O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


O Benfica deve vender em Janeiro?

sábado, 27 de junho de 2015

Avatar

Títulos do Benfica nas principais modalidades, nos últimos 50 anos.

 ●  + 36 comentários  ● 
Títulos do Benfica nas principais modalidades, nos últimos 50 anos:

Fonte: Jornal de Notícias (27-06-2015)


60 títulos nas últimas 4 épocas, em 100 possíveis (a nível nacional)!
 
 
Nota: Provas Nacionais consideradas (25 por época)
Futebol (Campeonato, Taça, Taça da Liga, Supertaça)
Andebol (Campeonato, Taça, Supertaça)
Atletismo (Campeonato Nacional, Pista-Coberta, Corta-Mato, Estrada)
Basquetebol (Campeonato, Taça, Supertaça, Taça Hugo Santos, Taça António Pratas)
Futsal (Campeonato, Taça, Supertaça)
Hóquei (Campeonato, Taça, Supertaça)
Voleibol (Campeonato, Taça, Supertaça)

36 comentários via blogger

  1. outra vez o atletismo em pacote, esquecendo que não é uma modalidade como as outras.

    EMI

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOL deves ser dos que defendem a superpotência desportiva "Sporting" que até ganha o campeonato do berlinde e da carica :)))

      60 títulos em 100 possíveis!!!! BRUTAL!

      Contra factos nem há argumentos ;)

      Eliminar
    2. e pronto... tudo se resume a argumento estafado do sporting que ninguém falou. Nem sei porque razão escrevo aqui. Está tudo maravilhosamente bem.

      EMI

      Eliminar
    3. Não metemos o lançamento do disco nas contas como fizeram os do spotem...

      Eliminar
    4. EMI,

      Ja tou a ver q pra ti estava bem era em 1999/2000.........olha la donde vimos..........pelos vistos fazes parte dos esquecidos.

      Se nao queres contar o atletismo entao so perdemos em Andebol, faz as contas q quiseres, e dp diz la qts eram antes do LFV entrar, pq pra ti pelos vistos, agora é q ta mal.

      Zé Moina.

      Eliminar
  2. Manuel F. Almeida27/06/15, 21:38

    E ainda há quem duvide de Vieira. Deve ser a malta que aplaudiu 1999/2000 !!!

    BURROS!

    ResponderEliminar
  3. obviamente tudo mérito do grande JJ e do Maxi. Depois deles, só o apocalipse. BALELAS

    ResponderEliminar
  4. "A picture tells more than a thousand words"!

    ResponderEliminar
  5. sem dúvida fantástico, vale uma reeleição... TOTALMENTE!

    ResponderEliminar
  6. Falácias criadas pelos media medíocres de Portugal.

    Por exemplo em 1970/71 havia as seguintes competições:

    Futebol (Campeonato e Taça)
    Andebol (Campeonato) A Taça iniciou-se em 1971/72
    Atletismo (Campeonato Nacional Pista Ar Livre e CN Corta-Mato)
    Basquetebol (Campeonato e Taça)
    Hóquei (Campeonato) A Taça iniciou-se em 1975/76
    Voleibol (Campeonato e Taça)

    Comparar épocas com "densidades" diferenciadas é desonestidade intelectual (dos media)

    Comparar épocas com dez competições com outras com 25 (150 por cento) é obra!

    Alberto Miguéns

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade o que refere, e ao nível do futebol temos sido vítimas disso mesmo, quando tentam comparar os total de títulos do Porto (Com Supertaça) e os nossos (onde durante décadas não pudemos disputar Supertaças, mesmo tendo sido campeões).

      Atendendo a isso que refere, por isso mesmo preferi enfatizar os 60 títulos conquistados em 100 possíveis, nas últimas 4 épocas. 60% dos títulos conquistados é muito.

      Eliminar
    2. Não entendo o argumento da falácia. Ou então não saberá o que significa. Pouco ou nada interessa a quantidade de provas que existiam ou existem a nível nacional. Está-se a falar de valores nominais, valores reais, concretos..e não percentagens. É uma forma de olhar para os números como outra qualquer. Se calhar mais aldrabice seria dizer que se ganhou 75% das competições internacionais e só se tinha ganho 3, porque o total era 4. E o gráfico colocado no jornal ou comunicação social não está a fazer qualquer tipo de comparação, está a expor os resultados de cada ano e não a fazer comparação entre anos.

      Eliminar
    3. O que fazia sentido era terem colocado a percentagem de sucesso, mas isso dava muito trabalho...

      Ainda assim o gráfico é bastante revelador da realidade desportiva do clube no período 1990 - 2015.

      Cumprimentos.

      Eliminar
    4. Rui Dias, o Alberto Miguéns é um dos benfiquistas que mais sabe e percebe da história do Sport Lisboa e Benfica, e durante muito tempo explanou o seu conhecimento na Benfica TV.

      O comentário que o Alberto fez faz sentido. Se o Jornal de Notícias tivesse colocado as percentagens de conquistas face aos títulos disputados em cada época, seria uma mais-valia para a análise.

      No entanto lanço esse desafio ao Alberto Miguéns para melhor essa análise e a poder apresentar no seu blog.

      Abraços

      Eliminar
    5. Eagle, Alberto, nunca pus em causa o benfiquismo ou sabedoria sobre a realidade do clube de quem quer que seja. Apenas acho que chamar desonestidade intelectual a um trabalho apenas porque se acha que poderia estar mais completo ou melhor, não sabendo por exemplo se haveria possibilidade editorial para o melhorar ou apresentar mais completo...isso sim é obra.

      É apenas uma exposição do número de títulos de forma global.
      Um exemplo disso mesmo são os melhores marcadores de sempre. Será que a lista de melhores marcadores de sempre dos clubes ou competições é uma desonestidade intelectual ser mostrada? Porque os jogadores faziam muito menos jogos na década de 60 do que hoje em dia? Será que é desonestidade intelectual mostrar quantas vezes a selecção portuguesa foi a Europeus e Mundiais antes de 2000 e quantas vezes foi depois? Porque o número de selecções a entrar nos Mundiais e Europeus é muito superior agora do que era?

      Não me parece que desonestidade intelectual seja isso. É apenas uma forma de expor os números, não me parece que tenha tido qualquer intenção de manipulação.

      Abraço benfiquista

      Eliminar
    6. Caro,

      Claro que é uma falácia. Os gráficos de barras comparam todas as barras que estão no gráfico. Como não são valores relativos mas absolutos comparam-se todas as barras no período de tempo colocado no gráfico. É matéria do programa de Matemática do 8.º ano de escolaridade. Ou era que os programas estão sempre a mudar. O que acontece é que o universo da amostra não é constante, é variável. Por isso aquele tipo de gráfico induz em erro. É falacioso. Quem não perceber que em 1970 apenas se podiam conquistar dez competições (seria 100 por cento) e em 2015 são 25 (as "mesmas" 10 seriam 40 por cento) não usufrui do gráfico que é um modelo para simplificar informação complexa. Assim desvirtua.

      Vamos ao que interessa. 2014/15 (76 por cento: 19 em 25) foi a melhor temporada de um clube em Portugal, mas 1980/81 também foi excelente com 8 em 13 (61,54 por cento) incluindo o pleno - três troféus - no Futebol treinado por Baroti.

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    7. Quando o Miguéns fala, não é uma "fala" qualquer mas sim...CÁTEDRA !!!

      Eliminar
    8. Boas tardes,

      Isso seria tudo muito bonito se estivéssemos a informar pessoas com qualificações para saber o que é uma percentagem. Por exemplo. Dei explicações de matemática a vários anos de escolaridade e nem mesmo os jovens mais qualificados muitos vezes sabem calcular um desconto. As pessoas gostam de saber quantos títulos o clube ganhou por época, e é isso mesmo que o gráfico apresenta e informa. Qualquer uma das possíveis exposições têm os seus pros e contras. Não há uma forma perfeita para se apresentar a informação. Dei o exemplo de 75% de 3 em 4...haverão muitos outros.

      O único ponto que quis focar foi na questão da falácia ou da desonestidade intelectual. Tendo um Mestrado na Área de Modelação Estatística e Análise de Dados parece-me uma adjectivação completamente desnecessária no caso que se apresenta. Até porque se só existissem 3 provas e o clube ganhasse as 3, teria 100% de vitórias e no entanto, para mim, seria muito menos impressionante do que estes 19 titulos em 25. Os valores absolutos são sempre importantes, e não vejo desonestidade intelectual na apresentação dos mesmos. Para mim 13 titulos em 25 (pouco mais do que 50%) será bem mais importante do que 6 ou 7 titulos em 10 possíveis.Os recursos que se tem de dispender para vencer o dobro de títulos é muito maior. Valores absolutos são importantes.

      Acho que o exemplo dos golos marcados em termos absolutos é um bom exemplo disso mesmo.

      Abraço

      Eliminar
    9. Concordo com o Rui Dias. A informação em termos absolutos aqui é relevante mas, na minha opinião, fica mais completa com a informação também dada em valores relativos (percentagem). Uma completa a outra dadas as diferenças temporais.
      Há muitos casos em que uma delas é desnecessária, "information overkill", mas não aqui.

      Eliminar
    10. Obviamente ninguém diria mal se complementassem a informação de valores absolutos com os valores relativos. Apenas achei exagerado a adjectivação tão negativa e algo destrutiva quanto a um trabalho que acaba por ter informação interessante. Eu, por exemplo, gostei da informação obtida pelo gráfico, não sabendo sequer se haveria alguma caixa de texto em que poderia tocar no assunto dos valores relativos.

      Abraço!

      Eliminar
  7. DEDICADO AO VENTO VERDE LUSITANO:

    VISTO NA NET:

    Irei processar pessoalmente os que agora me expulsaram e também os que tentaram prejudicar a minha imagem, pondo em causa os seis anos (1999/2003; 2011/2013) da minha vida que dediquei a tempo inteiro com prazer e sem contrapartidas ao Clube mas com sérios prejuízos profissionais e familiares.

    MAIS TRIBUNAL ?????

    ResponderEliminar
  8. Alex Silva28/06/15, 03:34

    Mais ums vez Benfica Eagle, já te perguntei antes, mas apagaste o meu comentário de forma covarde. Se tens tanta certeza naquilo que escreves então responde: qual é a semelhança entre o BES, o Lehman, o Madoff, o BPN e o BPN, entre outros?. Mas agora até te respondo. São R&C aldrabados. Vives num universo paralelo onde o Benfica é a única entidade onde não existem falcatruas?, cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. @ Alex : estás a confundir muita coisa diversa. Madoff não tem nada a ver com RC aldrabados, e outra fruta. Depois o sector financeiro , sobretudo o bancário e mais complexo e mais passível de se verificarem contas paralelas , que um sector como o industrial ou neste caso , do Benfica, que em termos de contabilidade é semelhante em termos de tratamento.

      Acresce que o Benfica foi o primeiro clube em Portugal a consolidar de forma total todo o perímetro do universo Benfica , ao contrário de outros clubes em Portugal. É difícil nos dias de hoje, ainda para mais no ambiente mais exigente que nunca em termos de financiamento , ter RC aldrabados como referes. Aliás , existe pouco incentivo para isso , mesmo para o clube. É uma engenharia demasiado complexa, e não sei se compensa assim tanto face ao risco, para o clube. O mais provável é que as contas do Benfica , e cada vez mais dos três grandes, correspondam efectivamente a realidade dos factos. aliás , qual é a razão para se pensar que existem falcatruas , se ainda por cima o Benfica tem o maior passivo dos tres grandes ? Outros esconderam e criaram engenharias para o fazer. Mas agora com faie play financeiro está tudo a mudar, e cada vez mais o interesse dos clubes e caírem na realidade.

      Eliminar
    2. dedicado ao Alex

      COMENTÁRIOS VISTOS NA NETE:

      "briolinhas
      27-06-2015 00:33
      Nunes, desculpa não desenhar, mas é q estou sem lápis de cõr. BONANÇA ECONOMICA SIM, clube que vive a dar calotes a todos com divida de+de 600 Milhões, de repente paga 6M anuais ao JJ, vai reformar estádio, construir pavilhão comprar jogadores famosos, convenhamos acertou o EURO MILHÕES, ou tem D BRANCA


      Perante estas informações privilegiadas, é possível afirmar que as empresas que fazem parte do Grupo Empresarial do Sporting, a 30 de Junho de 2013, apresentavam no seu total 577 Milhões de Passivo e apenas 299 Milhões de Activo.


      "O Sporting tem 300 milhões de passivo por reconhecer nas contas do clube. Em causa estão prejuízos não assumidos das empresas do grupo. Nas contas da SAD não há problemas mas, de acordo com o jornal Expresso, uma auditoria às contas individuais de 2012/2013 levanta reservas às contas do clube. Segundo o relatório dos auditores, se o Sporting tivesse reconhecido as perdas apuradas nas empresas subsidiárias, o clube teria capitais próprios ainda mais negativos." in RTP.


      A “bondade” da banca
      E a situação do Sporting só não é pior, graças ao que António Samagaio qualifica como a “bondade de algumas instituições financeiras portuguesas que dificilmente encontra paralelo em outras empresas portuguesas que apresentem dificuldades financeiras”. O professor do ISEG destaca que, ao abrigo do plano de reestruturação, o Sporting só pagará juros (de 4%) sobre 80 milhões de euros quando distribuir dividendos. “Atendendo ao valor acumulado das perdas de 207,7ME, não é expectável que nos próximos anos a Sporting SAD pague qualquer juro referente a 80ME. É pena que este modelo de financiamento não tenha sido adoptado pelo Governo português nas negociações com a troika em 2011”,

      "Não restam dúvidas de que, nesses 18 anos, o Sporting comprometeu drasticamente a imagem de um clube pujante e competitivo deixada por João Rocha, e não apenas no futebol. Em Dezembro de 1994 – uma das conclusões da auditoria – o património imobiliário do Sporting, sem contar com o valor de construção do Estádio antigo, foi avaliado em cerca de 55 M€ e a dívida financeira bancária estava fixada em 0,6M€; em Junho de 2013, excluindo o valor de construção do Estádio e da Academia, o património é "praticamente inexistente" e, nessa data, a dívida financeira bancária ascendia a 331M€.

      Parece claro que uma das causas principais para o desconchavo financeiro em que caiu o Sporting resultou do custo total das empreitadas relativas à construção do novo Estádio e dos seus desvios. Segundo a auditoria, há uma comunicação interna de Abril de 2000, da autoria de Diogo Gaspar Ferreira, segundo a qual o valor estimado era de 106 M€ e o valor executado foi de 170 M€, o que significa um desvio de 64 M€

      Eliminar
    3. Ética, 'fair play' Bruno e... Jesus
      Bruno de Carvalho contratou Jorge Jesus apesar de saber que Marco Silva é o treinador Sporting, clube que, neste momento, tem dois treinadores, um que vai entrar e outro que não saiu, dando-se o caso, como ontem explicou o presidente da Associação Nacional da classe, em declarações à Renascença, que, por imperativo regulamentar, enquanto Marco não sair, Jesus não pode entrar... pelo menos como treinador principal.
      Ao assumir o compromisso com Jesus, o presidente leonino sabia que tinha este nó por desatar e tem-no tentado à sua maneira: primeiro, esgrimiu o expediente de despedimento por justa causa, devido a uma troca de fatos; depois, provavelmente pouco entusiasmado com a argumentação jurídica, avançou para o mútuo acordo, sugerindo um pagamento em dinheiro que a outra parte até aceitaria desde que ficasse com o caminho livre para prosseguir a construção da sua carreira. Negativo, porém, dado o presidente leonino propor-se liquidar apenas o correspondente a um terço do resto do contrato e reclamar o direito de controlo sobre a vida de quem quer despedir, tendo José Pereira, rosto da ANTF, utilizado engraçada expressão metafórica para traduzir inusitado comportamento, que, objetivamente, não tem graça nenhuma...
      Ao assumir o compromisso com Bruno de Carvalho, Jorge Jesus sabia que Marco Silva era o treinador do Sporting e que ao aceitar substituí-lo estava a patrocinar uma relação nada saudável entre mestres do mesmo ofício. Sabia também que o assumiu sendo treinador do Benfica, que é quem lhe paga até 30 de junho, apesar de estar já a trabalhar no Sporting, de aí só poder ser apresentado em julho para tornear o «pressuposto legal».
      Jorge Jesus disse em tempos que o 'fair play' é uma treta. Sobre a ética não consta que tivesse dito alguma coisa, nem ele nem Bruno de Carvalho. Nem é preciso...

      Fernando Guerra, in jornal A Bola

      Eliminar
    4. dedicado ao Alex

      copiado da net:

      Sem medo o empresário de Jackson Martinez, o Brasileiro Luiz Henrique Pompeo, faz declarações bombásticas. Sem surpresa deixa muito claro, de forma indirecta, o que é o antro das pessoas que dirigem o FC Porto e ameaça Pinto da Costa,

      «Eu sei muito e vou falar se for necessário... Se me apertarem, se me provocarem eu vou dar nome aos Bois... Vou dizer tudo o que eu sei e não é pouco! Se tiver que falar acho que será benéfico para todos os adeptos do FC Porto. Que não sabem nem da metade.. metade? Metade seria muito, não sabem nem 10% do que é o FC Porto, mas eu sei.»

      Percebe-se nas entrelinhas que o FC Porto teria acordado com o empresário vender Jackson por um determinado valor, certamente bem abaixo dos 35M, com o objectivo de facilitar a compra do passe de Jackson pelo Atlético de Madrid. Deixou as partes chegarem a acordo, fazerem contrato, para agora a SAD portista e Pinto da Costa dar o dito pelo não dito e querer que o Atlético pague, os 35 milhões da cláusula de rescisão. Foi muita a contra informação sobre o que disse o empresário de Jackson e a venda ao Atlético de Madrid, na imprensa de aluguer nos últimos dias.
      Conclui falando da falta de carácter, de seriedade dos dirigentes do porto e o que representa o seu passado, o seu presente e o seu futuro, numa clara alusão a um mundo de batota e corrupção quiçá, aos muitos fundos desviados do Clube. Luiz Henrique Pompeo terá assistido a muita coisa em todos os contactos que manteve com o FC Porto. Irá mais alguém aparecer com um tiro na cabeça em pleno estádio do Dragão?

      Vender o seu melhor jogador há que ganhar algum (MUITO) por fora, só que desta vez, encontraram um empresário que não se vende e não está para dividir a massa!

      Antonio Tavares •
      Brancamp freire
      E máfia do porto essa a razão doe títulos a dois anos que estão a atravessar deserto e vai ser mais

      Victor Murtinheira •
      Escola D. António da costa
      e muito mais vem ai

      Viriato De Viseu Viriato •
      Era sempre em frente...sempre em frente...numa casa iluminada na Madalena!!!


      Filipe Carmo •
      Lisboa
      O que ele sabe é domínio público. Menos para quem o devia ser. As autoridades!

      Jj Oliveira •
      Trabalha na empresa J
      Então e porque não contar já tudo?

      • Pet Groomer na empresa
      ...nada de novo!

      Benficabook
      Mais um testemunho dos crimes perpetrados por esta gente que a justiça em Portugal, com todas as provas e mais algumas deixou vergonhosamente impune! Até a venderem o seu melhor jogador fazem batota..

      Eliminar
    5. Agradeço aos meus colegas moderadores que não aprovem comentários "cobardes" que apresentam acusações mentirosas sobre o Benfica:

      "Mas agora até te respondo. São R&C aldrabados. Vives num universo paralelo onde o Benfica é a única entidade onde não existem falcatruas?, "

      Comigo comentários deste género irão sempre para o "lixo".

      Eliminar
  9. Caríssimos,

    Alguém é um bom indicador e ainda mais se for complementado pela análise do Alberto Miguéns. Mas tenho uma questão para vos colocar a todos: Alguém por aqui tem a contabilidade dos títulos ganhos na última década (2004/05 a 2014/15) em todos os escalões?? Seria interessante também ter uma perspectiva das modalidades nesta matéria pq tem sido feito um bom trabalho nessa matéria além da Caixa Futebol. Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai ao blog do Miguéns falar com ele que te tira todas as dúvidas.

      Já convivi muitas vezes com o Miguéns e na realidade é um verdadeira enciclopédia Benfiquista.
      Por exemplo;
      Se lhe damos uma data qualquer, por exemplo 14 de Janeiro de 1965, se o Benfica jogou nesse dia, ou se ganhou algo nem que seja ao bilhar de três tabelas...ELE SABE!!!
      Mas sabe de cabeça...não consulta nada!!!

      Eliminar
  10. Em posts destes nem aparece metade dos comentadores... Nota se bem ao que vêm quando aparecem a pedir bombas e a comentar noticias dos jornais.
    Nuno

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não aparecem comentários porque os muitos infiltrados que aqui andam não têm capacidade de argumentação quando o assunto é títulos tal foi o arraso que levaram

      Eliminar
  11. Em relação ao post, não percebo o que faz nesta lista a Taça Hugo dos Santos e António Pratas, para mim isso não conta para nada-

    Depois estes gráficos estão cheios de competições que nem existiam como supertaças e taças da liga, além de que há modalidades que existem que não existiam e outras que existiam e já não existem ou o clube já não tem, como por exemplo o ciclismo, que passou a ser uma modalidade de marcas e não de clubes.

    Depois é necessário verificar o nível de investimento do Benfica e compara-lo com os outros, em Voleibol, Basquetebol e Hóquei não tem comparação, o nível de competitividade é de baixo nível, olhem para a quantidade de equipas que existia antes que podiam ganhar competições e olhem para o que se passa hoje.

    Depois nada disto tira mérito às conquistas, mas as mesmas devem ser vistas na realidade actual, e se muita gente fala em 2000, essas mesmas pessoas esquecem-se do que se passou dai até hoje, têm a memoria curta, mas as coisas mudam com relativa facilidade

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não percebo muito bem o argumento. Porque é que não se pode colocar modalidades com diferentes competições numa contabilidade de títulos?

      Hugo dos Santos é a Taça da Liga do Basquetebol. E a Taça António Pratas é uma competição com bastante prestigio e que as equipas encaram na pré-epoca com grande ambição.

      O ciclismo do Benfica é só responsável pelo melhor ciclista português da actualidade e um dos melhores de sempre do ciclismo português.

      O nivel de competitividade em Volei, Hóquei ou Basquetebol é baixo? Em Voleibol é tudo menos baixo. Em hóquei temos equipas quase todos os anos nas 4 melhores da europa. Somos o país a par da Espanha e Itália que mais qualidade e competitividade tem na Europa... temos só o melhor jogador da actualidade.... Não sei se tem realmente noção do que está a falar.

      O que se passou de 2000 até hoje foi uma mudança de gestão que nos permite encarar o futuro com muito mais confiança.

      Eliminar
  12. O Benfica acaba de se sagrar campeão nacional de atletismo de sub-23 masculinos e femininos. Por favor, tenham piedade de nós, acabem com isso! Já me sinto indisposto e enfatuado com tantos títulos!
    Obrigado JJ!

    ResponderEliminar
  13. NauBenfica28/06/15, 17:48

    Eis a razão da grande dor de cornos de que padecem os nossos inimigos! 60 títulos em 100, em 7 das principais modalidades, onde é que já viram isto? É obra, ó lagartada e adeptos da frutaria-cafetaria.
    BENFICA! BENFICA! BENFICA!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e a maior potência desportiva eheheheheheheheheh que todos os dias ganha alguma coisa eheheheheheheeh quantos títulos ganhou?????????????''

      atenção que há um título que ninguem lhes tira: o de campeões de casos em tribunal

      Eliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes