O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


O Benfica deve vender em Janeiro?

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Avatar

Negócio BTV / NOS: A Análise (By Benfica Eagle)

 ●  + 140 comentários  ● 
NOS: Consegue fechar um acordo importante para fazer face às futuras negociações com a Altice (MEO), pelo acesso e distribuição dos conteúdos desportivos nacionais e internacionais, e pela negociação da distribuição da SportTV e BenficaTV que terá de acordar com as outras operadoras portuguesas (MEO, VODAFONE, CABOVISÃO). Com esta "jogada" a Altice deixa de ter margem para apostar em conteúdos "EXCLUSIVOS", e terá de mudar de postura face ao que tinha anunciado, algo que poderá condicionar os "leilões" que se vinham a verificar entre a NOS e MEO pelos conteúdos de Desporto (Benfica, Premier League, etc). De forma indirecta Domingos Soares de Oliveira admitiu isso mesmo ao afirmar: "Se pensarmos um pouco como é que o mercado vai evoluir especialmente em termos de conteúdos, tenho algumas dúvidas que em termos de concorrência o mercado se mantenha no futuro como é hoje. O Benfica aproveitou o momento e foi isso que fizemos"


ALTICE (MEO): A estratégia da ALTICE de reduzir custos na aquisição de conteúdos nacionais (negociação do valor pago pela SportTV, etc) que andava a sentir-se no mercado nacional, e a aquisição de conteúdos de competições de futebol, demonstrada pela intenção em "comprar tudo", proferida há 2 semanas, pelo responsável da MEO no Congresso de Telecomunicações fica seriamente ameaçada, já que se a ALTICE insistir nessa estratégia de "confrontação" poderá ver os preços de acesso à SportTV e BTV disparar, e quem controla o Benfica, controla metade do mercado nacional. Nesse sentido o "leilão" pelos conteúdos do Porto e Sporting poderá ficar comprometido. Não será por acaso que o Presidente da NOS não quis dar garantias sobre o canal e plataformas onde os jogos do Benfica e a BTV serão disponibilizados. Dependerá da postura da MEO, que aparentemente já teria fechado contrato com um clube (Boavista).


Joaquim Oliveira (OLIVEDESPORTOS): Confirma-se o que eu andava a anunciar há imenso tempo. Joaquim Oliveira (Controlinveste, Olivedesportos e PPT) ficou sem muita da influência e poder que detinha no futebol português e grupos de media e telecomunicações em Portugal, nos últimos 2 anos: 1) Com as queixas na Autoridade da Concorrência perdeu as clausulas de preferência e os contratos de longa duração que tinha com os clubes, o que originou a perda do "monopólio" perpétuo que teve nos últimos anos, e isso fragilizou a sua posição junto da Banca. 2) Perdeu a totalidade do grupo de media que controlava (DN, JN, TSF, OJOGO, Agência Lusa, etc), ficando apenas com 27,5% do grupo. 4) Teve de renegociar a dívida de 300M€ que tinha no BCP (para a aquisição do grupo de media), pelo facto de não conseguir pagar, onde obteve um perdão de mais de 100M€ da dívida e cedeu 72,5% do grupo de media agora designado de "Global Media Group", ficando só com 27,5% 5) Existem rumores que também terá de ceder parte dos 50% que controla na SportTV para o BCP, algo que ainda não foi confirmado 6) Perdeu crédito bancário que lhe permitisse fechar um futuro acordo de centenas de milhões de euros com Benfica, Porto ou Sporting 6) Depois de a NOS (detentor de 50% da SportTV) ter fechado com o Benfica, ouvimos ontem o Presidente da NOS afirmar que pretende "estabelecer parcerias semelhantes a esta com todos os clubes do futebol profissional. Queremos acordos similares com todos os restantes clubes, onde se incluem os referidos [pelo jornalista (FC Porto e Sporting)], mas também todos os outros", ou seja o Presidente da NOS anunciou a "morte" do intermediário Joaquim Oliveira. Esta enorme perda de influência de Joaquim Oliveira no panorama nacional só foi possível devido à opção do Benfica em romper com a Olivedesportos e apostar na BTV premium. Apesar de todos estes factos, acho curioso e engraçado como é que ainda existem algumas pessoas a defender que as atitudes recentes do Benfica, nos últimos anos, foram para "beneficiar" e "salvar" Joaquim Oliveira.

 
Benfica (Clube): Tal como eu já tinha afirmado, é agora o próprio Domingos Soares de Oliveira que o afirma "É sempre uma estratégia de risco fazer um contrato a 10 anos". Considero que um contrato de 5 Anos teria sido bom, e um contrato a 10 anos poderá revelar-se mau nos últimos anos do contrato. Apesar de tudo é uma melhoria face à situação actual (35M€ - 12M€ = 23M€ líquidos), que permitirá nos próximos anos passar para uma situação de (40M€ - 5M€ = 35M€ líquidos). Aumento de 50% face à situação actual, ou seja uma melhoria incremental no "lucro" com direitos televisivos e BTV de 12M€/Ano, 120M€ durante 10 anos. No bolo total, a repartição do negócio ficou-se pelos 75% para direitos televisivos (Média de 30M€/Ano) e 25% para a transmissão e distribuição da Benfica TV (Média de 10M€/Ano). Para 2016/2017 estão assegurados 27M€+9M€ = 36M€, apesar de tudo, um valor próximo da verba total alcançada na última época 34,6M€, e superior à verba oferecida por Joaquim Oliveira, há 2 anos e meio (22M€/Ano apenas pelos direitos televisivos).

 
Benfica (Canal): A mais que provável passagem de "canal pago" para "canal aberto" da BTV/BenficaTV levará, no médio-prazo a uma redução de custos de 12M€/Ano para 5M€/Ano, explicada em grande medida pela redução dos custos com os conteúdos internacionais (Premier League termina no final desta época e representava 2,6M€/Ano, a Liga Francesa e Italiana provavelmente serão negociadas a preço de custo com outro operador (quiça a NOS), já que o Benfica tem a receita garantida, e se ficar apenas com a Benfica TV 1 como canal aberto deixa de ter espaço e interesse em assumir custos de 1M€ a 2M€/Ano com esses conteúdos. Também deixará de ter os custos de operação das transmissões ao Vivo dos jogos da equipa principal, e provavelmente (a pior notícia) poderá ter de reduzir o quadro de profissionais a trabalhar actualmente na BTV. Não admira deste modo a pergunta que a jornalista da BTV fez ao Presidente do Benfica sobre o negócio com a NOS, e se isso não foi também um retrocesso na estratégia definida para a BTV (e que muitos profissionais do canal talvez não esperassem nos tempos mais próximos).


Adeptos do Benfica: Por um lado, a Benfica TV passará a ser canal aberto, e atendendo à negociação NOS / ALTICE (MEO) veremos se o aproximar de ambas as posições permitirá que continue em todas as plataformas. Se existir esse acordo, mais lares poderão ter acesso à Benfica TV (De 400 mil lares passarão a ser quase 4 milhões de lares a ter acesso à Benfica TV). Por outro lado, um Adepto que pagava apenas 10€/mês para ver a BTV e que não tinha SportTV, vai ter de pagar mais (26€/mês que acredito que poderão aproximar-se dos 29,9€/mês, na próxima época). O Presidente da NOS assumiu a intenção de reduzir a factura total dos adeptos (particulares), mas esqueceu-se de afirmar que isso só se verificará para quem subscrevia os 2 canais (SportTV+BTV). Se a factura total era de 36€/mês existirá margem para subir a SportTV dos 26€/mês para os 29,9€/mês e mesmo assim afirmarem que o custo total baixou dos 36€/mês para os 29,9€/mês. Também é verdade que o aumento de preço permitirá aceder a todos os jogos do Benfica (Casa, Fora, Champions), mas também é verdade que existirão muitos "Inácios" (onde eu me irei incluir) que nunca gostaram da postura Anti-Benfica que a SportTV assumiu nos últimos anos ... com comentadores parciais e pouco isentos, linhas de fora-de-jogo mal posicionadas, repetições ocultadas ou apresentadas à exaustão caso fossem em benefício ou em prejuízo do Benfica, etc. Existe "memória" nos adeptos do Benfica, e não é por este acordo que muitos adeptos do Benfica irão mudar de atitude.


Adeptos de Futebol, em Portugal: Seguindo a tendência do que, por exemplo, acontece em Inglaterra, o "custo" de aceder a Desporto em Portugal vai continuar a subir. (Já admiti que a SportTV para particulares poderá passar dos 26€/mês para um valor próximo dos 29,9€/mês a partir da próxima época). Nos últimos anos houve 1) leilão pela Champions League (admitido pela 1ª vez, ontem, pelo próprio Presidente do Benfica que se candidatou ao último leilão da UEFA ganho pela SportTV. Existem rumores que o custo anual teria mais do que duplicado, dos 8M€/Ano para mais do dobro). 2) Existiu também um leilão recente pela Premier League (entre NOS e MEO. Rui Gomes da Silva afirmou que a NOS ofereceu 10M€/Ano e a MEO 8M€/Ano, embora já existissem notícias que afirmassem que o negócio foi fechado por 10M€ pelos 3 anos. Situação a confirmar nos próximos tempos. O Benfica tem pago 2,6M€/Ano). 3) Existiu Leilão pelos direitos do Benfica (que aumentou a margem de lucro em 50%, de 23M€/Ano para uma média de 35M€/Ano).  Ou seja, se todos os conteúdos ficarem na SportTV, algo que ainda não foi confirmado, a SportTV vai ter de facturar mais do que os 145M€/Ano que facturava antes da BTV premium, para fazer face a esta inflação nos principais conteúdos (Champions, Premier League, Benfica), e terá de voltar a aumentar preços e o número de assinantes. Para já, não admira que as empresas (onde se incluem os hotéis, restaurantes e cafés) tivessem visto o Preço da subscrição da SportTV aumentar, em 2 Anos, dos 26€/mês (2014), para os 50€/mês anunciados ontem, (a partir de 2016) por cada TV com subscrição do canal! Ou seja, em apenas 2 Anos, os clientes empresariais vão pagar quase o DOBRO do que pagavam em 2014, pela SportTV.


Porto e Sporting: A recente "aliança" para a eleição de Pedro Proença tinha como objectivo beneficiar estes clubes, numa futura Centralização da Negociação dos direitos de TV na Liga, e essa estratégia saiu fracassada. Primeiro, o Porto tentou aproximar-se do Benfica, e isso originou a que algumas pessoas se tivessem referido a uma "Santa Aliança". No entanto depois virou o "bico ao prego", abdicou do anterior Presidente da Liga e optou por um novo Presidente com o apoio do Sporting (Pedro Proença) que não tinha condições para avançar com a Centralização, porque por um lado ainda existiam contratos em vigor entre os outros clubes e Joaquim Oliveira, e por outro lado o Benfica tinha a liberdade de fazer o que bem entendesse. Como a Liga não tinha dinheiro para pagar as avultadas indemnizações aos clubes, o "fracasso" dessa iniciativa era quase uma certeza. Agora a referência para os próximos anos ficou definida (30M€/Ano por direitos televisivos), e se Porto e Sporting receberem 80% do Benfica isso poderá representar 24M€/Ano pelos direitos televisivos dos Jogos dos outros "grandes", para os próximos 10 Anos. Existiram rumores que o Benfica teria uma clausula que lhe permitirá ganhar sempre mais do que Porto e Sporting, nos próximos 10 Anos, no entanto como é óbvio ninguém do Benfica confirmou essa situação, e espero bem que isso tenha sido salvaguardado no novo contrato com a NOS. Resta saber se o Porto Canal e a Sporting TV irão suscitar algum interesse na exploração comercial por parte da NOS e MEO, aproximando o "bolo" total para valores próximos dos 30M€/Ano. Apesar de tudo o Porto terá maior força negocial para se aproximar desse valor do que o Sporting.


Outros Clubes Portugueses: Os restantes clubes Portugueses teriam vantagens competitivas numa Centralização na Liga, em prejuízo dos 3 Grandes, e não admira que muitos já se sintam "enganados" por Pedro Proença, que falhou em toda a linha com as promessas feitas aos pequenos clubes, na altura das eleições para a Liga Portuguesa de Futebol. O outro cenário favorável aos médios e pequenos clubes nacionais é a continuação dos "leilões" entre a MEO e a NOS, mas o recente acordo da NOS com o Benfica vai limitar e condicionar muito as próximas movimentações da ALTICE/MEO, que poderá já ter fechado com o Boavista. Relembrando novamente uma das afirmação que Domingos Soares de Oliveira fez ontem: "Se pensarmos um pouco como é que o mercado vai evoluir especialmente em termos de conteúdos, tenho algumas dúvidas que em termos de concorrência o mercado se mantenha no futuro como é hoje. O Benfica aproveitou o momento e foi isso que fizemos". Apesar de tudo, é natural que os pequenos clubes também vejam os seus contratos melhorados face ao panorama actual, mas não terão acesso ao "Euromilhões" prometido por Pedro Proença, que agora vai ter de justificar o "chorudo" salário que recebe.

140 comentários via blogger

  1. Rui Soares11/12/15, 08:53

    Análise perfeita.

    Parece que haverá outro negócio, que incluirá o naming do Estádio, mas não será apenas naming. Alguém sabe alguma coisa sobre esse negócio?

    Mas, tudo isto não terá os resultados desportivos desejáveis se não acertarmos na gestão desportiva. Treinador. Contratações com mais critério. Reforço da aposta na formação. Manutenção dos jovens que se afirmam na equipa A durante 4 a 5 anos. Mais jogadores a jogarem 10 ou mais anos no Benfica. Etc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço o comentário, e concordo com as ideias sobre a gestão desportiva.

      Quanto ao tal "negócio" existem rumores que pode envolver uma marca asiática e o naming do Estádio + expansão da formação do Benfica. Nada está confirmado até ao momento. Se envolvesse os 10M€/Ano por 10 Anos, seria um bom negócio, atendendo ao nosso mercado interno e aos valores praticados a nível internacional.

      Os clubes dos EUA são os mais fortes nos namings dos Estádios (que chegam aos 20M€/Ano, em algumas situações), no entanto Bayern Munique, Arsenal e recentemente Atlético Madrid e Real Madrid são alguns exemplos na europa. O Real Madrid tem acordo para 20M€/Ano com a IPIC/Cepsa.

      Quanto à formação, o grande mega-negócio nessa área foi do Manchester United, com a AON, ao ter um patrocínio exclusivo para o centro de estágio, equipamento de treino e formação, superior a 20M€/Ano.

      Os namings das bancadas do estádio + centro de estágio do Benfica precisam de ser renegociados, e a formação do Benfica está a ganhar destaque mundial, como tal seria lógico e um bom negócio se os rumores de que tive conhecimento viessem a ser confirmados.

      Aguardemos pelos próximos capítulos.

      Eliminar
    2. Atenção que o Bayern tem uma ligeira diferença.
      A Allianz pagou a construção do estádio,em troca do naming por 50 anos!!
      Bom post como sempre.

      Eliminar
    3. Kaifaz, sim, a Allianz pagou pelo naming e entrou também com muitos milhões no capital do Bayern Munique. Foi um negócio 2 em 1.

      Eliminar
  2. antonioSLB11/12/15, 09:08

    Tenho uma dúvida que gostava de ver esclarecida: no parágrafo Benfica (Clube), quando é comparado o valor facturado no último ano pela BTV - 34,6 M€ - com o valor previsto para o ano - 36 M€ - é referido que são valores aproximados. É confusão minha ou estão-se a comparar valores brutos (liq. seriam 36,6-11=25,6) com valores que serão líquidos a receber da NOS - 36 M€?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. antonioSLB o valor da NOS (36M€ para 2016/2017) não é líquido.
      Os custos da BTV/Benfica TV continuarão a ser suportados pelo Benfica.
      Dessa forma para comparar o valor das 2 épocas, é necessário analisar as receitas dos 2 anos e os custos dos 2 anos, com direitos televisivos e BTV.

      Eliminar
    2. antonioSLB11/12/15, 09:53

      Caro BenficaEagle, parece-me que o valor a pagar pela NOS de 36M é líquido, mas é claro que o Benfica vai ter que continuar a suportar os custos com a BenficaTV, já que esta não passou para a NOS, continua a ser propriedade do clube. Ainda assim, parece-me a mim, que é preciso ter em conta que esse valores irão baixar bastante, já que deixarão de incluir os custos com a logística e transmissões dos jogos ao vivo, e com os conteúdos premium como a Premier League, por exemplo.
      Pela minha parte gostaria ainda de referir que, mal por mal, prefiro a qualidade das transmissões e comentários dos jogos na SportTV que em qualquer canal aberto, RTP, SIC ou TVI, que são de bradar aos céus (ainda ontem se viu), e de um anti-benfiquismo primário! Não se já teve em conta este novo acordo, mas vi a gravação do jogo com o Atlético de Madrid na SportTV, narrado por um sportinguista (Miguel Prates) e comentado por um portista (Pedro Henriques) e não tenho grandes reparos a fazer, portaram-se dignamente, ao contrário do que faziam antigamente e ao contrário dos canais generalistas, todos, sem excepção, de um anti-benfiquismo primário!

      Eliminar
    3. antónio SLB, se a NOS paga 36M€ e o Benfica suporta os custos com a BenficaTV, então por definição o valor da NOS é "bruto", ao qual depois terão de ser descontados os custos para termos a margem "líquida" da operação. São termos financeiros. O que importa é que temos a mesma visão sobre os moldes da operação.

      Quanto à futura "SportTV", veremos os próximos capítulos.

      Eliminar
    4. Penso que falta considerar as receitas da futura Benfica TV. Se antes de ser premium estava equilibrada com 5M€ de custos e receitas, acredito que continue assim, embora admita um ligeiro aumento nos custos.

      Eliminar
    5. Já expliquei essas contas, em resposta a outro comentário em baixo.
      É uma questão de ler.

      Eliminar
    6. Parabéns Benfica Eagle pelo excelente post.
      Terá certamente de haver um downsizing da BTV, mas ao voltar ao modelo antigo, não prevejo que a BTV dê prejuízo, isto é, os custos de produção do canal serão, no mínimo, equivalentes às receitas (sem contarmos com o que a NOS vai pagar por ficar com os direitos de distribuição do canal). Temos de ter em consideração que um canal de distribuição livre nas várias plataformas, vai ter um universo potencial de público de vários milhões, em comparação com os 300-350 mil assinantes que têm agora. Isto, como é óbvio, levará ao aumento das receitas com publicidade. Se a isto juntarmos a diminuição de custos (Premier League, Ligas Francesa e Italiana, custos de produção dos jogos da equipa principal, redução de pessoal, etc.) ficaremos numa situação semelhante ao que existia antes da BTV ser paga, em que existia uma situação de equilíbrio entre receitas e despesas (havia mesmo algum lucro). Deste modo o que recebemos da NOS será praticamente líquido.
      Por outro lado, pelas palavras do LFV em relação ao contrato da SAGRES, também feito por 10 anos (40M) ele referiu que este é um contrato idêntico na forma como as verbas são recebidas e deixou claro que o valor de 40M é o valor total recebido acrescido da atualização da inflação, ou seja os 40M são líquidos da atualização de preços no consumidor. Se isto for igual ao contrato da NOS (conforme ele disse que era) então também haverá atualização da inflação (o Benfica receberá 400M + inflação, cerca de 1,2 -1,5 % por ano).

      MG

      Eliminar
    7. MARQUÊS DA PRAIA E MONFORT
      despesa da
      Volto a mostrar a minha discordância quando fala da receita paga pela NOS e abate a despesa que a BTV irá custar ao SLB. O SLB (ou seja a BTV) ficou com a publicidade estáctica assim como irá continuar a ter receitas da publicidade emitida na BTV.Então este valor não conta para equilibrar a despesa da BTV? Se conta a receita deve ser 36€ + receitas da publicidade quer no Estádio quer na BTV - 5€ de custos.

      Eliminar
    8. MARQUÊS DA PRAIA E MONFORT, e eu já expliquei num comentário em baixo que a publicidade estática NADA tem a ver com a BTV. O Benfica já tinha essa receita independentemente de haver ou não BTV.

      Uma receita a adicionar é a publicidade do canal, que também já havia antes do contrato com a NOS, e que se manterá, e como tal não altera a margem líquida do negócio com a NOS.
      Essa verba da publicidade do canal é residual, já que as maiores receitas de 2008 a 2013 eram da distribuição pelas operadores, receita que agora será da NOS.

      Eliminar
    9. Eu quase que meto as mãos no fogo que o Pedro Henriques é Benfiquista. É o melhor comentador PT, neste momento, para mim.

      Eliminar
  3. Grande post, do melhor que li sobre este processo dos direitos televisivos. Estou plenamente de acordo com tudo o que aqui é dito e nota-se bem a preocupaçºao do analista em ser o mais equidistante possível, sem contudo, abdicar do seu benfiquismo (o caso dos "benfiquistas terem memória" sobre a Sporttv +e lapidar e eu revejo-me inteiramente nessa linha - SPORTTV NÃO, OBRIGADO).
    PARABÉNS PELA LUCIDEZ E HONESTIDADE INTELECTUAL.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ATF, agradeço o comentário. Abraço

      Eliminar
  4. Camarada eagle muito obrigado por este resumo/análise! Top!

    Andei a procurar a data em que terminaria o contrato com a caíxa para o Seixal mas não encontrei. Tens essa info?

    Quando falas da expansão da formação a que te referes exactamente? A publicidade nas camisolas foi negociada há 2 anos e senão estou emganado foi assinado acordo de 5 anos com a fly para os miúdos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Dias, agradeço o comentário.

      O naming do Caixa Futebol Campus, salvo erro é válido por 10 Anos, até ao final da presente época.
      Isso terá de ser confirmado. Já li que era um acordo de 10 anos, e já li que seriam 15 anos.

      No entanto, a tal questão da formação além de um hipotético e eventual naming do centro de estágio, poderá envolver outras vertentes que prefiro não referir.
      Nada tem a ver com o patrocínio das camisolas dos escalões jovens, já que a Emirates tem também esse negócio, como tal tem razão nessa observação.

      Eliminar
    2. Pois, tambem não consegui chegar a nenhuma conclusão com o naming do seixal devido á forma como foi feito o negocio de cedencia á caixa (estar em parte "envolvido" com o financiamento da construção). fiquei com a ideia que a duração estaria indexada ao termo da liquidação do emprestimo.

      Espero que nao queiras referir o tema para salvaguardar o sigilo em prol do Glorioso ;) mas atendendo aos ultimos negocios realizados pela direcção do Benfica neste momentoestou crente de que sabem o que estão a fazer nestas areas.

      abraço

      Eliminar
    3. Deixo uma notícia da época (2006):

      "CGD patrocina Centro Estágio

      A Caixa Geral de Depósitos (CGD) e o Benfica chegaram ontem a um acordo de patrocínio que prevê os naming rights do Centro de Estágio do Seixal e a emissão do cartão de crédito do Benfica, apurou o Sportugal junto de fonte bem colocada no processo.

      A partir de hoje o novo Centro de Estágio do clube da Luz tem como nome provisório Caixa Geral de Depósitos. O nome definitivo será determinado ao longo desta semana.

      Ainda ontem estavam em cima da mesa mais três propostas, duas de entidades bancárias e uma outra de uma empresa de grande consumo. Porém, foi a CGD a chegar a um entendimento com o Benfica, diferente dos moldes anunciados aquando do anúncio da concessão do naming rights do Centro de Estágio.

      Ou seja, na altura falou-se de um contrato com a duração de dez anos e um montante global de 15 milhões de euros – 1,5 milhões/ano. No acordo firmado pela CGD e pelo Benfica ficou estabelecido que a entidade bancária vai emitir o cartão de crédito do clube da Luz e financiar parte do Centro de Estágio. Logo, os proveitos financeiros que o Benfica vai lucrar com esta operação ainda não podem ser quantificados.

      Durante o dia de hoje, apurou o Sportugal, Luís Filipe Vieira vai fazer uma declaração a confirmar o acordo com a CGD. À tarde, o Centro de Estágio Caixa Geral de Depósitos vai, finalmente, abrir - tal não era possível enquanto não houvesse patrocinador.

      Redacção Sportugal"



      Quanto ao tal "negócio", é natural que não queira adiantar pormenores, até porque não tenho certezas absolutas, e também porque o Bruno de Carvalho "Presidente do Sporting" tem conhecimento do que se vai escrevendo por cá, e ele anda desesperado para arranjar patrocinadores ;)

      Abraço

      Eliminar
    4. hahahah o que eu me ri com o último paragrafo :)

      Soberbo ;)

      continuação de um bom trabalho Benfica Eagle

      Eliminar
  5. Óptima análise.

    Também não percebo a razão pela qual alguém consegue afirmar que o Benfica tem ajudado joaquim oliveira, mas há quem consiga olhar para uma parede branca e dizer que é preta só porque sim.

    Depois de tudo o que li e ouvi parece-me que é um bom negócio, não óptimo, mas bom. Mas também não podemos querer tudo, associado a um valor considerável, acabamos por ficar agarrados a um prazo que pode comprometer oportunidades futuras. E apesar de todos os estudos de mercado e perspecticas futuras, que não são mais do que incertezas, devemos olhar para o custo de oportunidade, e aí facilmente concluimos que actualmente esta é a melhor opção.

    Lamento o regresso da Benfica TV ao formato original, porque orgulho-me de ter os jogos do meu clube no seu próprio canal, mas o que quero mesmo é o melhor para o Benfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço o comentário e concordo com as observações adicionais. Abraço

      Eliminar
  6. Benfica Eagle, obrigado pela excelente análise. Continuas a ser o motivo de eu vir a este blog :)

    ResponderEliminar
  7. já sabemos que o benfica prefere destruir o futebol português contando que se salve a si próprio. O importante é tirar votos ao proença.

    gostava de saber que tipo de campeonato os lampiões preferem:

    um com 10 equipas a 2 voltas com playoff ou um com 8 equipas a 4 voltas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. só pela utilização da expressão "lampiões" se depreende que é um adepto do 2º maior clube português: o "Anti-Benfica".

      O importante para o Benfica é receber o "JUSTO VALOR" e aumentar receitas.
      Quanto ao Proença, agora só tem de justificar porque motivo está a ganhar um salário milionário na Liga.

      Quanto ao campeonato, em princípio será reduzido a 16 equipas, a médio-prazo.

      Eliminar
    2. O Benfica prefere que se lhe reconheça o seu potencial e a sua dimensão! Prefere tambem que nao sejam cozinhados esquemas nas suas costas! Por ultimo o Benfica prefere campeonato, taças e liga dos campeões! E para tal tem que elevar ao máximo o seu nivel! Cada um que trate do que é seu! Ou será que isto nao é uma competição? Cabe ao organizador da mesma tratar desta, não ao Benfica!

      O Benfica não precisa de tirar nada ao proença! Porque no fundo ele nada tinha! Pensaram em criar a ideia de que era o homem certo...quando foi um dos maiores gatunos de apito na boca dos ultimos anos! Chegou ao nivel que chegou muito ás custas da forma irregular como se comportou portanto nada tem a ofereçer a uma competição que se quer seria! Ele e quem lá o colocou é que têm que arranjar os tais votos para que lá se mantenha! O Benfica gere a sua casa!

      Sei que deve ser tramado ouvir diariamente grandes parceiros a valorizar (não com palavras mas sim com investimentos) a tal dimensão que foi sendo colocada em causa pelo palerma do teu presidente...porque costuma dizer-se que uma imagem vale mais que 1000 palavras! Não deve ter sido facil ligar a TV ontem e ver o vieira e o presidente da NOS enfiados naquela "TV" no centro do estádio do Bicampeão...imagino o sofrimento do valentão do xtronhonho!

      Eliminar
    3. Quando o Benfica ganhava uma miséria da Olivedesportos, e Porto e sporting assinaram contratos muito superiores, aí já não se preocupavam com o futebol português. Agora que o Benfica assina um bom contrato, Ai d'El Rei que estão a matar o futebol português.

      Conta-me histórias.

      Eliminar
    4. Isto não é a sopa dos pobres em que eu não como mais ou não me dão mais porque tem de sobrar para os outros.

      Eliminar
  8. Antiossaurus Rex11/12/15, 09:57

    Falta dizer o óbvio, é que em momento nenhum a nós terá interesse no canal do porto ou do sporting.

    Transmitir jogos das suas equipas B e das quase nenhumas modalidades que têm, seria um aborto comercial pelo pouco interesse e visibilidade que teriam. LFV e a Nos deram um nó, que não será desatado e os 100 milhões colocados no bolo BTV foram unicamente lá postos para isto. Deixa-los apenas com um máximo de 80% de 300 milhões.

    O resto são delírios sem qualquer hipótese ou viabilidade económica de se concretizarem. Temos pena ó concorrência, mas é assim... cuspiram para o ar com a cláusula da Olivedesportos dos 80% e agora chegou a altura de lhes cair no meio da testa!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo o comentário, no entanto o Porto terá maior força negocial para fazer valer os seus direitos do que o Sporting.

      Existem rumores que o Porto poderá estar perto de fechar o negócio total com a NOS por 300M€ (10 anos), embora esteja amarrado a Joaquim Oliveira durante mais 2 anos e meio.

      Já o Sporting tem menor margem de manobra do que o Porto. Se ficar com 200M€ por 10 anos (jogos) ou 240M€ por 10 anos (jogos + Sporting tv), já se podem dar por muito satisfeitos, já que estão a ganhar 15M€/Ano com a transmissão dos jogos.

      Eliminar
    2. Se o Porto fizer contrato dos direitos por 300M fica em situação de igualdade com o Benfica.

      Eliminar
    3. José Ramalhete, se ler com atenção refiro que o Porto a 80% do Benfica, poderia fazer um negócio de 240M€ pelos direitos dos jogos.

      Se o Porto canal suscitar interesse por parte das operadores, talvez rendesse mais 60M€ por 10 anos, para dar os tais 300M€.

      Eliminar
    4. Pressupor que a marca Porto vale 80% da marca Benfica é no mínimo Dantesco!

      Eliminar
    5. "Existem rumores que o Porto poderá estar perto de fechar o negócio total com a NOS por 300M€ (10 anos), embora esteja amarrado a Joaquim Oliveira durante mais 2 anos e meio".
      Caro Benfica Eagle, esta afirmação é sua, no comentário a que eu respondi.

      Eliminar
    6. José Ramalhete, os 300M€ a acontecer, nunca poderão ser só para os jogos do Porto, mas sim jogos do Porto + Porto Canal. Já tinha explicado isso no post publicado.

      Eliminar
    7. Mas se há alguma empresa disposta a financiar o Porto em 80% do Benfica então o sistema continua, e o Benfica continua a receber de menos!!! Alguma vez o Porto vale 80% do Benfica? Nem 50%!!!

      Eliminar
  9. Quando diz(40M€ - 5M€ = 35M€ líquidos), penso que não será assim. Ou seja, a BTV vai gerar receitas próprias (designadamente de publicidade) que suportará os custos. Embora os direitos passem para a NOS, acho razoável que haja receitas para a BTV. E esse incremento de 300.000 lares para, no mínimo 1.500.000 de lares trará retorno. Por isso, acho que serão mesmo 40M líquidos. José Abreu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Benfica TV já tinha 5M€ de receitas antes de ser canal pago e essa verba nunca foi classificada como "direitos televisivos" no R&C do Benfica. Basta analisar a época 2012/2013.

      Como tal para comparar o cenário Benfica TV "canal pago" e o cenário Jogos do Benfica na NOS, é preciso comparar os "actuais" 34,6M€/ano com os "futuros" 36M€/ano a 44M€/ano, e os "actuais" custos de 11M€ a 12M€/ano com os "futuros" custos de 5M€/ano no médio prazo.

      Ou seja:
      34,6M€/Ano - 11M€ a 12M€/Ano = 22,6M€ a 23,6M€/Ano de "margem"
      36M€ a 44M€ - 5M€/Ano = 31M€/Ano a 39M€/ano de "margem" (média de 35M€/Ano)

      Tal como referi num anterior post, a publicidade do Benfica e a publicidade estática no estádio continuarão a cargo do Benfica, tal como tem acontecido nos últimos 2 anos e meio. São valores desconhecidos, e já tinha explicado isso em publicações anteriores.
      Nada muda quanto aos 2 cenários, a verba permanece constante, e não influencia o aumento da "margem líquida" nos 2 cenários(BTV paga vs Benfica na NOS).

      Eliminar
    2. Agradeço a explicação. Embora sem perceber muito do assunto, o que entendi sempre, antes da 01/07/2013, foi o seguinte.
      A BTV tinha 5M de receitas e 5M de custos. Ou seja, autossustentava-se. Agora vamos voltar ao modelo antigo e recebemos 40M líquidos. Os custos do canal serão suportados por receitas próprias. Se não fosse assim, a tendência seria ter custos cada vez mais baixo no canal e consequentemente uma TV pobre. abraço.

      Eliminar
    3. A BTV tinha 5M€ de receitas e 5M€ de custos, e as receitas incluíam o valor recebido pela distribuição pelas operadoras nacionais e internacionais + publicidade do canal.

      A verba maior (distribuição da BTV) passará a ser receita da NOS. Por isso é que pagam pela BTV.
      A publicidade no canal continuará a ser do Benfica, mas é um valor residual.

      Desde há 2 anos e meio o Benfica comercializa a publicidade estática no estádio mas não se pode considerar isso receita da BTV, já que o Benfica sempre teria direito a essa receita, existindo ou não BTV.

      Eliminar
    4. OK. Obrigado. Não sei os valores da publicidade. Mas creio que poderão aumentar com a penetração nos lares. Esperemos que sim e, se assim for, podemos atenuar os custos. Abraço amigo, José Carlos.

      Eliminar
  10. Eagle, nem tudo ao Mar nem tudo à terra

    A Nós não chegaria a estes valores de 40M€/Ano, se não fosse um contrato duradouro, tempo para esta mesma conseguir rentabilizar o negócio.
    Não é por acaso que os valores são progressivos!!!

    A data foi escolhida bem também,porque havia uma alternativa do os outros clubes poderem rescindir contratos com a SportTV, mas tinha de ser até 30/11/2015, agora ou pagam a cláusula de rescisão ou aguentam até final os contratos;

    A Nós consegue o Benfica (galinha dos ovos de ouro em Portugal) a 1ª League, Liga dos Campeões, assim como acredito que fica com a Liga Francesa e Italiana e já tinha a Espanhola e Alemã.

    Sem estes conteúdos a MEO terá dificuldade em fechar grandes acordos com outros clubes (Porto, Sporting);


    Fala-se na cláusula que o Benfica terá direito a 20% mais que os outros clubes e aí das duas uma, ou fecham negócios a rondar os 24M€, e acredito que o Porto chegue mesmo aos 25M€, ou aumentam o valor do Benfica até chegar ao diferencial de 20%;

    O Benfica definiu os próximos 10 anos como a era da Consolidação Financeira, e hoje estou convicto que LFV terá como horizonte ser Presidente nesses mesmos anos, ou seja, mais 2 mandatos. Nessa altura terá 76 anos!!!

    Nestes 10 anos estará a preparar Rui Costa para o suceder, ou esta é a minha esperança. Um Verdadeiro Benfiquista...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se essa clausula dos 80% existir em benefício do Benfica, então em parte o Benfica não correrá o risco de ser ultrapassado pelos rivais, a nível interno, nos próximos 10 anos.

      No entanto, o Benfica corre na mesma o risco de ser ultrapassado a nível internacional, caso os direitos televisivos aumentem mais de 50% de valor nos próximos 10 anos.
      Nos últimos 10 anos os direitos televisivos duplicaram de valor a nível mundial.
      Se queremos ser competitivos na Europa temos de analisar também esse facto ;)

      PS: Sem conquistas desportivas nenhum presidente dura mais 5 anos, quanto mais 10 anos ;)

      Eliminar
    2. Certo, mas neste momento o Benfica tem de ganhar dimensão Internacional desportiva para poder valorizar os seus Direitos... Ou seja ir de forma consistente o mais longe possível na Champions e ganhar campeonatos a nível Interno!!!

      Para já o Benfica é um clube Médio Europeu, mas com uma massa adepta muito grande a nível Nacional, e devido aos fluxos Migratórios e também às ex-colónias consegue ter bastante massa adepta fora de Portas, mas sempre pessoas ligadas a Portugal...

      O importante é que os outros Países comecem a olhar para o Futebol Português de outra forma, procurem os nossos jogos e comprem os nossos conteúdos. Isto Eagle quer tempo!!!

      Estratégia arriscada sim, mas dá um chuto no Sistema e se me permitem acho que foi um pouco Vingança do que aconteceu no Verão na Liga...

      Tipo ai é? Então tomem com esta...

      Eliminar
    3. Dificilmente algum clube português deixará de ser clube Médio Europeu, na próxima década.

      Quanto à vertente internacional, aguardemos.
      Luis Filipe Vieira prometeu ontem que além do naming do estádio estará em causa a vertente internacional do Benfica.

      Quanto à Liga, foi a cereja em cima do bolo, mas o factor principal foi a postura agressiva da ALTICE nos últimos meses, que agora terá tendência a acalmar.

      Eliminar
    4. Mas se tu dizes que na próxima década será difícil que um clube Português saia do Médio, como querias rentabilizar os nossos conteúdos a nível Internacional?

      Ai entra a NÓS, que de certeza vai procurar essa rentabilização fora de Portas, vendendo o conteúdo nacional com parcerias em plataformas como por exemplo FOX, EUROSPORT, ALTICE etc...

      Ainda ontem já depois da Apresentação Oficial no Estádio, ouvia alguém que não me recorda o nome, dizer que a NÓS irá concerteza expandir o futebol Português, de forma a rentabilizar estes negócios Milionários, e não como fazia o Oliveira que o Nacional chegava, porque o que ele queria mesmo era controlar o Futebol através da Televisão, e não deixa de ser verdade...

      Até agora tínhamos uma vertente Politica (Oliveira) e passamos a ter uma vertente Empresarial(NÓS), que o único que interessa são os Resultados Anuais, como qualquer Sociedade Anónima cotada em Bolsa...

      O paradigma dos direitos do Futebol mudou, não interessa quem é o Porto, Sporting ou Benfica mas o que nos podem dar a nível de retorno financeiro, e aí o Benfica parte em vantagem em relação aos seus Adversários.

      Eliminar
    5. O Benfica nunca passará de um clube médio a nivel Europeu, dado o contexto e País onde esta inserido...é impossivel competir a nivel de receitas com Países com 50/60/80 milhões de habitantes, portanto o Benfica terá sempre menos receitas que os clubes Italianos, Alemães, Ingleses e ESpanhois..

      O Futebol mudou e passou a ser um negócio e portanto quem tem mais dinheiro terá sempre mais probabildiades de estar no topo, logo o Benfica dentro do contexto onde esta nunca poderá fazer frente a esses colossos

      Depois o campeonato Português é fraco e SEMPRE o será, porque é um campeonato monopolizado por 3 equipas que detêm 95% dos adeptos em Portugal, ora neste cenário tudo o resto será sempre mera paisagem porque nunca terá dimensão e estrutura adepta para poder crescer, logo a Liga Portuguesa será semrpe fraca porque no máximo só terá 3 clubes apelativos (Benfica/Porto/Sporting) para "vender" para fora e de quando em vez um Braga que faça uma gracinha...

      Ora neste cenário nunca poderemos competir com as grandes ligas a nivel de ser atractivos de forma a que paguem milhões no estrangeiro para ver uma liga menor como a Portuguesa

      Eliminar
    6. Kafka, mas eu estou de acordo contigo, nunca o nosso campeonato pode ser comparado com outros, nomeadamente Inglês, Espanhol, Alemão, mas enquanto que antes os direitos televisivos eram geridos por alguém que o único interesse que tinha era "politico", o Oliveira apenas queria o Monopólio para ter os clubes na sua mão e ajudar o amiguinho da Fruta, agora é uma empresa, cotada em bolsa e vai querer rentabilizar ao máximo este investimento todo, para além do que vai ter ainda de fazer com os restantes clubes.
      E a meu ver a única forma é vender o Futebol Português ao estrangeiro...

      Isto quer tempo, paciência, persistência e como tal é por esta razão que a NÓS não aceitou um contrato destes montantes menos de 10 anos...

      Ao mesmo tempo, vai entrar mais dinheiro no Futebol em Portugal, e isso aumenta a qualidade e competitividade para também os clubes ajudarem a essa internacionalização!!

      Eliminar
  11. Excelente análise, e em poucos minutos fiquei mais esclarecido que ler alguns jornais da praça.´
    Já agora, será na próxima época que os moderadores vão recuperar os blogs suspensor na blogosfera por conterem links para vermos o jogo? Ou vão manter o critério?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço o comentário.
      Essa questão dos links no Blog é matéria decidida pelo fundador do Blog: Benfica By GB.

      No post está expressa a minha posição pessoal e intransmissível, sobre o tema dos "Inácios" a partir da próxima época.

      Eliminar
    2. João Freitas, assim que os jogos do Benfica sejam colocados na Sportv, os links regressarão ao blogroll.

      Eliminar
    3. Hoje em dia só paga para ver jogos de Futebol quem quer... Não faltam sites onde estão os jogos disponiveis, e até existe um bem conhecido que passa os jogos todos a nível Europeu.

      Eliminar
    4. Vocês são uns porreiros. :)
      Este emigrante agradece.

      Eliminar
  12. Fico com a ideia de que quem vai transmitir os jogos da Liga será a Sport TV. Os direitos de cada uma das operadoras (ex: NOS - Benfica) serão cedidos aquele canal, que depois os disponibilizará proporcionalmente (em termos de preço) às diversas plataformas. Ora qualquer cláusula (no contrato com a NOS) de restrição de valores em eventuais contratos com os rivais...só será oponível à NOS, não impedindo as restantes operadoras e/ou canais (Sport TV) de pagarem o que entenderem, acabando por negociar a seu belo prazer entre si as transmissões. Algo me diz que quem ainda se vai ficar a rir são o Oliveirinha e o PdC, com a conivência (ou aselhice) do LFV, e também o BdC. Quem perde, como habitualmente são os pequenos. Consumidor Preocupado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora explique lá então como é que o "Oliveirinha" irá ficar a rir-se com este cenário???

      "Joaquim Oliveira (OLIVEDESPORTOS): Confirma-se o que eu andava a anunciar há imenso tempo. Joaquim Oliveira (Controlinveste, Olivedesportos e PPT) ficou sem muita da influência e poder que detinha no futebol português e grupos de media e telecomunicações em Portugal, nos últimos 2 anos: 1) Com as queixas na Autoridade da Concorrência perdeu as clausulas de preferência e os contratos de longa duração que tinha com os clubes, o que originou a perda do "monopólio" perpétuo que teve nos últimos anos, e isso fragilizou a sua posição junto da Banca. 2) Perdeu a totalidade do grupo de media que controlava (DN, JN, TSF, OJOGO, Agência Lusa, etc), ficando apenas com 27,5% do grupo. 4) Teve de renegociar a dívida de 300M€ que tinha no BCP (para a aquisição do grupo de media), pelo facto de não conseguir pagar, onde obteve um perdão de mais de 100M€ da dívida e cedeu 72,5% do grupo de media agora designado de "Global Media Group", ficando só com 27,5% 5) Existem rumores que também terá de ceder parte dos 50% que controla na SportTV para o BCP, algo que ainda não foi confirmado 6) Perdeu crédito bancário que lhe permitisse fechar um futuro acordo de centenas de milhões de euros com Benfica, Porto ou Sporting 6) Depois de a NOS (detentor de 50% da SportTV) ter fechado com o Benfica, ouvimos ontem o Presidente da NOS afirmar que pretende "estabelecer parcerias semelhantes a esta com todos os clubes do futebol profissional. Queremos acordos similares com todos os restantes clubes, onde se incluem os referidos [pelo jornalista (FC Porto e Sporting)], mas também todos os outros", ou seja o Presidente da NOS anunciou a "morte" do intermediário Joaquim Oliveira. Esta enorme perda de influência de Joaquim Oliveira no panorama nacional só foi possível devido à opção do Benfica em romper com a Olivedesportos e apostar na BTV premium. Apesar de todos estes factos, acho curioso e engraçado como é que ainda existem algumas pessoas a defender que as atitudes recentes do Benfica, nos últimos anos, foram para "beneficiar" e "salvar" Joaquim Oliveira."


      Gostava mesmo de saber em que é que o "oliveirinha" vai ficar a rir-se.

      Agradeço a explicação, caro "anónimo" ... consumidor preocupado.

      Eliminar
    2. Caro Benfica Eagle, espero que tenha razão, e eu não, mas rumores...hum? Eles andam cá há muito tempo, e são muito habilidosos, e têm muitos amigos, e os ventos mudam com muita facilidade, e não só... Consumidor Preocupado

      Eliminar
    3. Pois caro Anónimo, mas também tinham muitas dívidas por pagar, e 300M€ não são brincadeira.
      Até o Ricardo Salgado ficou sem o poder que tinha, e era o "Dono Disto Tudo".

      Eliminar
    4. Caro Benfica Eagle, não obstante as suas optimistas palavras continuo preocupado, há relações que não querem parecer nem aparecer, mas estão lá. É aqui que remeto para a "luta" do Shadows, que aparentemente ("post" do final da tarde) tem a mesma opinião que eu, o Oliveirinha não está morto e enterrado. Sabe aquela ave, como é que se chama...Fénix? Abraço CP

      Eliminar
    5. Até 2018 Joaquim Oliveira tem contratos com os clubes e como tal a sua influencia continuará ... durante mais 2 anos e meio.

      A partir de 2018 deixa de ter influência junto dos clubes, já que a MEO e a NOS é que andam a negociar com os clubes, sem o intermediário.

      Eliminar
  13. Jamais a centralização dos direitos televisivos iriam gerar o tal "Euromilhões" para todos os clubes. A centralização iria gerar o mesmo que gerou quando na década de 90 foram adquiridos pela Oliverdesportos. Estou convicto que MEO, NOS e Vodafone, principais operadoras do país iriam aplicar uma cartelização sobre esses direitos. Por outras palavras, nunca haveria um verdadeiro leilão. E porquê? Porque o mercado nacional não está devidamente bem trabalhado em matéria de concorrência. Está muito equilibrado e não tanto para o lado do consumidor, mas sim para o dos operadores que tentarão sempre comprar ao mais baixo custo para vender ao mais elevado valor.

    Por outro lado, tendo em conta a inexperiência dos nossos operadores em matéria de internacionalização, logo à partida a negociação da centralização de conteúdos estaria condenada ao insucesso, sobretudo se todos os clubes ficassem na espectativa de obter valores próximos como as ligas espanhola e inglesa têm. É que estas só conseguem esses valores porque exportam os seus direitos para outros países. É aí que está o ouro.

    Mas, para lá chegar é preciso duas "pequenas coisas":
    1 - uma liga portuguesa que seja realmente um produto de qualidade e apetecível, coisa que não é tirando alguns clubes!
    2 - "know-how" nacional em matérias como internacionalização de conteúdos televisivos, coisa que não existe em Portugal porque somos mais um país importador que exportador.

    E, para que isto evolua para estes cenários, será necessário evoluir muito cá dentro. Ou seja, estamos ainda a uns 3 a 5 anos na melhor das hipóteses, ou até mesmo 10 anos desse cenário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É óbvio que dificilmente a centralização daria o tal "Euromilhões" para os clubes pequenos, mas foi isso o que foi prometido por Pedro Proença!

      Quanto ao cenário de "cartelização" concordo com o cenário que descreves.

      Quanto ao "futuro".
      1) Liga portuguesa - é difícil de valorizar um "produto" com 15% do orçamento e financiamento da Liga Inglesa. Nada a fazer quanto a isso. Nunca poderemos contratar as "estrelas" mundiais. O nosso mercado interno é mais pequeno.
      2) Internacionalização - aí é que a ALTICE poderia ajudar, já que é um dos grupos de media mundiais em mais rápido crescimento, com aquisições e operações em vários países da europa e EUA, tal como a NOS tem facilidade de acesso aos Palop's.

      Essa talvez seja a mais-valia (mercados internacionais) que poderá aproximar as 2 partes (NOS e ALTICE/MEO), e evitar a tal "guerra" no mercado nacional.

      Eliminar
  14. Adoro o Benfica11/12/15, 10:38

    Bom Dia.

    Péssimo negócio para o nosso amado clube.

    Com este negócio a "10" o Benfica vai regredir anos em relação aos clubes internacionais e quiça nacionais.

    Quem vai acabar por beneficiar com este contrato será fuguramente Porto e Sporting.

    Acreditando que os valores dos Rc do Benfica são valores reais o nosso clube tinha de receita da BTV 35 milhões de euros Brutos.

    No acordo com a Nos o Benfica no primeiro ano vai receber 36 milhões de euros brutos.

    Onde está o grande negócio?

    A BTV tinha gastos na ordem dos 12 milhões de euros actualmente , que no próximo ano desceriam para os 9 milhões, fruto da perda da Liga Inglesa.

    35-12= 23 este ano

    No próximo : 35-9= 26 milhões de euros liquidos.

    A nova " Benfica Tv" terá de gastos nos dois primeiros anos de sensivelmente de 8 milhões de euros.

    36 - 8 = 28 milhões líquidos.

    Onde está o grande negócio???

    Analisando mais um pouco o acordo e terminando com o mito de grande negócio.

    36 milhões brutos dos quais 75% pertencem ao bolo das transmissões televisivas dos jogos do Benfica e 25% pelos direitos exclusivos da distribuição da BTV.

    Ou seja: Pelas transmissões televisivas o Benfica vai receber no próximo ano:

    27 milhões.

    Se mantivesse a BTV receberia 26 milhões.

    Volto a perguntar onde está o grande negócio?

    O grande negócio é receber no próximo ano um milhão de euros a mais??

    A Benfica Tv terá nos dois primeiros aano terá de gastos de sensivelmente 8 milhões de euros, perdemos os direitos dela por 10 anos por 9 milhões.

    Onde está o grande negócio.

    No terceiro ano a BTV descerá os seus gastos para 6 a 5.5 milhões.

    Mesmo assim onde está o grande negócio?

    Já para não falar da questão do acordo ser de 10 anos que impossibilita qualquer futuro novo Presidente do Benfica de renegociar verbas televisivas no espaço tempo de 10 anos.Ou seja quem vier está de mãos e pernas atadas por 10 anos.Nada poderá fazer.

    O que LFV fez com este acordo foi retirar de cena qualquer candidatura à Presidência do Benfica.Ninguém vai querer ir sem puder negociar nada em 10 anos.

    Benfica Eagle mantém a sua opinião de Gestão Danosa por o acordo ter duração de 10 anos sem possibilidade do Benfica de 3 em 3 anos ter veto de impossibilitar a auto-renovação do mesmo?

    Não falando ainda que se o mercado das transmissões televisivas manter o seu ritmo normal de crescimento em 2016 valerá o dobro de hoje.

    Ou seja o Benfica poderia receber entre 65 milhões a 75 milhões brutos.

    No máximo com este acordo vai receber 30 milhões pelas transmissões televisivas e 10 milhões pela distribuição da Benfica Tv no total global de 40 milhões de euros brutos e 34.5 liquidos.40-5.5= 34.5.

    Onde está o grande negócio que a máquina de propaganda refere??

    Esta é a minha humilde opinião.

    Saudações Benfiquistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que não é um grande negócio já eu tinha referido.
      Nos primeiros 5 anos é bom. Nos últimos 5 anos poderá ser mau.

      Por outro lado, acabou com a estratégia de centralização na Liga, que a acontecer iria prejudicar o Benfica.

      Se o Benfica garantiu a cláusula dos 80% no máximo para os rivais, pelo menos não corre o risco de ser ultrapassado por Porto e Sporting nos próximos 10 anos, no entanto considero que o futebol português poderá perder competitividade internacional nos últimos 5 anos do contrato.

      Eliminar
    2. Os custos diminuiem em 2M por não termos a liga inglesa, mas quem garante que as receitas se manteriam ? Não estou a ver como é que perdendo a premier league iriamos aumentar o resultado liquido em 3M. Quanto muito se até aumentassemos o preço, pois há adeptos de outros clubes sejam nacionais ou internacionais que têm a BTV porque transmitia os jogos da Liga Inglesa... Não sei se receberiamos muito menos, mas receberiamos menos de certeza.

      Neste momento estavamos dependentes ano a ano das receitas. Agora temos um contrato onde mesmo que os Benfiquistas optem ser Inácios, ou ameaça acabar com a assinatura porque o clube não está bem, continuaremos sempre a receber o mesmo. Nesses contas não estão incluidas as receitas do canal em si, no entanto na conta estão incluidas os custos do canal. é possível que os 36M acabarão por ser mais, pois como disse o Benfica Eagle e bem quando era canal aberto tinhamos receitas de 5M e apesar de naquela altura ser exclusivo da MEO, teremos sempre algum de publicidade. Portanto a BTV terá custos na sua optica de 8M, mas quanto de receita? ou estou a ver mal ?

      No entanto também concordo que a longo prazo não me parece que seja um bom negócio. Veremos tudo dependerá de como o mercado evoluir.

      "O que LFV fez com este acordo foi retirar de cena qualquer candidatura à Presidência do Benfica.Ninguém vai querer ir sem puder negociar nada em 10 anos."

      Ou seja ninguem quer ser presidente do SL Benfica porque não pode negociar os direitos televisivos ? isso é patetice. Contudo concordo que retira qualquer hipotese a outro presidente de mudar de estrategia durante X anos.

      os direitos valem 27 milhões ? Optimo. Ou seja os nossos rivais que falam sempre em 80% do que nos ganhamos, nunca poderiam receber mais que 21,6M enquanto que nos continuariamos a receber 27M mais 9M dos direitos da BTV, ou seja cerca de 15M de diferença !

      Eu acho que mais que os 400M foi meter em cheque o proença e o oliveira.

      ps: gostaria de deixar os meus parabens a mais outra brilhante analise do Benfica Eagle. Parece-me uma analise bem realista e sensata. O Benfica Eagle continua a ser a razão de vir a este blogue, apesar de notar alguma diferença no discurso do Benfica by GB (até que enfim) para melhor, pois claro.

      Eliminar
    3. Adoro, não li o comentário todo mas achar que a BTV perde a liga inglesa e mantém a facturação através dos assinantes é pensar só em metade da questão, não?

      Eliminar
    4. Jorge Vieira, sim, perdendo a Liga Inglesa, é natural que a BTV perdesse adeptos de outros clubes por causa dessa situação. Se o efeito nas receitas seria superior aos 2,6M€/Ano é difícil de estimar.

      Eliminar
  15. Sou cliente da NOS, desde os tempos, caríssimos, de implantação da TV Cabo e assinante da Benfica TV, só porque sim, desde que se tornou canal premium. Nem a 'aparição' da Benfica TV me fez mudar para a MEO.Se a 'BTV' voltar a entrar no 'pacote' da Oliveirada, de imediato passo a poupar os 9,90 €/mês ... !

    Sinceramente não estou a ver a NOS a dispensar a 'presença' de muitos nós, os 300 ou 400 mil assinantes Benfiquistas espalhados por todas as plataformas e abdicar de 1 a 3 milhões/mês de receita bruta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A BTV em princípio será um canal gratuito, sem jogos do Benfica.

      Eliminar
    2. ... Com jogos do Benfica na Liga em diferido. Que pode não parecer mas é uma mais valia; eu por exemplo é dessa forma que vejo os jogos do Benfica na LC que não dão em sinal aberto:)

      Corrector automático.

      Eliminar
    3. Sim jogos na Liga em diferido após a meia-noite e o ARQUIVO continua a ser propriedade do Benfica.

      Eliminar
    4. Pois, lá irei poupar 9,90 €uritos/mês. É certinho e direitinho. A menos que me vendam todos os jogos do Glorioso, por este mesmo valor, ou acrescido até um máximo de 50%.

      Eliminar
  16. Benfica Eagle em grande como sempre, vamos ver como será daqui para a frente, se este negócio não será também o desfibrilhador que clubes em queda terão para se safarem de uma morte eminente! (sportiong,porto à cabeça)

    ResponderEliminar
  17. Sou cliente da NOS, desde os tempos, caríssimos, de implantação da TV Cabo e assinante da Benfica TV, só porque sim, desde que se tornou canal premium. Nem a 'aparição' da Benfica TV me fez mudar para a MEO.Se a 'BTV' voltar a entrar no 'pacote' da Oliveirada, de imediato passo a poupar os 9,90 €/mês ... e TV Ignácio ou petisco na Casa do Benfica (nos jogos fora)!

    Sinceramente não estou a ver a NOS a dispensar a 'presença' de muitos nós, os 300 ou 400 mil assinantes Benfiquistas espalhados por todas as plataformas e abdicar de 1 a 3 milhões/mês de receita bruta.

    Neste excelente negócio, só duas coisas me assustam ... os longuíssimos 10 anos e a possível e, para mim impensável, prossecução de L. F. Vieira à frente do futebol do S. L. e BENFICA.
    Num caso e noutro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço o comentário. Assistiremos aos próximos capítulos. Abraço

      Eliminar
  18. Adoro o Benfica11/12/15, 11:09

    Peço desculpa por alguns lapsos.

    É o que dá amar tanto o Benfica que estou a trabalhar e a escrever este comentário ao mesmo tempo.

    Bom Dia.

    Péssimo negócio para o nosso amado clube.

    Com este negócio a "10" anos o Benfica vai regredir anos em relação aos clubes internacionais e quiça nacionais.

    Quem vai acabar por beneficiar com este contrato será futuramente Porto e Sporting.

    Acreditando que os valores dos Rc do Benfica são valores reais o nosso clube tinha de receita da BTV 35 milhões de euros Brutos.

    No acordo com a Nos o Benfica no primeiro ano vai receber 36 milhões de euros brutos.

    Onde está o grande negócio?

    A BTV tinha gastos na ordem dos 12 milhões de euros actualmente , que no próximo ano desceriam para os 9 milhões, fruto da perda da Liga Inglesa.

    35-12= 23 este ano

    No próximo : 35-9= 26 milhões de euros liquidos.

    A nova " Benfica Tv" terá de gastos nos dois primeiros anos de sensivelmente 8 milhões de euros.

    36 - 8 = 28 milhões líquidos.

    Onde está o grande negócio???

    Analisando mais um pouco o acordo e terminando com o mito de grande negócio.

    36 milhões brutos dos quais 75% pertencem ao bolo das transmissões televisivas dos jogos do Benfica e 25% pelos direitos exclusivos da distribuição da BTV.

    Ou seja: Pelas transmissões televisivas o Benfica vai receber no próximo ano:

    27 milhões.

    Se mantivesse a BTV receberia 26 milhões.

    Volto a perguntar onde está o grande negócio?

    O grande negócio é receber no próximo ano um milhão de euros a mais??

    A Benfica Tv terá nos dois primeiros anos gastos de sensivelmente 8 milhões de euros, perdemos os direitos de distribuição dela por 10 anos por 9 milhões no primeiro ano.

    Onde está o grande negócio.

    No terceiro ano a BTV descerá os seus gastos para 6 a 5.5 milhões.

    Mesmo assim onde está o grande negócio?

    Já para não falar da questão do acordo ser de 10 anos que impossibilita qualquer futuro novo Presidente do Benfica de renegociar verbas televisivas no espaço tempo de 10 anos.Ou seja quem vier está de mãos e pernas atadas por 10 anos.Nada poderá fazer.

    O que LFV fez com este acordo foi retirar de cena qualquer candidatura à Presidência do Benfica.Ninguém vai querer ir sem puder negociar nada em 10 anos, ficando refém de acordos por uma década.

    Benfica Eagle mantém a sua opinião de Gestão Danosa por o acordo ter duração de 10 anos sem possibilidade do Benfica de 3 em 3 anos ter veto de impossibilitar a auto-renovação do mesmo?

    Não falando ainda que se o mercado das transmissões televisivas manter o seu ritmo normal de crescimento em 2026 valerá o dobro de hoje.

    Ou seja o Benfica poderia receber entre 65 milhões a 75 milhões brutos.

    No máximo com este acordo vai receber 30 milhões pelas transmissões televisivas e 10 milhões pela distribuição da Benfica Tv no total global de 40 milhões de euros brutos e 34.5 liquidos.40-5.5= 34.5.

    Onde está o grande negócio que a máquina de propaganda refere??

    Esta é a minha humilde opinião.

    Saudações Benfiquistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esqueces-te que os custos da BTV vão diminuir drasticamente...

      - Liga Inglesa vai à vida;

      - Passando a ser um canal aberto, seguramente vai vender a Liga Italiana e Francesa...

      - BTV 2 sendo assim também deve terminar;

      Ou seja passa a ter custos normais de televisão de clube (Dizem 5M€/Ano)

      Então:

      1º Ano 36-5 =31 (Neste primeiro ano poderá existir ainda custos com pessoal e outras coisas que vão desaparecer seguramente)

      10º Ano 44-5= 39

      Achas mal negócio?

      Eliminar
    2. Não faltam aí as receitas da BTV? Não serão as assinaturas mas, tal como nas origens da BenficaTV, as receitas deverão equiparar os custos.

      Eliminar
    3. Adoro o Benfica11/12/15, 11:50

      Bom Dia.

      Não acho mau , acho péssimo.

      Vamos perder competitividade e regredir em relação aos clubes internacionais e quiça nacionais (Sporting e Porto).

      Em 2026 com o crescimento normal do mercado audio-Visual das transmissões televisivas o Benfica poderia receber entre 65 milhões a 75 milhões de euros brutos.

      Com o contrato da Nos receberá no máximo 40 milhões brutos.

      Quanto a despesas da BTV.

      Nos próximos dois anos terá de gastos 8 milhões de euros.

      No terceiro ano descerá para 6 milhões a 5.5 milhões.

      Saudações Benfiquistas.

      Eliminar
    4. Achas mesmo que o Benfica poderia ter um crescimento exponencial dessa ordem? Que te leva a pensar isso?
      Achas que o nosso campeonato tem dimensão para esses crescimentos?

      Achas que o Sporting e Porto tem dimensão para contratos Milionários desta ordem?
      As receitas desses dois vão ser alavancadas à custa deste negócio, porque sozinhos nunca sairiam dos valores que tem actualmente...

      Os custos da BTV vão baixar drasticamente como já referi, e vão andar na ordem dos 5M€, mas o Sporting e Porto também tem custos com as suas TV's, a diferença é que a deles em principio não entra para o bolo dos Direitos Televisivos...

      Eliminar
    5. Adoro o Benfica11/12/15, 12:14

      Bom dia.

      Manjob não faltam aqui as receitas da Btv e passo a explicar.

      Acreditanto que nos Rc do Benfica são apresentados os valores reais a Benfica TV tinha 5M€ de receitas antes de ser canal pago e essa verba nunca foi classificada como "direitos televisivos" nos Rc.Basta analisar a época 2012/2013.

      Como tal para comparar o cenário Benfica TV "canal pago" e o cenário Jogos do Benfica na NOS, é preciso comparar os "actuais" 35M€/ano com os 36M€/no próximo ano e os "actuais" custos de 12€/ano com os "futuros" custos de 8€/ano nos próximos 2 anos, sendo que no terceiro ano da " Nova Btv" os custos descem para 6 a 5.5 milhões de euros ano.

      A publicidade da BTV e a publicidade estática no estádio são receitas que nunca foram contabilizadas nos Rc como receita da BTV.Infelizmente como nunca existiu muita transparência dessas receitas "São valores desconhecidos".

      Nada muda nesse aspecto.Essa receita permanece e não influencia o aumento da "margem líquida" nos cenários(BTV paga vs Benfica na NOS).

      Espero ter esclarecido.

      Saudações Benfiquistas.

      Eliminar
    6. Obrigado pelo esclarecimento. Mas se falarmos apenas da BTV, antes de ser premium, era voz corrente que as receitas equilibravam as despesas. Agora que vai deixar de ser premium novamente, não me parece que haja razão para que não volte a, pelo menos, equilibrar as despesas.

      Eliminar
  19. Adoro o Benfica11/12/15, 11:34

    Bom dia.

    O Benfica com este contrato nos próximos 10 anos perderá imensa competitividade internacional.Competitividade essa que nos últimos anos tem sido uma calamidade na Liga dos Campeões.

    Se mantiver a politica desportiva desastrosa implementada nestes 15 anos de LFV como senhor da pasta do futebol o cenário é ainda mais negro.

    Os títulos do Benfica não podem ser Rankings da Uefa ou contratos com a Nos.

    Os títulos do Benfica foram , são e sempre serão ganhar.

    Ou vamos começar a ir ao Marquês de Pombal festejar Rankings em vez de festejarmos troféus e campeonatos?É que só falta isso

    Algumas pessoas que se dizem Benfiquistas parece que se esqueceram disso.

    Infelizmente nos mandatos de LFV o pecúlio de títulos é diminutito e mediocre.Um clube com a grandeza do Benfica merece muito mais do que 4 campeonatos em 14 anos.Muito mais.

    P.S:Não concordo com o seu "Se o Benfica garantiu"

    Primeiro: No mundo real não podemos viver de " Ses"

    Segundo:Nada garante ao Benfica que os direitos televisivos de Porto e Sporting sejam garantidos pela Nos e não por outro player.

    Saudações Benfiquistas.

    ResponderEliminar
  20. caro BENFICA EAGLE....excelente trabalho....de certa forma acabas por esclarecer MILHARES DE BENFIQUISTAS,(e dares uma lição a muitos TINHOSOS JORNALISTAS, que RESSABIADOS E COM MUITA AZIA, trocam os BÊS, pelos VÊS na tentativa de confundirem)permite-me como opinião, Agora que a BENFICA TV "regressa" a casa, JÁ PODEMOS NO NOSSO CANAL ATACAR E DESMASCARAR TODOS OS FILHOS DA PUTA(desculpa a linguagem)QUE DIARIAMENTE ATACAM VIL E COBARDEMENTE O NOSSO GLORIOSO SPORT LISBOA E BENFICA.....abraço....Afonso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço o comentário e moderação quanto à linguagem ;)
      Abraço

      Eliminar
  21. É fantastico haver uma competição em Portugal com o naming duma Empresa que por sua vez se tornou no principal parceiro (se nao mesmo financiador) de um dos clubes que participa nessa mesma competição...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Here we go again :)

      O Contrato do Benfica com a NOS ainda está atravessado a muitos Anti-Benfica :)

      Eliminar
  22. Benfica Eagle diz me so uma coisa , a parte do Sporting se concretizar esse negócio que falam por ai , o Sporting deixa de ficar com a corda na garganta ? E que quero que eles desapareçam do mapa , venha o braga que já não se aguenta tanto inchaço e prepotencia deste gordo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Sporting tem receitas operacionais de 50M€/Ano.
      Se subir mais 5M€ a 10M€/Ano, em média, no próximo contrato de TV será só a partir de 2018, e será progressivo ao longo de 10 Anos, como acontece com o Benfica. Por isso, no máximo poderão subir uns 5M€/Ano em 2018.

      Eliminar
  23. Eram duas as minhas reservas em relação a este acordo. Uma, era a NOS e a Sport TV. Preferia a Altice porque não tem ligações à Sport TV. Contudo depois do que o Eagle explicou aqui e do que foi dito ontem na apresentação não me repugna que os jogos passem na Sport TV desde que se cumpram duas condições: o afastamento total do Oliveirinha da Sport TV e que os jornalistas dos jogos do Benfica sejam independentes (mesmo que sejam afectos ao Benfica). Porque não destacar o Hélder Conduto para esses jogos?
    A segunda reserva é a duração do contrato. E aqui mantenho essa reserva. Dez anos é demasiado tempo. O próprio DSO admitiu esse risco. Claro, daqui a 6 a 8 anos, se o contrato não satisfizer o Benfica, poderá sempre o Benfica propor a renegociação do contrato. E estará em posição de força porque a NOS vai querer manter boas relações com o Benfica sob pena de a SAD não aceitar a negociação de novo contrato ao fim dos 10 anos. Se assim for os interesses do Benfica ficarão salvaguardados.
    Esperemos pelos próximos desenvolvimentos.
    E que LFV não se esqueça que o principal "negócio" do Benfica é o futebol. Concordo totalmente com o abatimento do passivo mas não há mais razões para o Benfica não ter uma GRANDE equipa de futebol que domine o futebol em Portugal e que se bata de igual para igual com qualquer equipa europeia e mundial. Sei que há muitas equipas europeias com orçamentos muito superiores ao do Benfica. Mas orçamentos não ganham campeonatos e poucas equipas têm as condições de trabalho e de apoio dos sócios e adeptos do Benfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. F.L. Agradeço e concordo com o comentário. Abraço

      Eliminar
  24. Grande análise, grande post.

    Um bom negócio que permitirá renegociar a dívida e reduzir os pornográficos custos financeiros dos ultimos anos.

    Tudo Por Ti Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço o comentário.

      Não sou tão optimista como o Presidente do Benfica, quanto à "redução do Passivo".

      O Benfica vai ter menor necessidade de vender jogadores nas próximas épocas, caso os custos operacionais da SAD não aumentem a um nível superior aos proveitos operacionais, e se a Benfica SAD vender 70M€ a 80M€/Ano em jogadores, como aconteceu nos últimos 5 anos, então sim poderá ter lucros consideráveis todos os anos e depois dos lucros, sim poderá reduzir passivo.

      A frase de que o Passivo poderia ser reduzido a Zero, foi "populista" e pouco exequível.

      Eliminar
  25. sporting e porto nunca vão conseguir fazer um contrato semelhante, eles vão receber 20M/22M epoca , 200M/250M em 10 anos.... "Portugal é pequeno para a marca Benfica" #CarregaBenfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelos jogos em casa, acredito que será uma proposta do género, no entanto o Porto tem maior força negocial que o Sporting. Basta saber o que acontecerá também ao Porto Canal e Sporting TV.

      Eliminar
  26. Antiosssaurus Rex11/12/15, 13:16

    Atenção aos visionários, este momento concorrencial que deu azo a esta negociação a 10 anos foi uma oportunidade única e imperdível e que não se repetirá.

    Ou seja, no final do contrato ( onde por acaso receberemos já mais de 40 milhões anuais ) os valores serão ainda de excelência e a quem ainda não o entendeu, sugiro que escutem atentamente o disse o Presidente da NOS. Existia um acordo tácito e um equilíbrio entre o « Players » desta área, ele foi rompido e a NOS mexeu-se e provou o seu poderio. Reprovando a agressividade posta neste mercado a que é alheia... e por ela tudo voltará ao normal, subentendendo-se que depois de medirem as « pilinhas » os diversos Players enterrarão o machado de guerra e estabeleceram um novo pacto de não agressão com regras mais claras. O que naturalmente irá inviabilizar que futuramente haja novamente acordos inflacionados pela guerrilha da partilha de poderes!

    Resumindo, no fim do contrato a perspectiva mais previsível é que ele esteja plenamente adequado à realidade futura ou até acima do que deveria ser.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A 10 Anos é sempre difícil de prever algo.

      Basta que a ALTICE, ou outro player ganhem, por exemplo, a Champions League daqui a 2 anos e meio, para esse conteúdo viabilizarem um novo canal desportivo, e uma nova relação de forças volta a existir entre os 2 principais players. Acredito que a NOS vai querer fechar com o Porto no próximo 1 ano/2 anos, e o Sporting ficará com menor poder negocial.
      Se os jogos do Boavista foram mesmo adquiridos, falta saber o que acontecerá a esses jogos.

      Eliminar
  27. O negócio parece-me realmente interessante no contexto actual.
    Neste momento o DETERMINANTE é a introdução da racionalidade e profissionalismo na gestão desportiva. Aceitar erros e corrigi-los - o treinador e o futebol pobre - de forma a que finalmente se possa fazer algo de coerente e sustentável, muitos que como eu apesar dos activos, alertámos que o serviço da divida era incomportável, fomos gozados e neste meio tempo do goza práli goza praqui vendeu-se equipa e meia e tivemos que avançar para esta solução dos direitos que certamente implicará o despedimento de funcionários. Tenham as pessoas todas consciência que apoiar não é o caminho, o caminho é a inteligência e rigor, apoiar o que é de apoiar e criticar o que está objectivamente mal feito, porque num contexto desiquilibrado perdem os dirigentes (perdem credibilidade e uma empresa próspera, ficando gestores de um monstro desgovernado, UMA MAÇADA PARA TODOS!), os apoiantes funcionários porque podem perder os empregos e a situação laboral invejável, e perdemos nós que assistimos à degradação da competitividade desportiva da equipa.
    Peço a LFV que entregue o futebol a quem percebe e que se faça uma pausa negocial no que se refere às sinergias com empresários, sinergia é um eufemismo simpático ;)

    Todos, RIGOROSAMENTE TODOS ganham, até os empresários porque podem voltar a ter um parceiro de muitos ganhos daqui a 5 ou 6 anos, até lá podem ajudar nos negócios (tendo sempre uma margem de lucro válida mas não de usura), colocando-se estrategicamente para retirar dividendos quando o crescimento for acentuado...

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo menos existem negociações pelo naming e algo mais. Como tal espero que essa negociação avance pelos tais 10M€/Ano, durante 10 anos, e se confirme o negócio.

      Quanto à gestão desportiva, o desempenho interno tem de ser MUITO melhorado, e o futebol espectáculo é importante, principalmente nos jogos fora de casa, já que nos jogos em casa o Benfica até tem feito muitos golos.

      Eliminar
  28. Uma questão: a publicidade estática nos jogos em casa reverte para a NOS ou será o Benfica a deter esse direito.

    Desde já o meu agradecimento pelas constantes análises e informações que disponibiliza, até porque isto da bastante trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A publicidade estática no estádio da Luz é do Benfica, tal como a publicidade da Benfica TV.
      A 1) parcela (publicidade estática no estádio da Luz) estava inserida no anterior contrato com a Olivedesportos e desde então ficou sob gestão do Benfica. Não pode ser considerada como receita da BTV. Essa verba sempre existiu, mesmo não havendo BTV.
      A 2) parcela (publicidade na Benfica TV) sempre esteve a cargo do Benfica, e essa sim pode ser considerada receita adicional da BTV.

      Eliminar
  29. Caro Benfica Eagle desde já os parabéns pela excelente análise que faz tendo em conta os factos que se conhecem e são públicos desta nova parceria entre o Benfica e a NOS; que em muito é idêntica á minha a qual dei a conhecer aqui no NGB através dos vários comentários que nestes últimos tempos fui colocando por aqui.

    Inclusive tentei por mais de uma vez esclarecer um companheiro seu aqui do blogue para perca de poder e influência de Joaquim Oliveira em relação ao negócio dos direitos televisivos e consequentemente nas estruturas do futebol em Portugal.

    Para terminar, posso lhe dizer por informações que consegui obter através de fontes credíveis, que o valor base a receber pelo Benfica é de facto 400 milhões em 10 anos; mas a esse montante poderá somar e nunca diminuir, um valor significativo (não sei o valor) alicercado a partir de um número (tb não sei) de audiência que a futura Benfica TV obtiver.

    LR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LR, agradeço o comentário e a ser verdade o bónus pelas audiências da BTV, então será importante que chegue a 4 milhões de lares, e que não seja apenas exclusiva da NOS. Abraço

      Eliminar
  30. BENFIQUISTA DE GAIA11/12/15, 15:32

    SIMPLESMENTE INTERESSAN_TE..entao e assim 10 anos a 8M..a seguir 10anos a 40M..que engraçado ..de mim nao fazem eles de parvo..perguntando a uma crianca no 3 ano sobre estas contas..fica logo na ideia que a grande gamanço..e com razao...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não entendi o comentário e agradeço uma explicação mais completa e entendível.

      Eliminar
  31. Muito boa análise. Não concordo noe entanto que, ao dinheiro recebido da NOS se retire os custos da BTV para encontrar um valor líquido, a não ser que se defenda o fim da mesma. Porquê? Muito simples: 1. É que a Benfica TV iria existir sempre, portanto esses custos com a existência do canal não estão dependentes da venda, ou não, dos direitos dos jogos. 2. Mesmo gratuita, a BTV não tem apenas custos. Torna-se necessário contabilizar os proveitos de publicidade directa (anúncios na TV), e indirecta (publicidade estática nos pavilhões, patrocínios nas camisolas das modalidades, etc) que vão aumentar porque a Benfica TV passa de um universo máximo de 400 mil para quatro milhões de espectadores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É preciso comparar o Benfica (jogos + btv) na NOS com a Benfica TV premium.

      Ou seja,
      1) Receitas Totais com a NOS - custos Benfica TV gratuita.
      2) Receitas Totais com BTV premium - custos Benfica TV premium.

      Acho que isso é tão claro e fácil de perceber.
      Não entendo onde está a dúvida de alguns comentadores.

      Eliminar
  32. Benfica Eagle...gostava que me ilucidasses do seguinte,vivo no Canada e tenho a BTV atraves da Roger's TV pagando uma quantia por mes,ora depois deste negocio da BTV com a NOS achas que a BTV ou BenficaTV deixara de transmitir para este pais assim como para outros deste lado do atlantico?
    obrigado pela atencao
    AMM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse é um assunto que só a NOS poderá esclarecer, no entanto acho importante que os actuais distribuidores internacionais da BTV possam negociar também com a NOS.
      Acho que é de todo o interesse para a NOS continuar com as parcerias internacionais que o Benfica já tinha fechado nos últimos anos.

      Eliminar
  33. Viva!

    Não concordo com tanto amén e euforia... Nem vou comentar a chico espertice dos 10 anos! 10 anos nem duram muitos casamentos!!! ;)
    Também acho que não estamos a olhar para a negociata pelo prisma correcto!

    Primeiro os factos:
    - já há alguns anos que o futebol deixou de ser um produto televisivo "universal" - a partir do momento em que se deixou de ver jogos da liga em sinal aberto, os políticos/ reguladores aceitaram que o mercado televisivo do futebol nacional é um mercado "particular"
    - Portugal é o país "mais próspero" do mundo em termos de TV por subscrição... Somos o único país do mundo em que existem três redes de fibra óptica que cobrem uma vasta maioria da população e do PIB nacional!
    - este mercado tem apresentado um forte crescimento com as receitas totais (incluindo os serviços adjacentes dos pacotes) a alcançarem valores na ordem dos 2000 milhões anuais e 80% das familias. Estes 2000 milhões traduzem-se em cerca de 1000 milhões de EBITDA (fonte ANACOM e operadoras)
    - este crescimento tem ocorrido num contexto de forte concorrência entre os operadores (e acho que era a esta concorrência que o lagarto DSO se referia ontem) com a Vodafone a perpetuar a campanha dos 25€ por estarem muito abaixo da quota de mercado desejada. Nos e meo muito provavelmente teriam mantido os preços base nos 40-50€ para o triple play (ou seja sem serviços móveis) se não fosse a pressão da Vodafone. Ou seja, o mercado não chegaria a tantas casas, mas valeria ainda mais €€€!!!
    - o mercado de TV por subscrição é cada vez mais o principal pilar do mercado de entretenimento/ telecomunicações e tem um peso muito significativo na vida das pessoas e na economia
    - 88% dos portugueses tem interesse por futebol e 47% são do Benfica. (Fonte uefa). Está predominância de um clube não tem paralelo!

    Dito isto creio que o Benfica tinha muito mais a ganhar em manter os jogos na sua posse e negociar o exclusivo do canal com uma das redes de fibra.
    Ou seja, o Benfica deveria atacar o bolo dos 1000 milhões de EBITDA!!

    Se amanhã o Benfica dissesse aos portugueses e benfiquistas que a BenficaTV deixaria de ser canal premium, mas que passaria apenas a estar disponível na Vodafone, na telefónica ou numa liberty group (estou a excluir os incumbentes nos e meo que com os seus 40% de quota de mercado não teriam interesse neste jogo) tenho a certeza que pelo menos 20% do mercado se iria mover num curto espaço de tempo!

    20% serão 200 milhões de EBITDA... Se o acordo fosse joint venture 50-50, estaríamos a falar de 100 milhões para o SLB!!

    É verdade que Portugal não é Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha ou França...
    Mas também é verdade que em mais nenhum país existem três redes de fibra óptica desesperadas por ter clientes que as rentabilizem...
    E também é verdade que em mais nenhum país existe um clube que gere tanta paixão e que tenha tanta "quota de mercado"!

    Estarei a pensar mal??

    Desculpem o "testamento", mas acho que os consensos estúpidos devem ser contrariados e as fragilidades de quem fez um acordo em desespero devem ser reveladas!! (sim porquê anunciar quando existem tantos "detalhes" em aberto e fazer uma sessao de imprensa 10 dias depois... Só para conter as ondas de choque da perda da premier?)

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Benfica Eh Nosso,

      Esses números não estão inteiramente correctos. Dos cerca de 5.000M€ de receitas do sector de telecomunicações em Portugal, cerca de 30% é que dizem respeito a pacotes que incluem subscrição de TV paga. É verdade que em 10 anos esse valor poderá duplicar. No entanto o EBITDA não pode ser analisado pelo bolo total, mas sim por 1.600M€ de receita, que poderão chegar quiça a 3.200M€.

      Ou seja, o EBITDA, relacionado com pacotes (com tv paga) rondará 30% disso, e talvez daqui a 10 anos chegue a 60% do bolo total, ou seja actualmente 300M€ de EBITDA e talvez 600M€ de EBITDA daqui a 10 anos.

      A questão é que para isso acontecer com BTV premium, o Benfica teria de aumentar as receitas pagas pelas operadoras para aceder ao canal, e não tanto as receitas de subscrição do canal. Haveria margem para ir buscar parte da margem das operadoras? Talvez, no entanto a BTV também dependia do acesso a todas as plataformas para ter viabilidade. Se ficasse apenas numa operadora (fora da NOS e MEO) ficaria fora de 90% dos lares portugueses, num primeiro momento, e isso tornaria inviável a rentabilidade do canal, nos primeiros anos.

      Eliminar
    2. O projecto btv premium morreu no dia que perdemos a distribuicao da champions na secretaria!!!

      Segundo a ANACOM até setembro desde ano as receitas com serviços de TV por subscrição somaram 1235 milhões de euros (87% através de serviços por pacote) - um crescimento de 27%. Anualizando este número chegaríamos a algo na ordem dos 1650 milhões para 2015.
      Com esta dinâmica os 2000 milhões estão para muito breve!!
      Em relação à margem EBITDA fui um pouco agressivo... Segundo o R&C da Nos nos primeiros 9 meses do ano o segmento residencial entregou uma margem EBITDA de 37,3%. Os últimos números disponíveis para o Meo tb são na ordem dos 40%. É verdade que estas margens baixam o valor do bolo de 1000 para 800 milhões, mas também é verdade que estes números estão muito condicionados pelo factor 25€ da Vodafone (que em teoria deveriam ser promocionais para angariar clientes, mas que se estão a banalizar - conheço muita gente que já vai na segunda fidelização a 25€!). Antes da Vodafone as margens EBITDA eram na ordem dos 50%...

      A rede de fibra com menor cobertura é a da vodafone, mas mesmo assim deverá atingir os 2,5 milhões de lares (ie 60% das famílias e mais de 80% do pib) no início de 2016 segundo o seu CEO em Portugal.

      Ou seja, existem 3 potenciais redes de fibra para distribuir a BenficaTV em modo nao-premium e em "exclusivo", recebendo o Benfica um split do EBITDA gerado por essa quota de mercado!

      Obviamente teria que haver um período de transição de 2 anos devido aos contratos de fidelização (2 anos é um quinto de 10 anos, penso eu). As zonas remotas e rurais sem acesso a fibra poderiam sempre recorrer a um streaming pay-per-view... Dado serem zonas menos povoadas não passariam pela experiência de ter o vizinho a celebrar um golo do glorioso com 1 minuto de antecedência... ;)

      A BenficaTV poderia continuar a ser premium para a distribuição internacional, mas também nas outras redes de fibra nacionais, mas a um preço proibitivo para empurrar os interessados para a "plataforma amiga"...

      Este modelo parece-me muitíssimo superior!!! (Mas exige tomates o que é algo em vias de extinção numa equipa de assalariados e de portadores interesses pouco transparentes que parece querer-se perpetuar)

      Abraço

      Eliminar
    3. Oops parece que tive razão!!! Se calhar os 100 milhões de que falei não estão assim tão longe da valor justo...
      O negócio é mau nos moldes, duração e valores!
      A parte positiva é que com base na decisão da Autoridade da Concorrência em relação à duração deste tipo de contratos muito provavelmente conseguiremos que este termine ao fim de 3 anos... Mas para isso há que correr com o Vieira e a sua pandilha!

      Eliminar
  34. Águia Preocupada11/12/15, 17:24

    Para mim, tudo isto é muito duvidoso. Até porque já aqui escrevi, não acredito no Vieira.PONTO! Mas parece que sou só eu e mais um ou dois...
    Assim sendo, além da dúvida, tenho muita, mesmo muita tristeza. Porquê? Porque, sendo o homem o supra sumo e verdadeiro como muitos por aqui apregoam e as provas da sua veracidade são inequívocas, (risos) vou ter que o gramar por muitos mais anos, quiçá até ao fim dos meus dias... Sim, o homem está agarrado à sua cadeirinha de sonho e se, como disse e se disse é verdade claro, quem lhe suceder vai encontrar um passivo residual,é correcto pensar que vai andar por aqui muitos anos... Sim porque o passivo não se paga em 10 anos... Triste sina a de um clube tão grande entregue a um oportunista mentiroso, vaidoso e vendedor de sonhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "a um oportunista mentiroso, vaidoso e vendedor de sonhos!"

      Está a referir-se a Vale e Azevedo ou ao Burro de Carvalho?

      Zuca

      Eliminar
  35. Muito bom Eagle. De um verdadeiro profissional.
    Mas e em relação ao 450 milhões da Altice? Pelas palavras do Domingos, deu-te a entender que realmente existiu tal proposta, ou foi mais uma notícia plantada no CM?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. jorgen80,não li nenhuma declaração sobre responsáveis do Benfica, relativamente a essa situação.
      O CM noticiou essa alegada proposta. Seria importante que existissem mais esclarecimentos sobre o assunto. Abraço

      Eliminar
  36. Quando faz as comparações dos valores desta proposta (27 + 9) com a proposta da Olivedesportos em 2013 (22,4 + 0) não se deveria acrescentar a proposta da Meo que foi recusada (0 + 7)?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Explique melhor esses (0 + 7) que foram recusados

      Eliminar
    2. Benfica Eagle,

      Segundo algumas informações que li, o Benfica teria recusado 22,4M da Olivedesportos pelos seus jogos e também 7M da Meo pela BTV.
      Segundo estes números teriamos de comparar 22,4 + 7 com 27 + 9, se quisermos estabelecer uma analogia entre o que se recusou em 2013 e o que se aceitou para 2016.

      Eliminar
    3. Daniel Oliveira. Está a confundir as coisas.

      O Benfica tinha um contrato com a PT/MEO que rondava os 6M€ a 7M€/Ano e já incluía a distribuição da Benfica TV + 2 namings das bancadas + publicidade da camisola.

      A Benfica TV começou como canal exclusivo da MEO nos primeiros anos.

      Eliminar
    4. Benfica Eagle,

      E em 2013 quando recusou os 22,4M pelos seus jogos também recusou 7M da Meo pela exclusividade, certo?

      Mesmo que não seja bem assim penso que não restam dúvidas que a curto prazo é um negócio financeiramente interessante mas não mais que isso.
      Não estamos perante nenhum "negócio das arábias" nem nenhum "negócio do século", como tanto se comunicou nos últimos dias.

      Eliminar
  37. Não tendo directamente a ver com este assunto... mas é uma duvida que tenho desde à algum tempo.

    Ora, tendo os jogos do Benfica B ficado fora deste negocio e estando a segunda liga a negociar os direitos de tv... as equipas B e nomeadamente o Benfica irão receber a sua parte ou serão excluidas de um possivel negocio?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se está a referir-se a esta notícia: http://www.record.xl.pt/futebol/football-leaks/detalhe/direitos-de-tv-da-segunda-liga-podem-render-24-milhoes.html

      Nada tem a ver com as equipas B's dos grandes, mas sim receitas para os clubes da 2ª divisão.

      Eliminar
    2. Por acaso nem tinha visto essa noticia... a minha duvida surgiu no momento em que foi dito que os jogos do Benfica B estariam fora do pacote e mais tarde aquando das noticias sobre o descontentamento do clubes mais pequenos (onde inclui a 2a liga) por não haver centralização

      Não teria o Benfica (e todos os outros com "b") também de receber uma parte como qualquer outro clube que integre a 2a liga?

      Eliminar
  38. Mais uma CATEDRA do Benfica Eagle. Está aqui tudo explicadinho, tim tim por tim tim.
    Se os nossos jogos forem para o canal do mamão chupista, quem lucra é o café do vizinho porque, Inácio também não quero ser.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viriato de Viseu, agradeço o comentário.
      Por isso é que os cafés já vão ter de pagar 50€/mês por cada TV com SportTV instalada :)
      Tem de haver pressão por parte dos Benfiquistas para que o Joaquim Oliveira deixe de ser accionista da SportTV. Da minha parte, enquanto ele for accionista (mesmo que minoritário) nunca irão ver 1 tostão!
      Abraço

      Eliminar
    2. Não tem que haver pressão nenhuma; basta que nenhum Benfiquista assine o canal enquanto J. Oliveira detiver acções do canal, quando digo nenhum, basta que os actuais assinantes da BTV, onde eu estou incluído não migrem para a Sport TV.

      Mas atenção eu como Benfiquista NUNCA fui e NUNCA serei assinante da Sport TV enquanto souber que JO faz parte daquele projecto, independentemente do preço a pagar.

      Mas como Português e consumidor se actual politica de preços da sport TV continuar o que sempre foi... UMA GRANDE CHULICE... com ou sem Joaquim Oliveira também NUNCA serei seu assinante.

      Como Benfiquista recuso-me a encher o cú a gulosos que tudo fizeram para prejudicar sempre o Benfica; mas como Português também me recuso encher o cú aos outro tipo de gulosos.

      João Neiva

      Eliminar
    3. FranciscoB12/12/15, 16:02

      E´evidente q, a sporcostv, tem de mudar...

      Eliminar
  39. Benfica receitas TV:

    2004 - 8 milhoes
    2014 - 17 milhoes
    2024 - 40 milhoes

    2004 - 2014 - aumento de 112%
    2014 - 2024 - aumento de 135%

    A benfica TV continua com custos para o benfica? Tb continua com proveitos.


    seitudo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em 2015 o Benfica teve 23M€ líquidos. É esse o valor que tem de ser comparado com 2026.
      Para ser o dobro, era necessário que o valor liquido fosse de 46M€, e se em 2026 o Benfica receber os 44M€-5M€ em 2026 isso representará 39M€ líquidos, menos do que os 46M€ que dobrariam o valor actual.

      Eliminar
    2. FranciscoB12/12/15, 16:00

      O risco de delação tb existe...

      Eliminar
  40. NauBenfica11/12/15, 19:38

    Criticarem (muitos benfiquistas) a Sporttv e serem seus assinantes, é o máximo! E tanto se me dá que agora se pintem de encarnado e que passem a ser isentos - no passado achincalharam e prejudicaram grandemente o meu clube, e isso, meus amigos, eu não lhes perdoarei.Jamais!
    O Jaquim e a Sporttv só terão o que os benfiquistas quiserem que tenham. De mim, vão ter RASPAS se cacete!
    Era importante que TODOS os benfiquistas manifestassem esta opinião, neste e em todos os fóruns de discussão em que participam, para que a NOS perceba com quem está a lidar e fique ciente de que os benfiquistas não gostam do Jaquim nem da Sporttv, pelo mal que fizeram ao nosso clube. Apostar neles para transmitir os nossos jogos, não vai dar, senhores acionistas da NOS!
    O engenheiro da NOS adiantou que a transmissão dos jogos na Benfica TV, sendo uma hipótese pouco provável, não estará totalmente posta de parte - a nossa opinião de benfiquistas contra a Sporttv pode contar para a decisão que mais nos convém (a transmissão manter-se na nossa TV). No que me diz respeito, se os jogos não passarem na Benfica TV, não pago NADA a NINGUÉM - contratarei a distribuidora que me faculte a NOSSA TV, de BORLA. Não vejo os jogos em direto? Eh, pá, alto lá!...

    Está mais que claro que este contrato é uma vitória (grande, muito grande, assim-assim, o tempo o dirá) do Benfica (e uma derrota do «querido» líder da Liga e da desejada centralização de Zbordas e corruptos, que se conluiaram na eleição do «querido» para nos comerem de cebolada) e que a criação da Benfica TV foi uma aposta estratégica de grande sucesso.
    Quanto ao mercado, a suposição de que possa crescer nos próximos 10 anos, a ponto de os dois rivais virem a receber mais do que o Benfica (ou sequer um valor próximo) pela venda da transmissão dos respetivos jogos, entra no domínio do «suponhamos» – estamos em Portugal, meus amigos. Ademais, nem sequer sabemos ao certo quantos anos terá esta ligação do Benfica à NOS (chegará aos 10? Hum...).

    ResponderEliminar
  41. " Da minha parte, enquanto ele for accionista (mesmo que minoritário) nunca irão ver 1 tostão!"
    Subscrevo completamente a análise feita ao contrato, sobretudo na parte que diz respeito ao nosso clube e concretamente nas áreas Benfica/canal e Benfica/adepto, e espero que haja bom senso da parte da NOS, para não ser "obrigado" a ir tasca mais próxima ou passar por "Inácio" porque o Jaquim não viu e nunca terá oportunidade de ver a cor do meu dinheirinho !

    ResponderEliminar
  42. Obrigado Benfica Eagle por responderes e por seres sempre tao acertivo e resumindo muito bem todo o trabalho que fazes. Eu espero que estejas errado apenas no que pensas que é mau negocio para o Benfica , mas quando es tu a falar , para mim ganhas sempre mais credibilidade seja bem ou mal e é isso que preocupa quando achas que algo nao está certo. Ja agora que eu nao percebo nada disso nao disseste algo que o Sporting todos os anos tinha q arranjar mais de 100 milhoes ou 10? por causa das VMoCs , e que ja tinhas falado disso o ano passado , e ninguem fala sobre essas VMOCS , seb em que eu nao percebo mesmo nada disso , mas ha alguma novidade ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca afirmei que era um mau negócio.

      Apenas referi que a 10 Anos, poderia ser um negócio melhor.
      Para 5 Anos (36M€/Ano a 40M€/Ano) é um bom valor.
      Nos últimos 5 Anos (40M€/Ano a 44M€/Ano) pode ser pouco.

      Quanto aos VMOC's, até Janeiro de 2016 o Sporting vai ter de arranjar a maioria dos 55M€ que têm de ser pagos à Banca.

      Eliminar
    2. Tens razão, mas era isso que queria dizer que podia vir a ser mau negocio no futuro por ser 10 anos. Entao e depois eles teem sempre que arranjar esse dinheiro todos os anos ? Correcto ? E so para terminar se nao arranjarem que acontece? E se acontecer o Sporting pode ganhar alguma coisa com isso . Mais uma vez obrigado

      Eliminar
  43. Há aqui muitas análises mal feitas, desculpem-me a honestidade.
    Por um lado o negócio é bom porque em apenas 3 anos de Benfica TV o Benfica fica a ganhar bastante mais, mas ninguém pensa que 3 anos depois o Benfica merecesse ficar a ganhar bastante mais ainda? Como é que é? Então como é possível pensar-se que 44 milhões daqui a 10 anos é bom quando a mesma lógica de crescimento seriam 44 milhões daqui a 3 anos e não 10?

    Depois dizem que o Benfica está limitado por causa da qualidade do campeonato português. Como é que é? Então não é para ver o Benfica que se está a fazer contrato? Como é possível pensar que os assinantes, sejam nacionais ou internacionais, estão preocupados se o Benfica vai jogar com o Tondela ou o Arouca? A malta quer é ver o Benfica a ganhar 3 pontos!

    Depois dizem que o negócio é bom porque o Benfica vai deixar de ter custos com a Premier League e as outras ligas. Como é que é? Então a Benfica TV perde "assets" e isso é uma coisa positiva? Mas como é possível pensar-se que estas ligas não dão lucro, cada uma delas? Se a Benfica TV perde 5 milhões em despesas é porque está a perder 5 + X% de margem de lucro por cada liga estrangeira! Porque cada liga atraía clientes, essa é que é essa. Tornava os 9,90€/mês mais apetecíveis, o que aumentava o número de subscritores, o que aumentava o lucro operacional. Perder ligas estrangeiras é perder dinheiro, tão simples quanto isto.
    É compensado adequadamente pela NOS? Não me parece.

    Numa altura em que há uma nova concorrência por direitos televisivos, fazer um contrato com a NOS por 10 anos sem direito a interrupção pelo próprio clube é a mesma coisa que dizer à Altice que vá bugiar que o Benfica não quer negociar com eles "nem que a vaca tussa"! Isto é extremamente hostil, e provavelmente terá o resultado da Altice ser bem mais generosa com os nossos rivais, pois rivais com mais dinheiro é a melhor forma de desvalorizar o investimento feito pela NOS.

    Isto cheira a conluio e tráfico de influência, até porque eu não percebo como é que a Autoridade da Concorrência limita os contratos a 3 anos, mas o Benfica pode ser obrigado a continuar num contrato se apenas uma das partes mostrar interesse? Como é que é? Mas querem fazer de nós parvos ou quê? Se os contratos são de 3 anos, então a cada 3 anos a Direcção do Benfica tem que poder quebrar o contrato, senão das duas uma: ou o contrato é ilegal, ou é a própria Direcção actual do Benfica que está a dizer à Altice "não nos chateiem por pelo menos 10 anos que nós pertencemos ao clube NOS".
    E isto só faz sentido se membros da Direcção do Benfica andarem a receber incentivos não declarados por debaixo da mesa.

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes