O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sábado, 13 de outubro de 2012

Arrancou a Campanha. Responsabilidade: Acompanhar

 ●  24 comentários  ● 

Na medida do possível, é fundamental que os benfiquistas estejam esta semana muito atentos a toda a informação que estará disponível sobre as candidaturas de Luis Filipe Vieira e Rui Rangel.

Da minha parte, procurarei estar presente no jantar de Luis Filipe Vieira esta noite na Bairrada e na apresentação de Rui Rangel na segunda-feira às 20.00 no Hotel Sheraton em Lisboa.

Só poderei efectuar uma opção em consciência se conhecer bem os projectos de cada um dos candidatos. Não há em mim espaço para fundamentalismos ou ideias préconcebidas. Quero o melhor para o SLBenfica e não estou a procura de nomes, de passados, de obras ou de promessas. Vou avaliar projectos e acima de tudo o potencial para o futuro do SLBenfica.

Enquanto não há informação sobre a Lista de Luis Filipe Vieira e deseja-se que o Presidente nos apresente logo à noite já parte de um projecto desportivo sólido (deixe lá de parte para já as rádios, museus e afins...), hoje no Record, Fernando Tavares levanta algumas questões pertinentes sobre as recentes declarações de José Eduardo Moniz. É assustador que tamanhas diferenças num passado recente, se tenham transformado numa união estranha.

Mas mais que isso, e tal como alerta também Rui Santos hoje, com JEM a dizer que não vem para ser "Rainha de Inglaterra", mas sim ter funções e actuações transversais no Clube, não se coibindo de dizer que intervirá mesmo sabendo que tal poderá deixar algumas pessoas internamente descontentes, poderemos estar perante um cocktail molotofe em preparação para a futura direcção do SLBenfica.

Entretanto e para permitir a JEM um actuação assim tão "transversal" como ele diz, é preciso que alguém da actual Direcção... caia. Dizem os jornais que Luis Filipe Vieira irá mudar o elenco da Direcção com introdução de alguns elementos "do lado JEM".

Convenhamos que há nomes intocáveis e cargos "vazios". Na verdade que quem seja convidado para o novo elenco, interessa a Direcção e pouco mais.

Assim sendo, considerando apenas os lugares da Direcção, quem cai para entrar Moniz e outros?

Rui Cunha nunca! Fiel escudeiro de LFV e grandíssimo benfiquista.
Rui Gomes da Silva idem!
Alcino António tem o importante pelouro dos votos, perdão, das Casas!

Sobram o Silvio Cervan... e o Vice que tem realmente trazido títulos para o SLBenfica: João Coutinho.

Será que Luis Filipe Vieira terá a coragem de deixar cair João Coutinho? Haverá a tentação de o considerar o elo mais fraco, por ter uma área que dá poucos votos e apesar dos titulos não conta com a presença de Luis Filipe Vieira nos pavilhões...?

Há lugares a menos para nomes a mais, quando se fala também nos jornais em Varandas Fernandes (ver o tópico anterior), Alvaro Dâmaso ou Domingos Piedade, há que considerar se Nazaré fica ou sai... Enfim.

O que acham? Quem cai?
Eu aposto em João Coutinho como o primeiro a cair, sendo que considero uma tremenda injustiça para com o seu trabalho.

DirecçãoAssembleia GeralConselho Fiscal
Presidente
Luís Filipe Vieira
Sócio nº. 5199
Presidente
Luís Nazaré
Sócio nº. 7.136
Presidente
Rui Barreira
Sócio nº. 41.445
Vice-Presidente
Rui Cunha
Sócio nº. 4.533
Vice-Presidente
Virgílio Vieira
Sócio nº. 11.770
Vogal
Afonso Henriques
Sócio nº. 3.792
Vice-Presidente
Alcino António
Sócio nº. 13.710
1º Secretário
Jorge Arrais
Sócio nº. 1.715
Vogal
Gualter Godinho
Sócio nº. 9.768
Vice-Presidente
Silvío Cérvan
Sócio nº. 62.526
2º Secretário
Bernardo Sousa
Sócio nº. 5.632
Vogal
José Alberto Vieira
Sócio nº. 5.921
Vice-Presidente
Rui Gomes da Silva
Sócio nº. 3.144
Secretário (suplente)
Ricardo Martorell
Sócio nº. 1.920
Vogal
João Quinta
Sócio nº. 17.516
Vice-Presidente
João Coutinho Pinto
Sócio nº. 51.548/1
Vice-Presidente
Domingos Lima
Sócio nº. 5.652
Vice-Presidente (suplente)
João Paço
Sócio nº. 34.463
Vice-Presidente (suplente)
José Appleton
Sócio nº. 2.862



Varandas Fernandes: o homem dos rins de aço.

Avatar
 ●  22 comentários  ● 
05 Jun 2009 - TSF 

"José Varandas Fernandes, o rosto visível deste movimento, disse à TSF que Scolari é um técnico com carisma, mas não adiantou mais pormenores.
Curiosamente foi José Veiga, antigo director-geral da SAD encarnada, quem tentou contratar Scolari em 2004.
Varandas Fernandes disse não perceber por que razão alguns querem pôr em causa a capacidade e o benfiquismo do antigo dirigente.
Numa altura em que o Benfica perdeu Álvaro Pereira para o FC Porto, Varandas Fernandes sublinhou que este é mais um exemplo de falta de liderança e de organização."


09 Jun 2009 - TSF 

"Os opositores de Luís Filipe Vieira mostram um cartão vermelho à antecipação das eleições no Benfica. João Varandas Fernandes, do movimento «Benfica, vencer, vencer», diz que continua disponível para ir a votos e considera esta ideia é um «golpe»."

10 Jun 2009 - Ionline

"João Varandas Fernandes, o rosto do movimento de oposição "Benfica vencer, vencer" (do qual faz parte José Veiga), critica a decisão de Vieira de antecipar as eleições para 3 de Julho. "São um sinal de fraqueza e indecisão."

Contava com a antecipação das eleições por parte de Vieira?
Não, porque estatutariamente estavam contempladas para Outubro. E só em casos excepcionais é que se deve antecipar as eleições.

Este não é um momento excepcional?
Não, até porque me parece que já têm treinador e jogadores contratados para a próxima época. Trata-se de um golpe. Se Vieira se demite, está a pôr em causa a gestão.

O vosso movimento já tem um candidato à presidência?
Estamos a trabalhar e a pensar nisso e brevemente anunciaremos o nome. Provavelmente para a semana, dia 16.

Porquê escolher José Veiga?
O futebol tem especificidades e José Veiga conhece bem os meandros, os balneários. Sabe impor regras e gerir os recursos humanos como ninguém. Tem uma vasta experiência e merece uma oportunidade de ter um papel importante. Nenhum projecto pode deixá-lo de fora. É imprescindível.

E Rui Costa tem lugar no vosso projecto?
Rui Costa é um grande Benfiquista e uma glória do clube. Se quiser aderir, estaremos perfeitamente abertos. Penso que Rui Costa esteve isolado, à procura do Norte, não foi devidamente acompanhado. E, convém dizer, Rui Costa foi colocado numa posição para a qual não estaria eventualmente preparado. Tudo na vida tem o seu tempo.

Em que posição poria Rui Costa?
Rui Costa pode ser um grande embaixador do Benfica.

Já falou ou vai falar com ele?
Com certeza que vai haver uma reunião com Rui Costa.

E a coexistência entre Rui Costa e José Veiga?
Acima das inimizades está a grandeza do Benfica.

Será uma gestão bicéfala?
Vai haver um colectivo com uma liderança. Não sou apoiante da gestão bicéfala.

Que ideias tem para o futebol do Benfica?
Queremos dar prioridade às escolas e à formação. Só vale a pena investir em quem é realmente uma mais-valia. Queremos instituir um prémio pela capacidade de trabalho que cada jogador desenvolve.

Contratos por objectivos?
Sim, esse é o caminho.

Vale e Azevedo impôs isso e a coisa correu mal.
Foi? Pois, não sei. Sou cirurgião e conheço o comportamento humano e sei que não há duas pessoas iguais. Não estou dentro do assunto de Vale e Azevedo mas digo-lhe que os contratos por objectivos são um bom princípio.

O que pensa de Jorge Jesus?
Reconheço-lhe capacidade de liderança, garra, empenho e dedicação. Mas há provas que têm de ser dadas antes de se ser treinador do Benfica. Quero treinadores vitoriosos e não um técnico do terceiro e quarto lugar.

19 Jun 2009 - DNOnline 

"O movimento Benfica Vencer Vencer não vai apresentar uma candidatura às eleições do clube no próximo dia 3.

"Não podíamos aceitar as regras que nos foram impostas", afirmou João Varanda Fernandes, ao referir-se à antecipação das eleições.

"Neste momento, para apresentar uma candidatura séria e estruturada temos que confessar que nos impediram de criar as condições necessárias", disse o responsável, acrescentando que "a solução não é uma conquista do poder pelo poder"."


02 Jul 2009 - JNOnline 


"Movimento pede ao presidente da Assembleia-Geral do Benfica para suspender o acto eleitoral de sexta-feira, por inexistência de condições de transparência.
Se forem respeitadas as ordens dos tribunais e restabelecidas a legalidade e a ordem democrática, o Movimento “Benfica Vencer, Vencer” garantiu que se apresentará às eleições, estatutariamente, previstas para Outubro.
"O movimento apela ao presidente da Assembleia-Geral, Manuel Vilarinho, para suspender o acto eleitoral de 03 de Julho para os órgãos sociais do Benfica", disse Rui Rangel, em conferência de imprensa realizada em Lisboa.

Para este elemento do movimento, o pedido de suspensão da votação justifica-se devido à inexistência de "condições objectivas e subjectivas" para a realização de eleições "livres, claras, transparentes, que respeitem os princípios democráticos".
João Varandas Fernandes, outro dos rostos do movimento, disse que, caso Manuel Vilarinho aceite suspender as eleições, esse será "um verdadeiro acto à Benfica".

"Se respeitarem as ordens dos tribunais está restabelecida a legalidade e a ordem democráticas", afirmou Varandas Fernandes, assegurando que, perante esse cenário (de suspensão da ida às urnas), o movimento avançará com uma candidatura aos órgãos sociais do Benfica nas eleições que assim se realizarão em Outubro, como determinam os estatutos do clube.

Rui Rangel admitiu que, em função do que acontecer sexta-feira (realização das eleições), o movimento sente-se no direito de "abandonar a posição neutral" que tem assumido até ao presente "e tomar medidas para defender a dignidade e o prestígio do Benfica", não afastando para isso o recurso à justiça.

João Varandas Fernandes e Rui Rangel acusaram Luís Filipe Vieira, actual presidente e candidato a novo mandato à frente do clube, de ser "o único responsável" por "o Benfica estar a viver um momentos mais tristes e negros da sua história", sustentando que "todo o imbróglio jurídico" criado à volta das eleições de sexta-feira "foi criado de dentro para fora".
"O movimento demarca-se de qualquer responsabilidade ou ligação a todo este imbróglio júridico criado à volta das eleições", afirmaram."

12 Out 2012 - Record 

"O médico Varandas Fernandes afirmou, esta sexta-feira, que irá apoiar a recandidatura de Luís Filipe Viera às eleições para a presidência do Benfica, três anos depois de dar a cara por uma alternativa ao presidente dos encarnados.

"O meu conhecimento hoje do Benfica é maior que há três anos e pelo que conheço do clube, pelo trabalho que tem vindo a ser feito, e pelos novos projetos que vão ser apresentados apoio a recandidatura de Luís Filipe Vieira", avançou à agência Lusa.

Desta forma, Varandas Fernandes desvincula-se de Rui Rangel, apontado como um dos possíveis candidatos a concorrer contra Luís Filipe Vieira. Varandas Fernandes e Rui Rangel foram os rostos do movimento Benfica, Vencer, Vencer, que em junho de 2009 se formou com a intenção de apresentar uma alternativa a Filipe Viera, mas acabou por não avançar com nenhuma lista às eleições, realizadas em julho do mesmo ano.

O sócio benfiquista reconheceu agora o "bom trabalho" de Luís Filipe Vieira à frente do clube "encarnado", sublinhando que se trata de um trabalho "corajoso e de grande seriedade e que ultrapassou algumas adversidades". "Pelo que conheço do Benfica, pela organização do clube e pelos novos desafios que Luís Filipe Vieira vai apresentar sábado na Bairrada, estou do seu lado e apoio a recandidatura", frisou Varandas Fernandes. Também hoje, a Associação das Casas do Benfica da Beira Litoral anunciou o seu "total apoio" à recandidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do clube da Luz, nas eleições que se realizam no final de outubro.

Dá-se um prémio a quem acertar no "tacho" que foi oferecido ao Sr.Rins de Aço.




sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Os grandes rins de Pragal Colaço

Avatar
 ●  28 comentários  ● 
20 Set 2006 - Jornal Record

"António Pragal Colaço está a equacionar uma candidatura à presidência do Benfica, apesar de saber "de fonte segura" que Luís Filipe Vieira se vai recandidatar.

"Estou a ponderar. Esse é o verbo adequado. Fui convidado por um grupo de sócios. Fui abordado ontem (terça-feira). Expliquei que não estava à espera d o convite. Tenho de falar com a minha família", referiu à Lusa Pragal Colaço, que fez parte da oposição durante a presidência João Vale e Azevedo.

O jurista, de 42 anos, foi assessor de Manuel Vilarinho, mas desiludiu- se um pouco com o rumo que o clube levou e com a "perda de força que o Benfica f oi tendo nas instâncias do futebol".

"A dívida do Benfica ao sector financeiro é monstruosa. Esse é um dos factores que poderá pesar na minha decisão. O Benfica tem de libertar-se de todos esses encargos", disse Pragal Colaço.

Outro dos factores que poderá ter influência na posição do advogado é a mais que provável recandidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do clube.

"Sei de fonte segura que ele (Luís Filipe Vieira) se vai recandidatar. Essa situação até poderá influenciar a minha decisão. Tenho de ver se vale a pena candidatar-me, tenho de ouvir os sócios e saber para que lado pendem", disse Pragal Colaço, acrescentando não saber se haverá mais candidatos.

A decisão final de Pragal Colaço será tomada para a semana, embora considere que ainda tem muito tempo para apresentar a candidatura, uma vez que o prazo para a entrega das candidaturas termina a 10 de Outubro.

"Para a semana tomo essa decisão. Não vou demorar muito tempo. Não estou debaixo de grande pressão, a não ser talvez de alguns sócios que me têm ligado . Em termos formais temos muito tempo. Se não fizesse mais nada, já o poderia fazer", referiu.

As eleições do clube da Luz estão marcadas para 27 de Outubro, não havendo ainda nenhuma candidatura formalizada."

26 Set 2006 - Jornal Record

"O jurista António Pragal Colaço anunciou hoje q ue não se vai candidatar à presidência do Benfica, mas adiantou que se vai manter atento ao futuro do clube, com destaque para a situação financeira.

Em comunicado enviado à Agência Lusa, o advogado, que esteve na oposição a Vale e Azevedo e foi conselheiro de Manuel Vilarinho, afirma que esta decisão se deve, sobretudo, ao facto de toda a sua família se ter oposto à sua candidatura.

"Não sou candidato. Desde logo porque a minha família se opôs a tal facto. De seguida, face às necessidades de cumprir compromissos profissionais com instituições privilegiadas na sociedade portuguesa, projectos que não quero nem devo abandonar", justificou.

Pragal Colaço revela ainda que estudou "os elementos financeiros do Grupo Benfica", o que lhe permitirá "moralmente acompanhar os próximos três anos da mais que certa eleição de Sr. Luís Filipe Vieira".

"Estarei especialmente atento, ao passivo consolidado do Grupo Benfica, que actualmente se cifra em 125.000.000,00 euros, bem como, à fusão - a socieda de Benfica Estádio na sociedade Benfica SAD", alertou o jurista.

Em relação ao mesmo assunto, pode ler-se ainda: "A concretizar-se tal pretensão do actual Presidente, opor-me-ei a que 'day tradings' venham beneficiar do património da Benfica Estádio valorizando a sua actual participação societária".

Pragal Colaço aconselha ainda "que não haja qualquer opositor à candidatura do Sr. Luís Filipe Vieira, permitindo que este se responsabilize por si próprio, sem alusão em tom de desculpa a qualquer motivo".

O advogado agradeceu ainda o apoio do grupo de sócios que o convidou a candidatar-se à presidência, prometendo ser "um ávido acompanhante do desenvolvimento do rumo do Grupo Benfica", algo que poderá passar pela "criação de um movimento cultural benfiquista"."

11 Out 2012 - RTP/Antena 1 

"O conhecido benfiquista António Pragal Colaço reconhece, em declarações à Antena 1, que Luís Filipe Vieira devolveu credibilidade ao Benfica e a oposição surge por vingança e não em defesa de projetos e ideias.

O adepto das "águias" considera "salutar para qualquer instituição haver debate de ideias e projetos mas esse não é o caso nestas eleições do clube e as alternativas ao atual presidente não existem"

O habitual comentador da Benfica TV não tem dúvida sobre o trabalho efetuado pelo atual presidente do clube da Luz ao afirmar: "Todos nós temos que reconhecer que foi feito um trabalho excelente a nível de infra-estruturas. Estamos entre os maiores e melhores clubes da Europa. Temos boas modalidades, uma formação em desenvolvimento, uma grande credibilidade e organização. O Benfica transformou-se numa grande empresa".

O carismático adepto considera que Luís Filipe Vieira (LFV) "tem projetos, tem ideias e a intenção de abrir o leque de pessoas que possam colaborar com a sua equipa".

Pragal Colaço lança duras críticas a diversas pessoas que tem surgido perto de Rui Rangel e sem citar nomes considera: "Percebe-se quem está por detrás da outra candidatura e o que move essas pessoas que é tirar LFV do Benfica. Não se trata de um debate de ideias mas a tentativa de vingança pessoal contra o presidente"."
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

E tudo um lugar na Benfica TV mudou. 

Um acto eleitoral cheio de boas notícias

 ●  6 comentários  ● 

As últimas noticias dizem-nos que Vieira vai, obviamente, avançar. O juiz Rui Rangel parece ter assumido a liderança de uma lista e portanto haverá alternativa. José Eduardo Moniz assume-se disponível para integrar a lista de Vieira. Rangel parece apostar em Cunha Leal para o futebol e Tavares como nº2. Enfim... Muita coisa para nos deixar animados para o acto eleitoral de dia 26. Vamos por partes:

Comecemos pela recandidatura de Luis Filipe Vieira.
Há duas ou três questões que me parecem fundamentais para o actual Presidente poder fazer uma caminhada triunfal no próximo dia 26. A primeira de todas chama-se: Projecto.

Ao contrário dos últimos actos eleitorais, é absolutamente vital para o futuro do SLBenfica que os candidatos apresentem propostas aos sócios, apresentem um projecto e uma ideia clara para o futuro do SLBenfica em diversos pilares: Desportivo, Direitos Televisivos, Relação com Liga e FPF, Modalidades, Recuperação Financeira, Formação, etc.

Gostaria, sinceramente, de ter acesso a um documento de candidatura de Luis Filipe Vieira onde pudesse apresentar propostas e ideias claras para estes (e outros) dossiers.

O meu receio é que Luis Filipe Vieira considere que não tem que apresentar absolutamente nada, que os sócios "sabem o que podem contar" e que têm que decidir se querem votar nele ou entregar o SLBenfica a algum "aventureiro ou manipulador". Isso será o tipo de discurso totalmente penalizador para o SLBenfica, pois o Presidente tem que compreender que não pode continuar a viver em cima desse clima de que não tem nada a aprender, não tem nada a melhorar e o que o SLBenfica fez na última década foi perfeito e o melhor que qualquer um faria no seu lugar.

Um passo, contudo, que considero favorável - em linha com o que aqui defendi várias vezes - foi o desafio a José Eduardo Moniz para integrar a sua lista. Um passo na unicidade em torno de um projecto... MAS TEM QUE HAVER PROJECTO!

Não obstante, é também importante que Luis Filipe Vieira não nos faça de parvos sobre o tema Moniz. Em 2009, quando por pouco não o tinha como opositor, apelidou-o de "mau benfiquista" e dias depois fez-se sair n'A Bola uma notícia de que JEM tinha uma "agenda secreta" de vender o SLBenfica aos espanhois da Prisa. 

Tal como está populado, na SAD, de vários "não-benfiquistas", é importante que Luis Filipe Vieira clarifique a questão dos... "maus benfiquistas". Pois se outrora o apelidou de mau benfiquista com uma agenda escondida, não fará sentido que o chame a integrar a sua lista. Clarificada esta questão, a integração de JEM será obviamente boa notícia para os benfiquistas.

Para fechar, e voltando à questão do PROJECTO, é importante que seja Luis Filipe Vieira a disponibilizar-se para discutir o SLBenfica em debate na televisão pública contra eventuais candidatos que venham a aparecer. O debate de ideias é VITAL.


Sobre a alternativa Rui Rangel, algumas boas noticias também.
A começar pela própria hipótese de existir uma alternativa... de não haver uma perspectiva de "ou Vieira ou morte". Depois se é ou não uma melhor opção... isso será discutivel e da cabeça de cada um.

O Record fala-nos hoje na hipótese de a lista de Rangel integrar dois benfiquistas que considero terem valor e que eu próprio já aqui tinha destacado para a tal lista de união a ser liderada por Vieira: Cunha Leal e Fernando Tavares. Dois benfiquistas de coração, conhecimento muito aprofundado nas respectivas áreas (futebol e modalidades).

Também é positiva a notícia que diz que Rangel não integra Veiga na lista para o Clube - mas importará saber se pensa o mesmo para a SAD. Pelo passado e percurso, entendo que Veiga não deveria ter uma posição de liderança de topo (Presidente do Clube ou da SAD), mas penso que pode ser um activo importante no futebol - apenas na função, por exemplo, de Carraça (eventualmente mais alargada um pouco).

Por fim, mais uma boa notícia é a disponibilidade para convidar Rui Costa a permanecer no Clube caso esta lista consiga vencer a do actual Presidente.


Ou seja, há matéria de facto para deixar os benfiquistas animados e optimistas de que será um processo de superação nas eleições e que quem ficará a ganhar é, necessariamente o SLBenfica.

Haja vontade de todos de apresentar PROJECTO para o SLBenfica, de DEBATER o SLBenfica e de serem todos pessoas DE BEM e PELO BEM do SLBenfica.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Vieira e Rangel: o que o vai ajudar a decidir o seu voto?

Avatar
 ●  141 comentários  ● 
Um empresário, o outro juiz.

Trajectos diferentes mas o mesmo a uni-los. O Benfica.

Numa altura em que se falam de muitos nomes na imprensa para acompanhar ambos os candidatos, lançamos aqui a primeira discussão sobre este tema das eleições.

O que o vai fazer a si, sócio do Benfica, decidir?

Que pontos acha essenciais para apoiar o candidato A ou B?

O que espera ouvir de cada um deles?

O que espera do próximo presidente do Glorioso?

Participem com os vossos comentários. Ajudem a enriquecer o debate.

Nota: Comentários com insultos pessoais seja a quem for serão eliminados.


quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Rui Rangel - Sondagem / Votação

 ●  3 comentários  ● 


Sobre a possível candidatura do Juiz Rui Rangel à presidência do SLBenfica,
qual a opinião dos leitores do NGB? 
Podem votar na sondagem que se encontra no topo da página.


Eleições SLBenfica - Declaração de Interesses NGB

Eleições SLBenfica - Declaração de Interesses

 ●  15 comentários  ● 

Caros leitores,

Para que fique desde já claro, a Administração do NGB não aceitará QUALQUER declaração de apoio em nome deste blog no processo eleitoral que se avizinha para o dia 26 de Outubro.

Toda e qualquer iniciativa de apoio ou critica a projectos e/ou candidatos serão da exclusiva responsabilidade dos respectivos autores dos textos e não vincularão nem o blog, nem outros bloggers.

De igual modo, repudiamos qualquer iniciativa de descredibilização de qualquer candidato a este processo eleitoral - seja quem for - à semelhança de emails que alegadamente circulam a criticar ou descredibilizar Rui Rangel, potencial candidato, ou outros que venham a aparecer no mesmo sentido ou em igual perspectiva face a Luis Filipe Vieira.

A Administração deste blog recusa desde já qualquer tentativa de conotação e/ou utilização deste espaço para, nos comentários, realizar campanha seja por quem for.

Estaremos contudo disponíveis e muitíssimo activos a divulgar os projectos, ideias e planos de cada candidato para o futuro dos próximos 4 anos do SLBenfica e desejamos que TODOS os sócios e adeptos do SLBenfica EXIJAM que todo e qualquer candidato (sejam quem e quantos forem) apresente e debata o seu projecto para conhecimento de todos os benfiquistas.

Alimentamos o desejo de poder submeter cada um dos candidatos (que por agora não tenha conhecimento de nenhum oficial) que aceite colaborar numa entrevista ao blog sobre o seu projecto para o SLBenfica.

Inclusivamente estaremos ao dispor de qualquer das listas que venham a aparecer para ajudar com a angariação de assinaturas que permitam que haja processo eleitoral onde se discuta o SLBenfica e não as pessoas, onde seja possível apresentar ideias, projectos e objectivos de futuro.

É fundamental que haja debates televisivos em canal aberto com eventuais candidatos e tal deve ser promovido muito activamente por qualquer candidato. Que ninguém julgue os benfiquistas como obtusos que acrediam em novos ou antigos "Salvadores da Pátria", novos ou antigos "Defensores de Vigaristas" ou novos ou antigos "D. Sebastiões".

Seja quem for que vá a votos, de novos ou actuais dirigentes, não se escondam! Não tenham medo dos benfiquistas, nem das historietas dos jornais. Não há poder maior que ser benfiquista.

Juiz Rui Rangel candidato?

Avatar
 ●  43 comentários  ● 
Ecoa hoje na imprensa que o juiz Rui Rangel vai avançar com a sua candidatura à presidência do Sport Lisboa e Benfica.

Quando tudo indicava que LFV não teria oposição, vemos aparecer um nome de um benfiquista conhecido a tomar a iniciativa e a dar a cara por um projecto alternativo.

Considero positivo aparecer (pelo menos) mais um candidato. Se até o SCP teve vários candidatos, porque não um clube muito mais abrangente como o Benfica não haveria de ter?

Mas mais importantes que os nomes são os projectos.

Que ideias tem Rui Rangel para o Benfica? Que equipa de gestão o vai acompanhar?

Que diferenças apresentará LFV ao que já conhecemos dos cerca de 10 anos que leva de presidência?

Respostas precisam-se para que os benfiquistas possam escolher em consciência o próximo projecto de liderança para o Glorioso.

Ninguém duvide que o projecto vencedor irá ditar muito do que o nosso clube será nos próximos 20/30 anos.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Apelo aos (muitos) benfiquistas de Paços de Ferreira e a Devesa Neto.(atualizado)

Avatar
 ●  23 comentários  ● 
No seguimento do assunto relatado no post 'Guilherme Aguiar, o sério', ontem assistimos a momento raro no programa 'O Dia Seguinte'. Guilherme Aguiar claramente nervoso e embaraçado.

Ao aperceber-se que o jornalista Paulo Garcia(que cada vez aprecio mais pela forma como não foge às perguntas difíceis, apesar de ter 'pinta' de lagarto...(sem ofensa Paulo!)) iria proceder à leitura integral das declarações de Devesa Neto, Guilherme Aguiar levantou a voz com o seu estilo habitual de azeiteiro tentando ele resumir as palavras do ex-árbitro auxiliar. Tentou, tentou mas Paulo Garcia não foi na conversa e leu.

Claramente a parte 'Ali não alternamos' foi a que incomodava Guilherme Aguiar.
E mais. O representante azul tinha afirmado que nunca tinha ido ao restaurante em causa. No entanto, ontem no 'Dia Seguinte' descreveu o estabelecimento de ponta a ponta. 

Ora, como nós aqui no NGB gostamos pouco de assuntos por esclarecer, apelamos aos benfiquistas de Paços de Ferreira que possam trazer mais luz sobre estas questões, que o façam quer por comentários ou para o endereço do blogue que teremos todo o prazer em publicitar e esclarecer o mundo desportivo português.

Ao ex-árbitro auxiliar Devesa Neto colocamos o blogue disponível para que possa dar os esclarecimentos adicionais que achar necessários.

Guilherme Aguiar, o sr. alterna?
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Acrescento este texto, que considero ter muita relevância(retirado DAQUI):

"Guilherme Aguiar - apelo à violência/vandalismo?

Nós já conhecemos os métodos do Porto.
Quando alguém não se verga ao sistema e ameaça dizer o que sabe ou tomar medidas prejudiciais à sua iníqua sobrevivência, parte-se para a violência. Aparece então o braço armado do Porto e de Pinto da Costa, a sua guarda pretoriana, que ao murro e à paulada "resolve" os assuntos.

Neste sentido penso que
é preciso dar muita atenção ao que disse ontem Guilherme Aguiar.

Que no mínimo foi
uma ameaça velada a uma figura que nos últimos dias se tornou conhecida - o ex-árbitro assistente (vulgo fiscal de linha) Defesa Neto.
A história conta-se em 4 linhas: aparentemente, Luis Filipe Vieira terá jantado no restaurante de que Defesa Neto é proprietário em Paços de Ferreira, aquando da deslocação do Benfica àquela cidade. Guilherme Aguiar sentiu necessidade de revelar esse facto, insinuando que algo de errado haveria nisso.

Defesa Neto não se amedrontou e disse com todas as letras "aqui não alternamos" e "se for preciso dizer mais cá estarei".


Pois bem, este senhor não se acocorou perante o Porto como é habitual neste país e Guilherme Aguiar começou com uma conversa estranha.

Seria apenas isso ou outra coisa?

É que
por várias vezes, Aguiar explicou e repetiu onde era o restaurante, com indicações precisas. Na praça central de Paços de Ferreira, tem por baixo isto e ao lado aquilo, etc.

Ora, porque o fez Guilherme Aguiar? (Tenho aliás pena que ninguém o tenha logo na hora confrontado.)


Seria isso um recado para alguém? Irá o estabelecimento ser visitado por alguns superdragons?

Porquê tantas explicações tão detalhadas? Porquê dar a morada completa do restaurante? Era isso importante para os espectadores perceberem o caso?


Já vimos muita coisa e esperamos quase tudo de quem acha que tudo vale. Casas do Benfica vandalizadas e apedrejadas por esse país fora e outras coisas semelhantes que pensávamos impossíveis num Estado europeu civilizado.


O que Guilherme Aguiar ontem fez não é mais nem menos do que o Porto faz há 30 anos. Intimidar, ameaçar, coagir. Não podemos, um Estado democrático não pode continuar impávido e sereno a assistir a este tipo de comportamentos.


Já chegou a este ponto. Já se ameaça, de forma velada e com recados, em público, em directo, na TV. Este o estado do país.
" 

Nota: O grande MasterGroove disse tudo AQUI sobre a prestação do Dias Ferreira ontem. Lamentável e uma amostra de um sportinguismo rasteiro, pequenino, que tem dominado o clube de Alvalade e o tem levado pelo cano abaixo. 

Quando vejo no Neto na selecção só me lembro disto...

 ●  5 comentários  ● 

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Os não-projectos, as quase-estratégias e os protagonistas da oposição

 ●  11 comentários  ● 


Não é segredo para ninguém que considero que uma das maiores perdas da Direcção de Luis Filipe Vieira foi Fernando Tavares. Porventura, até o próprio LFV concordará comigo neste aspecto. Ainda hoje considero que faz falta ao SLBenfica.

Pelo facto de pensar pela própria cabeça e de ter ideias próprias e sólidas, não estranho a vontade de Fernando Tavares de se manter activo por um SLBenfica melhor. Como demonstrou na entrevista que deu ao NGB, Fernando Tavares não é contra Luis Filipe Vieira, nem a favor, simplesmente não se revê em muitas das atitudes levadas a cabo pelo actual Presidente e considera viável que uma Direcção de união em torno do SLBenfica, "limpando" as personagens a mais no Clube.

Olhando ao perfil da pessoa que deu a entrevista ao NGB, não sou nada favorável à ideia de que terá estado por detrás seja do que for na última AG. Aliás, nem isso seria possível, pois já todos ficámos a saber que os culpados daquilo foram os bloggers do NGB, apelidados de anti-benfiquistas pelo António Barreto que optou por virar as costas ao blog, ao invés de continuar de forma absurda a defender o indefensável.

No entanto, depois da AG, quando vi que tinha dado uma entrevista ao Record, fiquei na expectativa sobre uma pergunta inevitável: Haverá candidato de oposição a Luis Filipe Vieira?

Infelizmente, a expectativa deu origem a uma tremenda desilusão. Não com a pessoa, porque mantenho o respeito pelas suas ideias e modelos - tal como respeito algumas das ideias e iniciativas de Luis Filipe Vieira - mas sim com a ausência de iniciativa... de alguém.

De 2009 até hoje, foram inúmeras as oportunidades de que quem não se revisse na liderança de Luis Filipe Vieira pudesse fazer oposição construtiva e activa no SLBenfica. Participação nas AG's? NUNCA; Envolvimento na discussão dos novos Estatutos? ZERO; Apresentação de ideias e alternativas? NADA.

Isso não é oposição! Deixar passar três anos e aparecer nos momentos menos positivos e/ou perto das eleições a recordar o que não está bem... não é oposição. É porem-se a jeito para serem criticados e, acima de tudo, não trazerem nada de positivo ao Clube.

Mas pior que tudo isso... é fazer essa identificação dos pontos negativos e não ser alternativa. A postura de "agora é que vai ser" não se adequa aos benfiquistas. Vir, ao cabo de três anos, dizer que serão alternativa para daqui a 4 anos e que até lá vão ser oposição activa e vigilante... Daqui a 4 anos, passaram 7 anos desde que identificaram o que acreditavam ser uma má liderança. 7 anos!!!

Da mesma forma que nunca confundi o Homem com o Presidente-decisor, tenho o maior respeito por Luis Filipe Vieira o que não me impede de discordar de muitas das suas decisões, não vou também confundir o Homem com o quase-opositor e por esse facto manterei todo o respeito por Fernando Tavares e pelos demais elementos que optam pela mesma via não interventiva.

Muitos dirão que iriam a votos e não venceriam... a esses responderei que pior que não conseguir é nunca ter tentado, pior que perder as eleições será não ter a oportunidade de mostrar aos benfiquistas que haveria alternativa ao formato de liderança e às decisões que entendem estar erradas.

Valha-nos ao menos a elevação com que, apesar de fugirem da iniciativa, não optam pelo desrespeito para esconder essa falta de vontade. Essa atitude foi mais característica de António Barreto quando optou por dar a cara nos seus tópicos, numa clara demonstração de falta de vontade de protagonismo.

Depois de ser ter dado a conhecer, não tardou até demarcar-se de todos os que escrevem neste espaço e, ao invés de defender as suas ideias, optou por criticar não as ideias dos outros, mas a conduta pessoal de cada um, distribuindo "classificações" a quem não pretende escrever com as respectivas fotografias, por certo esses sim com vontade de serem protagonistas perante a pureza de benfiquismo de alguém que optou por virar as costas de defender ideias absolutamente... nenhumas.

Importa pois recordar o António Barreto e muitos outros que por aí andam, que quando optei há uns anos por abrir este espaço a outros escribas, fiz questão de aqui juntar todas as correntes de opinião, assim houvesse a vontade de cada um de defender as próprias ideias. No NGB nunca houve, nem haverá (no que de mim depender) espaço para o "porque sim" ou para o "assim é que deve ser".

O NGB é e será sempre um espaço que NÃO ACEITARÁ a promoção pessoal de ninguém. Se não saisse pelo próprio pé, seria convidado a tal depois de começar a fazer regra na publicação da sua fotografia. Se quer promover-se... apareça nas AG, peça a palavra e opte por medir o benfiquismo dos presentes que discordem do que acredita serem leis.

No NGB não há leis, nem há nomes... há opiniões de gente de bem que não quer "um lugar ao sol", como diziam os Defins, mas sim uma oportunidade para falar da sua paixão pelo SLBenfica.

Venha quem vier por bem e nunca perguntaremos se tem a opinião A ou B. Que a tenha...
Por isso e porque continuamos a querer ser um espaço de referência, tal como há dias disse ao nosso escriba Tiago Pinto, teremos sempre as portas abertas a quem quiser aqui partilhar as suas opiniões e ideias. Sejam quem for, sejam quais forem. Se vierem por bem, a porta está aberta.

O sistema

 ●  15 comentários  ● 
Portugal, 8 de Outubro de 2012

Na matemática, sistema é um conjunto de "n" equações, a "m" incógnitas. Nos sistemas, as incógnitas ou variáveis, têm relações entre si que são estabelecidas pelos coeficientes que têm em cada uma das equações. A resolução de um sistema com solução diferente de zero, apresenta valores únicos para cada variável.

Também no futebol há um sistema, como há muitos anos se sabe. Também no “sistema futebol” há variáveis, como sejam os árbitros, os que mandam nos árbitros, os que observam os árbitros, os jornalistas que apreciam o trabalho dos árbitros, os jornalistas que apreciam o futebol, as televisões que analisam o trabalho dos árbitros, os elementos da disciplina da liga e da FPF, os da justiça da FPF, os dirigentes dos clubes, as toupeiras, os detentores dos direitos televisivos, etc, etc.

Também este sistema é diferente de zero e todos os anos, ou quase (a excepção confirma a regra) a solução apresenta o mesmo resultado: o FCP é campeão e muita gente (variáveis) enche os bolsos enquanto outros se ficam pelas “febras”. Ou “fêveras” (escrevendo à moda do Porto ou à moda de Lisboa).

Pelo segundo ano consecutivo o FCP venceu o SCP com 1 expulsão quando estavam a ganhar 1-0, e 2 penaltys (na época passada foi “só” um), pela segunda época consecutiva a esmagadora maior parte dos erros grosseiros de avaliação dos árbitros favoreceram o FCP. Possivelmente, Jorge Sousa irá ter nota 3,9 como Xistra em Coimbra. Ou talvez uma décima a menos, uma vez que o Vítor Pereira dos árbitros é sócio do SCP. E aqui está a equação 1: na dúvida os árbitros têm instruções para decidir a favor do FCP, mesmo que errando, de modo a verificar-se FCP > adversário.

Penso que ninguém reparou, mas o Rui Moreira intitulou a sua crónica semanal em A BOLA da seguinte maneira “e vão 4 penaltys”. Quais? Os tirados ao FCP, na sua obtusa forma de ver, apoiada na Sporttv que repetem os lances na área do adversário do FCP e escondem os lances na área do FCP (como Otamendi em Barcelos, em lance igual a Emerson em Braga na época passada). E aqui está outra equação: a pressão da comunicação social, via analista convidado.

Entretanto o Benfica venceu o Beira-Mar - último classificado - mais dificilmente do que o esperado. E isso caiu mal entre uma parte dos adeptos (minoritária mas mais ruidosa). Alegadamente porque jogamos “mal”. E eu continuo sem saber o que é jogar “mal”. Vejamos, o FCP venceu outro Beira-Mar por 4-0. De acordo com as estatísticas da Liga, o FCP teve 65% de posse de bola, contra 35%, teve 9 oportunidades de golo contra 1, teve 18 remates contra 10, destes 12 foram enquadrados com a baliza contra apenas 2 do Beira-Mar, e foram-lhe assinaladas 12 faltas contra 10 do Beira-Mar. Passando ao jogo do Benfica, com os mesmos 65%/35% de posse de bola, tivemos 5 oportunidades de golo contra 1, 21 remates contra 5, destes 5 foram enquadrados à baliza contra 3, e foram assinaladas 15 faltas contra o Benfica e 15 contra o Beira-Mar.

Ou seja, comparando o FCP e o Benfica, via Beira-Mar, concluímos que estivemos iguais na posse de bola, rematamos mais vezes do que o FCP, sofremos menos remates que o FCP, mas por outro lado, a nossa pontaria foi pior do que a do FCP (5 remates à baliza em 21 remates, contra 12 em 18 do FCP) e a do Beira-Mar melhor neste jogo (3 em 5 foram à baliza, contra 2 em 10 no FCP). Podia explicar isto – estatisticamente - com a ausência do Cardozo, mas deixo para outro texto.

Daqui resulta outra equação: o adepto contestatário do Benfica não avalia parâmetros, mas sim resultados. Faz uma abordagem preconceituosa e simples do futebol (se eles são últimos, temos de golear) que só favorece as outras equações.

Obviamente que chegado a este ponto, nem falo se Artur Moraes foi ou não tocado na pequena área, não falo do penalty tirado na 1ª parte por empurrão creio que a Rodrigo, e outro tirado por andebol na parte final da 2ª parte após remate de Carlos Martins. Num caso o Benfica estava a perder, e não é de bom-tom (na perspectiva dos árbitros da equação 1) marcar um primeiro lance de penalty (para dilatar o tempo e esperar que o adversário marque um 2º golo), se lembrar que o 2º penalty sonegado acontece quando parte do público da Luz está a assobiar a equipa e isso favorece o adversário (que “morreria” se o árbitro o assinalasse), enfim, lembrando isto, creio que ninguém iria perceber que estamos perante outra equação: o manual de arbitrar.

Mas o Rui Moreira percebe. Esses percebem. O FCP nunca joga “mal”. Os árbitros é que não assinalam os penaltys a seu favor, mesmo quando não são.

Para terminar, o jogo Barcelona – Real Madrid deu razão ao meu texto anterior e acrescentou mais umas “orelhas de burro” a uma enorme legião de benfiquistas bloguistas (fora os analistas profissionais). A enorme posse de bola do Barca, 69% versus Real, contra 71% no jogo com o Benfica (estatísticas UEFA) prova que de facto, não é fácil jogar com eles. A diferença entre o Benfica e o Real, é que nós temos o Lima e eles têm o Ronaldo. Se trocarmos os dois, se calhar hoje estávamos mais felizes ...

Guilherme Aguiar, o sério.

Avatar
 ●  33 comentários  ● 
"Está acesa a polémica entre Devesa Neto, ex- árbitro assistente da equipa de José Leirós, e Guilherme Aguiar, ex-diretor executivo da Liga de Clubes.

No programa "Dia Seguinte" da SIC, Guilherme Aguiar revelou que Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, jantou no restaurante de Devesa Neto. O ex-árbitro assistente respondeu esta segunda-feira em entrevista à Antena 1.

"É verdade que jantou no meu restaurante. Ali não alternamos. Luís Filipe Vieira é uma pessoa séria e idónea. Nunca me pediu nada nem eu a ele", disse.

Devesa Nerto prometeu fazer mais declarações caso sinta necessidade disso.

"Se isto ficar por aqui tudo bem. Se tiver mais desenvolvimento cá estarei para dizer mais coisas", referiu.

Guilherme Aguiar, também à Antena 1, mostrou-se tranquilo com essa ameaça.

"Por alguma razão, Devesa Neto veio responder. Veio dizer que a sua casa é séria, acredito que seja. Eu nunca lá fui. O senhor Devesa Neto devia era estar calado. Pode dizer aquilo que sabe. Eu não sei assim tanto", frisou." in Record.

Mensagem a Guilherme de Aguiar, o mestre da seriedade: Já consultou as escutas no Youtube? Ou na área do Porto não têm acesso? 
Conhece Matosinhos? Conhece Espinho? Conhece a Foz? Conhece Lamego? Se calhar é preciso nomear restaurantes. Conhece a Manuela Cunha do 14º andar?
Tenha vergonha!!!!

Até os comemos!!!

Avatar
 ●  31 comentários  ● 


Se acontecesse uma décima parte daquilo que existiu no ladrão, na Luz, as osgas queimavam, partiam, vandalizavam, apedrejavam tudo e todos... Como é com a Al-Qaeda... Tudo é permitido...
(Miguel Silva)


domingo, 7 de outubro de 2012

Ovos moles duros.

Avatar
 ●  6 comentários  ● 
O jogo contra o último classificado do campeonato pautou-se por mais uma pobre exibição do Benfica.

Por muito que se queira acreditar de que a equipa pode subir de produção, os sinais jogo após jogo são exactamente do contrário.
JJ continua a insistir numa táctica claramente insuficiente perante adversários de maior qualidade.
Juntando isso às pobres exibições, à fragilidade defensiva, ao meio campo remendado e à falta de tranquilidade da equipa, devemos todos ficar bem preocupados.

Não só a formação do Benfica não é aposta como foi tão propagado, como o misterioso Ola John continua inexplicavelmente afastado das opções de JJ. 9 milhões para estar na bancada. Boa gestão, dirão alguns. Mais um proscrito, digo eu.

Quanto aos assobios. Os 30 mil de sempre estiveram lá. Esses não ficam alapados no sofá ou em frente ao computador a ver o jogo. Estão lá. Pagam do seu bolso. Tiram tempo à família para verem um jogo do Benfica.

Como noutro qualquer espectáculo, o espectador que paga o seu bilhete tem o dever de acompanhar o mesmo com a postura adequada à ocasião.
Na música clássica pede-se silêncio, num espectáculo pop ou rock pede-se a partilha com os músicos das melodias quer a tentar cantar quer a aplaudir. A postura muda consoante o espectáculo.

Mas que dizer de um cantor, por exemplo, que não demonstra paixão no que está a cantar? Que desafina durante parte do concerto? Que falha acordes? 
Deve o espectador aplaudir na mesma? Ou deve-se indignar perante o fraco espectáculo?

O mesmo se aplica ao futebol. Cada adepto paga o seu redpass, o seu bilhete, o seu acesso ao estádio. Vai para ver o Benfica ganhar, mas quando isso não acontece, pelo menos pede que os jogadores e o treinador façam o seu melhor. E quando assim é, nada a apontar.

Não é o que se tem visto. Nem os jogadores nem especialmente o treinador nos dão o melhor de si, há muito tempo.

Acho engraçado críticas aos assobios vindas de quem raramente senta o rabo na Luz.
Conheço benfiquistas que se organizam e vêm de TODOS OS PONTOS do país. Custa-lhes? Muito. Mas vêm. 
Daí os adeptos terem TODO O DIREITO de assobiar sempre que acharem que a equipa e o treinador não estão a retribuir o seu esforço financeiro. O seu esforço de percorrer não sei quantos kms, com custo pessoal como alguns amigos meus o fazem.

Nós, os que estamos lá, não vemos o jogo que a câmara mostra. Vemos o posicionamento de todos os jogadores, a sua postura quando a bola está do outro lado, todas as intervenções(ou a falta delas) do treinador.

Portanto, os que criticam os assobios mas que só sabem apoiar o Benfica no sofá, é melhor ficarem caladinhos. 
É fácil exigir aos outros aquilo que não se faz.

Nota: O Jorge Super Dragay Sousa hoje não se esqueceu dos cartões nem de marcar penaltys de qualquer maneira. Iremos ver quando apitar o Benfica.
Nota 2: Retiro o que disse sobre o jogo com o Barça. Realmente, a jogar da forma como o Benfica está a jogar, perder com o Barcelona por apenas 2 foi de heróis.
Nota 3: Elias, capitão do Sporting: "No meu país, num jogo entre equipas do Rio e de São Paulo, escolhe-se um árbitro de uma terceira cidade, mas aqui apitou um do Porto. Para mim, deviam rever as regras neste campeonato." Elias, aqui nem isso serve. 

Realmente o Benfica esteve mal com o Barça

 ●  12 comentários  ● 
Acabei de assistir ao jogo entre o Barça e o Real em que o Real conseguiu a proeza de conseguir mais posse de bola que o Benfica, ficou-se pelos 31%.

Isto tudo com um meio campo claramente inferior ao do Benfica com jogadores como Ozil, Khedira e Xabi Alonso, com Cristiano na frente a facturar.

Agora imaginem quanta percentagem teria o Real sem aquelas estrelas no meio campo...

Realmente o Benfica esteve mesmo muito mal frente ao Barça!!!

ranking