Só os adeptos ainda ganham e perdem por inteiro
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sexta-feira, 9 de março de 2018

Só os adeptos ainda ganham e perdem por inteiro

Avatar
 ●  + 77 comentários  ● 

Há um muçulmano que é líder na sua mesquita e que a ler o Corão é uma daquelas máquinas da oratória, entusiasta, uma autêntica fonte inspiradora capaz de inundar de fé e encher a caixa das esmolas com o muçulmano que o ouve lá longe da última fila. E a igreja católica contrata-o para ser padre numa das suas paróquias, coloca-lhe uma bíblia nas mãos e diz-lhe “Agora trabalhas para nós, ide e professai a fé cristã e inspirai os nossos cristãos”. E passa a chamá-lo de profissional da fé.

Também no Parlamento em Lisboa, há lá um deputado da CDU que Meu Deus, quando o homem se levanta da cadeira e vocifera em voz alta as suas ideias, a plateia levanta-se de pé e aplaude-o até doerem as mãos, até os Deputados dos partidos da oposição, tal é a veemência e a razão que o homem coloca em cada um dos seus argumentos! E o PSD pensa que este gajo a trabalhar para nós é que era, garantia-nos no mínimo mais 10% de votos nas próximas eleições. Fala com ele, passa-lhe o cheque, e o homem salta da tribuna da CDU para a do PSD. E o PSD passa a chamá-la de profissional da política.

Já nos Estados Unidos, e depois de se ter visto o nível dos últimos dois candidatos à presidência do país e que depois deu no que deu, os americanos estão a pensar agora contratar um presidente francês. Ok, não é americano, mas é um excelente profissional num mundo cada vez mais sem fronteiras.

Faz sentido comparar o futebol a países, a partidos ou religiões? Para mim faz e não o consigo ver de outra forma! Não significa que o francês seja melhor ou pior que o americano, que o cristão seja melhor ou pior que o muçulmano, que a CDU seja melhor ou pior que o PSD ou nem sequer que o Benfiquista seja melhor ou pior que o Sportinguista.

Não há aqui melhores nem piores, mas há algo de muito próprio em ser-se de um ou de outro, algo que nos distingue automaticamente, e que se somos de um não podemos ser do outro, e que se para nós é igual ser de um ou do outro então o erro maior foi achar que éramos de algo quando na verdade nunca fomos parte de nada.

Porque senão, se não existe razão válida para sermos de um ou do outro, passamos então a ser todos amigos dentro do campo (fora dele continua a fazer todo o sentido que continuemos a sê-lo), e a gente só vai à bola vestidos com camisola diferentes porque é bonito e dá cor às bancadas, e damos todos as mãos e batemos palmas ao futebol, porque o que a gente gosta é de jogadas bonitas e desde que haja jogadas bonitas tanto nos dá se a bola entra numa baliza ou na outra.

E como eu acho que o futebol não pode ser vivido assim (ou perde todo o sentido), não posso também ver sentido nenhum na forma como adeptos ferrenhos de outros clubes entram na nossa casa como Profissionais por Dá Cá Aquela Palha, para passarem a ser peças fulcrais de uma máquina clubística cuja maior e ÚNICA força é os muitos milhões de adeptos que intrinsecamente sentem o Benfica de forma totalmente diferente dessas pessoas.

Bem Redmoon, então por essa ordem de ideias, treinadores e jogadores também são profissionais e também só deveriam representar os seus clubes de coração e nunca nenhum outro. Argumento válido mas aqui, algumas considerações:

1. Em primeiro lugar a de até mesmo nos dias de hoje onde é o dinheiro que impera bem mais do que o amor à camisola, um Benfiquista ferrenho só vai jogar para o Sporting SE: for dispensado do Benfica, SE o Benfica não lhe pagar o que o Sporting paga, SE o Benfica não o quiser, e por último SE não houver um clube melhor do que o Sporting que o queira.

E por isso se entende por exemplo que um treinador como Jesualdo Ferreira, seja dispensado do Benfica e, abrindo-se para ele uma porta no FCPorto entre por essa porta; já não se entenderia que um treinador como Vilas Boas, adepto portista assumido, forçasse a saída do Porto quando o Porto o queria manter e, tendo meia Europa atrás dele, escolhesse vir treinar o Benfica.

2. O segundo, e para mim o mais importante, porque é a premissa que justifica a flexibilidade que todos temos de ter nesse aspeto: É possível ter no balneário do Benfica gente que só torça pelo Benfica desde pequenino? A resposta é sim, é! Só que aqui a escolha que os adeptos têm de fazer é simples: Queremos ter só Benfiquistas no balneário mesmo que acabemos sempre em oitavo lugar no campeonato, ou queremos um Benfica competitivo e que ambicione ganhar tudo e que para isso tenha de recrutar os melhores de um universo bem maior? E aqui a resposta é clara, pelo que todos entendem os moldes do futebol moderno como um mal necessário em nome da grandeza que reclamamos para o nosso clube, ainda assim criando defesas e cada vez menos apego a cada um dos "nossos" jogadores, que já todos sabemos o que a casa gasta!

E essa é pois a grande diferença, quando essa premissa falha em relação a ALGUNS dos profissionais da classe dirigente que trabalham na NOSSA casa:

Mal do Benfica se um dia tiver de chegar a hora (pelos vistos chegou) de, de um universo de 6, 7 ou 8 milhões de Benfiquistas, não se arranjar um advogado, um Diretor de Comunicação, um chefe de lavandaria, um speaker ou um gestor competentes, que reúnam ainda o requisito não menos importante de sentir o Benfica como o mais fervoroso dos adeptos e ninguém por em causa o lado da barricada em que está, e que quando o nosso nome seja posto na lama ao menos que o seja por um dos “nossos” e todos cá estarmos depois para o condenar ou sermos solidários!

Há razões válidas para esta realidade que acontece no Benfica, para esta salada de frutas profissional onde já ninguém sabe quem é quem, onde vivem profissionais que quando ganham também choram pelos que perderam, e que quando perdem também vibram com outros que ganharam, e onde só os adeptos continuam a ser aqueles que ganham e perdem por inteiro?!

Para mim não, mas isso sou eu que devo ser demasiado romântico!


77 comentários blogger

  1. A nova moda é dizer que toda a gente que está no Benfica é do Sporting ou do Porto, e desta forma tentar desculpar e justificar tudo o que se passa.

    No final ainda vamos descobrir, que o Benfica é vítima de uma trama que passou por colocar infiltrados nos principais cargos do SLB só para depois serem apanhados e com isso arrastar o Benfica para a Lama...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LFV passou a recrutar lagartos, quando Benfiquistas lhe diziam "assim não é à Benfica", "não são as Boas Práticas do Benfica", resolveu contratar empregados, dizem sim a tudo, recebem o guito no fim do mês, o resto, não é com eles.
      A origem de variadissimas situações, está aqui, neste padrão que foi imposto dentro do Benfica.

      Eliminar
    2. A moda não é nova há anos diziam que o PPC era do Nacional.

      Eliminar
  2. Quero ver agora quem vai ter coragem de falar do caso do Kleber, desse ridícula tentativa de lançar cortinas de fumo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que se investigue o Benfica a fundo,mas este caso kléber não será de mais simples resolução?

      Eliminar
    2. claro que é simples , é so o Kleber dizer onde foi buscar o dinheiro , e verem as camaras de vigilancia aquela data e confirmar o valor que saiu do banco .. easy

      Eliminar
    3. O vídeo do Kleber é de 2015. Na altura jogava no China e veio a Portugal de propósito pagar impostos em falta.
      É pena que uma certa comunicação social pegasse no caso e o associasse à segunda parte do jogo com o Porto, insinuando que o brasileiro tinha recebido todo aquele dinheiro em notas.
      Há muito veneno por aí espalhado e muita gente a brincar com o fogo.

      Eliminar
    4. E foi pagar impostos em dinheiro vivo na AT?
      Como se fosse possível ir há AT pagar 51 mil Euros em dinheiro vivo!!!
      Há cada marreta!!!

      Eliminar
    5. Existe uma coisa no net banco
      Que é transferências internacionais...pode se fazer um pagamento em qualquer parte do mundo...ok, veio a Portugal pagar impostos...em numerário...
      Parabéns pela tua análise brilhante...

      Eliminar
    6. Quando as pessoas são escravas das suas próprias convicções, nada a fazer.
      Esta onda de insinuações só um dia pode ter fim quando as pessoas forem notificadas pela Justiça para responderem e se justificarem.
      Até lá, vai ser sempre um fartar vilanagem.
      Todos os que não forem da nossa côr (ou se tal suspeitarmos) são todos uma cambada de piratas, vigaristas, trafulhas, batoteiros, pedófilos...

      Eliminar
    7. O Kleber é um grande malandro, mas há bruxos que em 2015, prevendo já que a segunda parte do com o Estoril só ia ser jogada em 21/02/2018 o corromperam pagando-lhe 47 mil euros em notas. Como diria o Peça, e esta hein... ???!!!!
      Tirem essas paletas, tirem essas paletas.
      Olhem que a cabeçorra não serve só para usar bonés do Glorioso :-) :-) :-)

      Eliminar
    8. Oh Luís Vicente, queres ver que a AT não tem uma ou mais máquinas que contam 51 mil euros em menos de 1 minuto ?
      Em que mundo vives tu moço ?
      Se tiveres 150 anos de idade ainda admito que penses que a contagem de dinheiro se faz à la unha, com um grunho a contar notas e a cuspir para os dedos para não passar nenhuma.
      Serás tu um dinossauro do museu da Lourinhã ? :-) :-) :-)

      Eliminar
    9. Pagamento de impostos ?????
      A última novidade introduzida por esta lei é a proibição do pagamento de impostos em
      numerário em montante que exceda os EUR 500.
      Lei n.º 92/2017, de 22 de Agosto.

      Eliminar
    10. Oh camurso (camelo+urso) diz-me lá onde fica a delegação da AT que aceita pagamento de impostos em dinheiro vivo ACIMA dos 500 Euros desde 23/08/2017, visto que e de acordo com a Lei Geral Tributária anterior à referida data, já se exigia que os pagamentos de valor igual ou superior a 1.000 euros fossem efectuados através de meio de pagamento que permita a identificação do respectivo destinatário, designadamente transferência bancária, cheque nominativo ou débito directo !

      Estou curioso ...

      Eliminar
    11. Obviamente que não foi para pagar imposto nenhum. É mais uma aldrabice do Traques.

      As palavras do Kleber, com milhares de euros em notas pequenas na mão, não deixam dúvidas a ninguém.

      "aí sacaninha, saiu o bicho, saiu o pagamento hein... fazer o quê, é para gastar, tomar whisky ou não?”...

      Aposto que dali foi direitinho para as casas do Reinaldo!

      Deve mesmo ser para pagar impostos, deve!!

      Eliminar
    12. Este esclarecimento do "Catedrático da Picheleira" é importante porque desmonta por completo a tese do "pagamento de impostos". Porque se desde 2017 o limite em numerário é de 500 Euros, antes de 2017 havia um limite de 1000 Euros. Portanto continua a questão: que dinheiro era aquele e para quê?

      Eliminar
  3. Só queria saber se já houve alguma consequência do jogo em que fomos roubados no hóquei??? Já alguém fez algo para romper com aquela merda de federação?? Ou estão á espera que o Benfica vá ao dragay caixa para ficar de vez arredado do titulo??? É que ainda falta ir ao campo da Oliveirense!!!
    E quanto aos Benfiquistas, já alguém exigiu ao Benfica uma satisfação do que se tem passado???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, sejamos justos, nós não fomos roubados no hoquei? Não é por, quando se perde, nos desculparmos com isso que passam a ser factos

      Eliminar
    2. Não.. esta malandra desta direção ainda não retirou a equipa das competições da federação. Depois quando formos roubados noutros desportos fazemos o mesmo.. è isso que exiges?

      Eliminar
    3. Compreendo que a comunicação tem que ser criteriosa...mas tem que existir!!
      No caso do hoquei, tenho defenfido que o SPORT LISBOA E BENFICA tem que emitir um comunicado oficial à federação de hoquei, demonstrando toda a repulsa com o que se passa nesta modalidade (ainda pior que no futebol, pois não tem tanto palco mediático).
      Esse comunicado deve ser colocado à disposição da comunicação social, recorrendo a imagens, não só deste jogo, não só do jogo do ano passado com o scp, não só com o jogo que deu o título de Campeão Nacional ao valongo, mas com resumos de vários jogos em que esta dupla e a outra antes da entrada do rainha, têm despudoradamente prejudicado o SLB!!
      Deveriam também nesse comunicado informar a federação de hoquei, que a partir de hoje o CAMPEÃO DO MUNDO, não iria estar presente em jogos onde nomeassem estes senhores para nos arbitrar!!
      A federação teria de considerar se queria ela propria retirar pontos ao SLB, nomeando estes escroques!!
      Poderiamos assim solicitar ao Estado Português, que retirassem esta federação como de utilidade publica, ao mesmo tempo que se ficaria com a certeza que esta federação mais do que pactuar, é uma extensão do polvo azul que criminosamente, domina não só o hoquei e futebol, mas também varios órgãos do desporto em Portugal!!
      Quanto ao post, concordo que num universo de 14 milhões de adeptos...deverá haver uns quantos com capacidade para desempenhar cargos no SLB, sem necessidade de recorrer a profissionais conectados com outros clubes!!
      Mas penso igualmente que este não é o problema, mas sim a falta de intervenção do Estado, com balizamento de regras claras e de punição para infratores com perda imediata de pontos para clubes que por intervenção dos seus canais de comunicação, dirigentes e ou empregados do clube (quadros superiores) denigrem outros adversários com informação manipulada ou não!!
      Existem órgãos de disciplina e justiça na Liga e Federação, então pergunto porque é que se há-de abrir inquéritos solicitados pelos diversos clubes a jogadores adversários?
      Se estes órgãos fossem credíveis, não haveria essa necessidade vil e pornográfica!!
      As entidades são formadas lor pessoas...essas é que têm de ter regras bem definidas para não prevaricarem e, se p fizerem saberem que são deveras punidos!!
      Por exemplo o árbitro e var do Estoril-Porto, se os órgãos que superintendem o Futebol, os castigassem com lontos negativos e esfivessem impedidos de arbitrar durante três ou quatro meses, todos os outros perceberiam que errando premeditadamente ou não seriam punidos, porque se erroa destes podem ser desculpaveis sem VAR, já com esta tecnologia é absolutamente vergonhoso que isto aconteça!!!

      Eliminar
    4. Percebem? Basta um "sejamos justos, NÓS não fomos roubados no hóquei" para um anónimo se colocar sob a capa do benfiquismo e conseguir efetivamente branquear aquele roubo.

      Eliminar
    5. Não. Exijo a esta direcção que defenda os direitos do Benfica quando somos efectivamente prejudicados e que se deixe de manobras de diversão quando isso não acontece.
      Exijo que a benfica tv seja pró Benfica e não pró direcção do Benfica. Exijo que os sócios abram os olhos e não se deixem instrumentalizar por quem lá está. E não digo isto agora, já o digo à algum tempo.

      Eliminar
    6. Nuno Martins, lê bem o post do E PLURIBUS UNUM!! A malta da direção tá á espera de quê?? De mais um roubo??
      Anónimo não digas disparates!!
      Já "voaram" dois campeonatos á custa dos rainhas e dos seus muchachos que são confessos adeptos do FCP, das vezes que foram nomeados fomos ROUBADOS e a direção o mínimo que fez foi um post!!! Fdx

      Eliminar
    7. Ou seja... balelas... conversa da treta e à miss universo... concreto... BOLA!
      Em que atos é que se efetiva "defender os direitos do Benfica quando somos efetivamente prejudicados"? Concretamente...

      "Exijo que a benfica tv seja pró Benfica e não pró direcção do Benfica. Exijo que os sócios abram os olhos e não se deixem instrumentalizar por quem lá está. " isso é apenas a sua opinião pessoal. apenas isso.

      Eliminar
    8. Um clube que anda a pagar a Hugo Gil, Pedro Guerra e outros que tais para fazerem figurinhas tristes depois, quando tem razão para protestar, fica sem credibilidade nenhuma.

      Eliminar
    9. Pedro Soares que eu tenha conhecimento no final do roubo do ano passado a direção tomou uma posição externa... A equipa não participou na taça... Bem mais que um post. Fez com que este ano não sejamos roubados? Não. Então questiono... Que posição? Mas sem ser aquela resposta demagógica do "defenda o Benfica". Que atos consubstanciam "defender o Benfica"? É que retirar a equipa de uma competição além de não fazer sentido... Não faz efeito.
      A dificuldade de responder a perguntas de forma direta so tem paralelo na simplicidade da questão.

      Eliminar
  4. José Alexandre Martins09 março, 2018 13:12

    Na verdade, nem é necessário ir tão longe: Durão Barroso começou em partidos de esquerda e tornou-se líder da direita a certo ponto. António Guterres começou na política e acabou com o mais alto cargo do mundo ocidental onde deve defender valores muito acima dos que defendia no seu partido em Portugal. Quando se pensa por mérito e competência deixa-se em aberto uma hipótese simples, é a de que as pessoas vão certamente evoluir e a empresa pode evoluir com elas. Ao mesmo tempo, evita-se um problema clássico e que todos os benfiquistas devem estar lembrados. Nos anos 90 havia muita gente que não fazia uma palha no clube exatamente por serem notáveis benfiquistas que não deviam provas do seu benfiquismo a ninguém. Relembro figuras para mim ridículas como Gaspar Ramos e António Simões, que nada de jeito fizeram e muito lucraram com as posições que tinham. Ou ainda aquela vaga saudosista no tempo de Vilarinho que nos levou a apostar em Toni em vez de Mourinho. Só para concluir que no SLBenfica, por algum motivo, sempre foram cometidos graves erros à sombra do estatuto de "benfiquismo" e que só quando se tentou elevar os patamares de exigência é que conseguimos sair da fossa. Não se pode desviar as atenções de algo fundamental: há melhores formas de gestão do clube e não dependem em nada do clubismo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A história de Portugal dos últimos 40 anos não é definitivamente o teu forte...

      Eliminar
    2. Acordo total com o texto. A mentalidade de "apenas jogadores portugueses" ou "apenas colaboradores benfiquistas" é mentalidade do século passado, mentalidade sectária. Algo que levou muitas instituições à insignificância.

      Há muitos benfiquistas com ambições de trabalhar no seu clube, que sabem que não têm possibilidades de concorrer com outros profissionais simpatizantes de outras cores porque não têm competência para tal, tentam defender a sua ambição e um futuro tacho acusando a direcção de meter pessoas com profissionais competentes mas que sofrem do pecado de serem, ou terem sido um dia, simpatizantes de outras cores.

      Isto não passa de uma mentalidade própria de gente interesseira, egoista e hipócrita, que defende os seus interesses pessoais colocando-os à frente dos interesses do Benfica, porque há regras universais e uma delas é que qualquer instituição para progredir e desenvolver deve procurar os melhores profissionais (e atletas) a trabalhar dentro de si. Esta é uma regra sagrada que é comum a todas as organizações em todo o mundo e em todos os tempos. A competência sempre em primeiro lugar.

      Nenhum benfiquista quer mentalidade sectária no clube, até porque o sectarismo não faz parte da cultura benfiquista, porque o sectarismo de que somos melhores porque somos do Benfica é uma mentalidade que se quer arredada não só do desporto como da sociedade. Isso é o que acontece nos fruteiros.

      Todas as regras têm excepções, que serão decididas caso a caso.


      Eliminar
    3. Porra vocês estão ganhar bem porra para defenderem os lagartos e porcos que trabalham para o Benfica...
      Olha eu sou Benfiquista eu nunca era capaz de trabalhar para estes dois clubes nunca na vida.
      Eu já disse não falta assim muito tempo a te ver eleições..

      Eliminar
    4. Alerta Vermelho09 março, 2018 18:26

      Pois é anónimo lambe botas. Quer então dizer, que esta palhaçada sem precedente na história, a que se assiste neste momento no interior do nosso GLORIOSO, é que é competência?!
      Afinal a competência, é deixar andar o clube em piloto automático! Para fazer isto, até podiamos ter um mongolóide á frente da direcção que dava no mesmo!
      Vens acusar os legitímamente preocupados BENFIQUISTAS que critícam por ambição de quererem ir para a direcção, em mais uma tentativa desesperada de tentar virar as coisas do avesso! Isso de que tu tentas acusar,os verdadeiros BENFIQUISTAS, é precisamente o que tu fazes. Apesar de assinares como anónimo, conheço-te á légua, pois vens aqui todos os dias, fazer o patrulhamento. BENFIQUISMO não tens nenhum, pois a única coisa que fazes é defender a interminável sequência de incompetências da direcção. Sabes muito bem que quando LFV sair, nunca mais aí pões os pés, e todo esse teu pavor se deve ao facto de não quereres de forma alguma ter que voltar a trabalhar no armazém de pneus do teu amo LFV.
      Aliás copias-lhe bem o padrão: a direcção esconde-se toda, e nada de vir à praça pública defender o BENFICA, tu assinas como anónimo, apesar de vires aqui todos os dias, porque és tão cobarde e mercenário como eles! Já sei que vergonha não tens, mas tens medo porque te escondes atrás do anonimato! O que seria de esperar de um ser sem coluna vertebral?!

      Eliminar
    5. Alertazinho pouco vermelhei, quem te paga para andares aqui todos os dias e todos os posts com a mesma ladainha? Será o Bruno Carvalho? Olha que há dois e eles confundem-se. Deves ser de Viseu.

      Eliminar
  5. É o amiguismo que em muitas situações, impera na sociedade portuguesa.
    A competência claro que é importante. Mas que género de competência estamos a falar ?
    Há competências técnicas, sociais, empresariais, tipos que têm um telemóvel cheio de contactos de pessoas importantes e com capacidade de decisão, etc, etc.

    O que sucede é que há quem tenha relações emocionais com os clubes e quem tenha relações profissionais com os clubes.

    Os primeiros, investem tempo e dinheiro para alcançarem retorno emocional e sentirem-se pertencentes a um emblema que vença muitas vezes.

    Já os segundos, vendem o seu tempo e o seu know how, que até pode não ser meramente técnico, em troco de uma boa remuneração, prestígio e visibilidade social.

    O problema e que frustra muitos adeptos, é que poucos se aperceberam que os clubes deixaram de ser agremiações simpáticas e acolhedoras (ainda sou do tempo em que a malta se reunia ali nas Portas de Santo Antão depois de um dia de trabalho, bebia umas cervejas, discutia o jogo da última jornada, cortava o cabelo e jogava 1 horita de bilhar antes de ir para casa jantar) para passarem a ser realidades empresariais, com tudo o que isso implica.

    A gestão deixou de ser exclusivamente desportiva para passar também a ser financeira.
    Embora o sucesso de uma boa gestão desportiva esteja por vezes directamente relacionada à performance financeira.

    Ao passo que nós adeptos, continuamos a ter uma relação de paixão com o clube, há quem veja a "coisa" simplesmente pelo prisma do deve vs haver, sendo certo que a remuneração dos quadros dos clubes está directamente ligada ao sucesso dos resultados financeiros.

    Melhor dizendo, um gestor financeiro de um grande clube, pode acabar em 3º lugar e isso pouco lhe importa. Mas se for vendido 1, 2 ou 3 jogadores por montantes consideráveis, isso vai implicar que a sua remuneração seja substancialmente melhorada.

    Embora haja um esforço considerável para olhar para o futebol com a racionalidade própria de uma empresa, o que predomina e predominará, será sempre a paixão e as emoções exacerbadas.

    Sinais dos tempos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha gostei do texto mas será que no Bayern Munique é tudo burro? São todos ex jogadores a dirigir um dos melhores clubes do Mundo estamos falar do que?
      O Fly Emirates quer saber alguma do nosso CEO o do Presidente? Nepia eles estão mais interessado no clube e na massa adepta que somos muitos e somos o maior clube de Portugal.

      Eliminar
    2. A Emirates, uma empresa competente, com gestores competentes, quer saber de tudo, da competência dos gestores do SLB (que se vê pelos resultados) assim como da competência de toda a estrutura a começar na direcção.

      Eliminar
  6. Se estes elementos fossem benfiquistas nao ia fazer os esquemas que vimos divulgados?

    O presidente é benfiquista? Ou esta a ser enganado por estes elementos nao benfiquistas?

    ResponderEliminar
  7. Se os jogadores podem ser de outros clubes qualquer profissional pode. O que tem de ser avaliado é a competência. O Benfica sempre foi um clube inclusivo. Os outros que fiquem com a mesquinhez!

    ResponderEliminar
  8. Competência e integridade. É só o que é necessário.

    O problema é que são traços mais raros do que marcianos.

    ResponderEliminar
  9. Onde abunda dinheiro, deixa de predominar a paixão. Ou melhor, continua a haver paixão mas pelo dinheiro.

    É uma realidade em todo o Mundo.

    A questão é que tudo isto é questionado quando os resultados desportivos ficam aquem das expectativas.

    Nos últimos 4 anos ninguém discutia o valor profissional e tecnico de DSO e do menos conhecido Paulo Gonçalves. Os resultados desportivos eram bons e isso maquilhava imensa coisa.

    Mas num ano particularmente difícil, não só desportivo, tudo é posto em causa.

    A dificuldade no futebol reside no equilíbrio entre a racionalidade necessária a prestar boas contas como sociedade cotada em Bolsa e corresponder à paixão dos adeptos.

    Acredito que em 6 ou 7 milhões de adeptos, haja pelo menos um excelente advogado, um excelente speaker, um excelente expert em comunicações institucionais.

    É preciso é saber se estão disponíveis para entrar em projectos e mundos como o do futebol, em que as pessoas estão 24 horas sob a mira dos holofotes e se estão também pelos ajustes de terem como "chefes" tipos como o Vieira, Pinto da Costa ou Bruno de Carvalho.

    O mundo do futebol tem especificidades muito próprias e nem toda a gente troca o seu sossego, a sua privacidade e o seu anonimato em troca de 3 ou 4 mil euros mensais.

    Tal como na política e governos, só para lá vai quem não se safa noutras paragens. Embora sejam sempre "vendidos" como grandes craques daquilo que fazem e se julgam expert's.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alerta Vermelho09 março, 2018 18:34

      Faltou-lhe explicar, qual a razão de estar ano ser particularmente difícil. De onde vem essa dificuldade? Surgiu por geração espontânea? Penso que não! Surgiu, porque a direcção, não acautelou certas situações,e se não as acautelou, o conceito de competência, sofre uma forte machadada aqui!

      Eliminar
  10. Que estava a fazer o kleber no Porto com maços de notas?Ele joga no porco?
    Peido da Costa o que estava a fazer antes de jogar com o Estoril reunido com o empresário do jogador que após o jogo(2 parte) saiu do estoril?
    Investigue-se tudo sobre o Benfica,mas estes 2 casos...

    ResponderEliminar
  11. Empresário diz Kléber foi pagar ás finanças.
    E para pagar nas finanças vai com aquela montanha de dinheiro vivo?hummmmmm

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dinheiro vivo cheira-me a apagar vestigios

      Eliminar
    2. O empresário diz aquilo que lhe mandaram dizer. Muito simples. Mas tudo aponta para ser mentira.
      Basta confirmar as regras dos pagamentos de impostos à data.

      Eliminar
  12. Cargos como presidente, vices e administradores ser benfiquista com anos de sócio devia ser obrigadtorio.
    Outros cargos, incluindo director jurídico, devem ser de profissionais a toda a prova, benfiquista sou não.

    André Jesus

    ResponderEliminar
  13. Excelente texto e pertinente Red moon.
    Só não concordo com a foto pois os festejos no Marquês debaixo de um Leão verde sempre me pareceu mais uma provocação aos lagartos e nunca verdadeiramente algo genuíno do Glorioso.
    Antes dos lagartos serem campeões após 18 anos sempre festejamos no Rossio.
    Por que raio depois deles festejarem no Marquês junto do Leão (que quer se goste quer não é o símbolo deles) fomos copiar o local para festejar em Lisboa? Ridiculo!!

    Águia D'ouro

    ResponderEliminar
  14. O bairrismo acabou. Ou pelo menos o espírito bairrista que caracterizava o espírito reinante em muitos clubes.

    É curioso que até mesmo no Benfica, os adeptos mais fervorosos são nados e criados no Porto cidade.

    Quando ia ao Porto cidade, muitas vezes ficava admirado quando percebia que taxistas, empregados de restaurantes e rapaziada de uma certa geração, eram predominantemente benfiquistas.

    O futebol é hoje uma realidade sociológica muito diferente de há por exemplo 2 décadas atrás.
    O adepto vale muito pouco. É um "ilustre" anónimo a quem é pedido que se torne sócio, pague quotas e compre lugares cativos e toda a sorte de merchandising.

    Ninguém sabe quem eu sou. Quando lá na base de dados soou o alerta de que completei 25 anos de associado, lá me chamaram para dar o emblema de prata.

    Mas tirando isto, ninguém sabe nem quer saber quem eu sou. Se sou comunista, fascista, careca, guedelhudo, canceroso, pai, homossexual, desempregado, desdentado...

    Os próprios lugares dos estádios democratizaram-se. Deixou de haver bancada central, superior, lateral, peão...

    Haja dinheiro e vou para onde quero.

    Os próprios espectadores, pelo que me apercebo, muitos deles desconhecem as regras do jogo.

    Há muitos problemas no futebol português. O maior dos quais é a escassez de receitas, face às despesas exorbitantes. A pouca qualidade dos espectáculos é gritante. Além de serem caríssimos os bilhetes.

    Dantes, após uma derrota, juntavam-se uns tantos sócios que à passagem dos jogadores e dirigentes, rasgavam os cartões em sinal de protesto.

    Hoje em dia, nem esse sinal de protesto é possível, pois jogadores e dirigentes andam completamente longe dos adeptos/sócios. E mitos de nós nem sabe quando ocorrem as assembleias gerais. E mesmo quando conhecemos as datas dessas AG, não nos podemos manifestar livremente, logo que saibam que a nossa voz pode ser incómoda.

    Eu sei que é difícil, mas devemos olhar para o futebol como um simples passatempo, mas sem grandes ilusões quanto à transparência do jogo e do negócio.

    Ainda esta semana Nuno Gomes referiu coisas esquisitas passadas em Itália quando jogava na Fiorentina.

    O dinheiro sobe à cabeça das pessoas e passou a ser esse o seu factor de identificação.

    Depois apareceram de há uns anos a esta parte, os chamados directores de comunicações que em meu entender, servem de pára choques.

    Há um esforço enorme para passar a informação aos adeptos de que aquilo que se passa dentro das quatro linhas, não é mais que o fruto do "trabalho" de bastidores. Tudo é combinado, acertado e negociado.

    Não deixa pois de ser deprimente que o futebol esteja resumido à discussão de processos judiciais, casos de arbitragem, batotas, trafulhices e conspirações.

    Não vejo pois como se há de trabalhar em prol da credibilização do futebol enquanto desporto e negócio, se as pessoas continuarem a gostar muito mais dos seus clubes do coração do que do Futebol propriamente dito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos gostamos mais do nosso clube do que do futebol...o problema é colocarmos o nosso clube à frente da integridade, transparência e verdade desportiva!!
      Eu acredito que os valores acima descritos são os valores dos Nossos Fundadores...que devem estar sempre ligados ao Nosso ADN!!!

      Eliminar
  15. O Ricardinho talvez não venha aqui ler estes Posts. No entanto, se ele vier, eu, um benfiquista desde pequeno, digo ao Ricardinho: Ricardinho, tu és dos nossos, o clube tem gente que pensa ser mais benfiquista que os outros, que pensa ser moralmente acima dos outros; tu, eu e mais de 90% de adeptos benfiquistas não somos assim, somos só adeptos benfiquistas e estamos sempre prontos a agradecer ao clube as alegrias que ele nos dá, não exigimos que a nossa visão seja imposta, não julgamos antes de tempo, agradecemos as vitórias.

    Sérgio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alerta Vermelho09 março, 2018 18:49

      Quer então dizer que você é passivo? Já que não exige que a sua visão seja imposta, quer dizer que o podem levar para onde querem? Então, já que é assim, porque é que fez este comentário? Não será este comentário uma forma de visão?
      Este comentário, cheira-me a uma forma desesperada de alguém que quer a todo o custo que a direcção continue, de tentar acalmar as hostes descontentes, um acarneiramento colectivo, para que fiquemos iguais aos lagartos! Se não for, peço-lhe perdão, mas é uma ideologia que se contradiz a si própria!

      Eliminar
  16. Partilhem isto com o Gomes da Silva, por favor, as crónicas dele têm muita visibilidade e é preciso expor mais esta mentira.

    https://aspapoilasdobiscaia.blogspot.pt/2018/03/denuncia-de-um-anonimo-que-diz-onde-o.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+blogspot/loNuj+(As+Papoilas+do+Biscai@)&m=1

    ResponderEliminar
  17. E porquê este assunto agora?
    Porque estes dirigentes foram apanhados?
    Não estava à vista de todos que os campos andavam inclinados?
    Não esteve sempre à vista de todos a importância da "estrutura nas vitorias do Benfica?
    Não ouvi ninguém afecto nessa altura a questionar muita coisa, não vejo muitos a condenar tudo o que se esta a passar neste momento.
    Defender o Benfica não é dar carta branca a tudo, não é justificar as coisas com "...os outros também fazem o mesmo"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alerta Vermelho09 março, 2018 18:51

      Os campos agora não andam inclinados. Agora, andam é cheios de fissuras nas paredes, e oferecem perigo de derrocada para os espectadores!

      Eliminar
  18. Esses exemplos são um pouco ao lado... políticos profissionais é o que não falta... E religiões há 5 (ou 6, não tenho a certeza) e mesmo assim se não fores um fanático religioso e se tiveres uma oportunidade de trabalho muito bem paga numa organização de pessoas de outra religião... ou és fanático ou vais, simples.

    Imagina que não gostas de coca cola (não bebes mesmo porque não gostas do sabor)... não podes trabalhar na coca cola? E estamos mesmo a falar de não gostar de algo e não a falar preferir outro algo! Quando entra a tua individualidade em jogo não há cá "ah e tal mas eu até era adepto do clube x" queres é ganhar tu... A única coisa em que existem pessoas com fanatismo ultrapassa o respeito pela própria pessoa e sua "auto-existência" é na religião (e não em todas).

    Aliás tu próprio reconheces a falácia do que argumentas: "um Benfiquista ferrenho só vai jogar para o Sporting SE: for dispensado do Benfica, SE o Benfica não lhe pagar o que o Sporting paga, SE o Benfica não o quiser, e por último SE não houver um clube melhor do que o Sporting que o queira." (incluis dois SE que são iguais... o Benfica não quiser ou ser dispensado do Benfica). Se os benfiquistas apenas pudessem trabalhar no Benfica estavas a limitar o direito ao trabalho dessas pessoas. Imagina que és jogador... ou jogas no Benfica ou não jogas? E se jogares contra o Benfica? Prejudicas-te para o Benfica ganhar? Não! Ser do Benfica é apenas uma característica da tua pessoa... que para o desempenho da maior parte das funções no Benfica é irrelevante.

    A direção do clube tem de ser constituída por Benfiquistas de modo a controlar a SAD (pelo menos enquanto, nós os sócios, decidirmos que a SAD deve ser do clube)... dos gestores para baixo... profissionalismo. Aliás estas questões só se colocam em países como Portugal porque os clubes ainda são dos sócios (e na minha opinião devem continuar) porque por exemplo em Inglaterra o que não falta são clubes com DONO (não é presidentes ou dirigentes ou assessores... é DONO) que nunca foram adeptos do clube.

    "onde vivem profissionais que quando ganham também choram pelos que perderam, e que quando perdem também vibram com outros que ganharam, " isto é uma acusação grave... Se tens provas... mostra e essa pessoa que NÃO É PROFISSIONAL deverá ser despedida. Mas mais uma vez... se alguém fizer isso não está incluída no conjunto de "profissional" está incluída na conjunto de "mau profissional" logo ninguém defende essas pessoas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sou muitas as vezes, mas aqui... totalmente de acordo

      Andre Jesus

      Eliminar




    2. A comparação entre Islamismo e Cristianismo, melhor... entre religiões não é de todo a melhor Redmoon. Pelo simples facto de que assentam em modus operandi diferentes, com aquilo a que chamamos cosmovisões diferentes, valores diferentes, além de algo do foro não laboral. Um padre é padre porque tem a convicção de que tem um chamamento ou um apelo de Deus para o ser. Um iman não passa necessariamente por esse processo.

      Dou-te um exemplo muito concreto... trabalho numa instituição Católica e não sou católico. E tenho colegas ateus (e creio até budistas) a trabalhar comigo. Não é por isso que deixo de fazer bem o que tenho a fazer, a respeitar a instituição e os seus valores, a receber honestamente o meu vencimento e a valorizar a instituição. Sei que em comparação com outras pessoas que são católicas, somos considerados mais aptos para as funções que desempenhamos e por isso trabalhamos aqui. Respeitamos, "vestimos a camisola" e fazemos o que temos a fazer.

      Compreendo, num mundo ideal, a SAD seria toda composta por benfiquistas sócios e com capacidade. Mas o mundo não é ideal, é pragmático e se um sportinguista fizer melhor trabalho que um benfiquista, logo que não prejudique o clube (até porque geralmente existem códigos de conduta, eu por exemplo assinei um quando assinei o contrato de trabalho), então que venha. Logo que aquilo que faz, seja em benefício claro do clube e sem atropelos legais ou violações de normas internas, é bem vindo.

      Eliminar
  19. Alguém, está a ver por exemplo o Bagão Félix (ilustre benfiquista) a trabalhar sob as ordens de um tipo como o Vieira ?
    Às vezes não é só a dificuldade em encontrar benfiquistas competentes. Também é fundamental que estejam disponíveis para integrar equipas de gajos manhosos, cheios de esquemas e com uma ideia pré concebida de que sucesso e trafulhice têm que andar sempre de mãos dadas.
    Para tipos como o Vieira, é impensável obter sucesso sem uma considerável dose de trafulhice.

    ResponderEliminar
  20. Ora aqui está um post interessante.
    O que está em causa é o carácter da pessoa.
    Um bom advogado, não adapta o seu carácter consoante o patrão que serve, porque acredita no Direito e na sua aplicação, seja lá em que circunstância for.

    O deputado da CDU, também se tiver carácter, não aceitará passar-se para o PSD em troca de um punhado de euros, pois acredita firmemente na matriz ideológica daquilo que professa.

    Um muçulmano genuíno não saltará para o cristianismo por as condições de remuneração serem mais vantajosas, mas manter-se-á fiel ao islamismo por uma questão de carácter e convicção.

    Como se vê, o carácter é o que define verdadeiramente um profissional e é isso que ele revela seja lá qual for o patrão que servir.

    Só o mercenário "trabalha" por dinheiro.
    A única força que conhece é a força e o poder do dinheiro.
    E é este tipo de gente que é perigosa para as instituições, pois é capaz de se vender e anda no mercado sempre a prometer virar-se para quem lhe der mais.

    Muito sinceramente, não me repugna nada ter no Benfica tipos do Sporting, da CDU, do FCP, muçulmanos ou cristãos, desde que tenham carácter e acreditem que o que estão a fazer engrandece a Instituição para a qual trabalham.

    ResponderEliminar
  21. Comparação completamente sem sentido. Há com cada uma... Comparar o "espalhar de fé" ou o "argumentar de uma ideologia" com o gerir duma empresa ou com o jogar num clube... As pessoas podem ser profissionais. E podem ser de um clube sem ser ferrenho ou fanático. Aliás, isso é que é o normal. Nem todos são doentes como nós.

    A minha mulher é sportinguista. Mas se lhe pagassem para trabalhar no Benfica não seria pior profissional do que se trabalhasse no Sporting. Se me pedissem a mim para jogar no Sporting nunca o faria. Dedicar-me a outra profissão caso não houvesse alternativa. Mas eu sou doente. Ela não. E a maioria não o é. O Coentrão era doente pelo Benfica, agora é pelo Sporting. Nem todos somos iguais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nunca admitiria que o Benfica contratasse os directores de comunicação dos dragartos o Sérgio Conceição, por exemplo.

      Eliminar
  22. Não creio que seja essa a questão.
    Maxi Pereira foi um exemplar profissional no Benfica, tal como agora o é no Porto.
    Rui Águas foi um símbolo do Benfica e deu tudo enquanto jogador do Porto.
    Laranjeira foi uma referência no Sporting e voltou a se-lo no Benfica.
    O mesmo se pode dizer de Eurico Gomes, de Alhinho, de Dito, de Coentrão, Jordão, Casillas...

    O problema é quando há défice de carácter, quando o ADN das pessoas não presta para nada.
    Neste caso, são tão maus ao serviço do Benfica, do Sporting, do Porto ou do Alcochetense.
    E mesmo desempregados dão mostras da sua mediocridade.

    ResponderEliminar
  23. Julgo que está a comparar coisas incomparáveis. O futebol é só um espetáculo desportivo. Quando se introduziu a possibilidade de profissionalização dos jogadores, para mim a questão mais sensível, o que se pretende é ter os melhores jogadores e não os melhores jogadores benfiquistas ou madrilistas.
    Temos de diferenciar os sócios e adeptos dos clubes ( estes nunca mudam ) e os profissionais.
    Os sócios e adeptos devem ser representados por alguém dentro do clube e para isso serve a direcção do clube e a assembleia geral, estes sim devem ser sempre benfiquistas, sendo ou não profissionais.
    Quanto ao resto o que queremos são os melhores, se fazem asneira ou se não são bons pois então devem ser despedidos pela direcção do clube que é quem nos representa. Temos muitos exemplos de bons profissionais no Benfica que não eram benfiquistas e vice versa. Isto é valido para qualquer função profissional do clube ou SAD.
    O tempo do amor à camisola amador já acabou, agora temos o amor à camisola profissional e esse também quer ganhar tanto ou mais que o anterior.
    Digo-lhe mais, se é verdade que o Paulo Gonçalves era portista, agora acredito que é mais benfiquista que nunca, com o que o FCP lhe está a fazer o homem só não os rebenta se não poder. Porque é que o FCP, SCP e os jornaleiros/comentadores estão sempre a pedir as cabeças dos nossos profissionais...deixe-me advinhar será que é porque não prestam e não defendem o clube??? Quem está dentro das instituições, se é bom profissional acaba por vestir a camisola, não há hipotese ou então vai à andar rapidamente.
    MB

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cuidado anónimo que pode aparecer por aí a patrulha de serviço, um tal alerta avermelhado a acusar-te disto-

      "tu assinas como anónimo, apesar de vires aqui todos os dias, porque és tão cobarde e mercenário como eles! Já sei que vergonha não tens, mas tens medo porque te escondes atrás do anonimato! O que seria de esperar de um ser sem coluna vertebral?!"

      Cuidado!

      Eliminar
    2. Nunca vi pessoas claramente ligadas ao SCP ou FCP pedirem a saída da estrutura de sportinguistas ou portistas.
      Não é o mesmo que acusá-los de ilegalidades.

      Eliminar
  24. Post cheio de emoção de um Redmoon longe da Pátria!!! Benfica ganha por estes!!!

    ResponderEliminar
  25. Eu quando olho para Portugal vejo um clube de futebol profissional e vejo dois antros fomentadores de odio e do vale tudo.

    Vejo um clube onde os Luis Pinas o maximo que podem almejar é andar em rixas e atropelarem alguem, nos outro dois antros arriscavam a ser presidentes como o Pinto da Costa e o Bruno Carvalho o provam.

    Vejo casas do Benfica a serem vandalizadas semanalmente, vejo o odio nas redes sociais e na rua da escumalha desses antros contra Benfiquistas.

    Vejo um comunicação social e uma justiça completamente instrumentalizada pelos talibans desses antros ao ponto de ate um portista ferrenho vir falar dessa vergonha ( O Cabanelas passou-lhe ao lado)

    Vejo pessoas a cuspirem em pessoas, arbitros a terem que andar escoltados por policia, e arbitros da divisões inferiores a serem agredido todos os fim de semana graças ao bons exemplos que esses antros dão.


    Perante isto, por favor n me tentem dizer que o Benfica é que está mal.


    MAis, Quem diz que tem vergonha de ser do clube do PEdro Guerra e depois gaba uma criatura nojenta como o Bruno Miguel e que diz que se fosse presidente era como ele, Benfiquista só na cabecinha dele.

    Mais, O Paulo Gonçalves n é do Benfica? Engraçado, é que os indicios é de ter feito tudo, até ilicitudes para defender o Benfica. E esta hein?

    ResponderEliminar
  26. O importante agora é chamar para a frente da trincheira tudo o que se passa no Futebol Português, porque parece que um crime só passa a ser muito grave quando envolve o Benfica...
    é importante colocar aqui as ultima palavras do Cesar Boaventura, sobre o papagaio do Norte!
    é importante publicar e desenvolver esse assunto... um assunto que ainda vai dar muito que falar, quer dizer não tanto como se fosse com S.L.Benfica....
    é importante, claro, julgar os nossos se existir razoes para tal, como é o caso, mas mais importante é denunciar tudo o que se passa neste campeonato de Merda!

    ResponderEliminar
  27. Penso exactamente como tu e sim sou um romântico e um utópico e depois?
    O Benfica precisa de jogadores que amem o Porto ou o SCP para ser competitivo quando temos milhões de futebolistas de qualidade por esse mundo fora?
    O Benfica precisa de técnicos que amem o Porto ou o SCP quando existem técnicos de excelência por esse mundo fora? Duvido.
    Podemos ser MUITO competitivos tendo em cargos de Direcção, de Gestão, Técnicos e Atletas pessoas completamente alheias ao SCP e o FCP, temos uma margem de recrutamento nacional e global brutal.

    LFV no meu entender entre estas alegações (que podem ser falsas!, poderem podem...) e a sua incapacidade em gerir o futebol profissional de uma forma equilibrada (falo das camionetas de jogadores e de comissões ilógicas a terceiros, bem como factorings curiosos, mas VERidicos e Robertadas enFariñadas), mais esta cooptação irracional de pessoas que amam os adversários, obviamente que isto terá muito a ver com a fuga de e-mails (suspeito)... dizia eu não tem condições para continuar, na Suécia (mentalidade sueca) já se tinha demitido há séculos, mas Vieira desconhece essa ética, o que mais uma vez reforça o que penso da pessoa.

    abrazos

    ResponderEliminar
  28. O que diz vilarinho sobre tudo isto? Continua a apoiar o vieira?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque não lhe perguntas? Mas conhecendo-o como conheço, o mais certo é mandar-te à m….

      Eliminar
  29. O pequeno filme do Kleber brincando com os maços de notas foi filmado na Praça Velasquez na cidade do Porto, junto ao café Velasquez, antro de portistas, a dois passos do estádio dajantsa. Vejam no Google Maps; Praça Velasquez - Porto - Portugal. E esta heim!

    Tony C.

    ResponderEliminar
  30. O Futebol a partir da criação das SADs deixou de ser um desporto de emoções, hoje em dia os adeptos são vistos como clientes que compram produtos das Empresas(Clubes) ..Hoje em dia os Clubes são empresas cotadas em bolsa, logo tem de ter acesso aos melhores prestadores de serviços disponíveis, o lado romântico do Futebol morreu quando se começou a tratar o Futebol como um qualquer Negocio.

    Esta movimentação de mão de Obra que se desloca por dinheiro e não por Amor há Camisola, vai sempre ter anti-corpos em todos os Clubes, mas se um clube quer Triunfar não pode só recrutar gente dentro da sua falange de apoio pois isso seria Suicídio num Futuro Próximo.. Como nunca seria certo que ao só contratar gente da sua cor, não ia haver casos menos claros e nós no Benfica já tivemos varias pessoas que sendo Benfiquistas se aproveitaram do Clube para seu próprio beneficio..

    Vivemos na era Global onde quem paga melhor tem acesso as melhores mentes da sua Área de Negocio, conseguindo assim se superar aos seus rivais de Negocio, se forem feitas as escolhas certas uma Empresa só tem a ganhar em ter nos seus quadros gente que veio da Concorrência, pois estes vão trabalhar o dobro para demonstrar que são de confiança e que valem todo o Investimento feito neles...

    Podemos não concordar com o rumo que o Futebol tomou, mas nada podemos fazer a não ser adaptarmos-nos aos novos tempos e jogar com as mesmas armas dos outros, inclusive os nossos adversários tem ou tiveram Benfiquistas nas suas Estruturas como o caso do Antero Benfiquista que foi homem forte do Futebol dos Corruptos..

    ResponderEliminar
  31. Estava hoje a ouvir uma fantastica cancao dos Beach Boys e descobri na letra uma excelente forma de descrever a minha ligacao ao SLB - "Only god knows what I be without you".
    Por isso nao me lixem o meu, nosso Benfica.

    ResponderEliminar
  32. Parabéns RedMoon, não podia estar mais de acordo com o texto.
    Eu também sou Romântico.
    Proponho que se crie um movimento "EU SOU ROMÂNTICO" onde se possam manifestar todos os Benfiquitas que estejam de acordo com o a ideia expressa no teu texto.
    Que se publicite aqui e em todos os blogs que adirem a esse princípio.
    Que os adeptos se manifestem nas redes sociais exibindo esse slogan como já foi feito noutras ocasiões de solidariedade: EU SOU ROMÂNTICO
    Que se façam cachecóis com a divisa EU SOU ROMÂNTICO e se inundem as bancadas dos estádios com eles.
    Pode ser que assim consigamos fazer ver ao nosso presidente e direcção qual é o sentir dos Benfiquistas.

    ResponderEliminar

Atenção: O NGB mantém um registo completo de todos os comentários. Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado. Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado. Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking