O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 6 de fevereiro de 2016

13,7M€ vieram de Angola pela porta do cavalo. Pagamos nós!

Avatar
 ●  46 comentários  ● 


A Auditoria Especial WB2 da consultora Deloitte ao BES Angola não deixa dúvidas. (...). A análise da Deloitte nota a ausência de mecanismos de controlo do BES quanto a várias movimentações financeiras do BESA, como as operações a débito de cinco transferências a favor da Sporting SAD. Em 2011, o BESA transferiu 7 milhões de euros para a SAD do clube de Alvalade e o banco central manifestou dúvidas quanto a irregularidades no preenchimento das operações. Contudo, os pedidos de esclarecimento interpostos pelo departamento de compliance do BES nunca tiveram resposta. Em 2012, o BESA voltou a destinar milhões para a SAD sportinguista: desta vez, 6,7 milhões de euros transferidos em seis movimentos.
in Sabado


E assim se pagam os ordenados e contratações do "tolinho das aldrabices" e assim ele engana os acéfalos que acreditam realmente que o Sr. Facebook vai recuperar o clube do lumiar.

BOMBA: Rui Vitória detido e em risco de voltar a treinar

Avatar
 ●  16 comentários  ● 
Ainda estamos a tentar perceber melhor a história, mas segundo percebemos o treinador tem repetidamente conduzido um Ferrari em Portugal, atropelando todos os que lhe aparecem à frente. Aparentemente o ainda treinador do Benfica não gosta de travar o Ferrari que lhe foi oferecido, segundo apurámos no NGB pelo presidente do SLBenfica.

Rui Vitória está agora detido num Campus no Seixal a ser ouvido pelas autoridades e segundo apurámos recusa arrepender-se dos seus atos e tem repetido várias vezes a mesma coisa:


sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Se é fácil... façam igual!

Avatar
 ●  72 comentários  ● 

ARRASADORES! SHOW DE BOLA! CLASSE EM CAMPO!
OBRA DO MISTER!

Se eles acham que tem sido fácil... porque não fazem melhor?
(em 2016, o Belenenses só tinha perdido um jogo e sofrido 13 golos em 8 jogos)

O mister mete os nossos a dar show e ainda dá uma ajuda a orientar os adversários:

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Ai vale humilhar o gordo? Já podiam ter dito...

Avatar
 ●  35 comentários  ● 
«Só tivemos problemas com o Sporting e com a Doyen Sports, parece que a transparência no futebol era um problema para eles»
Autores do site "Football Leaks" in A Bola

As palavras dos jogadores continuam a valer?

Avatar
 ●  8 comentários  ● 
Muito se disse sobre as alegadas declarações dos jogadores sobre Jorge Jesus. Isso durante muito tempo serviu para defender o treinador... será que agora se manterá?


«Já tinha tido oportunidade de trabalhar com Rui Vitória no Paços de Ferreira e desde sempre me ajudou bastante e confiou em mim e no meu valor. Sempre me corrigiu naquilo que possa fazer de pior. Agora, no Benfica, diz-me sempre o que tenho de melhorar e acho que está a ser uma grande ajuda. É um grande treinador e está a mostrar todo o potencial dele no Benfica»

 «Defensivamente já estou melhor e isso devo-o ao mister Rui Vitória»

Pizzi in A Bola

Um azar do ca...Vitória

Avatar
 ●  53 comentários  ● 
Realmente Rui Vitoria tem que ser muito melhor do que se poderia esperar dele... O que teriam sido outras épocas a ter que jogar sem Luisão, Gaitan e Salvio ao mesmo tempo... A lançar jogadores que se revelam determinantes e se lesionam com gravidade antes de compromissos importantes (Nelson Semedo) e por fim a ficar sem dois centrais com lesões graves ao mesmo tempo e ter que lançar um central da formação antes do jogo com o FCPorto.

Agredir cidadãos sem motivo? Coisa pouca para a ministra da justiça.

Avatar
 ●  44 comentários  ● 

"Por ordem da ministra da Administração Interna, que teve dúvidas sobre a pena que tem de ser cumprida pelo subcomissário Filipe Silva - que foi filmado pela CMTV a espancar um adepto do Benfica junto ao estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães -, o oficial voltou ao serviço." CM

Se agredir barbaramente um cidadão sem qualquer motivo não é razão para expulsão da PSP, então não sei o que será preciso.

Uma vergonha que esta besta tenha a oportunidade de voltar a envergar a farda.

Autoridade da Concorrência investiga contratos da Nos e Meo com clubes de futebol

Avatar
 ●  41 comentários  ● 
A Autoridade da Concorrência tem dúvidas quanto à duração e abrangência dos contratos.


Os contratos para a transmissão dos jogos de futebol celebrados com a Meo e a NOS e os três grandes clubes nacionais estão na mira da Autoridade da Concorrência (AdC). O foco do organismo liderado por António Ferreira Gomes está na duração e abrangência excessiva dos acordos exclusivos.  

A AdC está a recolher informação sobre os recentes desenvolvimentos no mercado da comercialização dos direitos de transmissão televisiva de conteúdos desportivos ‘premium’”, revelou ontem fonte oficial da AdC, citada pela Agência Reuters.

Em Dezembro passado, a Nos assinou com o Benfica um contrato milionário. O Benfica garantiu uma verba de 400 milhões de euros nos próximos dez anos, sendo que 300 milhões devem-se à cedência dos direitos televisivos à NOS e 100 milhões pela distribuição da BTV. O contrato do Benfica com a NOS entra em vigor na próxima época, ou seja, 2016-2017. 

O Sporting assinou também com a NOS, um contrato que vale 446 milhões. O clube liderado por Bruno de Carvalho adicionará ainda à suas contas 69 milhões de euros até 2018 devidos à revisão em alta do contrato com a PPTV. 
Já o FC Porto acordou a venda dos direitos televisivos com a Meo por um valor de 457,5 milhões de euros. Para os clubes de futebol estes contratos representam uma lufada de ar fresco, tendo em conta os seus elevados passivos.

Estes contratos, considerados por muitos analistas como multi-milionários, têm levantado sérias dúvidas sobre a forma de como vão as operadoras de televisão rentabilizar o avultado investimento. Em simultâneo, surgiram interrogações sobre se não estarão a pôr em causa uma concorrência saudável. A NOS levantou o véu com o contrato com o Benfica e a Meo (da Altice) não quis ficar atrás e logo tratou de celebrar um acordo semelhante com o FC Porto. Agora, a AdC quer olhar devidamente para os documentos.

Já não é a primeira vez que a AdC se debruça sobre operações de concentração de mercado. Como salientou fonte oficial deste organismo regulador, a AdC teve um conjunto de intervenções recentes em sede “contra-ordenacional e de controlo de operações de concentração”, incluindo o chumbo, em 2014, da entrada da Portugal Telecom na Sport TV, controlada pela NOS e pela Controlinveste. “O conjunto destas intervenções traduz, de forma sintética, aquela que tem sido a visão da Autoridade nos últimos anos em relação ao funcionamento destes mercados”, sublinhou.

Segundo a mesma fonte, “reflectem, por um lado, preocupações com a duração e abrangência excessivas de acordos exclusivos no mercado a montante da comercialização dos direitos de transmissão televisiva de conteúdos desportivos ‘premium’ e, por outro lado, preocupações com restrições da concorrência nos mercados a jusante”.

Fonte: Económico
Depois de a Autoridade da Concorrência ter limitado os contratos dos clubes a 3 ANOS, é óbvio que os acordos a 10 ANOS violam as decisões recentes da Autoridade da Concorrência.

Nem a "artimanha" de 3 Anos de contrato renovável automaticamente por uma das partes, acaba com a irregularidade.
As próximas Direções dos 3 Grandes de Portugal poderão ficar amarradas a contratos lesivos para os seus clubes, na medida em que basta a vontade das operadoras para que os contratos sejam renovados com os clubes.
Isto viola a concorrência no mercado dos direitos televisivos, que já tinha sido decidida pela Autoridade da Concorrência, e é uma situação digna de um país de "terceiro mundo"!
Num país "sério", a Autoridade da Concorrência terá de declarar irregulares os novos contratos, atendendo à sua duração excessiva, e deverá voltar a relembrar a limitação da duração máxima de 3 Anos em relação aos contratos de conteúdos desportivos televisivos.



PS: Enquanto isso, os benfiquistas ainda aguardam pelo resultado da reunião que Luís Filipe Vieira iria ter em Janeiro com os responsáveis da NOS, anunciada pelo próprio Presidente do Sport Lisboa e Benfica!



Novos posts sobre o Assunto:

(13 de Fevereiro 2016)
Autoridade da Concorrência vai CHUMBAR contratos da NOS e MEO com Benfica, Porto e Sporting
 

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

O fantasma da descida do Benfica B a ameaçar todo o projeto

Avatar
 ●  44 comentários  ● 
Foram 9 milhões para meio Jiménez, 2.5 para o Carcela, 1.5 para o Grimaldo, 1.25 para o Robben (perdão, para o Bilal), 1 milhão para o Mitroglou, 0.75 para o Murilo, 0.5 para o Ederson, 0.1 para o Diego Lopes, 4 para o Taarabt, 2.9 para o Francisco Vera, 2.2 para o Jovic, 1.5 para o Saponjic, e nestes e só nestes já temos 27.2 milhões de euros!

Poderemos somar agora os 8 milhões da outra metade do Pizzi mais os 5.4 milhões do Cervi, mais os 4.5 milhões para o Carrilho (2 para o empresário mais 2.5 para o jogador), e chegamos pois à bonita soma de 45.1 milhões de euros, onde ainda falta incluir as belas das comissões que nunca entram nestas contas, incluindo as de outra meia dúzia de “custos zero” que andam a fermentar na equipa B.

Mas este era, como se dizia, o ano das vacas magras. Para aqueles que quiserem olhar para isto de outro ponto de vista para que rombo não pareça tão grotesco, diremos portanto que com utilidade para a corrente época se gastaram “apenas” 30 milhões de euros, e que os outros 15.1 só contam para a próxima época, aos quais, naturalmente, se vão somar mais 15 ou 20 milhões gastos no próximo Verão, trazendo o investimento 2016/2017 novamente para os 30-35 milhões de euros, ao nível portanto, dos maiores de sempre.

Isto tudo, portanto, em anos de vacas magras – foi isso o que nos venderam - , do Benfica Made in Benfica, da prata da casa, da mudança de paradigma e coiso e tal...

Claro que cada um olhará para estes números como quiser... Eu poderei olhar, dizendo que afinal, certezas, certezas é que depois de mais este contentor 2015/2016 e desta pipa de massa gasta, titulares da equipa A são apenas... Pizzi e Mitroglou... E este último é emprestado.

O resto são segundas e terceiras linhas e projetos de jogadores que andam pela B e que poderão um dia vir a dar frutos ou não...

Sei, claro, que alguns pegarão por aqui para justificar o acerto dos investimentos... A conversa dos “projetos de jogador”, duas mãos cheias de esperanças, os novos Robben e coiso e tal, que quiçá, um dia poderão vir a brilhar na equipa A e a render muito dinheiro... Tudo isso possível mas, no mínimo, improvável, bastando para isso pegar na longuíssima lista de reforços que têm chegado de todas as partes do mundo para a equipa B desde 2012 e contar quantos deles chegaram à equipa A para jogar.

E isto leva-me portanto para a paupérrima performance da equipa B do Benfica na Segunda Liga este ano, onde de momento se encontra na zona de despromoção, depois de tanto milhão gasto ao longo dos últimos anos.

Este Benfica B, um projeto já no seu quarto ano e que por isso já devia estar em fase de amadurecimento (foi isso o que nos foi dito depois do regabofe do entra e sai do primeiro ano), conta neste momento no seu plantel com a módica quantia de 32 jogadores! Trinta e dois!

Some-se a estes 32 jogadores, Thierry Graça, Ederson, Scholl, Lindelof, Clésio, Renato Sanches, João Teixeira e Victor Andrade que também por lá andaram, para percebermos que por este Benfica B, vigésimo primeiro classificado da Segunda Liga e na zona de descida, já passaram só em 2015/2016, 40 jogadores de futebol! Quarenta! E mais alguns juniores!

Justificar estes números não é fácil pois claro, pelo menos para um clube que vive sob a bandeira do rigor e da contenção: A equipa B do Benfica tem sido na verdade um verdadeiro entreposto de jogadores bem mais do que uma equipa de futebol... Com a qualidade que supostamente por lá tem passado, com tanto craque em perspetiva, com o tanto que tem sido gasto, andar pela zona de descida é pouco menos do que criminoso, quando no topo dessa mesma Liga anda um Porto B com uma equipa de tostões!

Para se ter uma ideia do fracasso e do nível de despesismo, segundo o transfermarkt, o Benfica B é a larga distancia o plantel mais valorizado da Segunda Liga, com um valor de mercado de 18 milhões de euros. O segundo, o Chaves vale 10 milhões e o terceiro, o Penafiel vale 8 milhões, menos de metade, para termos uma pequena ideia do desnível que existe!

A verdade nua e crua é que ainda assim o mercado de Janeiro agora findo, mostra claramente que o grande desafio de LFV foi salvar a equipa B da despromoção. E como se salva a equipa B? Mandando para lá mais 3 ou 4 “jogadores de futuro” e fazendo regressar Guzzos, na esperança que o valor individual de alguns jogadores consiga resolver aquilo que como equipa não somos capazes de resolver. 

Aqui escrevi não vai há muito tempo que esta coisa das equipas B era para mim pouco mais do que uma moda, que nem sequer era um projeto original, que já tinha existido antes com a mesma naturalidade com que tinha terminado, aliás, existiu no Benfica entre 1999 e 2006, recomeçando em 2012.

E como acaba um projeto de equipa B? Acaba descendo-se de divisão, precisamente o risco que o Benfica corre nesta altura! Se uma segunda Liga é um palco bem pouco apetecível, uma Liga abaixo seria o fim do projeto, um patamar demasiado pequenino para se vender a qualquer jogador com um mínimo de ambição e portas abertas em outros sítios.

Não vou, claro, ser radical ao ponto de não reconhecer os benefícios de se ter uma equipa B: é mais um patamar de evolução para jovens jogadores, principalmente aqueles que saem dos juniores e tomam o primeiro contacto com o futebol sénior, e deveria ser também um espaço para algumas promessas de divisões inferiores portuguesas que vejam no Benfica B uma montra e um passo em frente na carreira...

Mas também não me peçam para viver assustado com o espetro da descida e o fim disto tudo porque, na verdade nunca vi nada de errado com a fórmula antiga dos Rui Costas em Fafe ou dos Coentrões em Vila do Conde.

Jogadores como Bernardo, Cancelo, Nélson Semedo, João Teixeira, Guedes e vários outros, há muito têm as portas abertas na grande maioria de clubes de primeira divisão nacional, onde poderiam ter iniciado o seu percurso a um nível mais alto ainda mais cedo, esfumado as dúvidas de muitos quanto ao seu valor também mais cedo, ganho também outra maturidade e regressado à Luz com outro estatuto, com o bónus de fortalecerem ao mesmo tempo várias equipas da nossa Liga contra Porto e Sporting, ao mesmo tempo que, pelos regulamentos estão impedidos de jogar contra nós!

Na verdade, a grande derrota para todos nós em caso de descida do Benfica B seria para mim em termos de imagem, o clube do novo paradigma e das escolas-modelo a nível mundial ser o primeiro a cair da Segunda Liga e a por em causa todo o projeto, depois de tanto milhão gasto em jogadores vindos de fora e rotulados como os craques do futuro.

Depois de tanta negocio, de tanta contratação duvidosa e de tanta gente a encher os bolsos, os grandes craques da formação têm sido, até ver, aqueles miúdos Benfiquistas de gema que há muito andavam entre nós...

Isto diz muito da linha que devemos seguir para o futuro e se calhar também muito do que temos feito de errado, ao mesmo tempo que continuo a reafirmar que serei sempre muito mais apologista de contratar poucos mas bons e para a equipa A, do que contratar às centenas para tão pouco aproveitar, e em Julho ter de ir à pressa vender o Renato Sanches para conseguir pagar isto tudo.


Como se vê, o problema tem sido tudo menos falta de dinheiro.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Ninguém investiga isto?

Avatar
 ●  55 comentários  ● 

Alguém sério realmente acredita nesta transferência do Imbula para o Stoke?

Um jogador que está a fazer uma péssima temporada vale 24M, mais ainda do que o FCP "tinha pago" no princípio da temporada?

Até quando as autoridades europeias vão fechar os olhos a operações como estas?

Os movimentos de dinheiro, as chamadas "contas correntes" entre certos clubes e certos agentes de futebol e algumas financeiras nascidas "ontem" vão matar o futebol.

Infelizmente, o Benfica está metido neste carrossel. Basta relembrar a operação de Bernardo Silva ou a contratação de Jimenez como casos mais recentes.

Entretanto, todos enriquecem... Menos os clubes.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

João Teixeira a ganhar asas para voar

Avatar
 ●  32 comentários  ● 

O Sport Lisboa e Benfica informa que Alexis Scholl e João Teixeira foram emprestados até ao final da temporada. O lateral esquerdo belga de 19 anos irá alinhar no Gent, já o médio português irá jogar no Vitória de Guimarães
in Site Oficial do SLBenfica

Antecipando desde já que o João Teixeira em muito curto espaço de tempo irá "pegar de estaca" no Vitória de Guimarães, trata-se de um grande passo na carreira do João, que nesta fase não poderia ter o espaço necessário na equipa A com Fejsa, Samaris, Renato e Talisca.

Não tenho dúvidas que a II Liga, e concretamente a equipa B, já era demasiado pequena para a qualidade do João Teixeira, tal como referi no tópico O futuro constrói-se em silêncio. E também não tenho dúvidas que o João Teixeira na próxima temporada fará parte regular do plantel principal.

Na minha perspetiva, o Lystcov, Nuno Santos e o João Carvalho serão os senhores que se seguem a ganhar espaço fora da equipa B e antes de chegar ao plantel principal, como chegará a partir do mercado de inverno o Raphael Guzzo que fez uma excelente metade da temporada no Tondela e integrará agora o plantel principal.

Está bom de ver que o SLBenfica tem hoje uma estratégia claríssima para os jogadores da formação. Uma estratégia, ao contrário de outros anos. Não se trata de "colocar jogadores", trata-se claramente de uma estratégia de valorização e potenciação das capacidades dos jogadores de forma cuidada.

O SLBenfica tem hoje, desde o topo da cadeia, uma visão a 5 anos da formação, ou seja, desde o último ano dos Iniciados. Os jogadores da formação sabem hoje, desde os 15 anos que o SLBenfica está atento à sua evolução e que são o principal ativo de enriquecimento qualitativo do plantel principal e que, como diz o Rui Vitória, "durante a semana os jogadores é que mostram quem joga" e neste caso será o seu compromisso com o processo de evolução que ditará o seu espaço e a necessidade de investimento do SLBenfica noutros jogadores. O que obviamente não se aplica à contratação de jovens jogadores com elevado potencial, oriundos dos quatro cantos do mundo, o que continuará sempre a existir.

A propaganda ensaiada

Avatar
 ●  58 comentários  ● 

"O Sporting foi o clube que mais alterou o equilíbrio do futebol português. O leão acordou, está a rugir e incomoda. A alternância está em perigo e isso envolve muitos milhões e é complicado ficar sem os milhões"
4ª escolha dixit

"Antigamente era um objetivo a dois, o que está a estragar tudo é o facto de o Sporting estar a lutar pelo título" 
projeto de Diretor Desportivo escomungado por Jesus dixit

Como é lindo de os ver a dizer as frases da propaganda... Os acéfalos mais desatentos não reparam que é "musica orquestrada", mas nós felizmente temos neurónios.

domingo, 31 de janeiro de 2016

Fica difícil explicar, eu sei...

Avatar
 ●  45 comentários  ● 

Volvido meio campeonato, o Benfica leva mais golos marcados que nunca, Jonas marca mais golos que nunca, Renato Sanches, Gonçalo Guedes, Nelson Semedo e Lindelof passaram de promessas a certezas - uns com mais qualidade que outros - e seguimos na roda do primeiro classificado a apenas dois pontos.

Temos mais 11 golos marcados que o líder do campeonato, apesar de não podermos contar com o Tonel, nem com arbitragens habilidosas do Jorge Sousa ou do Artur Soares Dias, nem mesmo com esquecimentos do Cosme Machado, nem com amarelos sucessivos perdoados ao Adrian ou vermelhos ao Slimani... No saldo de golos marcados e sofridos o Benfica tem mais 40 a favor, contra 28/29 dos rivais SportingCP e FCPorto.

Apesar de tudo isto, o SLBenfica está desde o início da época sem Salvio, está há vários jogos sem Luisão e esteve cerca de um mês sem Gaitan.

Gaitan joga como nunca. Pizzi está a um nível fabuloso. Jonas marca como nunca marcou. Lisandro ganhou espaço e joga com qualidade. Fejsa não fossem as lesões e era um jogador fulcral. Renato ao 18 anos joga com um um senhor.

... e claro que só Jesus é que sabe potenciar jogadores, claro que futebol espetacular é com Jesus, claro que Jesus, Jesus e Jesus...

Sabem que mais e perdoem-me o português da Reboleira: Jesus, o caralho! Rui Vitória está a mostrar que é um grande treinador. Onde está por aí quem conseguiu transformar (para melhor) o futebol de uma equipa que jogou mais de 5 anos sob as ordens do mesmo treinador?

Méritos indiscutíveis de um "Não-Treinador"

Avatar
 ●  54 comentários  ● 
Podia aqui reafirmar a minha convicção de que um dia, quando se escrever a história deste campeonato, o grande momento da viragem poderá ter sido um momento extra futebol, Jorge Jesus a dar um tiro monumental no próprio pé, quando numa conferencia de imprensa afirmou com uma malícia como há muito não se via, que não se considerava mau colega porque para ser mau colega era preciso que Rui Vitória fosse treinador de futebol...

Fica a sensação que a partir daí a equipa se uniu, os adeptos se uniram e esqueceram até a razão de algumas criticas, porque nunca como hoje a vontade de ser Tri-Campeão foi tanta, e todos nós sentimos que hoje, mais do que nunca, temos de apoiar e fazer a nossa parte...

Fica a sensação que a partir daí a alma tem sido outra, e que esta série de vitórias que em abono da verdade já vinha de trás, passou de uma série de vitórias em alguns jogos às cambalhotas e a cair do céu, para vitórias convincentes, de uma equipa que empurra os adversários para a sua área desde o primeiro minuto sem lhes dar grandes oportunidades de alvejar a nossa baliza...

Podia dizer isso tudo, atribuir tudo isto a uma gaffe tremenda de Jorge Jesus, como se este bom momento encarnado mais não fosse do que uma bomba de adrenalina provocado por mais um amargo de boca do ex treinador...

Mas seria injusto dizer tal coisa e tentar diminuir aqui os méritos de Rui Vitória nesta excelente fase da época. Jogamos um futebol espetacular? Acho que não! Vislumbra-se algum génio tático de Rui Vitória? Daquilo que percebo (que não é muito), também não vejo nada de transcendente,

MAS

Há alma, união, crença e ambição;

Há jogadores integrados num sistema de jogo, com noção clara dos seus papéis e a jogar a um nível alto;

Há jogadores outrora segundas figuras (Pizzi e André Almeida), e que hoje aparecem a jogar a um nível que nunca lhes tínhamos visto;

Há a aposta ganha em Renato Sanches que transformou a equipa e trouxe qualidade coletiva e individual;

Há miúdos lançados (o que era a promessa) e que passados apenas sete meses já parecem certezas;

Há crescimento do Benfica enquanto equipa... 

Há uma equipa que com grande facilidade chega à frente e marca sempre, dois, três, quatro ou mais golos;

Há Gaitan motivado e comprometido com a equipa, este um dos grandes perigos que existia para a nova época;

Há Benfica sem Gaitan, o que em abono da verdade representa um Benfica não dependente das performances de uma qualquer grande individualidade;

E estes meus amigos, e aqui também contra algumas profecias que eu próprio tracei, são méritos que temos que atribuir a quem nos lidera... Se quando as coisas correm mal as culpas são óbvias, quando correm bem, mérito portanto a quem o tem...

Como aqui também escrevi algumas vezes, este é o melhor Rui Vitória da época, um treinador cada vez mais confortável e que deixa serem as vitórias a definir o discurso...

Guerras de palavras só são necessárias quando se perde... Quando se ganha sim, pode-se dar ao luxo de se ser humilde e educado e de só se responder ao que se quer, de sorrir e chutar para canto qualquer pergunta incómoda...

O apelidado “não treinador” tem o mérito de chegar ao fim de Janeiro com os exigentíssimos adeptos da equipa que treina encantados e confiantes convictos em finais felizes, e outros auto intitulados “mestres da tática e dos mind games” preocupados com o volte face e a sentirem o perigo de cair com estrondo do pedestal em que se colocaram e em ver o chão fugir-lhes dos pés...




Quando Cosme Machado não era mau árbitro...

Avatar
 ●  26 comentários  ● 

ranking