O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 15 de dezembro de 2018

Vamos Autorizar Roubos

Avatar
 ●  96 comentários  ● 

Parabéns!!

Manter o apoio a Fontelas Gomes e Paulo Costa, semana após semana, está a render...ao FCP.

Mais um jogo do FC Porto, mais uma decisão em que o VAR é fantástico a não ver ilegalidades.

Os outros vão amealhando pontos oferecidos, jornada após jornada. 

O que faz o SL Benfica? Fala na Sporttv, em construir mais 30 campos no Seixal, branqueia situações de facturação indevida ao clube...

NO CAMPO O FC PORTO É LEVADO AO COLO! OS SENHORES DA DIRECÇÃO E DA SAD TÊM MAIS QUE FAZER?

O QUE É PRECISO ACONTECER MAIS PARA RETIRAREM A CONFIANÇA A FONTELAS GOMES E PAULO COSTA?

OU ESTÃO CONTENTES COM O RUMO DOS ACONTECIMENTOS...? Se calhar estão...




sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Os machos de Setúbal...

Avatar
 ●  52 comentários  ● 
Então a equipa de machos virou equipa de mansos? Que estranho... ou talvez não!

Boa sorte Salvador!

Avatar
 ●  42 comentários  ● 

"Em vésperas de viajar para a cidade condal, onde na sexta-feira vai ser submetido a uma intervenção cirúrgica, o Salvador marcou presença no treino da equipa de hóquei patins do Benfica. O guardião Pedro Henriques apadrinhou a ação.

A debater-se desde os quatro anos de idade com um tumor maligno, denominado por neuroblastoma, o menino Salvador, agora com sete anos, enfrenta uma nova etapa no tratamento da sua doença.

A intervenção cirúrgica no Hospital San Joan de Deu, em Barcelona, realiza-se esta sexta-feira, mas antes a equipa masculina de hóquei em patins do Sport Lisboa e Benfica proporcionou uma manhã diferente ao jovem.

Sócio encarnado desde a primeira semana de vida, o Salvador teve a oportunidade de assistir ao treino matutino e conhecer os atletas da turma orientada por Pedro Nunes, que lhe ofereceram uma camisola autografada por todos." - SL Benfica.

                          

Todos no NGB estamos a torcer por ti. 

Obrigado pelo teu exemplo de força e coragem. És enorme Salvador!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

O discurso de Luis Filipe Vieira

Avatar
 ●  60 comentários  ● 

"Um clube com um percurso nos últimos anos que nos orgulha. Que nos orgulha, sim, seja ao nível do património construído e recuperado, dos resultados financeiros, mas sobretudo dos resultados desportivos."

Resultados desportivos? Vamos falar do Penta? Das últimas 2 Champions? Ou sequer do score de Vieira como presidente, que desde que manda no futebol do SL Benfica venceu 6 campeonatos em 17? 

"Por outro lado, iniciámos um novo ciclo de infraestruturas e já em janeiro apresentaremos as obras concluídas da primeira fase de alargamento e expansão do nosso Caixa Futebol Campus. É, aliás, o nosso presente de Natal e Ano Novo. Um Caixa Futebol Campus ainda mais forte, apetrechando o Clube com um dos mais avançados complexos desportivos de futebol do mundo, que faremos questão de abrir e mostrar a todos os Benfiquistas".

Um clube que não investe no plantel do futebol principal, o principal motor do Sport Lisboa e Benfica, mas que investe pelo menos 40 milhões em obras e betão? Para quê? Para quê dezenas de campos de treino quando na equipa principal só cabem 11?

"No sector financeiro, a recuperação prometida foi efetuada. O Estádio da Luz, o Caixa Futebol Campus e todos os ativos são totalmente nossos. Colocámos a nossa dívida bancária a níveis residuais, gerindo o Clube com total independência".

Como é que Vieira pode afirmar isto sem sentir vergonha, quando a SAD antecipou valores do contrato de direitos televisivos até 2024, para lá do seu mandato? O que interessa se a dívida passou das mãos dos bancos nacionais para outras mãos? É dívida na mesma. 

"Aqui não existe necessidade de intervenções da UEFA, pelo contrário, continuamos a ser apontados a nível internacional como exemplo de boa gestão e boas práticas."

Na semana em que o caso de Domingos Soares Oliveira demonstrou uma gestão de merceeiro e pouca rigorosa, Vieira pensa que todos vivem hipnotizados pela "luz" que emana.

Hoje o Scaramanga, mais uma vez, explicou a todos e com factos, com o SL Benfica está muito longe da boa gestão e boas práticas. Pelo contrário, completa opacidade, com os negócios de compra e venda de jogadores à cabeça.

O clube envolvido em imensos casos judiciais, com risco até de ir a julgamento por corrupção, com o seu presidente também envolvido em casos pouco prestigiantes para si próprio.

A nível internacional, infelizmente, o destaque nos últimos meses é para a miserável performance do SL Benfica na Champions e nos processos em que o clube está envolvido.

Há um trabalho que foi feito durante algum tempo, meritório, a nível financeiro. Mas tudo isso foi deitado fora quando o carrossel de jogadores começou a rodar e quando o Seixal passou a um processo de permanente construção.

Será que se encaixa nas boas práticas a venda de um activo por 40 milhões e o clube só encaixar 16 desses milhões? 

Ou o clube pagar 22 milhões por um suplente raramente utilizado no seu antigo clube e valorizado (sem jogar) em mais de 100% do seu valor de contratação?

Ou será uma boa prática pagar mais de 16 milhões por um jogador que não passava de uma promessa num clube menor do futebol português, aceitando negociar com um empresário que aparece nas escutas do Apito Dourado a levar deusas aos árbitros?

Será que ainda se encaixa nas boas práticas o que Paulo Gonçalves alegadamente fez com os funcionários judiciais?

Ler discursos em que não se acredita dá nisto.

A cartilha no site do SL Benfica

Avatar
 ●  82 comentários  ● 

É assim que a "News Benfica" resume a participação na Champions:

"Iniciamos agora uma nova fase no percurso europeu desta época. Momento que deve ser aproveitado para um rápido balanço. É certo que não se atingiu o objetivo principal (a qualificação para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões), mas há aspetos positivos a retirar do trajeto já cumprido. O balanço, para já, é este:

• 10 jogos realizados, considerando a 3ª pré-eliminatória e o playoff de acesso à fase de grupos. O resultado foram 4 vitórias, 3 empates e 3 derrotas

• Um total de prémios até ao momento de 49,25 milhões de euros, com a possibilidade de continuar a somar, a partir de fevereiro, através da participação na Liga Europa

• Um dos quatro melhores terceiros classificados, o que permite ser cabeça-de-série no sorteio da Liga Europa.

Liga Europa que, refira-se, terá desta vez um elenco de luxo, a avaliar pelo poderio de algumas equipas já confirmadas na próxima fase: Inter, Nápoles, Shakhtar, Valencia, Arsenal ou Chelsea, só para lembrar meia-dúzia."

------------------------------

Isto quer dizer que para a atual gestão do SL Benfica:

- Ganhar 4 jogos em 10 é positivo!

- Os prémios da Liga Europa não chegam aos calcanhares da Champions. Só o FCP já leva quase 70 milhões. Destes 49 milhões apenas 6,3 milhões de euros foram pela performance na fase de grupos!

- Já é positivo ser um dos melhores terceiros classificados!

E como outras equipas com algum prestígio cairam para a Liga Europa...é bom ir para lá.

Por isto tudo é que a gestão do SL Benfica afirma com toda a lata que nos temos que habituar ao insucesso.

Vergonhoso.

Exclusivo: O caso Soares de Oliveira ou como o cumprimento das boas práticas de governação protege as empresas

 ●  63 comentários  ● 

Embora com menos disponibilidade para escrever, continuo bem atento ao que se passa no nosso Benfica.

Fomos recentemente confrontados com a publicação de mais “emails do Benfica”. 

Neste caso, emails que envolvem um administrador da SAD que terá solicitado que despesas do seu foro pessoal fossem faturadas ao Grupo Benfica para, dessa forma, evitar o pagamento do IVA relacionado. 

Os contornos exatos desta transação e de tudo o que a envolveu não são conhecidos. Para tal seria necessário levar a cabo uma investigação, procedimento que transcende claramente o propósito deste texto. Ainda assim, é possível tecer algumas considerações sobre o episódio. 

Até pode ser que se tenha de facto tratado de um adiantamento por conta de vencimentos e até pode ser que o mesmo tenha oportunamente sido integralmente regularizado (incluindo o IVA) nos processamentos salariais do administrador em causa. 

Até pode ser que o administrador tenha declarado a totalidade dos rendimentos devidos, conforme seria de esperar de uma das principais figuras da maior instituição nacional e de alguém que aufere um generoso salário anual 400.000 €. 

Até pode ser que o teor dos emails (parece que não são falsos nem foram adulterados), aparentemente indiciador de uma intenção velada de fuga ao fisco, tenha resultado de um mero pontual e descontextualizado exagero de linguagem sem ter subjacente qualquer intenção contrária à lei. 

Até pode ser que o Benfica (ou a empresa do Grupo Benfica à qual foi emitida a fatura) não tenha considerado esta despesa no cálculo do seu lucro tributável (conforme resulta do artigo 23.º do CIRC) e não tenha deduzido o correspondente IVA (conforme resulta do artigo 21.º do CIVA) e, desta forma, tenha tido um comportamento à altura do que seria de esperar de uma instituição de utilidade pública com o prestígio mundial como é o Benfica. 

O que não pode ser é a leviandade com que um administrador profissional que deve atuar no melhor interesse dos acionistas (e, neste caso, dos sócios e adeptos) utiliza a entidade onde desempenha funções para seu uso e benefício pessoal … ainda para mais no contexto de transações pouco claras e que, de acordo com os textos dos emails, têm, aparentemente, subjacentes práticas pouco ou nada éticas e que implicam a violação de leis. 

O que não pode ser é o Benfica, instituição de utilidade pública e de projeção mundial, pactuar com estas práticas pouco claras e potencialmente lesivas do erário público (se não na prática, pelo menos na intenção). 

Sobretudo, o que não pode ser é um clube ou uma SAD que quer parceiros de prestígio mundial (patrocínios e investimentos) se sujeitar a estas práticas que indiciam graves deficiências de governação. Poderão tais parceiros (atuais ou potenciais) sentir-se confortáveis ao se associarem a uma organização com tão deficientes mecanismos de governação? 

A comissão de remunerações da SAD autorizou ou contemplou na política de remunerações este tipo de alegados adiantamentos a administradores? 

Os mecanismos de avaliação do desempenho dos administradores contemplam processos que permitem identificar e ter em consideração estes aparentes abusos de confiança? 

O órgão de fiscalização (conselho fiscal) pronunciou-se sobre estas transações com ou em nome de administradores da SAD? 

A auditoria interna executou procedimentos de verificação deste tipo de transações e práticas? 

A resposta a todas estas questões é não. 

É não por um motivo muito simples: estas boas práticas de governação não foram implementadas pela SAD. São parte dos 33% de recomendações do código do governo das sociedades da CMVM não adotadas pela Benfica SAD. 

Foto: Record
Recordo o texto que escrevi a 4 de Julho de 2018 com o título "A falácia do modelo empresarial de gestão"(com link), onde, entre outras coisas registei com preocupação o seguinte:

"... a administração da SAD do Benfica afirma não cumprir com 12 das 40 recomendações da CMVM. Sabendo que 7 das recomendações não são aplicáveis à SAD, esta situação traduz-se num rácio de incumprimento de 36% (aproximadamente 1 em cada 3 recomendações não é cumprida). Trata-se de um desempenho medieval ao nível do cumprimento das recomendações de governo das sociedades da CMVM… bem longe da taxa de incumprimento média de 9% das 18 entidades incluídas no PSI 20 no início do ano. Em termos de governação societária, a SAD do Benfica parece estar claramente algumas décadas atrás das empresas do PSI 20.

Mais relevante ainda se torna este desempenho em termos de governação societária quando olhamos para a natureza das recomendações que, assumidamente, não são cumpridas. 

Trata-se de recomendações relacionadas com a composição e funcionamento do conselho de administração, com os sistemas de controlo de riscos, com a área de auditoria interna, com as remunerações dos administradores, com negócios com partes relacionadas com a SAD… São, por exemplo, taxas leoninas de incumprimento de 40%, 50% e 67% em áreas relacionadas, respectivamente, com fiscalização, remunerações, supervisão e administração… tudo áreas críticas quando se fala de rigor e transparência."

Talvez agora, perante a indignação quase geral com esta situação, se comece a tornar claro que o governo das sociedades e a informação divulgada no relatório do governo das sociedades por parte das entidades cotadas é muito importante. 

Afinal o clube e a SAD que alegam pautar-se por um rigoroso modelo empresarial de gestão ainda estão é na idade da pedra no que às práticas de governo societário diz respeito. 

O caminho para o Benfica se tornar no MAIOR E MELHOR CLUBE DO MUNDO também (e em grande medida) passa pelo fortalecimento das suas práticas de governação societária … e já se percebeu que para a atual direção do Benfica e administração da SAD isso não é uma prioridade (nem interessa que seja).

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Sport Lisboa e Benfica - AEK Atenas

Avatar
 ●  96 comentários  ● 

SL Benfica: Vlachodimos; André Almeira, Jardel, Rúben Dias, Grimaldo; Alfa Semedo, Pizzi, Gedson; Rafa, João Félix e Seferovic.

Os suplentes do SL Benfica são Svilar, Conti, Gabriel, Cervi, Zivkovic, Krovinovic e Castillo.

---------------------

A conversa de Rui Vitória já só interessa ao próprio e aos a quem faz o jeitinho de ainda estar no banco.

Seja como for, só nos resta assistir a uma vitória no campo e não a mais uma vergonha.

De certeza que o treinador do AEK não imaginava quem ía jogar...

O caminho para a segunda divisão europeia segue hoje, na Luz

Avatar
 ●  59 comentários  ● 
Foto: Paulo Calado/Record
"É importante vencer amanhã porque queremos terminar a vencer, somar mais 3 milhões de euros para o Benfica. É o que nos motiva: o prestígio de querer ganhar, de terminar com 7 pontos".

O "prestígio" de terminar com 7 pontos!

Pena é que o SL Benfica não vença um jogo para a Champions na Luz desde Fevereiro de 2017.

Pena é que a conversa do prestígio fique de lado perante as prestações miseráveis. 

Pena é que Rui Vitória, um fantoche desta direcção, não esqueça que nos últimos 11 jogos da Liga dos Campeões tenha 9 derrotas, 1 empate e uma vitória que todos vimos como foi conseguida: com uma dose de enorme felicidade.

Pena é também que Rui Vitória, Rui Costa, Luis Filipe Vieira e todos os outros inúteis ignorem a vergonha que é um clube intervencionado fazer mais pontos nesta Champions 2018/2019 que o SL Benfica nas últimas 3 edições da Champions.

Finalmente, agradeçam a quem não investiu na época do Penta e entregou o título de campeão ao FC Porto. 

Permitiu ao clube de Pinto da Costa entrar directo na Champions e chegar a Dezembro com 67 milhões já garantidos. A salvação do FC Porto por mais uns meses. 

Logo não jogamos para qualquer prestígio, pois isso era jogar para a qualificação. Hoje jogamos para não passar mais vergonhas e descer à segunda divisão da Europa.

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

E Pluribus Unum, ou como se se fo#e-se um fo#*m-se todos!

Avatar
 ●  94 comentários  ● 

Quando esta história dos emails surgiu e muitos Benfiquistas se começaram a insurgir contra o silêncio da Direção, aqui escrevi que os emails eram um ataque quase mortífero ao Benfica e que o silêncio da Direção, mesmo que inconveniente, tinha de se entender.

Uma coisa era os emails virem cá para fora todos de uma vez, o ataque ser desferido, e o Benfica defender-se a seguir; Outra bem diferente era os emails irem sendo divulgados estrategicamente aos poucos a cada semana, obrigando o Benfica a defender-se também todas as semanas...

Ora, o Benfica só tinha dois caminhos possíveis: Ou se começava a defender semanalmente de cada ataque que ia sendo feito e não fazia outra coisa, ou então não se defendia de nada e apostava no tempo (e nos bons resultados da equipa) para ir amenizando o efeito dos ataques.

Sendo que a única outra opção alternativa que tinha era defender-se umas semanas e não se defender nas outras, mas isso seria quase assumir que umas vezes os ataques eram baseados na verdade e noutras na mentira, e o Benfica não podia deixar essa impressão na opinião pública.

E compreensivelmente, a Direção optou pelo silêncio...

Resultou? Evidentemente que não... Como evidente também era desde o início que esta história dos emails ia deixar marcar profundas na vida encarnada, mesmo que alguns (muitos) dos emails até fossem falsos!

Devia a Direção ter-se demitido naquela altura?

Muitos acham que não porque a demissão era assumir a culpa e ir ao encontro dos objetivos do ataque, argumento que aceito MAS...

Talvez nesse momento, uma Direção, mesmo que inocente mas que pusesse os interesses do Benfica acima dos seus interesses pessoais, tivesse achado que a sua demissão era a solução para que o Benfica saísse da nuvem em que se viu envolvida nos últimos 18 meses e pudesse preparar o presente e o futuro com outra clarividência!

E isto porque era óbvio que nunca a Direção encarnada (e por consequência todo o Benfica) ia passar incólume a uma devassa da sua vida privada desta magnitude... A novela montou-se, e convenhamos que nem nós como simples indivíduos, mesmo que os mais honestos, passaríamos sem sobressaltos junto das nossas mulheres, filhos, entidades empregadoras, igrejas, etc, se de repente todos os nossos emails e SMS e mensagens do Facebook de uma vida inteira começassem a ser lançados cá para fora, dando-se destaques a frases soltas muitas vezes sem qualquer contextualização.

Há sempre aquela ex-namorada a quem enviámos uma mensagem no aniversário, uma frase mais arrojada sem importância nenhuma e da qual já nem sequer nos lembramos mas que, lançada à estampa de uma certa maneira vai dar discussão com a mulher durante pelo menos três meses!

E se isto seria sempre assim com o simples Zé ou com o Horácio, então num clube da dimensão do Benfica, os estragos seriam sempre tudo isto multiplicado por 5000 ou 10000! Era óbvio que por muita mentira que também haja misturada em muita verdade, o Benfica nunca sairia vencedor desta guerra!

E chegámos então a este ponto, depois de 18 meses de casos e letargia, depois de n visitas da Polícia Judiciária à Luz, e quando julgávamos que já víamos o fim disto tudo, deparamo-nos também com emails em que as aparentes falcatruas se desenrolam dentro do clube e em benefício de algumas das figuras do atual Benfica! Ou seja, no fim de tudo, afinal o “inimigo” já não é só externo e se calhar está lá dentro sentado na poltrona! E nós a aplaudir!

E as perguntas legítimas são: onde é que isto vai acabar, e por quanto mais tempo vamos levar com esta novela? Perguntas às quais acrescentaria: que mais coisas lindas estaremos ainda por descobrir da honestidade e lisura de processos de membros desta Direção encarnada, Direção essa que sempre anunciou os bons princípios como a sua grande bandeira?!

Devia a Direção encarnada ter-se já demitido? O tempo diz-nos que sim! Diz-nos que nos últimos 18 meses o foco do Benfica está mais nos escritórios de advogados do que nos balneários das equipas, diz-nos que desportivamente o Benfica andou para trás, e diz-nos também que seja qual for a estratégia que a Direção usou para se defender nos últimos tempos, não resultou e o nome do Benfica está cada vez mais enterrado na lama!

E agora podemos perguntar: E a Direção não se demite porquê? Porque obviamente se percebe até pelos últimos emails, como fazer parte desta Direção é sinónimo de vida boa... E a vida boa de três ou quatro indivíduos pesa bem mais na hora de decidir do que o amor que sentem pelos clubes que representam e do que eles significam na vida de tantos milhões de adeptos!

E como já disse hoje, no passado e direi sempre, muita da promiscuidade no mundo da bola se resolveria de imediato com a limitação de mandatos presidenciais a dois! Só isto permitiria que auditorias às contas dos clubes fossem feitas com regularidade e só isso impediria que certas más práticas e vícios se tornassem rotineiros!

Quando se dá 15 anos de vida a uma qualquer Direção pode dar nisto: Tudo se torna numa grande família, fica tudo demasiado à vontadinha e todos sabem tudo uns dos outros, e na hora de repartir a herança que a tia avó que era rica deixou há sempre insultos e ameaças porque todos exigem as suas migalhas e ninguém se deixa comer...

Ou já nos esquecemos das muitas vozes incómodas para a Direção que se trouxeram para dentro do clube ou dos cargos de prestígio que “compraram” certos silêncios? E acharam que isso era de borla?! Hoje, naturalmente, são todos reféns uns dos outros, o que faz com que na hora de aperto, mesmo que se queira mudar qualquer coisa, o compadrio seja já tão grande que se se deixar cair um deles caem todos, porque não faltará quem lhe apeteça dar com a língua nos dentes como se costuma dizer com tanta coisa que sabe!

E então lá andam, a prejudicar o Benfica obviamente, já debaixo de água a respirar pela palhinha quase quase a afogarem-se, a esbracejar desesperados pela sobrevivência e pela manutenção do status quo instalado!

E o Benfica a definhar lentamente...  Até quando Benfiquistas?! Até quando?!

Obviamente, demita-se Sr. Domingos Soares Oliveira!

Avatar
 ●  73 comentários  ● 
Pouco me interessam as inventonas que a propaganda do SLBenfica quiseram tentar passar para esconder que o clube é gerido como se fosse de Luis Filipe Vieira e Domingos Soares Oliveira.

O caso é gravíssimo e não resta outra alternativa a alguém decente senão demitir-se. É isso que é sempre exigido a detentores de cargos que, mesmo sem intenção de dolo, optam por comportamentos pouco claros e pouco éticos.

Com a saída dos seus dois homens de confiança, outro caminho não restaria a Luis Filipe Vieira - ainda para mais depois do triste episódio com Rui Vitória - senão o de se submeter a votação para voltar a obter dos sócios, qual Bruno de Carvalho em plena inventona de malabarismos sujos - um reforço da sua presidência.

Dirão alguns que a saída de Luis Filipe Vieira, Domingos Soares Oliveira e Paulo Gonçalves é precisamente o que os rivais querem para ambicionar ganhar. Pois, a esses eu digo que se a solução para o Benfica ganhar forem comportamentos destes... então quem está no Benfica não serve, porque eu não quero ganhar como fazem os rivais, nem quero ganhar tendo dirigentes que se servem do clube ao invés de servir o clube.

Agora, se acho que a justiça deveria intervir e punir severamente quem directa ou indirectamente explorou estes casos de espionagem empresarial e da vida privada? Sim, totalmente... deveriam punir de forma exemplar, o que implicaria não apenas a saída destes dirigentes do SLBenfica, mas também de toda a cúpula do FCPorto e Sporting... ou seja, uma limpeza no futebol português.

Cada dia que o Ministério Publico o evita... é um dia a mais em que o "cancro" vai tornando o futebol português irrecuperável.

Tudo bons rapazes

Avatar
 ●  80 comentários  ● 

Quer-se dizer, um homem que ganha 400/500 mil euros por ano, precisava portanto de um adiantamento para realizar o casamento da filha...

Mas admitindo que DSO precisava realmente desse dinheiro, o lógico (e legal) seria que o adiantamento fosse feito, mas que a fatura do casamento fosse passada ao próprio. Ou seja, o Benfica adianta o dinheiro, e DSO gasta o dinheiro como bem entende... Não foi isso que aconteceu...

Quando Jorge Jesus recebeu um adiantamento de um milhão de euros em 2010 para comprar uma casa, a fatura da casa não foi passada em nome do Benfica! O Benfica adiantou o dinheiro, Jorge Jesus comprou a casa, Jorge Jesus devolveu o dinheiro ao Benfica, logo a comparação que DSO fez com este caso é simplesmente absurda!

Mais, o pagamento é por uma boda de casamento mas, curiosamente, o homem que diz que fez tudo às claras, solicita à empresa que o documento diga Evento Benfica Corporate...

O Benfica contabiliza portanto nas suas contas uma despesa correspondente a um Evento Benfica Corporate, mas que corresponde a um casamento da filha de um dos administradores do clube... Tudo normal, tudo legal portanto, tudo à vontadinha...

E a fazer fé nas palavras de tantos leitores que participam neste blog, tudo está já esclarecido, tudo clarinho como a água, e pede-se a quem não acha isto nadinha normal que esqueça o assunto, que siga em frente e aponte baterias aos adversários!

Há muito que digo, a maioria das pessoas não quer a verdade... As pessoas só querem a verdade nas casas alheiras... As pessoas só querem qualquer coisa que suporte minimamente o conto de fadas em que acreditam... Nas casas dos outros o Diabo, na nossa é tudo Santo!

As pessoas são cegas, muitíssimo sensíveis aos problemas quando esses problemas ou falcatruas ou roubos arbitrais são em benefício de pessoas ou clubes adversários; mas quando nos toca a nós, essa sensibilidade esvai-se, a busca pela verdade deixa de ter interesse público, os nossos olhos passam a olhar para o mundo partindo de ângulos totalmente opostos!

Em suma, mais um caso a assombrar a gestão do Benfica, mais um de entre dezenas de outros casos que nos últimos tempos deitaram o bom nome do clube na lama, um clube que reclamava para si a bandeira da honestidade, da clareza e lisura de processos, e assumia a rutura total com os tempos do velhinho fantasma que nunca deixou a Luz de nome Vale e Azevedo!

E mais uma vez, com a culpa a morrer solteira, já que no Benfica o Presidente nunca sabe de nada e ninguém assume responsabilidade por coisa nenhuma! E os sócios impávidos e serenos como sempre!

Meus amigos, há muito que defendo que as Presidências do Benfica deviam ser limitadas a dois mandatos, e não é difícil entender porquê...

Porque enquanto que eu e a maioria de vocês, a única coisa que quer do Benfica é golos e festas no Marquês todos os anos e pagamos do nosso bolso para fazer a festa acontecer, há os outros, aqueles que se aproveitam desse nosso amor, tantas vezes “doença”, para se perpetuarem nos clubes e de uma forma muito mais racional resolverem a sua vida muito bem resolvida.

O Benfica e os clubes não podem ser um circo de amigos e amigalhaços, e o “à vontadinha” tem de acabar! Cabe aos sócios exigir essa transparência... também na sua casa!

P.S. Já li  por aqui alguns leitores “revoltados” porque os comentadores do Benfica que falaram ontem sobre este caso, não defenderam o Benfica muito bem. Comentários típicos dos Chicos Espertos para quem defender o Benfica é dar cobertura a estas merdas. Parabéns portanto aos comentadores do Benfica que se recusaram a defender o indefensável, excepto a um, o habitual, o tal que tem que manter o “tacho” porque sabe que quando o clube mudar de rumo (já faltou mais), a vida mudará muito também para ele.

ranking