O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


O Benfica deve vender em Janeiro?

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Avatar

O que fica do jogo de ontem.

 ●  + 55 comentários  ● 

O jogo de ontem ficou marcado pelo bom resultado e pelo empenho demonstrado pela equipa em conseguir o objetivo da vitória.

Destaque para o inevitável Gaitan, cada vez mais líder e maduro, e para o Gonçalo Guedes que está em todo lado, não tem medo da bola e revela uma franca progressão jogo após jogo.

Esta campanha da Champions está a ser o que nunca foi desde Koeman: tranquila e capaz de nos fazer acreditar numa prestação mais de acordo com a história do Benfica.

No entanto, nada disto disfarça a realidade deste plantel e que ontem tornou a ser evidente.

Falta quem pegue no jogo, além de Gaitan. Muitas vezes parecia que Talisca ou André Almeida fugiam da bola.
Ontem já vimos 2 minutos de Cristante. Talvez possa ser desta que o italiano possa ter alguma oportunidade.

No ataque, Jonas é um peso morto para esta equipa durante grande parte do jogo. Por muita qualidade que tenha, e tem, a estratégia não pode estar refém de ter Jonas em campo. Se não está a produzir então tem que haver coragem de o tirar até porque um elemento a mais na zona do 10 mas que ao mesmo tempo possa descer e apoiar o meio campo é mais útil em jogos desta natureza.

Jimenez é mais um caso desta direcção. Não vale 18M de euros e apesar de ser esforçado o Benfica precisa é que ele marque golos, coisa que não faz.

Para o final fica a defesa. Eliseu e Sílvio são dois desastres à espera de acontecer. E devido às suas fracas prestações os centrais andam aos papéis. Eu não digo, como o anteriormente adorado Manuel Sérgio, que Luisão está acabado. Mas insisto em que já não pode dar ao Benfica aquilo que uma equipa com as nossas ambições precisa. Nem ele nem Jardel.

A história da treta de que faltam as rotinas defensivas serve para disfarçar a realidade. Será que jogadores pagos a peso de ouro e com anos de clube não acumularam experiência e rotinas? Ou não passam de autómatos que precisam do "chip com o input"?

Como equipa, estiveram bem e mereceram os nossos aplausos por um resultado positivo.

Mas não hajam ilusões quanto à valia individual de muitos dos nossos jogadores.

55 comentários via blogger

  1. O jogo de Ontem ficou marcado pelo esforço colectivo e algumas individualidades, principalmente Gaitán e Guedes...

    Mas foi uma boa Vitória e nos últimos anos nunca tínhamos 9 pontos em 4 jogos, e isso é de salientar nesta fase. A equipa tem de crescer, precisamos que Nelson Semedo volte rápido e que RV encontre o tal desejado 8, (Cristante ou Renato sanches na minha visão).

    Quanto a Jonas já aqui disse várias vezes, é um jogador brilhante mas começa a ser um fardo para esta equipa que a obriga a jogar em 4x4x2... e com a quantidade de jogadores que temos para o Miolo, acho que seria melhor optar muitas vezes por outros esquemas tácticos para dar mais consistência à defesa.

    Eu acredito que as coisas vão melhorar mas como dizia o outro "Dores de crescimento" e eu volto a dizer "Dores de Mudança"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dores... Isso mesmo.

      Eliminar
    2. Sim, nada contra o Jonas que é provavelmente dos menos criticáveis mas se calhar com outro esquema táctico estariamos a fazer exibições bem melhores que as que temos visto.

      Eliminar
  2. PAROU TUDO!! A campanha do Koeman foi tranquila???? Apurados no ultimo pq vencemos o Man Utd, num jogo em q demos a volta? Isso é ser tranquilo???
    Se bem me recordo dps dessa tivemos uma campanha bem mais tranquila, onde calmamente chegamos aos Quartos. Apurados em primeiro num grupo onde tinhamos outra vez o Man Utd e o Basel. Essa sim foi uma campanha tranquila.
    O treinador é q ja n era o Koeman, antes um tal de JJ.

    NMS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim foi, pois a forma como a equipa se apresentava na Europa dava para acreditar no que depois aconteceu. E aquele Manchester era só um dos melhores de sempre.

      Eliminar
    2. Concordo com bastante do que dizes, mas não exageres...por favor.

      A forma como a equipa se apresentava? Jogar com 4 centrais e fazê-lo para o 0-0 contra o Lille, vice-campeão de França num estádio lotado por portugueses é o nível do Benfica?

      Foi uma campanha sofrível, contra um Manchester que não era dos melhores, o campeão inglês era o Chelsea, título que revalidou nessa época.

      A campanha de 2011/2012 essa sim, foi tranquila.

      Eliminar
    3. Mas deu para passar, muitas vezes é preciso jogar feio para se ter sucesso.

      Eliminar
    4. A qualificação foi extremamente sofrida. N me recordo do resultado em Manchester mas lembro-me q perdemos em casa com o Villareal, ganhamos ao Lille no ultimo minuto (golo do Miccoli), fomos a Paris jogar c 4 centrais como o Tiago refere e empatamos em Espanha c a exibição da vida do Rui Nereu. Qdo chegamos à ultima Jornada, se a memoria n me falha, todas as equipas podiam passar à fase seguinte.
      Havia esperança, acreditou-se até ao fim, mas foi tudo menos tranquilo.

      A qualificação de 2011(?), essa sim foi tranquila. Creio q no ultimo jogo ja estavamos qualificados. E dps jogou-se e papou-se o Zenith sem grandes dramas.

      Claro q, por ser inesperada, a qualificação de 2007 (2006?... O tempo passa depressa) deu mto mais gozo. Mais ainda pq dps veio o Liverpool e passamos por eles.

      Eliminar
  3. Shadows, é complicado quando não se sabe a diferença entre defesa em bloco, marcação à Zona ou ao homem. O que é que achas que está a acontecer à defesa do Benfica?

    Se gostas de futebol, eu sugiro que faças uma pequena pesquisa e vás ao euvistodevermelhoebranco. Pode ser que por ser só do Benfica consigas perceber a diferença e o porquê de defenderes tão mal.

    Já agora, o Mister Palminhas passa 45 minutos ao lado de cada lateral. É mais que tempo suficiente para os corrigir, ou não fosse assim que os quer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ricardo, não é por acaso que temos sofrido tantos golos. Falhando a qualidade nas laterais, as insuficiências dos centrais ficam evidentes a todos. Em especial aos adversários.

      Eliminar
    2. Vamos lá ver,

      Sofrido tantos golos...

      O mestre da táctica este ano já sofreu mais golos que o Benfica em todas as competições, e se formos só ver o campeonato, o Benfica só tem mais 2 sofridos que eles e temos mais 2 marcados com um jogo a menos!!!

      Afinal a discrepância não é assim tanta...

      Eliminar
    3. Shadows, mas para isso ajuda uma defesa em bloco que se movimente como um todo e uma marcação à zona e não ao homem que é que se faz agora e ajudava a história da bola coberta e bola descoberta que o JJ usava. Aliás, essa é uma invenção do Arrigo Sacchi, não é do JJ.

      O que tens hoje (e é uma opção válida com bons intervenientes), é laterais colados À linha sem fazerem movimentos interiores (é para aproveitar a subida para os cruzamentos) e os centrais a fazer marcação homem a homem. É por isso que há espaços gigantescos entre os dois centrais.

      Tenta fazer um esforço e perceber que o futebol não é só pontapé para a frente. Vais acabar por gostar ainda mais de futebol e ainda mais do Benfica. Isto não é ciência nuclear.

      Eliminar
  4. "Será que jogadores pagos a peso de ouro e com anos de clube não acumularam experiência e rotinas?"

    Acho que esta pergunta diz tudo sobre o teu entendimento sobre futebol.... Quer dizer que se fores tu o treinador (e visivelmente não percebes muito da poda) e os jogadores tiverem à 10 anos no clube vão defender como os melhores do mundo?? Porque é que o Luisão com o Jesus a treinador era considerado o melhor defesa e o líder (no sentido posicional) da defesa e agora considera-se que está acabado? A resposta é qualidade do modelo de jogo, especificamente na organização e transição defensiva. E isso vai muito da qualidade do treinador, porque o momento defensivo tem muito da responsabilidade do treinador, muito mais do que o ofensivo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, não tenho ambição de ser um treinador da treta a dar lições de como treinar num programa de TV. Por isso não sinto necessidade de os imitar com tretas de transições, momentos defensivos ou linguagem técnica. Gosto de futebol e vejo o futebol de onde gosto: da bancada.

      Dito isto, porque é que com o Jesus o Luisão sempre teve um Maxi do lado dele ou um trinco a bloquear bolas à sua frente e agora que não tem jogadores com a mesma qualidade à frente e ao lado são só casas?

      Ou será que tu quando jogas à bola com os teus amigos já não lhes conheces as formas de jogar? Será que o Luisão e o Jardel estão juntos pela primeira vez?

      Quem quer fazer do futebol uma espécie de programa de computador com listas e listas de executáveis dificilmente perceberá o resto.

      E já agora: essas transições e momentos serviram para quê na Champions com o azeiteiro? Nada.

      Eliminar
    2. Shadows,

      Esquece isso porque o jogo do Tondela, que é o que o colega vai buscar no tal blog, foi um jogo teste para alguns jogadores como o Clésio, devido à exigência ser tão baixa como se viu, e nestes jogos é normal que muita coisa corra mal...
      Esse jogo também serviu para fazer descansar alguns titulares como André Almeida e Eliseu..

      Eliminar
    3. Shadows, bom ou mau sou da área do desporto e do futebol e por isso chamo as coisas pelos nomes mas não tenho ambições para ir à TV discutir futebol com quem não percebe nada de nada sobre futebol.

      É um facto que o plantel do Benfica está mais fraco, de acordo. É um facto também que a organização da equipa e o futebol da equipa do Benfica está muito mais fraco... e isso é visível e não podemos fingir que não acontece.

      Percebo toda a animosidade contra o Jesus... mas que o homem é um excelente treinador, isso é. E eu lembro-me muito bem do Benfica com Camachos e Quiques Flores... e o Jesus, quer queiram ou não, melhorou o futebol do Benfica e o seu museu com troféus. Algo que o Rui Vitória não vai fazer... mas cá estamos para ver o que acontece no futuro.

      Abraço.

      Eliminar
  5. «O Jonas é um peso morto».
    Como é que se pode discutir seriamente futebol com gente que diz isto?

    Ó Sombras, responde-me lá a uma pergunta simples: tu sabes a diferença entre uma cobertura e uma contenção?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sei a diferença entre um jogador que não toca na bola e às vezes até atrapalha quem está a tentar jogar a bola.
      NSC, a vantagem de ver sempre no estádio é que não nos limitamos a ver o que a câmara nos mostra e sempre da mesma perspetivas.

      O Jonas, com toda a qualidade que tem, muitas vezes não é mais que isso. Um peso para esta equipa pois nem se torna num finalizador nem num construtor de jogo.

      E é nesse período largo do jogo que ele mais prejudica o fio de jogo da equipa pois nem é carne nem peixe.

      Eliminar
    2. LOL o Jonas não é um finalizador nem um constructor... Pois não, é só o melhor finalizador e o melhor constructor que tens no plantel. Só.

      Eliminar
    3. O que para mim ficou do jogo de ontem foram o resultado e os três pontos.

      O resto... Guedes somou má decisão atrás de má decisão, Jiménez é até ver um central adversário e até o Gaitán estava mais preocupado em trabalhar para a transferência do que para a equipa. Talisca naquele meio campo faz com que o André Almeida tenha momentos em que parece o Pirlo, ilusão que se desvancece quando a referência, invariavelmente, fica parada enquanto a equipa se tenta reequilibrar.

      Eliseu foi, na primeira parte, apenas e só o melhor do Benfica em campo. Se isto faz dele um grande jogador? Nem por isso, mas diz muito do que foram os outros. Jonas um peso morto... Esta é daquela que vou emoldurar e quando os dias estiverem cinzentões a vou ler para me rir!

      BF

      Eliminar
    4. Mas então é aí que RV tem de trabalhar a motivação dos jogadores, e neste caso especifico de Jonas, tem de faze-lo ver e perceber que para uns jogos é melhor opcção que em outros...! E por enquanto não tem tido essa capacidade!

      Eterno 29!

      Eliminar
    5. Eterno 29, mas qual motivação? O que RV tem de fazer e por a equipa a jogar a bola, isso é que n tem conseguido fazer.
      Se estão à espera que o Jonas ande tipo barata tonta do genero "avançado esforçado" atrás dos chouriços e cruzamentos sem nexo para a área, então sim tão a olhar para o jogador errado. Se quiserem um jogador de futebol(dos 3 melhores em Portugal), que jogue e faça jogar, olhem para ele. Mas para isso é preciso ter uma equipa à volta e não outros 10 jogadores.

      Eliminar
  6. Coitado do plantel tão fraco que é só bicampeão...
    Ia dizer que desde o Koeman já fomos uma vez aos 4os e só fomos eliminados pelo futuro campeão (roubados e com o heroi cá do blog a não passar a bola a um colega quando ficava sem nunguém na baliza!).

    Como te dizem acima... quando não percebes distinguir o que é colectivo do que é individual...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembrares que foi a insistência do teu grande herói em meter outro cepo a defesa esquerdo como era o Emerson que nos fez perder o jogo em casa é que não dá jeito.

      Eliminar
    2. Sim porque nessa época perder em casa com o futuro campeão europeu era inaceitável... Na atual perder para os slimanis e adriens já é o plantel bicampeão que não serve! Coerências.

      Eliminar
  7. BENFIQUISTA DE GAIA04/11/15, 11:46

    e verdade sim ...com estes dois laterais (eliseu e silvio) e um desastre ..e um suplicio ver estes 2 a jogar.. a juntar temos o guarda-redes que va la tem agarrado umas bolitas mas raramem-te tem dado pontos ..antes pelo contrario..se as bola batem nele tudo bem ..senao e golo pela certa...portanto o BENFICA tem tres crateras bem fundas..e aqui que o BENFICA tem de se reforçar...NOTA ..o LUISAO ainda e um sr.capitao.. JARDEL ..raramente perde um lance e raçudo e faz praticamen-te de defesa esquerdo...esta e a minha visao..para MOURINHO e tambem para mim uma boa equip faz-se de traz para a frente...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não concordo com o que dizes do Júlio César. É uma mais valia para a equipa e ninguém pode esperar milagres constantes por parte de um guarda redes.

      Eliminar
    2. "se as bola batem nele tudo bem"

      Não vale a pena discutir com quem não vê os jogos....

      Eliminar
    3. Seguramente não conheces um tal de Patricio e mesmo Casillas, já comprometeram mais num jogo que JC em todos esta época...

      Eterno 29!

      Eliminar
    4. De facto o Júlio César está cada vez mais parecido com o Artur.

      Eliminar
    5. Bem, eu até entendo por se em causa alguns jogadores, mas agora Júlio César? Tem sido o nosso salvador, tantas e tantas vezes...

      Já agora sobre Júlio César, lembram-se da novela de Maxi para renovar o ano passado (está quase, não está porque faltam detalhes e tal), pois no final do ano digam xau xau ao Júlio...

      Tenho o pressentimento que se vai juntar ao amigo Lima, e também não sei porquê o compatriota Jonas segue no mesmo avião...

      Eliminar
    6. Dá a impressão que não percebes nada de bola, ou então percebes qualquer coisa, mas vens aqui ao blog só para desfazeres. Dizes-te Benfiquista de Gaia mas pareces mais um aziado.

      Eliminar
  8. Inacreditável defender a saída da Jonas da equipa. Jonas não rende porque o treinador insiste num típo de jogo que não se adecua aos jogadores que tem. Tal como no Vitória de Guimarães usa dos médios de contensão (e de vez em quando lá arrisca por Talisca e Pizzi, completamente amarrados diga-se) tal como sempre fez no vitória de Guimarães (El Adua-Moreno; André-Cafú; A. Santos-Moreno... etc). Rui Vitória nunca jogou em 4x3x3 no Guimarães de forma sistemática, usa sempre dois pivots amarrados a ações defensivas, com pouca liberdade para sair com bola e depois carrega toda a responsabilidade nos alas (Ricardo Pereira, Hernani, Alex....). Ora isto é mt bonito para quem não quer descer de divisão e para uma equipa que quando recupera a bola tem 60 metros para lançar os extremos em correrias loucas. Futebol apoiado 0. Jonas é tão bom jogador que não pode jogar num esquema de equipa pequena como aquele em que Rui Vitória se habituou a viver.
    Pior ainda a opção por pontas de lança "esforçados". Ver Jimenez nesta equipa é como olhar para o Tomané com o peso de 9 milhões de euros em cima

    Tirar Jonas da equipa daria vontade de rasgar o cartão de sócio.

    Pedro Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não estou a defender a saída do Jonas ou a deixar de o fazer. Estou sim a analisar o seu envolvimento com a equipa e que se não for útil ou sai ou se muda a forma de jogar.
      Mas estar em campo só por estar não.
      O mais importante é a equipa e não o ego de qualquer jogador.

      Eliminar
  9. O importante são os adeptos como nós sombrinhas. Que querem que o seu clube justifique a imagem que tem dele e que o distingue dos outros: futebol de qualidade, com golos, com vitórias sempre que possível. O ego do jogador é uma treta, o que importa é a sua qualidade e o que faz dentro de campo e nisso o Jonas é um exemplo.

    Sem querer queimar já o Rui Vitória até agora estamos a andar para trás.

    ResponderEliminar
  10. Creio que com o Vitória vai ser dificil. Entre muitas, espero que não tire da equipa o Guedes para entrar o Carcela........

    ResponderEliminar
  11. «O Jonas é um peso morto».

    Todo o teu comentário se resume a um "não percebo nada de futebol". Retirar o melhor jogador da equipa?! Que tal meter essa equipa jogar futebol em vez de brincar aos cruzamentos para a área? Se calhar o problema não é o tempo que o Jonas passa alheado do jogo, mas o inverso! O nosso jogo quase que exclui o nosso melhor jogador e isto, para mim, não faz sentido. E isto não tem a ver com vacas sagradas, se estiver infeliz nas suas acções também pode ser substituído...

    Mais, culpar o que quer que seja nesta defesa com a fraca qualidade dos laterais também diz muito do que percebes do jogo... Eu e outros já o dissemos aqui, o problema não é tanto do individual, é do colectivo que é fraco. A defesa está sempre demasiado exposta e isso não tem a ver com a qualidade dos jogadores nem com a táctica (o famoso 4-4-2), tem a ver com o modelo e jogo.

    Shadows, a informação está ai. É só fazeres umas pesquisas no Google que a encontras, não precisas espalhar ignorância porque para isso já chegam os programas de TV sobre "futebol"...

    ResponderEliminar
  12. 1. O Benfica SÓ precisa de contratar um defesa esquerdo, de qualidade, de futuro, que possa competir com o Eliseu para o lugar.

    2. O Benfica tem números 8 e pagou bem por eles: Talisca, Pizzi e Renato. O clube não se pode demitir de fazer evoluir estes jogadores. Não é admissível a política do “mete a jogar, não dá, dispensa-se” ou “os jogadores têm de puxar por si, não aproveitam a oportunidade, dispensa-se”. Nem os tempos estão para isso, nem os jogadores são todos iguais.

    3. Talisca não é um grande n.º 8. Neste momento, fosse qual fosse o treinador, nunca seria um grande n.º 8. Tendo dito isto, tem potencial para, com a devida distância, tornar-se num jogador à imagem de Yaya Touré. Tem qualidades físicas e técnicas capazes de o tornar num caso seríssimo do futebol mundial. Para começar por se afirmar no Benfica, precisa de, fundamentalmente, aumentar a sua inteligência de jogo. Pensar mais e melhor. Antecipar. Interiorizar automatismos. Perceber o que a equipa e o jogo pedem. Pedir e ter mais bola. Ganhar confiança.

    4. Isto e muito mais não se alcança jogando a espaços ou colocando o ónus nas mãos do jogador. Fazê-lo é não perceber que os jogadores são todos eles diferentes. Talisca (como outros no plantel) não é jogador para ser deixado à sua livre responsabilidade de agarrar ou não a oportunidade. Por tudo o que foi e é investido no jogador, este tem necessariamente de agarrar a oportunidade. Cabe aos responsáveis do clube mostrar-lhe o melhor caminho para tal. Ele é a peça que tem faltado no meio-campo.

    5. Raul. Trabalha, pressiona imenso os adversários (ainda que individualmente, sem noção dos tempos de pressão colectivos), corre que se farta, está a tentar provar que merece todo o esforço investido nele pelo Benfica. Entre outros problemas, tem um que define um avançado: não tem golo. Pelo menos para já, Raul não tem golo. Cria lances, tem boas oportunidades, mas golos… nem vê-los.

    6. Já Mitro é menos solidário (porque não tem as mesmas características), mas ontem, provavelmente, teria bisado. É hoje mais jogador, mais avançado, mais matador, vê-se que tem escola e confiança nas suas capacidades. Raul treme, é ansioso, mas casa melhor com um Jonas que pouco trabalha no capítulo defensivo. Ter 2 avançados (Mitro e Jonas) pouco acutilantes e solidários no capítulo defensivo, provavelmente fragilizaria ainda mais a equipa naquele aspecto. Ainda assim, vai-me custando, neste momento, ver Mitro no banco.

    7. Por fim, Luisão. El capitan. Calma nos elogios quando começam a colocar numa mesma frase Luisão e Senhores como Coluna e companhia. Muitos foram os valorosos atletas de classe e dedicação admiráveis que estiveram toda uma vida no clube e ajudaram a solidificar os seus alicerces, atingindo feitos e marcas que, infelizmente para o Luisão e todos nós, ele não alcançou. Tendo dito isto, é uma referência do futebol do Benfica do século XXI.

    8. E não, não está acabado (ou, como de uma forma tremendamente deselegante um adepto/comentador afecto ao FC Porto colocou a coisa – “morto”). Luisão teve um excelente desempenho ainda na época passada, sendo fundamental nas conquistas tidas. Não desaprendeu em meia dúzia de meses. O problema do Luisão não é individual, é colectivo. Quem de direito nos rivais sabe-o, assim como tem plena noção da importância do jogador para o balneário, adeptos e clube. E por isso vai pressionando para vê-lo o quanto antes fora dos relvados. Cabe-nos a nós não ir na cantiga.

    RedMist

    ResponderEliminar
  13. Vejamos : O Silvio, o Eliseu, o André Almeida; o Talisca, o Jonas, o Luisão, o Jardel , nenhum deles serve. Imagino que também podiamos acrescentar o Pizzi. Então se estes jogadores foram todos campeões o ano passado porque razão deixaram de prestar de um ano para o outro? o que mudou? será só a saída do Lima, do Máxi? A ausencia do Salvio? Tenho cá a impressão que não.

    ResponderEliminar
  14. "O Jonas é um peso morto"

    E pronto, e depois temos coisas destas... e ainda se admiram que haja gente que acredita que o futebol depende da raça, da vontade e do querer... disso e da sorte.

    Enfim.

    ResponderEliminar
  15. " No ataque, Jonas é um peso morto para esta equipa durante grande parte do jogo "

    Ainda consegui chegar até aqui.... depois,adeus porque tenho mais que fazer :)

    ResponderEliminar
  16. Shadows nao sejas mausinho o Eliseu ontem tirou um golo certinho ao Galatasaray nos ultimos instantes do jogo dava-lhes o empate,sabemos que nao defende bem mas este jogador nao e tao mau como o pintas,o Silvio pronto tambem nao me convence,agora o Jonas please give me a break,ele na minha opiniao esta em todo o lado na frente de ataque e o que mais remata e marca,do Jimenes no me gusta ainda nao me convenceu nao marca golos como alguem ai escreveu.

    ResponderEliminar
  17. Caro Chadows,

    No ano em que Koeman treinou o Benfica a campanha da Champions foi interessante porque fomos aos 4ºs de final depois de nos 8ºs eliminarmos o Liverpol com duas vitórias, mas na fase de grupos somamos 8 pontos num com grupo com Villareal, Lille e Manchester United.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fizemos uma merda de época no Campeonato e na Taça com o Koeman, safou-se a Supertaça e os quartos da Champions.

      Eliminar
  18. Shad! Tu ontem estavas ao meu lado a ver o jogo, ouvi essa conversa todo o jogo.
    Respeito, e concordo que a equipa tem muita dificuldade na construção de jogo, talisca sempre escondido, sem poder de choque e sem perfume, contínua a faltar muita coisa é claramente o Benfica continua sem praticar um futebol organizado, simples, seguro, é tudo muito no limite, isso não basta. Não estou a criticar o Vitória, necessitamos do libidium rápido, o motor não arranca, e o Paulinho sabe muito disto!

    ResponderEliminar
  19. A sério q acabei d ler isto?! Jardel é o melhor central a jogar em Portugal, Sílvio está claramente a voltar ao nível anterior à lesão, Jonas anda cansado mas anda cansado, eliseu não comprometeu.. André Almeida a fugir da bola?!? Wtf? Sempre a dar a cara ao jogo, sem medo. Talisca não é a posição dele, ali não pode arriscar como gosta mas isto trabalha se. Enfim

    ResponderEliminar
  20. Ou seja pela Sua visão...servem Gaitan, Gonçalo Guedes e Julio Cesar....
    O resto são pesos mortos?

    É o apocalipse então....Precisamos de uma equipa nova...

    ResponderEliminar
  21. O Jardel ser o defesa em melhor forma diz tudo sobre a qualidade da nossa defesa. Mas Sílvio ontem, não fosse o corte disparatado para fora que antecede o golo do Gala, e teria feito a melhor exibição da temporada. Em forma, já o disse, é um defesa de grande categoria. O problema são os joelhos...
    O mesmo para Eliseu. Nunca nos levará à glória, mas a seguir a Jardel é o que tem estado mais certinho. Defensivamente a anos luz do rendimento da época passada.
    De resto, vejo um onze com muito potencial, mas que no imediato terá dificuldades contra equipas de maior valia que o Gala. O 4-3-3 para jogadores como o Talisca, daria um jeitaço muito grande. E aí há a questão do Jonas, que verdade seja dita, jogos Champions, não se chega às performances do Gaitan. Mas para já, merece ser indiscutível.

    ResponderEliminar
  22. Continua-se a achar que o problema é individual e por isso este texto é igual a zero... Quando se acha que o problema é Jonas, ou é o Talisca ou o Pizzi, depois será o Cristante e por aí adianate não passaremos disto...

    O problema é a equipa num todo, é o seu conjunto e a sua falta de organização defensiva ou ofensiva.

    Hoje joga o Talisca a 8, amanhã já joga a segundo avançado, depois já joga a extremo. O Pizzi hoje joga a 8 amanhã joga na direita e é esta falta de ideias que me assusta. Se Talisca é para jogar a 8, então que jogue sempre para ganhar rotinas na posição. que se trabalhe a agressividade e posicionamento do jogador, que se trabalhe o timming de desarme, de contenção e de pressão, mas que deixe de andar a pôr o homem em todo o lado.

    Ontem Talisca esteve muito bem e fez aquilo que nem Samaris ou André ALmeida conseguem fazer, organizar, apoioar, dar linha de passe entre linhas, virar o centro de jogo mas continuo a achar que está demasiado amarrado, precisa de se libertar das amarras tácticas e aparecer mais no último terço do terreno.

    Se Rui Vitória quer insistir num esquema com dois avançados, então que opte pelo 4x4x2 em Losango, com Samaris no verttice recuado(6), Talisca no vértice avançado(10), Gaitan na direita e Guedes na esquerda.

    ResponderEliminar
  23. Na minha opiniao o eliseu jogou bem ontem, fez uma grande intervencao no fim do jogo, com o luisao. O silvio esta a subir de forma, nao percebo a implicacao em relacao a ele. Na minha modesta opiniao o talisca tem um grande potencial, no ano passado deu-nos alguns pontos e marcou grandes golos. Para mim vai ser um jogador de categoria ainda defende mal, mas pode evoluir. Todos vemos lacunas na equipa acho que falta um bom lateral, sobretudo se o carcela continuar a entrar bem no jogo. Gostava sobretudo de ver o taarabt, tem uma boa tecnica e pode desequilibrar estando bem.

    ResponderEliminar
  24. O talisca deve ter uma grande Cunha, para jogar ao nível de Luisão, Jardel, Gaitan, Júlio César, André Almeida (esse sim, é um operário, sempre a ser criticado, na minha opinião mal) e já não vou mais longe, é preciso jogar mais. Só com grande Cunha, infelizmente , o talisca tem lugar.



    ResponderEliminar
  25. Foi mais do mesmo: processo defensivo mais permeável que um queijo suíço bombardeado pelo ISIS, muitos passes falhados porque o portador da bola tem 0 a 1 linha de passe disponível, ligação directa defesa-ataque com passes de 40 metros pelo ar (que têm muito maior probabilidade de falhar), obsessão com as linhas laterais, proibição do jogo interior e do futebol apoiado, dependência da genialidade individual de Gaitán (SOBERBO ontem) e Jonas...

    Umas vezes ganhamos, outras perdemos.
    Mas o Benfica não é o Guimarães, tem que ganhar (quase) sempre.

    Ontem o resultado foi bom.
    Mas continuando a jogar como ontem, vamos continuar a perder com frequência.

    ResponderEliminar
  26. Concordo com praticamente tudo, menos o comentário sobre Jardel. Se por um lado, quando tem a bola nos pés, nunca sabemos bem se irá para um colega, um adversário, acertar na testa do árbitro ou para o piso 1, a defender o homem é enorme, em todos os aspectos, posicionamento, um-para-um, antecipação, marcação, velocidade, jogo aéreo. Será ele o substituto de Luisão.

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes