O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


O Benfica deve vender em Janeiro?

terça-feira, 5 de julho de 2016

Avatar

Uma boa decisão?

 ●  + 14 comentários  ● 

Tudo no post do "Planet Benfica".

Ler com muita atenção.

14 comentários via blogger

  1. Claro que é uma má decisão porque se fosse boa não a metias aqui.

    Pedro Martins

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. MARQUÊS DA PRAIA E MONFORT

      Não sei se é boa decisão mas sei que eles nunca se sentam e assim evitam-se males maiores.NNem partem cadeiras nem caiem podendo magoar-se.Acho que a decisão é para evitar que os "meninos" se magoem.Talvez fosse bom colocar umas cordas tipo ringue de boxe para eles saberem os limites.

      Eliminar
    2. O facto de quase todos os países da Europa estarem a adoptar este sistema é sinal de que deve ser uma boa decisão. Mais uma vez, o Benfica á frente de todos. A caixa de segurança já foi copiada pelos macacos de imitação. Esta vai a seguir.

      Eliminar
    3. AHAHAHA Gostei tanto, Pedro! Não sei quais são os méritos deste tipo de bancada mas vejo algumas vantagens.

      1. Menos cadeiras partidas
      2. Menos adeptos feridos (ao cair)

      Não sei se o objectivo será ter mais adeptos em menos espaço mas gostava só de relembrar que nem sempre são SÓ os membros da claque a ir para aqueles lugares e há quem goste de ver o jogo sentado

      Eliminar
  2. Eu prefiro ver sentado...mas acho adequado os topos serem lugares deste tipo. Assim as pessoas que querem ver de pé deslocam se para esses lugares e deixamos de ouvir as bocas do toca a sentar e afins...

    Para as claques acho brutal. Não tenho nada a opor. Pelo contrário, acho que o SLB deve procurar ser um clube versátil e com soluções para agradar a todos os adeptos.

    ResponderEliminar
  3. Lindo! Old School... mesmo à anos 80. Há hábitos que é difícil de se perder, e como disse o Silvestre evitam-se as bocas do "tá a sentar", e se se concretizar os Diabos irem para o Topo Sul junto aos NN poderemos ter condições para vermos uma "curva" das antigas.

    ResponderEliminar
  4. Parece-me uma das melhores decisões dos ultimos tempos, desde que esta decisão possa garantir o acesso de mais adeptos ao estádio para ver e apoiar o glorioso, por preços mais acessíveis.

    ResponderEliminar
  5. depende de varios factores internos e externos....vamos a ver o que da

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O único factor externo de que me lembro, assim de repente, será se começar a nevar.

      Eliminar
    2. Nao concordo. Ha outros intrinsecos que nso vem ao caso relembrar devido ao excesso.

      Eliminar
  6. A minha única duvida são as claques.

    ResponderEliminar
  7. Eu acho uma boa medida.

    Mas convém ler tudo, aquele piso fica EXCLUSIVO para as claques. Quem tem redpass lá e não é das claques tem de sair.

    Quem não for das claques e quiser ir para lá, não pode, pura e simplesmente. Aí já não acho tão bem, mas compreendo.

    No geral acho uma boa medida. Assim até ficam com menos mobilidade, pois têm as barreiras em todos os degraus e não podem descer por ali fora, correndo o risco de se atropelarem uns aos outros, como acontece tantas vezes. Até acho que fica mais seguro.

    ResponderEliminar
  8. Com o recrudescimento da violência dos hooligans por essa Europa fora, acho que é uma boa medida preventiva.

    ResponderEliminar
  9. Só não percebo pq é que tiram as cadeiras a TODA a bancada. Acho desnecessário. Seria suficiente tirar nos três sectores na zona onde habitualmente estão os NN. Julgo que seria mais que suficiente. E evitava-se todo o transtorno de quem ter cativo há 12 anos naquela bancada ser "obrigado" a mudar caso queira uma cadeira para se sentar.

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes