O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Qual vai ser o resultado do Derby?

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Avatar

A cultura de exigência do antigo Terceiro Anel

 ●  + 63 comentários  ● 



Ontem à noite passou na BTV uma pequena entrevista a uma lenda do Benfica: Nené.

Entre vários momentos em que Nené se emocionou, inclusive quando falou da sua relação de proximidade com outro grande jogador, Vítor Martins, houve um que é muito significativo.

Numa altura em que muitos julgam que é a bater palminhas que se cria uma cultura de exigência perante jogadores de futebol muito bem pagos, Nené respondeu de forma clara à sua relação com o antigo Terceiro Anel.

Quando questionado sobre como tinha lidado com as críticas de que nunca sujava os calções vindas do Terceiro Anel e sobre essa relação turbulenta, Nené respondeu, emocionado, que foi o Terceiro Anel que fez com que ele quisesse correr mais, lutar mais, que fosse melhor a cada jogo. 

A isto chamava-se exigência. Lembrem-se disto antes de acharem que os jogadores do Benfica estão acima de qualquer crítica, assobio ou que é menorizando erros e falhas que se cria...exigência.

63 comentários via blogger

  1. falas do terceiro anel pela enésima vez mas todos sabemos que não tens idade para lá teres estado. ou foi o teu paizinho ou foi o RGS de quem tu és a sombra que mais uma vez te encomendou este post de merd@. cresce chavalo.
    ass: johnattan

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem provavelmente não tem idade para ter internet és tu. Tu não sabes do que falo porque devias andar noutros lado enquanto os benfiquistas a sério apanhavam molhas enormes na Luz.

      Também a falta de consideração que demonstras por uma lenda do clube é reveladora do que tu és.

      Eliminar
    2. estive eu...dezenas de xs....vi o nene jogar...dezenas de xs...e sei bem o que faziaa malta...sempre a mandar vir e exigir...e nao foi so com ele...no 3º anel nao ia...tinha cativo com o meu pai no 2º anel mm ao centro...primeiro do lado do 3º anel....depois do lado oposto

      Eliminar
    3. Não se esqeçam que para ir treinar na antiga Luz os jogadores tinham que levar com os adeptos mesmo ali ao lado no campo n.2 e 3. Eu vivi este tempo e não sou nenhum "velho".
      Os jogadores ou davam tudo nos jogos, senão nos treinos estavam com as orelhas arder.

      Eliminar
    4. Bons tempos. Na minha infância e juventude a catedral do futebol era o "Gigante de Betão". Não perdi um jogo a partir dos meus 18 anos (ainda por cima estudava em Lisboa), que coincidiu com o periodo mais negro da nossa história. Fizesse chuva ou fizesse sol lá estava eu a ver aquela miséria. No entanto, ir ao Estádio da Luz representa o auge do benfiquismo de cada um. É lá que te sentes entre os teus.

      Eliminar
    5. Há dias atrás o Toni dizia na rtp quequando algum jogador do Benfica no meio campo adversário passava a bola de volta ao nosso meio campo era assobiado. E era muito bem!!! Exigência sim, com 3-0 tá morto e ganho o jogo!!!

      Eliminar
  2. Mas é mesmo isto! Um jogador que veste o manto sagrado tem de perceber as lendas gigantes que já a envergaram! Dar tudo não chega! E quem melhor que os adeptos para manter essa exigência, esse ADN do glorioso, vivos!

    ResponderEliminar
  3. Os tempos são outros, o futebol está muito mais profissionalizado e a ambição dos jogadores trata do resto, salvo casos pontuais que confirmam a regra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eram amadores nos anos 70 e 80...? Foram amadores que ganharam a esmagadora do nosso palmarés?

      Eliminar
    2. Águia Preocupada25/11/16, 20:06

      Palmarés e não só! Milhares de contos... Quem sabe a história de vida do Victor Baptista, por exemplo?!
      Numa entrevista, perguntaram-lhe:
      - Quanto dinheiro gastou? Resposta: 25.000 contos!
      - Em quê? Em mulheres e copos, respondeu!
      Já nesse tempo se ganhava muito dinheiro... Assim tivessem cabeça!

      Eliminar
    3. Em mulheres, copos e automóveis ...

      Eliminar
  4. Como se Cardozo não tivesse sido assobiado, por exemplo. Essa do "antigamente é que era bom" é um bocado parva.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se trata de assobios ou não. Exigência não se resume a vaias.

      Eliminar
  5. Na educacao benfiquista dos anos 80 e principios dos 90, o jogo era para estar resolvido na primeira meia hora, senao os jogadores comecavam a sentir um coro de assobios caso andassem a atrasar a bola ou a jogar para os lados. Nesse Benfica nao havia " meninos" como hoje as pombinhas os chamam.o ultimo jogador educado pelo terceiro anel que me lembro foi o Abel Xavier. Hoje em dia as pombinhas fazem do estadio uma imitacao dos estadios ingleses, sem criterio algum. Se o jogo do besiktas tivesse sido na luz aposto que as pombinhas que gostam tanto de cantar aindA aplaudiam os jogadores. Esse n e o Benfica que o meu pai me mostrou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os adeptos do Besiktas aplaudiram os jogadores no final da primeira parte, o seu treinador fê-los agradecer esse apoio e viu-se o ânimo com que atacaram a segunda parte. Não foram 'meninos' nenhuns. Já agora, eu fui um dos que assobiaram o Nené e não tenho orgulho nenhum disso.

      Eliminar
    2. Outros tempos. O pior era o corredor de sócios, na semana a seguir a um mau desempenho, entre o antigo estadio e ocampo n2 e 3 (o da pista)ai é que era pressão.

      Eliminar
  6. Todos os jogadores querem ganhar, os jogadores e a equipa técnica são os primeiros a exigirem o máximo a si mesmos, se isso não acontecer é porque estão mal da mona.
    Na amizade é quando estamos em baixo ou em dificuldades é que vemos quem nos apoia, quem está do nosso lado.
    Observemos se não é assim!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto nada tem a ver com amizade. Eles são empregados e não nossos amigos.

      Eliminar
    2. Isso é obvio Shadows, mas eles e nós não somos um?, não queremos o mesmo?, apesar de não sermos amigos? Não será nossa obrigação remarmos para o mesmo lado e apoiarmos mutuamente? As relações humanas independentemente da amizade ou não devem pautar-se pelo respeito e cooperação e neste caso independentemente de serem funcionários, são tratados como ídolos pela maioria, enfim, quando perdem ficam muito mais na merda que nós, mas a realidade é que num jogo de futebol, os 3 resultados são possíveis em todas as circunstâncias, o Bayern perdeu com o Rostov, o United está em 7º na Liga Inglesa mesmo sendo o clube do mundo que mais gastou neste verão em aquisições de jogadores, o Liverpool e o Arsenal não são campeões há muito mais de dez anos. Como é óbvio no entanto qualquer reação é legítima, mas podemos é incluir na legitimidade uma análise que pondere qual o melhor contributo que cada um pode dar para o sucesso.
      Grande abraço.

      Eliminar
  7. Em que programa foi incluido esta entrevista ? estará no youtube ?. è que o Nené era aquele jogador que me fazia vir as lagrimas aos olhos quando marcava golo.
    Antonio Ladino

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi no do Helder Conduto. Não sei o nome do programa.

      Eliminar
    2. Então foste às lágrimas muitas vezes. Nené foi impar !!!

      Eliminar
  8. A critica surge quando há necessidade de criticar.

    Estamos em:

    1- Primeiro lugar no Campeonato Nacional.
    2- Primeiro lugar na Liga dos Campeões.
    3- Oitavos da Taça de Portugal.
    4- Somos os Tricampeões Nacionais.
    5- Vemos todos os jogadores a correrem e a esforçarem-se por honrar o Glorioso.


    A exigência essa existe SEMPRE!

    1- Quero ser TetraCampeão!!!
    2- Quero ganhar ao Napoles e terminar em primeiro lugar no nosso grupo.
    3- Quero ir ao Jamor e vencer a Taça de Portugal.
    4- Se aos 3 pontos acima juntar a Taça da Liga ainda melhor.

    O próximo objectivo é realmente passar aos oitavos !! Depois que venham os restantes.
    Vitórias é o que o terceiro anel quer. O resto é conversa da treta.
    As criticas dos adeptos existiram sempre!! Mas entende-se perfeitamente que as criticas ao Néné eram infudandadas porque o homem era uma máquina de fazer golos ! Quero lá saber se suja ou nao os calções. Quero é que ele marque!

    É um verdadeiro Campeão e será para sempre respeitado pelo Terceiro anel!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Terceiro Anel já não existe. Ou está adormecido...

      Eliminar
    2. O terceiro anel evoluiu e de que maneira. Sabe bem não criticar jogadores porque não sujam os calções.

      Este ano temos tido sempre mais de 50mil adeptos a reclamar por vitórias

      Eliminar
    3. O Nené era uma máquina, o que diz muito da sabedoria popular.

      Eliminar
    4. alerta vermelho25/11/16, 23:42

      O mitíco terceiro anel, já não existe!

      Eliminar
  9. Sim, porque o futebol moderno é o mesmo que se praticava nos anos 60.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Nené jogou até meio dos anos 80. E sim não é a mesma coisa senão as vedetas de hoje não acabavam um único jogo. Ou achas que havia a protecção que há hoje?

      Eliminar
    2. Esquece a protecção das vedetas, achas que foi só isso que mudou no jogo? O SLB nos anos 90 era um pátio de crianças a nivel de treino comparado com o que se faz hoje, ainda se achava que um bom treinador era um bom ex-jogador, contabiliza o número de treinadores com formação nos anos 90 e hoje (não falo de cursos de fim de semana da FPF), não foi só mas o Mourinho ajudou a mudar muito essa mentalidade (ninguém lhe chamava treinador, como hoje ao RV, mas sim o tradutor do Robson). Falamos muito do Porto e com razão *cough*corruptos*cough*, mas nos finais de 90 a estrutura do FCP tinha imensos prof-doutores do FCDEF. Ouve o Luisão falar de como era o SLB no ano em que entrou e agora.
      Mas não é só no futebol, a sociedade já não é a sociedade romantica dos anos 50, hoje em dia só há uma lei, o economês e cada indivíduo é tratado como um micro-profit-center, como é que conseguimos mais adetos a pagar cotas, como é que obtemos o maior rendimento deste atleta, tudo isto gerido por profissionais numa ciência que evoluiu anos luz nas últimas décadas.
      Ou achas que o departamento médico do SLB não sabe perfeitamente com o descanso que o Salvio teve o número de sprints que ele consegue fazer? Voltando aos anos 90, o Barça fazia revoluções não só no futebol mas no campo matemático, as palestras no intervalo não são de treinadores a dizer, Força, Vamos a Eles, mas com os dados estatisticos recolhidos pela dezena de observadores durante o jogo.
      Voltando ao jogo, o sem número de variáveis que o englobam é tão grande que o resultado final é sempre uma relativa incerteza, bastou o Mitrogolo colocar o pé milimetros ao lado para falhar um golo, e o lindelof que todos dizem ter sido uma imaturidade no lance do penalty, bastava que os programas motores que lhe dizem que ele chega aquela bola estejam desajustados com as reservas energéticas que tem naquela altura do jogo.
      Gosta-se muito de falar da carneirada ao comentar o SCP, mas somos todos nós, nós é que alimentamos esta industria de biliões, nós é que perdemos tempo com inúmeros programas televisivos a comentar foras de jogo de 2mm e intensidades, imagina o CR faz 100m em menos de 10seg, sem falarmos de aceleração, defesa a correr numa direção e atacante noutra dá uma distãncia de aproximadamente 18/20m num seg, quer dizer que em 0.1 seg o atacante pode estar quase 2m á frente do defesa, achas uma discussão razoável discutir foras de jogo de palmo com animação 3D, e super slow motion quando quem avalia tem 22 macacos a correr e tem que acompanhar velocidades de gajos como o Gareth Bale e momentos para decidir?

      Eliminar
  10. Já deve ter sido escrito algures. Mas se ainda ng se lembrou aqui fica. Porque motivo não é disponibilizado o video da câmara que está mais próxima do Presidente do SCP e onde se poderia apreciar nitidamente o que ele faz quando o Presidente do Arouca se aproxima dele? É por conveniência que só sai para a comunicação social o video longiquo, desse preciso momento? É para haver esta fumarada toda?
    Alguém que diga aos nossos papagaios para perguntarem aos papagaios verdes onde está essa filmagem?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que isso tem a ver com o post?

      Eliminar
  11. Shadows, desculpa contrariar-te, mas na altura eu sentava-me com o meu pai nas bancadas junto à relva e as bocas e ofensas que eu ouvia de muitos sócios ao Nené eram tudo menos exigência. Chamarem-lhe maricas com certeza que não eram os sócios a serem exigentes...

    Não confundamos as coisas. Há benfiquistas que nunca estarão satisfeitos por muito que os jogadores lhes dêem em troca e isso não é exigência. Certa vez fiquei com dois benfiquistas perto de mim na bancada que estiveram o jogo todo a chamar cepos aos nosso centrais Luisão e Jardel. Isto é exigência ou somente parvoíce?

    Creio que achar que Pizzi está a evoluir não é bater palminhas, jogador que sei que não gostas.

    ResponderEliminar
  12. Oh Shadows,

    Se bem me lembro:
    "ser exigente"
    "querer melhor futebol"
    "achar que o Benfica joga mal"
    "dizer que Rui Vitória comprovadamente é um fraco treinador quando se mete no campeonato dos Ferraris"
    "não aceitar aldrabices e negociatas"

    Em suma, "criticar o que está mal" porque os benfiquistas não aceitam qualquer migalha que lhes atirem para o chão nem pensam pela cabeça dos outros nem, muito menos, praticam o discurso que vem na cartilha do bigode, é ser anti-benfiquista, não é?

    ResponderEliminar
  13. Hoje há a cultura de que quem discorda ou critica não é do clube.
    Depois há a maioria que tem na equipa de futebol o placebo de uma vida amarga e monótona.
    Entre uns e outros residem os panglossianos que fazem procissão de fé que são as energias positivas e optimismo de fachada que metem os golos.Acho redutora a tua análise

    ResponderEliminar
  14. E então, quanto os belenenses trocaram de treinador, e atenção, trocaram um por outro, tu vieste logo com as tuas conspirações qua alguem(Porto claro) queria prejudicar o benfica... Então e agora que o moreirense em 3 semanas não arranjou um treinador para defrontar o benfica, não dizes nada?
    É por estas, que tudo o que escreves vale zero...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Águia Preocupada25/11/16, 16:44

      Quer dizer: O Moreirense até agora, não ganhou quase a ninguém... Mas se arranjasse um treinador é certo e sabido que vinha ganhar à Luz?! Há cada argumentação mais ridícula...

      Eliminar
    2. O poderoso Porto de Mourinho, que ganhou tudo a nivel internacional foi acusado de tentativa de corrupção vê lá tu bem em jogos contra o Estrela da Amadora e contra o colosso Beira Mar...
      Mas claro, qd envolve o benfica é sempre tudo ridículo...

      Eliminar
    3. Águia Preocupada25/11/16, 20:13

      É ridículo sim! Achar-se que o moreirense não ganha ao Benfica porque não tem treinador, e quando o tinha não ganhava a tondelas e aroucas... Sim é ridículo...
      O que falas, era corrupção pelo prazer de humilhar, de maltratar! O teu clube nessa altura tinha uma grande equipa... Não precisava de corromper para ganhar ao Estrela da Amadora!
      Mas estava e continua no ADN desse teu clube, a trafulhice, a maldade contra tudo o que é do sul! Capice?

      Eliminar
    4. Ricardo Mendes25/11/16, 20:20

      Águia Preocupada, não... mas se o Moreirense tivesse bom senso, teria 21 dias para se preparar e adaptar a táctica com um novo treinador. Não... teve que ser a 6 dias de um jogo importantíssimo. Se achas isto normal, então está tudo explicado.

      Eliminar
    5. Águia Preocupada25/11/16, 21:12

      E neste futebol de corrupção, de suspeição, de perseguição e outros terminados em ão, o que é que é normal ou anormal?

      Eliminar
  15. O terceiro anel actualmente não existe e os tais adeptos exigentes tb não devido a vários factores:

    1- Porque o desporto rei cada vez mais é para as elites para quem tem $$$ carcanhol, ou se é sócio (12€ mensalmente) e paga-se no minimo 10€ por jogo, bilhete mais barato (12€x12 meses= 144€ + 10€x18jogos = 180€ total = 324€)

    Sabendo todos nós de que as pessoas que frequentavam o terceiro anel a data presente são indíviduos com reformas miseráveis.

    2- Factor é que grande parte dos jogadores que passaram nas últimas épocas pelos planteis do Benfica eram estrangeiros e esse tipo de exigência é mais fácil de entender por quem é nativo em Português e que vive a realidade do nosso país.

    3- Factor porque a certa altura foi notório que não dependia dos atletas que davam o máximo, mas sim da corrupção instalada na arbitragem com o compadrio de SCP e FCP.

    4- Actualmente esse factor de exigência já caiu em desuso, culturalmente o que se ensina nas escolas é facilitismo para tudo na vida e para com todos.

    5- Actualmente essa cultura de exigência não lhes pode ser exigida, uma vez que com os resultados obtidos era estarmos a ser injustos para com todos os profissionais do Benfica, que conquistaram o que era a nós adeptos devido com exibições de encher olho.

    Ass: Madskinn

    ResponderEliminar
  16. A exigência tem que vir da estrutura do Benfica e não dos adeptos. Os adeptos devem apoiar do começo ao fim. É para isso que lá estão. Se compras bilhete para ir assobiar, então és um adepto idiota.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. alerta vermelho25/11/16, 23:52

      Nem tanto ao mar, nem tanto á terra!

      Eliminar
  17. Shadows, a exigência não foi criada pelo terceiro anel. O benfica já era um grande clube muito antes do terceiro anel. A exigência é criada no dia a dia, em cada treino, em cada detalhe de gestão... Enfim... O terceiro anel era muito mais importante a criar ambientes difíceis para os adversários do que a assobiar is nossos. Sérgio

    ResponderEliminar
  18. Não se pode tomar o todo pela parte. Com o Nené as coisas funcionaram dessa forma, mas quantos ficaram com as carreiras queimadas por causa dessa famigerada exigência do Terceiro Anel? As coisas hoje são diferentes e ainda bem que assim é. O papel do adepto é apoiar incessantemente a equipa durante os 90 minutos de um jogo. Não significa que não vejamos os erros que cometem, mas apupar e assobiar trará conforto aos jogadores para se exibirem melhor? Acho que a resposta foi dada no ano passado. O carinho e o apoio andaram de braço dado com a exigência e o resultado foi qual? TRI-CAMPEÃO! Pensa nisso, Shadows. Ferrar o dente ao primeiro deslize não é o caminho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá lá exemplos dos queimados pelo Terceiro Anel que foram depois ter carreiras espectaculares noutras paragens.

      BF

      Eliminar
  19. Águia Preocupada25/11/16, 17:00

    Néné foi dos maiores jogadores que passaram pelo Sport Lisboa e Benfica, mas quiçá o mais injustiçado!
    Vi muitos jogos dele, no tempo do tal Terceiro Anel! Era fino, inteligente e eficaz a jogar. O Terceiro anel, premiava a brutalidade, a correria desenfreada mesmo que à partida fosse impossível segurar a bola. Néné, não era nada disso. E por isso foi muito incompreendido!
    Já em final de carreira, quando entrava a 20/25 minutos do fim do jogo, presenciei que muitos sócios, saiam do estádio. Porque não entendia, perguntei a um familiar o porquê desta atitude. Respondeu-me: "Não vês que é porque o treinador fez entrar o Néné? E nós devíamos fazer o mesmo!"
    Como sabem, sou alguém que critica positiva ou negativamente o que se passa no Benfica. Mas não me parece que aquilo de Néné foi vítima tenha a ver com critica ou exigência! Então, como agora, havia quem gostava e quem não gostava.

    P.S. Vou contar uma pequena história sobre as opiniões e gostos criticas e exi9gências:
    Tinha um colega e amigo sportinguista com quem conversava amiúde. Tal como eu na Luz, ele tinha lugar cativo em Alvalade. E ele contava-me que tinha dois vizinhos no campo, que passavam o jogo a criticar. E um, a cada jogada do Oceano, barafustava, chamava nomes e acusava de não correr, de não saber jogar... Enquanto o outro, a cada jogada, dizia: Grande jogador! Devíamos ter muitos destes!
    Riamos os dois porque realmente cada um tem a sua opinião.

    ResponderEliminar
  20. Igualmente válida para treinadores. Se o RV falhar a qualificação para a fase seguinte, podemos ir buscar alguns dos simpáticos adjectivos que uns resultadistas andaram por aqui a brandir para com o seu antecessor por falhar qualificações em grupos mais difíceis ou de igual dificuldade? Ou começamos todos a perceber que um treinador não se avalia apenas pelos resultados?

    BF

    ResponderEliminar
  21. É bonito o Nene dizer o que disse, mais bonito tinha sido ele passar a sujar os calções. :)

    ResponderEliminar
  22. Grande Nené!!

    A exigência é importante, mas não concordo em assobiar jogadores nossos (isso só mesmo em situações extremas). Já fui a centenas de jogos do Benfica e nunca assobiei um jogador nosso por ter falhado um passe, etc. Agora a critica é a mãe de toda a evolução. Aí já concordo.

    Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar
  23. Sei bem do que falas. Aqueles golos fulminantes, aquelas molhas valentes sob as ventanias. E o Néné quando pegava bem com pé.. Ui. Mário Wilson dizia que gostava de o ter no banco; que sabia ler muito bem o jogo, e quando entrava, partia aquilo tudo! Ele procurava a superação. Nós.. Só queríamos a perfeição. Saudades daqueles tempos míticos. O fim do Néné coincidiu com o princípio da quebra a vários níveis por que o Benfica passou. Lembro-me do estádio de aspecto desolador, nos tempos do Damásio e do Azevedo. Aí, sim, só estava lá quem amava o Benfica a sério! Mesmo que alguns tivessem sido vítimas de lavagem cerebral. De certa forma, como acontece ainda hoje no outro lado da segunda circular..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Águia Preocupada25/11/16, 22:03

      Sim! Grandes molhas! Mas fizesse chuva, sol, vento, calor ou frio, fazia parta da minha religião ir à Luz. E não só ver o futebol senior, mas os juvenis, os juniores, o hoquei... Era tudo naquele espaço sagrado que este estádio não oferece e veio roubar!
      Sim, que saudades dessas molhas... Lembro-me duma em dia de taça, com o Sporting. Aos 10 minutos já ganhávamos 3-0... O terceiro foi do Álvaro Magalhães! No final, 5-0 e uma molha do outro mundo!
      Mas como não há bela sem se não, cheguei a casa e verifiquei que tinha sido assaltada!
      Histórias, boas e más para recordar e que fazem parte da vida!

      Eliminar
    2. Eu mais do que recordar as vitórias (obviamente que são os melhores momentos), prefiro recordar as derrotas porque essas é que me fazem ver o quanto eu gosto do Benfica.

      Eliminar
  24. O fim da mística não acontece com Nené, na minha opinião aconteceu dez anos depois com o fim da carreira de Veloso. Que por acaso foi em 1995.

    Sem Veloso, o Benfica ficou pela primeira vez órfão na sua história, quebrou um vínculo de décadas e décadas de pilares do clube.

    Só para dar um exemplo, o Veloso jogou ainda com titulares que ganharam ao Ajax de Cruijff em Amsterdão em 1969... Humberto, Toni; que por sua vez jogaram com Torres, Coluna, Eusébio, Simões, José Augusto, Cruz.

    E logo aí têm uns 25 anos pesadíssimos... imaginemos um jovem já nos seus 23 anos que ao entrar "naquilo" deve ter ficado arrepiado. Nada. Agarra logo a titularidade e faz 15 anos fantásticos.

    Em 1995 sai, e mesmo regressando alguns mais antigos, Veloso e Ricardo, a coisa não é a mesma, falta algo, não é a mesma coisa, é preciso sempre uma ou duas vozes a sério em campo e o Benfica simplesmente não as tem.

    E para piorar, o Benfica faz uma asneira monumental e não se adapta a Bosman, compra carradas de estrangeiros sem critério.

    Por aqui também passou a decadência do clube, não foi apenas uma questão económica ou da saída do Toni. Foram vários factores, um deles foi o fim das carreiras antigas que vinham dos anos 80 e não haver uma geração seguinte que tivesse percebido em campo o que era "aquilo". Era "aquilo" que dava marteladas em Magnusson, por exemplo, ao ponto do simpatiquíssimo sueco acabar por ser benfiquista em todas as costelas. "Ser benfiquista", isso muda tudo...

    É preciso haver identificação com os jogadores, e os jogadores perceberem o clube. É preciso entender que ir para a Liga Europa e não passar aos oitavos da Champions num clube como o Benfica simplesmente não é admissível.

    Como é que nos tempos modernos, podemos criar jogadores benfiquistas? Eu duvido que um terceiro anel puxe por Pringles e Pembridges. São apenas funcionários, e logo aí não querem saber de mais nada.

    É por isso que vender Renato tão cedo na minha opinião foi um disparate, em termos desportivos. Tem a escola nova toda do clube, faltou-lhe mais jogos para galvanizar o clube. Não vendam o Gonçalo!! (§@§£@€§@£§£€{{ :[ ).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas foi a partir da década de 80 que o Porto começou a ganhar mais que o Benfica.

      Eliminar
    2. Não foi não, isso é um mito. Tantas vezes repetido, que se torna facto.. só na Supertaça é que domina o FCP. UAU.

      De 1976 a 1994, o Benfica ganha mais campeonatos do o que o FCP (9-8). Sim, há equilíbrio, mas o Glorioso está à frente. A ideia que o domínio do FCP começou nos anos 1980 é, digamos, uma treta.

      Também o Glorioso está à frente na Taça de Portugal (7-5).

      É tanto uma treta que o FCP em 1988, quase no final da década de 80, desde os títulos de Pedroto, está empatado com o SCP em nº de campeonatos ganhos (2-2) e o Glorioso tem o dobro. Não vejo onde começa a ganhar mais que o Benfica...

      O domínio do FCP só começa no ciclo do penta, em 1995.

      Eliminar
  25. eu gosto é daqueles que quando se aponta uma falha ou se faz uma critica a um jogador da actualidade, vem logo desculpar tudo ao mesmo e partem logo para o insulto.
    mas depois são os mesmos que insultam ex jogadores só porque eles não tem a mesma opinião que eles.

    ResponderEliminar
  26. Tricampeão.
    1o no campeonato.
    1o na Champions.
    Supertaça ganha.
    8 troféus nos últimos 12 em Portugal.
    Criticar será exigência ou estupidez?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estupidez foi o teu comentário.

      Não é por estarmos a ganhar que vamos fechar os olhos a tudo e passarmos a ser seres acriticos.

      Eliminar
  27. A critica sempre q usada de uma forma construtiva é salutar.

    Qd se trata de criticar so por criticar, isso é doença !

    O objectivo deste topico nao é sublinhar a cultura de exigencia perdida no Benfica, mas sim tentar validar a postura habitual do criador deste topico, mesmo q todos saibam q o mesmo tem os seus alvos prediletos definidos e ira usar todos os meios ao seu dispor para valiar a sua opiniao deturpada e doentia.

    Darei uns exemplos para reforçar a ideia, LFV sera sempre um dos piores Presidentes do Benfica......mas com o tempo a opiniao vai mudando, Pizzi foi caro e nao vale nem metade do q se pagou, com o tempo tem tb mudado a sua opiniao. Estranho isso apenas acontecer ANOS apos a maioria dizer o contrario........tava dificil.......

    Resumindo, a exigencia é bem vinda, o debate tb, mas insistir sempre no mesmo, tendo uma minoria com a msm opiniao, e continuar a insistir no mesmo, isto é burrice.

    Cumps.

    Mario Antunes

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.

artigos recentes