O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


O Benfica deve vender em Janeiro?

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Avatar

Os direitos televisivos do Benfica.

 ●  + 54 comentários  ● 

De repente, o mercado televisivo ficou eufórico com a possível disputa pelos direitos televisivos do Benfica.

Na verdade, nada disto surpreende pois realmente os direitos televisivos do Glorioso são mesmo a galinha dos ovos de ouro do desporto português. Garantem o sucesso a qualquer canal que tenha uma gestão competente.

Durante anos, demasiados digo eu, os direitos televisivos foram explorados por Joaquim Oliveira com grande prejuízo para o Benfica.

Pagava 8M/ano ao Benfica e utilizava todo o lucro originado para financiar o FC Porto a preços que o clube condenado por corrupção desportiva nunca justificou merecer.

A política de Joaquim Oliveira foi, com o beneplácito dos dirigentes desportivos e políticos, impedir qualquer possibilidade de haver concorrência no âmbito dos canais desportivos. Por isso gastou milhões e milhões a adquirir os direitos de tudo o que era desporto e dessa forma chegando ao ponto de ruptura em que está.

A Sporttv, e dito pelo próprio presidente da NOS alguns meses atrás, não é viável. Não com a sua formula castradora do mercado que tudo absorveu com o financiamento sem fim vindo principalmente do BES.

Como disse e bem o benfiquista Isaías no seu blogue, o clube enquanto esteve na Sporttv foi claramente prejudicado por um canal essencialmente virado para beneficiar o FC Porto.

Daí que qualquer solução que envolva o regresso dos jogos em casa do Benfica à Sporttv só servirá para devolver poder ao FC Porto e a Joaquim Oliveira. Por muito que queiram passar a imagem da NOS num possível negócio, a realidade é que é a salvação da Sporttv que está em causa.

A centralização dos direitos apenas serviria para retirar à BTV os jogos do Benfica. Se apareceu alguém que colocou isso em causa, os interessados na sobrevivência da Sporttv agora estarão desesperados em não perder de uma vez por todas a oportunidade de terem as transmissões que são realmente rentáveis em Portugal.

Claro que a aparente ressureição do Sporting ainda veio baralhar mais este tema. Baralhar para os interesses que defendem o FC Porto.

É que com o Sporting em alta, o valor que seria para o FC Porto terá que ser repartido com o Sporting e com a agravante de que claramente os jogos do Sporting têm muito mais audiência que os do FC Porto que interessem apenas ao cerca de milhão de adeptos do clube condenado por corrupção.

Por isso, de um valor na Sporttv de 80% do que seria pago ao Benfica, o FC Porto com uma nova negociação e sem a mão amiga de Joaquim Oliveira, descerá inevitavelmente para a terceira posição em valor de mercado.

O FC Porto valerá na melhor das hipóteses 50 % do valor do Benfica e o Sporting valerá na melhor das hipóteses cerca de 70% do valor do Benfica. Isto sim seriam proporções adequadas à real valia dos clubes em termos de audiências e impacto.

Quanto aos valores concretos, continuo a defender que o Benfica poderá alienar os seus direitos televisivos, mas nunca por um valor líquido abaixo dos 50M€ e nunca por um período superior a 3 ou 4 anos no máximo.

Se não há ninguém que os pague, então é preferível continuar a explorar os mesmos na BTV e a continuar a expandir o canal em especial lá fora. O potencial da marca junto dos emigrantes e até mesmo junto dos mercados emergentes faz toda a diferença. A BTV, como canal, ainda chega a muito poucos locais face ao potencial que tem. Alguém duvida que com um trabalho contínuo a BTV poderá ser subscrita lá fora por 500 mil assinantes?

Não aceito que usem os direitos televisivos do Benfica para salvar a Sporttv ou o FC Porto.

54 comentários via blogger

  1. Bom segundo parágrafo.
    40 milhões por época, antes parecia-me um sonho; hoje não sei o que dizer. Confio na direção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 40M parecia um sonho. Como a direcção consegue uma proposta nesses termos passa automaticamente a ser um mau negócio para poder dizer que o Benfica quer salvar a sporttv. Ora a transmissão de jogos na btv nem foi o maior prego no caixão nem nada.

      Eliminar
    2. Nem mais, anónimo. 50 milhões porquê, agora? Porque a proposta é de 40. Se fosse de 50, a direcção era incompetente em vender por menos de 60.
      Esta direcção cometeu muitos erros, mas a gestão deste dossier não foi um deles, pelo menos até agora. Se é como diz o "Expresso" (40 milhões/época e os 80% do FCP calculados sobre 25 M), é um óptimo negócio.
      Só não aceito que seja a 10 anos: uma Direcção não deve tomar decisões com impacto significativamente superior à duração do mandato.

      Eliminar
    3. Paulo Domingos02/12/15, 18:37

      Estão a atirar areia para os olhos dos trouxas. O R&C demonstra que as receitas da tv estão a cair nestes anos com a Benfica TV.

      Eliminar
    4. As receitas da BTV estão a subir, em 2015 foram superiores a 2014. Em 2016 falamos.

      Eliminar
  2. Concordo com tudo...menos com a parte do SCP valer 70% do SLB...é anedótica...Um clube que caminha para a extinção...sem massa critica vive um ano foguete mas que vai estourar...Apesar de tudo o FCP tem massa crítica..Tem títulos e tem prestigio...Ng por esse mundo fora conhece o SCP...Enfim..

    Para mim 40% do valor do SLB para FCP e SCP já era demais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é bem assim, conheço um tipo que vive na África do Sul e que me diz já ter ouvido falar no Sporten...

      E não é aborigene.

      Manuel Pardal

      Eliminar
    2. O Sporting esta em crise, desportiva e financeira. Mas tem muitos adeptos.

      Eliminar
    3. Deixa la, aquilo é a costela verde do shadows a falar...ele tem uma costela verde alface do tamanho do pedestal do marqueês de Pombal.Ele aliás, é o leão que o dito monarca afaga.

      Eliminar
  3. Não achas que com esta proposta da Nós, vai fazer com que as outras Operadoras também avancem com propostas?
    Vai existir uma verdadeira caça à BTV em exclusivo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Benfica Sempre,

      Até pode vir a haver essa luta entre eles pela BTV, mas a meu ver, perder os jogos do Benfica na BTV, bem como perder a omnipresença da BTV pelos vários operadores são erros enormes. Com um, entrega-se a troco de algum dinheiro imediato a fonte de receitas com maior potencial que o Benfica tem: fazer chegar o seu futebol a quem quer vê-lo. Com o outro, ao invés de se expandir a BTV para que chegue a mais Benfiquistas, limita-se o acesso à mesma, obrigando-o a mudar de operador se não tiver o serviço de quem ganhasse essa disputa.

      A minha solução alternativa, já a coloquei no meu blog. Passa por um modelo semi-exclusivo, particularmente funcional e eficaz para o mercado estrangeiro, particularmente países com forte presença de Portugueses e seus descendentes. As receitas da BTV juntas às receitas de venda de direitos iriam ultrapassar esta oferta no futuro.

      Cumprimentos,
      Isaías

      Eliminar
    2. Já o disse mais abaixo, concordo com o Isaías que um modelo semi exclusivo possa ser o mais receita possa gerar. Mas é bom atenderes que a PL em pack, para Portugal a BTV pagou 1M por ano.
      Admitindo que o Benfica, somente com os seus jogos em casa, consiga valor semelhante por pais, se acreditarmos que actualmente os resultados da BTV são acima de 25M, só seria necessário encontrar 15 países dispostos a pagar 1M ano pelos jogos do Benfica, a médio prazo, com algum esforço comercial, poderá ser viável até porque acredito que haja operadoras em alguns países dispostas a pagar mais de 1M.

      Eliminar
    3. O modelo semi-exclusivo também me parece a melhor solução.

      Eliminar
  4. Em traços gerais concordo com as premissas do artigo.

    ResponderEliminar
  5. A principio estranha-se e depois entranha-se. Vai-te habituando à ideia que os direitos vão ser vendidos e nem vai ser pelos 40M época, vai ser por bem menos e qualquer coisa acima dos 20M é bem melhor do que o estado actual. É só extrapolar dos R&C, por algum motivo (vantagem negocial) é que os dados financeiros (gastos) da BTV não aparecem descriminados.

    De qualquer modo, mesmo 20M é um valor demasiado inflacionado para o mercado português, repara se fizeres este pequeno exercício, Inglaterra tem 5 vezes mais habitantes e se multiplicares por cinco, em Inglaterra o Benfica teria uma receita de 100M, bem ao nível do que recebem os melhores clubes Ingleses, mas em Inglaterra o nível de vida é superior e o interesse comercial no estrangeiro pelos jogos nem tem comparação possível.

    Como disse 20M já é um valor inflacionado para a realidade Portuguesa, mas dentro deste nível, acredito que o Porto consiga 12M e o Sporting 15M, Só algo dentro destes valores tornará viável uma empresa de conteúdos, mais do que isso será uma empresa candidata à insolvência. Agora sei que estamos em Portugal e tudo tem sido possível, mas acredito que ainda existam economistas honestos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lagarto lagarto lagarto que cospe fogo como um fogareiro sem lume

      Eliminar
    2. Caro anónimo,

      Até aceito que 20M seja um valor inflaccionado para a realidade dos clubes Portugueses, mas é insuficiente para o clube Sport Lisboa e Benfica, que tem uma projecção mundial incomparável em relação a todos os outros.

      Cumprimentos,
      Isaías

      Eliminar
    3. E argumentos? Nada? Porque razão, ainda com os jogos do Benfica e com as injecções de capital feitas pelo BES e não só, a Sportv estava em situação económica difícil. Não terá sido pelos valores absurdos que pagava?

      Eliminar
    4. Isaias, sem duvida, mas para mim a questão não é a projecção mundial mas sim a subscrição dos serviços em Portugal. Se me disseres que pelo facto de estar incluído no pack, é possível vender os direitos para França, assim por, comparando com a PL, 20M. (O direito para França da PL foi adquirido por 100M se atribuirmos a proporcionalidade dos habitantes a Liga Portuguesa deveria ser vendida pelo menos por 20M) Acreditas nisso?

      Sabes quanto é que a BTV pagou pela PL? E tens lá imensos clubes com projecção mundial. Pois é ... julgo que 1M

      Eliminar
    5. Isaias, permita complementar o meu comentário anterior, acredito que o modelo (semi exclusivo) que propõe apesar de arriscado, mas se bem explorado, é bem capaz de ser o que maior possibilidades de receita ocasione, se bem que nesta altura, muito longe dos 40M

      Eliminar
    6. Anónimo, isso é tudo medo? :) Por 20 M, obrigado, mas ficamos a transmitir na BTV,

      Eliminar
    7. Mr. Shankly, já respondi mais acima, tal como o Isaías sou da opinião que um modelo semi-exclusivo a médio prazo será o mais vantajoso. Não acredito nos 40M mas em Portugal tudo é possível, a PT injectou 700M numa empresa falida a Rio Forte, pode muito bem aparecer alguém que resolva investir largos milhões numa operadora de conteúdos, como expliquei em comentários anteriores, na minha opinião não são valores viáveis para o mercado Português, mas tudo é possível.

      Eliminar
    8. Caro anónimo e outros comentadores,

      O modelo que eu sugiro dará frutos bem mais valiosos que 25M (note-se que os 40M são 25M dos jogos mais 15M pela exclusividade da BTV no operador) e que os próprios 40M se considerarmos tudo o mesmo valor, desde que haja um bom aproveitamento da marca Benfica e não se queira atingir esses bons valores logo no imediato.

      A minha proposta teria estes pontos:
      - BTV a transmitir Benfica na Luz para Campeonato Nacional e, quem sabe, Taça de Portugal e Taça da Liga, tentando mais à frente negociar os valores destas competições, quando for legalmente possível.
      - Um valor mínimo afixado para qualquer operador estrangeiro obter os direitos exclusivos das transmissões no país a que pertence. Estratégia de marketing nos países onde as comunidades Portuguesas têm forte expressão é essencial e proveitosa neste ponto (ex França, Alemanha, EUA, Canadá, etc).
      - Um valor mínimo para a transmissão jogo-a-jogo (ou seja valor variável, definido pelo Benfica/BTV por jogo individual) para canais Portugueses poderem transmitir ocasionalmente para além da BTV em Portugal, no máximo de um jogo no Estádio da Luz por cada dois meses. Este ponto permitira "vender" o produto para quem ainda não o subscreveu e dar a oportunidade aos canais abertos de entrarem na concorrência de audiências desportivas contra a SportTV (jogos à mesma hora de outros clubes a serem transmitidos naquele dia), sendo que quem já subscreveu a BTV não tem perda por esse jogo bimestral.

      Cumprimentos,
      Isaías

      Eliminar
  6. Concordo plenamente com o Silvestre. Nem mais.
    SAUDAÇÕES GLORIOSAS DE VIANA DO CASTELO.

    ResponderEliminar
  7. Quanto aos valores concretos, continuo a defender que o Benfica poderá alienar os seus direitos televisivos, mas nunca por um valor líquido abaixo dos 50M€ e nunca por um período superior a 3 ou 4 anos no máximo

    Não é preciso dizer mais nada

    ResponderEliminar
  8. Shadows quem é o Sporting para lá de Badajoz? Basta viajar pela Europa para percebermos que para os estrangeiros em Portugal só existem dois clubes: Benfica e Porto. Mais nada. Vais a Madrid ou a qualquer cidade espanhola e para eles o Sporting é para eles o que os portugueses consideram do Valência. Uma equipa que se intromete entre os dois grandes. E por essa Europa fora o raciocínio é idêntico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso....40% para cada....E já era brutal...Nem 1 patrocinador conseguem arranjar...

      Eliminar
    2. Para o caso, qual é o interesse de para os estrangeiros só existirem Benfica e Porto? São eles que vão subscrever os serviços pagos?
      O que interessa é a quantidade de adeptos no mercado Português que estarão interessados em subscrever os serviços e concordo com o Shadows, neste aspecto o Benfica e o Sporting estão bem à frente do Porto.

      Eliminar
    3. Fernando Coimbra02/12/15, 17:25

      Errado caro Anónimo.
      Os jogos são também vendidos para vários canais estrangeiros. Um SLB-FCP tem um custo de aquisição muito superior a todos os outros jogos. Por isso o grau de exposição e interesse nos mercados estrangeiros é uma parte importante do valor atribuido. Os serviços pagos não financiam nem a BTV nem a SPorttv. São as assinaturas + publicidade nos canais + venda de direitos a operadores estrangeiros.

      Eliminar
    4. Estando em discussão a cedência dos direitos de transmissão dos jogos do Benfica a um operador de conteúdos com seriam incluídos num pack onde entram outros clubes, desculpe mas
      não percebi o que está errado. A subscrição dos serviços não são as assinaturas? O custo da publicidade não será medida pela quantidade de subscritores? A venda direitos a operadores estrangeiros não é feita por pack? Aqui até admito que possam existir situações de venda por jogo, mas lembro que o pack completo da Premier League para Portugal custou à BTV 1M, se fosse adquirido um por exemplo MU vs Chelsea, que preço teria?
      Obviamente, admito que para a venda ao estrangeiro, o nome FCP seja mais apelativo que SCP, mas não é a venda ao estrangeiro que fará a diferença, dei o exemplo de quanto é pago pelos direitos em Portugal da PL, o que pode garantir o sucesso a uma operadora de conteúdos é mesmo a quantidade de assinaturas que vai conseguir no mercado Português e foi esse o meu ponto.

      Eliminar
    5. Caro outro anónimo (deviam pelo menos assinar com qualquer coisa, para ser menos confuso :-)),

      Mas é disso precisamente que principalmente o Sporting tem receio: que o Benfica consiga negociar directamente os seus jogos. É que dessa forma os valores dos jogos do Sporting, em pack ou não, não teriam o impulso do valor que o interesse no Benfica tem pelo mundo e seriam, por isso, apenas possíveis de vender por um valor muito mais baixo.

      Cumprimentos,
      Isaías

      Eliminar
  9. Quem manda é o mercado , parece que têm muita pena do sporting ( 70%) e porto (50%) , onde foram buscar estas percentagens ? .
    O anónimo , que parece estar preocupado com a BTV , devia era escrever discriminados e não descriminados , ele é que é um bom descriminado .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela descriminação, é sempre bom aprender.
      Eu não estou preocupado com a BTV (antes pelo contrario, por mim está bem assim, não me afecta minimamente) estou a discutir um tema proposto pelo Shadows e todas as minhas ideias são discutíveis e não raras vezes na discussão admito que estou errado, nada que me preocupe, pois estamos sempre a aprender. Desculpe que lhe diga, da sua parte aprendi que é bom ser descriminado por quem nada quer contribuir. Se os moderadores do Blog entenderem que estou a mais na discussão, podem cortar os meus comentários, por isso fique na sua e já agora fique bem, pois para este comentário, já dei contribui para o peditório.

      Eliminar
    2. Eh pá e se assinassem os comentários? Estar a ler anónimo para aqui e anónimo para ali é um exercício tortuoso!

      Eliminar
  10. Fernando Coimbra02/12/15, 17:23

    Shadows, tens um pequeno erro de lógica nas contas que apresentas.
    O valor atribuido a cada clube é baseado em 4 factores:
    1- Número de adeptos em mercado nacional
    2- Número de adeptos em mercado internacional
    3- Audiências médias dos jogos no mercado nacional
    4- Audiências médias no mercado internacional.

    O Sporting está em terceiro nos 4 pontos. Podiamos até incluir um quinto ponto, que é o mercado potencial interno. Mas até aí o Sporting está em quebra.
    Em certos Continentes o FCP terá mais exposição e interesse público. Dado que a Sporttv também vende para vários mercados internacionais, o Sporting torna-se irrelevante na equação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se o exclusivo da PL para Portugal, com todos os grandes clubes Ingleses envolvidos vale 1M, sou de opinião que o mercado Internacional é completamente irrelevante para a equação. Agora se não te importares gostava que explicasse porque razão dizes que o SCP está em terceiros nos 4 pontos? Tem menos adeptos em Portugal e tem menos audiências no mercado nacional. Desculpa, mas esse não é o Portugal que eu conheço.
      Como diria o Guerra, sejamos sérios. Ou então não e acaba-se a discussão.

      Eliminar
  11. Não esquecer que a BTV não morreria e até com uma politica bem pensada ainda poderia obter lucros na ordem dos 10 milhões ou + de euros.

    Furabardas

    ResponderEliminar
  12. Mais uma cortina de fumo lançada pelo gabinete de propaganda. Enquanto se discute a autenticidade e os benefícios (ou não) deste boato, lfv tem tempo para respirar. Já não se discute o futebol de distrital que andamos a praticar, a incompetência na escolha do novo contentor de jogadores, a incompetência no dossier JJ, as limitações de RV, a pré-época amadoramente planeada... Mais do mesmo. Vieira, mais uma vez a passar ao lado dos problemas, da sua incompetência e os adeptos a engolirem tudo isto.

    A.Martins

    ResponderEliminar
  13. LOOL Os dragartos andam com medinho...Meus caros, o gigante adormecido acordou. Antigamente Sporcotv utilizava todo o lucro para financiar o FC Porto, agora andam nervosos "Falência?" ..PS.. Sporting disputou um torneio na África do Sul "Cape Town Cup" e deu grande prejuízo :) .. Brunalgas é esperto e mentiroso. Ele diz q tem 3,5 milhoes de adeptos pq sabia da disputa pelos direitos televisivos do Benfica... Sporting=2,5 milhoes... Fc porto=1,5 milhoes.. Benfica= 6 milhoes.. #CarregaBenfica.

    ResponderEliminar
  14. Shadows, nos últimos anos discordamos sobre:
    1) o panorama das finanças do Benfica
    2) a visão sobre o trabalho de Jorge Jesus, e o seu eventual substituto

    E agora... teria de haver um tema em que estamos de acordo.
    a) O Benfica ao nível dos direitos televisivos vale tanto como Sporting e Porto juntos!
    b) Vender à NOS (SportTV) seria uma TRAIÇÃO que os dirigentes do Benfica fariam aos adeptos e sócios do Benfica.

    É importante lembrar que em grande medida Luis Filipe Vieira ganhou as últimas eleições, numa altura de pouco sucesso desportivo, pelo facto de ter prometido que não venderia os direitos à SportTV/ZON... agora SportTV/NOS.
    É hora de dizer "BASTA" ao "sistema" que dominou o futebol português nas últimas 2 décadas.

    Existindo uma boa proposta, terá de haver negociação com a ALTICE/MEO, desde que paguem o justo valor!
    Senão é preferível continuar como temos continuado... tendo a BTV premium.

    ResponderEliminar
  15. O SLB tem de negociar as melhores ofertas mas nunca abaixo dos 50M€ época por um período de 2 anos e não permitir o clube das antas chegue aos 40/50% a lagartagem 5/10% devido à sua insignificância no desporto nacional quer europeu em termos europeus. Se tal não se verificar gostamos muito de ver os jogos do SLB em casa na BTv.

    ResponderEliminar
  16. BENFIQUISTA DE GAIA02/12/15, 19:20

    nem mais ::O MARTINS ..ou nao fosse o amigo oliveira o grande amigo de vieira...os amigos nao sao para as ocasioes????engraçado e´que durante 12 anos tanto a sportv como vieira andaram tao caladinhos....pois o BENFICA recebia 8 milhoes...quem mamava o resto....para quem nao saiba ou anda distraido uma das batalhas mais feroses em defesa do BENFICA foi feita pela anterior presidente ..se calhar agora esta a pagar por isso.......A MENTIRA vence a batalha mas nao vence a GUERRA...a comunicaçao social pelo dinheiro vende-se...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O anterior presidente é q originou o prolongar do contrato com a olivedesportos por 8M...........se acha q esse acto tem algum louvor entao nem vale a pena alongar-se na conversa.....

      Ramos.

      Eliminar
    2. BENFIQUISTA DE GAIA03/12/15, 09:50

      o SR..ramos nao seja mentiroso ..fica-lhe mal....

      Eliminar
  17. ...caro SHADOWS.......bom texto, boa observação.....permite-me que te lance o desafio: pelo menos CHEGADOS AQUI,O FILIPE VIEIRA, TEM OU NÃO ALGUM VALOR.....será desta vez que te vou ler a dares um louvor ao PRESIDENTE ?....( refiro-me ao corte com a Olivedesportos)....abraço

    ResponderEliminar
  18. Bom post caro Shadows.

    Bem ilustrativo da realidade mas ficaram algumas lacunas q convem identificar, certas coisas nao aconteceram ao acaso.

    1º A Sporttv SO pagava 8M ao Benfica enquanto pagava mais a FCP e SCP por culpa da tanga do rasgar de contrato do Vale e Azevedo, convem explicar para situar bem, os outros 2 clubes ja tinham renovado contrato para valores actuais enquanto o Benfica continuava amarrado aos valores originais por acordo num processo q o Benfica perderia de certeza absoluta. Se o contrato com o Benfica ja estivesse actualizado os valores nao seriam esse absurdo.

    2º Esquceu-se de referir a facturaçao liquida da BTV, refere o montante de 40M mas nao é real, pelo menos nao é o q se facrura (vide R&C) e muito menos o resultado liquido visto q os custos estao encapotados voluntariamente.

    Tendo referencia a estes 2 pontos, eu tb concordo q nao se deve negociar nada com a Sporttv por todas e mais alguma das razoes q apresenta, mas nao entrarei no absurdo de dizer q 40M é pouco.

    Actualmente e face aos valores publicos, 40M é um valor inflacionado q compensara uma longa duraçao de contrato, e qd falo em longo refiro-me a um contrato nunca superior a 5 anos, 10 anos é um absurdo. Como li aqui acima de outro participante, a duraçao deveria ser igual á do mandato da actual direcçao para permir outro tipo de decisao á direcçao q se segue.

    Receber 40M hoje é um antecipar de facturaçao futura, e se for INTEGRALMENTE usado para abater passivo entao eu seria a favor.

    Ramos.

    ResponderEliminar
  19. Altice pelos vistos respondeu....

    450M€!!!

    O Leilão começou.

    Seria muito melhor em termos de enquadramento a Meo/PT ganhar esta luta... até porque só assim é criada uma concorrente da Sporttv.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso desagradaria muito ao amigo Oliveira, que está muito precisado de uma ajudinha!

      Eliminar
  20. Do Jogo:

    Em comunicado enviado há pouco à CMVM, a NOS informou ter adquirido os direitos de transmissão televisiva dos jogos do Benfica em casa, bem como direitos relativos à Benfica TV, por 400 milhões de euros.

    O contrato foi assinado esta quarta-feira e começará na próxima temporada, 2016/17, tendo uma duração de três anos.

    Os jogos do Benfica em casa voltarão a ser transmitidos na SportTV.

    O valor total do negócio envolve, como se disse, 400 milhões de euros, embora O JOGO esteja em condições de adiantar que a parte relativa aos direitos de transmissão dos jogos dos encarnados está algo abaixo dos 300 milhões de euros.

    Como é que é....??????

    ResponderEliminar
  21. Antes de lançarmos a BTVprimium com os jogos do Benfica em casa de forma exclusiva houve uma oferta da sporcostv (olivedesportos)de 23 milhões que nao foi aceite, tendo se dito na altura que só seria viavel negociar a partir dos 40 milhões. Logico que ano e meio depois essa premissa não é mais valida, temos um projeto vencedor e implementado e só faria sentido reverter por valores superiores a esses tais 40 milhoes. Não esquecer que nestes 2 anos por acaso fomos bi-campeões.

    ResponderEliminar
  22. http://www.slbenfica.pt/noticias/detalhedenoticia/tabid/2788/ArticleId/43892/language/pt-PT/.aspx

    « A Sport Lisboa e Benfica – Futebol SAD informa que celebrou hoje contrato com a NOS Lusomundo Audiovisuais, S.A, empresa do Grupo NOS, SGPS, para a cedência dos direitos de transmissão televisiva dos jogos em casa da Equipa A de Futebol Sénior da Benfica SAD para a LIGA NOS, bem como dos Direitos de transmissão e distribuição do Canal Benfica TV, para o mercado nacional e internacional.

    O contrato celebrado terá uma validade de três anos, com início na época desportiva 2016/2017, podendo ser renovado por decisão de qualquer das partes até perfazer um total de 10 épocas desportivas. O valor do contrato ascende a um total de 400 milhões de euros, repartido em montantes anuais progressivos.

    As partes promoverão uma conferência de imprensa, na tarde do próximo dia 10 de dezembro, para esclarecimentos adicionais.»

    Parece que sempre se avançou... resta saber em que moldes...

    ResponderEliminar
  23. Pois, cá em casa tenho a BTV com a MEO...com os preços da SportTv, lá terei de voltar a ir ver a bola ao café!!

    ResponderEliminar
  24. Segundo o Expresso os jogos valem 250 milhões durante 10 anos de forma progressiva, provavelmente no inicio menos dos 23 milhões recusados há dois anos, e a exclusividade da BTV na NOS vale 150 milhões pelos 10 anos.
    Grande negócio para agradar ao amigo Oliveira, pois a Altice até teria proposto 450 milhões.

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes