O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 12 de setembro de 2020

Qual é o escândalo com o apoio do Costa e do Medina?

Avatar
 ●  79 comentários  ● 

Não há mais candidatos?

Não há outras opções?

Não vão ser chamados a votar?

Quem tolera a promiscuidade política / futebol vota Vieira, como aqueles que votaram Rui Moreira para presidente-sombra do FCPorto. 

Quem se quer distanciar dessas questões, vota noutro candidato.

Da minha parte penso que foi um erros estratégico absurdo e totalmente desnecessário de ambas as partes. Se a ideia era levantar suspeitas, parabéns. 

Eleições, investimento, PAOK e Covid

Avatar
 ●  32 comentários  ● 

 

Debates Eleitorais

Espero sinceramente que os candidatos às eleições do Benfica não estejam já resignados à derrota e a lutar apenas para o segundo lugar, com vista a posicionarem-se apenas para a eleição seguinte daqui a 4 anos.

 

O fato de LFV não ir a debate não pode servir de desculpa para os outros candidatos não irem. Aliás, é precisamente por isso que TÊM de ir, para que a ausência de LFV seja notada, para que esteja lá a sua cadeira vazia!


Qualquer debate eleitoral, mesmo sem LFV, terá muito mais audiência do que entrevistas avulso aqui e ali que a maior parte das pessoas não lê nem tem paciência  para ver.

 

Se há muita gente que na política diz que não vota em partidos mas em candidatos, essa realidade é ainda mais vincada no futebol. É num debate que se conhecem os candidatos, é essa a sua oportunidade... Esqueçamos um pouco os programas eleitorais que ninguém quer ver... O que são os programas eleitorais no futebol senão ganhar, ganhar e ganhar?

 



Investimento 2020/2021


Concordo plenamente que mais investimento na equipa só depois de garantido o acesso à Liga dos Campeões.


LFV deve estar um pouco como o Trump na América este ano, tramado com uma eleição em ano de Covid. O Covid do LFV é também o Covid em si, mas é também o insucesso desportivo recente e a eleição a que não pode fugir e a obrigatoriedade de garantir a vitória dando desde logo um grande alento aos Benfiquistas através do investimento feito.

 

Mas convenhamos, é um risco imenso. Começando logo pela possibilidade do Benfica não chegar à Liga dos Campeões, o que deitaria logo por terra grande parte da razão deste forte investimento...

 

Mas também porque nada garante que o futebol não volte a parar... E se parar mantém-se os custos, os salários elevados, a falta de receitas e a obrigação de honrar compromissos.

 

Bem sei que não há bolas de cristal mas o que é indesculpável é não termos ganho o ano passado em condições tão favoráveis. Este ano era, do ponto de vista da gestão, um ano para investir pouco, manter os custos baixos, tendo em conta os tempos incertos em que vivemos.

 


 

PAOK


Não vai ser fácil. Primeiro porque é na Grécia, segundo porque é num jogo só, terceiro porque há Zivkovic!

 

Confesso que é de Zivkovic que vem o meu maior receio pelo fator psicológico... A história de ex-jogadores do Benfica a deixarem no campo sangue, suor e lágrimas para se vingarem daquilo que acham ter sido injustiças anteriores, não joga a nosso favor. O "frangueiro" Roberto foi o último exemplo, quando com uma exibição milagrosa ao serviço do Olimpiacos tirou o Benfica da Liga dos Campeões em 2013! Oxalá não se repita mas...

 

Neste aspeto, excelente cartada de Abel Ferreira.

 

 


Os jogos voltaram mas o futebol ainda não 


E no fundo é isso... Futebol de estádios vazios é jogo mas não é futebol... Quando se diz que o Braga por exemplo nunca pode ser um verdadeiro grande porque lhe falta massa adepta, é isso também que o Covid faz notar naqueles que já são os grandes clubes. 


Desenganem-se aqueles que acham que a força de um Benfica, de um Liverpool, de um Barcelona é apenas os 11 jogadores em campo e não também a força que vem das bancadas, essa força que faz os nossos jogadores sentirem-se ainda maiores e os do adversário ainda mais pequeninos, esse colinho que nos empurra quando as forças faltam, os bruááás que vêm dos adeptos nos lances duvidosos e que tantas vezes decidem lances arbitrais duvidosos a nosso favor.

 

Quem acha que o final atípico da época passada, por exemplo com as surpresas que se viram na Liga dos Campeões, e mesmo nas últimas jornadas dos diversos campeonatos nacionais foram casos atípicos, desenganem-se... Há mais para vir!


Jorge Jesus tem razão quando diz que o Covid trouxe mais possibilidades a clubes não tão fortes de chegarem mais longe na Liga dos Campeões... Mas também trouxe mais possibilidades a qualquer clube "pequeno" de ir à Luz jogar de igual para igual...

 

Futebol sem público nivela tudo. Futebol sem público traz de volta aquele velho ditados que diz que no campo são 11 contra 11 e a bola é redonda...

 

Antonio Costa apoia Vieira?!

Avatar
 ●  74 comentários  ● 

O Primeiro Ministro a apoiar um dos maiores devedores do BES, responsável por parte da fortuna que os portugueses pagam para cobrir caloteiros.

O que virá a seguir? Antonio Costa vai inaugurar o novo Museu Berardo?

Vai dar uma condecoração a Joaquim Oliveira?

É que assim cobre quase 2 mil milhões de dívidas que ninguém paga. Só todos nós...

sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Finanças: Análise ao Relatório e Contas da Benfica SAD 2019/2020

Avatar
 ●  52 comentários  ● 

Evolução dos Rendimentos Totais:

 
 
A Benfica SAD em 2019/2020 alcançou um recorde em termos de Rendimentos Totais, tendo superado os 294M€. Se não fosse o adiamento da conclusão da Primeira Liga, os Rendimentos Totais teriam superado a marca histórica dos 300M€.

Para estes Rendimentos Totais, os Rendimentos Operacionais contribuem com cerca de metade da facturação e os Rendimentos com a transação de Atletas contribui com a parte significativa dos Rendimentos Totais.
 


Evolução dos Rendimentos Operacionais:
 
Os Rendimentos Operacionais decresceram cerca de 6M€ face à época passada porque a Benfica SAD irá reconhecer cerca de 7,6M€ de Rendimentos no próximo exercício económico, devido ao facto de a época ter acabado depois de Junho 2020, e além disso existiu uma perda de 1,6M€ aos detentores dos Red Pass e de patrocinadores, pelo facto de ter sido proibida a presença de público nas bancadas após a retoma. Se não fosse esse efeito os Rendimentos Operacionais tinham ficado próximos dos 150M€/Ano, na Benfica SAD, sem considerar o Benfica "Clube".



Rendimentos com transações de Atletas:
 
A Benfica SAD realizou cerca de 170M€ em Rendimentos "Brutos" com a transação de Atletas, onde se destaca os 126M€ de João Félix. Os Resultados com alienação de atletas rondou os 122M€, a que se juntam mais alguns rendimentos com atletas com outro tipo de rubricas, podendo analisar-se o gráfico seguinte ao nível do Resultado total com transações de Atletas.



Evolução do Resultado com transações de Atletas:
 
A época 2019/2020 foi a melhor época de sempre em termos de  transação de atletas, tendo superado a época 2016/2017 que até ao momento tinha sido a única com Resultados de Atletas a superar os 100M€/Ano. 



Evolução do Resultado Líquido do Exercício:
 
Em termos de Resultados do Exercício a Benfica SAD alcançou o 2º melhor exercício de sempre, com mais de 41M€ de lucros. É importante registar o facto de a Benfica SAD apresentar lucros há 7 anos consecutivos.  
 


Evolução do Activo:
O Activo tem sofrido uma tendência positiva, que se traduz no investimento que a Benfica SAD tem realizado nos últimos anos nos mais diversos activos tangíveis, intangíveis e dívidas de clientes. O Destaque maior é o facto de o Activo ter aumentado mais de 160M€, sem isso ter significado um aumento considerável do passivo.


Evolução do Passivo:
 
O Passivo da Benfica SAD encontra-se praticamente ao mesmo nível de há 10 anos, com a vantagem de agora o Benfica ter melhorado o activo em mais de 160M€, o que se traduziu numa melhoria significativa dos capitais próprios, como se pode verificar no gráfico seguinte.
 
 

Evolução do Capital Próprio:
 O Capital próprio em 2010/2011 era de apenas 100 mil euros positivos, ou seja na década anterior tinham sido perdido praticamente todo o investimento em capital social, que representa 115M€. Nesta década 2010/2020 o ciclo inverteu-se e a Benfica SAD passou para uma situação invejável de 161,1M€ de Capital Próprio positivo!

 

Evolução da Dívida Líquida
 
Uma excelente notícia está relacionada com o facto de a Dívida Líquida se situar actualmente abaixo dos 100M€, e ter baixado drasticamente desde 2014/2015, muito também devido à antecipação de direitos televisivos da NOS e dos lucros obtidos nos últimos anos que permitiram pagar dívida.
 
Nos próximos anos considero que a Benfica SAD deveria emitir empréstimos obrigacionistas a rondar os 40M€ a 50M€ anuais, de forma a não ter de realizar mais nenhuma antecipação de receitas da NOS. 
 
Considero aliás que nem era necessário baixar tanto a dívida líquida, atendendo a que a Benfica SAD cumpre este critério do fair-play financeiro com grande margem, já que o recomendável é que a dívida líquida seja inferior a 100% dos Rendimentos Totais, e neste momento a dívida líquida é de apenas 36%.

 
 
Evolução da Dívida Líquida vs Rendimentos
 
Em termos globais a relação entre a Dívida Líquida e os Rendimentos Totais melhorou consideravelmente.  A Benfica SAD até 2015/2016 sempre teve mais dívida líquida do que Rendimentos Totais anuais, e desde então esse indicador baixou significativamente. É expectável que nos próximos 2 anos a dívida líquida possa aumentar um pouco através da emissão de empréstimos obrigacionistas que substituam a antecipação da NOS (que não é considerada dívida líquida).
 


 
Análise ao Fair-Play Financeiro

O tema do fair-play financeiro ganhou destaque devido aos jornalistas da Cofina (Record, Correio da Manhã e CMtv). Devido à desinformação que essa empresa lançou a público importa explicar os 4 critérios principais do fair-play financeiro e os 2 critérios adicionais que são analisados pela UEFA:

- Break-Even (somatório dos lucros ou prejuízos de 2 épocas, podendo ser deduzidas despesas com formação e infra-estruturas): A Benfica SAD cumpre este objectivo com distinção: 78,4M€ positivos! Aguardemos os resultados de Break-Even da Porto SAD que apenas na época passada irá apresentar mais de 100M€ de prejuízos colocando-a em sérios riscos de falhar o fair-play financeiro e ter a penalização máxima dentro de 1 ano (exclusão das competições europeias).

- Dívidas vencidas de transferências de atletas - O Benfica ao contrário de outros clubes não tem pagamentos em atraso relativos a jogadores ou treinadores, e nem temos nenhum caso "Ruben Amorim" por pagar.

- Capitais Próprios - A Benfica é a única SAD dos 3 grandes com Capitais Próprios bastante positivos (161M€), não tendo nunca tido a necessidade de reestruturações com VMOC's e respectivos perdões de dívida como aconteceu com o Sporting, e também consegue este objectivo sem o clube ter de incluir o Estádio na SAD tal como acontece actualmente com o Porto. Aliás, no final da época passada o Benfica "Clube" teve a capacidade financeira de adquirir à Benfica SAD as empresas Benfica Estádio e Benfica TV por 99M€!

- Continuidade das operações - Apesar do efeito covid-19, os auditores não colocaram qualquer problema relativamente à continuidade das operações da Benfica SAD, ao contrário do que acontece noutras SAD's, devido à robustez do Balanço e da Demonstração de Resultados da Benfica SAD, que apresenta a melhor situação económica e financeira da sua história!

Além destes 4 critérios fundamentais, ainda existem 2 critérios "extra" (Gastos de Pessoal vs Rendimentos Operacionais; Dívida Líquida vs Receitas Totais) embora nunca ninguém ficou de fora das competições europeias por falhar estes critérios já que existem formas de os compensar, em caso de incumprimento.

- Gastos de Pessoal Vs Receita Total - É um facto que a Benfica SAD apresentou 69% de Gastos de Pessoal (Custos de Pessoal e de Honorários relacionados com o futebol) face aos Resultados Operacionais, subindo dos habituais 60% para perto dos recomendados 70%, mas isso deveu-se ao facto de a Benfica SAD ter reduzido em cerca de 10M€ as receitas operacionais devido ao covid-19 e não ter feito lay-off durante a paragem do campeonato, tal como aconteceu com Porto e Sporting. Ou seja, se o Benfica tivesse realizado o lay-off poupava os tais 10M€ perdidos em receitas, e manteria o rácio próximo dos 60%. Apesar desta "desinformação" que circulou nos jornalistas da Cofina (CM, CMtv e Jornal Record) importa referir que ninguém fica excluído por falhar este objectivo por si só, já que além das Receitas Operacionais existem também receitas com Atletas que permitem compensar esta situação. Aliás, se for feita alguma investigação muito rápida é facil constatar que a Porto SAD por diversas vezes apresentou Custos de Pessoal bastante superiores a 70% das Receitas Operacionais, como por exemplo irá acontecer neste exercício económico 2019/2020, com um rácio que se irá situar próximo dos 90%

- Dívida Líquida Vs Receitas Totais - Este critério também não é um dos mais importantes na medida em que é possível a uma empresa ter apenas 100M€ de dívida líquida, colocar 350M€ em outros passivos (credores, antecipação de receitas, etc) e apresentar dessa forma um passivo de 450M€, bastante superior ao seu activo, de por exemplo, 300M€. Nesse cenário cumpre o critério de Dívida Líquida vs Receitas Totais, mas falha no critério do Capital Próprio com -150M€. Este sim é um critério muito importante, tal como o Break-Even (lucros ou prejuízos). Este exemplo hipotético que apresento é o que se irá passar com a Porto SAD. Até pode ter uma dívida líquida aceitável, mas o seu Passivo irá ser bastante superior ao Activo com um "buraco" nos capitais próprios que irá rondar os 150M€!!, apresentando mais de 100M€ de prejuízos numa época só!

 




Para concluir, importa referir que não será devido a questões económico-financeiras que a próxima direcção do Benfica, seja ela qual for, irá ter problemas ou desculpas para não realizar um bom trabalho desportivo e económico! O Benfica "clube" e a Benfica SAD têm neste momento a sua MELHOR situação Económica e Financeira da sua HISTÓRIA centenária, e isso é inegável e factual! A minha exigência e rigor em futuras análises continuará, seja qual for a próxima equipa dirigente do Benfica "Clube" e da Benfica "SAD"!.

No entanto, importa referir que apesar desta excelente situação económica e financeira foi preciso a Luís Filipe Vieira ser muito "azelha" em termos desportivos para perder um campeonato onde facturou 300M€/Ano e o seu principal rival facturou menos de metade desse valor, e por isso mesmo está neste momento em risco de perder as próximas eleições... além de ter dado o braço a torcer e ter reconhecido que a estratégia de apostar em treinadores e jogadores da formação não pode funcionar por si só, sem um continuado investimento em jogadores de craveira internacional. Veremos se Jorge Jesus e os 80M€ em reforços, até ao momento, conseguirão salvar Luís Filipe Vieira.

ENORME Renato Paiva. Um presidente assim é o que precisamos "Com Tomates!"

Avatar
 ●  43 comentários  ● 

 


João Noronha Lopes imita Vieira e foge aos debates?

 ●  88 comentários  ● 


João Noronha Lopes, o que está em discussão é o programa de cada um e não apenas o mandato que agora termina. Não seja como Vieira e não fuja aos debates...

É curioso você falar em programas nos seus discursos, quando é o único que ainda não tem programa… 

Espero sinceramente que as medidas que vai apresentar sejam melhorzinhas que as que tem apresentado avulsamente. 

O Comboio Benfica (ideia de Luis Filipe Vieira) não se tem realizado por falta de disponibilidade de composições da parte da CP. O senhor quando promete o regresso do Comboio é porque os investidores da sua campanha eleitoral também lhe vão oferecer um comboio novo? 

Tem na sua mão um acordo com a CP que garanta essa sua promessa de campanha? 

O Dia do Benfica(ideia de João Vale e Azevedo) é outra medida copiada e que, em plena pandemia, não faz qualquer sentido. Se bem se recorda, o Dia do Benfica no mandato de JVA era um dia de grande ajuntamento de pessoas. Tudo o que é contrário aos tempos em que vivemos. 

O Provedor do Sócio já existe, caro Noronha. É o Presidente da Mesa da Assembleia Geral. Todas as questões administrativas também já têm interlocutor: o departamento de Sócios. A única coisa que falta aos sócios é que querem é ganhar e não ser dominados por clubes falidos. 

Tinha grandes esperanças depositadas em si. Infelizmente, estou um pouco como os sócios que o têm escutado por esse país fora: muito espalhafato mediático mas muitas ideias genéricas, muita repetição dos argumentos do Servir o Benfica ou de Rui Gomes da Silva e pouco conteúdo próprio. É pena.

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Bruno Costa Carvalho: Candidato ao Benfica... com empresa em insolvência/PER!

Avatar
 ●  27 comentários  ● 

 


Bruno Costa Carvalho desmente notícias sobre Rádio Estádio e ameaça com tribunal 

Candidato à presidência do Benfica reage a reportagem sobre alegados incumprimentos com trabalhadores daquela estação Bruno Costa Carvalho denunciou a circulação de "várias notícias falsas e distorcidas" que têm por alvo "a Rádio Estádio e a sua administração" e relacionou-as com o facto de ser candidato à liderança do Benfica. Num comunicado que publicou nas redes sociais, o empresário desmentiu uma reportagem sobre alegados incumprimentos com trabalhadores daquela estação, salientando que essas "notícias carregadas de inverdades" foram lançadas para a praça pública pela única "razão" de ele ser "candidato à presidência do Sport Lisboa e Benfica". 

 Fonte: Bancada




Informação retirada de https://www.citius.mj.pt/portal/consultas/ConsultasCire.aspx

Publicidade dos processos especiais de revitalização, dos processos especiais para acordo de pagamento e dos processos de insolvência

CONSULTA À ENTIDADE
Rdd – Rádio Desporto, S.A. 

NIF - 514413034

 

Tribunal: Comarca do Porto - Vila Nova de Gaia
Ato:  Anúncio - Junção de nova versão do plano - Portal Citius
Referência:  416992786
Processo:  2692/20.5T8VNG, Juízo de Comércio de Vila Nova de Gaia - Juiz 1
Espécie:  Processo Especial de Revitalização (CIRE)
Data: 08/09/2020
Data da propositura da ação: 16/04/2020

Devedor: Rdd – Rádio Desporto, S.A.
        NIF/NIPC: 514413034

Administrador Insolvência: Nídia Maria Coimbra de Sousa Lamas
        NIF/NIPC: 171101693

Credor: Autoridade Tributária e Aduaneira
Credor: Instituto de Segurança Social, I.P.
Credor: Acácio Martins Marinho
Credor: Aft Gomes - Solutions, Lda
        NIF/NIPC: 513860797

Credor: Agência Para O Desenvolvimento e Coesão, Ip
        NIF/NIPC: 510928374

Credor: Ana Filipa de Lima Gomes
        NIF/NIPC: 215678761

Credor: André Filipe Pereira Lopes Veloso Gomes
        NIF/NIPC: 206084455

Credor: Ask, S.A.
        NIF/NIPC: 507827813

Credor: Banco BPI, S.A
        NIF/NIPC: 501214534

Credor: Baobad - Comunicações e Publicações, S.A.
        NIF/NIPC: 506569713

Credor: Brandão & Martins - Empreendimentos Turísticos, Ldª
        NIF/NIPC: 503467685

Credor: Bruno António Serzedelo da Costa Carvalho
        NIF/NIPC: 192353020

Credor: Bruno Miguel Azevedo Gaspar de Carvalho (EX PRESIDENTE DO SPORTING)
        NIF/NIPC: 202286983

Credor: Canal 5 - Radio Difusão e Gestão de Meios Publicitários, Lda.
        NIF/NIPC: 502353929

Credor: Cátia Sofia da Silva Ferreira
        NIF/NIPC: 222453877

Credor: Cmpea, Empresa de Águas do Município do Porto, E.M.
        NIF/NIPC: 507718666

Credor: Curiousempire, Lda
        NIF/NIPC: 514416149

Credor: Daniela Filipa Oliveira Rocha
        NIF/NIPC: 227208609

Credor: Daniela Filipa Sebastião Cruz
        NIF/NIPC: 229136818

Credor: Empresa Municipal de Ambiente do Porto, E.M., S.A.
        NIF/NIPC: 514280956

Credor: Fernando Rui Rodrigues Matos Pereira
        NIF/NIPC: 208958312

Credor: Filipe Miguel Fonseca e Cruz
        NIF/NIPC: 216589282

Credor: Francisco Miguel de Sousa Gonçalves
Credor: Gabriel José Bragança Balard Pedrosa Alves
        NIF/NIPC: 129668680

Credor: GALP Power, S.A.
        NIF/NIPC: 504723456

Credor: Horizonte Digital Unipessoal, Lda
        NIF/NIPC: 515536806

Credor: Ignacio Morales Pranto
        NIF/NIPC: 251003566

Credor: João Pedro Pereira Dias do Espírito Santo
        NIF/NIPC: 214907724

Credor: João Rego de Magalhães Pereira
        NIF/NIPC: 249247674

Credor: Joaquim Jorge Carneiro Nunes
        NIF/NIPC: 217058400

Credor: Jorge Miguel Sousa da Silva
        NIF/NIPC: 209650320

Credor: Jornal da Trofa
        NIF/NIPC: 501253122

Credor: José Carlos de Sousa Ferreira
        NIF/NIPC: 140462937

Credor: Ltm - Comércio de Produtos Eletrónicos e Informáticos, Lda
        NIF/NIPC: 505583364

Credor: Lusa Agência de Noticias Portugal
        NIF/NIPC: 503935107

Credor: Manuel Fernando Marques Tavares
        NIF/NIPC: 196836115

Credor: Maria Antonieta Pereira Gomes Marinho
        NIF/NIPC: 119729610

Credor: MEO - Serviços de Comunicação e Multimédia, S. A.
        NIF/NIPC: 504615947

Credor: Miguel João Figueiredo Bicho
        NIF/NIPC: 219745668

Credor: Miguel Nuno Guedes Serôdio de Matos Silva
Credor: Neuza Campina Padrão
        NIF/NIPC: 232397821

Credor: Nos - Comunicações S.A
        NIF/NIPC: 502604751

Credor: Partilha de Poder - Comunicação Unipessoal, Lda
        NIF/NIPC: 508997852

Credor: Paulo Alexandre Azevedo Silva
        NIF/NIPC: 134191587

Credor: Paulo Samagaio,João Cruz,Correia Almeida,José Rijo Nunes Oliveira-Soc.Adv,Rl
        NIF/NIPC: 514458925

Credor: Pedro Jorge Costa de Castro Alves
        NIF/NIPC: 256128758

Credor: Pedro Manuel Gonçalves da Silva Fernandes
        NIF/NIPC: 189916303

Credor: Relatos Obrigatórios, Lda
        NIF/NIPC: 514258004

Credor: Remulo Jonatas Ribeiro Marques
        NIF/NIPC: 207862036

Credor: Rosa Maria Pereira de Carvalho
        NIF/NIPC: 144290480

Credor: Rui Malheiro - Análise e Consultoria Futebolistica, Lda
        NIF/NIPC: 513715177

Credor: Rui Manuel Laureano Lourenço Tovar de Carvalho
        NIF/NIPC: 220464723

Credor: Rui Manuel Ramos Vieira
        NIF/NIPC: 174567740

Credor: Saúde e Sá, Cª.
        NIF/NIPC: 500242810

Credor: Sitemaster, Lda.
        NIF/NIPC: 509024572

Credor: This Is Pacifica, Lda
        NIF/NIPC: 507904265

Credor: Triple A - Capital & Finance, Lda.
        NIF/NIPC: 510543391

Credor: Uefa
Credor: Vitor José Azevedo da Silva
        NIF/NIPC: 192002724

Credor: Vodafone Portugal - Comunicações Pessoais S.A.
        NIF/NIPC: 502544180

Credor: Voipunify Telecom, Lda
        NIF/NIPC: 509232698

Credor: Zos, Lda
        NIF/NIPC: 508565804

 

 

É FALSO o que??? Esta "gente" não se enxerga?

A informação da insolvência/plano especial de revitalização da Rádio Estádio e a lista interminável de credores que ficaram a "arder" com dinheiro é factual, pública e facilmente consultável na internet!

Importa lembrar que Bruno Costa Carvalho foi o "fundador" do Porto Canal, e em última instância esse canal foi comprado pelo Futebol Clube do Porto.

Desta vez Pinto da Costa não teve dinheiro para salvar a Rádio Estádio e transformá-la em "Rádio Porto", como aconteceu com o Porto Canal, já que parece que o Porto também anda com "salários em atraso"! 

Importa referir que a Rádio Estádio até ao Bruno de Carvalho (Ex-Presidente do Sporting) ficou a DEVER dinheiro, depois de lhe ter dado palco!!!! O Karma é tramado. 

É lamentável que Bruno Costa Carvalho ainda tenha a lata de tentar negar as evidências, de se manter como candidato à Presidência do Benfica, e além disso ... não lhe reconheço nenhuma credibilidade para elaborar análises económico-financeiras sobre o Benfica atendendo à sua "experiência" empresarial.

Em breve, sairá no NGB a habitual Análise ao Relatório e Contas da Benfica SAD 2019/2020 publicado ontem na CMVM.

O único "too big to fail" é o SL Benfica

Avatar
 ●  91 comentários  ● 

 


Não deixo de ficar surpreendido que um tipo como o João Gabriel venha de propósito do Dubai para fazer a campanha de Luis Filipe Vieira. 

Um tipo inteligente, que conhece bem os bastidores do futebol, e que conhecerá Vieira melhor que a esmagadora maioria dos benfiquistas. Uma espécie de Paulo Gonçalves da Comunicação mas sem o lastro de ilegalidades às costas. 


Vieira assim como todos os que deixaram centenas de milhões de euros por pagar no Novo Banco terão de cair. A expressão “too big to fail” deixará de se aplicar a quem coloque em causa o futuro político de ministros ou presidentes. 

Luis Filipe Vieira deixou o Alverca como deixou. 

As suas empresas estão como estão. 

A única coisa que mantém Vieira à tona é estar no SL Benfica. Mas mesmo qualquer dupla maravilha com João Gabriel e Cunha Vaz, com toda a sua competência e habilidade, não impedirão Vieira de cair. 

Se Salgado e todo aquele mundo já quase desapareceu, como já escreveu Rui Gomes da Silva e que mereceu a concordância e ênfase também por parte de João Noronha Lopes, Luis Filipe Vieira não terá outra hipótese senão cair. 

O que todos têm que se lembrar é que quem quiser cair com ele não terá depois qualquer futuro no SL Benfica, como aqueles que tentaram segurar João Vale e Azevedo até à última nunca mais mereceram a confiança dos benfiquistas. 

Amar o SL Benfica não é compatível com o voto em Luis Filipe Vieira. 

Querer o melhor para o SL Benfica não é compatível com qualquer apoio a Luis Filipe Vieira.

Fabio Silva por 20M, afinal?

Avatar
 ●  47 comentários  ● 

Então querem lá ver que afinal o Sr. 125M saiu por... 20M?

40M - 7M de comissões (17,5%) para o Mendes e mais 3M para para STV (que sabe Deus onde vão parar...). São 30M... com menos os 10M que se veem obrigados a pagar para rodar o Ruben Vinagre... Sai o jovem Fabio por 20M...

O que hoje em dia, a preços de hoje, é um valor razoável para um jovem com potencial por confirmar.

Agora... 17,5% de comissão!? FOOOOOOOO...... e ainda há quem se queixa dos 10% do Mendes (entre eles eu)?

Esta história de o vendedor pagar uma comissão, como acontece muito no SLBenfica, só mostra uma coisa: Foi o clube vendedor que pediu para colocar o jogador e não o contrário...

quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Em Outubro, salve o futuro do SL Benfica

Avatar
 ●  101 comentários  ● 

O Correio da Manhã avança esta quarta-feira que o grupo económico de Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, causou ao Novo Banco (NB), entre o início de agosto de 2014 e o final de dezembro de 2018, uma perda de 225,1 milhões de euros. No final desse ano, segundo a auditoria especial ao NB, a dívida total do Grupo Promovalor ao NB ascendia a 760,3 milhões de euros, sendo um dos maiores devedores do NB. 

A credibilidade do milionário que vai de avião privado pago com o dinheiro do SL Benfica como quem vai a Sintra comer um travesseiro à Piriquita. 

Até quando os benfiquistas vão permitir que o clube seja utilizado como protecção?

Ainda não perceberam que o modus operandi é gastar e depois outros que paguem?

terça-feira, 8 de setembro de 2020

Para bem de Luis Filipe Vieira, Domingos Soares de Oliveira e restante CA da SAD...

Avatar
 ●  79 comentários  ● 

... espero que as contratações, ou dito de outra forma, o ALL IN para as eleições, não esteja a ser feito à custa da saúde financeira do SL Benfica.

Espero que a próxima direcção não encontre o clube endividado, com contratos de cedência de direitos económicos à XXII Capital, em troca do financiamento das operações de aquisição dos passes de jogadores como Darwin.

Espero que não tenhamos todos a triste surpresa que os próximos 2 mandatos estão comprometidos com endividamento atrás de endividamento, só para salvar a pele de Luis Filipe Vieira.

Se tal acontecer, e espero que não aconteça, não só Luis Filipe Vieira mas como todo o Conselho de Administração da SAD deverá ser responsabilizado.

Espero também que não venhamos a descobrir que os valores que faltam receber realtivamente ao contrato com a NOS não tenham também sido descontados noutra operação financeira com a XXIII Capital.

Também espero que a SL Benfica SAD não esteja a financiar-se fora da União Europeia, em mercados sem regras ou cumprimento de procedimentos quanto ao branqueamento de capitais.

Espero que nada disto esteja a acontecer.

segunda-feira, 7 de setembro de 2020

A BOLA descobriu como fazer o ridículo

Avatar
 ●  38 comentários  ● 

 


Começa o jornal A Bola por dizer "feitas as contas, neste milénio..." e com isso voltam atrás no tempo.... 17 anos! Isso mesmo, leram bem... 17 anos!

E nessa contabilidade apanharam Helder Postiga (9M) que foi recambiado para o FCPorto depois de uma época, para ser emprestado a St Etienne e Panathinaicos, até ir parar ao Sporting como refugo. Aparece também o Euromilhões com Ricardo Carvalho (30M)... para finalmente chegarem aos jogadores que podem enquadrar-se nos ultimos 5 anos:

Ruben Neves - 18M
Andre Silva - 38M
Diogo Dalot - 22M
... e agora Fabio Silva por 40M
Num total, sem rir, de 118M que começou há 4 anos!

Para compor o ramalhete dos 200M é preciso recuar a 2003 (e é preciso inventar valores acima do que efectivamente ocorreu) metendo transferências de 3M, 4M, etc... e que todos sabemos que muitas foram fictícias e que ocorreram há mais de 10 anos.

Esta tentativa absurda do Jorge Mendes pedir ao Jornal A Bola para meter os miudos na berlinda, como se o FCPorto tivesse escola de formação ou, mais importante, de qualidade... isto para que possa justificar a venda do Tomas Esteves, do Diogo Leite e do Vitor Ferreira por... 60M

Ficamos também a saber que isto vai elevar as vendas da formação a praticamente 300M. Ou seja, 200M (que fazem doer a barriga de rir como lá chegaram) + 60M (que é outra barrigada de riso) para o jornal A Bola, na peça encomendada pelo Jorge Mendes, são "praticamente 300M".

A "pequena diferença" de 40M (coisa pouca), se não se importarem, dado que aparenta ser irrisória, podem enviar para o meu NIB...

Pelo caminho, não se esqueçam de incluir a compra do Ruben Vinagre que vai servir para deduzir já 10M (+ comissões) ao Fabio Silva e, como em muitíssimos casos (por não dizer todos) os casos que por lá ocorreram, vai acabar numa venda de 15M, com tudo o que se vai deduzir entretanto.

Ah... e não deixa de ser giro de ler que, desde 2003 - ou seja, há quase 20 anos que é o alcance do "estudo" do Mendes / A Bola" tiveram o cuidado de escrever: "Entre as cinco maiores vendas, só a de Dalot ao Manchester United, em 2018 (intermediada pela empresa ProEleven do agente Carlos Gonçalves) não consta da longa lista de negócios que teve Jorge Mendes como intermediário"

A falta de dinheiro dos desportivos dá nestas coisas... que vergonha


Entretanto, o SLBenfica facilitou a entrada de Nuno Santos no Sporting e de Pepê no Olimpyakos... em teoria isso poderia ser a troco de algo (clausula de Joao Mario e negociação do Ruben Semedo), dois jogadores que - até ver - continuam (ou não) a ser negociados...

Gostaria de ver esclarecido, por parte do SLBenfica, que contrapartidas foram negociadas para o presidente do Olimpyakos, que também tem a ver com Notingham que deve dinheiro ao SLBenfica, poder receber o Pepê... e o SportingCP (que não honra os seus compromissos) o Nuno Santos.


ranking