Explicação para as contas (34M€ negativos)
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Explicação para as contas (34M€ negativos)

 ●  + 1 comentário  ● 
NÃO! Não a vou dar! E não o faço por vários motivos, sendo o primeiro de todos a humildade de reconhecer que nem tenho os dados todos que considero fundamentias, nem tenho o conhecimento necessário para tal. Deixo isso para quem acredita ter ou tem os dados todos e acredita ou sabe mesmo analisar estas questões.

Muito se vai falar nos próximos dias e amanhã até será manchete para abafar os Corruptos do Porto não terem ganho ao Belem no DraGAY (sim, contra aquele clube que levou quatro do Benfica no Restelo, mas que só levaram 4 porque eram... fraquinhos). Os Corruptos só não perderam porque... o Belém não deixou!

Para os que se recordam das posições do GB nos últimos meses antes do Verão (e podem comprovar no "Dossier Benfica by GB", eu afirmava que era altura de esquecer a obsessão com as contas e avançar para o investimento com maior retorno: VENCER CAMPEONATOS!

Numa recente entrevista, Luis Filipe Vieira e Domingos Soares Oliveira afirmavam que as receitas de bilheteira tinham aumentado face ao período homólogo cerca de 30%.

Ora se aliarmos a isso uma política efectiva, que não tem havido, de contactar sócios não pagantes dos 200.000 (cerca de 30.000) - marketing directo - para recuperar esses sócios. Se juntarmos a isso a campanha que precisa ser intensificada para angariação de novos sócios. Se juntarmos a isso uma mais eficaz campanha de merchandising (Benfica Shirt Shape Disc foi uma boa iniciativa, mas peca por escassa e pouco divulgada) - onde recordo que as receitas são totalmente para o Benfica. Se juntarmos a isso campanhas para visitas ao Estádio, Centro de Estágio. Se juntarmos a isto acções de marketing com a presença dos jogadores. etc. etc. etc...

... Basicamente onde pretendo chegar é ao enorme potencial da "Onda Vermelha" em termos financeiros. É certo que em tempos foi fundamental descurar essa vertente em prol de outras prioridades. Mas agora é hora de "por a carne toda no assador" e gigantar o Benfica no campo, dando continuidade às políticas de inovação e empreendorismo já levadas a cabo no passado.

Em boa verdade, contrariamente aos demais clubes que já estão "espremidos até ao tutano", o Benfica tem uma larguíssima margem de progressão no que diz respeito a receitas adicionais e/ou incrementais.

Se esta época tiver continuidade até final e culminar com a vitória do Campeonato e com um percurso alargado na Liga Europa, haverá potencial para um incremento fortíssimo das receitas: 7 a 10M€ com a Liga Europa; 5 a 10M€ em Merchandizing; 22M Benfica Stars Fund; ao qual podemos juntar as receitas adicionais de bilheteira e quotizações. Só aqui está uma recuperação de mais de 40M€, o que supera em larga escala os 34M€ agora apresentados.

Juntem-lhes a venda de um ou dois jogadores por valores nunca inferiores a 25M€ cada um deles e chegamos a lucros na ordem dos 50M€ ou mesmo mais.

Recordo que o Sporting apresentou um defice de 12M€ (e não tem onde ir buscar mais receitas) e o FCPorto um lucro de apenas 5M€ (quando teve receitas de vendas de 63M€).

Estamos, portanto, perante um cenário de relativo controlo financeiro. E afirmo ser relativo porque está em larguíssima escala dependente do sucesso desportivo e dos investimentos externos (entidades ou pessoas externas ao clube que disponibilizaram recursos financeiros) e endividamentos na banca (como o recente empréstido de 38M€ ao BES).

Se por um lado o investimento externo e os empréstimos apresentam facilidade de cumprimento dessas obrigações, face às garantias (activos/jogadores) existentes no Clube, já a dependência (boa e recomendável) do Sucesso Desportivo obriga a não cometer erros do passado em matéria de organização do Clube.

Já aqui afirmei há dias, no tópico Coentrão Renova até 2015, que "a máquina começa a funcionar" no que diz respeito a algumas vertentes de gestão desportiva (investimento nos valores seguros, através de renovação de contratos antecipadamente é um exemplo) e de comunicação (na gestão das informações para a imprensa). É fundamental que isso ganhe uma dimensão ainda maior no que diz respeito à protecção dos jogadores e treinador, assim com relativamente ao controlo de todos os "movimentos" externos às linhas do jogo e controlo da actividade quotidiana dos activos do Clube.

As perspectivas, apesar das más línguas que não tardarão sobre este tema, acredito que poderemos estar perante boas notícias, mas reforço que é fundamental dar continuidade a questões como as enumeradas anteriormente (e outras que ficaram por referir).

PS- É com orgulho pessoal que vejo estarem a cumprir-se um conjunto de questões para as quais fui alertando num passado recente e que me valeram insultos, mentiras (até de fazer parte da lista do Bruno Carvalho me acusaram - LOOOL) e acusações totalmente infundadas por parte de elementos mais facciosos, ao ponto de essas acusações terem derivado em ameaças que comprovei serem reais (algo inaceitável e incompreensível face à nula importância que o GB tem perante a gigante dimensão do Benfica e dos benfiquistas).

1 comentários blogger

  1. Esses numeros não assustam.
    Se esta onda prosseguir na forma de um TSUNAMI, são apenas trocos!!!

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares