O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Qual vai ser o resultado do Derby?

sábado, 11 de julho de 2015

Avatar

Finanças: Investimento no Pós-Campeonato 2009/2010

 ●  + 56 comentários  ● 
Costuma-se dizer que a humanidade deve revisitar a história, para evitar repetir os erros do passado.
Em 2009/2010 o Benfica conquistou o Campeonato, na 1ª época de Jorge Jesus, com um futebol de ataque, bonito e dominador. Foi o "auge" para os adeptos do Benfica que já não ganhava o campeonato há alguns anos. Nessa altura pontificava uma "Dream Team" composta por Quim, Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, Fábio Coentrão, Javi Garcia, Ramires, Di Maria, Aimar, Cardozo, Saviola.
O que aconteceu nas épocas seguintes? TRI-CAMPEONATO para o Porto!
Como é que é??? Então e a "Super Estrutura" do Benfica não existia na altura?
Claro que existia, mas uma "Super Estrutura" de nada serve se não "souber" ou não "quiser" analisar o que se passa com os "rivais".
"Quanto às contratações feitas pelos nossos adversários, eles saberão, e certamente que o sabem bem, aquilo que estão a fazer. Portanto, não penso que seja nossa responsabilidade nem dever estar a fazer qualquer comentário em relação à concorrência. Cada um segue o seu caminho, estamos satisfeitos com o nosso"
(Domingos Soares de Oliveira - Director Executivo da Benfica SAD, 10-07-2015) (Link das declarações)



2010/2011
Benfica - O Benfica deixa sair 3 titulares (Di Maria, David Luiz e Ramires) por propostas irrecusáveis, e atendendo a essas saídas apostaram em Roberto, Sidnei, Salvio (por empréstimo) e Gaitan, etc. numa época onde o Benfica investiu 35M€.
Porto - O Porto investia num excelente treinador (André Villas Boas) e contrata Moutinho, Walter, James Rodriguez, Otamendi, etc. numa época onde investiram 40M€, deixando sair Bruno Alves e Raul Meireles. Com um 11 titular competitivo: Helton, Fucile, Rolando, Otamendi, Álvaro Pereira, Fernando, Moutinho, Belluschi, Varela, Hulk, Falcão, o Porto conquistou o campeonato com 21 pontos de avanço.
2011/2012
Benfica - O Benfica deixa sair 3 titulares (Coentrão, Salvio (finalizou o empréstimo) e Roberto que tinha falhado no Benfica). Apostou em muitas e boas contratações: Witsel, Bruno César, Enzo Perez, Garay, Capdevilla, Matic, Emerson, Artur, Nolito, etc. numa época onde o investimento rondou os 30M€. O 11 titular era composto por Artur, Maxi Pereira, Luisão, Garay, Emerson, Javi Garcia, Witsel, Gaitan, Bruno César, Cardozo, Rodrigo, e o Benfica dava-se ao luxo de não colocar no 11 titular, que mais vezes jogou, os seguintes jogadores: Capdevilla, Matic, Enzo Perez, Nolito, Aimar, Saviola.
Porto - O Porto perde André Villas Boas para o Chelsea, aposta em Vítor Pereira, e para fazer face ao forte investimento do Benfica, em quantidade e qualidade, ainda investe mais e mantém as principais figuras, perdendo apenas Falcão. Nesta época o Porto investiu 50 M€ em reforços (Danilo, Alex Sandro, Defour, Mangala, Kleber, Otamendi, Lucho, Janko), e investiu ainda mais 20M€ em aquisições de percentagens de passes (Hulk, Moutinho e James Rodriguez), de forma a manter esses jogadores no plantel. Com um investimento tremendo (70M€) o 11 titular do Porto era constituído por Helton, Danilo, Otamendi, Rolando, Álvaro Pereira, Fernando, Moutinho, Lucho, James Rodriguez, Hulk, Janko, e ainda se dava ao luxo de não colocar no 11 titular Maicon, Mangala, Alex Sandro, Defour, Varela. O Porto conquistou o Bi-campeonato com 6 pontos de avanço, e na época seguinte beneficiando do super-investimento desta época conquistou o Tri-Campeonato.
Então afinal como é que a "Estrutura" do Benfica deixou o rival conquistar o Tri-Campeonato (2010-2013)?????
A Resposta é "óbvia": Ter um bom treinador, estrutura, e bons jogadores de nada adianta se a concorrência também tiver bons treinadores, estrutura, e ainda investir mais em jogadores de qualidade.
Se 2 estruturas tiverem qualidade, se 2 planteis tiverem bons treinadores ... no final ganham os melhores jogadores em campo.

De 2010 a 2012, o Benfica investiu 65M€ em contratações e o Porto investiu ainda mais: 110M€.
"Aqueles que não conseguem se lembrar dos erros do passado estão condenados a repeti-los".
(George Santayana)

56 comentários via blogger

  1. Ora aí está. .. Mas o Porto não fez "All in"... e ainda continua...?
    Que não cheguem 4 reforços de qualidade e depois veremos o que vai acontecer...
    Medir a situação por aquilo que aconteceu no ano passado pode ser uma verdadeira ccatástrofe...
    Em todo o caso o Porto tem de ser campeão... Faz parte do guião. .. O Vieira que responda... Tem até 31 De agosto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já em 2010-2012 o Porto tinha feito um "All in", e resultou em 35M€ de prejuízo em 2011/2012.
      Depois no exercício de 2012/2013 venderam imenso, e como tinham adquirido muitos e bons jogadores, começaram a apostar nos suplentes que tinham custado muito dinheiro, e mesmo assim conseguiram o 3º campeonato seguido.

      O "All-In" actual resultou em 40M€ de prejuízo em 2013/2014, e se não fosse as vendas de Danilo e Jackson à última da hora teriam sido outros 40M€ de prejuízo em 2014/2015.
      E veremos o que se passa com Jackson. O Presidente do Atlético de Madrid ontem afirmou "desconhecer" Jackson Martinez. Afinal tinha sido vendido a 30 de Junho pela "cláusula", ou não???? :)))

      Na época passada 2014/2015 foram feitas apostas via %'s de passes e empréstimos... Brahimi (50%), Aboubakar (30%), Herrera (vendidos 50% a fundo), Casemiro (emp.), Oliver (emp.), Tello (emp.).

      Na presente época 2015/2016 continuam as %'s de passes, via fundos e custos zero. Além de Imbula (20M€ via fundos), Danilo, e os quase confirmados Casillas e Maxi ("custo zero" a ganharem 5M€/Ano e 4,5M€/Ano) ... ainda deve chegar o substituto do Maicon, o substituto do Alex Sandro, o substituto do Oliver e o substituto do Jackson.
      Querem Rudiger, Mendy ou Amavi, Rafa Silva ou Lucas Lima, Llorente ou Drogba.

      Eliminar
    2. Pois... Caberá aos responsáveis do SLB acertarem nas contratações decisivas. Creio que este vai ser o verdadeiro ano do Talisca.

      Eliminar
    3. E era esse sistema que querias Eagle? Eu acho graça: ou temos o passivo demasiado alto, ou não apostamos na formação, ou vendemos meia equipa ou não compramos ninguém... Há sempre choradeira...

      Eliminar
    4. O Benfica tem de investir 35M€/Ano em 3 ou 4 titulares indiscutíveis em vez de gastar em 10 ou 20 jogadores dos quais se aproveitam poucos.

      3 ou 4 titulares indiscutíveis, reforços de craveira internacional + jovens da formação, em cada época.
      É esse o "sistema" que defendo há muito tempo.

      Eliminar
    5. Teorias há muitas. Nos anos pós André Vilas Boas quantos erros de arbitragem deram campeonatos ao FCP?
      Quantos pontos perdemos só porque Jesus era medricas? E a aquela teoria que Pinto da Costa ganharia umas vezes e o Benfica outras tantas?
      Qual a tua teoria para o ano passado? O Benfica tinha 4 ou 5 jogadores de qualidade? Ai é verdade, tinhamos JJ! Não me venham com merdas.

      Eliminar
    6. No ano passado abdicou-se da "europa", como já referi noutro comentário.
      O Benfica não pode dar ao luxo de abdicar da europa.
      Tem de ter plantel para atacar as 2 frentes (competições nacionais + competições europeias)

      Eliminar
    7. O Benfica nã abdicou da europa, JJ não foi competente para continuar, essa é a verdade! Em todos os jogos o adversario nao foi melhor.

      Eliminar
  2. O Porto com um central top, mais a contratação do Maxi, ficará com um onze top 10 europeu. Com muita qualidade mesmo. Agora, jogadores só por si, não ganham títulos. Ao Porto, falta-lhes algo importantíssimo: Mística. Basicamente não tem ninguém no plantel que possa transmitir o que é realmente o Porto, á parte do Helton. E isso, claro, é uma grande vantagem para Benfica e Sporting.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se todas as contratações do Porto se confirmarem:
      FCP: Casillas, Maxi Pereira, Martins Indi, Rudiger, Mendy, Danilo, Imbula, Lucas Lima, Brahimi, Tello, Aboubakar ou Llorente.
      SLB: Julio César, Silvio, Luisão, Jardel, A. Almeida, Fejsa, Samaris, Carcela, "Substituto do Gaitan", Jonas, Lima.

      O possível 11 titular do Porto poderá representar um investimento de 100M€ e do Benfica representa um investimento de 50M€.

      Contra factos nem pode haver argumentos.

      Coloca o plantel do PSG ou do Man. City a fazer 50 jogos com o Benfica, e se o Benfica ganhar 5 jogos já se pode dar por contente.
      Esses clubes não tinham "mística".

      Existindo boas estruturas e treinadores, o que desequilibra a balança é o investimento em jogadores.
      Sempre foi assim e sempre será.

      Eliminar
    2. Já agora, é preciso contar também com os rivais da 2ª circular:

      SCP: Rui Patrício, Ricardo Esgaio, Paulo Oliveira, "Douglas", Jefferson, William Carvalho, Adrien Silva, Carlos Mané, Bryan Ruiz, Fredy Montero, Slimani ou "Teo Guitérrez".

      Eliminar
    3. Eagle,para si o plantel do slb é curto para ser campeão?

      Eliminar
    4. Actual plantel, tal como o da última época é curto para competições nacionais + competições europeias.
      No ano passado a competir na europa até mais tarde, duvido que o plantel desse para ser campeão.
      O próprio ex-treinador do Benfica admitiu isso quando ainda era treinador do Benfica.

      Eliminar
    5. Como é? "Se se confirmarem as vendas do Porto"? Então e se se confirmar o Coentrão o Mitrovic o Rafael e o Chicharito?

      "Existindo boas estruturas e treinadores" logo aqui estamos em clara vantagem. Melhor estrutura e melhor treinador.

      Eliminar
    6. Vai mesmo vir isso tudo.

      O Benfica neste momento tem um 11 titular onde investiu 50M€ + jovens da formação e prospecção como alternativas.

      Concordo com as alternativas, discordo por completo do 11 titular.
      Faltam pelo menos 4 ou 5 titulares de indiscutível qualidade internacional.
      Laterais, Extremo, Avançado.

      Pelos nomes que aponta, concorda comigo quanto às lacunas do 11.
      O problema é chegarem os reforços.

      Quanto a isso da melhor estrutura e melhor treinador... veremos em Maio.

      Eliminar
    7. Eu considero, Fejsa, Luisão, Júlio Cesar, Sílvio, Gaitan, Jonas, jogadores de excelente nível, caso estejam em forma, obviamente. Destes se juntarmos as afirmações de Carcela, Jardel ou mesmo do Lisandro, e do Pizzi, ficaremos com um onze forte a todos os níveis.
      O Benfica só terá um grande problema para resolver, caso o Jonas ou o Gaitan saiam, e não venha nenhum craque substitui-los. Mas como não nos encontramos nessa situação, para já, estou satisfeito com as manobras.
      Em relação à saída do Salvio, que tanto te assusta, digo-te sinceramente que 20 milhões já seria uma excelente venda. É um jogador que em termos de crescimento futebolístico, tem sido 0. Não o considero melhor do que era na sua primeira passagem por cá. Agarra-se muito à bola, e toma constantes más decisões. Foi pena, não ter sido Gaitan a lesionar-se em vez do Toto. É bom para a Liga Portuguesa. Fora disso, deixa-me dúvidas.
      ------
      Mas gostei daquela tua análise.
      " 3 ou 4 titulares indiscutíveis, reforços de craveira internacional + jovens da formação, em cada época.
      É esse o "sistema" que defendo há muito tempo."
      É uma ideia que me agrada muito. Faz propaganda que merece relevo.
      ----
      Do onze que apresentas do Sporting, penso que não será assim. João Mário colocará Adrien no banco, e o Teo é para jogar nas costas do Slimani como faz na seleção colombiana.

      Abraço

      Eliminar
    8. Chicarito, seria o avançado perfeito para jogos Champions. Admira-me o Porto não estar interessado nele. Se o Gaitan sair para o Man Utd, Chicarito deveria ser incluído.

      Eliminar
    9. Mesmo que o Carcela seja um jogador consistente, algo que o Taarabt não tem sido, ficam a faltar 3 titulares indiscutíveis.
      O prioritário para esta época, na minha óptica, seria um lateral, extremo, avançado.

      Rui Vitória, na entrevista que deu ao Record, concordou com a questão dos extremos e avançado.
      Curiosamente não referiu a necessidade de pelo menos 1 lateral. As opções actuais parecem-me curtas para actuar numa Champions.
      Abraço.

      Eliminar
    10. Oh Jongen maxi e top 10 europeu na mesma frase? Tu deste-te ao trabalho se pensar no que disseste? Vou-te dar uma ajuda: Espanha- Real, Barça, Valencia, atletico; Itália. Juve, Roma; França; PSG; Alemanha: Borussia, Bayern; Rússia; Zenit; Inglaterra; Chelsea, Liverpool, MU, M city, Arsenal. Vês nestas equipas algum plantel pior que o do porto? Vês aqui algum deles com DD inferior ao maxi? Enfim.

      Eliminar
    11. Importante era contratar 1 ou 2 medios centro TOP

      Eliminar
  3. Ruyz e Teo?
    Temos o Lima e o Jonas não te preocupes.

    ResponderEliminar
  4. Esqueci-me do jonathan Rodriguez ;)

    ResponderEliminar
  5. Este início do campeonato vai ser outra bela treta sem o Salvio e o Gaitán. Mesmo o Di Maria quando chegou não era nada de especial e teve de adaptar-se. Mas quando saiu a equipa perdeu muita velocidade na ala esquerda. Quando o Ramires saiu a época também foi um "ai Jesus" dada a velocidade superior do Ramires desequilibrar e favorecer os ataques na ala direita.
    Com o Salvio lesionado e ninguém saber quem vai ser o substituto à altura do Gaitan, a época não inspira positivismo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo consigo que as alas são o ponto mais fraco do 11 titular do Benfica... com a lesão de Salvio, possível saída de Gaitan, saída de Maxi e Eliseu a titular.

      Eliminar
    2. O ponto fraco do Benfica é o meio campo, o Pizzi (que é capaz de ser o melhor) não tem comparação com witsel, enzo, oliver, etc

      Eliminar
  6. Não sabia q comprar percentagens de passe é considerado reforço de equipa. É uma pena o benfica já ter 100% dos passes dos jogadores senão podia comprar mais 20% do gaitan e assim de certeza ficavamos mais fortes para atacar o tri.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se um jogador vier emprestado e depois for adquirido (exemplo Salvio) isso é "investir" no Plantel.
      Se um jogador tem 50% do passe adquirido e depois se adquire outros 50% para evitar a sua venda, isso é "investir" no Plantel.

      Se "não sabia", fica a saber.

      Eliminar
  7. O porto o ano passado também investiu muito e segundo muitos tinha o melhor plantel...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maxi, Salvio (lesionado) e Gaitan.
      Serão pelo menos 3 perdas fundamentais no 11 titular.

      Eliminar
    2. Quantos titulares perdeu o Benfica a época passada???

      Eliminar
    3. Em 14 meses só vai sobrar o Luisão, Fejsa, e quiça o Lima, de "Titulares"

      Eliminar
    4. A época passada o Benfica perdeu os seguintes titulares: Oblak, Siqueira, Garay, Markovic e Rodrigo. E ainda boas alternativas como Cardozo e André Gomes. Em Janeiro perdeu o Enzo. Mesmo assim o Benfica não morreu. Além disso ainda teve o azar de ter Fejsa, Sulejamani, Ruben Amorim e Sílvio com lesões muito prolongadas... O Benfica fez uma boa época a nivel interno. A nível externo tivemos azar com o grupo da liga dos campeões e azelhice do JJ por exemplo no jogo da Rússia em que deveria ter segurado o empate que permitia ao Benfica na última jornada ainda discutir o apuramento em casa com o Leverkusen, pelo menos para a Liga Europa.
      Os titulares hoje são uns, amanhã são outros.
      De relevo no plantel campeão da época anterior apenas saiu o Maxi. O Maxi não está a caminhar para novo e ainda me lembro do filme que foi a renovação anterior do Maxi e a sua baixa de rendimento a seguir à renovação, portanto não acho que seja uma perda do outro mundo. Mais preocupado fico com a lesão do Sálvio, isso sim é grave.

      Eliminar
    5. Na época passada, a má prestação europeia "foi azar" foi.
      Se o Benfica estivesse nas 2 frentes (nacional e internacional), não ganhava nada.
      Não tinha plantel em dimensão e qualidade para tanto.

      Eliminar
  8. Acalmem mas é a passarinha ó treinadores de bancada.Deixem poisá-los que a malta cá os espera.
    CARREGA BENFICA RUMO AO 35.

    ResponderEliminar
  9. Esqueces-te de COMO o Porto ganhou esses campeonatos.

    2010-2011 - Vilas Boas começa o campeonato com 9 pontos de avanço em 4 ou 5 jornadas. Pénaltis por assinalar eram todos os jogos. A partir de Outubro foi só gerir a vantagem sobre Braga e Benfica. O primeiro mês de campeonato foi simplesmente vergonhoso.

    2011-2012 - Benfica com 5 pontos de avanço perde-os em dois jogos consecutivos com arbitragens vergonhosas antes de receber o Porto na Luz e aparecer uma expulsão e um Maicon em fora de jogo.

    2012-2013 - Unica época em que o Benfica podia e devia ter feito dentro de campo, no jogo com o Estoril e depois o descalabro do minuto 92 e do Kelvin. Aí ng se lembro do Roderick Miranda, jogador de formação, ter dado um campeonato ao FC Porto.

    Estamos sempre a falar no sistema e na fruta e escutas. Desses 3 anos só houve um campeonato em que o Porto venceu de forma limpa e mesmo assim foi preciso o Kelvin, o Roderick e o minuto 92 da penultima jornada do campeonato.

    Nestes 6 anos o Benfica poderia e deveria ter ganho pelo menos 4 e não 3. E tinha tudo para ganhar 5 deles, se não fosse a "Super-Estrutura" azul que contemplou algo que a nossa não deve sequer pensar: Pedro Proença, Olegários e companhia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excelente comentário.

      Eliminar
    2. Sim sim, os 110M€ investidos no plantel de 2010-2012 não ajudaram além dessas ajudas dos homens do apito????
      Quanto à época do André Villas Boas, com 21 pontos de avanço ... referir arbitragens parece-me forçado.
      Essa época 2010-2011, foi a única, desde há muito tempo, em que foram claramente superiores a nível nacional e internacional.

      Eliminar
    3. 21 pontos porque o jj desistiu pura e simplesmente do campeonato a partir de certa altura, convencido que ia à final da liga europa

      Eliminar
    4. O dinheiro claro que ajuda muito, mas os amigos do apito ajudam ainda mais...
      2011/2012 foi um ano de grandes roubos. O Benfica seguia tranquilamente na liderança e de repente tudo virou ao contrário. Foi a Guimarães depois do jogo do Zenit e perdeu 1 a zero com o golo a ser obtido através de um livre em que não existe qualquer falta. Segue-se a Académica em mais um roubo escandaloso com foras de jogo e penaltis... Depois segue-se o jogo do proença e do maicon e sobre esse nem vale a pena falar... Depois ainda nessa época, na sequencia da eliminação do Benfica em Londres nos quartos de final da liga dos campeões o Benfica vai a alvalade e logo nos primeiros minutos há um penalti sobre o Gaitán que o árbitro ignora e parece-me que também houve outro sobre o Luisão e ainda as muitas faltinhas que o soares dias decidiu ignorar... O Benfica terminou essa época a 6 pontos do porto, portanto simplificando as coisas caso o proença não tivesse roubado o Benfica no jogo contra eles no minimo ficavamos com os mesmos pontos deles, tinhamos empatado no ladrão, logo a conclusão parece simples. De referir também que nessa época os corruptos tiveram apenas um penalti contra que aconteceu depois do João Gabriel dizer que eles eram a única equipa na Europa que não tinha penaltis contra. O João Gabriel falou e na jornada seguinte quando o porto ganhava por 3 a zero ao nacional o arbitro marcou um penalti contra o porto...

      Quanto à "maravilhosa" época do vilas boas e dos seus 21 pontos esses ainda são mais simples de explicar. Nas primeiras 4 jornadas o Benfica foi fortemente prejudicado em 3 e os corruptos sendo levados ao colo com navais e rios aves. No inicio de setembro o Benfica já estava a 9 pontos dos corruptos e então o destino do campeonato já estava mais que traçado... Mesmo assim o Benfica lá foi andando e conseguiu uma série de 18 ou 19 vitórias seguidas em todas as competições, andando a 8 pontos do porto foi a braga e mesmo com esta distância pontual foi mais uma vez espoliado, depois seguiu-se a desmotivação da equipa e a má rotação de jogadores por parte do JJ. Sem as ajudas dos fatores externos não sei se o Benfica tinha sido ou não campeão, mas que tinha dado luta isso tinha.

      Eliminar
    5. Nem mais, a malta que acredita que tudo se resume a André Vilas Boas e Vitor Pereira é a mesma que após o Benfica manter a mesma equipa bi campea faz posts a levantar desconfiança e com medo do Casilhas, da torre do Lopetegui, do Imbula, do novo equipamento do FCP, etc....deixem se de merdas e tenham lá calminha que os rivais é que são vice campeoes, teem de "ganhar" os adeptos, os patrocinios e confiança....

      Eliminar
  10. Não percebo, és um gajo que é especialista em Finanças e são esses os números que tiras dos RC ? 65 milhões ???
    pág 137 RC 2010/11 - 49,75M
    pág 137 RC 2011/12 - 47,42M
    pág 145 RC 2012/13 - 53,72M
    Olha que os factos chocam um bocado com essa narrativa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Engraçadinho"

      1º aspecto - o R&C vai de 1 de Julho a 30 de Junho do ano seguinte.
      No mesmo verão existem vendas registadas no exercício anterior, e vendas registadas no exercício que inicia.
      Como tal a análise não pode ser feita baseada nos R&C.
      É preciso perceber quais as contratações da época anterior e da época que se inicia.

      2º aspecto - como referi no post anterior (http://geracaobenfica.blogspot.pt/2015/07/financas-investimento-em-contratacoes-e.html) esses 65M€ são o valor pago a clubes ... "(fora prémios de assinatura, comissões a empresários e "custos zero".)"
      Juntando prémios de assinatura, prémios de renovação, comissões a empresário e custos zero, os valores de investimento são sempre superiores aos valores pagos aos clubes.

      Apesar da diferença temporal entre épocas e exercícios económicos, se formos analisar o Porto
      RC 2010/11 - 59,7M
      RC 2011/12 - 64,3M
      RC 2012/13 - 46,5M
      TOTAL 170,5M€ do Porto vs 150,9M€ do Benfica.

      O Benfica só foi Bi-Campeão com:
      2013/2014 - 40,5M€
      2014/2015 (9m) - 33,9M€

      Porto
      2013/2014 - 18,8M€
      2014/2015 (9m) - 49,6M€
      TOTAL - 74,4M€ do Benfica vs 68,4M€

      Quando o Porto teve um "ciclo" de maior investimento ganhou um Tri-Campeonato.
      Quando o Benfica teve um "ciclo" de maior investimento ganhou um Bi-Campeonato.

      Na época onde existiu uma maior diferença entre os 2 clubes, 2013/2014 40,5M€ vs 18,8M€ foi a época onde o Benfica ganhou "fácil" e o Porto se afundou.

      Agora o Benfica decidiu, por sua livre espontânea vontade, desinvestir no Plantel... enquanto que o Porto está a investir "forte" no Plantel.
      Se o resultado for igual ao passado já se sabe o que está para acontecer: Porto campeão e Benfica a lutar para não ficar em 3º classificado.

      Eliminar
    2. Porto
      pág 64 RC 2010/11 - 59,27M
      pág 51 RC 2011/12 - 64,27M
      pág 56 RC 2012/13 - 46,51M
      Total Porto 2010/13 - 170,05M
      Total Benfica 2010/13 - 150,89M
      Diferença 19,16M (12,7%)
      Lamento, mas não me parece que uma diferença de de 13% possa ser argumento seja para o que for, quando o teu post baseia-se na existência de uma diferença de 69% para justificar a força de uns versus a fraqueza de outros, senão poderia perguntar-te como explicas a época de 2014/15, pois tenho a convicção que quando os RC forem conhecidos a diferença entre o Porto e o Benfica será superior aos 13%.

      Eliminar
    3. Lê o comentário anterior, já tinha antecipado a tua dúvida a isso ;)

      E compara a época 2013/2014: Porto com Josué's e Licá's
      Benfica 40,5M€ vs Porto 18,8M€
      Benfica campeão e Porto afundado em 3º lugar.

      Se calhar esta época os papeis vão-se inverter face à época 2013/2014 ;)

      Eliminar
    4. PS: Esperemos que o Rui Vitória não seja o "Paulo Fonseca"... que recebeu um presente envenenado.

      Eliminar
    5. 1.º aspecto - graças a esse valor pôde ficar fora da análise o investimento no Gaitán que custou 8,4M e ficou registado em 2009/10 em vez de 2010/11.
      2.º aspecto - Como é que sabes os valores pagos aos clubes ? Na maior parte das transferências, esses valores não são oficiais. E desde quando é que os custos de intermediação na compra ou os prémios de assinatura não influenciam a negociação e consequentemente a decisão de investimento ou não investimento ? Para uma sad esses custos fazem parte do investimento e como tal também são amortizados nos valores dos passes.

      3.º aspecto - A verdade é que o Benfica teve um ciclo de investimento que começou em 2007/08, senão vejamos:
      2006/07 - 20,56M
      2007/08 - 33,99M (+13,43M + 65%)
      2008/09 - 41,57M (+7,58M + 22% que 2007/08 e + 102% que 2006/07)
      2009/10 - 37,08M (-4,49M - 11% que 2008/09 mas + 80% que 2006/07)
      2010/11 - 49,75M (+12,67M + 34% que 2009/10 e + 142% que 2006/07)
      2011/12 - 47,42M (-2,33M - 5% que 2010/11 mas + 131% que 2006/07)
      2012/13 - 53,72M (+6,30M + 13% que 2011/12 e + 161% que 2006/07)
      2013/14 - 40,47M (-13,25M - 25% que 2012/13 mas + 97% que 2006/07)
      Os dados dos 9 meses de 2014/15 apontam para uma nova queda no investimento.
      A tua conclusão está fundamentalmente errada. Desde 2007/08 que o Benfica esteve num ciclo de investimento que teve o seu pico máximo em 2012/13, ano em que tudo se perdeu, mas foi também o ano em que a base da equipa ficou feita para atacar 2013/14, necessitando de menor investimento, pois parte dele teve a ver com renovações de jogadores. A época de 2014/15 foi mais uma época pautada pela contenção que só após os 5 do Emirates deu origem aos investimentos em Samaris, Cristante, Júlio César e Jonas (estes últimos o investimento maior prendeu-se com o prémio de assinatura e com a assumpção do aumento de custos com o pessoal).
      Face às saídas e entradas e face à tua lógica, a vitória no campeonato de 2014/15 deveria ter sido do Porto, mas não foi, porque havia um grupo e sendo verdade que o plantel não chegava para muitas frentes, é difícil que as pessoas entendam que no nosso grupo apesar de cabeças-de-série, éramos de longe a equipa com menos armas e onde o nível de exigência é muito maior que o campeonato.
      Este ano, com pouco investimento, o Benfica continua a ter plantel e soluções para ganhar a 15 equipas, ou seja para assegurar 30 vitórias - 90 pontos - o suficiente para ser campeão, mesmo que retires 1 vitória em casa do braga, ainda ficam 87 pontos.
      O fundamental no tugão é a regularidade, ser em campo melhor que as equipas com menos armas e apesar das saídas, com o plantel que temos, se for bem trabalhado, temos capacidade para tal.
      A europa já é outra loiça e ou temos sorte no sorteio, ou arriscamo-nos, mesmo sendo o cabeça-de-série, a ficar de fora das competições em Dezembro.

      Eliminar
    6. NOTA ADICIONAL,

      Segundo os Relatórios e Contas 2010 a 2015 (9m.) - inclui pagamento a clubes, prémios de assinatura e de renovação
      Benfica: 225,29M€
      Porto: 238,4M€

      Segundo o Transfermarkt - inclui APENAS pagamento a clubes.
      Benfica: 180,99M€ (A) + 7,42M€ (B) = 188,41M€
      Porto: 174,41M€ (A) + 7,56M€ (B) = 181,97M€

      Apesar da diferença entre exercícios económicos e épocas:
      Benfica - 36,88M€ de diferença entre pagamentos a clubes (transfermarkt) e os pagamentos totais a clubes e jogadores (R&C)
      Porto - 56,43M€ de diferença entre pagamentos a clubes, e os pagamentos totais a clubes e jogadores (R&C.

      Comprova-se que o Porto costuma pagar mais do que o Benfica em prémios de assinatura, prémios de renovação, etc.
      Não há novidade nesse aspecto. Só o Falcão para a última renovação recebeu 6,6M€

      Eliminar
    7. Para mim, o Porto afundou-se porque o treinador rapidamente se incompatibilizou com o Lucho e não mostrou, então, capacidade para lidar com vedetas que estavam habituados a um treinador super-competente que esteve na base do tricampeonato, pois sendo adjunto era o treinador real do Porto de 2010/11 e passou a ser o efectivo em 2011/12 e 2012/13. Mais do que o não investimento, foi a saída do treinador que ditou o declínio do Porto.

      Eliminar
    8. O Porto em 2013/2014 afundou-se porque investiu menos de metade do que o Benfica.
      Não é com Josué's e Licá's que se conquistam campeonatos.

      Quem julgar isso, em Maio de 2016 vai ter uma tremenda desilusão.

      Eliminar
  11. O tranfermarkt tem credibilidade zero, senão vê quais os valores de transferência do lolk e depois vai ver o que está nas contas do Porto e o que que disse o Zenit

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o transfemarkt tem a mesma credibilidade dos jornais A Bola, Record, Ojogo, etc.
      É com base na informação dos jornais e depois com base na informação dos R&C que os valores pagos a clubes são actualizados no site ;)

      Eliminar
    2. Nova tentativa, desculpa se repito o comentário, mas está-me a dar erros na gravação dos comentários.
      O transfermarkt não actualiza informações com base nos RC, já enviei cópias dos RC demonstrando que os valores deles estavam incorrectos e mesmo assim não os corrigiram, portanto não uso o transfermarkt como métrica face à informação dos RC.
      Quanto à bola, record e jogo, para mim têm uma credibilidade perto do zero, mas isso é só para mim.

      Eliminar
    3. Eles são "alemães". Se calhar contactaste a pessoa errada lá no site :)

      Eliminar
  12. Meu caro, no ano do kelvin está equivocado. O Benfica foi roubado em casa com Braga (golo mal anulado que daria a vitória por 3-2), roubado na Choupana com Nacional da Madeira (empatou jogo) e em Coimbra com Académica viu o árbitro marcar dois penalties enexistentes por faltas que não existiram (uma delas fora da área, de Maxi) e, com Estoril, o golo é fora-de-jogo (e frango de artur). O porto basta lembrar a forma como ganhou ao braga e ao Guimarães no dragão com um penaty inventado por pedro proença (1-0).

    Quanto a investimentos em 2014/2015, o porto investiu em jogadores 51 ME (está no R&C) e o Benfica 28 ME.

    Em 201372014, ano do primeiro triplete do Benfica, porto gastou rios de dinheiro em licás, herreras, reyes (35 ME) e o SLB 30 ME.

    ResponderEliminar
  13. Quanto ao plantel, em 2013/2014, no final, em que SLB venceu campeonato, Taça de Portugal e Taça da Liga e foi a uma final da Liga Europa que nos foi roubada, saíram sete titulares: Oblak, Garay, Siqueira, Fejsa/Amorim (lesionados), Markovic, Enzo (em Janeiro) e Rodrigo. E ainda André Gomes (fundamental na vitória sobre porto na taça) e Cardozo (fundamental no arranque aos soluços do campeonato e na vitória na Taça sobre lagartos).

    O porto manteve a estrutura quase toda (perdeu mangala e fernando) e gastou 51 ME em Tello, López, Brahimi e outros.

    RESULTADO? Triplete para Benfica e porto a ver navios pelo segundo ano consecutivo


    2015/2016
    Benfica, bicampeão, deverá perder Maxi (Ficam Sílvio e André Almeida, que farão tranquilamente o lugar), Salvio (lesionado, entrando Carcela para o lugar, e verão que não se notarão diferenças) e talvez Gaitán (aqui será Taarabt a ocupar o olugar, mas Gaitán é muito superior). A grande "perda" é a saída de Jesus.

    o porto perdeu, da equipa titular, Danilo, talvez Alex Sandro, Casemiro, Jackson, Quaresma e Oliver. 5 ou 6 do 11.

    Por isso, calma nas análises.

    ResponderEliminar
  14. E em 2015/2016 preparam-se para bater o recorde de salários de 2014/2015 (devem gastar perto de 75 ME, mais 15 ME que o bicampeão nacional que teve de pagar prémios de 3 títulos ganhos). Só casillas e maxi levam 10 ME de salários por ano!

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes