo aos árbitros, no fim dos jogos, para se lambuzarem à bruta, até cheirar a borracha queimada.

    No apinto dourado, o mundo inteiro assistiu à própria PJ avisar o putanheiro para fugir do país e esconder tudo o que pudesse.

    No apinto dourado, o mundo inteiro pôde confirmar que o clube das frutas, controlava (e ainda controla) os sorteios.

    No apinto dourado, pudemos confirmar que certos clube "amigos", sempre com treinadores "amigos", lá tinham que "descansar" dcontra o porco, como disse o major numa das escutas.

    No apinto dourado o mundo inteiro percebeu o esquema corrupto português.

    No apito "encarnado" pudemos todos ver, o Cardozo ser expulso contra o zmerding por bater com a mão na relva e ainda foi castigado.

    No apito encarnado, pudemos todos ver o slimanco agredir o adversário à cotovelada enquanto mordia a língua, como os animais. Não foi falta, não viu nenhum cartão, não lhe aconteceu nadaaaa e ainda despediram o única pessoa com cérebro no conselho de justiça, que votou para que um agressor fosse castigado..onde isto já se viu.

    No apito encarnado, viu-se os adversários do zmerding pouparem 8 titulares, viu-se toneis, viu.-se foras de jogo de 3mts e viu-se equipas a abdicar de lugares europeus para perder propositadamente contra o zmerding. O clube mais panasca, mais rasca, mais chorão, maios ridículo e foleiro ao cimo do planeta.


    No apito encarnado, pudemos ver um vice presidente do zmerding, depositar 2000 euros na conta de um árbito e ser condenado na justiça civil, ssem que a "justiça" desportiva fizesse nada. Ainda estamos à espera, ninguém se vai esquecer.

    Num processo à parte ainda aguardamos pelo castigo de espiar a vida de cento e noventa e seis árbitros de futebol para os chantagear, usando mesmo corruptos na segurança social e finanças que os ajudavam nos esquemas.

    Sò este processo dá direito a descida de divisão..sem contar com o dinheiro na conta dos árbitros,.


    No apito encarnado..ficámos todos a saber que o jotapanasca é um corrupto lambedor de tomates.

    Um verme, traste humano!!

    Vais continuar com a vitrine vazia, com o cu cheio e com o par de cornos bem grande.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens de parar de escrever a olhar para o espelho.
      Ass Pedro

      Eliminar
    2. Talvez sejas tu que tenhas de mudar de ambiente. Andas habituado a ambientes mais sujos e a tua presença aqui só vem causar maus cheiros. Se quiseres podes vir cá, ser discreto e desaparecer sem deixar rasto. Talvez assim não nos apecebamos dos maus cheiros que acarretas contigo, pelos lugares dragartos que frequentas habitualmente. Xô daqui pra fora. vai lá comentar pró teu curral.

      Eliminar
  27. Muito bem dito. A verdade está no meio o resto é fanatismo, que até tolero ao adepto mas não aos paineleiros que incendeiam os media a esmiuçar cada lance ao frame e não percebem é uma merda de futebol

    ResponderEliminar
  28. So tenho uma crítica a fazer:
    O teu último parágrafo citando um energúmeno...
    Assim sendo...gostei de ler

    ResponderEliminar
  29. discordo da tua analise sobre o fora de jogo nem é necessário a linha basta utilizar a linha da grande area e as "linhas" do corte da relva.
    e era neste ponto que deveríamos insistir porque este é o maior erro pelo simples facto que é uma coisa objectiva.

    quanto aos outros lances o do piccini é igual ao do andre almeida contra o cska não considerei o outro penalty e este também não.
    o do wiliam é igual ao do pizzi do ano passado não acho que seja penalty até porque os jogadores não sabem onde esta a bola.

    o do coentrão é para mim claro ele ao colocar o braço daquela maneira, que não é inocente nem natural, arrisca e a bola bater primeiro na cabeça é irrelevante.

    ResponderEliminar
  30. O Derby e as grandes penalidades por assinalar a aumentar de ano para ano
    Na época passada, o Tri-campeão Benfica na sua caminhada para novo título teve que resistir a 3 erros grosseiros do Artur Soares Dias, no Sporting 1 - Benfica 1, em que ficaram por assinalar 3 grandes penalidades. A época terminou com o tetra-campeonato para o Benfica!

    Nesta época em que o tetra-campeão Benfica, persegue o histórico penta, o Derby eterno voltou a terminar empatado 1-1, só que desta vez, em vez de 3 foram 4 grandes penalidades que ficaram por assinalar. Confere, Tri-campeão aguentou a perda de pontos provocados pelos 3 penaltis sonegados, logo o tetra-campeão também aguentará 4 penaltis sonegados e os pontos ingloriamente perdidos.

    Cada ano que passa, as dificuldades que o Benfica tem de ultrapassar para manter a hegemonia, são cada vez maiores. Se o Benfica conseguir o Penta-campeonato este ano, então mantendo-se a lógica atual, é expectável que na próxima época sejam permitidos ao Sporting cometer 5 infrações na área sem a correspondente punição.
    Todos pensavamos que na era do Video-Arbitro já não seria possível haver resultados influênciados por 3 ou mais erros com influência direta no marcador.
    Neste jogo, nem o arbitro Hugo Miguel, nem mesmo o VAR Tiago Martins foi capaz de ver nas seguintes imagens televisivas as seguintes infrações na grande área do Sporting.
    Aos 28 minutos.
    Aos 34 minutos
    Aos 60 minutos
    Aos 74 minutos
    Inacreditável! Em nenhum destes lances o Video-Arbitro viu corte com a mão. Hello, Tiago Martins!
    Será que o Tiago Martins sabe que o único Sportinguista que o regulamentos autorizam a jogar a bola com as mãos é o guarda-redes que não é nenhum destes que aparecem na imagem mas sim o Rui Patrício!
    No final deste jogo, o Jorge Jesus ainda se vem vangloriar que o Rui Patrício não fez nenhuma defesa dificil! Pelos vistos não fez nenhuma defesa mais difícil da que fez o Fábio Coentrão com as mãos, ou da que fez o Piccini com as mãos, ou da que fez o William Carvalho com as mãos, ou da que fez o Battaglia com as mãos. Ena, com tantos guarda-redes como é que poderia chegar uma bola a baliza para o Rui Patrício pudesse brilhar. Assim, com tantos guarda-redes em campo é dificil conseguir que a bola entre na baliza!
    E o único golo marcado pelo Sporting é precedido de fora-de-jogo! E o VAR não foi capaz de corrigir o erro do arbitro, num lance que alterou o marcador, logo com influência direta no resultado final

    ResponderEliminar
  31. o problema é que ocorreu um assalto

    o leão hugo calheiros makron miguel
    entrou em campo empunhando um apinto
    e disse:

    MÃOS NO AR
    ISTO É UM ASSALTO

    Isto fica na história por ser inédito

    porque foi um assalto ao vivo
    gravado e visto por um verdeoarbitro
    que tambem não viu nada

    UM ESCÂNDALO MONUMENTAL

    FOI LIMPINHO, LIMPINHO

    TADINHO DO CALABOTE. AO PÉ DESTES DOIS CRÁPULAS
    HUGO CALHEIROS MIGUEL
    E TIAGO CALHEIROS MARTINS
    ERA UM SANTINHO COM ASAS

    A PJ DEVIA INVESTIGAR
    O QUE FIZERAM ESTES TRESESTAROLAS
    NAS SEMANAS ANTERIORES AO DERBY

    FONTELAS VERDE GOMES
    PEDRO VERDE PORTOENÇA
    E BRUTO DE +PARVALHO

    E ANDA A PJ A VER EMAILS

    VÁ MAS É VER O QUE TEM SIDO O HIPERMEGACOLÃOLAGARTÃO

    ResponderEliminar
  32. No penalti do Coentrão há uma imagem em grande plano, que se vê claramente os músculos do braço estremecerem com o impacto da bola.

    ResponderEliminar
  33. Não concordo em dois pontos! O pênalti de Coentrão é panalti claro, a prova de que é panalti é a marcação do que possibilitou o golo do Benfica, é exatamente igual, aliás, o campo de visão do árbitro é bem mais clara que o lance que ditou pênalti para o Benfica, a do Wiliam claramente não é porque o jogador do Benfica faz falta.
    O outro ponto é o facto de não acreditares que os árbitros sejam desonestos, Redmoon a sério??? Não acreditas mesmo que os árbitros apitam conforme a cor das camisolas?? A sério que nestes anos todos não reparaste em nada de anormal à vista de toda a gente?? Tens que saber da realidade dos destritais para saber como funciona, como alguns árbitros conseguem mobilar uma casa, como conseguem andar meses sem comprar roupa, como conseguem ter em casa objetos que nem sonhas, como conseguem emprego de um dia para o outro...sei do que falo é posso provar na boa!!

    ResponderEliminar
  34. Esta é uma análise serena que eu muito gostaria de ver replicada por todos os adeptos do futebol.
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  35. Muito bom, colocas o dedo na ferida: está a acomodar-se a ideia de que o árbitro prudente deixa seguir e aguarda instruções do VAR. Ora, o VAR, por sua vez, apenas decide quando o lance se lhe afigura inequívoco, surge o vazio. Há que impor a responsabilidade da decisão e essa só pode recair sobre o árbitro.

    Não resisto ao papel de VAR:

    - Golo do Sporting: sem linha, nada feito, deixa seguir: é muito à queima,
    - Coentrão sobre Jardel: penalty inequívoco que se admite que não tenha sido marcado "porque não é costume", mas tem que começar a ser, é que agora há VAR, não há desculpas para estes lances não serem vistos e segundo as regras é falta,
    - mão de Coentrão: penalty inequívoco e tem que ser marcado - pura e simplesmente o Coentrão não pode colocar o braço naquela posição,
    - mão de Picini: admito que deixe seguir
    - mão de william: admito que deixe seguir

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.
Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares