O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Qual vai ser o resultado do Derby?

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Avatar

O que os adeptos não vêem...

 ●  + 15 comentários  ● 

Nos bastidores do futebol português jogam-se cartadas decisivas para o futuro do actual "statu quo" e para o futuro dos "barões da bola", onde estão nomes como Joaquim Oliveira, Pinto da Costa, Lourenço Pinto, Fernando Gomes e Jorge Mendes - o que doravante passarei a apelidar de "G5" do futebol português.

Este contexto não se esgota na Liga Portuguesa. O G5 tem interesses em todos os campeonatos nacionais, desde o novo CNS até à I Divisão... com extensão à UEFA - já aqui vos referi o que, na minha opinião, é o posicionamento que Fernando Gomes e Pedro Proença procuram no contexto da "Europa do futebol" (O Proença saberá esperar pelo "MasterPlan"?).

Um funciona como principal fonte de receita dos clubes (e está em dificuldades financeiras), outro é o principal aglutinador dos beneficios e da sua distribuição em campo (e está numa situação de não poder perder o próximo campeonato seja de que fora for), outro é o elo de ligação entre as associações nacionais (e tem visto a sua capacidade de influência reduzir-se com as revisões estatutárias), outro é o testa de ferro dos anteriores nos orgãos de liderança do futebol (primeiro Liga, depois FPF) e porventura o único que ainda está em estado de graça e por fim o ultimo é, tal como o primeiro, uma importante fonte de receita e angariação de jogadores para os clubes que colaborarem com o Sistema.

Nada se faz sem dinheiro, percebe-se por isso a importância que tem o "ataque feroz" de Mário Figueiredo ao império dos direitos televisivos em Portugal. A alteração dos "poderes" em Portugal pode fazer "falir" toda a estratégia e afastar Fernando Gomes do "projecto Europeu à Durão Barroso", limitando os benefícios que podem dar aos "grupo/clubes dos amigos do G5" e com isso reduzindo fortemente a sua capacidade de influência e submissão a alinhar com as estratégias de liderança do futebol nacional em campo e fora dele e ainda reduzir a sua exposição à circulação de jogadores apenas porque interessam a determinadas pessoas, nomeadamente ao "todo poderoso".

Mário Figueiredo está ao ataque directamente ao coração do "G5"! Se vencer, irá mudar o futebol português para sempre e dará início à regeneração do futebol. Assistiremos à "fuga" ou à fuga (mesmo, sem aspas) de alguns dos responsáveis deste G5 não só do futebol como mesmo do país, antecipando que o "levantar do tapete" possa vir a mostrar o "lixo" que tem sido escondido.

Infelizmente, os clubes mais interessados na "limpeza do futebol", ou pelo menos que deveriam mesmo estar interessados (veremos se estão) parecem ser os testículos desta história... "Não atrapalham, mas também não entram", uma posição que tornou Portugal famoso na II Guerra Mundial.

Se correr bem, cá estarão para posar para a fotografia e recolher os louros juntamente com o herói da mudança. Se correr mal, assim como assim não estavam a apoiar, pelo que não lhes podem assacar responsabilidades. Posição cómoda, hein...

Nem apoiam, nem deixam de apoiar... andam por ali a ver o que dá, por vezes apoiando nos bastidores e não o fazendo publicamente... ou o contrário. Ainda nas últimas eleições da Liga ficaram famosos alguns telefonemas "de bastidores" a apelar ao voto dos Clubes em terminada candidatura que, depois, não era apoiada publicamente. Houve até quem não votasse em ninguém para poder dizer a todos que não apoiava o opositor.

Posição cómoda, como digo! Num momento em que, com sorte e muito engenho, pode dar-se a viragem do futebol português, exige-se mais de quem mais quer (será que quer?) mudar o futebol português e lutar pela verdade desportiva.

E quando falo e exigir mais não falo em alianças! NÃO! Impossível sentar à mesa com quem não tem os mesmos interesses, com quem não quer a verdade desportiva nem a seriedade e honestidade do futebol nacional. Essa ideia começou na pseudo-campanha eleitoral de José Eduardo Moniz, foi depois reforçada já em funções quando falou na normalização das relações com o FCPorto e culminou na penultima entrevista do Presidente a afirmar que seria o caminho a estabilização do futebol.

Pois claro... já todos sabemos quem sai a ganhar quando todos se juntam "pelo futebol português". Não é sequer preciso ir muito atrás na história.

Uma coisa é certa, os adeptos não vêem, mas os bastidores estão "a arder" e tudo pode mudar drasticamente, pode dar-se a queda de um regime com mais de 30 anos a prejudicar o futebol português... ou podem mudar algumas questões de fachada e manter-se tudo basicamente na mesma ou perto disso, deixando a ilusão de mudança.

Qual das vias acontecerá? Ninguém sabe, mas para ser a "queda de regime" é preciso que não deixem Mário Figueiredo a lutar sozinho e lhe dêem poder de fogo, é preciso dizer-lhe "I cover your back" e que ele sinta que não está a lutar por uma convicção dele, mas sim pelo um bem comum. Mas será que todos pensam assim?


15 comentários via blogger

  1. Portugal não entrou na WWI??...

    ResponderEliminar
  2. João Vilela05/09/14, 01:23

    Dar apoio a Mário Figueiredo? Será que li bem...

    ResponderEliminar
  3. Melhor deem apoio ao G5 aquele grupo sao todos uns bemfeitores pro futebol tuga.

    ResponderEliminar
  4. alguém disse:


    G5 Não, mas também, é isso sim o GC (Grupo Corrupto), do futeluso português.

    ResponderEliminar
  5. NauBenfica05/09/14, 09:16

    Esse G5 é uma autêntica coleção de víboras, de chacais, de abutres. Como é que os dois maiores clubes portugueses consentiram que estas ervas daninhas medrassem como medraram, a pontos de dominarem toda a quinta do futebol português?
    Esta luta solitária do Mário Figueiredo contra adversários tão poderosos, dá que pensar. O homem tem-nos lá no sítio! Será que luta apenas pelo conforto do tacho?
    Mário Figueiredo também não é nenhum santo, tem feito muita burrada, mas, nesta fase, talvez não fosse má ideia dar-lhe apoio.
    O bando dos cinco, um arzinho que os levasse para o Brasil ou para a Cochinchina, faria um belo serviço ao futebol à higiene pública nacionais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luta solitária? Mas alguém no seu perfeito juízo, e com dois dedos de testa, pensa que o Mário Figueiredo decidiu de sua livre iniciativa guerrear os poderes do futebol luso, qual um D. Quixote de la Mancha, sem ter por detrás apoios fortes? São mesmo muito ingénuos.
      E quem pensam que está por detrás do Mario Figueiredo, esse "Lobo solitário"?


      Eliminar
    2. Anónimo,
      com essa declaração, será melhor que nos elucides, em vez de perguntares - vá, vejam se acertam... quem é ?

      Eliminar
  6. Bom dia,
    Tenho lido varias vezes que o sistema, de mais de trinta anos, està prestes a falir de vez. Entretanto não se nota nada disso quando vemos o que continua a acontecer, a impunidade e ajudas de que continuam a usufruir certos clubes, dentro e fora dos campos. So gostava que me ajudassem a perceber, quais são os sinais que vos fazem acreditar no fim proximo do famoso sistema. Pois andamos jà hà muito tempo a acreditar nisso, mas infelizmente não vi esse dia chegar ainda. Agradeçia o esclarecimento.
    Cumprimentos
    Jonny Guedes

    ResponderEliminar
  7. O Mário Figueiredo já avançou para os tribunais, como eu atempadamente referi assim que a FPF resolveu revogar a sua eleição... agora só falta ver que juiz calha e que comarca... mas com recursos de parte a parte a liga fica em gerência do presidente cessante... agora quero ver até que ponto a FIFA vai ser ou não isenta e não ameaça da selecção de não participar na qualificação como fez em tempos por terem seguido os tribunais civis.
    Uma coisa é certa de moemnto apenas o SCP está apoiar e bem na minha opinião está mudança, pois para pior do que estes últimos 30 anos nunca será.
    Mas como é referido no post o problema aqui é os gulosos da politica os pulhas que destroem a vida de milhões de portugueses e os colocam a viver na miséria apenas para viverem vidas de lordes a mando dos senhores "europeus" e banqueiros a premiscuidade e a corrupção só são possível num estado de direito com politicos corruptos as leis existem mas são apenas aplicadas aos que não tem possibilidades economicas nem cartões do partido.
    Já segui para a politica mas é indissociavel do que se passa no futebol português.

    Ass: Madskinn

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens a certeza que é apenas o Sporting que está a apoiar o Mário Figueiredo? E aquele que despoletou o Apito Dourado está a fazer o quê, a coçar as costas? Muito ingénuos vocês são.

      Eliminar
    2. Eu não tenho a certeza, mas acho que o problema do recurso aos tribunais civis por parte da FIFA, é só no caso das Federações Nacionais, neste caso, a FPF. Não sei se sendo a Liga, a FIFA se vá meter ao barulho. Mas não tenho a certeza...

      Eliminar
  8. Mário Figueiredo tem vindo a enterrar a Liga. Daqui a pouco nem haverá dinheiro em caixa para nada.

    Já praticamente ninguém patrocina as competições da Liga.

    Nem sei como é que o Benfica apoia isto.

    ResponderEliminar
  9. BENFIQUISTA DE GAIA05/09/14, 10:42

    INFESLISMEN-TE O PRESIDENTE DO BENFICA ESTA NUMA POSIÇAO NEUTRAL MAS TODA A GENTE SABE PARA QUE LADO ELE TOMBA.......NOS BASTIDORES.........O MARIO FIGUEIREDO E UM HEROI.....

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes