Como vender melões I
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quarta-feira, 27 de junho de 2012

Como vender melões I

 ●  + 13 comentários  ● 

Portugal, 27 de Junho de 2012

Há pelo menos 8 anos que o FCP domina o panorama desportivo nacional no que respeita à venda de jogadores (agora também denominados “activos”) por valores acima das expectativas gerais, até dos próprios adeptos.

Poucos avançam com explicações para este sucesso, mas muitos rendem-se em elogios à organização portista. Estamos em Portugal, país de comentadores e não de fazedores, é normal.

Os mais “atrevidos” ainda vão dizendo que “o FCP sabe vender”, frase sem sentido se considerarmos que do outro lado deveria estar, um clube ou SAD que também devia saber comprar. Aparentemente não tem estado, na maior parte dos negócios.

Vejamos então outros lados deste sucesso, para tentar chegar a conclusões que permitam ao Benfica “copiar” o modelo, sempre e quando se justificar ou a oportunidade surgir.

O FCP vendeu, de 2004 para cá, Deco por 24 milhões ao Barcelona (comprando-lhes em troca Quaresma por 6 milhões), Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira e Bosingwa ao Chelsea respectivamente por 30, 20 e 20 milhões, Quaresma ao Inter por 24 milhões (comprando-lhes Pelé por 6 milhões), Raúl Meireles ao Liverpool por 14 milhões, Lisando Lopez e Cissohko ao Lyon por respectivamente, 23 e 15 milhões, Lucho Gonzalez ao Lyon por 18 milhões, Pepe ao Real Madrid por 30 milhões, Bruno Alves ao Zenit por 22 milhões, Falcao e Ruben Micael ao Atlético de Madrid por 40 e 5 milhões respectivamente. Tudo somado e descontando o investimento que a SAD FCP teve de fazer em compras associadas, venderam tudo grosso modo, por 273 milhões de euros. Em 8 anos.

Primeira conclusão: só as contratações pedidas pelo ex - treinador Mourinho renderam à FCP SAD um total de 118 milhões, ou seja, cerca de 43% do total das vendas! Cá está então uma primeira conclusão: ter “amigos” ex - funcionários, nos principais clubes europeus dá um enorme jeito. Copiar esta situação é contudo difícil para o Benfica, porque quem ganha os campeonatos é o FCP, e portanto até um Villas-Boas qualquer consegue adquirir curriculum, que lhe permite depois ser cobiçado por um grande clube europeu. Por azar, não aqueceu o lugar se não é possível que este defeso, o Givanildo (Hulk) estivesse de saída para lá, por mais umas dezenas de milhões.

Dos 13 jogadores acima listados, no mínimo 10 (77%) são representados por Jorge Mendes, o actual “dono” da Selecção Nacional, pois nem o seleccionador lhe escapa. Não tenho certezas quanto a Lizandro, Cissohko e Lucho. Daqui outra conclusão: para vender caro, os jogadores têm de ser representados por Jorge Mendes. Neste aspecto, já beneficiamos com este empresário (ligado ao FCP). Ajudou-nos a vender Di Maria, David Luiz e Fábio Coentrão, nos únicos negócios acima dos 30 milhões que a actual Direcção conseguiu fazer. 

De onde poderemos reter já outras conclusões indirectas: os méritos de Pinto da Costa e Filipe Vieira nestas transacções de milhões, como se pode constatar, são muito reduzidos. Deles, praticamente apenas conta a vontade de vender! O resto é feito por Jorge Mendes.

Mas como faz então Jorge Mendes para vender jogadores pelo preço que poucos conseguem vender? Penso que a sua estratégia vencedora assenta em dois vectores fundamentais: 1) paga uma comissão a quem compra, 2) comunicação social.

Relativamente ao ponto 1, obviamente nunca ninguém saberá se isto de facto acontece. Apenas poderemos estranhar muitas coisas como por exemplo, que Peter Kenyon, o dirigente do Chelsea que contratou vários jogadores ao FCP SAD através de Jorge Mendes, esteja hoje a trabalhar com... Jorge Mendes depois de despedido do Chelsea.
Quanto ao ponto 2, comunicação social, os factos falam por si. No próximo texto vou colar as noticias, rumores, alegados interesses de outros clubes na contratação de Bruno Alves, com datas, jornais, sítios onde foram publicadas e jornalistas que as subscrevem, para tirarmos a conclusão que se a comunicação social não trabalha para Jorge Mendes, pelo menos parece que trabalha.

13 comentários blogger

  1. E quem compra as melões é o Jorge Mendes depois de consultar a sua cara-metade,que diga-se, tem cá uns melões de se lhe tirar o chapéu...
    Com a prática adquirida nos treinos domésticos, não admira que seja um hábil comprador :-)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não percebi a ironia, pois raramente brinco com coisas sérias. E o Benfica (e tudo que o rodeia) é para mim assunto muito sério. Os "melões" são comprados pelos clubes/SAD's que deixaram milhões na FCP SAD. Por melão, deve ser entendido qualquer jogador de qualidade mediana, que por força das vitórias (a maior parte aldrabadas pela arbitragem) no FCP, aumenta os seus níveis de confiança acreditando estar ao nível das vitorias conseguidas pelo colectivo do FCP, depois vai para outras equipas de topo, ou seja, com bons planteis, e por vezes até consegue triunfar. A boa comunicação social, não deixa cair os outros, como Deco, que foi uma nulidade no Barcelona, mas as noticias cá, davam sempre conta dos detalhes positivos. As noticias da tal comunicação social que o ajudou a vender ...

      Eliminar
    2. ..." Não percebi a ironia, pois raramente brinco com coisas sérias " ...

      Nada que me espante, pois quem define os "melões" tal como acabei de ler só pode ser mesmo quem costuma ver muito futebol mas é na televisão e na playstation !

      Já agora, cá por baixo aos tais " melões " costumamos chamar-lhes pezudos ou marretas ... Capice !

      Eliminar
    3. "Capice", é conversa de mafioso, e no Benfica não costumamos falar assim. Talvez aí no Porto.

      Por acaso o "melão", esteve ao seu nível e falhou o penalty ...

      Eliminar
    4. ... " "Capice", é conversa de mafioso, e no Benfica não costumamos falar assim. Talvez aí no Porto" ....

      Ah! ah! ah!

      "talvez aí no Porto"

      Ui,ui, de águia tens muito pouco; não é só escrever, é importante aprender as ler nas entrelinhas!

      Eliminar
  2. O senhor Vieira e respectiva direcção devem andar a pensar que vivemos em Marte. Fiquei hoje a saber os preços dos lugares cativos para a próxima época. Numa conjuntura economica como a que o país atravessa, o senhor Vieira achou por bem aumentar os preços dos cativos. O senhor Vieira parece não conhecer o perfil dos sócios do SLB; o senhor Vieira esquecer-se-à certamente dos muitos sócios que se deslocam propositadamente centenas de quilómetros para ver o Glorioso; o senhor Vieira vai ter muita gente a desistir dos lugares cativos. Se calhar, o aumento de preços (mais de 20%!!!!) até e propositado para que haja menos lugares cativos. Julgará, eventualmente, o senhor Vieira que assim disporá de mais lugares para poder aumentar os preços dos bilhetes dos jogos, na perspectiva de que esta época as coisas correrão bem para o clube e SAD. Doce enlevo, mas, porque o SLB está acima de tudo e todos, que na vertente desportiva não se engane. De facto, ao fim de tantos anos no poder, o senhor Vieira não conhece os sócios do Benfica (de Alvalade há um bom exemplo na gestão dos cativos e atracção de público).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Sr.º Vieira está a marimbar-se para os sócios. O Sr.º Vieira tem um problema gravíssimo para resolver, que são as dividas à Banca. Os juros são brutais (mais de 20 milhões esta época) e só me espanto que tanta e tanta gente de "topo", saiba que o endividamento nunca parou de aumentar, e não venham denunciar esta estratégia que arruína ou no mínimo, limita a liberdade de opções ao Benfica.

      Alguns vão ao ponto de recordar o estado em que encontrou o Benfica. Meu Deus, que otários ...

      A subida dos cativos, pode ter - como sugere - uma finalidade escondida, ou pode ser apenas a consequência dos custos financeiros do Benfica. Há que pagar o bonito estádio que alguns sócios quiseram construir, assente sobre promessas do Dr.º Vilarinho e deste mesmo Vieira, de que na pior das hipóteses o estádio estava pago em 12 anos, na melhor estava pago em 6 anos (LFV na SIC 2 dias antes da AG que aprovou a construção). Ora já passaram 9 anos e não se vislumbra o fim do pagamento da divida ao Banco.

      Ou seja, aquilo que disseram aos sócios de que o Estádio ia gerar negócios, até ver só tem gerado dinheiro para pagar aos Bancos ... para o Benfica, nickles ...

      Também há muito "melão" entre os associados do Benfica (sem ofensa para ninguém em particular) ...

      Eliminar
  3. E MENTIRA DAVID LUIZ NAO FOI VENDIDO PELO JORGE MENDES MAS SIM PELO SEU EMPRESARIO GULIANO BERTOLLUCI

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem a certeza? Um dia destes vou colar aqui as noticias da venda do David Luiz e se calhar você vai ficar surpreendido ... ele não é agente de David Luiz, mas ajudou na venda, foi o que eu disse.

      Eliminar
  4. Meus caro isso é pura especulação, e a ser verdade não passa de uma pratica de gestão! Não vamos alimentar mais especulações porque assim vamos é ajudar a vender jornais! Parem com isso e apoiem o grande glorioso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Leia a parte II e depois diga-me se é "prática de gestão". E de facto o que eu pretendo é mesmo isso: que as pessoas meditem mais quando compram jornais. Eu não compro há uma dúzia de anos. E recomendo.

      Eliminar
  5. Muito bom post! Concordo com tudo!
    Eu creio que Jorge Mendes é o melhor empresário que um clube pode ter, neste capitulo aplaudo o Benfica por se juntar ao seu rol de "clientes" penso que toda a gente tem a ganhar, quer na qualidade quer no retorno financeiro que justifica tal parceria! De todos os negócios de jogadores agênciados por JM não me lembro de grandes flops no Benfica, nem mesmo Roberto que a comunicação social fez questão de arrumar do Benfica!
    LFV deveria aprender com JM como se deve fazer uma boa negociação sem ter que comprar 7 ou 8 jogadores para comprar 1 ou até mesmo renovar com jogadores!
    Gostava muito que alguém aqui me diga quantos jogadores o Benfica contratou nestes últimos 3 anos é que são tantos que ja perdi as contas...!
    Quanto á estratégia da comunicação social que é utilizada, fiquei esclarecido quando ouvi António Oliveira contar uma história num jantar pago pelo Benfica (LFV) aquando um jogo contra o Liverpool, sobre a sua possível candidatura a presidente da liga...

    ResponderEliminar
  6. Convém referir que essas vendas foram de jogadores que venceram duas Ligas europa, uma Liga dos Campeões, pertenceram a uma selecção que foi finalista do Euro, passaram várias vezes a fase de grupos da Liga dos Campeões, vários campeonatos, ou seja, acho que ignorar que o sucesso desportivo é um factor importante é querer atirar areia para os olhos.

    Quanto ao Mourinho foi responsável pela aquisição de Di Maria e Coentrão e pelos vistos estará interessado em Witsel, o que a confirmar-se irá implicar que em 3 anos vendas superiores a 90 milhões de euros.

    Quanto ao Jorge Mendes, se representa bons jogadores, e origina bons negócios é natural que os clubes confiem nele quando apresenta jogadores.

    O único modelo a copiar é ganhar constantemente campeonatos e passar a fase de grupos da Liga dos Campeões.

    PS - O Ruben Micael não foi vendido por 5 milhões, o Falcão é que foi por 45. Os valores de venda são brutos, pois há muito que deduzir em prémios de assinatura, comissões e outros custos

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking