O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Estudo: As Receitas do Futebol Europeu (Para onde vai o dinheiro?)

Avatar
 ●  + 83 comentários  ● 
Tem existido um grande debate sobre as receitas dos clube de futebol, e a grande questão é a seguinte "Para onde vai o dinheiro dos clubes?"

Recentemente saíram alguns estudos interessantes, como foi o caso do Estudo da UEFA e dos Estudos da Deloitte e da KPMG, e foi "penoso" verificar que algumas pessoas (Comentadores e Jornalistas) apenas se preocuparam com o Ranking da dívida líquida, sem sequer analisarem:
- o Ranking das Receitas Operacionais
- o Ranking das Receitas Totais
- o Ranking do Investimento em Atletas
- o Ranking do Investimento em Infra-estruturas
- o Ranking dos Lucros (2015/2016)
- o Ranking dos Clube na UEFA (Competições Europeias)

Além do mais, foi curioso que ninguém se tenha preocupado em analisar as Receitas dos Clubes e os seus Custos, amplamente analisadas no Estudo da UEFA!


RECEITAS DO FUTEBOL EUROPEU (CLUBES)

As receitas dos Clubes europeus têm crescido a uma média de 9,3%/Ano, nos últimos 20 anos, tendo aumentado de 2.800M€ para 16.900M€!

Fonte: "The European Club Footballing Landscape 2015" (UEFA)

Segundo o Estudo da Deloitte, é cada vez mais exigente alcançar o TOP 20 dos clubes com mais receitas operacionais! Em 2006/2007 o Benfica alcançou o TOP20 com 85M€, e na época 2015/2016 ficou-se pelo 27º lugar com 152M€, em termos consolidados (sem considerar a venda de jogadores). O 20º Clube com mais Receitas Operacionais alcançou 172M€/Ano em 2015/2016.

Fonte: Deloitte Football Money League 2017 (2015/2016)


Analisando o panorama das 10 Principais Ligas Europeias (BIG 5 Leagues + Rússia, Turquia, Portugal, Holanda e Bélgica), segundo o Estudo da UEFA, verifica-se que estas 10 Ligas são responsáveis por 14.700M€ (sem considerar a venda de Atletas) num total de 16.900M€ em todas as Ligas Europeias. Ou seja, mais de 85% das receitas dos clubes estão concentradas em apenas 10 Ligas. 

A partir de 2019 apenas as 10 Ligas que obtiverem o melhor Ranking na UEFA terão qualificação directa para a Champions League de 2019 a 2022:
- 4 Vagas para as 4 Melhores Ligas Europeias
- 2 a 3 Vagas para a 5ª e 6ª Melhor Liga Europeia
- 1 a 2 Vagas para a 7ª e 8ª Melhor Liga Europeia
- 1 Vaga para a 9ª e 10ª Melhor Liga Europeia.

Para as restantes Ligas restam 4 vagas que serão preenchidas numa pré-qualificação com os campeões desses países.

Analisando o Panorama do TOP 10 - Melhores Ligas em termos de Receitas:


Os clubes Portugueses em 2015 alcançaram 344M€ de Rendimentos Operacionais e 258M€ de Rendimentos com a Transferência de Atletas, prefazendo  um total de 602M€! Cerca de 40% do total de Rendimentos foram alcançados através da Transferência de Atletas.

Nas 10 principais Ligas a principal fonte de receitas é a TV (5.570M€/Ano), depois segue-se os Patrocínios/Área Comercial (4.823M€/Ano) e a 3ª principal fonte de receitas já diz respeito às Transferências de jogadores (2.995M€(Ano)!

Com 600M€/Ano é possível que Portugal consiga competir com os mais de 800M€/Ano da Rússia e os quase 700M€/Ano da Turquia pelo 6º lugar no Ranking da UEFA, países que têm o objectivo de colocar 2 a 3 clubes na Champions League, tanto no actual modelo da Uefa Champions League, como no futuro modelo que irá vigorar de 2019 a 2022! 

Com apenas 350M€/Ano em receitas (sem venda de Atletas) estaríamos  ao nível da Bélgica, e pior do que  a Holanda, com o nível de competitividade que se conhece desses países no Futebol europeu, em termos de clubes. Estaríamos a tentar lutar pelo objectivo de colocar 1 clube na UEFA Champions League e seria muito mais difícil colocar clubes nos 1/8 de final da UCL, como se verificou esta época com o bom desempenho do Benfica e do Porto!

Importa referir que as nossas maiores "ameaças" pelo 6º Lugar no Ranking da UEFA nos próximos anos serão a Rússia e a Turquia:

A Rússia ainda não começou a rentabilizar a TV pay-per-view num "mercado doméstico" que tem mais de 140 milhões de pessoas! Os clubes russos encaixaram apenas 39M€/Ano em TV, na época 2014/2015. Quando nesse país o futebol começar a ser comercializado num modelo "pay-per-view", tal como acontece nas restantes principais ligas europeias, é fácil de perceber que os clubes russos facilmente irão superar os 1.000M€/Ano de receitas operacionais, ou seja o TRIPLO das receitas operacionais dos clubes portugueses, e poderão mesmo ameaçar a 5ª posição da Liga Francesa, que neste momento tem mais de 1.400M€/Ano (sem considerar a venda de atletas)!

A Turquia, já começou a rentabilizar a TV pay-per-view, num "mercado doméstico" que tem  75 milhões de pessoas! Em 2015 os clubes turcos alcançaram receitas de 298M€/Ano em TV e em 2018/2019 irão superar os 500M€/Ano no novo acordo televisivo já negociado para as épocas 2017-2022. Ou seja, dentro de 2 anos irão mais do que DUPLICAR as receitas operacionais anuais dos clubes portugueses, aproximando-se dos 900M€ a 1.000M€/Ano!

Evolução dos acordos televisivos das BIG 5 Leagues + Turquia (2009 - 2018):
Fonte: "The European Club Footballing Landscape 2015" (UEFA)




DESPESAS DO FUTEBOL EUROPEU (CLUBES)

Se existe tanto dinheiro a circular nos clubes e no futebol, para onde vai o dinheiro?

Pergunta legítima dos adeptos, que a UEFA também responde no seu Estudo:

Fonte: "The European Club Footballing Landscape 2015" (UEFA)

Com receitas de 16.900M€/Ano os clubes gastam 17.200M€/Ano!

Salários - 10.600M€ (63%)
Outras despesas Operacionais - 5.500M€ (32%)
Saldo  das Transferências de Jogadores - 445M€ ( 3%)
Outros Custos não operacionais (financeiros) - 605M€ (3%)


Os salários dos jogadores, treinadores e staff representaram, nos últimos 20 anos, cerca de 60% a 70% das Receitas Operacionais Anuais, com um crescimento anual, em média de 10,3%/Ano.

Evolução dos Salários (1996-2015):
Fonte: "The European Club Footballing Landscape 2015" (UEFA)


Os clubes europeus conseguem ter a situação Operacional equilibrada (Receitas Operacionais superiores às Despesas Operacionais). No entanto, ainda existem Rendimentos/Custos com a transferência de Atletas e Amortizações de Atletas, além dos Custos Financeiros.

Ao nível das transferências de Atletas os clubes europeus obtiveram mais de 2.600M€ em Mais-valias de Atletas e tiveram mais de 3.000M€ em Custos com Atletas onde se incluem Amortizações, Custos de Transferências e Menos-valias com Atletas.

Fonte: "The European Club Footballing Landscape 2015" (UEFA)


Tal como tinha indicado, os clubes europeus obtiveram 16.900M€/Ano de Receitas e gastaram 17.200M€/Ano em Custos Operacionais + Custos Financeiros + Saldo com a Transferência de Atletas, sendo assim natural que tenham alcançado prejuízos anuais de 300M€/Ano:

Fonte: "The European Club Footballing Landscape 2015" (UEFA)

O fair-play financeiro não surgiu do nada! 

Em 2010 e 2011 os clubes europeus alcançaram mais de 10% de prejuízos face aos Rendimentos Operacionais anuais. Em 2015 os prejuízos já baixaram para cerca de 2% dos Rendimentos Operacionais anuais.


Analisando os 3 "Grandes" Portugueses (2015/2016):

Em 2015/2016 (época ainda não analisada pela UEFA) o Porto e o Sporting obtiveram:
Rendimentos Operacionais (FCP + SCP): 145M€
Rendimentos Totais (FCP + SCP): 199M€ 
Custos Totais (FCP + SCP): 289M€
Prejuízos (FCP + SCP): -90M€!

Os prejuízos do Porto e do Sporting, em 2015/2016, foram equivalentes a 45% das receitas totais e a 62% das receitas operacionais!


Benfica SAD (época 2015/2016):
Rendimentos Totais: 212M€/Ano
Custos Totais:  192M€/Ano

Rendimentos Operacionais: 126M€/Ano
Custos Operacionais: 118M€/Ano
Resultado Operacional: + 8M€/Ano

Rendimentos com Atletas: +82M€/Ano
Amortizações com Atletas: -37M€/Ano
Custos com a transacção de Atletas: - 15M€/Ano
Resultado com Atletas: +30M€/Ano

Proveitos Financeiros: +4M€/Ano
Custos Financeiros: -22M€/Ano
Resultados Financeiros: -18M€/Ano

Resultado Líquido Do Exercício: + 20M€/Ano (lucro)


Benfica SAD 2015/2016 - Os Lucros equivalem a 9% das Receitas Totais e a 16% das Receitas Operacionais.


Para a Benfica SAD conseguir ter um orçamento de 200M€/Ano, ficando no TOP 20 europeu, é necessário que pelo menos 60% das Receitas sejam obtidas com as Actividades Operacionais (TV, Patrocínios/Comercial, UEFA, Bilhética) e 40% das Receitas sejam obtidas com a transacção de Atletas.

Sem a venda de Atletas (2 a 3 titulares/Ano), a Benfica SAD teria um orçamento de 120M€/Ano, ficando fora do TOP 30 europeu, e teria uma competitividade europeia ao nível dos desempenhos europeus do "Sporting". O próprio futebol português no seu todo (sem venda de Atletas) estaria ao nível do futebol belga ou do futebol grego, que lutam por colocar 1 clube na Champions League. 

Os 80M€/Ano com a venda de Atletas da Benfica SAD, permitem pagar mais de 50M€/Ano de custos anuais com as contratações e com as transações de Atletas, além de o Benfica assumir cerca de 20M€/Ano com custos financeiros!

Este "modelo" tem permitido contratar um conjunto de jogadores que custou mais de 190M€ (R&C 2015/2016), alcançando o TOP 20 dos clubes que mais investem em Atletas na Europa em 2016 (192M€), além de também estarmos no TOP 20 dos clubes que mais investiram em infra-estruturas (272M€), relativo ao exercício 2015/2016, e mais importante do que isso, o Benfica tem conseguido alcançar o TOP 10 do UEFA Rank, em termos de desempenho nas competições europeias.


Recapitulando e Concluindo:
- TOP 30 com mais Rendimentos Operacionais (Clube+SAD, 152M€/Ano) - Estudo Deloitte Football Money League 2017 + R&C Benfica SAD 2015/2016 + R&C SLB 2015/2016 
- TOP 20 em Rendimentos Totais (Clube+SAD, 236M€/Ano / SAD, 211M€/Ano) -  Estudo da UEFA 2015 + R&C Benfica SAD 2015/2016 + R&C SLB 2015/2016
- TOP 20 em Investimento com Atletas (SAD, 192M€) - Estudo da UEFA 2015 + R&C Benfica SAD 2015/2016 
- TOP 20 em Investimento com Infra-estruturas (SAD, 272M€) - Estudo da UEFA 2015 + R&C Benfica SAD 2015/2016 
- TOP 8 com mais lucros e crescimento de lucros (SAD, +20M€/Ano) - Estudo KPMG European Champions Report 2017 + R&C Benfica SAD 2015/2016
- TOP 10 com melhor pontuação nas Competições Europeias (8º no UEFA Rank) - UEFA RANK 2017 

83 comentários blogger

  1. pronto, já vieste estragar isto tudo!!!! agora o que vai falar o Shadows e o RedMoon????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Têm muito para falar e comentar.
      O Benfica é plural :)
      Abraço

      Eliminar
  2. Podes andar por onde andar caro BE, tá à vista de todos que o benfica não consegue uma venda sem o Mendes como intermediário.
    Toda a gente já percebeu que todos estes "MILHÕES" são virtuais, e servem apenas para virtuar os vossos relatórios e contas "positivos"...
    Vocês vivem uma mentira, que um dia vai provocar muita depressão para esses lados...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim Sim, milhões da treta, milhões virtuais, e depois os outros é que têm problemas com o fair-play financeiro. Não abram os olhos não.

      Quando sairem as penalizações do fair-play financeiro para um certo clube (que não o Benfica), depois quero ler as queixas.

      Eliminar
    2. Hahahahaha

      Estes gajos foram enfeitiçados com algum "bolinho de pintelhos da con@"
      Como é possível ganharem BOLA, jogarem BOLA, deverem milhões e não pagarem, maiores orçamentos e piores resultados de há muito tempo... !!!???

      E continuam a viver nesse "feitiço" do Puto da claque que lhes vai metendo o dedo no cu com prémios e ordenados milionários...

      Em breve estarás tu a jogar para não descer... Já na 2a liga!

      Eliminar
  3. Isto responde a zero sobre o périplo feito pelo nosso presidente para vender jogadores. É um estudo genérico sobre a realidade em que o nosso clube está inserido, mas não aplicado à realidade do nosso clube em particular.

    Já agora, na foto publicada no record, o que é que Vieira estava a fazer em Paris? Não vi o presidente do AIK na assinatura de contrato do Isak, por exemplo, nem costumo ver presidentes de clubes vendedores a participar na assinatura do contrato do jogador por outro clube. Que palhaçada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se o futebol português e o Benfica precisam de 40% das receitas em venda de atletas
      Portugal (250M€/Ano em 600M€/Ano)
      Benfica (80M€/Ano em 200M€/Ano)
      ... é fácil de perceber o périplo de LFV.

      Existe um determinado clube com pronuncia do norte que está desesperado para fazer um "périplo" de 100M€ até Junho ;)

      Eliminar
    2. quando sair relatório semestral das Sad's,final do próximo mês é que quero ver o que "iluminados" sobre o LFV e os "périplos" do Benfica

      Eliminar
  4. Marcel de Almeida
    Area Manager Portugal
    Key Account Manager
    MDA05
    No TM desde: 30/09/2013
    Marcel.de.Almeida@transfermarkt.de


    Mais palavras para quê?!

    É um artista português... e depois colocam pérolas como estas no Transfermarket:

    Hulk - 40 milhões !!! Quando na verdade ele foi vendido por 60 Milhões.

    Mangala- 31,5 milhões !!! Quando na verdade ele foi vendido por 43 Milhões.

    E assim se deturpam os números, a verdade...

    :-)


    E depois os Sombreros e Benfica Eagles apagam, cortam, censuram os comentários que não digam amen com a verdade vermelha.

    Tipo vender um vitelo de engorda ao PSG que o PSG nem queria, mas que comprou com a promessa de depois o venderem mais caro !!!

    Palavra de Jorge Mendes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A vossa loucura (dos recreativos e afins), chega ao ponto de para além de acharem que o Benfica é a fonte de todos os males do mundo, também o PSG, o Bayern, Chelsea,etc... são uns vigaristas ao serviço do Benfica e do Jorge Mendes!

      Eliminar
    2. "Hulk - 40 milhões !!! Quando na verdade ele foi vendido por 60 Milhões."

      hahhahaah, Hulk a PRIMEIRA E UNICA transferencia na historial do futebol mundial, onde custos com terceiros são incluidos no valor da venda! A comissão para o agente, para o Pai, para o clube formador, luvas, gasolina do carro! lol

      Ou entao vamos acreditar que todas as outras milhares de transferencias efetuadas na historia do futebol, nunca houveram custos para alem da compra do passe! OU cá e lá o Pogba custou só 120 milhoes ao Man United, foi isso? lolada

      Deixa ver se eu percebo, o Zenit podia ter pago 60 milhoes ao Porto e ponto final, é assim em todo o lado, o comprador paga e não tem mais trabalhos, mas não, pagou só 40 e depois andou a distribuir mais 20 por enteados e filhos porque sim!! lolada

      E falam estes burros em mendilhões. Ou amigo no Porto entraram pouco mais de 30 milhoes, disseram 60 podiam ter dito 100, melhor assim dá para rir e gozar com burros como tu que comem gelados com a testa.

      E depois ainda falam em mendilhoes.

      Eliminar
    3. Bem vindo Football Leaks!!

      Já ninguém come gelados com a testa ;)

      FC Porto & Zenit – Hulk (40M€)
      https://footballleaks2015.wordpress.com/2016/01/20/fc-porto-zenit-hulk/

      FC Porto & Manchester City – Eliaquim Mangala (30.5M€)
      https://footballleaks2015.wordpress.com/2016/01/19/fc-porto-manchester-city-eliaquim-mangala/

      Estão ai os Contratos OFICIAIS, Quid, Zingaro, Cá e Lá ;)

      Valores que aliás já tinham surgido nos R&C oficiais da Porto SAD.

      Eliminar
    4. Dou-te os parabéns pelo teu comentário!!! finalmente descobri aonde anda o antigo ministro da saddam hussein!!! lool

      Eliminar
    5. Tanto tempo perdido me blogues dos rivais Quid.... se em vez de andares a comentar os blogues dos outros usasses o tempo para construtores uma estátua para o teu al capone não seri amelhor ?

      Haha

      Eliminar
    6. Caro Benfica Eagle.. volto a insistir: A parte, a fatia, porção, valor que coube ao FCP foi de 40 Milhões, é verdade. Mas a venda total do Hulk foi por 60 Milhões.

      40 + 9 + 6 + 3 + 2

      Não há que enganar... ao FCP couberam 40 Milhões. E o caro BE como versado em contas, sabe bem que assim foi.

      Tal e qual o Witsel foi por 40 Milhões, mas ao SLB couberam apenas 26 milhões !!!!

      Assim como o FCP recebeu 31,5 Milhões pelo Mangala, mas a sua venda no total foram 43 Milhões.

      Publique s.f.f. e dê a mão à palmatória. Chega de mentiras.

      Eliminar
    7. malta digam ao QUid que afinal o Hulk foi 100 Milhões.

      Assim vai mais lunatico para a caminha.. O que pinto da costa quer é lunaticos que o sigam cegamente ao abismo ahahha

      É 100 pro HULk é 60 para o Mangala.

      o porto esta a nadar em milhões. É deixá-los "trabalhar" hahaha e não respondam ao quid porque não dá para entrar em razao com lunaticos hahah

      Eliminar
    8. Ó Quid, abre o link do football leaks e lê os contratos!!

      FC Porto & Zenit – Hulk (40M€)
      https://footballleaks2015.wordpress.com/2016/01/20/fc-porto-zenit-hulk/

      FC Porto & Manchester City – Eliaquim Mangala (30.5M€)
      https://footballleaks2015.wordpress.com/2016/01/19/fc-porto-manchester-city-eliaquim-mangala/

      Vocês é que gostam de inventar milhões da "treta"

      O Hulk dos 40M€ só ficaram cerca de 23M€ em mais-valias.
      Já no Witsel dos 40M€ a mais-valia foi bem superior! Aproximou-se dos 30M€.

      Eliminar
    9. Uiiii :-)

      E não foi ISSO que eu disse?!

      Fico pasmo.

      Eu não nego o que o WikiLeaks diz.

      Eu apenas digo que avenda total do Hulk foi de 60 Milhões. O FCP recebeu 40.

      A venda do Mangala foi de 43 Milhões o FC recbeu 31,5.

      A sério......



      Eliminar
    10. TRETAS!

      40M€ foi o valor total do Hulk e por isso a mais-valia foi de 23M€, porque o porto teve de assumir muitos custos.

      Aqui ninguém come gelados com a testa, e no transfermarkt ao que parece também gostam de registar o aparece documentado no R&C da Porto SAD e nos contratos oficiais que estão no footbal leaks.

      #MilhõesDaTreta

      Eliminar
    11. Outra vez a citar a fonte do Transfermarket QUANDO já provei AQUI que quem edita o Transfermarket para Portugal é um simples avençado do Benfica. Um tal de Marcel de Almeida.

      Por favor meu caro BE. Arranje melhores fontes.

      Sim, o Hulk custou 19, rendeu 40, a diferença são 21 !!!

      Mas não é ISSO que está em causa. AQUI estamos a falar da sua venda. Foram mesmo 60 Milhões !!!

      Por ex., o Marcovik custou 7,5 (50% do passe) foi vendido por 25 e ao Benfica tocou 12,5.
      Ora 12,5 menos 7,5 dá 5 de lucro!!!

      Uma coisa é a venda, outra coisa é o lucro, as mais valias.



      Eliminar
    12. O Markovic foi vendido por 25M€
      O Hulk foi vendido por 40M€. Não invente!

      #MilhõesDaTreta

      Eliminar
  5. Eagle,
    Mais um excelente trabalho.
    Algumas ilações:
    1- Cada vez vai ser mais difícil o nosso Glorioso competir com os melhores da Europa; De facto a “subida” que irá acontecer na Rússia e Turquia fragiliza ainda mais a nossa posição. Até os Holandeses nos vão passar.
    2- Não estou a ver como é que vai ser possível no mercado interno aumentar as receitas, vidé o contrato a 10 anos de TV que nos dará uma média anual de 40 Milhões.
    3- A internacionalização da marca será muito difícil pois o nosso mercado é pouco apetecível.
    Na minha opinião, atendendo ao tipo de receitas operacionais que temos, a única solução que tivemos e um dia poderemos voltar a ter novamente, são as receitas de Televisão, de forma a alavancar de uma forma substancial as receitas operacionais.
    Passo a explicar:
    Um clube com a nossa massa associativa em Portugal e na diáspora portuguesa, tinha mais que obrigação de ter entre 500 mil a 750 mil assinantes da Benfica TV.
    Não houve uma resposta á altura, nestes 3 anos de transmissão por parte dos adeptos do Benfica.
    Ter uma média de 200 mil assinantes com picos máximos de 300 mil assinantes, foi muito pouco para uma despesa mensal de € 10.
    A resposta cabal que deveríamos ter dado era um número substancialmente superior.
    Quantos milhões somos em Portugal, França, Africa, continente Norte Americano?
    Não podíamos ter com uma boa estratégia comercial e sensibilizando os adeptos para a necessidade vital, crucial, de ter assinantes, um numero próximo dos 750 mil ?
    Isso representaria a € 10 por mês, cerca de 90 Milhões por ano; se subíssemos 2 Euros, passávamos os 100 Milhões.
    Sinceramente não estou a ver no futuro, como poderemos aumentar as receitas operacionais para competir com as mais de 150 equipas dos 7 campeonatos que serão os mais fortes em termos financeiros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enquanto Portugal estiver economicamente como está, isso nunca vai acontecer, já é um milagre o Benfica ser tão competitivo na Europa.

      Eliminar
    2. Concordo com tudo.
      Russia, Turquia serão fortes ameaças, e Belgica e Holanda continuarão a ser ameaças de média dimensão.

      A TV, o sponsor/comercial e a venda de jogadores serão fundamentais.

      Estes estudos demonstram que a médio-prazo (a partir de 2019/2020) o acordo com a NOS e a MEO já será mau para todos os clubes portugueses, face aos valores internacionais.

      Eliminar
    3. Isso é tudo verdade. Mas quem irá ficar pior são os outros "grandes" que irão cair mais.
      O Benfica, com uma maior projecção e massa crítica, pode crescer muito mais, com mais visibilidade na Ásia, América e em África, como acontece com os clubes ingleses. Porque acham que em Inglaterra recebem tanto pelos direitos televisivos?
      Vieira já percebeu isso e por isso anda a fazer périplos pela Ásia. Mas não é para vender jogadores, para isso não precisa de viajar.

      Eliminar
  6. Muito bom post. Excelente explicação. É pena que os jornais, que também têm acesso a estes dados, não os usem e, prefiram antes publicar informação para acéfalos, artigos para manipular a gosto e, notícias para "encher chouriços". É interessante ver que os clubes portugueses só conseguem ser competitivos, a nível europeu, com as vendas de jogadores, caso contrário e, como foi muito bem explicado no post, estaríamos a lutar no ranking com a Holanda, Bélgica, Grécia, etc, e não a olhar para cima para a Turquia, Rússia e mesmo com a França. Claro que como adepto, eu gostaria de manter os jovens da nossa formação por muitos anos mas, vai ser sempre necessário sair sempre alguém. Tenho pena que a nossa direção da SAD não tenha isso em consideração na sua política de comunicação e, continuem com a conversa de "não é preciso vender" e depois pimba!! Se eles explicassem o porquê da necessidade de vender, os sócios e adeptos iriam compreender (não somos burros e, sabemos que o dinheiro não cai do céu e, ter uma equipa competitiva e, um clube com infraestruturas e organização top, custa muito dinheiro) e aceitar esse facto mais naturalmente. Mais uma vez, grande post do Benfica Eagle. Muito bom pedaço de informação.

    Cumprimentos,
    Paulo Pereira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paulo, para os jornais usarem estes dados, era preciso terem jornalistas, coisa que em Portugal rareia...

      Eliminar
    2. "É interessante ver que os clubes portugueses só conseguem ser competitivos, a nível europeu, com as vendas de jogadores, caso contrário e, como foi muito bem explicado no post, estaríamos a lutar no ranking com a Holanda, Bélgica, Grécia, etc, e não a olhar para cima para a Turquia, Rússia e mesmo com a França."

      Nem mais!

      Aos poucos os dirigentes já começam a admitir que necessitam de realizar vendas anuais e sim concordo que deveriam ser mais claros.

      "Para competir com os franceses, turcos, russos, precisamos de vender jogadores"
      A alternativa seria competir com os holandeses, belgas e gregos e ter apenas 1 clube na champions league.

      está é a verdade.

      A Grécia a partir de 2019, ficando fora do TOP 10 corre o risco de não ter NENHUMA equipa na Champions League!

      A Holanda, mesmo estando no TOP 10 de receitas, está fora do TOP 10 no Uefa Rank, ultrapassada pela ucrânia, e se continuar assim, corre também o risco de não ter NENHUMA equipa na Champions League!

      Eliminar
  7. Comentário esclarecedor nuns aspectos, mas com uma ligeira nuance: o Benfica não vende 2/3 titulares por ano, o Benfica vende o que mexe (Hélder Costa nem se pode dizer que tenha calçado) e a sua direcção parece cada vez mais o ministro do Saddam, gritando "não temos de vender" enquanto os jogadores vão passando em carrossel. E as tais pérolas da formação a passarem. E o Benfica a oferecê-los. Há uma diferença entre estar na montra e o comprador entrar na loja a perguntar "quanto quer" e andarmos na rua a impigir às pessoas o que elas ainda nem sabem bem que querem.

    O que se conclui, caso não se soubesse já, é que com o declinar e definhar da nossa concorrência interna mais inapelativo o futebol português fica, piores são os patrocínios e mais teremos de canalizar destas vendas. Ou seja, os "Guedes e Bernardos" são para aumentar, não para estabilizarem/diminuir.

    Assim se dá razão ao Redmoon e ao seu post da falácia, que só o mais empedernido do Vieirista não quer ver.

    E quanto às vendas, se calhar é melhor nem começarmos a pensar no que fazer a um Sálvio (que tem de jogar porque sim), a um Celis (que nem joga nem parece melhor do que alguns putos da B), ou a um daqueles emprestados que nunca calçarão na Luz.

    Vou ver se encontro o post do R&C para ver quantos dos milhões são mesmo milhões...

    BF

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já nem disfarçam. Ontem o Ricardo Palacin, director da BTv nas "Lanças Apontadas", num aparte, afirmou que a formação é para vender (não me lembro das palavras exactas) porque daí virão a maioria dos proventos.
      Por isso o Vieira quer aumentar o centro de estágio.
      Tudo neste Benfica de Vieira é uma ilusão. Se as finanças ao nível europeu derem uma volta e estes milhões absurdos por vendas de jogadores acabarem, que acontecerá ao Benfica?
      A sensação que me dá é que estamos em cima da corda bamba.

      Eliminar
    2. O Benfica vender uma média de 80M€/Ano. isso equivale à venda de 2 ou 3 titulares.
      Isso é factual.

      Quanto à pergunta do F.L. ao nível das transferências, os clubes europeus gastam 3.000M€/Ano em contratações, e o número tenderá a aumentar nos próximos anos.
      Já demonstrei que já são a 3ª fonte de receita dos clubes.

      No Benfica as transferências são a 1ª fonte, porque se tem trabalhado bem nessa área, e é a única forma de alcançarmos o TOP 20 Europeu de clubes, nos vários rankings de receitas, rankings de investimentos em jogadores e investimento em infra-estruturas, e claro, o mais importante ... no Ranking da Uefa ao nível da performance nas competições europeias.

      Eliminar
    3. Na corda bamba estão os outros dois grandes. Quem diz o mesmo do Benfica ou está de má fé ou é ignorante. A ignorância é muito atrevida.

      Eliminar
    4. Benfica Eagle. Leio atentamente tudo o que escreves. Sei que as previsões são a de crescimento. Mas sabes bem que para fazer previsões a médio ou longo prazo nem o Zandinga acertava. Sabes o que foi a "bolha imobiliária" nos EUA e as consequências. Antes de rebentar a bolha também havia excelentes previsões. O meu receio é que aconteça o mesmo no futebol. Porque as vendas/contratações atingem valores absurdos. E isto, ou impõe-se um limite...ou estoura. E é um risco o Benfica basear 40% do seu orçamento nas vendas. E isto tudo sem pensar em outras circunstâncias. Imagina Portugal sair do Euro. Vendas continuará a haver. Comprar Cervis ou Mitroglous é que tá quieto e lá se vai o Benfica Europeu. E sem haver Benfica europeu não há montra.

      Eliminar
    5. BE eu não digo que não corresponda. No mundo ideal corresponderia e esses titulares abririam vagas para outros se afirmarem e esses jogariam os seus 2/3 anos e dariam lugar a outros. Até aqui penso que estamos todos de acordo.

      O que se passa no entanto não é isso. O que se passa é que esses milhões andam a ser tapados com putos que mal sabem andar. E depois, quão bem se têm trabalhado mesmo as transferências se só conseguimos vender para clubes amigos de uma certa fonte? É que nos tempos recentes há uma exepção, que nem sei bem se o será, que é o caso do Renato.

      A vontade de apertar com o FFP é bonita e nós sabemos que não há para com os clubes portugueses a tolerância que há para outros emblemas. Sabemos que não temos gasodutos e oleodutos como Rússia e Turquia, nem felizmente sistemas políticos comparáveis, que facilitam a vida aos clubes locais. No entanto o amigo do costume só nos leva os Bernardos e os Gonçalos. Não se arranjava um turcozito que desse 20 pelo Sálvio? Ou já que se impinge o Raul por 50 a uns chineses, ninguem da 5 pelo Celis?

      A verdade é que a postura da direcção de facto dá a entender a questão da corda bamba. O mínimo era serem frontais, não a tanga do "não há necessidade de vender" enquanto vamos dizendo adeus aos putos da formação e recebendo estrelas do gabarito de um Talisca, um Celis, um Luis Felipe, um Fariña ou um Benitez. Isto para nem entrarmos nos Taraabts...

      BF

      Eliminar
    6. F. L. no futebol não existe nenhuma "bolha". Sabes o que é uma bolha por acaso em termos económicos?

      O gráfico de crescimento das receitas é linear... com crescimentos médios de 9,3%!!!!

      O futebol português tem orçamentos de 600M€/Ano para 350M€/Ano de receitas operacionais. Cerca de 40% (250M€) tem de vir de jogadores.
      O Benfica acompanha essa tendência de 200M€/Ano, tem 120M€/Ano e precisa de 80M€/Ano na venda de Atletas e é o único dos 3 grandes que de 2010 a 2017 vende os jogadores necessários (80M€/Ano*7=560M€!) Já chegamos a este valor.
      Porto e Sporting por falharem o valor das vendas necessárias é que andaram a ter prejuízos acumulados desde 2010.


      Eliminar
    7. BF, clubes actuais ou clubes a quem foram vendidos os principais jogadores do Benfica, desde 2010 são:

      Real Madrid: Coentrão 30M€
      Barcelona: André Gomes 20M€ (clube actual)
      Bayern Munique: Renato Sanches 35M€*
      Chelsea: David Luiz 25M€; Matic 25M€; Ramires 22M€
      Manchester City: Nolito 3M€ (clube actual)
      Atlético Madrid: Oblak 16M€; Gaitan 25M€
      PSG: Di Maria 33M€ (clube actual); Gonçalo Guedes 30M€*

      Liverpool: Markovic 25M€
      Mónaco: Bernardo Silva 16M€; Ivan Cavaleiro 15M€
      Valência: Cancelo 15M€; Garay 6M€ (clube actual); Enzo Perez 25M€; Rodrigo 30M€
      Zenit: Javi Garcia 20M€; Witsel 43M€

      Se o Benfica só consegue vender devido a "clubes amigos", o Benfica anda com GRANDES amigos :)

      Eliminar
    8. BE, desculpa lá mas essas verbas são o que o Benfica recebeu desses clubes?
      Porque André Gomes foi para Valência, Di Maria para o Real, Nolito para o Celta. O que faz com que, até ao Guedes dois "bons amigos" desapareçam da lista. (Apesar de o PSG, com Hélder, Valdo e Ricardo Gomes, ser mais daqueles amigos com quem já não jantávamos há muito tempo!)

      A questão, mais do que os dinheiros, é mesmo o princípio. As negociatas com o Atlético, com o Valência-Lim e com o Mónaco representam, ou não uma fatia significativa da coisa? E é sustentável o Benfica estar dependente da capacidade de JM conseguir arranjar números que convenientemente acertam as nossas contas?

      BF

      PS - Nada disto vai contra o trabalho espectacular que fazes a tentar explicar contabilidade a leigos. Pela parte que me diz respeito, que não te faltem as forças para isso!

      Eliminar

  8. Parabéns pelo excelente post!

    Análise Estruturada, Objectiva, Conclusiva !

    Ass: Já lá devia estar 1!

    ResponderEliminar
  9. Aqui está.. Mais uma vez Parabéns pelo Belissimo trabalho!
    Aqui fica um abre olhos para aqueles que pensam que não é preciso vender.....

    ResponderEliminar
  10. Eagle, bom post.

    Já agora, podes explicar para onde tem ido o dinheiro das vendas do Benfica dos últimos dez anos?

    É que há muitos que pensam que não tem servido para nada porque afirmam que o passivo do tem aumentado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já demonstrei isso.

      No inicio da década gastavamos 30M€+20M€ em Aquisições e custos de Atletas + custos financeiros e precisavamos de 50M€ em vendas (mais-valias).

      Neste momento gastamos 50M€+20M€ em Aquisições e custos de Atletas + custos financeiros e precisamos de 70M€ em vendas (mais-valias).

      Acredito que nos próximos anos poderemos baixar um pouco a necessidade de Aquisições e baixar também um pouco os custos financeiros.

      Eliminar
  11. Excelente post, o meu obrigado!
    Paulo P

    ResponderEliminar
  12. Caro BE,

    Louvo-lhe a sério o seu esforço, o trabalho, a dedicação, a canseira.. sem dúvida, muitos parabéns, mas como sempre digo, uma coisa é analisar, dissecar relatórios financeiros, relatórios moldados, feitos, esgalhados, plasmados no papel à moda do freguês. Outra coisa diferente, é a realidade da vida, da gaveta vazia, das contas para pagar. O próprio BE já uma vez fez as contas e dos 236 Milhões em vendas, sobraram nem 120 Milhões!!

    Veja-se só o último caso, o último negócio do Jorge Mendes: andavam aflitos para vender alguém. Tentaram primeiro na China, não conseguiram.. no problem, em desespero de causa vai-se bater à porta de um compincha, de um parceiro de lavagens, à Lavandaria de Paris e lá o convencem a comprar, a investir num vitelo de engorda do Seixal que ele nem sabia quem era e com firme a promessa de que só pagava 30, mas depois o venderiam por 40 ou 50.

    Lá está, negócio feito. Respira-se de alívio até à próxima tranche a pagar... e todos batem palmas por mais uma venda. Mas o que nunca dizem é quanto pagam, quanto perdem nas compras - em 10 anos foram mais de 200 - quanto gastam pelos Cristantes, Olá Johns, etc., etc. !!

    O Raoul ficou por mais de 24 Milhões, o Rafa por mais de 22, Pizzi por mais de 15, Salvio por mais de 14... etc., etc !!! E, claro ISSO nunca é dissecado, analisado,
    ISSO não enche Capas e Manchetes no Redcord e n' A Bolha. Não, só falam das vendas em Mendilhões!!

    E por isso é que somando o Passivo da SAD + o Passivo varrido (escondido) para debaixo do tapete do Clube.. eu falo sempre em mais de 650 Milhões de Passivo Total Acumulado, isto sem esquecer que o Estádio nem para 2026 ficará pago!!

    Quando em 2002, 15 atrás, nem dos 200 Milhões passava.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ali o comediante ataca outra vez....

      Eliminar
    2. Quid, está a confundir tudo.

      236M€/Ano são as Receitas TOTAIS da Benfica SAD + Clube (incluindo venda de Atletas)!
      152M€/Ano são as Receitas Operacionais da Benfica SAD + Clube (sem venda de Atletas)!

      211M€/Ano são as Receitas Totais da Benfica SAD
      126M€/Ano são as Receitas Operacionais da Benfica SAD
      82M€/Ano são as Receitas com a venda de Atletas (Rendimentos Líquidos, retirando o valor contabilístico dos Atletas no momento da venda)


      Quem está aflito é o Porto que tem de vender mais de 100M€ até Junho, sabia?

      O nosso Activo consolidado está abaixo dos 500M€, é público! Pare lá com essa mentira.
      O nosso Activo da SAD supera o Passivo da SAD, é público! Pare lá com essa mentira!

      Eliminar
    3. Caro Eagle, nem percebo porque perde tempo a responder a esse acéfalo azul que, como ele diz com tom de gozo em blogues azuis, anda por blogues benfiquistas apenas para irritar os "panacas bermelhudos".

      Eliminar
    4. O QUID está a ser simp´tico.

      há pouco tempo ele falava em 900 Milhões de passivo.

      Agora já fala em 650 Milhões.

      Pouco a pouco ele vai chegar ao número correcto.

      Acreditem !!! Olhem que ainda existem milagres no século XXI xD

      Eliminar
    5. É o Quid, é o Recreativo Cá e Lá, é o Alex Zingaro.

      Até parece que eu não sei que é a mesma pessoa ;)

      Eliminar
    6. Pois.. ficaram sem argumentos, tentam denegrir, insultar, desmolarizar o argumentador.

      :-)

      Apenas digo que o SLV tem um Passivo Acumulado de 650 Milhões.
      Apenas relembro que o Estádio não está pago... e ne para 2026 ficará!!!

      Vendas ficcionadas em Mendilhões, em Pilins, sim são os maiores.

      Sem dúvida.

      Eliminar
    7. Mas qual falta de argumentos??

      O Bobi e o Tareco já tiveram melhores dias:


      segunda-feira, 10 de outubro de 2016
      Contas Consolidadas do Benfica: A Explicação (By Benfica Eagle)
      http://geracaobenfica.blogspot.pt/2016/10/contas-consolidadas-do-benfica.html

      Eliminar
    8. O sr BE confunde um exercício anual bom com a vida de 108 anos do clube.

      O Sr BE já lhe expliquei que só cai neve de 10 em 10 anos em Lisboa.

      E sim, o FCP teve um ano, um exercício negativo em 2015 e 2016. Mas, o Passivo, as dívidas do FCP
      são menores, mais baixas que as do SLB. O sr BE sabe-o bem.

      O FCP não andou desesperado a correr para a China a tentar vender stock... o FCP tem o Estádio pago.
      O FCP não tem juros e Dívidas bancárias para pagar.

      O sr BE sendo um homem da Contabilidade, da Gestão sabe bem que o FCP não vende em Mendilhoes a snrs do Quatar, Dubai, Tailândia...

      Eliminar
    9. ehehehe :)

      10/11 +0,5M€
      11/12 -35,7M€
      12/13 +20,5M€
      13/14 -40,7M€
      14/15 +20,0M€
      15/16 -58,3M€
      16/17 -70,0M€ (sem vendas adicionais)
      TOTAL - 163,7M€

      Não te trates não!
      Quando abrires os olhos vais chorar.

      Só nesta década os prejuízos da Porto SAD já vão em 163,7M€ na SAD, até final desta época, fora o clube que na época passada teve 12M€ negativos!!!

      A tua propaganda "barata" aqui não resulta ;)

      Claro que o Porto tem ZERO juros e dívidas bancárias para pagar. Encontrou petróleo no "Estádio do Dragoum" :)

      Eliminar
  13. Grande trabalho, fica provado o que salta à vista, o fosso está a aumentar.

    Há pessoas que não percebem, nem nunca vão perceber, olhando para o comentário do RS, a azia queimou-lhes os neuronios, que o Benfica está em Portugal e joga no campeoanto Portugues.

    Por alguma razão a estrutura do Benfica foi a primeira a falar em centralização do direitos de TV, pq eles mais que ninguem sentem na pele como o Benfica está limitado pelo campeonato Portuges. A dolorosa realidade é que o Benfica só vai crescer na Europa, se o campeoanto Portugues crescer, e o campeonato Portugues só cresce com Porto e Sporting e restantes equipas fortes. É obvio que este cenario com criaturas nojentas como o Pinto da Costa e o Bruno De Carvalho dá nauseas, mas é o unico caminho.

    Há e tal o Benfica nunca recebe o que merece dos direitos da TV, nem NUNCA vai receber, porque não é do INTERESSE de quem paga, que o Benfica receba. porque se assim fosse, o Benfica era campeao todos os anos pelo Natal, e depois quem é que pagava os 30 euros por mês? Chegava a um ponto nem os Benfiquistas, viam o resumo! Depois como é quem tinha comprado os diireito fazia lucro? Não fazia! Depois o proximo contrato era mais baixo!

    Outra boa solução era Portugal quadriplicar a população, mas quanto a isso o Benfica não pode fazer nada.


    Depois é descobrir para onde vai o dinheiro, toda a gente sabe que o Rafa é um brinde da bolicao.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O RS é um sportinguista. dou-lhe um desconto! ;)
      Pior que um cego é aquele que não quer ver.

      É isso mesmo, estamos limitados pelo mercado periférico onde jogamos, e a única hipótese de chegar ao grande palco (Champions League) é lutar pelo TOP 10 das Receitas, porque só 10 países terão pelo menos 1 clube certo na Champions League, a partir de 2019.

      Com 87% das receitas da Europa concentradas em 10 Ligas não admira que a Uefa tenha reformulado a Champions e tenha atribuído 28 em 32 vagas para o TOP 10 do Uefa Country Ranking (87% das vagas)

      Eliminar
  14. Por tudo isto é que deviamos aproveitar que estamos na mó de cima e equilibrar urgentemente o passivo com as receitas sem vendas de jogadores, porque vai chegar o momento que os resultados desportivos não vão aparecer, que não vamos fazer 100 milhões em transferências e aí a coisa vai doer.
    Baixando o passivo deixávamos de ter os 20 milhões de juros para pagar,seria menos 1 jogador vendido, e deixáva-nos tranquilos para uma fase menos boa.
    Vejam o caso do Porto, enquanto ganhou viveu anos e anos a engordar o passivo, agora não ganha nada á 3 anos, as receitas quebraram, a procura pelos seus jogadores também e precisa urgentemente até ao fim da época de 100 milhões em vendas que não vão ser fáceis de fazer.
    Se conseguirem vamos ver a competitividade deles na próxima época, se não conseguirem correm o risco de ficar fora da Europa com os custos financeiros que isso acarreta.

    É precisamente quando se está a ganhar que se deve preparar a altura em que isso não acontecer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "equilibrar urgentemente o passivo com as receitas sem vendas de jogadores" Como assim?

      As receitas sem vendas de jogadores são 120M€/Ano. Isso equivale a um "Sporting" com o nível de competitividade que se conhece.

      O Benfica só consegue chegar ao TOP 20 europeu de receitas totais e ao TOP 10 do uefa rank com um orçamento de 200M€/Ano!

      Tem de explicar muito bem essas suas contas.
      Não fazem sentido nenhum.

      Eliminar
    2. A minha preocupação é que estamos demasiado dependentes da venda de jogadores, e se tivermos um ou dois anos em que não conseguirmos fazer vendas ao nivel do que temos feito nos ultimos anos, caminhemos no mesmo sentido dos nossos dois rivais, que estão com notórias dificuldades financeiras, o clube fique numa situação de ingovernabilidade, com um passivo gigantesco, e voltemos a passar pela travessia do deserto.
      Posso estar errado, mas acho que este modelo de negócio pode ser sustentável por algum tempo, mas dificilmente será sustentável durante todo o tempo.
      Penso que as nossas receitas sem vendas têm potencial de crescimento podendo chegar a valores próximos dos 160/180 milhões, namimg do estádio, direitos televisivos, camisolas, exploração de outros mercados são alguns dos pontos em que acho podermos incrementar as nossas receitas.
      LFV disse que este era o mandato em que iria controlar o passivo, vamos esperar para ver, só não quero é que as contas deiam o estoiro e voltemos a tempos que ainda me estão bem frescos na memória.

      Eliminar
  15. A gestão dos clubes portugueses tem um padrão único, a discussão está centrada no aproveitamento, o modelo é sempre o mesmo. Daqui por três anos ainda seremos campeões mas num modelo morto!
    Bom post, espero uma saída para um modelo que , hoje, em 2017, está gasto!
    Temos de pensar nisso, tu tens uma ideia diferente daquilo que escreves BE, infelizmente não a escreves, era bem melhor do que aquilo que está a ser feito no clube.

    Bom post, como sempre

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este modelo está "gasto" em que??


      Recapitulando e Concluindo:
      - TOP 30 com mais Rendimentos Operacionais (Clube+SAD, 152M€/Ano) - Estudo Deloitte Football Money League 2017 + R&C Benfica SAD 2015/2016 + R&C SLB 2015/2016
      - TOP 20 em Rendimentos Totais (Clube+SAD, 236M€/Ano / SAD, 211M€/Ano) - Estudo da UEFA 2015 + R&C Benfica SAD 2015/2016 + R&C SLB 2015/2016
      - TOP 20 em Investimento com Atletas (SAD, 192M€) - Estudo da UEFA 2015 + R&C Benfica SAD 2015/2016
      - TOP 20 em Investimento com Infra-estruturas (SAD, 272M€) - Estudo da UEFA 2015 + R&C Benfica SAD 2015/2016
      - TOP 8 com mais lucros e crescimento de lucros (SAD, +20M€/Ano) - Estudo KPMG European Champions Report 2017 + R&C Benfica SAD 2015/2016
      - TOP 10 com melhor pontuação nas Competições Europeias (8º no UEFA Rank) - UEFA RANK 2017

      Isto é um modelo gasto?? :)

      Eliminar
  16. Good morning Benfica Eagle,

    Once again, fantastic analytical work on your part.

    Having followed Portuguese football for over 4 decades I long ago concluded that the soul of the Portuguese football fan, and quite likely, the soul of the Portuguese in general, is pyrrhic in its composition. We are very content to be the "whale" in a pond full of "minnows". As long as my neighbour is worse off than me, then I'm happy and content with life. And, if he's better off than me, then I will do everything in my power to debase him until he has fallen to my miserable level.

    What we Portuguese lack, and which other peoples, especially the English, have is the cold-blooded ability to set aside our emotions and to act objectively in pursuit of our long-term interests even if it means also bettering the position of our hated rivals. There is a saying in English (I don't know its equivalent in Portuguese), which I believe applies to Portuguese football's current dire straits: "A rising tide lifts all boats."

    If you look at your first chart it is striking to see how a league's revenues from Television and Sponsorship/Commercial contracts dictate its overall health. Of the top 10 European Leagues, 8 of them obtain more than 50% of their total revenue from these 2 sources; the English league secures an astounding 68% of its revenue from TV and Sponsorship/Commercial deals. Only the Portuguese and Belgian leagues are below 50%, at an anemic 32% and 37%, respectively. However, Belgium has 2/3 of the population of Portugal and its expatriate community is absolutely negligible when compared to the immigrant Portuguese community all over the world.

    I often hear Portuguese football fans lament how our league cannot possibly compete with the “whales” of world football because we are so very small. My opinion is that we are “small” only in our thinking and in our self-esteem; we suffer from a collective inferiority complex. Having watched football from all over the world for the past 2 decades I can tell you that the quality of our football is amongst the best in the world. What we do not have is the marketing panache, glitz and glitter that the other leagues have used, thanks to the Americans, to sell their product to the rest of the world. A middle-of-the-table team in the English Premier League (e.g. West Ham United) will have over 55,000 people in the stadium when they play a bottom-of-the-table team like Sunderland. Exciting football? Hardly. But, the TV people have sold them on the “spectacle”, not on the quality of the football.

    As someone who has lived in North America for 4 decades, I can tell you that, for pure spectator sport excitement, there is no game on this planet better to cure your insomnia than baseball. Other than watching paint dry, there is nothing better to put you to sleep than to watch a baseball game in person. In fact, at most baseball games, most people leave about 2/3 of the way into the game, before it is finished.

    (continued)

    ResponderEliminar
  17. Portuguese football, led by SLB, FCP and SCP urgently need to copy and implement the NFL’s blueprint for success. Every single Portuguese football team needs to come to its senses and realize that these internecine wars will eventually end up in either the destruction or subjugation of Portuguese football to foreign interests. The “Big 3” need to relinquish the stranglehold that they currently have on Portuguese football and establish and “equal share” system. In this way, all Portuguese teams will be lifted with the rising tide to levels unachievable on their own. In other words, by sharing equally, SLB, FCP and SCP will be richer than they can ever be by acting on their own. I, for one, long for the day when teams like Moreirense, Arouca and Belenenses are not only legitimate championship contenders but also Champions League participants. That would be good for all of us.

    Regards,

    A Canadian Benfiquista.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hi "Canadian Benfiquista", i agree with you about the fact that Portuguese league responsible directors are not working well in the promotion and valorization of the Portuguese soccer, and also the main leaders like a "guerrilla" mood instead of a positive and competitive way to look the industry.

      The president of Sporting is a good example about what NOT to do in the valorization of an sports industry.

      In terms of tv rights, Portuguese clubs were being exploited by controlinveste/olivedesportos/joaquim oliveira that was not paying the right value to the clubs, during many years.

      The TV market in Portugal values more than 200M€/Year and only in 2018/2019 the value will increase to a total of around 150M€/year.

      The reality is that Portugal has 10 million. Not 50 to 80 million like the BIG 5 leagues. Not 75 million like Turkey or 140 million like Russia.

      In the long term that will have a major impact in the competitivity of smaller leagues.

      The sale of good young talents players decreases the gap.

      Best Compliments.

      Eliminar
    2. Yes, you are correct about the reality of Portugal. However, my point is that we need to look outside of ourselves; both at club and league levels. While Portugal may only have 10 million people, Portuguese is the sixth most spoken language on the planet. More than 10 countries, with a population at or above 300 million. That is a huge market. Bigger than the Russian and Turkish markets combined.

      Portuguese football needs to stop being so provincial. It needs to unite all of its clubs and then, together, aggressively expand its product across the globe, starting wih the lusophony. It needs to do that yesterday, before it loses any more ground to the world's "whales".

      Cheers,

      A Canadian Benfiquista.

      Eliminar
    3. African portuguese speaking countries, i believe, have more potential than Brazil, to sell portuguese soccer, but that IS ALSO a market that needs better promotion.

      The combined promotion of Brazilian an Portuguese Leagues could be a good idea.

      Don't forget China!

      Eliminar
  18. Eagle precisarmos de 40% de receitas extraordinárias é ousadia suprema, todos sabemos isso, nenhum negócio se aguenta a longo prazo necessitando de 40% de receitas extraordinárias.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Benfica tem aguentado (7 anos * 80M€/Ano em média = 560M€ em vendas) Temos cumprido o objectivo.
      Porto e Sporting é que não têm aguentado no longo prazo este modelo.

      Todo o futebol português gasta 600M€/Ano para 350M€/Ano de Rendimentos operacionais.
      O Benfica representa 1/3 do país e cumpre: 200M€/Ano, com 120M€/Ano em R. Operacional e 80M€/Ano em R. Atletas.
      Porto e Sporting é que andam a falhar, e a acumular prejuizos desde 2010.

      7 anos ... é "longo prazo" ... como tal comprova-se que o Benfica tem aguentado no longo prazo com 40% de receitas em atletas, ou seja a tua afirmação está a falsear a verdade.

      Eliminar
    2. Estou cansado deste combate e na realidade o Benfica é vosso, é dos sócios, até encontro alguma ilegitimidade no exercicio democrático de ventilar as minhas opiniões.

      Enormíssimo abraço.

      Posso discordar de ti e de muitos como tu que apoiam esta política, mas uma coisa é certa Eagle tu és daqueles poucos com que se pode discordar porque apresentas dados que suportam a tua "ideologia", uma vénia por isso. Desejo-te tudo de bom. Dá aí umas aulas de contraditório aos yes men do presidente, conversar é um exercício de inteligência, quem insulta revela um cérebro a caminho. De qualquer forma é o lado para onde podemos dormir melhor, tudo isto é simples fogo-fátuo, vitórias de palavras conquistas egoicas.

      Eliminar
  19. Boas

    Adoro estes posts do Eagle...tanto pelo conteúdo, que sem bater em ninguém falam apenas de números e da interpretação desses números (dele claro), mas também pelos comentários...é soberbo perceber como um post aparentemente inócuo mexe com tanta gente

    Até os outros moderadores do blog têm sempre que meter qualquer coisa nos dias em que o Eagle faz um trabalho destes!!!


    Um abraço

    Luís

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço o comentário Dot.
      É complicado explicar com factos e provas as dúvidas existências que algumas pessoas insistem em ter ;)

      Perante esta análise perde-se os argumentos de apontar o dedo às finanças e à actual estratégia seguida pelo Benfica.
      E atenção, há 10 Anos que defendo esta estratégia. Felizmente o Benfica tem seguido esta estratégia nos últimos 7/8 anos... com os resultados que se está a ver a nível financeiro e desportivo.

      Eliminar
  20. Ao ler este post só me ocorre uma coisa: a Superliga Europeia devia ir para frente.

    O Benfica é demasiado grande para ficar neste "lodo" que é o tugão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Discordo, o modelo actual da Champions League (fase de grupos e depois eliminatórias) ao estilo NBA, é o mais adequado.

      Numa superliga muitos clubes e adeptos que estão a ganhar provas nacionais iriam passar a lutar para não ficar em último nessa potencial Superliga.

      Seria um "choque" para a maioria dos adeptos.

      Eliminar
  21. É muito complicado fazer entender a realidade a quem está sempre em negação. Daí a natureza de alguns comentários que na incapacidade de contrariar o óbvio, optam por divagar no estilo que 'nos é servido' todos os dias pela generalidade da imprensa.
    O que importa discutir aqui e agora é, em primeiro lugar, a viabilidade do futebol português no espaço europeu e o risco que está presente de a médio prazo podermos ser afastados do principal palco da Europa de Clubes.
    Nesse contexto e na actual conjuntura, o modelo de negócio não pode ser muito diferente daquele que vem a ser seguido com êxito pelo Benfica que, frise-se, embora tenha algumas semelhanças com o que foi praticado pelo Porto até há pouco tempo, é substancialmente diferente no modo, na prática, e nos objectivos subjacentes.
    Estamos a falar de coisas que poderão vir a ter sérias repercussões, pelo que o objectivo dos adversários do Benfica deveria ser, fazer igual ou mais e melhor.
    Como estão permanentemente em negação, apenas e só pretendem denegrir. E entretanto vão definhando..
    António Guerra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo. O nosso modelo é diferente do Porto porque junta a prospecção à formação. no entanto o objectivo de 40% das vendas para um orçamento de 100% é semelhante, valorizado pelas conquistas nacionais e competições europeias.
      Aliás para o Porto já nem chegam 40% de vendas. Já estão em quase 50% a 60% de vendas, necessárias para 100% de orçamento, e isso sim é um absurdo.

      Também concordo que não existem muitas alternativas ao modelo actual. Muitos gostam de criticar mas não apontam alternativas para sermos competitivos e lutarmos pelo TOP 6... e não, não será com 350M€/Ano de receitas que o futebol português irá lutar pelo 6º lugar no Ranking da UEFA. Isso só nos permite lutar pelo 10º lugar no Ranking da Uefa!

      E também não será com magnatas a comprar os clubes portugueses, porque o nosso mercado continuará a ser de 10 milhões. Isso pouco alteraria.

      Também concordo que muitos adeptos estão em negação perante as evidências:

      Recapitulando e Concluindo:
      - TOP 30 com mais Rendimentos Operacionais (Clube+SAD, 152M€/Ano) - Estudo Deloitte Football Money League 2017 + R&C Benfica SAD 2015/2016 + R&C SLB 2015/2016
      - TOP 20 em Rendimentos Totais (Clube+SAD, 236M€/Ano / SAD, 211M€/Ano) - Estudo da UEFA 2015 + R&C Benfica SAD 2015/2016 + R&C SLB 2015/2016
      - TOP 20 em Investimento com Atletas (SAD, 192M€) - Estudo da UEFA 2015 + R&C Benfica SAD 2015/2016
      - TOP 20 em Investimento com Infra-estruturas (SAD, 272M€) - Estudo da UEFA 2015 + R&C Benfica SAD 2015/2016
      - TOP 8 com mais lucros e crescimento de lucros (SAD, +20M€/Ano) - Estudo KPMG European Champions Report 2017 + R&C Benfica SAD 2015/2016
      - TOP 10 com melhor pontuação nas Competições Europeias (8º no UEFA Rank) - UEFA RANK 2017

      O Problema é de quem está em negação!

      Abraço

      Eliminar
    2. É verdade e por isso é que foram a correr para a China a tentar vender refugo...

      É verdade e por isso é que foram a correr bater a porta de um sr suspeito do Quatar convencendo-o
      a investir num GG que ele nem sabe quem é, mas que acedeu a pagar 30 Mendilhões, com a promessa de depois o vender por 40 Mendilhões para outro Entreposto, tipo Mónaco, Valença, Deportivo...

      Eliminar
    3. Este QUid só se enterra:


      Mendilhões ?

      olha 30.5 de Mendilhões :
      http://www.ojogo.pt/jornal-dia/fc-porto/interior/mangala-reforca-lista-do-empresario-jorge-mendes-3474587.html

      olha 45 de Milhões, mais 25 de Mendilhões:

      https://www.publico.pt/2013/05/24/desporto/noticia/monaco-confirma-acordo-com-joao-moutinho-e-james-rodriguez-1595402


      Epa 100.5 de Mendilhões nada mau QUid. Há prai mais mendilhões....Tens que cuidado em atacar o Sport Lisboa e Benfica porque depois isso faz ricochete.

      Tenho a certeza que me vais responder que claramente Mendilhões é quando o Jorge Mendes negocia com o Sport Lisboa e Benfica, e Euros é quando o Jorge Mendes negocia com o Porto.

      Es o Rei da parvoice, idiotice, estupidez, da mentira :D

      Parabéns um trofeu para o Quid !!

      Eliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.

recentes

ranking

Em Defesa do Benfica