Lições de Eusébio - Novo Blog Geração Benfica
O Novo Blog Geração Benfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Lições de Eusébio

Avatar
 ●  + 14 comentários  ● 

"Tudo o que hoje sou é graças a mim, aos meus colegas e ao Benfica. Fui melhor jogador do mundo, melhor marcador do mundo, da Europa, fiz tudo, só não ganhei um Mundial."

"Como era o convívio e a rivalidade entre clubes?
Era um espetáculo. Às segundas-feiras, juntávamo-nos todos - do Sporting, do Benfica, do Belenenses -, almoçávamos frango assado no Bonjardim, na Travessa de Santo Antão, e depois íamos ao cinema, ao Éden."

Hoje jogador que não agradeça ao seu presidente ou ao seu treinador a carreira é excomungado.

Hoje jogador que queira cultivar amizades publicamente com jogadores dos clubes rivais provavelmente leva um processo disciplinar.

Eusébio aprendeu com Coluna e Águas a respeitar os adversários, os colegas de profissão e o clube que lhes dava tudo.

Que diferença para os dias de hoje.

14 comentários blogger

  1. REI EUSÉBIO! Foi Rei no campo e na Humildade! Poucos ou nenhuns se lhe podem ser comparados nestas qualidades únicas! Pena as coisas não poderem ser como eram naquela altura. Hoje em dia é fomentada a rivalidade de uma forma negativa e muito agressiva que em nada contribui para o espetáculo do nosso futebol. Há que acreditar que melhores dias virão! VIVA EUSÉBIO!

    ResponderEliminar
  2. No tempo do Grande Eusébio, o futebol era sinónimo de paixão. Hoje, não passa de uma alienação. Individual e colectiva.
    No tempo do King Eusébio, o jogador impunha-se pelo que na verdade produzia em campo. Hoje impõe-se pela influencia do agente que o representa.
    No tempo do Eusébio, os clubes eram "donos" dos passes dos jogadores. Hoje têm percentagens, que vão comprando ou vendendo, de acordo com a ganância dos investidores. Instalou-se o espírito do mercenário, que joga onde lhe derem mais. Daí a paixão que tiveste sempre pelo Benfica.
    No tempo do Eusébio, não havia redes sociais, através das quais hoje muitos se promovem, com fotos, tricas e mexericos.
    No tempo do Eusébio, era considerado grande jogador todo aquele que em 10 jogos, realizava 10 grandes partidas. Hoje em 10 jogos, fazem 1 único bom jogo, marcam até um golito e passam logo como que por magia a valer dezenas de milhões.

    Eusébio não precisou de ir para o Real, Barcelona, Inter ou outro clube de enorme grandeza, para ser considerado Rei.
    Realizou-se aqui, neste pequeno País e num clube que, embora grande, estava longe daqueles que anteriormente citei.

    Eusébio é incomparável. Por vezes custa-me que o comparem com outros jogadores que, embora enormes, dispõem de uma máquina tremenda que os promovem e assessoram.

    Por isso, querido Eusébio, esteja lá onde estiveres, peço-te desculpa pela miséria a que chegaram muitas das Instituições que enquanto por cá andaste, foram inalienáveis referências que amaste, até à tua partida Eterna.

    ResponderEliminar
  3. Hoje temos um presidente que foi o coveiro do Alverca.

    Hoje não se pensa pela própria cabeça limitando-se a haver cartilheiros que seguem uma cartilha suína.

    Hoje temos uma astronómica cratera, vulgo passivo de milhões.

    Hoje levamos 5 do Basileia nas competições europeias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje temos mais um infiltrado à procura de comida.
      Hoje temos mais um infiltrado aziado e ainda não convencido de que não vai ganhar nada este ano mesmo depois de muitas dezenas de milhões em investimentos.

      Eliminar
  4. Outros tempos, meu caro!
    Hoje, cresce o faccionismo, a intolerância, o ódio, o fanatismo, etc. Quando se pensa que, estando numa sociedade mais evoluída intelectual e tecnologicamente, mais educada, seria de esperar maior civismo e tolerância, é exatamente o oposto.
    Lamento, igualmente, dizer que as redes ditas sociais vieram amplificar inexoravelmente o que de negativo rodeia o fenómeno desportivo.

    ResponderEliminar
  5. Eusebio além de ser o melhor jogador português, dos melhores de todos os tempos, a nível de fairplay era quase inigualável, existiram muitos poucos mesmo com as suas qualidades, o futebol português entrou neste registo actual no final dos anos 70, atingiu o auge na década de 80 ate 1995, a partir dai entrou em velocidade de cruzeiro, e só têm entrado energumenos para dirigirem os clubes, sendo o do lumiar o prototipo do sec xxi, um troliteiro de todo o tamanho, inenarrável, uma tristeza, pobre futebol habitado por gente deste calibre.

    Desde 4a feira anda caladinho que nem um rato, ao contrário já tinha armado um cais do sodre para o ano inteiro

    ResponderEliminar
  6. Outros tempos e jogadores de outra fibra. Viva o Rei Eusébio!

    ResponderEliminar
  7. Viva o Eusébio. Viva o Benfica.

    O resto é azia tua. Que jogador do Benfica foi proibido de confraternizar com rivais? Ah... É só falar por falar. Normal.

    ResponderEliminar
  8. Apito Dourado: Uma tempestade num copo de água. Afinal tratava-se de ofertas a árbitros em nada diferentes dos Vouchers. Mas o Benfica pouco ganhava e havia que lixar alguém.

    Caso E-Mails: O Benfica fez uma piscina e encheu-a de água até transbordar. Muito diferente de um copo de água. AGORA AGUENTEM-SE, quem semeia tempestades colhe furacões.
    KATRINA

    ResponderEliminar
  9. Enorme Eusébio! Que saudades de te ver jogar, rematar, marcar!

    ResponderEliminar
  10. Obrigado por terem retirado os meus posts, kkkkkk

    Mas não se esqueçam de uma coisa. Esta estória do Janelas se calhar não era mais do que um golpe para mamar na teta do benfica ... se calhar aqueles 300, 400, 500 euros mensais iam ter ao bolso do Janelas e de mais ninguém ...

    Já no tempo do Vale e Azevedo o presidente do Porto dizia " Deixem-no estar lá por muito tempo"
    Paulo Nobre

    ResponderEliminar
  11. Só para corrigir,o Eusébio nunca foi o melhor do mundo!Foi sim uma vez o melhor da Europa!

    SL

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.
Comente o assunto do post, salvo algum off-topic que se enquadre no âmbito do NGB

ranking

recentes

Mensagens populares