O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


O Benfica deve vender em Janeiro?

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Avatar

Lideranças.

 ●  + 16 comentários  ● 


Ontem Rui Vitória desdobrou-se em entrevistas em jeito de balanço da temporada.

Boas entrevistas em que acima de tudo se vincou a sua personalidade e forma de estar no futebol. Inclusivo, agregador, discreto mas muito profissional com sentido de “empresa”. É esse o estilo de Rui Vitória.

Claro que nem todos se poderão rever neste estilo mais discreto do treinador do Benfica. Alguns preferirão o estilo egocêntrico, espalhafatoso e agressivo de Jorge Jesus. Como é o caso do já ontem mencionado Rui Santos.

Na realidade, o comentador da SIC ontem revelou, e está no seu direito, um conceito de liderança um pouco distorcido. Líder não é quem grita mais. Não é quem anda a anunciar aos 4 ventos que é muito bom, que passa a vida em modo “auto-promoção” ou que pensa que é superior aos outros.

Dito isto, tanto Rui Vitória ou Jorge Jesus são líderes. Não há dúvida. Qual o estilo que prefiro? Claramente o de Rui Vitória. Tem tudo a ver com o registo do nosso clube, na tradição das presidências históricas que fizeram o Benfica um gigante, e que sempre primaram pelo respeito, pelo rigor e pela defesa dos interesses superiores do clube. Rui Vitória respeitou e honrou tudo isso.

Passou pelo "cabo das tormentas" e acabou por chegar com sucesso ao destino.

Há uma certeza que fica para a próxima temporada: o treinador Rui Vitória parte muito mais bem preparado para enfrentar as grandes dificuldades que aí vêm. Isso é bom.

16 comentários via blogger

  1. Líder nem sempre é quem ganha.
    Frederico

    ResponderEliminar
  2. Catedrático da Pecheleira25/05/16, 16:21

    O JJ pode ser psicologicamente avaliado tendo em conta declarações, linguagem corporal e reacções não pensadas.
    Toda a gente já teve uma namorada como o JJ. Era boa na cama mas intragável como pessoa.

    No caso da bola, a má formação é aplaudida em troca dos resultados.

    Pareces andar a querer roubar o lugar ao Benfica GB com posts à silly season.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Wtf, you really have a big mouth !

      Eliminar
  3. Todos vislumbram agora as grandes capacidades científicas, profissionais e teórico-práticas do RV contudo a característica que se salienta mais no seu carácter é a capacidade de liderança e de ter dominado todo o grupo de trabalho. É óbvio que mais um ano com estas credenciais e o RV irá para uma equipa mais poderosa. Para isso basta que continue o bom trabalho feito até aqui, e esta questão, parece bem mais óbvia que a anterior. RV tem tudo para fazer uma excelente época no Benfica. Sabe muito de futebol! Sempre disse que gostava de ver um jogo de futebol a beber umas cervejas com o Guardiola. Só para aprender! Agora adoraria ver a bola com o RV... grande Mestre!

    ResponderEliminar
  4. alerta vermelho25/05/16, 17:19

    Claro que o amigo Shadows prefere o estilo de RV como afirma! Não me esqueci que o amigo tinha um ódio quase obsessivo por JJ! Este ano substituiu pelo Jonas! Qual será o eleito da próxima época?

    ResponderEliminar
  5. Só pelo facto de passarem a vida a querer comparar o Vitória com o Jesus se constata que existe uma tremendo complexo de perda...

    Ninguém normal ou no seu perfeito juízo achará Rui Vitória um treinador que sequer chegue aos calcanhares de Jorge Jesus, e qualquer benfiquista que não seja hipócrita nem faccioso, assumirá isso.

    Jorge Jesus com todos os seus defeitos é um treinador diferente, com características próprias, tem o seu modelo de jogo e metodologia, ele é bronco nas conferências de imprensa, mas a nível capacidade e inteligência esta por cima da maioria dos treinadores em Portugal.

    O Rui Derrotas (para usar a expressão que muitos de vocês usaram quando ele foi contratado!) é um treinador mediano, idêntico em termos de valor a muitos outros treinadores Portugueses...para mim inferior a treinadores como o Pedro Martins, o Marco Silva, e que ao pé de outros como o Leonardo Jardim ou Villas-Boas é bastante inferior.

    A época que fez no Benfica não pode servir para dizerem que é melhor que A ou B, porque há muita "coisa" oculta nesta temporada que não deve servir para aclamar ninguém!

    O futebol do Benfica assenta muito na capacidade individual dos jogadores, principalmente dos 4 da frente...
    em termos de futebol jogado, o Benfica praticou esta época um futebol medíocre, mas aqui dou de barato, que o Benfica do ano passado de Jesus também não era brilhante, também já era "resultadista".

    Porém há uma diferença, o Benfica de outros anos, entre 2009 e 2013 era de longe a equipa mais demolidora em termos colectivo deste campeonato, mesmo quando perdeu para o Porto dois anos com Vítor Pereira era mais equipa, apresentava dinâmica de jogo superior...

    Da mesma forma que o Sporting este ano apresentou uma dinâmica de jogo superior e não ganhou.

    vocês dizerem que preferem o Rui Vitória ao Jesus é como eu dizer que prefiro o Inácio que quando lá teve foi campeão e o Jesus não... Não tem nada a ver!

    E quem perceber de futebol minimamente sabe que um goste ou não, é guru da coisa, o outro é apenas mais um... e mais um mediano.

    O Benfica com o tempo, e com a saída de jogadores, principalmente jogadores que fizeram carreira com o Jesus ficará mais fraco, porque o Rui Vitória não vai ser capaz de montar uma equipa ganhadora feita por ele próprio, não tem estaleca para isso, pode ter qualidades de gestão de plantel, mas não tem criatividade nem capacidade para criar coisas novas (e nisto concordo com o Jesus, ele cria, os outros copiam! falando de treino...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se houvesse reflexão séria no teu post, terias evitado fazer as figurinhas habituais...

      A comparação entre o "Cérebro" e RV é natural, porque:

      - a saída de JJ foi polémica entre muitos Benfiquistas;
      - a saida de JJ foi resultado de uma vontade clara de mudar de paradigma em várias áreas, desde a importância da formação na equipa principal, ao relevo pretendido do grupo sobre as individualidades;
      - JJ, enquanto esteve no Benfica foi tudo menos consensual, teve comportamentos rejeitados por muitos Benfiquistas, teve derrotas absolutamente humilhantes e teve outros comportamentos por muitos Benfiquistas como não compatíveis com os valores do Benfica.

      Por tudo isto, é mais do que natural que se façam comparações.

      Rui Vitória é, acima de tudo, um homem inteligente. Dados os persistentes comportamentos de JJ, eu não arriscarei muito se disser que Rui Vitória é bem mais inteligente do que JJ. Sobre a competência de um e de outro, veremos o que o futuro nos trará. Em lugar de nos remetermos para opiniões pessoais, importa mais ver que resultados cada um conseguirá no futuro. Para já, Rui Vitória ganhou em toda a linha - em termos desportivos, em termos financeiros, nomeadamente em termos de receitas das Champions e valores de transferências dos jovens.

      Na vida, há quem ache que os fins justificam os meios e há quem ache que não. A propaganda lagarta, durante muito tempo, colocava o clube de merda de que és adepto, num patamar muito acima dos outros em termos de valores como o fair play, por exemplo. Com JJ e Bruno de Carvalho, abandonaram esse postura, para já sem resultados que se vejam. Pelo contrário, no Benfica, a contratação de RV é um regresso aos valores do clube, algo é muito fácil constatar pelas manifestações públicas de inúmeros Benfiquistas.


      Eu creio que quem permanece fiel aos seus valores, está sempre mais próximo de ganhar, mas veremos o que o futuro nos traz. Eu tornei-me sócio do Benfica para ajudar o clube a livrar-se de Vale e Azevedo. O vosso "Vale e Azevedo" é adorado por uma maioria de adeptos e sócios. Valores, valores...

      O futuro não vai ser "limpo", em termos de podermos isolar apenas os contributos dos treinadores para o sucesso dos clubes respectivos, nas mais variadas áreas, desde a desportiva à financeira. No Benfica, parece que a vontade de vender tudo o que mexe, será um obstáculo mais a ultrapassar. No teu clube, veremos o que resulta de uma situação financeira desastrosa, passe a ilusão sistemática vendida pela estrutura.

      Aguardamos, por isso, com serenidade, espírito crítico e expectativa a próxima época. Em termos pessoais, mesmo que não se ganhe o próximo campeonato, a escolha de um paradigma diferente do defendido por JJ, será sempre, em minha opinião, positiva para o Benfica. O que isso trará no futuro, isso é o que o futuro dirá. Perdoar-me-ás que não leve a sério as tuas previsões, este ano foi terrível para as credibilidade das previsões vindas do Alvalixo.

      Eliminar
  6. Para os saudosos do JJ lembro alguns episódios de má educação para com colegas de profissão (é verdade, não começou este ano com o rui Vitória) e de falta de respeito pelo clube a quem ele servia:
    1- Os dedos em riste em direcção ao Manuel Machado
    2- Os dedos em riste em Londres em direcção ao treinador do Tottenham.
    3- Quando empurrou o Shéu publicamente penso que também em Londres.
    4- A questão do aumento de ordenado para não ir para o Porto.
    5- As múltiplas declarações em que parecia que o Benfica não tinha uma história antes da chegada dele.
    6- A sobrevalorização de provas subalternas como a taça da Liga ou a Liga Europa (por importantes que sejam não é nelas que o Benfica deve apostar).

    Enfim poderia continuar porque episódios tristes não faltaram.
    O JJ do Sporting é exactamente igual ao que nos serviu.
    A mesma falta de educação.
    A mesma falta de respeito pelo clube que lhe paga (com um grande esforça, imagino eu).
    Os seus interesses acima de tudo (a aposta no campeonato deveu-se ao chorudo prémio com que seria compensado, o dobro do que receberia se ganhasse a Champions).

    A boçalidade com que profere determinadas afirmações do tipo "eu crio e os outros copiam", ou a forma como responde à questão "se identifica ainda muitas coisas dele no Benfica actual", são próprias de um casca grossa, de um mal educado.

    Já é tempo de enterrarmos o assunto JJ no Benfica. Um assunto muito mal gerido pela direcção. Tivessem agradecido e desejado felicidades (publicamente) e nada daquele início de época surreal teria acontecido.

    Saudações Benfiquistas,
    CP

    ResponderEliminar
  7. Só discordo numa coisa. O JJ é um treinador fantástico mas líder? Não tem perfil.

    O JJ é o típico CHEFE! Um chefe berra, um chefe manda e obriga.
    Um líder explica o porquê de as coisas serem como são, não manda pastar nem dá empurrões (físicos ou psicológicos) a quem discorda dele.

    ResponderEliminar
  8. Rui Vitória também deu uma longa entrevista à BTV, superiormente dirigida por Hélder Conduto. Nenhuma das outras a superou, nem pouco mais ou menos, apesar da entrevista da RTP ter sido, no meu entendimento, uma boa e decente entrevista.

    Temos treinador para muitos anos, muitas vitórias e muitas alegrias. Temos treinador para apostar, sem hesitações, nas joias que pululam no Seixal. Temos treinador para trabalhar com a matéria que tem em mãos, com humildade e capacidade de liderança, e sem as exigências, a cagança e a paranoia do «eu», e as jogadas miseráveis de fim de época para aumentar a conta bancária, típicas do artista mal agradecido que aturámos durante 6 anos. Temos o treinador de que o Glorioso necessitava para se afirmar nos contextos do futebol luso e europeu. E como homem está a léguas do labrego, ressabiado e arruaceiro na Reboleira - espanta-me ouvir e ler benfiquistas que continuam a alcandorar o judas aos píncaros da lua (ainda não perceberam que os Rui Santos desta vida jogam permanentemente com isso, no que prestam um serviço inestimável aos nossos inimigos da segunda circular e ao próprio «cérebro» que tanto nos atacou esta época).

    O convencido lagarto que dá pelo nome de Rui Santos, parecendo enaltecer o trabalho de RV, o que fez ontem foi apoucar o nosso treinador em toda a linha. O uso repetido da palavra «nomenclatura», com a carga pejorativa que ela tem, quando poderia ter usado a palavra «estrutura» para sublinhar a sua opinião canhestra e facciosa de que RV será um pau mandado, também não foi inocente. Um grande inimigo do Benfica. Concordo que a nossa direção deveria de contactar a SIC para exprimir a indignação e a repulsa dos benfiquistas pelo trabalhinho nojento deste artista contra o nosso clube.
    Quanto à taça do melhor treinador, pode besuntá-la com banha de porco e enfiá-la pelo sim senhor acima, se lhe der gozo. O melhor treinador, para a nação benfiquista, não deixará de ser o senhor (porque é um senhor!) Rui Vitória.

    ResponderEliminar
  9. Pelas informacoes que tenho vem ai um reforco de peso para o lugar de gaitan.. E pelo que me disseram e desta que zivkovic sera jogador do benfica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Zivkovic será um erro. Por melhor jogador que possa ser, é um peseteiro. Quem abandona o Partizan da forma que ele o está a fazer, fará o mesmo ao Benfica daqui a 2 ou 3 anos. Não tem interesse, só quem dinheiro.

      Eliminar
    2. Masterpiece25/05/16, 22:42

      "O passe de Andrija Zivkovic, prodígio sérvio do Partizan que há muito está na mira do Benfica, está repartido por várias entidades. O site Football Leaks deu nesta terça-feira alguma luz ao complicado processo, ao divulgar dois contratos assinados pelo clube de Belgrado para a cedência de parte do passe do avançado de 19 anos.
      No primeiro, assinado a 22 de agosto de 2013, o Partizan cede 15 por cento dos direitos económicos à empresa Dony Management AG, sediada na Suíça e representada pelo diretor Kenneth George Anthony Hill. O emblema sérvio nada recebe e, no contrato, é justificada a transferência dos tais 15 por cento pelo "significativo investimento e esforço na educação, desenvolvimento, treino e representação do jogador Andrija Zivkovic".
      Um ano mais tarde, mais propriamente a 18 de agosto de 2014, e sem nenhuma referência ao acordo assinado com a Dony, o Partizan vende 50 por cento dos direitos económicos ao Apollon, clube da 1.ª Liga de Chipre, por 1,2 milhões de euros. Aí, explica-se que o emblema de Belgrado detinha 75 por cento do passe, estando 15 por cento nas mãos do pai do jogar e os outros 10 por cento com o empresário.
      Segundo o tal acordo, o jovem continuaria a jogar no Partizan, mas a decisão de o transferir estaria nas mãos do Apollon, que poderia ordenar a venda a partir do mercado de inverno de 2015.
      O contrato de Andrija Zivkovic com o Partizan termina em junho deste ano, pelo que o futebolista será livre para decidir o seu futuro. "

      fonte:football-leaks/detalhe/afinal-quem-e-dono-dos-direitos-economicos-de-zivkovic

      E o Zvkovic com 19 anos e um futuro brilhante é que o pesetero ?

      Eliminar
  10. Revejo-me em pessoas inteligentes, revejo-me em RVitória! Menos basófia e mais trabalho!

    ResponderEliminar
  11. O deleite que eu tenho a ouvir todas as conferências de Imprensa que o RUI VITÓRIA dá, sem ter que ter sempre à mão o comando da TV, como fazia nestes últimos 6 anos.

    Na última época em que o Plastation da Reboleira comandou o nosso Glorioso, nem renovei o meu cativo, porque deplorava e tinha vergonha das macacadas e palhaçadas que o labrego fazia no banco.

    ResponderEliminar
  12. a liderança do outro é com base no medo só que os jogadores tem dele.
    só que quando os jogadores tem mais medo dos adversários do que dele ele fica sem ninguém que lute por ele em campo.

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes