O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Qual vai ser o resultado do Derby?

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Avatar

Entrevista de Luís Filipe Vieira e a Política de Investimento em Jogadores

 ●  + 15 comentários  ● 
Ontem foi transmitida a entrevista de Luís Filipe Vieira à CMTV.



Foi importante o facto de ter admitido que existe a intenção de baixar cerca de 100M€ de Passivo até 2020, e acredito que se o Benfica nos próximos 4 anos fizer 50M€ de lucro e reduzir 50M€ nas vendas de jogadores a "crédito", ou seja, que sejam vendas realizadas a pronto pagamento ou com prazos de pagamento mais curtos, então é possível alcançar esse objectivo.

Também foi importante confirmar que a política actual passa essencialmente pela formação do Benfica e pela contratação de jovens talentos sub-23, quer sejam portugueses ou não.

Analisando a Política de Aquisições, e atendendo aos 28 jogadores que compõem actualmente o Plantel do Benfica, temos a seguinte composição:

13 Jogadores Sub-23 (5 Portugueses e 8 Estrangeiros)
Ederson - Internacional s23 BRA
Nelson Semedo - Internacional A POR
Lindelof - Internacional A SUE
Kalaica - Internacional s19 CRO
Grimaldo - Internacional s21 ESP
André Horta - Internacional s21 POR
Cellis - Internacional A COL
Danilo Barbosa - Internacional s20 BRA
Rafa Silva - Internacional A POR
Zivkovic - Internacional A SER
Cervi - próximo de se tornar Internacional A ARG
Gonçalo Guedes - Internacional A POR
José Gomes - Internacional s21 POR

5 Jogadores Acima de 30 Anos (2 Português e 3 Estrangeiros)
Paulo Lopes - Internacional s21 POR
Júlio César - Internacional A BRA
Luisão - Internacional A BRA
Eliseu - Internacional A POR
Jonas - Internacional A BRA

10 Jogadores entre os 24 e 30 Anos (2 Portugueses e 8 Estrangeiros)
André Almeida - Internacional A POR
Jardel - BRA
Lisandro - Internacional A ARG
Fejsa - Internacional A SER
Samaris - Internacional A GRE
Salvio - Internacional A ARG
Pizzi - Internacional A POR
Carrillo - Internacional A PER
Mitroglou - Internacional A GRE
Raúl Jimenez - Internacional A MEX

É expectável que dentro de 3 Anos os 5 Jogadores acima de 30 Anos (Paulo Lopes, Júlio César, Luisão, Eliseu, Jonas) possam não estar no Benfica, devido à sua idade avançada, algo que irá rejuvenescer ainda mais o plantel.

Do lote de 10 Jogadores entre os 24 e 30 Anos, Samaris, Salvio e Carrillo estiveram próximos de ser vendidos no verão. Raúl Jimenez, segundo o Presidente, vai render uma grande Venda, caso não exista nenhuma lesão. Sobram André Almeida, Jardel, Lisandro, Fejsa, Pizzi e Mitroglou que poderão ser os 6 Jogadores com maior experiência no Plantel daqui a 3 anos, de forma a transmitirem nessa altura a mística para os mais jovens. Em 3 anos estes 10 Jogadores dificilmente irão ter um valor de mercado superior a 150M€/180M€, para o mercado europeu. Para o mercado chinês até poderão superar esses montantes.

Quanto aos 13 jogadores Sub-23, continuarão a valorizar-se, e praticamente todos têm a hipótese de dar o "salto" para um dos "colossos" do TOP 10 europeu, nos próximos 3 anos. O único que ainda tenho dúvidas é o Cellis, e quanto aos outros jovens tenho um forte feeling que chegarão lá. Para substituir estes Sub-23, a formação e a prospecção do Benfica tem potencial e qualidade para os substituir. Considero que estes 13 Jogadores, no espaço de 3 anos, podem valer 300M€/400M€.

É por esse motivo que Luís Filipe Vieira afirmou na entrevista que acha difícil o Benfica apresentar prejuízos nos próximos anos. E eu concordo e até acrescento que deve existir o objectivo de alcançar mais de 10M€/Ano de lucros. No entanto, para isso acontecer será necessário sucesso desportivo, e vender 2 a 3 dos maiores talentos todos os anos, e continuar a formar e a contratar os melhores jovens a nível mundial para os substituir, tal como tem acontecido nos últimos anos.

15 comentários via blogger

  1. Só 1 correcção:
    "5 Jogadores Acima de 30 Anos (1 Português e 4 Estrangeiros)"
    são 2 Portugueses Eliseu e Paulo Lopes
    Assim sendo deveria ser:
    "5 Jogadores Acima de 30 Anos (2 Portugueses e 3 Estrangeiros)"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. corrigida essa gralha.
      Agradeço o alerta.

      Eliminar
  2. Só para relembrar que Paulo Lopes é 10 vezes internacional sub-21 por Portugal, também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço essa informação. tem toda a razão.
      já adicionei ao post.

      Eliminar
    2. Já agora uma pequena "provocação" ... Jardel já tem a cidadania portuguesa ... e poderia ser internacional A por Portugal.

      Basta Fernando Santos querer :)

      Eliminar
  3. Off-topic mas importante.


    O Caso Luis Gonçalves.
    Luis Gonçalves, um atleta do Sporting que deu a 1ª medalha ao país nos paralímpicos do Rio2016, deu hoje uma entrevista ao Record:

    “Portador de uma deficiência visual, o velocista de 29 anos aponta o dedo aos responsáveis do Sporting.
    “Para já não há esperança. Teria de dar uma grande volta para que as coisas mudassem. Vejam: sou atleta do Sporting. Agora vem um rapaz, o Nelson Évora, um atleta excepcional, medalhado olímpico, vai ganhar muitas vezes mais do que eu!
    “E fui medalhado no mundial enquanto atleta do Sporting, fui bronze nos Jogos… e recebo 50 euros!!!”
    Cinquenta euros que são direcionados para o passe social e que na sua ótica são muito pouco para aquilo que podem dar.
    “O que são 50 euros para um clube como o Sporting? Dentro do coube existem diferenças abissais até com atletas que nem fazem parte da Selecção, que nunca conseguiram uma medalha… E recebem muito mais do que 50€”, revela o atleta que recebe 518€ do Comité Paralímpico.
    Chamado a Alvalade após Rio 2016 para se mostrar aos adeptos, confessa como se sentiu.
    “Servi de palhaço, mais uma vez. Como sempre. Como em todos os eventos sociais que há no Sporting e Comités. Servi de boneco, fui ao relvado, respondi a 3 perguntas e adeus. São estas coisas que me revoltam. A apresentação do Nelson foi em grande, no relvado. Não é ser má língua, nem ser mau para com o trabalho do Nelson. Dentro do meu próprio clube há discriminação”.
    Para além da questão monetário diz que ainda que está há meio ano à espera de novos equipamentos.”

    O Babalu e o Saraiva, confrontados com estas declarações explosivas de factos indecorosos trataram logo de colocar a máquina de propaganda a funcionar tentando provar que o jornalista do Record estava mentiu, inventando toda a entrevista. Como se isso fosse possível ou provável.
    Decidem-se pela limitação de estragos, escrevem um texto, passando-se pelo atleta, como se fosse este que tivesse feito as declarações que não passam de um texto escrito pelo Saraiva a acusar o Record de mentirosos. Leiam o longo chorrilho de mentiras escrito pelo Saraiva.


    “A resposta de Luís Gonçalves

    Amigos, Escrevo o presente post para vos dar conta da minha enorme indignação, insatisfação, desilusão e revolta perante o artigo da página 34 da edição do jornal Record de hoje. Como todos sabem, é com o maior orgulho que envergo a camisola do Sporting Clube de Portugal. Os que estão mais próximos de mim sabem que as referências positivas que faço ao Clube são constantes e quase diárias. Como poderia eu dizer tais barbaridades?! Lembrar-me do título da peça “Servi de palhaço, como sempre…”, numa alusão ao momento em que subi ao relvado do Estádio José Alvalade para mostrar a medalha que conquistei nos Jogos Paralímpicos, dá-me vontade de chorar. O meu dia está a ser envolto em grande tristeza e tinha tudo para ser o oposto.

    continua

    ResponderEliminar
  4. continuação



    "Podem chamar-me ingénuo mas nunca, em tempo algum, pensei que fosse possível adulterar, falsear e manipular desta maneira as declarações de alguém. Tenho um enorme respeito e consideração pelo Nélson Évora. É incrível o que a comunicação social é capaz de fazer… Hoje, de manhã, a expectativa era enorme. Acordei com um sorriso de orelha a orelha. Afinal, o Desporto Adaptado iria ter destaque num jornal nacional. E – conseguem imaginar? – era eu quem iria dar voz a esse enaltecimento de uma vertente desportiva que tanto dá ao nosso País. O orgulho era grande; a expectativa, essa, era ainda maior. Pois bem, todo e qualquer sentimento positivo que se apoderou de mim, rapidamente se transformou num pesadelo assim que me deram conhecimento da notícia. O Sporting Clube de Portugal é a instituição a nível nacional e internacional que mais tem feito para combater as diferenças de apoio dado aos atletas do Desporto Adaptado e aos atletas não portadores de deficiência. Já o disse publicamente e reitero: se os restantes clubes fizessem metade daquilo que o Sporting Clube Portugal faz pelo Desporto Adaptado a realidade do País seria bem diferente. É um Clube ímpar que todos devemos enaltecer. Ainda na passada semana aconselhei vários jovens atletas a ingressarem no Clube. O Sporting Clube de Portugal trata todos os seus atletas de igual modo. Recebo mensagens constantes do Presidente que me dá todo o apoio.

    Foi num momento menos bom da minha carreira, quando obtive um resultado menos feliz no Europeu, que o Clube me contactou para renovar contrato. Foi um sinal de enorme confiança que, sem dúvida, me catapultou para a conquista da medalha nos Jogos Paralímpicos. Estou eternamente agradecido ao Sporting Clube de Portugal. Esta, aliás, não foi a primeira vez que subi ao relvado do Estádio José Alvalade. Fi-lo quando fui campeão do Mundo e fi-lo agora na condição de medalhado olímpico. Posso garantir-vos que em ambos os momentos tive muitas sensações, mas nenhuma delas foi a de estar na pele de um palhaço. Tudo isto é surreal. O que senti, isso sim, foi um enorme orgulho e uma vontade cada vez maior de dar sempre mais e mais pelo meu Clube e pelo meu País. Nunca me vou esquecer das bancadas cheias a aplaudirem-me. Foi um sentimento ímpar que quero voltar a sentir. Por todo este sentimento e admiração que tenho pelo Sporting e pelo presidente Bruno de Carvalho, resta-me pedir que nunca deixe de apostar, como tem feito, no Desporto Adaptado. Se não fosse o Sporting Clube de Portugal, acreditem, estávamos muito, mas muito pior. O Sporting é reconhecido como um clube de referência a nível mundial no Desporto Paralímpico e isso deve ser mais que enaltecido!

    Lamento mesmo muito o conteúdo da notícia, tentarei não lhe dar importância rigorosamente nenhuma pois, acredito no meu clube, no meu presidente e reconheço o trabalho que este tem feito por mim e por todos os atletas, e isto basta-me!
    Para terminar, a minha maior garantia: continuarei, todos os dias, a trabalhar no limite para honrar o emblema do grande Sporting Clube de Portugal."



    Para terminar esta fantochada, o Record publica a gravação da entrevista desmentindo toda esta palhaçada provando com factos que as declarações de Luis Gonçalves e os factos descritos por ele na entrevista são a pura verdade!
    A propaganda e a manipulação dos lagartos é uma vergonha! Alguém que ponha a mão naquilo!

    ResponderEliminar
  5. Águias com equipa mais jovem na primeira jornada da Champions

    http://www.abola.pt/clubes/ver.aspx?t=3&id=631338

    Acresce que o onze escolhido para o duelo com o campeão turco foi também o mais jovem de sempre da história do Benfica na Liga dos Campeões e o segundo mais novo no universo de todas as provas da UEFA.

    Uma equipa já com imensa qualidade e com uma margem de progressão enorme. Enquanto isso o Zmerding compra Elias e tais, porque o Jorginho já o queria no Benfica quando tinha lá o Bernardo Silva.


    Mas mais importante:

    Segundo Bruno de Carvalho, a decisão surge motivada por um desejo de estabilidade no topo da estrutura do clube de Alvalade.

    “O Sporting Clube de Portugal necessita de estabilidade: basta ver o que se passa noutros clubes”, diz Bruno de Carvalho, lembrando os casos dos “rivais” FC Porto e Benfica. “O FC Porto tem o mesmo presidente há quase 34 anos, o Benfica há 12 anos. A estabilidade é fundamental e prescindir dela seria interromper o crescimento de um ciclo vitorioso que já se iniciou no Sporting Clube de Portugal.”

    Eu não percebo pá, juro que não percebo, O Benfica ganha por causa do Jesus e da "estabilidade" ou é por causa do Vouchers? Alguma carneirette consegue explicar? É que assim o Babalu passa por charlatão, que é coisa que eu não quero pensar dele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que a maioria dos carneiros já percebeu. O pior é que o tolinho das aldrabices já foi apelidado de bruno de carvalho o deus. Agora é tramado terem que engolir um sapo do tamanho do gordo..mesmo que lipoaspirado, ainda é grandinho, para ajudar não o podem engolir sozinho, tem um fanfarrão agarrado a ele.

      A única hipótese é aparecer um vilarinho lagarto que consiga sacar de lá o nalgas, caso contrário aquilo acaba na mão dos chineses (se já não estiver).

      Eliminar
    2. O significado dessas palavras é que o gajo está a ver o chão a fugir debaixo dos pés e está pedir aos sócios do que o mantenham lá para copiar o que se passa nos outros 2 grandes. O gajo lá lata tem ele!
      O gajo charlatão não é nada. Mesmo nada!!

      Eliminar
  6. Não percebo a histeria pelos grandes negócios que o Benfica faz com a venda de jogadores.
    Compreendia-se se o passivo baixasse. Se os quase 600ME em vendas de jogadores nos últimos anos se traduzissem numa situação financeira saudável.
    Mas não é isso que acontece. O dinheiro vai sendo desbaratado, o passivo vai aumentando e o Benfica não melhora significativamente a competitividade da equipa de há 7 anos para cá.

    Vendas sim, mas o passivo tem de vir cá para baixo.
    Os cerca de 20ME anuais em serviço de dívida tem de ser afectos à equipa de futebol.
    Nessas condições e com mais critério nas contratações seria possível orçamentar um valor à volta de 100ME para a equipa de futebol.
    O Benfica ficaria com o domínio do futebol em Portugal e poderia lutar pelas últimas fases na Champions.

    Festejar grandes vendas e ver o passivo comportar-se como uma balão de hélio é estúpido e perigoso.
    Saudações desportivas,
    JP


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. JP o Benfica tem a única SAD dos 3 Grandes com Resultados Operacionais positivos.
      Essa situação está "controlada".

      É verdade que o Benfica poderá baixar um pouco o investimento total em jogadores, que ronda os 200M€, até porque vai apostar mais em formação e em prospecção de jovens talentos. Mas nunca poderá baixar esse valor abaixo dos 150M€. Os jovens talentos custam cada vez mais dinheiro. Isso representará uma queda das Amortizações de cerca de 40M€/Ano para 30M€/Ano, que implica uma baixa de custos na ordem dos 10M€/Ano.

      Quanto aos custos financeiros, espero que a taxa de juro média baixe dos 7% para cerca de 4%.
      Se isso acontecer existirá uma poupança de 9M€/Ano em juros.

      Com essas 2 medidas é possível baixar perto de 20M€/Ano de custos com jogadores + financeiros.
      Acontecendo isso, será necessário obter menos 20M€ mais-valias por ano. Equivale a 1 "craque" a menos em termos de vendas necessárias.

      Eliminar
    2. LFV tem agora a intenção de baixar cerca de 100M€ de Passivo até 2020.
      Quem foram então os maus gestores que levaram o passivo para o nível actual?

      Eliminar
    3. Estás mais uma vez confuso. Não foram maus gestores, foram bons gestores. Sem o passivo não tínhamos o que temos agora. E ires aprender gestão para as novas oportunidades, não queres, em vez de andares continuamente a dizer disparates!? A azia já passou ou ainda estás de cama?

      Eliminar
  7. so para acrescentar que nao o dinehiro para abater 100M nao serao exclusivamente de vendas. Uma grande parte vem dos direitos televisivos

    Ze

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.

artigos recentes