O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 12 de setembro de 2015

NN Boys - legalização ou extinção?

Avatar
 ●  76 comentários  ● 

Ontem a claque NN Boys deu mais um exemplo de que permanecer ilegal só alimenta os grupos dentro da mesma.

A não resolução do problema dos petardos e das tochas e a violência dentro da claque só tem trazido problemas ao clube.

Sendo que a anarquia existente não pode continuar, qual o caminho a seguir?

Ainda te dói o Presidente ter decidido correr contigo...

Avatar
 ●  31 comentários  ● 
«[O Benfica] Ganhou com quê? Diga? Nota artística? Era só para saber e recordar quem dizia isso» Jorge Jesus

É verdade quando dizes que o Benfica nunca vai virar os benfiquistas contra ti... és suficientemente bronco para fazer isso sozinho!

Vitoria perde... Equipa ganha!

Avatar
 ●  50 comentários  ● 
Ontem, depois do jogo, a çaminho de casa ouvia o Rui Vitória na conferência de imprensa e reparei que o paradigma de comunicação mudou totalmente... O treinador do Benfica focou todas as apalavras no mérito dos jogadores e do trabalho que fazem durante a semana.

Uma lufada de ar fresco depois de muitos anos a ouvir que estas coisas só aconteciam porque o miolos decidia, fazia, mudava, etc...

Ontem vimos um Benfica que, em véspera de jogo europeu, não tirou o pé do acelerador durante os 90', dizimou uma equipa que ainda não tinha perdido para o campeonato... Mas os adeptos rapidamente tiraram o mérito todo ao trabalho dos jogadores e do treinador e hoje todos dizem que o Belenenses é muito fraquinho e que isso mascarou os 6 golos.

O ano passado era o rolo compressor que não dava hipóteses, este ano são os adversários que são fracos.

Pelo caminho um jogo muitíssimo bom de uma ala direita "made in Seixal", com muita qualidade e irreverência... A quem se juntou Nuno Santos, que teve os primeiros 20' da época e mostrou muita vontade de fazer acontecer, qualidade não lhe falta.

Entre os que ajudam estes miúdos a ser jogadores de qualidade, Gaitan mostrou o que muitos referiam: que está cá contrariado! E Jonas está a um nível que nunca o miolos lhe tinha dado... Deve ser sorte. Mitroglou é matador, nao é o tipo de jogador que mais admiro tal como Cardozo não era mas a verdade é que os golos sucedem-se. Depois ainda deu para ver que o Jimenez vai ter uma palavra a dizer entre o Jonas e o Mitro porque joga muito...

Enfim, fraquinho este Rui Vitória... O eterno responsável por todas as derrotas e ignorado nas vitórias.

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Precisávamos de uma noite assim!

Avatar
 ●  87 comentários  ● 

Parabéns equipa!!!!

Onze inicial do Benfica :

Avatar
 ●  3 comentários  ● 

Júlio César; Nélson Semedo, Luisão, Jardel e Eliseu; Samaris, Talisca, Gonçalo Guedes e Gáitan; Jonas e Mitroglou.

Benfica-Belenenses (e o tema dos comentários)

Avatar
 ●  39 comentários  ● 


Guarda-redes: Ederson e Júlio César;
Defesas: Lisandro, Luisão, Eliseu, Sílvio, Jardel, André Almeida e Nélson Semedo;
Médios: Fejsa, Samaris, Gaitán, Pizzi, Talisca, Victor Andrade e Nuno Santos;
Avançados: Raúl Jiménez, Mitroglou, Jonas e Gonçalo Guedes.

São estes os convocados e em quem depositamos confiança para o jogo de logo.

Será provavelmente o jogo do campeonato mais complicado até agora pois o Belenenses tem mostrado organização e aplicação.

No Benfica temos o regresso de Jardel aos convocados, mas que na minha opinião não trará nada de substancial à equipa pois Lisandro até tem estado em melhor plano que Luisão.

Talvez haja novidades na organização a meio campo, pois o Benfica em casa não se pode limitar a 15/20 minutos de qualidade na parte final do jogo. Esse tipo de estratégia geralmente custa pontos.

A minha maior dúvida é se Rui Vitória vai manter a dupla atacante ou vai colocar em campo desde o início Raúl Jimenez.

O que esperamos é um Benfica mais personalizado e que não guarde para o fim a resolução do jogo.

--------------------

Quanto à questão da moderação de comentários, deixei exemplos no post do Benfica Eagle de quem tenta passar por cordeiro mas não passa de um lobo ordinário.

Felizmente não representam a maioria dos nossos amigos que nos visitam. São uma minoria caceteira, malcriada e que não perde qualquer oportunidade, aqui e noutros lados mal frequentados para ofender continuamente todos os que não seguem certa linha de opinião.

Quem acompanha o NGB há mais tempo certamente recordará a altura em que não existia moderação nos comentários. O aumento da notoriedade da blogoesfera como um todo fez com que também passasse a atrair o comentário ofensivo.

Ainda assim, todos os que comentarem no NGB continuarão a ter a garantia de que desde que o façam com um mínimo de respeito continuarão a ter voz. Como disse certa vez o fundador do blogue, não estamos cá para dar educação a ninguém. Mas há e sempre haverá limites mínimos.

Sempre defendi que todos devem poder debater o desporto e em particular o futebol e assim continuará a ser.
Por isso é que prezo a visita de todos, benfiquistas ou não.
Por isso é que temos uma lista alargada de blogues porque o saber e a informação são peça vital do dia a dia dos tempos actuais.

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Rui Vitória... está melhor, mas ainda falta!

Avatar
 ●  10 comentários  ● 
The Devil is in the details:

“Eu estou no Benfica e a minha preocupação exclusiva, enquanto tiver este símbolo ao peito, é o Benfica. Neste momento, o Benfica esgota a minha disponibilidade. Não quero despender energias com mais nada. Levanto-me às 7 da manhã, trabalho das oito às oito na noite literalmente, enquanto aqui estiver a minha única preocupação é o Benfica”
Rui Vitóra dixit


“Eu estou no Benfica e a minha preocupação exclusiva, enquanto tiver este símbolo ao peito, é o Benfica, não deixei a cabeça no passado. Neste momento, o Benfica é o meu projecto e dedico-lhe toda a minha disponibilidade, não tenho tempo nem vontade de me rever noutros projectos. Não quero despender energias com mais nada. Levanto-me às 7 da manhã, trabalho das oito às oito na noite literalmente, enquanto aqui estiver a minha única preocupação é o Benfica
Rui Vitória deveria ter dito

Rui Vitória tentou passar esta mensagem, mas ela perdeu-se no discurso que continua "redondo" demais. Está a melhorar, mas ainda "não fala à grande clube".

Fora de campo: os taxistas

Avatar
 ●  37 comentários  ● 

Como lisboeta, não quero deixar passar em claro o que aconteceu esta semana na capital tendo como protagonistas os taxistas, ou como carinhosamente os chamo, os fogareiros.

Isto porque vai de encontro ao que escrevi também esta semana quando classifiquei alguns dos portugueses como “eleitorado burro, mal informado, e que vai na primeira treta que lhes coloquem à frente”. Os chamados barraqueiros ou azeiteiros. O chamado retrato fiel do Portugal de hoje.

Os taxistas são na sua maioria mal vistos pela população.

Algumas das razões desse preconceito ficaram visíveis quando se viu alguns “capangas” dos táxis agredir colegas de profissão que escolheram trabalhar nesse dia. Usando inclusive navalhas para cortar pneus e riscar pinturasInaceitável numa sociedade livre.

Numa sociedade pautada pelo respeito e pela ordem pública, o presidente da ANTRAL já teria sido questionado pelas autoridades do porquê das ameaças realizadas perante as câmaras sobre “o que poderá acontecer” se o governo não ceder às pressões dos taxistas.

E qualquer taxista que participasse em qualquer forma de agressão ou coacção deveria ver a sua licença imediatamente suspensa. Não sabem viver em sociedade, preferem agir como animais?

Eu prezo um táxi/taxista que:

Emita factura de forma automática no final de uma viagem, assegurando assim que vai pagar os impostos devidos, como todos os restantes cidadãos e empresas. Quantos taxistas fazem isso? Quem assegura que no fim do turno o produto do dia seja realmente contabilizado na totalidade e sejam pagos os impostos devidos?

- Seja educado, atento e simpático com os clientes e respeitador dos outros condutores.

- Que não faça cenas de má-criação quando tiramos uma nota de 20 euros para pagar uma “corrida” de 7 euros.

- Que nos garantam que podemos ir do aeroporto ao Saldanha sem ter que ir pelo Eixo-Norte Sul para darmos a volta por Alcântara, como fazem à maioria dos que nos visitam.

- Que não esteja sempre a abrandar quando se aproxima dos semáforos apesar de estarem verdes.

- Que quando eu entrar num táxi não esteja lá um estrangeiro (que está lá porque não passa recibo e aceita trabalhar por quase nada) que não conheça nada e me peça para lhe indicar o caminho, tipo GPS.

- Que não tenha o carro pouco limpo, a tresandar a fumo, comida ou suor.

- Que não insista em querer colocar mochilas na bagageira com o intuito de cobrar a taxa de bagagem.
Quando a maioria dos taxistas conseguir preencher estes requisitos, poderão ser encarados com parceiros da mobilidade.

Até lá, a UBER, os TUK-TUK e quaisquer outros que apareçam serão sempre bem vindos.

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Finanças: Benfica SAD com 186M€ de Proveitos e 7M€ de Lucros (2014/2015)

Avatar
 ●  103 comentários  ● 

Foi hoje apresentado na CMVM um Comunicado que informa alguns detalhes sobre o Relatório & Contas da Benfica SAD 2014/2015 que será apresentado de forma detalhada no próximo mês.
 
Sem grandes surpresas o Benfica apresentou 186M€ de facturação e 7M€ de lucro, e se tivesse registado a venda de Ivan Cavaleiro em Junho teria alcançado mais de 200M€ de Proveitos e mais de 20M€ de lucro, considerando apenas a SAD, além dos Proveitos e Lucros do Benfica "clube", como já tinha escrito e comentado neste Blog em ocasiões anteriores.

Pelo segundo ano consecutivo, o Benfica em termos consolidados (SAD consolidada + Clube) alcança uma facturação superior aos 200M€!
 
Face ao ano anterior, a Benfica SAD teve de considerar custos de investimento com a recompra do Benfica Stars Fund e por isso verificou-se esse aumento de custos a rondar os 7M€, e o lucro reduziu-se em igual montante.
 
A Benfica SAD adiou proveitos de 15M€ para a época seguinte (Ivan Cavaleiro), ao contrário do Sporting, que adiou o registo de potenciais custos/indemnizações (inexistência de provisão do caso "Doyen") a rondar os 17M€. Enquanto que uns são prudentes e rigorosos, outros atiram os problemas para debaixo do tapete, ou com a barriga para a frente.
 
Na próxima época é possível que os Custos totais da Benfica SAD baixem dos 179M€ para valores a rondar os 160M€/165M€, devido à eliminação do efeito Benfica Stars Fund, e também à redução de investimentos/contratações e de custos de pessoal.
 
Esse alívio de custos permitirá reduzir também a necessidade de mais-valias com a venda de jogadores, para o exercício 2015/2016, para cerca de 50M€ a 55M€.
 
No final de Outubro saberemos mais pormenores sobre o Relatório e Contas 2014/2015.

O desmentido...por um corruptor. Vamos acreditar?

Avatar
 ●  96 comentários  ● 

 "FC Porto nega, esta quarta-feira, que alguma vez Pinto da Costa e Luís Filipe Vieira tenham conversado sobre Jorge Jesus e quem o garante é mesmo Pinto da Costa. "Totalmente falso, não falo com Luís Filipe Vieira por telefone desde que o Benfica cortou relações com o FC Porto", esclareceu Jorge Nuno Pinto da Costa à newsletter Dragões Diário.

O clube azul e branco não deixa igualmente de estranhar as declarações de Vítor Baía. "Não é habitual, por falta de espaço e de pachorra, desmentirmos todos os erros que são ditos envolvendo o nome do nosso clube, mas porque desta vez até se trata de alguém que diz representar o FC Porto, somos obrigados a repor a verdade. É mentira, sem aspas, sem eufemismos, o que Vítor Baía disse sobre um alegado telefonema do presidente do Benfica ao presidente do FC Porto. [...] Nem é preciso mais do que dois dedos de testa para concluir que dois clubes concorrentes não andam a perguntar-se mutuamente se este ou aquele treinador, este ou aquele jogador, interessam ao adversário. Nem na playstation.", pode ler-se na newsletter portista." - O Jogo.

Agora que Pinto da Costa desmentiu, eu acredito! Ou não!

No processo de escolha e apoio a Luís Duque devem ter comunicado por telepatia, provavelmente.

Além disso, o próprio presidente do FCP é das pessoas mais credíveis de Portugal, por isso é que alguns vieiristas, digo, benfiquistas correrão a aplaudir o "esclarecimento" de Pinto da Costa.

Fui só eu que reparei que, mais uma vez, é Pinto da Costa que fala em nome de Vieira? Porque Luís Filipe Vieira não veio desmentir?

Será difícil olhar para as câmaras e confirmar que não fala com Pinto da Costa desde o corte de relações?
Se calhar é.

Peço desde já desculpa aos fãs de Vieira se não acredito numa palavra de Pinto da Costa, que todos vós irão hoje considerar... Credível!

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Carrega Pedro Guerra!!!!

Avatar
 ●  57 comentários  ● 

Ontem, no programa ‘Prolongamento’, da TVI 24, o sr. Pedro Guerra referiu que Jorge Jesus teria dito em ‘off’ aos dois jornalistas de Record , José Ribeiro e Alexandre Carvalho, autores da entrevista que o nosso jornal publicou na sua edição de domingo, que "o Benfica não é comparável ao Sporting", que "a estrutura do Sporting não existe" e que "no Sporting as coisas são todas muito..." [n.d.r.: não se percebeu onde queria chegar Pedro Guerra com esta frase]. 

Em momento algum (em ‘on’ ou em ‘off’) Jorge Jesus fez qualquer tipo de comparação entre a ‘grandeza’ do Benfica e a do Sporting. Acrescenta-se que, em momento algum, Jorge Jesus se referiu à estrutura do Sporting em ‘off’. A única vez que falou sobre o assunto foi em ‘on’, declarações que estão reproduzidas nas páginas do nosso jornal. "O FC Porto tem uma estrutura de 30 anos; o Benfica tem uma estrutura de 6 anos; o Sporting tem uma estrutura que só agora está a começar a ser preparada para estes desafios…" [pág. 9, da edição de 6 de setembro de 2015]. 

Nem José Ribeiro nem Alexandre Carvalho conhecem ou alguma vez falaram com o sr. Pedro Guerra. Nesse sentido, não se percebe de onde é que surgiram as supostas ‘informações’ (e nunca as aspas funcionaram tão bem como aqui) que o senhor em causa levou para o programa da TVI 24. 

Agora, caberá ao sr. Pedro Guerra provar nos locais próprios a veracidade das insinuações que dirigiu aos jornalistas de Record, colocando em causa o jornal e a ética dos seus profissionais. 
in Record

O dia em que LFV jurou dizer a verdade e só a verdade

Avatar
 ●  63 comentários  ● 
Apesar de algumas criticas que aqui tenho feito a Luís Filipe Vieira enquanto Presidente no meu clube, há uma coisa que tenho a certeza e que nem vou ter a arrogância de rebater:

Há muita coisa que não entendo, e que se um dia Luís Filipe Vieira me chamasse para uma tarde pelos corredores da Luz onde muito do que não entendo me fosse explicado, de lá sairia com um outro tipo de compreensão que me ajudasse a ser mais condescendente com certas coisas que vejo, que não concordo e denuncio.

Mas como este é pois tão só e apenas um espaço de opinião, e daqui vou dando a minha com a distancia que a minha posição pressupõe, há algo que, em boa verdade, o bom senso me obriga a entender desde logo:

É que são 15 anos de Luís Filipe Vieira no Sport Lisboa e Benfica, um longo caminho, e sabemos nós, com muitas pedras para atravessar. E quando o caminho é duro como foi, e quando ao longo desse caminho houve eventualmente pessoas (mesmo que inimigas) que nos deram a mão em momentos difíceis (mesmo que ajudando na hora para cobrar depois), isto pois, ao fim de 15 anos, de relações e negociatas sempre entre as mesmas pessoas, não custa pois nada a imaginar o compadrio que existe e do qual é difícil fugir.

É fácil pois criticar a relação entre o Benfica e o Jorge Mendes, entre o Benfica e a Doyen, entre o Benfica e a Olivedesportos, mas nós sabemos que ao longo do caminho, e com tantas trocas de favores, umas vezes para beneficiar uns e outras para beneficiar outros, as contas entre o deve e o haver nunca ficam completamente saldadas!

E esta introdução serve para dizer o quê?! Serve para dizer que eu sou um adepto e acérrimo defensor da verdade, e palavra de honra que tiraria o meu chapéu a Luís Filipe Vieira se ele um dia tivesse a coragem de contar a verdade aos Benfiquistas, mas sobre tudo!

A verdade ajudaria a entender os novos caminhos... A verdade far-me-ia até defender o caminho escolhido e que hoje tanto critico... Se eu hoje sou crítico deste caminho e deste Presidente enquanto pretendente a gestor da pasta de futebol, é porque cheiro a aldrabice em cada palavra dita! Em suma, eu sei (ou acho que sei) que o Presidente não fala aos Benfiquistas a verdade!

Um Presidente do Sport Lisboa e Benfica não pode estar a falar a verdade quando os Benfiquistas vêm o seu plantel a ser completamente desbaratado desde Janeiro de 2014, e o Presidente continua a cada entrevista que dá, incapaz de reconhecer qualquer dificuldade financeira que tenha obrigado a esse caminho. Escudar-se uma e outra vez, na mudança de paradigma, de um Benfica para pior, por opção e convicção, é uma mentira do tamanho da Torre Eiffel que pode convencer aqueles “Vieiristas” mais cegos, mas que não convence (nem pode convencer) qualquer Benfiquista que decida colocar a emoção de lado e olhe para tudo isto com algum bom senso e distância!

Luís Filipe Vieira que dissesse aos sócios, coisas deste género, que teria em mim um acérrimo defensor:

É difícil, para não dizer quase impossível, manter ao fim de 15 anos de liderança deste clube, com tantos momentos de glória mas também tantos momentos extremamente difíceis, uma posição de total independência em relação a todos os poderes vigentes no futebol português, mesmo aqueles que por diversos motivos possam ser mais sensíveis para alguns adeptos.”

O Benfica, como a grande maioria dos grandes clubes europeus, mas ainda mais quando falamos de clubes portugueses, e tudo isto enquadrado numa situação específica do mercado mundial e do sistema bancário como aquela que se vive hoje, foi empurrado para uma situação de, para não correr riscos de hipotecar o seu futuro, ver-se na obrigação de encontrar outro tipo de soluções mais baratas, e de tentar fazer mais com menos recursos!

“Este caminho que o Benfica escolheu seguir, um caminho de tentarmos produzir dentro de portas o nosso próprio talento e de, fora delas, tentarmos encontrar as soluções que a complementem, é um caminho resultado da chegada à conclusão, que a politica de transferências seguida nos últimos anos, mesmo com alguns inegáveis resultados extraordinários entre o preço que pagámos e o preço pelo qual vendemos alguns jogadores, nos levou a um nível de endividamento bancário que hoje condiciona a nossa gestão e a um nível de carga salarial que um clube como o Benfica não pode suportar!”

“Para o Benfica seguir durante muito mais tempo o caminho que seguiu nos últimos seis anos, de contratações de elevado valor visando revendas posteriores, só tinha uma solução: continuarmos reféns dos interesses de fundos como a Doyen e de outros empresários, esses sim a imporem-nos sempre a sua vontade e os “seus” jogadores, com o clube a perder a cada passo a sua independência e a capacidade de ser ele e as pessoas que nele trabalham, a decidir o nosso caminho. Este novo caminho é um caminho que não se fará sem percalços, mas um caminho que visa recuperarmos a nossa independência ao nível de todas as nossas decisões, independência essa que sentimos que corríamos o risco de perder a breve prazo, tivesse o caminho continuado o mesmo.”

“O caminho do FCPorto é um exemplo do tal caminho que passa pela ilusão de planteis muito fortes, a ilusão de um clube capaz de grandes investimentos, mas plantéis formados por jogadores que lhes são impostos, jogadores que lá são colocados para dar lucro a algumas pessoas, estratégia que visa o sucesso imediato mas que mina a sustentabilidade futura do clube. Apesar de apetecível, recuso-me a seguir por esse caminho.” 

“Sou um Presidente consciente que a aposta na formação não é uma solução mágica para todos os nossos problemas, e que não é sequer o caminho mais curto nem o mais fácil para atingirmos o sucesso que todos idealizamos. Mas este é o caminho da nossa independência, é um caminho que nos orgulha, e na sua essência, do ponto de vista económico e financeiro, é o único caminho possível!”

“Jorge Jesus fez do ponto de vista desportivo um trabalho magnífico no Benfica, um trabalho que nos levou ao êxito em muitos momentos, mas um êxito que, ao contrário do que por vezes nos é dado a entender pelo próprio, não foi mérito apenas dele mas de toda uma equipa. Decidimos mudar porque, apesar de todos esses méritos que teve e que ninguém lhe retira, sentimos que em muitos momentos, resultado de feitios e de personalidades, não estavam já reunidas as condições para uma convivência sadia entre todos os elementos dessa estrutura, e eu não sou alguém que acredite em ciclos de vitórias duradouras, quando uma estrutura que nos levou tantos anos a idealizar, tinha já, na sua base, muitas relações comprometidas.”

“A escolha de Rui Vitória é uma escolha que acarretava alguns riscos, fruto da falta de mediatismo e de um percurso feito sempre em clubes de uma dimensão mais pequena que a nossa, mas é uma escolha baseada na procura de um perfil que idealizámos. Estamos conscientes que fruto de uma mudança de paradigma, este primeiro ano seria sempre difícil fosse qual fosse o treinador, mas esta foi uma escolha que visava garantir o futuro do clube, um futuro que queremos que seja de sucesso, um sucesso que queremos que comece já hoje, mas que sabemos que também pode levar um pouquinho mais de tempo a consolidar-se. Seria injusto, até em virtude da mudança assumida do nosso paradigma, e do tempo de ajustamento que por vezes é necessário, que a avaliação do trabalho de Rui Vitória se fizesse logo a partir dos resultados imediatos, até porque, e como Presidente assumo isso, não somos capazes de dar a Rui Vitória neste momento as mesmas condições de que beneficiou o seu antecessor.”


No dia em que o Presidente do meu clube for capaz de dizer algo parecido, em suma aquilo que não acredito que ande muito longe da verdade que não nos é dita, esse será o dia em que Luís Filipe Vieira voltará a ganhar o meu apoio, a minha admiração e o meu respeito.


E era também assim, com a verdade e só a verdade, que LFV tinha unido os Benfiquistas, e libertado o Benfica de 90% do atrito que tem tido neste atribulado início de época.



Infelizmente...certos.

Avatar
 ●  105 comentários  ● 

Há muito tempo que foi escrito por aqui que a proximidade entre Luis Filipe Vieira e Pinto da Costa era uma realidade.

Depois de desmentidos, de justificações e da instituição da palavra "convergência" para ilustrar a relação entre Benfica e FCP, ou melhor, entre Luis Filipe Vieira e Pinto da Costa, eis que cai mais essa mentira vendida aos benfiquistas.

Depois de almoços de leitão em que se dizia que Pinto da Costa e Luis Filipe Vieira apesar de na mesma mesa nem trocavam palavras, eis que ontem Vítor Baía revelou na CMTV, segundo o Record, o seguinte:

"Vítor Baía afirmou que Luís Filipe Vieira telefonou a Pinto da Costa de forma a certificar-se de que Jorge Jesus não iria para o FC Porto, terminado o contrato do treinador com o Benfica.

"Vieira ligou ao presidente do FC Porto a perguntar se este estaria interessado em Jesus e a resposta foi negativa. [Pinto da Costa] deu-lhe a palavra de que não queria Jesus", disse o antigo guarda-redes na CM TV, adiantando que o líder encarnado ficou relaxado com a garantia, nunca acreditando que JJ seguiria para Alvalade e revelando que conversas entre presidentes rivais são normais."

Isto quer dizer que Luis Filipe Vieira, além de demonstrar uma proximidade tóxica com o principal inimigo do Benfica dos últimos 30 anos, achou por bem telefonar ao presidente do FCP e discutir com ele um assunto que apenas ao Benfica dizia respeito. A continuidade ou não de Jorge Jesus. 

Mais que isto, Luis Filipe Vieira ficou "relaxado" com a palavra dada por Pinto da Costa. 

Ou seja: supostamente Luis Filipe Vieira não tinha relações pessoais com Pinto da Costa. Estavam "zangados". No entanto, de um dia para o outro, falam sobre um tema do Benfica e Vieira confia na palavra de quem tem feito do Benfica o seu principal alvo desde que chegou ao futebol.

Será que Vieira também perguntou a Pinto da Costa se estava interessado em Maxi Pereira? 

Nota: O ministro da informação e as suas "fontes seguras" arranjaram mais um problema, conforme nota da redação do Record chamada "As mentiras de Pedro Guerra".

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Até doi de ver...

Avatar
 ●  26 comentários  ● 
Bernardo Silva a ser dos melhores da seleção, já é titular e ao lado de outro também formado na Luz, Danilo Pereira, o tal que aqui defendi desde 2011...
O que têm em comum alem de serem enormes jogadores? Nenhum nasceu as vezes necessárias...

Luis Filipe Vieira, o "espertalhão".

Avatar
 ●  90 comentários  ● 


Luis Filipe Vieira é um espertalhão, sem esta expressão pretender de forma alguma insultar o presidente do Sport Lisboa e Benfica. É a constatação de um facto.

Foi graças a isso que passou a perna ao Bibi(Vítor Santos) depois de este o ter apresentado a Manuel Vilarinho. Nesse momento Vieira percebeu que o seu caminho no Benfica poderia ser muito mais do que esperava de início.

Foi também assim que ultrapassou o facto de o seu número de sócio não ser, digamos, explicável, conforme abordado no post do NGB “Vieira – sócio do Porto antes de o ser do Glorioso?! E não elegível para o Benfica?!” , no post do blogue Eterno Benfica “Era uma vez um não-sócio que hoje é presidente”, no blogue Benfica Anonymous com o post “Os anos de sócio de Vieira – Parte II” e no post do NGB “Candidatura de Vieira ferida de morte?”. Isto conjugado com outras notícias como esta que assinalava os 24 anos de Luis Filipe Vieira como sócio do FC Porto.

Aliás, é curioso que nem o presidente da AG quis agir quando confrontado nas últimas eleições por um grupo de sócios. Consta que a resposta foi que a agir não poderiam haver eleições pois nem Vieira nem Rangel reuniam condições para se candidatar. Ilegal portanto.

Também na forma como adequou o próprio clube à sua necessidade de poder demonstrou ter uma esperteza acima da média. O golpe do estatutos, como muitos lhe chamam, concedeu a Vieira um poder acrescido para controlar o povo benfiquista e a possível insatisfação que possa surgir.

Foi uma espécie de golpe porque a proposta inicial era uma mas a final, e aprovada numa AG muito pouco concorrida, foi diferente, cortando nos direitos dos sócios individuais e fortalecendo substancialmente o grande apoio de Vieira: as Casas do Benfica.

O presidente de uma Casa do Benfica só precisa de ter um ano de sócio do clube para poder ocupar esse lugar,mas passa a ter nas mãos os 50 votos que uma qualquer Casa do Benfica passou a terenquanto um sócio efectivo precisa de mais de 25 anos para poder ter os mesmo 50 votos.
Assim se explica a grande preocupação de Vieira com as Casas do Benfica. São um dos alicerces do seu poder.

Além disto, Luis Filipe Vieira aprendeu com o tempo de que a falta de resultados seria um problema para se manter no poder. Por isso rapidamente puxou para o seu lado alguém que tinha uma aura de herói do presente (e futuro) para o controlar melhor: Rui Costa.

Assim que conseguiu, encostou Rui Costa e o próprio Rui contribuiu para deixar de ser um de nós e ser apenas mais um entre a “corte” de Vieira. Preferiu um lugar na prateleira que tomar uma posição.

Vieira soube também calar muitos dos críticos com exposição pública relevante como José Eduardo Moniz ou Varandas Fernandes trocando o seu silêncio por um lugar no clube. Penso que já perceberam como Vieira os enganou com as promessas de relevância no clube. Fico espantado é como alguém como JEM se deixou levar pelas cantigas de Vieira.

Outro ponto que Vieira foi aconselhado a mudar foi na comunicação. Foi por isso que vieram para o clube 2 profissionais da política: João Gabriel, que gozava com quem gostava de futebol nos seus tempos da TV, e Pedro Guerra, o homem de mão de Paulo Portas desde os tempos do “Independente”.

As intervenções públicas são ditadas por estes senhores, habituados a lidar com um eleitorado burro, mal informado, e que vai na primeira treta que lhes coloquem à frente. E nisso os benfiquistas não são diferentes do país. São mesmo um retrato fiel do Portugal de hoje.

Quem faz parte da corte de Vieira está bem informado, o típico adepto burro de futebol que apoia tudo sem questionar e alguns outros que apesar de informados relativamente bem não se importam de ganhar de qualquer maneira. Estes são os apoiante típicos de Luis Filipe Vieira.

Dentro da corte de Vieira estão também alguns comentadores profissionais como António Simões ou João Gobern que trocaram a sua independência por um politicamente correcto que sacrifica os interesses do Benfica em troca sabe-se lá de quê. É pena.

Ora entre estes e a maioria dos portistas que tanto foram criticados ao longo dos anos não há diferença.Pouco querem saber do que Pinto da Costa fez ou faz, desde que o clube ganhe. Com Vieira é parecido. O que se diria de Pinto da Costa se alguém colocado por si no FCP fosse apanhado com 9,5 kgs de droga.

A diferença é que a maioria dos benfiquistas tem-se afastado do clube. Assim como os portugueses se afastam da política. Sobram os chico-espertos tipo Sócrates, Costa ou Passos Coelho.

Por muita engenharia que se procure fazer, no período mais triunfante de Vieira desde que é presidente, os adeptos preferiram deixar de ser sócios. Daí que é uma derrota evidente de Vieira esta falta de apoio.

Não é de admirar que os benfiquistas se afastem do clube. Vieira não se preocupa em falar para os sócios/adeptos. Preocupa-se em representar para a imprensa, em ler discursos escritos pelos politiqueiros conselheiros mas não fala à alma benfiquista. É difícil passar algo que não se tem.

Por isso é que o apoio de Vieira a Rui Vitória não foi acompanhar o treinador à digressão às Américas ou à Eusébio Cup. Era preferível apoiar o amigo dos negócios:Jorge Mendes.

O apoio ao treinador foi a representação para os jornalistas com a presença na sala de imprensa no final dos jogos da Luz. São as entrevistas de encomenda aos “mauzões” dos jornais que afinal servem para alguns momentos.

Por todos estes motivos é que Luis Filipe Vieira, espertalhão como é, irá nos próximos tempos tentar perceber se alguém se está a posicionar para lhe fazer oposição nas eleições.

Alguém que o force a debater em directo na TV certamente terá grandes hipóteses de derrotar Luis Filipe Vieira. Todos sabem que a falta de argumentos e capacidade de debate é uma fraqueza do presidente. Por isso é que fugiu a 7 pés de qualquer debate. Até Rangel lhe tinha feito frente se tem tido a oportunidade de debater na TV.

Luis Filipe Vieira tem o mérito de perceber o mundo à sua volta e tirar o melhor proveito de todas as condições que tem ao seu dispor. Infelizmente, faz isso no Sport Lisboa e Benfica.

 

A entrevista de Luis Filipe Vieira.

Avatar
 ●  31 comentários  ● 

O presidente do Sport Lisboa e Benfica deu uma entrevista ao jornal "A Bola" neste domingo, no mesmo dia em que já era anunciada uma entrevista de Jorge Jesus ao jornal "Record". 

Não se entende o timing desta grande entrevista de Luis Filipe Vieira. Ainda não há muito tempo tinha dado outra grande entrevista, sendo que esta apenas se explica com o medo da estrutura com o que JJ poderia dizer.

Fala em "tempo para fazer os ajustes necessários", o que é verdade e deveria ter sido dito muito antes.

Frisa a importância de que 4 ou 5 jogadores da formação integrem o plantel, o que coincide com o que sempre defendemos neste espaço.
Mas espalha-se quando dá o exemplo do Barcelona para fazer comparações. Algumas perguntas antes frisou que o Benfica já não iria investir no "Aimar ou no Saviola como fez no passado". Significa que esses jovens da formação irão crescer e aprender com jogadores medianos? O Barcelona nunca deixou de comprar jogadores acima da média para fazer as suas equipas e complementar a formação dos seus jogadores, jovens ou não.

E já que se fala nos jovens, desmente que Ivan Cavaleiro tenha saído por 3.5M. Veremos no R&C como vem lá "explicada" essa história.
O negócio vergonhoso de Raul Gimenez também é "explicado". 

Tem uma frase curiosa, em que diz que "gostaria de ter dado mais um ou dois jogadores ao Rui Vitória". Não explica o que falhou, mas na minha perspectiva apenas poderá ser um "mea culpa".

Fala na Centralização mas não acrescenta nada de novo ao que já se sabia. Invoca a questão da "livre concorrência" e veremos no futuro o que isso quer dizer. 

Faz umas contas estranhas para (tentar) justificar a quebra de 100 mil sócios invocando 2005. Pelo menos desta vez não invocou o Vale e Azevedo. Já é um progresso.

Também em perguntas quanto à Liga de Clubes e a Jorge Jesus responde com lugares comuns, sendo que a diferença prende-se entre a distinção que faz entre Sporting e FC Porto. Enquanto sobre o clube de Alvalade remete as relações para o nível da Liga de Clubes, já quanto ao clube condenado por corrupção as palavras são de proximidade e de uma ausência de hostilidade reveladoras. 

Finalmente, quanto às eleições do Benfica, LFV mente com todos os dentes que tem pois diz que "ainda não pensou nisso". Não pensa ele noutra coisa e esta entrevista é um sinal claro disso.

Luis Filipe Vieira irá nos próximos tempos procurar perceber se mais alguém se candidata e em que condições e com que apoios. Não me admiraria que, se a época não estiver a correr de feição, pedisse demissão e antecipasse as eleições num golpe como já fez no passado. 
Luis Filipe Vieira só sairá do clube obrigado. De outra forma, continuará sempre a candidatar-se.

E tem razões para pensar assim. Mas isso fica para outro post, mais logo.

domingo, 6 de setembro de 2015

Quem explica?

Avatar
 ●  35 comentários  ● 

Enquanto dissemos por aqui que o Atlético de Madrid e Jorge Mendes tinham feito mais um negócio da China à custa do Benfica, fomos desmentidos pelos comentadores da blogoesfera.

Afinal Luís Filipe Vieira hoje confirmou em entrevista ao jornal "A Bola" que Raul custou 9M por 50% do passe,  sendo que os outros 50% passaram para a mão de Jorge Mendes.

O risco todo do lado do Benfica, por um jogador que custou praticamente isto na temporada passada mas pela totalidade do passe. Um jogador que desvalorizou pela fraca utilização.

Quem explica este negócio sem falar em pagamento de favores? Sem meter a Doyen ou o seu círculo de clubes?

Pobre Benfica que está à mercê de tudo isto.

A insistência num mito que vai acabar por tramar Luís Filipe Vieira

Avatar
 ●  44 comentários  ● 
Li a entrevista completa, claro está. Otimista? Claro que não, e arrisco mesmo a dizer que penso que nem LFV está, especialmente para a corrente época.

Gostei daquela frase em que diz que gostava de ter dado mais dois jogadores a Rui Vitória. Os Benfiquistas ficam sem perceber então os porquês de, gostando de ter dado, não deu.

Problemas financeiros?! A fazer fé nas palavras do Presidente, penso que não, aliás, quando lhe perguntam:

- A aposta na formação é por convicção ou ditada pelas restrições financeiras?

- Claramente por convicção, ou então o Caixa futebol Campus não faria sentido. (...) Ao contrario de outros, não fomos forçados a seguir este caminho.


A isto pois um verdadeiro LOL. O Benfica desinveste, o Benfica deixa de investir, o Benfica fica mais fraco claramente, sem ter sido obrigado a este caminho. Ou seja, tudo isto é ao fim e ao cabo opção estratégica? O Benfica decide ficar mais fraco por opção e convicção?! A sério que é isto que me querem dizer?!


E quem são os outros aos quais LFV se refereque seguiram este caminho por obrigação? O Porto, que eu tenha visto não seguiu! O Sporting, pelo que parece, tendo seguido muitos anos este caminho sem nada ganhar parece querer abandoná-lo ou transformá-lo numa coisa mais próxima do que o Benfica já tinha! Quem são os outros afinal? Está a comparar o Benfica ao Guimarães?!


No fundo pois a entrevista é mais uma vez sobre o mesmo de sempre, o novo projeto, o futuro Benfica Made in Benfica e o Benfica Made in Seixal. Só que, convicção minha entenda-se, das duas uma:

Ou o Presidente não percebe mesmo nada disto, ou então julga que somos todos estúpidos e que vamos na sua cantiga.

Repare-se nesta intervenção:

- Quer dizer que o Benfica do futuro vai deixar de comprar jogadores estrangeiros?

- Não, mas vamos passar a comprar muito menos. (...) Provavelmente o Benfica de agora não vai investir no Aimar ou no Saviola como fez no passado (com todo o respeito e admiração que tenho pelos dois), mas nada impede que o futuro Aimar seja o João Carvalho ou que o futuro Saviola seja outro jovem que cresceu no centro de treinos.


Sr. Presidente, com toda a franqueza! Mas o Senhor quer fazer de mim parvo?! O Aimar e o Saviola chegaram ao Benfica em fim de carreira, e chegaram por serem jogadores que por diferentes motivos já tinham lesões e outros problemas no seu historial que os tornavam menos apetecíveis às grandes potências!

Você quer-me convencer, que se na formação do Benfica houver um Aimar ou um Saviola em potência, que esse jogador fica no Benfica mais de dois anos?! Essa treta do Benfica Made in Benfica bate no mesmo problema de sempre: Se a nossa formação for de facto a maravilha que você diz que é, vai servir apenas de trampolim aos nossos jogadores para estes reforçarem emblemas mais poderosos. Entre nós é que continuarão a não ficar muito tempo com toda a certeza, pelo menos não mais do que um qualquer Witsel ou Markovic desta vida!

Você passa o tempo todo a falar nas estruturas físicas e no talento humano, mas continua sem dizer aos Benfiquistas como faz para que esses jogadores se disponham a ficar no Benfica quatro ou cinco anos? Onde estão as condições financeiras que permitam manter as nossas pérolas?

Repare-se na pergunta seguinte:


- A aposta na formação está refletida na equipa neste arranque da época. Acha que o Benfica pode ganhar campeonatos com quatro ou cinco jogadores da formação?

- Como foi que o Barcelona ganhou e continua a ganhar?  Sim, acho possível, desde que a aposta seja consistente e continuada. (...)


Ó Sr. Presidente!! Mais areia para os meus olhos?! Mais o senhor quer agora dar o Barcelona como exemplo? Um clube em que quem lá nasce, lá quer ficar para sempre?!

Continua sem explicar Sr. Presidente, com que idade pensa o senhor vender jogadores como Messi, Xavi ou Iniesta, se algum dia o Benfica tiver a sorte de produzir talento desse quilate! Sem condições para manter esses jogadores, lembrar o exemplo do Barcelona é pura demagogia!

Pergunta seguinte:


- Temos um clube que baixou drasticamente o investimento de anos anteriores, ao contrario do FCPorto, que embora baixando, mantém o investimento num nível elevado, e do Sporting, que deixou a contenção dos últimos dois anos para investir com algum significado no plantel e no treinador. Não teme ser vítima desportiva da nova opção desportiva/financeira?

- É uma opção que dará frutos. Se não for no imediato, a médio prazo sairemos reforçados. Digo isto mas acredito que mesmo desportivamente podemos ganhar no imediato.

Sou só eu a sentir que até mesmo o Presidente já reconhece nas entrelinhas a borrada que fez e os resultados que vai dar no imediato?! Ele já diz... Se não for no imediato será a médio prazo! Ó Presidente, que raio de conversa é essa?!

O problema como sabemos não é a formação! O problema é que você colocou nos putos da formação a responsabilidade de tudo, do sucesso ou do insucesso imediato! MAS NÃO TINHA DE SER ASSIM!

E tanto não tinha, que você mesmo diz nesta entrevista que o Benfica mudou o paradigma, não por necessidade mas por convicção! Mas você muda por convicção para o Benfica ter menos probabilidades de ganhar no imediato? Então não era mais fácil manter o paradigma que nos levou ao sucesso, e fazer do Seixal um acrescento ao projeto e não a substituição do mesmo?!

Mas sou só eu a achar que a sua entrevista é de uma confusão e contradições constantes?!

E depois acaba com esta:


- Num ano em que o Benfica gastou tão pouco em contratações, faz sentido investir nove milhões por metade do passe do avançado Jimenez?

- Faz, se tivermos as garantias de que é um jogador que nos vai trazer rendimento desportivo e de que nos pode dar no futuro, retorno financeiro. Confesso que não foi uma decisão fácil, mas entendi que era um jogador que nos iria trazer uma mais valia desportiva que justificava o investimento.


Ora caramba! Afinal o futuro não passa por Aimares e Saviolas porque há Seixal. Mas depois passa por comprar meio Jiménez por 9 milhões de euros?!

Meio Jiménez por esse dinheiro todo?! Para dar, como você preconiza, rendimento desportivo e financeiro?! Mas vai vendê-lo por quanto? Por 40 milhões para ter lucro que se veja?

E vai ser capaz de vender por 40 milhões um jogador que no contexto de um Benfica mais fraco, pode não ser capaz de se exibir a alto nível a nível europeu e se calhar até nacional que ajude à sua valorização?!

Repito: Se A contratação de Jimenez por 9 milhões de euros (50% do passe) é para dar rendimento desportivo e financeiro, se este (palavras do Presidente) nos vai dar isso tudo, então o que raio havia de errado em investir em Markovics, Ramirez, Witsels, Matics ou Rodrigos?! Porque raio fomos obrigados a acabar com isso tudo? Será que esses não davam (deram) rendimento desportivo e financeiro?!



Enfim, muito mais foi dito na entrevista mas eu foco-me nestes pontos particulares, porque no fundo são estes que me interessa e com os quais assumo o meu desacordo há muito tempo.

O Benfica está mais fraco sim senhor! E o Benfica Made in Benfica é uma treta, pelo menos nos moldes que o Presidente me quer fazer crer!

Se me disser que o Benfica Made in Benfica é sim o Milhões Made in Benfica, aí sim, já acredito na teoria e vejo sentido em tudo o que tem vindo a anunciar...


Mas como o que eu quero é vitórias no campo, este mito não me convence nem satisfaz de maneira nenhuma!

ranking