O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Considera que Rui Vitória deve mudar de modelo táctico?

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Está tudo doido?! Que missão a Comunicação Social espera desempenhar?

Avatar
 ●  + 42 comentários  ● 



Os mesmos orgãos de comunicação social que se negaram a transcrever toda a informação sobre o processo Apito Dourado revelada através do Youtube, dão agora tempo de antena ao responsável do grupo de arruaceiros que acabara de ameaçar um árbitro?!

Mas já vale tudo neste país?


42 comentários blogger

  1. É surreal. E é a mesma comunicação social que não desenvolveu as acusações graves do arbitro ao jornal AS, aos pagamentos a clubes fantasmas ou ao jogo da mala para o benfica b não descer de divisão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os tais clubes fantasma eram permitidos nos regulamentos da Fifa, daí a nao caso.
      Jogo da mala do Benfica b, essa invenção vinda da sportingtv é de rir. Logo tudo o teu comentário é baseado num debate que agora existe, chamado pós-facto ou pós-verdade.
      Isto quer dizer que tu baseias o teu argumento na num julgamento parcial da verdade, logo tudo o teu argumento é inválido.

      Eliminar
    2. Queres mesmo ir por aí? Estás ansioso para voltar aos tempos em que eram capachos do FCP?

      Eliminar
    3. A ver o BENFICA desde 195306 janeiro, 2017 14:34

      Paulo Pereira Cristovao, chega-te ou preferes que coloque aqui os valores envolvidos e as indemnizações aos arbitros que viram as suas vidas particulares devassadas por este artista ��

      Palhaço !

      Eliminar
    4. Mas vocês dão atenção a um carneiro a arrotar postas de pescada, ou será como o seu dono, vapor quente?

      Eliminar
    5. Roberto Rensenbrink06 janeiro, 2017 15:05

      Eu creio que disseram qq coisa sobre o Desportivo de Xiuuuuuu (vulgo Caaaaaaaaaaaala ou Cala-te), a Guiné Equatorial e uns investidores secretos que fizeram uns desvios de uns euritos e que deram mosquitos por cordas...

      Eliminar
    6. Ou comedia diogo, esqueceste-te de dizer acusações COMPRADAS!

      http://www.maisfutebol.iol.pt/benfica/sporting/arquivado-inquerito-a-vitor-pereira-por-acusacoes-de-marco-ferreira

      Quanto ao resto enfim lol


      Couceiro não mete o Meyong a jogar por causa da media de idades, o Jorge mete o Douglas, Elias e o Beto, perdem por media de idades e depois a culpa é do arbitro pq marcou um penalti claro e não marcou outro do Coates. ISTO É SPORTING!

      "Olhem bem para nos que não vamos sair do primeiro lugar", "estamos a 80% imaginem quando estivermos a 100%", "«É importante os nossos adversários começarem a dar mais um bocado de luta". Vitor Pereira? Alguem ouvia falar do Vitor Pereira? Era o maior. Perderam o primeiro lugar, Vitor Pereira isto e aquilo! ISTO É SPORTING!

      A perder em casa por 1-0 a levarem um baile de bola, marcam dois golos depois de bola na mão a 5 metros da baliza, não se passa nada! O Benfica marca um golo depos de bola não mao a 90 metros da baliza, escandalo! ISTO É O SPORTING!

      RAkinga da UEFA, 52º atras do Braga! Tres miseraveis pontos na champions league e eliminados da liga europa, mas querem arbitros estrangeiros! ISTO É SPORTING!


      #nuncaacabem

      Eliminar
    7. Bem lembrado! Os indicios de corrupção são tantos, que já nem me lembrava desse escândalo para segurar o benfica b da descida.

      Eliminar
    8. @Shadows, essa aliança nojenta dos tempos do croquete é humilhante e permitiu ao porco o dominio integral das competições internas. Não me parece que, estandos os 2 clubes com relações cortadas, haja minima hipotese de voltar a acontecer, sobretudo com este presidente. Aliás, a única aliança que conheço recente é a vossa com o porco para eleger Luis Duque, no meu entender, apenas a gota de água para o descambar das relações dos 2 clubes lisboetas.

      Eliminar
    9. Dioguinho, disseste Proença? Ouvi Fontelas?

      Eliminar
  2. benfiquista de gaia06 janeiro, 2017 14:23

    JA VALE TUDO a bastante tempo...basta ouvir os paineleiros a incitarem a violencia...o SLB esta a ser atacado ferozmente..estou a espera da defesa...NOTA..a guerra que o vieira mais alguns (BENFIQUISTAS )fizeram ao sporting vai-nos sair muito cara...o fcporto patrocinou com gasolina essa mesma guerra..para agora com o sporting (um aliado que nao tinha)prejudicarem o SLB..verdade seja dita ..eu e o SHADOWS alertamos para isso...o vieira com a politica que tem seguido nao tem voz activa par vir falar defendendo o SLB


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pfiuuu, mais um pouco e estava a ver que não ia cair para o lado do LFV. Ainda bem que há benfiquistas sempre despostos a meter uma canelada (da justiça) no Benfica mesmo quando a merda claramente não nos envolve em nada. Afinal quem fica bem neste texto és tu e o Shadows. Palminhas. ☺

      Eliminar
    2. O quê? Quem fez guerra a quem? Não foi a vuvuzela do campo grande que atacou o Benfica em várias frentes? Estamos a brincar ou quê? A única coisa de que culpo o Vieira é não abrir guerra ao terrorismo dragártico que quer implementar uma espécie de Estado Dragártico, baseado na intimidação, violência, corrupção, mentira, terrorismo.

      Eliminar
    3. Oh pequenote quem tem medo fica em casa e "benfiquistas de gema " de sofá, coca-cola e batata frita fazem tanta falta com o peidoso de contumil!

      P.S. se precisares de um cão, há muitos para adoção.

      Eliminar
    4. Shadows,concordar com aquilo que o gajo de gaia diz?
      Pensei que não baixavas a este nivel,mas,enfim!
      Siga em frente,porque atrás vem gente!!...

      Eliminar
    5. alerta vermelho06 janeiro, 2017 17:48

      Hora de cerrar os punhos! Unam-se BENFIQUISTAS que eles além de ridículos estão desesperados! Como não conseguem ganhar, vá de fazerem este teatro para mostrar aos seus adeptos que defendem os clubes até á exaustão,pelo meio pode ser que a pressão lhes meta pontos no bolso!

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Roberto Rensenbrink06 janeiro, 2017 15:08

      Ficaste com os comprimidos todos e não estou a falar dos da azia.

      Eliminar
  4. Andas bem, mas então o Porto teve direito a lançamento de um livro e a um filme, e o apito foi abafado?
    Não te trates não.
    O que tu queres sei eu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qual?
      Aquele que tentam procurar e nao encontram?

      Eliminar
  5. FACTO:

    O SCP SERIA APURADO NA TAÇA DA LIGA

    ATENÇÃO--------------MESMO PERDENDO
    MESMO PERDENDO
    MESMO PERDENDO
    MESMO PERDENDO
    MESMO PERDENDO
    MESMO PERDENDO
    MESMO PERDENDO

    SE GANHASSE NA MÉDIA DE IDADES

    NA MÉDIA DE IDADES
    NA MÉDIA DE IDADES
    NA MÉDIA DE IDADES
    NA MÉDIA DE IDADES
    NA MÉDIA DE IDADES

    ora o que aconteceu foi que foram eliminados
    devido à média de idades

    porquê???????
    porque ou não sabiam os regulamentos ----e é grave

    ou porque se borrifaram para isso-------------e é grave

    ou foram preguiçosos------------------------------e é grave

    se aquilo fosse um clube a sério alguém
    sairia chamuscado deste desleixo

    ou o presidente que de tanto pensar no slb
    até se esquece dos assuntos do clube que lhe paga-----------e é grave

    ou o treinador que de tanto pensar no vitória
    até se esquece dos assuntos do clube que lhe paga------------e é grave

    mas não!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    ninguém foi responsabilizado internamente

    optaram então por atacar vergonhosamente
    UM ÁRBITRO QUE ATÉ OS FAVORECEU

    ps- eliminados com o treinador no banco (lembram-se…)e até o presidente
    ehehehehehehehe sagrada incompetência

    ou burrice, ou seja lá o que for

    entretanto

    gooooooooooooooooooooooooooolo do peyroteu

    ResponderEliminar
  6. Sporting e Porto é so escumalha neste momento, é absolutamente normal que ralé das claques desses clube tenha tempo de antena.

    ResponderEliminar
  7. 2 rapazolas, 2 badamecos mandam umas simples bocas foleiras no centro de treinos da Maia... o árbitro ASD até riu. A Com. Social logo exagera, empola, manipula essas simples bocas em ameaças de morte e sabe-se lá que mais... e ainda te queixas tu da Com. Social?!

    Deixa de ser hipócrita Shadows !!!


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. alerta vermelho06 janeiro, 2017 17:51

      Deixa-te de tangas! Pensas que não sabemos o que é que a casa gasta?

      Eliminar
    2. Escamoteares o que se passou com tangas tal como desvalorizares ou escamoteares o que se passou no apito dourado é de tal forma nojento que devia-te ser vedado o direito a opinar.

      Eliminar
    3. Shadows deixar de ser hipócrita? Mentiroso? Manipulador? hahaha tens piada tu. Lol

      Eliminar
  8. Antes era o guarda ABEL.
    Hoje é o MADUREIRA, mais conhecido pelo macaco,formado em gestão de claques pela universidade de RIBEIRA/CANELAS!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tropelias de um Macaco e da sua trupe criminosa. Retirado do livro, "O Líder", de Fernando Madureira.


      BENFICA INIMIGO, PORTUGAL "AMIGO"

      "O BENFICA é o nosso inimigo mortal. Ponto de honra derrotá-los, dentro e fora das quatro linhas."
      Benfica - F.C.P = (1992) - "Depois da festa, foi o fim do mundo. Distribuímos pancada por tudo o que fosse vermelho." "Surgiu a ideia de criar os ultras portugal com elementos dos super dragões e da claque do Sporting. A primeira viagem foi contra a Itália.(...) No caminho, o Borrego lançou um concurso que consistia em ver qual era a claque que mais roubava (...) Foi o caos em Andorra!
      Lojas e mais lojas cheias de máquinas de filmar, roupa, tabaco...Tudo à mão de semear. Ficámos em transe."

      Corunha - F.C.P (2004) - "Resolvemos pôr-nos atrás do repórter a fazer de otários e a gritar "Porto". O cabrão manda desligar a câmara e diz: "estes gajos do Porto são sempre os mesmos palhaços...". Saltou-lhe tudo em cima. Levaram um tareão e ficaram sem telemóveis."

      Guimarães - F.C.P (1994) - "Houve um policia que se armou em esperto e deu uma bastonada num gajo. Veio outro por trás, deu-lhe uma sarda, ele ficou lá esticado."

      Braga - F.C.P (1995) - "Pelo que se comentava, muito do pessoal tinha notas falsas para comprar os bilhetes e ainda trazer troco."

      Setúbal- F.C.P (2002) - "Foi o caos! Entraram cem gajos pela área de serviço e roubaram tudo o que lhes apareceu à frente. Até que os guardas trancaram 16 (...) Foram todos absolvidos. Foi um final feliz."

      M.United - F.C.P (2004) - "Nunca vi uma coisa daquelas num free shop. Até montras de ouro tinha. Foram dez minutos. Uma rapadela total."

      Juventus - F.C.P (2001) - "Abri o cortinado das hospedeiras e vi o Alexio e o Caveira aos beijos e aos apalpanços (...) Os outros começaram a puxá-las, a dar-lhes surras no cu e a apalparem-nas... Depois, o co-piloto começou a falar comigo a explicar que tinham roubado a carteira ao comandante. Ele estava fodido e já queria aterrar o avião, antes do tempo! (...) Os cães sentiram o cheiro a ganza que os gajos fumaram durante o voo..."

      Corunha - F.C.P(2003) - "Só os vi em cima dele a disputarem o telemóvel, a camisola, as calças, o dinheiro. Quando me apercebi do que ele estava a dizer vi que era espanhol. Não queria acreditar que tinham raptado um puto de 17 anos. Os cabrões, como íamos de porta aberta, viram o chavalo e meteram-no para dentro do autocarro. Fiquei cego e enchi-os de porrada. "Vocês, são doidos! Se queriam roubar, roubassem antes de entrar".

      A legalização das claques
      Claro que se interessaram em "legalizar" a claque dos Super Dragões por duas razões:
      1º. Para garantir o branqueamento das actividades ilicitas, garantindo com o tráfico de droga e de mulheres a quem obrigam a prostituir-se a sustentabilidade económica desta agremiação corrupta.
      2º. Para ter sempre homens de mão, para entregar a "fruta" aos vários agentes que ele corrompe e para intimidar quem não se deixar corromper. Enquanto a impunidade e a promiscuidade entre o poder politico/judicial/futebol, continuar a proliferar neste país dos pequeninos, não haverá nunca lizura e verdade desportiva no Futebol.
      O D. Corleone corrompe, agride, insulta e não é capaz de fazer nada ás claras.

      Uns publicam livros a vangloriarem-se dos crimes, dão entrevistas e transforma-se em personagens periféricas ao Desporto com influência directa nos resultados desportivos.
      Outros são conhecidos nos "bas-fond" como elementos ligados directamente à criminalidade organizada e em larga escala.
      Alguns servem de guarda pretoriana a dirigentes desportivos que fazem da corrupção uma bandeira.
      Comum a todos é sensação de completa impunidade de que gozam. Comum a todos é o aproveitamento que fazem da desculpabilização pública que se segue à violência. Tudo é desculpado na relativização da violência."


      Eliminar
  9. Quando se põe um microfone à frente de um gajo como este, está tudo dito.

    Comunicação de merda, tal como o protagonista.

    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com os pés de microfone do Correio Merdoso e do Nojo, só faltou mesmo o canal de contumil para o sr.inginheiro Madureira ter uma ejaculação precoce ao vivo e a cores...

      Mas pelo caminho que a nossa C.Social está a trilhar, ainda não perdi a esperança de ver o Macaco Madureira como comentador desportivo ....

      Eliminar
  10. é a comunicação social que só analisa o que quer e lhe bem apetece vejam como o record analisou os lances do setubal , esquecendo se do minuto 71 , ou como apagou rapidamente a imagem do edinho e o post q mostra Coates agarrar um jogador do Setubal , vejam como a bola nem mostra essa imagem , mas depois mostra a imagam do pino Saraiva do facebook dele da diferente opiniao entre Couceiro e Edinho ,isto mostra logo muita coisa ou as capas da bola , Record , o Jogo e depois armam-se em paladinos da verdade e dizem que pode haver uma desgraça , quando sao os primeiros arranjar tudo para isso , essa corja.. e outra coisa que tem que ser dita , que ninguém diz , e deixam os DRAGARTOS falar como se fosse uma verdade e nao vejo nenhum comentador do benfica falar é que o Benfica esta época apesar de ganhar ja foi prejudicado em Chaves (golo mal invalidado) em Arouca (penalty sobre Rafa) , Golo mal validado (Vit Setubal) , Estoril há penalty mais cedo , Rio Ave penalty sobre Guedes, Paços de Ferreira penalty sobre Guedes na taça da liga , e agora Vizela golo mal invalidado e penalty por marcar e depois querem esconder com a maior hipocrisia e maior naturalidade e maior desonestidade intelectual que isto aconteceu e que o Benfica é o monstro criado que tem tentáctulos em todo o lado com a conveniência da comunicação social , uma mentira dita muitas vezes , não pode ser verdade!! nunca deve ser verdade , tem que se desmascarar esta palhaçada!!

    ResponderEliminar
  11. Shadows aconselho-te a veres no youtube o programa 5 da bola no minuto 40' e ouve o que o Vitor Serpa diz da responsabilidade dos jornalistas. Vale a pena.

    ResponderEliminar
  12. 1. Comecemos por uma historinha: a qual, em Dia de Reis, fica sempre bem. Um condutor segue no seu carro, passa uma ponte e a ponte cai. E o que é que sai na comunicação social? A história de vida do condutor. Como era bom pai de família. Como raramente passava por ali. Como até tinha ido à inspecção com o carro.

    2. Ou seja, nada do que verdadeiramente interessa: ao caso, apurar as causas da queda da ponte, procurando assim debelar o problema e evitar semelhantes ocorrências.

    3. Outra: “O rei morreu e, dias depois, a rainha morreu”. Agora assim: “O rei morreu e, dias depois, a rainha morreu de tristeza”. Qual destas frases retêm mais facilmente na memória? Cria mais empatia? Chama mais à atenção? A segunda, certo? Certo.

    4. Isto não é um acaso. Isto é deliberado.

    5. Profissionais que estudam e trabalham estas matérias (como, por exemplo, órgãos de comunicação social, agências de comunicação, etc.) sabem-no perfeitamente, usando e abusando destas (e de outras) técnicas comunicacionais: através das quais acabam não só por escolher premeditadamente aquilo em que pensamos, mas igualmente formam o modo como pensamos.

    6. Ou seja: conscientes da forma como se processa o pensamento humano, aproveitam as suas inerentes falhas (fruto de um cérebro que não teve o tempo necessário para acompanhar a evolução dos tempos), impondo-nos aquilo em que pensar e como pensar.

    7. O que, nas mãos erradas e nos termos actualmente aplicados, é, além de canalha, perigosíssimo. Creio que começamos todos a perceber porquê.

    8. E como criamos tendencialmente a imagem que temos do mundo consoante os exemplos dos quais nos recordamos mais facilmente/imediatamente, esta canalhice comunicacional serve na perfeição os intentos pérfidos de todos quantos queiram aproveitar-se das paixões e defesas intelectuais dos mais indefesos.

    9. “Caos”. “Estado de Emergência”. “Alta Tensão”. “Estado de Sítio”. Tudo paragonas destinadas não a informar, mas a criar no cidadão a ideia de que a “questão arbitral” é, de facto, uma questão central: o cerne de todos os problemas desportivos, éticos e sociais, merecedor da devida e pronta rectificação. O que não só não é verdade, como nem sequer é original.

    10. Chama-se propaganda: assente na tal ideia de que “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”. Os nazis foram pródigos na sua aplicação, mas remonta a tempos muito anteriores aos daqueles (aliás, como praticamente tudo aquilo que adoptaram como seu).

    ResponderEliminar
  13. 11. E porque esta prática interessa tanto a clubes como aos media, acaba por ser criada uma celeuma social que, em boa verdade, tem tanto de inexistente, como de essencial para aqueles. Ao caso, faz tanto sentido falar em “questão arbitral” como em ovnis, em pepinos ou em bidés. O fundo de verdade e necessidade de actuação são idênticos: 0.

    12. Façam a seguinte experiência: olhem pela janela. Saiam à rua. Andem nos transportes. Passeiem à beira mar. Nada, certo? Agora liguem a tv. Abram um jornal. Liguem a rádio. “A tragédia! O drama! O horror!”. Porquê? Porque, mais do que o racional, “prende-nos” o emocional. O choque. O impacto.

    13. Quantos programas culturais vêem passar em horário nobre? Agora contabilizem aqueles em que há porrada de meia-noite, mamas com fartura, litradas de sangue e/ou linguagem obscena. Chama-se “apelo às mais baixas paixões”. Tem tanto de medíocre, como de eficaz.

    14. Conciliando a fome (a necessidade em os clubes sacudirem do capote as inerentes responsabilidades pelo seu estado actual), à vontade de comer (a apetência dos media para acontecimentos com impacto, a serenidade não funciona), tempera-se a coisa (ao caso, com instâncias fracas, medrosas, morosas e descontextualizadas da realidade) e temos o prato principal que nos tem sido servido numa base quase diária.

    15. Sendo certo que o cérebro humano tem uma excelente capacidade para, por si só, eliminar e embelezar matérias “tóxicas” ao seu bem-estar, este tipo de actuação é somente passível de ser tido por gente sem escrúpulos, sem traços de empatia, de culpa, ávidas de atenção, poder, dinheiro - tudo traços de uma óbvia psicopatia.

    16. As pessoas ficariam aterradoramente surpreendidas caso soubessem quantos psicopatas lideraram os seus destinos ao longo da história. Algo que ainda hoje se verifica: conforme disso vamos tendo plena noção e fruto de uma sociedade também ela inexoravelmente doente.

    17. Aliás, há uns valentes meses atrás, via um reputado advogado da praça pública advogar maravilhas em relação a um deles. Dizia para mim: “no meio de todo esse palavreado bonito, não te preocupes que a história há de te colocar a ti e a ele no devido lugar”. Não foi preciso muito tempo para começar a tocar por outro diapasão.

    18. O que permite ao cidadão comum ir percebendo ao que cada um vem: existem aqueles com um determinado grau de coerência na respectiva linha de pensamento; e aqueles que vão navegando ao sabor do resultadismo e dos níveis de popularidade. Estes últimos, por norma, falam e explicam muito: não sabem é, verdadeiramente, nada.

    19. Contudo, dos que nada sabem, nunca os escutarão reconhecê-lo. Têm sempre uma qualquer resposta recôndita, enchem com “chouriços” o respectivo tempo de antena, metem o boneco a mexer. Já os outros, os que sabem e nem fazem muito por aparecer, muitas das vezes escutá-los-ão referir (com alguma contundência até) que, sobre dado assunto, não são autoridades na matéria, pelo que não se pronunciam.

    20. Mais uma historinha para animar: há uns tempos, via na RTP Memória um programa acerca da história do humor em Portugal. Recomendo. A dada altura, o Aldo Lima é questionado sobre o porquê de não existirem mais mulheres na comédia nacional. Pela resposta dada, percebi imediatamente que o Aldo Lima pode até ter gostos clubísticos um bocado ao lado, mas não é tolinho nenhum.

    ResponderEliminar
  14. 21. Justificou referindo que não existiam mais mulheres na comédia, provavelmente, pela mesma razão pela qual não existem mais mulheres na política, no desporto ou na sua vida: porque, a seu ver, existem cada vez menos Mulheres. (Entenda-se, não no sentido quantitativo, mas antes qualitativo).

    22. Esta historinha, a meu ver, habilita em muito a explicar a razão de toda esta palhaçada: é que existem cada vez menos Homens. No desporto e na vida. Com “H” maiúsculo. Daqueles com princípios e valores de vida. Dos que edificaram tudo aquilo do qual agora usufruímos (e espezinhamos).

    23. Contrários àqueles para quem o mundo começa e acaba nos respectivos umbigos, dispostos a queimar tudo em redor por mero complexo ou ignorância, sem verdadeiramente se proporem a edificar nada. Os quais vão tocando alegremente o pífaro, enquanto conduzem o seu rebanho em direcção ao precipício.

    24. Em sociedades desenvolvidas, a gente desta nem sequer é permitido aproximar-se de um estádio. Cá, nomeamo-los presidentes. Coisa pouca. Como é que se resolve a coisa? De duas maneiras:

    25. Primeiramente, as respectivas entidades têm de assumir, sem pejos, as atribuições e competências que sobre si recaem. Sem receios quer em intervir, quer em aplicar medidas duras, pesadas. Isto não vai lá com “meninos”. Isto não vai lá com pedagogia. Mas com dureza e determinação: seja sob a forma de pesadas multas, suspensões ou, no limite, inclusive irradiações.

    26. Não sou eu quem o diz: é a história mundial. A China, o mais antigo império da história, foi durante largo tempo um conjunto separado de províncias. Somente foi unificada pelo mais cruel imperador que alguma vez conheceu: o qual, sob um desígnio de violência e terror sem par, uniu aquilo que jamais havia sido unificado.

    27. Com vista a disciplinar um império historicamente envolto em revoltas, aplicou penas duríssimas e desproporcionais às infracções que se verificassem. O resultado foi a pacificação e unificação do império, edificando-se as bases da actual China.

    28. Esse feito foi alcançado sob a batuta de um Imperador, à custa de muitas vidas e liberdades. Actualmente, temos ao nosso dispor a possibilidade de fazê-lo em democracia, num paradigma que, apesar das suas gritantes falhas, será porventura o menos mau. Seria importante aproveitá-lo em tempo, antes que outra coisa mais musculada possa substituir-lhe, impondo-nos reformas para as quais, além da dureza inerente, não seremos tidos nem achados.

    29. Se tais instâncias não passam de “fantoches”, de “idiotas úteis”, pois que nós, enquanto cidadãos e contribuintes de um país que, sem consultar os seus, atribui aos clubes e federações generosíssimas gratificações (sob a forma de isenções fiscais, instalações desportivas, remunerações, etc.), exijamos que esse mesmo Estado não se demita de uma área que tem como relevante nos mais diversos espectros sociais.

    30. Ou alguém tem dúvidas de que, do famoso “Futebol, Fado e Fátima”, é o primeiro que, actualmente, tem maior potencial para moldar uma sociedade?

    ResponderEliminar
  15. 31. O que é dado tem de ser cobrado, ter retorno. E o resultado final do produto no qual investimos não só deixa amplamente a desejar, como, conforme se percebe, não mostra sinais de melhoras. Deixar isto nas mãos dos clubes é, irresponsavelmente, protelar o problema até, invariavelmente, aquele atingir um ponto para além do suportável.

    32. É como pedir a uma dada empresa para que faça testes de segurança ao seu produto e, após, reporte antes de o colocar no mercado. Não faz sentido: esta, enquanto parte interessada, dirá sempre que o produto está conforme. Só que não cabe a ela fazê-lo, mas a nós, enquanto nação, na defesa de interesses sempre superiores (aos dos clubes): ao caso, quer o do desporto em geral, quer o do fomento de uma sociedade educada, tolerante, na qual nos possamos expressar e movimentar em liberdade e segurança.

    33. Contudo, esse trabalho não pode somente ser protelado na “mão invisível” do Estado. Não: isso significaria uma desresponsabilização de uma das partes igualmente responsáveis em todo este processo – todos nós. Sim: eu, tu, todos nós contribuímos diariamente para alimentar este “monstro”.

    34. Seja na forma daqueles que elegemos para a condução dos destinos dos clubes e do desporto nacional, seja nas opções que tomamos relativamente aos “produtos desportivos” que consumimos: a verdade é que, com estas acções, alimentamos (mesmo que inconscientemente) a protelação deste estado de coisas.

    35. A forma de dar a volta à coisa parece ser relativamente óbvia: sermos mais criteriosos nas escolhas, mais exigentes, mais independentes na forma de pensar, mais honestos connosco próprios, mais tolerantes, amarmos mais ao invés de odiarmos tanto. Olharmos mais para a floresta ao invés de somente para a árvore.

    36. Aglutinar, ao invés de dividir para reinar.

    37. Nem a propósito, aproveito para terminar como comecei: com uma historinha. Anos 90. Estávamos no tempo das “Presidências Abertas”. O autocarro no qual seguia o então Presidente da República é parado por um elemento da GNR, o qual procede à inspecção da documentação do condutor e da viatura.

    38. Cansado de esperar, o então PR levantou-se do lugar onde seguia, abeirou-se da frente do autocarro e gritou em direcção ao elemento da GNR:

    39. “Ó homem, não estorve: saia da frente! Desapareça!”.

    40. Fica aqui a minha proposta para quem de direito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ver o BENFICA desde 195306 janeiro, 2017 19:22

      Educadores da classe operária, ou pregadores de opereta a esta hora?

      Poupa-nos...esqueces que estamos no século XXI, e tudo mudou a partir do dia 11 de Setembro de 2001, e que o 15 de Setembro de 2008 veio acabar com o resto !

      Eliminar
  16. Comunicação social MACACA

    Mcc

    ResponderEliminar
  17. É o próximo Presidente do Porto.

    ResponderEliminar
  18. "Acredito em tudo depois que vi um porco a andar de bicicleta" e eu acrescento que milagres mesmo é ver macacos a falarem para orgãos da comunicação social
    Só neste País que cada dia que passa mais se assemelha a uma selva.

    ResponderEliminar
  19. Este País está entregue aos 'bichos' !...

    Como é que se permite a um bandido, confessado em livro, ser dirigente (ou indigente!?) de claque 'legal' e que no ano passado foi de 'visita' ao restaurante do pai de um árbitro e agora, em directo pelas TV's, exerça COACÇÃO directa, com ameaças implícitas, ao árbitro nomeado para o Vitória Sport Clube - Sport Lisboa e ... BENFICA !?!?!

    Os arrivistas estão a ficar completamente alucinados!... O desespero é total !!!

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.
Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.

recentes

ranking

Em Defesa do Benfica