O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


O Benfica deve vender em Janeiro?

segunda-feira, 9 de março de 2015

Análise da arbitragem: Arouca-Benfica.

 ●  + 34 comentários  ● 

Análise realizada pelo ex-árbitro REBORN:

Min.7 - Golo de Iuri Medeiros. Boa decisão do árbitro assistente de Vasco Santos ao deixar prosseguir a partida, efectivamente Iuri Medeiros está atrás do penúltimo defensor do Benfica, na circunstância Eliseu (decisão correcta)

Min.21 - David Simão rasteira por trás e de forma imprudente Lima quando mesmo se esgueira para a zona central do terreno de jogo numa posição frontal à baliza de Goicochea. O toque de Simão na perna direita de Lima é bem visivel, pelo que a amostragem do cartão amarelo por parte de Vasco Santos se mostrou correcta. (decisão correcta)

Min.28 - Na sequência do lance que termina com um remate de Sálvio à barra da baliza arouquense, algumas circunstâncias terão de ser analisadas. Primeiro que tudo, Luisão não comete falta sobre nenhum adversário, ganhando apenas posição através de uma impulsão vertical, tocando inclusivamente num seu companheiro. Num segundo ponto, a posição de Sálvio. A linha traçada pela Sportv é deficiente e não está colocada no ponto exacto, no mínimo, Sálvio encontra-se em linha com o penúltimo defensor da equipa adversária. O auxiliar e bem, deixou prosseguir o jogo, pois em caso de dúvida deve beneficiar-se a equipa atacante. Alguns arouquenses protestaram sobre o controlo com a mão por parte de Sálvio antes do remate. Após o visionamento do lance, as imagens são inconclusivas, pelo que o beneficio da dúvida deverá ser dado ao arbitro. (as 3 decisões correctas)

Min.37 - Quando Jonas se preparava para sair para um contra-ataque rápido, numa situação de 5 para 4 da equipa do Benfica, junto à linha de meio campo, o jogador arouquense Artur, cometendo as tão badaladas faltas estratégias, agarra de forma ostensiva o avançado brasileiro, cortando assim um ataque prometedor da equipa encarnada. O árbitro esteve bem na punição técnica, mas impunha-se a amostragem de um cartão amarelo que viria a ter implicações futuras (decisão parcialmente incorrecta)

Min.38 - Gaitan, após ter perdido uma bola junto á entrada da área arouquense, e numa clara situação de descontrolo emocional pela situação, de forma a descarregar um pouco o seu descolo, acaba por rasteirar por trás David Simão quando o mesmo saia já para uma situação de ataque do Arouca. O árbitro, que puniu, e bem, Simão por falta semelhante sobre Lima, errou ao não advertir o benfiquista nesta jogada, assinalando apenas livre directo. Assim, o seu critério fica afectado. (decisão parcialmente incorrecta)

Min.41 - Nelsinho é advertido por cortar um ataque prometedor do Benfica carregando Maxi pelas costas quando o mesmo se esgueirava numa jogada rápida pelo flanco direito do ataque encarnado em velocidade. Esteve bem tecnica e disciplinarmente o árbitro. (decisão correcta)

Min. 43 - Luisão é apanhado em posição irregular. Boa análise do árbitro assistente.(decisão correcta)

Min. 44 - Artur, ao ver Lima passar na sua frente para se desmarcar e receber a bola de um seu colega, preparando um ataque perigoso do Benfica, numa zona onde a bola inclusivamente não estava a ser disputada, acaba por agarrar o seu adversário, impedindo o mesmo de se desmarcar e prosseguir a jogada de forma normal. Vasco Santos interrompeu e bem o jogo, advertindo o infractor, e bem, pela sua falta. (decisão correcta). Contudo, e apesar de correcta, esta não deveria ter sido a primeira advertência de Artur, mas sim a sua expulsão por falta já referida ao minuto 37. Convém informar os menos conhecedores que, à luz dos regulamentos, o árbitro só seria penalizado se não tivesse advertido Artur no segundo lance, ao invés de no primeiro, porque existia a lei da causalidade de perceber se Artur cometeria a falta que lhe originou o primeiro cartão. Ainda assim, Artur, deveria por esta infracção ter sido expulso por acumulação de cartões.

Min.47 - ERRO GRAVE DE VASCO SANTOS. Já dentro da grande área arouquense, e quando se preparava para para a bola quando estava de costas para a baliza, Gaitan é carregado de forma imprudente por Diego. O lance é óbvio, sendo elucidativo que o defesa canário carrega com o seu corpo e a sua perna direita de forma bastante ostensiva o argentino, impedindo o mesmo de controlar a bola como se preparava para fazer. Faltas que muitas vezes são assinaladas a meio campo, e que desta vez, mesmo como o árbitro bem colocado e de frente para o lance passou em claro. (GRANDE PENALIDADE POR ASSINALAR FAVORAVEL AO BENFICA)

Min.52 - Talisca salta com Roberto na disputa de uma bola área acabando por utilizar o seu braço esquerdo de forma irregular, levando a que o mesmo impactasse na cara de Roberto que chegou inclusivamente a ser assistido. O árbitro nada assinalou, mas deveria. A acção de TaLisca foi faltosa, e seguindo o espírito da lei, por ter sido imprudente a sua utilização dos braços, deveria ter resultado numa advertência ao brasileiro. Vasco Santos nem técnica nem disciplinarmente agiu (decisão errada)

Min.55 - Golo de Lima. As imagens são claras. A bola transpõe claramente a linha de baliza. Excelente trabalho do arbitro assistente. (decisão correcta)

Min.58 - ERRO GRAVE DE VASCO SANTOS. Dentro da área de grande penalidade arouquense, Jonas, perto da linha final, ao tentar fazer uma finta sobre o lateral Balliu, levanta a bola, e vê-se impedido de passar pelo mesmo devido a um toque nítido do jogador canaário com o braço esquerdo na bola. Apesar da distância do arouquense para a bola ser curta,esta acção configura-se como irregular porque a posição do braço de Balliu não é natural, como se verifica pelas imagens, Balliu está inclusivamente a tocar com o seu braço no peito de Jonas, quando o mesmo deveria estar, no mínimo paralelo ao seu tronco, conribuindo desta forma para aumentar exponencialmente a amplitude de cobertura do seu corpo; ao fazê-lo, Balliu está nitidamente a tentar diminuir de forma irregular o espaço de passagem do brasileiro, o que conseguiu, pois acabou por evitar a passagem de Jonas e da bola. Além da grande penalidade que ficou por assinalar, ficou uma advertência por fazer.(GRANDE PENALIDADE POR ASSINALAR FAVORAVEL AO BENFICA)

Min 59. - ERRO GRAVE DE VASCO SANTOS. Artur, mais uma vez, entra de sola sobre Eliseu num lance junto à linha lateral. Apesar de ter tocado na bola, Artur coloca o seu pé de forma imprudente, levanto a biqueira da bota, expondo os pitons da sua bota a Eliseu, que naturalmente, e pela força da posição do pé de Artur, depois de rematar o esférico, impacta pé com pé. A lei é explicita nestas situações, e pela natureza imprudente da situação Artur deveria ter visto a segunda advertência e a consequente expulsão. (decisão errada, pois nem falta foi assinalada). Coincidência ou não, Artur sai por ordem de Pedro Emanuel 3 minutos depois.

PS: na primeira parte, jogada semelhante ocorreu com Nuno Coelho..contudo, nesta situação, apesar da entrada mais viril do arouquense, verifica-se que é Eliseu que tenta tirar partido da situação, mesmo quando é claro que se encontra a uma distância considerável do lance. Aqui, Eliseu, apesar de ver Artur tocar na bola, é também impactado pela entrada perigosa do seu adversário. Não houve apenas bola, houve também pé.

Min.61 - Ao tentar isolar-se, Lima é ostensivamente agarrado por Hugo Coelho do Arouca, o árbitro, de imediato interrompe o jogo, e bem, expulsa o jogador arouquense. Efectivamente, se a infracção não tivesse ocorrido, Lima teria caminho livre para a baliza do Arouca numa posição frontal, consubstanciando-se o lance numa clara ocasião de golo. Nas imagens televisivas importa esclarecer o seguinte. No momento em que Lima cai, verifica-se já a proximidade de dois defesas arouquenses, contudo, o que deve ser analisado à luz das leis de jogo é que se não tivesse existido o agarrão, que atrasou a movimentação de Lima, o mesmo teria ganho ou mantido no mínimo a vantagem posicional sobre esses mesmos adversários. Quando Lima é agarrado, durante uma fracção de segundos, essa fracção temporal provoca a aproximação dos defesas que estão em primeira instância mais longe do lance, e leva a crer que os jogadores estão mais perto do que na realidade se encontram. Nesta circunstância, Vasco Santos agiu em conformidade, e tem a lei do seu lado para a solidificar. Decisão dificil, mas correcta. (decisão correcta)

Min.68 - Jonas é bem advertido ao cortar um ataque prometedor do Arouca fazendo falta sobre David Simão. Amarelo bem mostrado, pois Jonas apenas quis usar a vantagem táctica de parar o lance. Vaqsco Santos, desta vez, esteve correcto na admoestação, contudo falhou largamente o seu critério, pois na primeira parte em lance em tudo semelhante não puniu Artur do Arouca. (decisão correcta mas com falha de critério)

Min.75 - Decisão excelente do árbitro assistente ao não assinalar qualquer fora de jogo no 1-3 de Lima. Após passe de Eliseu, Lima está bem antes do penultimo defesa arouquense. (decisão correcta)

Min.85 - Talisca trava com uma carga pela costas uma ataque prometedor do Arouca que ia a ser conduzido por Kayembe quando poucas ou nenhumas possibilidades tinha de disputar o lance. Decisão correcta de Vasco Santos, que contudo enferma do mesmo erro da segunda situação de Artur do Arouca. Talisca deveria neste lance ter visto o seu segundo cartão amarelo, e não o primeiro (falta acima desrrita sobre Artur). Tal não alteraria o desfecho do seu impedimento de jogar na próxima jornada, mas deveria ter colocado o Benfica a jogar com 10 nos ultimos 4 minutos. 

Min.93 - Fora de jogo bem assinalado a Roberto.(decisão correcta)

SUMARIO
Arbitragem bipolar de Vasco Santos com graves erros a nivel disciplinar e técnico. Duas grandes penalidades por assinalar favoráveis ao Benfica, e uma expulsão por fazer para cada um das equipas. Quanto aos árbitros assistentes, Sérgio Jesus teve uma ação exemplar, tanto no golo de Iuri como na situação de Lima no 1-2 e no 1-3. Alexandre Freitas podia e devia ter feito mais no lance de Artur sobre Eliseu.

34 comentários via blogger

  1. Uma pequena dúvida que coloco ao ex-arbitro REBORN:
    Afirma que, e passo a citar: "O auxiliar e bem, deixou prosseguir o jogo, pois em caso de dúvida deve beneficiar-se a equipa atacante."
    A minha questao é: Em que situacoes, se é que as há (lol), o arbitro, em caso de dúvida, assinala o quer que seja?
    Obrigado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagine que a bola sai pela linha de fundo e fica a duvida se é pontapé de baliza ou canto. A regra diz que em caso de duvida se deve beneficiar o ataque, logo marca-se canto.

      Espero te-lo esclarecido.

      Pedro

      Eliminar
    2. Boas..em boa verdade dentro de um ampo de futebol nunca existe dúvida, ou se vê ou não se vê. Ponto final..a lei escreve algo que na prática não existe...quanto ao Pedro..uma correcção..nesse caso passa-se precisamente o contrário..em caso de dúvida em cantos ou pontapes de baliza, assinala-se a favor da equipa que defende..em caso de duvida nos lançamentos laterais assinala-se a contra a ultima equipa cujo ultimo jogador que tocou na bola esteva claramente identificado.

      Reborn

      Eliminar
    3. Caro Pedro,

      Obrigado pela resposta. No entanto, deixe-me demonstrar alguma perplexidade com a mesma. Pode indicar-me onde está escrito essa regra?
      Eu pensava que a única situacao em que se beneficia alguém é quando a bola sai pela linha lateral/final e nesse caso a bola é de quem defende(!).
      Obrigado.

      Eliminar
    4. Apenas uma correção a qual ja respondi quantos aos lançamentos laterais! Outra das situações especificas diz respeito à bola que sai por cima da bandeirola de canto. Se for impulsionado pelo defesa, é lançamento lateral, se for impulsionado pelo atacante, é pontapé de baliza!

      Eliminar
    5. Caro Reborn,

      Muito grato pela sua participação informada neste blogue, acerca de uma temática sempre controversa. O seu contributo é ainda mais importante perante a campanha do "colinho" que se tem desenvolvido contra o Sport Lisboa e Benfica.

      Já agora, permita-me que brinque um pouco:

      Durante os últimos 33 anos, a regra dizia que se a bola sair por cima da bandeirola de canto, é sempre penalty para o Futebol Clube do Porto. Será que mudou entretanto? :)

      Saudações Benfiquistas,
      Isaías

      Eliminar
    6. Caro Isaías...parece que sim..que mudou :)
      Durante vários anos as arbitragens foram realmente más, muito piores do que são hoje em dia..mas este é e será sempre um meio onde se joga com seres humanos. Não meterei nunca as mãos no fogo por um colega, como sei que nunca nenhuma colega as meteu por mim. Se imagina que é um meio sujo, eu posso-lhe dizer que é mais sujo do que o que pensa...e por vezes nem está relacionado com os próprios clubes mas sim com interesses pessoais. Os árbitros são bem pagos, e hoje em dia, com a situação económica vigente, é um dinheiro que muitas das vezes deixa de ser extra, para passar a ser o primário! Acredito que a esmagadora maioria falhe porque é isso que temos mais certo..errar...mas não lhe consigo por corporativismo dizer que se falhe sempre por má visão dos lances...quando duas equipas combinam jogos, não é preciso existirem 22 jogadores preparados para isso...quando um se decidem campeonatos também não se torna necessário que todos os árbitros estejam envolvidos..bastam 1 ou 2...as escutas foram bem elucidativas do que se passava..e quando alguém neste mundo quer evoluir de outra forma, vê muitas vezes o caminho truncado.
      Em todos os jogos os árbitros falham diversas vezes a favor ou contra uma equipa...o problema acontece quando se falha grosseiramente mais contra uma delas.
      Pode não ser politicamente correcto o que vou dizer, por ser e estarmos num espaço benfiquista..mas este fim de semana, apesar de tudo o que rodeou aquele lance, e de todas e mais algumas desconfianças sobre Jorge Sousa, o Porto venceu mais porque o Braga assim o permitiu, do que pela arbitragem. O Benfica também venceu, e mesmo assim foi a equipa mais prejudicada no jogo. O facto de se ganhar muitas vezes retira o foco sobre os erros...muitos falarão na expulsão e Hugo Coelho, esquecendo que Artur já deveria ter sido expulso duas vezes...mitos dirão que o digo porque estou num blog benfiquista...mas também afirmei que talvez o arbitro tenha errado ao não mostrar amarelo ao Gaitan e ao não ter expulso Talisca. Mas..de uma coisa não duvidemos, no final, quem vê, seja de que clube for, os lances de ontem, sabe que o Benfica foi mais prejudicado que o Arouca...não sei se daqui para a frente será sempre assim...aos meus olhos, o mais imparciais possiveis, foi o que me pareceu...não me escondo, e estarei sempre aqui para esclarecer qualquer lance que me questionem...se todos soubermos um pouco mais de arbitragem, ao menos saberemos que grande parte das coisas que dizem os comentadeiros não passem de assassinatos ao que as leis de jogo representam.
      Cumprimentos

      Eliminar
    7. Caro Reborn,

      Antes de mais, estou muito grato pela sua elaborada e esclarecida resposta.

      Não sou dos que pensam que um erro de um árbitro ou de um fiscal de linha é sempre um caso de corrupção ou, pelo menos de preferência. Por já ter experimentado, em tempos, servir de árbitro a jogos entre amigos, sei muito bem que lá dentro não dá para ver tudo. Há erros pela velocidade dos lances, pelo posicionamento (que, apesar de o árbitro desejar que seja sempre o melhor, dificilmente é sempre eficaz nesse intuito) e até porque os jogadores genuinamente enganam os árbitros.

      Como percebeu onde queria chegar com a minha piada, sei que não precisava de lhe esclarecer esse meu ponto de vista, mas faço-o por uma questão de clareza.
      O que realmente parece estar a causar todo este mal estar por parte de quem estava habituado a outras tendências, é que há pelo menos duas épocas que os erros na arbitragem se têm distribuido, no seu benefício e prejuízo, pelos vários clubes. Não me tenho mantido inteiramente a par disso, mas há umas jornadas atrás, o clube mais beneficiado, de acordo com uma tabela do jornal Record era até o Boavista, veja-se! Dizia, assim, que esta campanha do "colinho", desafiadora das evidências e da lógica (mas bem ao estilo de quem construiu a sua carreira na base de intermináveis campanhas de pressões a tudo o que se mexia à sua volta e, até, internamente!) é de facto apenas o resultado de uma estranheza por parte de uns e de uma tentativa de justificação por parte de outros.
      Uns, apesar de tanto investirem no seu plantel, estranham estar em segundo lugar neste momento, quando se fosse há, por exemplo, 15 anos atrás, estariam em primeiro, isoladissimos - "só pode ser batota!", gritam os seus adeptos.
      Outros, apesar de não terem actualmente plantel para atacar o título nacional e de terem deitado fora algumas vezes o excelente trabalho que tinham vindo a desenvolver aos poucos, por impaciência, pretendem alcançar alguma paz de espírito quanto a esse facto juntando-se aos gritos dos adeptos do clube que tanto tem feito para o destruir, contra o único rival a sério que tem.

      Quanto aos comentadores desportivos, dadas as claras falhas à verdade das regras do jogo, como bem mencionou, estes não são apenas mal informados, mas sim parte do mesmo esquema de pressão que, como defini anteriormente, é modus operandi de quem construiu uma imagem de semi-deus à conta disso... e com sucesso.

      Já que o meu caro amigo Reborn se disponibilizou, permita-me pedir a sua opinião mais sabedora, acerca de algumas possibilidades no que concerne ao melhoramento da arbitragem, por curiosidade e por considerar que este debate é interessante e necessário:

      - Considera que a inclusão de mais um árbitro dentro de campo (como há noutras modalidades) poderia ser benéfico para a análise de lances?
      - Qual a sua opinião acerca de se usar imagens televisivas para permitir ao árbitro esclarecer uma dúvida, como também implementado noutras modalidades?
      - Pensa que a questão que se desenrola à volta do erro do árbitro é resolvida pelo recurso a mais tecnologia para o remover ou bastará limpar a cultura que se instalou à volta da sua influência?

      Muito grato, uma vez mais, pela sua contribuição!
      Cordialmente,
      Isaías

      Eliminar
  2. O sr analista, comentador de Arbitragem do NGB bem ao jeito do António Rola.. curiosamente 'só' fala nos lances a favor,
    mas convenientemente, noblesse oblige, 'esquece-se' dos lances contra!!

    É como na Assembleia da República, é óbvio, espectável que os Deputados do PSD defendam sempre o Governo..

    Curioso não ter visto, analisado as 2 entradas do Samaris ainda na 1ª parte em que nem cartão amarelo levou.
    Curioso não mencionar que 2 dos 3 cartões amarelos exibidos na 1ª parte a jogadores do Arouca foram mal mostrados..
    e que não teve o mesmo critério para com Eliseu e Jardel que fizeram faltas semelhantes.
    Curioso que no lance de bola dividida em que foi Pizzi que baixou a cabeça, fazendo jogo perigoso, o árbitro optou por
    marcar falta contra o Arouca, pois o SLB estava a perder!!!

    E sim, aos 47 se tivesse marcado penalty, como devia, quem sabe o Lima não tivesse falhado e depois o g.r. já NÃO
    teria dado aquela oferta que decidiu o jogo?!

    Já no lance do Jonas, NUNCA pode ser penalty pois o avançado é que atira intencionalmente a bola contra a mão do
    defesa. É bola na mão, não mão na bola!!!!

    E, no lance da expulsão.. as Regras, os Regulamentos do International Board são claros. Havia um defesa do Arouca
    mais à frente. Logo face aos Regulamentos nunca poderia ser vermelho directo. Seria sempre amarelo.

    Mas, claro, não fosse o Arouca ainda poder chegar ao 2-2, 'acaba-se' com o jogo aos 61 minutos!!!!
    Pudera. Ordens da APAF. É fácil jogar 14 contra 10..

    MPT Pinto



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apenas vou comentar 2 dos teus pontos.... o resto são palas!

      "Já no lance do Jonas, NUNCA pode ser penalty pois o avançado é que atira intencionalmente a bola contra a mão do
      defesa. É bola na mão, não mão na bola!!!!"

      Se o jogador tivesse o braço junto ao corpo não tocava na bola... aquele não é um movimento natural. Como tal, penalti por marcar!


      "E, no lance da expulsão.. as Regras, os Regulamentos do International Board são claros. Havia um defesa do Arouca
      mais à frente. Logo face aos Regulamentos nunca poderia ser vermelho directo. Seria sempre amarelo."

      Existem dois jogadores do Arouca... ao lado e não à frente. Assim sendo e pelas regras que referes, vermelho bem mostrado!


      Para acabar, vê só a diferença... no jogo Braga vs Porto o maior prejudicado foi ... o Benfica! Ruben Micael devia ter sido expulso. E depois o lance do penalti (que até admito que o arbitro não marque devido ao fraco posicionamento e muito devido ao teatro), em que se marca penalti o FCP podia ter conseguido apenas 1 em vez de 3 pontos.. e se não marca penalt teria de mostrar amarelo por simulação. Ou seja, em 3 decisões todas foram no sentido de prejudicar o SLB.

      Já neste jogo, quem acaba beneficiado é o FCP

      Eliminar
    2. Olha o pinto corrupto a falar de arbitragens.
      Tu não te enxergas mesmo, o ex-SD árbitro especialmente escolhido assim como o Soares Dias para jogos onde o Fóculporto podia perder pontos,e tu vens para um blog benfiquista falar de arbitragens?
      Epá, segue o conselho do teu guru:
      " Só os burros é que falam de arbitragens "
      Ainda estou para saber o que mudou no A.Soares Dias para o flatulento ter mudado de opinião...
      Tem pai qué cego...

      Porteiro do Inferno

      Eliminar
    3. "curiosamente 'só' fala nos lances a favor, "

      Terei sido o único a ler na analise do Sr ex-arbitro que ficou uma expulsão por dar a um jogador do Benfica?

      Meta mais gelo nisso. 15 pontos deve ser doloroso...

      Pedro

      Eliminar
    4. Oh homem vá catar as pulgas todas que apanha nas casas de meninas do Reinaldo! Ainda deve ter uma ou outra que já se passeou pelo corpo de um senhor do apito!
      Vá mandar postas de pescada para os blogues da Delta cafés porque de futebol percebe pouco!
      Havia um defesa mais à frente?! O gajo estava 5 a 6 metros ao lado do Lima, um pouco mais à frente. É o chamado efeito funil sabe o que é? Se o jogador do Arouca estivesse junto à bandeirola de canto, tb não era vermelho? Estava à frente.
      Acha que no segundo penalti o defesa aborda o lance com a amplitude de braços natural no despique pela bola? Os jogadores agora correm com os braços completamente abertos tipo pássaro?
      Movimento deliberado para ampliar o perímetro do corpo já ouviu falar?!
      Não deve ser negado o contraditório mas o Sr. adora blogues benfiquistas. Já que gosta tanto do contraditório dirija-se ao blogues portistas e diga para se praticar o mesmo que se faz por aqui! Ou ainda são os vossos tiques do tempo da outra senhora?! Cumprimentos

      O Irredutível

      Eliminar
    5. M não sei o que Pinto, porque nunca o Nick é igual...
      Você vê todos os jogos do Benfica não vê? É que está aqui sempre enfiado a comentar... Fale me lá do jogo do seu porto em Braga...!
      Aproveite e ajude o treinador do seu Clube a falar da arbitragem, porque quando lhe pediram para analisar a mesma, ele prontamente se recusou
      ..
      Porque não lhe convinha!

      DH

      Eliminar
    6. Agora já és mtp oh porco? Já nem o teu nome sabes??? Que grande bronco, vai lá analisar o jogo da tua agremiação corrupta com os gayrreiros submissos de Braga mas é...

      Eliminar
    7. Este MPT Pinto (não era MVP?) é tão estúpido que até faz doer os olhos, ao ler o que ele escreve. Primeiro diz que se o Lima tivesse falhado o penalti, talvez mas só talvez, o guarda-redes do Arouca não teria errado. Sim, faz todo o sentido comparar dois lances diferentes no jogo! Depois nunca pode ser penalti porque o Jonas é que atira a bola contra a mão do defesa do Arouca. A sério, primeiro o Jonas não atira a bola, o que ele faz é uma finta, ou seja, coloca a parte exterior do pé por baixo da bola e, como é normal levanta a bola sobre o jogador. Como o defesa do Arouca tem os dois braços abertos e corta a bola com a mão, penalti claro que ficou por assinalar contra o Arouca. As regras diz ele! Ele vem para aqui feito especialista e nem sabe analisar um jogo de futebol sem palas. No lance da expulsão não existe nenhum jogador do Arouca à frente, existem 2 defesas do Arouca, um do lado direito e o outro do lado esquerdo, ambos os defesas do Arouca estavam atrasados em relação ao Lima, o que quer dizer que o Lima ficava só com o guarda-redes pela frente. Que é o mesmo que dizer, ficava isolado, ou seja, o defesa tem de ver vermelho e não amarelo. Depois temos os amarelos. Na primeira parte o Arouca fez 16 faltas contra 5 do Benfica, eu sei que os antis queriam que os jogadores do Benfica vissem um cartão amarelos por cada falta que tenha feito, mas isso não pode ser assim. Deve ser essa a falta de critério que "falas." Foram perdoadas 2 expulsões ao Arouca, uma foi por falta sobre o Eliseu do Artur e, a outra foi a do David Simão sobre o Jonas, eram ambos os jogadores expulsos. O jogo seguinte do Arouca é com o Porto, vamos ver se os jogadores do Arouca vão ter a mesma entrega ao jogo, como tiveram com o Benfica. O mesmo se pode dizer do Braga, vamos ver se o Braga vai ter a mesma falta de atitude que teve no jogo com o Porto, quando jogar com o Benfica. Já me esquecida do lance do Pizzi. Ambos os jogadores fazem jogo perigoso, o árbitro optou por marcar falta contra o Arouca, mas não se diz que em caso de dúvida os árbitros devem beneficiar o ataque. Como dizia o Rui Santos (o homem da relva estava mais maior) em caso de dúvida os árbitros beneficiam o Porto.

      Deves ter saudades desse tempo, não é? Saudades do tempo em que qualquer toque era penalti para o Porto. Saudades do tempo em que qualquer toque era penalti contra o Benfica. Saudades do tempo em que o Porto ficava com mais de 20 pontos de diferença. Saudades do tempo quem que o Vítor Baía podia defender bolas dentro da baliza e, fora da grande área. Pois é, quando a mama acaba vem com a teoria de o Benfica estar a ser beneficiado. Mesmo num jogo em que o Benfica foi claramente prejudicado pela equipa de arbitragem, existe sobre alguma coisa a ser apontada contra o Benfica. Como ontem ouvi a quererem colocar em dúvida o profissionalismo do guarda-redes do Arouca, por ter falhado no primeiro golo do Benfica. Não fazem o mesmo quando é o Rui Patrício a falhar! Entreguem logo as faixas porque já cansa ler e ouvir tanta mentira que se tem falado. Eles querem tirar à força toda o mérito ao Benfica, temos pena porque não o vão conseguir. O Benfica é tão beneficiado que tem apenas 4 pontos de diferença. Como já disse, saudades dos campeonatos competitivos em que o grande FC Porto era claramente beneficiado e ficava com 20 pontos de diferença para o segundo classificado. Eu sei que isso para os portistas e para alguns sportinguistas é que era fixe. Um era campeão o outro já se contentava em ficar à frente do Benfica. Ó tempo volta para trás. Não é assim MPT Pinto, MVP Pinto, já nem sei. Um morcão que já nem deve saber quantos nomes, apelidos etc... não pode ser levado a sério.

      Eliminar
    8. M Pinto...entendo que é daqueles que mesmo que +perca o meu temp oa tentar-lhe explicar-lhe não vai aceitar..ainda assim não me custa nada. O árbitro errou para os dois lados, estão ai três lances onde não actuou favoravelmente ao Arouca...o problema foi que errou grosseiramente mais para o lado do Benfica. Portanto custa-me a enquadrar que só fale nos lances do Benfica..realmente é confuso...os árbitros normalmente erram em todos os jogos..vai suceder sempre...neste jogo errou mais em detrimento que em favor do benfica, isso é uma verdade inegável,,,
      Quantos às faltas do Samaris, procurei propositadamente os lances, e realmente o que lhe tenho para dizer é que se conmsidera tais infrações motivo para amarelo, o Arouca teria acabado com 7 e o Benfica com 9. São infrações técnicas perfeitamente normais de um jogo de futebol. Quanto ao lance do Pizzi, e lei não especifica alturas para baixar ou levantar a cabeça, por norma o árbitro rege-se pelo seguinte: se a cabeça do Pizzi estivesse a uma distância do solo inferior á do joelho, então ele estaria a cometer jogo perigoso passivo, e a faltra seria dele..neste caso parece-me claro que o pé de David Simão sobe bem mais do que isso...
      Quanto á expulsão..faça uma experiencia com mais 3 amigos...corram num espaço de 20 metros, e arranque 5 metros à frente de todos...em condições normais...o que lhe sucederá a menos que seja uma tartaruga, é que vai chegar ao final da corrida, e no minimo permanecerá com a mesma distancia ou eventualmente ainda ganhará mais...agora experimente começar a corrida desta forma..no primeiro segundo do arranque, coloque alguem a puxá-lo pela camisola..e verá como esses 5 metros se diluem..agora imagine que o Lima não é agarrado, acredita mesmo que ele nao prosseguia isolado? Diga-me..clubite à parte, acredita que o Lima não seguiria isolado..o lance deve ser analisado à luz do que sucederia senão existisse o agarrão..e mesmo nessa situação, nenhum defesa está colocado na frente, mas sim nas laterais de Lima...
      Quanto à intencionalidade de Jonas...custa-me sequer entender o que é rematar intencionalmente contra o braço...veja a imagem, e repara que Balliu em o braço a tocar o peito de Jonas...o braço deve estar PARALELO ao corpo e não em posição vertical ao mesmo...
      Reborn

      Eliminar
    9. Se o Benfica tem perdido o jogo já não havia problema pois não oh corrupto?! Foi gamado em 2 penaltys e mesmo assim ganhou... Se tem perdido, tudo tranquilo, não é? Tal como em Braga com os teus amiguinhos gayrreiros... Foi porrada de meia noite, mas desde que o Benfica perca tá tudo nice... Não há erros a assinalar! Vai lá pro antilãpião cumentar que fazes muito bem. Ali, vocês corruptos com palas às riscas, entendem-se muito bem...

      Eliminar
  3. No min 68 o Jonas não fez qualquer falta. Ganhou a posição e foi o David Simão que se atirou para cima dele iludindo o árbitro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aceito o ponto de vista, mas tenho opinião contrária..obrigado pela participação!

      Eliminar
    2. e o Jonas parece-me que viu amarelo por protestos tal a indignação ao ver uma falta ser marcada por teatro

      Eliminar
  4. Este MPT PInto é uma figura... Enfim, dá para divertir!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo - 09 Março, 2015 09:33

      Já hoje expliquei às 09,33 horas...

      Há 100 anos atrás, o Fernando Pessoa também tinha muitos Nicks e qual o problema?! Sou sempre a mesma pessoa.

      Seja no Google, no Facebook, Aqui.. agora se calhar queriam era que pusesse aqui o meu nome completo, o nº de telemóvel,
      o nº da porta, da rua onde moro.. para que os NN me viessem agredir. Era não era?!

      MPV Pinto


      Assim que deixem lá os meus nicks, a minha pessoa e falem apenas dos assuntos, dos factos.

      Obrigado



      Eliminar
    2. Se queres factos aqui vão:
      Há mais de 30 anos que o FCP é uma Associação Criminosa liderada pelo criminoso Pinto da Costa e que acabou por ser condenado por corrupção activa de agentes desportivos nas estâncias desportivas; crime esse que igualmente foi reconhecido pela FCP SAD. A condenação criminal civil, só não aconteceu porque as provas que o condenavam e reconhecidas pelo próprio como reais e verdadeiras, não podiam na altura pelo enquadramento penal ser utilizadas em crimes inferiores a três anos de prisão. Daí a defesa do criminoso ter sido sempre a estratégia de não negar os crimes cometidos e muito menos a recolha de provas através de escutas, mas sim a sua utilização como prova. Mas um criminoso é sempre um criminoso mesmo que não tenha sido condenado pelos seus crimes.
      Para quem gosta de recordar Fernado Pessoa... também deveria recordar a história de Al Capone... mas com um criminoso é sempre um criminoso, um hipócrita é e será sempre um hipocrita... não é ou PINTO esquizofrênico.

      EV

      Eliminar
  5. 2ª vez nas últimas 3 jornadas que o árbitro beneficia o Benfica ao não assinalar uma grande penalidade a seu favor. Em ambos os casos o Benfica estava em desvantagem. Brilhante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes especificar o lance?

      Eliminar
    2. Caro reborn, era uma ironia a comentários feitos atrás.
      Caricato que quer em Moreira de Cónegos quer em Arouca se alegue que dois penaltis não marcados a favor do Benfica o tenham, supostamente beneficiado.
      Num dos lances foi marcado canto que deu o 1-1, no outro "permitiu" que o Lima não falhasse a grande penalidade e conduzisse ao erro, posterior, do GR.
      O meu comentário não foi feita à sua análise, com a qual genericamente concordo.

      Eliminar
  6. Obrigado pela tua análise, Reborn. Um excelente contributo.

    ResponderEliminar
  7. Caro Reborn,

    Obrigado pelas sua explicações.

    Sim, enquanto houver 2 homens à face da Terra, terão sempre visões e opiniões diferentes.

    Repare bem que eu não critiquei o árbitro, nem coloquei em causa a justa vitória do SLB, ou a sua própria análise em geral..

    Eu chamei apenas a atenção para alguns tópicos que, na minha opinião o Reborn deixou passar.

    As faltas do Samaris, a dualidade no critério dos amarelos na 1ª parte, o 2º penalty do Jonas que na minha opinião é bola
    na mão e sobretudo a expulsão, que face aos Regulamentos do International Board é mal feita.

    É a minha opinião.

    O Jonas tem a intenção de atirar a bola para o braço do defesa.
    O árbitro precipitou-se na expulsão.

    Quanto ao mais, repito, vitória justa do SLB. Mas, que, a jogar contra 10 a partir dos 61' é mais fácil. É!!!!

    Cumptps
    MPV Pinto




    ResponderEliminar
  8. A minha última contribuição quanto ao lance de Hugo Coelho:

    http://gyazo.com/9b5c76377c295292e011b11e6acddbe6

    Essa é a imagem instantes depois do agarrão do jogador arouquense a Lima.
    Segundo as leis de jogo, ou o International Board como lhe queira chamar, existem 5 factores que tem de ser analisados para ser considerar a destruição de uma clara oportunidade de golo, que é merecedora por lei de cartão vermelho. Analisemos então, uma a uma:

    - a distância entre a falta e a baliza - Lima está a cerca de 7/8 metros da entrada da área de grande penalidade, logo com grandes hipóteses de fazer golo...ele arranca do local de onde parte para fazer o 1-3.

    - a possbilidade do jogar manter ou jogar a bola - no momento da infração, Lima está com a bola completamente ao seu dispor, e não fosse o agarrão de Hugo Coelho, ficaria com a mesma totalmente controlada e á sua mercê para atacar a baliza adversária.

    - a direcção da jogada - a imagem é clara, a falta é cometida sobre o corredor central, e Lima se passa por Hugo Coelho seguiria em posição frontal á baliza de Goicochea.

    - a falta que impede o adversário duma clara oportunidade de golo, que pode ser sancionada com um pontapé-livre directo ou indirecto - este factor aqui torna-se irrelevante.

    e por último a mais perniciosa...

    - a posição e o número de defensores - a imagem é nitida. No lance aparecem 3 defesas do Arouca. Um deles está lateralmente colocado do lado esquerdo de Lima a cerca de 15 metros. Outro, está atrás de Lima cerca de 8 ou 9 metros, e finalmente surge o defesa do lado direito da imagem que estará porventura a 6/7 metros de Lima. Em termos reais, o único defensor que pode realisticamente interferir no lance é esse. Agora imagine que Lima não é agarrado, e esqueça o momento do agarrão, pois é nesse que se vê a aproximação do defesa. Imagine apenas que Lima não é agarrado por ninguem, visualize o 1-3 e verifique o que sucede a Lima quando corre frontalmente à baliza apenas com oposição lateral? O que sucede? Lima ganha vantagem sobre a defesa porque é mais rápido que os mesmos. Por muito boa vontade que se tenha em considerar o lance para advertência, Vasco Santos aqui, tem toda a lei do seu lado.

    Tal como lhe disse, continuarei a aceitar a sua opinião, mas não poderá invocar as leis de jogo, pois essas dão natural razão à decisão do árbitro.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  9. Caro Reborn, vou fugir ao tópico em questão, no sentido de deixar aqui uma sugestão... Embora o foco das suas intervenções seja a análise à actuação dos árbitros, porque não fazer um destes dias um tópico relativamente a introdução de novas tecnologias (vantagens e desvantagens), ou alteração de algumas leis da arbitragem no sentido de melhorar a arbitragem.

    Por exemplo, no caso de existir mão na bola, porque não acabar com a interpretação sobre a intenção do jogador, e marcar sempre a respectiva falta. Acabavam-se as duvidas e o incorrecto juizo dos lances. Sei que se pode colocar a questão de um jogador direcionar propositadamente a bola para a mão/braços de outro jogador, mas neste o peso na consciência (ou não) pesaria sobre o jogador que estaria deliberadamente a prejudicar um colega de equipa, mas o erro de ajuizar mal um lance destes seria menor.

    Um abraço

    VR

    ResponderEliminar
  10. Caro VR, obrigado pela sua sugestão! Se for do agrado de toda a equipa do NGB, terei todo o gosto em emitir uma opinião sobre esses assuntos, não só do meu ponto de vista, mas de como os próprios árbitros olham para essas questões, que diga-se, para bem da transparência do jogo, não são nada despiciendas para o futebol moderno.
    Obrigado pelo acompanhamento.

    ResponderEliminar
  11. Não há GIF da entrada do Artur sobre o Eliseu!?
    Parece-me que se preparam para branquear este lance dos programas desportivos...

    ResponderEliminar
  12. Boas tardes Carlos, se há..não o encontrei...de qualquer das formas a branquear esse lance, estão a encapotar um erro grave do árbitro! Tecnico e disciplinar, pois nem faltou assinalou!

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes