O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Mitroglou: a referência do ataque.

Avatar
 ●  + 25 comentários  ● 
"Kostas Mitroglou está de corpo e alma no Benfica e afasta o cenário de saída nesta altura. O site grego Contra adiantou ontem que um representante do Tianjin Quanjian se deslocou a Lisboa para contratar o avançado, pagando o valor da cláusula de rescisão, de 45 milhões de euros.

Ao que Record apurou, os encarnados desconhecem a existência de qualquer proposta, assim como a da presença de um representante do emblema chinês no nosso país. O jogador, esse, mantém a posição que tem tido: deixar o Benfica nesta altura é algo que não está nos seus planos. Aliás, fonte próxima garantiu ao nosso jornal que não é o dinheiro que o motiva, deixando claro que dá primazia ao projeto desportivo." - Record.

Mitroglou é um ponta de lança inteligente, dentro e fora do campo.

O Sport Lisboa e Benfica deve estar completamente indisponível para negociar Mitroglou. Deve sim é pensar em melhorar o contrato ao grego. 

Já se viu que o grego gosta de cá estar e não quer sair. Aliás, foi ele que fez tudo para ficar no final da temporada passada.

25 comentários blogger

  1. O Mitroglou aparenta ser um exemplo de desportista, pelo menos desde que cá está, sempre esforçado e com apurado instinto de matador.
    Esperemos que a direcção do Benfica não veja só os €€€€ e pense que á conta disso pode perder um activo importantissimo do nosso plantel, se há posição em que apesar da abundancia, estamos sempre desfalcados, é aí, Jonas está preso por arames, o Gimenez está a vir de lesão...
    Honestamente esta noticia cheira-me a falsa e com o intuito da desestabilização do grupo de trabalho, será mais uma saraivada ??

    ResponderEliminar
  2. Meu caro se baterem a clausula é ganda negocio, se vamos ficar a perder, depende do que ainda anda por ai desempregado e que podemos inscrever....Lima por exemplo!!!

    ResponderEliminar
  3. Um ser humano inteligente que privilegia a qualidade de vida em detrimento do dinheiro. Um jogador de futebol ao nível do Benfica (os mais bem pagos) ganha num ano aquilo que a maioria dos cidadãos não ganha em duas vidas de trabalho (ordenados de 700 ou 800 euros mensais), portanto uma pessoa sensata quererá tanto sair do Benfica como levar com um clister feito à base de urtigas. O país, o clima, a gastronomia, o facto de serem uns reis, a paz social, o custo de vida baixíssimo para os seus rendimentos.

    ResponderEliminar
  4. Incrível, os chineses conseguiram levar o Hulk e o Teves, entre outros, mas não conseguem levar o Mitro...😂😂😂

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é algo que tem a ver com ambições pessoais. Uns querem titulos outros querem dinheiro. E, não me parece que o Mitro seja assim tão mal pago que tenha necessidade de avdicar do que tem em Portugal para ir para a China ganhar mais dinheiro.

      Eliminar
  5. A MARCA – NOTÍCIA do JANTAR
    O FC Porto suspeita de que foi alguém relacionado com José Mourinho que deu ao jornal espanhol ‘Marca’ a informação do jantar de António Garrido, Reinaldo Teles e Pinto da Costa com o árbitro (o holandês Bjorn Kuipers) que dirigiu o jogo com o Villarreal (5-1), no restaurante A Marisqueira, de Matosinhos.
    Segundo soube o CM, a suspeita funda--se no facto de o técnico conhecer bem as rotinas dos dirigentes portistas e alguém do seu círculo próximo poderá ter aproveitado a informação para tentar provar que os árbitros indicados pela UEFA não só prejudicam o Real Madrid como outros clubes, em benefício dos que têm máquinas bem montadas no acompanhamento aos árbitros, como o Barcelona e o Porto. Pinto da Costa, aliás, já não é a primeira vez que se encontra com árbitros. No processo ‘Apito Dourado’ admitiu mesmo que recebeu em casa o juiz Augusto Duarte, antes do Beira--Mar-FC Porto (0-0, 2004). Em praticamente todos os casos que envolvam árbitros surgem António Garrido e Reinaldo Teles, amigos de longa data do líder portista. Garrido é um ex-juiz que desde os anos 80 colabora com o FC Porto. Ontem, Pinto da Costa negou que tivesse jantado com Kuipers e o clube disse que vai processar a ‘Marca’ e o jornalista que escreveu a notícia. Já a FPF confirmou que nomeou Garrido para acompanhar a equipa de arbitragem que dirigiu o FC Porto-Villareal.
    "A estupidez realmente não conhece limites, se vêm dizer que suspeitam que houve alguém que se "chibou" então é porque houve mesmo jantar com o árbitro Holandês e que isto é, de acordo com a notícia, uma rotina dos dirigentes portistas! Ainda para mais acho ridículo que um jornal como a Marca fosse lançar esta notícia sem ter provas nenhumas. Não estou a ver os editores de um dos maiores jornais do mundo a pensar: Já sei! Vamos inventar uma notícia completamente falsa sem ter provas nenhumas sobre um clube que nem é de Espanha e que não nos faria vender jornais (ainda para mais a seguir a um Barça - Real) para sermos processados à grande!

    ResponderEliminar
  6. O FCPorto no Estrangeiro

    Declarações de Sir Alec Ferguson
    Alex Ferguson é um sir (senhor), mas não tem «papas na língua».No site da BBC, o técnico do Manchester United teceu uns comentários «provocatórios» ao FC Porto, na Liga dos Campeões. Apesar de considerar que os dragões são uma equipa a temer, Ferguson não se deixa impressionar pelo domínio «doméstico» do FC Porto. «Tivemos o sorteio mais difícil, mas penso que eles compram o campeonato no Tesco (supermercado). Eles ganham todos os anos. Sempre que compram um pacote de leite somam mais três pontos», ironizou o técnico do Manchester. Ferguson diz mesmo que apenas se lembra de o FC Porto ter «perdido uma vez o campeonato para o Sporting» desde que o seu anterior clube, Aberdeen, visitou as Antas, em 1984.


    Declarações de Graham Souness, treinador inglês de futebol.
    “Ter sucesso em Portugal, onde eu trabalhei, com o FC Porto não é grande coisa. Pela forma como as coisas estão “estruturadas”, do presidente para baixo, eles têm o sucesso garantido quase todos os anos”, disse o técnico escocês, em declarações ao site Talksports.
    Declarações de Santiago Segurola, director-adjunto do jornal A Marca.


    Há clubes que fazem tudo para vencer, para se autoproclamarem vencedores, e que transgridem as regras de forma obscena. Uma das coisas mais surpreendentes de tudo isto é a repetição nos nomes das equipas. São quase sempre as mesmas: Juventus, FC Porto...».

    "Es terrible lo que está pasando en el fútbol, un poco ante la mirada condesciente del periodismo. En los últimos años se han comprobado casos de dopaje masivos en Italia, caso Juventus, y de compraventa de partidos tanto en Italia como en Portugal, con equipos como la Juve y el Oporto en medio del embrollo. Las autoridades del fútbol, el periodismo y los propios profesionales del fútbol (entrenadores, directivos, árbitros y jugadores) deberían estar más vigilantes ante algo que no es ficticio es real. Hay gente que pone tanto empeño en ganar, en proclamarse ganadores, que traspasan las reglas de una manera obscena. Una de las cosas que más sorprenden de todo esto es la reiteración en los nombres de los equipos. Son casi siempre los mismos: Juventus, Oporto... " - Santiago Segurola

    ResponderEliminar
  7. Porto Aberdeen 1984 Cup Winners Cup
    "Portugal is another hotbed of allegations. What started this winter with published insults between high officials has led to specific claims against Jorge Nuno Pinto da Costa, the most powerful man in Portuguese sports.
    His club, Porto, is a quarterfinalist in the UEFA Champions' League. His reign as president of Porto and head of the Portuguese league and the referees commission leads to periodic accusations of vested interests.
    However, Fernando Barata, a hotelier who once presided at the Farense club, has named names. He cited the 1984 Cup Winners Cup semifinal, charging that Pinto da Costa bribed Ion Igna with $50,000 to smooth Porto's victory over the Scottish team Aberdeen."
    By Rob Hughes, International Herald Tribune (Wednesday, January 15, 1997).

    No Daily Express, 2002
    "Over the years, suspicious refereeing has been associated with various referees in Portugal favoring FC Porto. Nothing has been proven, but there have been some strong indications that the allegations are true.
    FC Porto’s title in 92-93 was marred by some dubious results. One that stands out was a 1-0 away victory at Famalicão in which the referee at the time allowed over six minutes of injury time in a game with no injuries and no prolonged stoppages. Of course, FC Porto scored in the sixth minute of injury time. This game followed several away victories in which FC Porto received the benefit of the doubt on several calls in previous away matches.
    The scandals of 1996 then put the referee situation in full view. First, FC Porto was caught paying vacation trips to Brazil taken by former referee Carlos Calheiros. FC Porto’s travel agency used the referee’s two middle names to identify his account. How is a referee to remain partial when one team is paying for his and his family’s vacations abroad? The consequence was Mr. Calheiro’s nomination for president of the referee’s union being denied, and no punishment was given to FC Porto.
    Later it was discovered that a member of the Porto’s front office approached the referee of the semi-final Cupwinner’s Cup between Porto and Aberdeen in 1984 and attempted to bribe him to facilitate Porto’s scoring chances. Porto went on to win 3-0 without any controversial calls. It turns out they didn’t need the help. They ended up losing the finals to Juventus 2-1.
    The referee association and unions have become centers for controversy and suspicion in the election of its leaders and presidents. It seems that the stronger districts such as Porto’s are able to influence votes for their candidates. In turn those elected appoint the referees for the matches.A proposed lottery system in the selection of the referees was quickly dismissed. Therefore the end result is the ability to have certain referees cover certain matches. "

    ResponderEliminar
  8. DAVID WALSH, 2011
    David Walsh é o Jornalista Chefe da Secção de Desporto do The Times. Num editorial, ele descasca em Mourinho e no Porto à grande e à francesa. Se tivéssemos jornalistas desta estirpe em Portugal, de certeza que a máfia portuguesa não teria proliferado como o fez. Mas não, temos uma corja de avençados, cobardes sem espinha dorsal.
    "Passaram oito anos desde que o Porto de Mourinho venceu o Celtic numa épica mas fraudulenta final da UEFA em Sevilha. Um jogo que podia ter sido grande foi diminuido pelo cinismo dos jogadores do Porto fingindo lesões à menor dica de um contacto, e seguindo uma agenda feita por Mourinho nos dias anteriores ao jogo, quando ele disse que estava com medo que os jogadores do Celtic pontapeassem os seus jogadores para fora do campo. Isto entrou nas cabeças dos juízes do jogo e o jogo foi arbitrado da maneira como ele queria. Foi cínico e funcionou. O treinador do Celtic nessa altura, Martin O´Neill, devia ter visto o jogo de farsa e cínico de quarta-feira (RM-Barça) no Barnabeu, com um sorriso de dèjà-vu. Nem todas as cobras estão imunes ao seu próprio veneno".

    Internacional corruption
    A reportagem foi publicada no jornal inglês ‘The Independent’, a 15 de Novembro de 1996... Conta a história de uma tentativa de corrupção levada a cabo por Fernando Barata, então presidente do Farense, em nome do FC Porto. Objectivo era comprar uma vitória no jogo com o Aberdeen, nas competições europeias...
    O Aberdeen e Alex Ferguson foram associados, de forma involuntária, a um escândalo de suborno que está a causar polémica nos jornais portugueses. A polícia portuguesa questionou o empresário, que tentou corromper um árbitro romeno, em nome do FC Porto, há 12 anos, antes de uma meia-final da Taça das Taças, contra o Aberdeen, numa altura em que o técnico do Manchester United estava no comando dos escoceses.
    Fernando Barata, proprietário de um hotel e presidente de outro clube (Farense), alegou que o FC Porto lhe pediu para falar com o árbitro antes do jogo da primeira mão. O objectivo era conseguir uma vitória por 3-0 a favor do FC Porto. No entanto, não foi revelada a verba prometida. O FC Porto ganhou as duas mãos, por 1-0.
    O FC Porto negou as acusações, mas a UEFA, o organismo que rege o futebol europeu, tem procurado uma explicação junto da Federação Portuguesa de Futebol. O árbitro Ioan Igna reclama inocência e diz que desconhece as tentativas de suborno.
    "Estou totalmente supreendido com as acusações", disse Igna, em Bucareste. "Não conheço essa pessoa que está a fazer a denúncia e nunca tinha falado com ela", acrescentou.
    O FC Porto terá oferecido ao árbitro, como troca de favores, viagens de avião, hospedagem em Portugal e alimentação. Igna não confirma: "Deram-me um relógio, uma pequena bandeira e um emblema. Nada mais”.
    O Sindicato de Jogadores solicitou de imediato uma investigação sobre as acusações, uma vez que estava em causa "uma ameaça à imagem e credibilidade" do futebol português.
    Esta história, contada pelo jornalista Rupert Metcalf, em 1996, é mais um dos inúmeros episódios de tentativas de corrupção que nunca foram provados.

    ResponderEliminar
  9. A MARCA (Espanha)

    Youtube aloja varios archivos de audio con conversaciones.
    El caso de corrupción 'Silbato Dorado' vuelve a agitar Portugal
    Los diálogos de los implicados, algunos comprometedores pese a que sus protagonistas hablan en clave y con alusiones, han saltado a las primeras páginas de los diarios lusos y las visitas a la página que contiene las escuchas se han disparado.
    El caso "Silbato Dorado", que investigó desde 2004 supuestos casos de corrupción y tráfico de influencias en el fútbol portugués, vuelve a agitar la actualidad lusa tras publicarse en internet escuchas telefónicas de los implicados.
    El popular sitio web Youtube aloja varios archivos de audio con conversaciones telefónicas del presidente del club Oporto, Nuno Pinto da Costa, y del entonces máximo dirigente del Boavista Valentim Loureiro, así como de árbitros y de empresarios ligados al mundo del fútbol.
    Los diálogos de los implicados, algunos comprometedores pese a que sus protagonistas hablan en clave y con alusiones, han saltado a las primeras páginas de los diarios lusos y las visitas a la página que contiene las escuchas se han disparado.
    La revelación de las conversaciones, usadas durante la investigación del caso -ya cerrado por la Justicia y en el que Pinto da Costa fue exculpado-, ha provocado la reacción de altas instancias judiciales portuguesas.
    El Fiscal General de la República, Fernando Pinto Monteiro, confirmó la apertura de un proceso para investigar cómo esos archivos han acabado divulgándose en el popular portal de vídeos de internet.
    Por su parte, Pinto da Costa presentó una denuncia con el argumento de que la publicación de las conversaciones es un delito de desobediencia prohibido por la ley.
    El caso "Silbato dorado", que conmocionó al fútbol luso, saltó en marzo de 2004, cuando la Policía Judicial portuguesa recibió una carta anónima donde se señalaba que los dirigentes del equipo de Gondomar, de la Segunda División B portuguesa, intentaban conseguir el ascenso de categoría a través de sobornos.
    De este caso, derivó el proceso "Silbato Final" por el que se acusó a dirigentes del Boavista y Pinto da Costa de soborno de árbitros en la temporada 2003-2004, proceso por el fueron condenados por la Justicia deportiva y que provocó que la UEFA excluyese al Oporto de la Liga de Campeones.
    No obstante, el Tribunal de Arbitraje Deportivo (TAS) revocó esta decisión al argumentar que no existían pruebas sobre las supuestas actividades ilícitas del club, lo cual acabó también por ser ratificado el pasado agosto por el Comité de Disciplina de la UEFA.

    ResponderEliminar
  10. Comentários a "Um Exemplo de Gestão", artigo sobre o FCPorto na Marca.


    “Yo diria que es un exemplo de corrupción!!! Se ha probado que pagó viajes a Brasil a arbitros y respectiva familias, hay grabaciones de conversaciones de el Presidente del Oporto em que se puede escuchar que pagava a prostitutas para los arbitros se pudieran divertir!! asi de claro...han tenido durante muchos años el beneficio de poder escojer los arbitros para sus partidos...Una verguenza! Asi ganan muchas de las ligas y participan en la Champions casi todos los años y de esta forma valorizan sus jugadores e se forran!
    La diferencia entre la liga portuguesa y la Italiana o incluso la Turca es que aí hay justicia y la corrupción es punida con descensos o prisión
 El Oporto también se hizo famoso por los escándalos de corrupción deportiva.
    El caso 'silbido dorado' no fue resuelto y su presidente fue condenado por corrupción deportiva. Incluso, hay pruebas no youtube de charlas comprometedoras de él con árbitros, aunque nada fue hecho.
No hablan de los jugadores fracasados en el Porto,más de 40, que estan en otros clubes pero reciben un salario pagado por el Porto.
    Algunos de ellos juegan en clubes en la misma liga del Porto y que sirven para alterar los resultados. Este año han ganado dinero con la venta de Falcão, pero ya han pagado más de 60 millones con jugadores sin categoría garantizada
¿ Por qué no hablamos de compra de arbitros y doping también ? Al parecer en Oporto son unos expertos en eso.

    ResponderEliminar
  11. A Marisqueira de Matosinhos (A Marca)
    Reinaldo Teles y Antonio Garrido, implicados en el caso 'Pito
    Dorado', acudieron al restaurante con el holandés Kuipers · También
    cenó allí el presidente Pinto da Costa
    El Oporto, rival del Villarreal en las semifinales de la Europa League, incumplió
    el pasado jueves una de las reglas más importantes que marca la UEFA: la prohibición expresa de que directivos o miembros de cualquiera de los equipos contendientes acompañen a los árbitros del partido durante su estancia en la sede del choque. Y mucho menos, que coman o cenen con ellos.
    Tras ciertos casos de corrupción aparecidos hace algunos años, el organismo que regula el fútbol europeo incide mucho en velar por cualquier tipo de conducta que pueda dar lugar a presuntas irregularidades. Y así lo expresa nítidamente en su reglamento: "Durante su estancia en la sede del partido, los árbitros deben ser únicamente atendidos por un enlace que será un representante oficial de las asociaciones nacionales del equipo anfitrión (artículo 20.08 del capítulo XIII)". Es decir, sólo puede acompañarles alguien de la Federación o del Comité de Árbitros.
    Pero, según ha podido saber MARCA, esta regla se incumplió gravemente la noche del pasado jueves, cuando el holandés Bjorn Kuipers, encargado de dirigir el choque entre el club luso y el Villarreal, cenó con varios directivos y personas estrechamente vinculadas al Oporto en el mismo restaurante.
    Kuipers cenó en la Marisqueira de Matosinhos - de la localidad del mismo nombre situada a 10 kilómetros de Oporto - con Reinaldo Teles, directivo del club portugués y persona de gran confianza del presidente de la entidad, y con Antonio Garrido, ex árbitro luso que colabora con el Oporto.
    A lo largo de la cena, el asunto fue más allá cuando ¡el propio presidente! Jorge Nuno Pinto da Costa también apareció en el exclusivo restaurante de la Rua do Roberto Ivens.
    La UEFA no ve con buenos ojos estas prácticas, sobre todo teniendo en cuenta que Pinto da Costa, Teles y Garrido estuvieron involucrados en el escándalo de corrupción arbitral que salpicó al fútbol portugués en 2004 conocido como 'Pito Dorado'.

    ResponderEliminar
  12. Escuchas telefónicas

    Teles y Garrido no fueron condenados porque la justicia portuguesa no aceptó como pruebas las escuchas telefónicas. El caso se saldó -además del descenso administrativo del Boavista y cinco árbitros suspendidos- con dos años de suspensión para Pinto da Costa y una sanción de seis puntos en Liga para el Oporto, que además fue apartado de la Champions League 2008-2009. Esta sanción fue posteriormente revocada por el Comité de Apelación de la UEFA.
    La actuación del holandés Kuipers en dicho partido (que concluyó con un contundente marcador de 5-1 a favor de los portugueses) se saldó con tres tarjetas amarillas para los castellonenses -Catalá, Borja y Diego López-, un penalti señalado a favor de los locales y la reclamación de un posible fuera de juego en el cuarto gol del Oporto.
    Ante la sospechosa irregularidad de esta cena, el Villarreal podría plantearse ahora presentar una reclamación ante la comisión disciplinaria de la UEFA, el mismo órgano al que iba dirigida la demanda presentada por el Real Madrid contra los jugadores del Barça, que fue desestimada el pasado lunes.

    A MARCA – NOTÍCIA do JANTAR
    O FC Porto suspeita de que foi alguém relacionado com José Mourinho que deu ao jornal espanhol ‘Marca’ a informação do jantar de António Garrido, Reinaldo Teles e Pinto da Costa com o árbitro (o holandês Bjorn Kuipers) que dirigiu o jogo com o Villarreal (5-1), no restaurante A Marisqueira, de Matosinhos.
    Segundo soube o CM, a suspeita funda--se no facto de o técnico conhecer bem as rotinas dos dirigentes portistas e alguém do seu círculo próximo poderá ter aproveitado a informação para tentar provar que os árbitros indicados pela UEFA não só prejudicam o Real Madrid como outros clubes, em benefício dos que têm máquinas bem montadas no acompanhamento aos árbitros, como o Barcelona e o Porto. Pinto da Costa, aliás, já não é a primeira vez que se encontra com árbitros. No processo ‘Apito Dourado’ admitiu mesmo que recebeu em casa o juiz Augusto Duarte, antes do Beira--Mar-FC Porto (0-0, 2004). Em praticamente todos os casos que envolvam árbitros surgem António Garrido e Reinaldo Teles, amigos de longa data do líder portista. Garrido é um ex-juiz que desde os anos 80 colabora com o FC Porto. Ontem, Pinto da Costa negou que tivesse jantado com Kuipers e o clube disse que vai processar a ‘Marca’ e o jornalista que escreveu a notícia. Já a FPF confirmou que nomeou Garrido para acompanhar a equipa de arbitragem que dirigiu o FC Porto-Villareal.
    "A estupidez realmente não conhece limites, se vêm dizer que suspeitam que houve alguém que se "chibou" então é porque houve mesmo jantar com o árbitro Holandês e que isto é, de acordo com a notícia, uma rotina dos dirigentes portistas! Ainda para mais acho ridículo que um jornal como a Marca fosse lançar esta notícia sem ter provas nenhumas. Não estou a ver os editores de um dos maiores jornais do mundo a pensar: Já sei! Vamos inventar uma notícia completamente falsa sem ter provas nenhumas sobre um clube que nem é de Espanha e que não nos faria vender jornais (ainda para mais a seguir a um Barça - Real) para sermos processados à grande!

    ResponderEliminar
  13. Eu cá para mim como sou realista...por 45 milhões pagos a pronto....até o levava ao aeroporto...depois era chegar a acordo com o Seferovic e com o Franfurt (oficioso) para rescindir contrato com o jogador e o gajo vinha já...se não chegasse ainda se ia buscar o Lima...45 milhões é muito dinheiro e o SLB precisa de abater dívida bancária. Continuaríamos competitivos pois o Raul, Jovic, Saponjic e Zé Golos estão à espera de oportunidades....e se viesse o Lima e o Seferovic então...não vejo grande drama...Mitro é grande...mas 45 milhões é estratosférico...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E depois ainda se arriscava a fazer o resto da época só com o Jimenez, já que o Jonas anda intermitente com as lesões! Prefiro ficar com o jogador, está mais que comprovado que por muitas vendas que o BENFICA faça o passivo não baixa, e provavelmente o dinheiro nem entra no cofres do clube, porque vai para comissões de quem nada tem a ver com o BENFICA! Mais um bocadinho, e ainda vem o zé dos anzóis!

      Eliminar
  14. Ganda ideia. Depois de despacharem Guedes, com a falta que tem feito, e de não terem comprado um 8, era mesmo boa ideia ir também Mitroglou embora. O Porto agradece e os árbitros também.

    ResponderEliminar
  15. Segundo A Bola de hoje, Mitrogolos terá recusado. Só espero que seja verdade pois, depois da perda de Gonçalo Guedes, com as lesões tão frequentes e prolongadas, a perda de Mitrogolos seria o último prego no caixão do tetra...

    ResponderEliminar
  16. É craque, e não precisa do Jonas para faturar. Mas tendo ele 29 anos, se no final da época voltarem com uma proposta de 40 milhões para cima, é de aproveitar. Seria grande negócio.

    ResponderEliminar
  17. Off-toppic:
    Um texto sobre o Benfica B, feito por mim, espero que gostem
    http://bomfutebol.pt/renascimento-benfica-b/
    Joel M

    ResponderEliminar
  18. Situação normal com a indispensável especulação à mistura, tendo em conta a disparidade de fecho de mercados permitido pela UEFA e pela FIFA para satisfazer várias clientelas.
    Não me parece que o assunto tenha pés para andar em função da indisponibilidade de duas das partes envolvidas, no entanto nunca se sabe...
    Ter em linha de conta que, salvo erro ou omissão, nesta janela de mercado depois do seu fecho na Europa em 31 de Janeiro a cláusula de rescisão não pode ser accionada.

    ResponderEliminar
  19. Agora está na moda alguns benfiquistas quererem despachar os seus jogadores por causa de cláusulas... como os tempos mudam.

    Eu cá não troco o Mitrogolos por nada.


    Só de pensar que se o Eusébio jogasse hoje... alguns davam festas se viesse cá alguém pagar cláusulas de 100 milhões. Enfim...

    Meu rico Eusébio...

    ResponderEliminar
  20. Mitroglou é um jogador á BENFICA!

    ResponderEliminar
  21. A Direcção do BENFICA se fosse inteligente, entenderia que é a pior altura para se permitir que noticías destas andem a instabilizar o jogador numa altura em que vai ter que se lutar palmo a palmo pele tetra! VAMOS LÁ A ABRIR OS OLHOS!

    ResponderEliminar
  22. Shadows, as cláusulas de rescisão só podem ser accionadas no VERÃO, e como tal espero ainda hoje comunicado oficial do Benfica a desmentir qualquer negociação e qualquer tentativa de venda do Mitroglou!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ia buscar o Lima e vendia o Mitro, se o Lima estiver bem, penso que estando "desempregado" pode ser contratado, é correcto?

      Eliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.

recentes

ranking