As receitas do futebol europeu a crescerem. E de onde?
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quinta-feira, 13 de junho de 2013

As receitas do futebol europeu a crescerem. E de onde?

 ●  + Sem comentários  ● 
A Premier League é a competição de futebol de clubes que mais receitas gera e esse facto vai acentuar-se nos próximos anos. A conclusão está no relatório anual sobre as finanças e o futebol, elaborado pela Deloitte e revelado em junho deste ano.

De acordo com os números da consultora que há 20 anos estuda o fenómeno, as receitas do futebol europeu cresceram 11 por cento na época 2011/12 para 19,4 mil milhões de euros. As cinco maiores Ligas contribuíram com 48 por cento. Apesar da crise que atravessa o continente, conclui a Deloitte, o futebol continua a aguentar sem sinais evidentes de quebra.

Claro que nem mesmo os cinco grandes (Inglaterra, Alemanha, Espanha, Itália e França) são iguais.

No sumário do estudo, a Deloitte lembra que a Premier League está praticamente mil milhões de euros acima do segundo campeonato, a muito elogiada Bundesliga. As receitas dos clubes ingleses cresceram cerca de 16 por cento. A Bundelisga gerou mais 7 por cento de receitas, a Liga espanhola apenas mais três por cento, em Itália só um por cento e nove em França, valor influenciado pelo fenómeno PSG.

O campeonato espanhol é flagrante exemplo de desequilíbrio, Barcelona e Real Madrid geram 56 por cento das receitas totais da competição, cerca de mil milhões de euros. Tudo somado, os cinco campeonatos viram as receitas subir em relação a 2010/11.

Depois deles surgem Rússia (636 milhões de euros), Turquia (444 milhões) e Holanda (434 milhões). O segundo campeonato inglês é o sétimo maior na Europa, com receitas de 588 milhões, o que reforça a admiração pelo modelo de negócio construído em Inglaterra.

Mais dinheiro da TV, muito mais mesmo!

Se o futebol inglês é o que gera mais receitas, o alemão é o mais visto nos estádios e o mais equilibrado nas contas.

Cada jogo da Bundesliga foi visto, em média, por 44 mil espectadores. Na Premier League foram 36 mil. Em Espanha apenas 26 mil, em Itália 22 mil e em França só 18 mil. A média de presenças nas bancadas só melhorou na Alemanha e em Espanha.

O equilíbrio financeiro é medido sobretudo através da percentagem de receitas que é utilizada para pagar salários. Nesse capítulo a Bundesliga é exemplar, com o valor de 51 por cento. Seguem-se Espanha (60), Premier League (70), França (74) e Itália (75).

Pelo quinto ano consecutivo, lembra o estudo, só na Premier League e na Bundesliga se atingiu o lucro, antes de venda de jogadores e custos financeiros. Os resultados operacionais em muitos dos clubes das outras Ligas são negativos.

No próximo ano haverá mais dinheiro na Premier League e na Bundesliga. A época de 2013/14 será de grande crescimento nas receitas devido a novos acordos televisivos. Em Inglaterra os direitos foram vendidos por mais 60 por cento! Os direitos do campeonato para o resto do mundo também vão render cerca de 50 por cento mais. Na Bundesliga o aumento também rondará os 50 por cento. Se se repetirem tendências antigas em Inglaterra, cerca de 80 por cento desse valor irá para aos bolsos dos jogadores. Se os mecanismos de controlo financeiro, internos e da UEFA, funcionarem, os clubes poderão ver as contas melhorar. O tempo dirá, escreve-se no relatório.
in Maisfutebol


0 comentários blogger

Enviar um comentário

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares