O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Quem prefere ver na liderança da Comunicação do SL Benfica?

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Marco Silva: Uma escolha mais do que lógica

Avatar
 ●  + 8 comentários  ● 
Confesso que gostei, sinceramente, do desplante de Pinto da Costa na hora da apresentação do novo treinador Sérgio Conceição, e de como conseguiu dizer sem se rir que contactou outros treinadores antes do Sérgio Conceição, MAS SÓ porque achava que Sérgio Conceição estava amarrado contratualmente ao Nantes e era uma contratação impossível.

Assim que Pinto da Costa levou as negas dos prioritários, e descobriu que o AMARRADO tinha afinal a mulher doente e de repente já conseguia fugir de França, aí sim, Pinto da Costa nem pensou duas vezes, virou-se imediatamente para o desde sempre número 1 e nunca mais o largou!.

Em suma, o que Pinto da Cosa disse foi que o Número 1 da lista, o AMARRADO, nem sequer foi contactado de início porque era uma contratação quase impossível. Quando a raia miúda, os Marcos Silvas e afins deram a nega ao Presidente, aí sim, Pinto da Costa decidiu tentar a sorte e contactar finalmente o TUBARÃO Sérgio Conceição (embora sem grande esperança), amarrado que estava contratualmente ao Nantes e assediado, como sabemos, pela nata do futebol europeu.

E Pinto da Costa conseguiu o treinador que sempre quis, palmas para ele. Mas mais palmas ainda por ter conseguido dizer isto tudo sem se rir e à frente de tanta gente.

Bem, mas do que eu gostei realmente foi da estupefação pré-Sérgio Conceição na boca de alguns portistas, de gente que agora só deseja que Marco Silva perca SEMPRE, revoltadíssimos que ficaram com a escolha do Português pelo Watford em detrimento do “GRANDÍSSIMO” FCPorto.

Bem, eu confesso, que o que me surpreenderia é que Marco Silva tivesse escolhido o Porto, e o que me faz espécie é como é que tanta gente estranhou a escolha do português, gente que obviamente tem andado arreada do nojo que se tem passado no futebol em Portugal, porque senão, se estivesse atenta, perceberia que quem tem lugar numa Premiership onde os protagonistas são os jogadores e os treinadores, não quer ficar em Portugal onde os jogadores e treinadores são figuras de terceiro e quarto plano.

Mas até no plano desportivo a escolha de Marco Silva fez sentido:

Repare-se: Para onde vão os treinadores portugueses, mesmo dos três grandes, mesmo depois de serem campeões em Portugal?

Peguemos nos últimos: Jorge Jesus foi para o Sporting, Jesualdo Ferreira foi para a Grécia, o Fernando Santos foi para a Grécia, Vítor Pereira foi para a Turquia...

Os não campeões: Leonardo Jardim conseguiu ir para França, Marco Silva foi para a Grécia...

E depois de Marco Silva sair do Sporting para o crónico campeão grego, o passo seguinte foi sair do crónico campeão grego para o... praticamente despromovido Hull da Premiership. E para Marco Silva, o Hull foi um passo em frente!

Quem foram então os únicos treinadores portugueses que conseguiram dar o salto de um campeão português para um grande europeu?

Mourinho e André Vilas Boas, mas estes depois do êxito europeu pelo FCPorto, este sim o passe que lhes abriu as portas no Chelsea...

A história prova de facto que ganhar em Portugal ao nível de treinadores, em termos de prestígio não vale mais do que ir para a Grécia ou para a Turquia a seguir, e isto para os campeões...

Porque os não campeões, ou vão de seguida para o Quatar, ou vão para a Tailândia, ou vão para o Braga, ou para a Ucrânia, ou para as divisões secundárias inglesas que é o que aconteceu a Carlos Carvalhal e agora a Nuno Espírito Santo...

E Rui Vitória, se saísse hoje do Benfica depois de ser Bi-Campeão, que mercado tem ele?

Marco Silva pois, que foi falado neste final de época para vários clubes ingleses (incluindo o clube de meio da tabela Southampton), interesse que arrefeceu depois da despromoção do Hull, iria voltar para o Porto para quê?

Financeiramente era melhor no Porto? Não, não era!

Desportivamente iria vencer competições europeias com o Porto? Não, não ia, logo aí as portas de qualquer colosso europeu estariam sempre fechadas!

No máximo seria campeão pelo Porto, e depois daí iria para onde? Para a Grécia ou Turquia onde já tinha estado. Pois.

E não sendo campeão pelo Porto porque o Benfica vai ser Penta, para onde iria o Marco Silva? Era despedido, e depois ou ia para o Quatar ou ia para o Braga, e as portas da Premiership nunca mais se abririam para si.

A verdade nua e crua, é que de facto, quem chega à Premiership (mesmo num clube que luta para não descer) não quer voltar a Portugal, mesmo para um clube grande.

Marco Silva estará sempre mais próximo de um clube médio-grande de Inglaterra fazendo uma boa campanha no Watford do que estaria num grande português, mesmo que voltasse para ser campeão...


E isto é apenas senso comum, o que eu estranho é como é que ainda há gente que não entende as diferenças abissais entre uma Liga Proença e uma Premiership, as diferenças entre ser um Manager ou um treinador que não manda nada, e ainda consegue ganhar ódio a treinadores por terem tomado a decisão mais inteligente e a única que fazia sentido para as suas carreiras.

8 comentários blogger

  1. O Marco Silva ainda tem de comer alguma papa e provar que é acima da média.

    De uma coisa tenho a certeza: viesse o convite do Benfica e não dos corruptos movidos a amarelinha poveira e ele teria regressado a Portugal.

    ResponderEliminar
  2. Cagadela suave por cima do Shadows. eheh :)

    http://desporto.sapo.ao/futebol/primeira_liga/artigo/2017/06/09/javier-tebas-a-liga-portuguesa-vai-morrer

    O que dizer sobre isto? Estará a nossa liga, realmente, perto do abismo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O homem lutou pela destribuição das receitas TV como são feitas na liga inglesa, conseguiu com a intervenção do Governo, sim o governo espanhol passou uma lei para centralizar as receitas, o Real Madrid e o Barcelona mamavam 80% das receitas e agora segundo ele graças ao novo modelo da UEFA chapeu para a competitividade, quem for à champions sobe 5 patamares acima.

      Eu tambem ficava chateado.

      Eliminar
    2. A diferença entre os grandes e os outros na liga portuguesa já existe desde sempre. Os melhores jogadores dos clubes menores não foram sempre transferidos para um dos três grandes?
      Ou agora que o Benfica solidificou as finanças, te uma capacidade única de criar mais receitas que os outros , apesar de não ter o maior orçamento tem ganho de forma consistente - e agora como o Benfica tem limpado tudo, e tem fortes possibilidades de continuar a ganhar, é que começou o debate da competitividade?
      Nos anos dourados da corrupção essa hegemonia mostrava um domínio e trabalho bem feito. Hoje é falta de competitividade e há que criar uma liga socialista para tirar ao rico Benfica e distribuir aos pobres!! Não há pachorra!

      Eliminar
  3. Águia Preocupada09 junho, 2017 23:46

    Bom post Redmoon. Absolutamente de acordo. Tudo o que dizes é a verdade nua e crua.
    Isto é como um novato quando entra numa grande empresa. Muitas vezes entra para um lugar menor, abaixo das suas qualificações, porque estando lá dentro as hipóteses de subida são bem mais fáceis.
    E Marco Silva, conhecendo o nojo em que vive o futebol cá no burgo, fez muito bem em "fugir" dele. Além de que, Marco Silva conhece o modus operandi daquela gente... E se coisa não corresse bem ele sabe perfeitamente o que lhe poderia acontecer e à sua família. E sendo ainda jovem, não quis arriscar as rótulas dos seus joelhos! E fez ele muito bem!
    Toda a sorte para Marco Silva!

    ResponderEliminar
  4. Marco Silva não foi para o FCP porque iriam diminuir as hipóteses de treinar o Benfica no futuro.
    E porque achou que as hipóteses de sucesso não eram muitas atendendo à situação financeira do FCP.
    E a razão principal. Porque não se identifica com a filosofia do clube. Lá apreciam treinadores arruaceiros, truculentos, apreciam a gritaria.
    Tudo o que ele não é. Tudo o que Sérgio Conceição é e foram Mourinho (ainda é) e Vilas-Boas.

    Pessoalmente fiquei bastante satisfeito que tivesse dado uma nega ao velho corrupto.
    E continuarei a desejar-lhe sorte e a acompanhar a sua carreira.

    ResponderEliminar
  5. Quem é que quer ser ameaçado com tiros no joelho? O clube das frutas está mais do que morto. Parece que ainda mexe mas é o processo inicial e normal de decomposição. Já se nota pelo cheiro e tudo..

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.

recentes

ranking

Em Defesa do Benfica