O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


O Benfica deve vender em Janeiro?

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Avatar

Relato de Guimarães.

 ●  + 14 comentários  ● 
"Eu conheci um estádio com aspetos terceiro-mundistas. Paguei 30 euros para me sentar numa cadeira que não via limpeza há meses. 

Comprei refrigerantes num bar "de feira", a preços especulativos, sem controlo, pré-pagamento ou organização de filas. Na ausência de polícia ou stewards, levei para a bancada garrafas de litro, com rolha, potenciais projéteis supostamente proibidos. 

Mantiveram-me fechado num espaço reduzido, mais de uma hora para além do jogo, com mais 5 mil pessoas, em ambiente caótico, sob uma temperatura de quase 30 graus. 

Os adeptos do clube visitante ficaram todos juntos, famílias com crianças e claques de energúmenos, sem separação física. A simples presença de um adepto pacífico do clube visitante parece estar vedada nas restantes bancadas - os responsáveis do Vitória Sport Clube lá saberão porquê.

As claques do Benfica e do Guimarães comportaram-se como todas: de forma criminosa. Calhou à primeira a tarefa de destruir boa parte do interior do recinto. E o presidente do Benfica, em vez de condenar este comportamento, deslocar-se ao local, pedir publicamente desculpa e mostrar-se envergonhado, diz, arrogantemente, que paga tudo. Incentivando a reincidência impune. Porque o clube paga.

No ínterim, onde estava a polícia quando precisávamos dela? As imagens do CM TV mostram-nos onde: a espancar uma família inocente que tentava fugir do perigo. Porque se há bairros onde a polícia não entra, também há bancadas onde as autoridades não põem os pés.

Os contactos que, na qualidade de cidadão, tenho tido com a PSP, revelam uma polícia moderna, civilizada e competente. A imagem do agente barrigudo e prepotente deu lugar à do jovem profissional solícito, sereno e elegante. 

Fico perplexo com os números da Amnistia Internacional e de outros organismos independentes, quando denunciam uma polícia pouco respeitadora dos direitos humanos e ainda mais quando esse "pouco respeito" se reflete em violência operada, sobretudo, a coberto das quatro paredes das esquadras, onde funciona uma espécie de "omertà".

 Devemos ter tido uma amostra disso, domingo, ao ar livre. E precisamos de uma resposta política, não de um processo disciplinar, para aplacar a opinião pública, só porque "a televisão apanhou".

O que pode acontecer, agora, ao agente que perdeu a cabeça? É suspenso, expulso, responderá, ao menos, perante um inquérito disciplinar? E depois? Quando os seus camaradas forem chamados para intervir em situações de crise, onde o músculo seja requerido, como reagirão? Terão tempo para ajuizar se estão ou não a ultrapassar o emprego da "força necessária"? Pedirão aos "bandidos" que esperem um bocadinho, para que possam solicitar instruções ao chefe, "bato, não bato"? Mas alguém sabe o que é dispersar um motim?

Já vimos um pelotão da Polícia de Intervenção a aguentar duas horas de pedrada na escadaria do Parlamento. Conhecemos o discurso desculpabilizante do politicamente correto, quando os manifestantes são os chamados "indignados", mesmo que apedrejem os agentes ou destruam propriedade. 

Pressionamos a polícia, retiramos-lhe a autoridade, escrutinamos o alegado abuso. Não temos a mesma tolerância para com os adeptos de futebol. É o ambiente ideal para aplicar os conhecimentos aprendidos na instrução: "Bate na zona dos rins, ou na boca do estômago; isso quebra a resistência e não deixa marcas." Um hooligan com farda ofereceu-nos uma demonstração. Foi você que pediu?"
- in Visão.

14 comentários via blogger

  1. Concordo com quase tudo com o que escreveste. No entanto, na referência ao LFV, não concordo.
    Eu sei que não gostas do presidente, eu também não concordo com algumas/muitas atitudes e erros que eventualmente cometeu ao longo destes anos, mas incluíndo-o nesses eventos acho simplesmente que não é justo.
    É apenas a minha opinião
    RA

    ResponderEliminar
  2. "As claques do Benfica e do Guimarães comportaram-se como todas: de forma criminosa. Calhou à primeira a tarefa de destruir boa parte do interior do recinto. E o presidente do Benfica, em vez de condenar este comportamento, deslocar-se ao local, pedir publicamente desculpa e mostrar-se envergonhado, diz, arrogantemente, que paga tudo. Incentivando a reincidência impune. Porque o clube paga."

    Na mouche, nem mais. É inacreditável o comportamento errático e envergonhado de Vieira... Ou se calhar talvez tenha a ver com isto:

    http://www.dn.pt/desporto/benfica/interior.aspx?content_id=1236213

    Uma vergonha a forma conivente como o senhor Presidente do Benfica trata um bando de criminosos, que vive fora das leis gerais do país!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, vieira não engana ninguém, além dos que gostam de ser enganados. O ("boato" do) pó nos pneus foi só o início...

      Eliminar
  3. Mas afinal a responsabilidade foi dos adeptos do Benfica, ou pelo menos de parte deles?
    Que de resto são apenas iguais a parte dos adeptos dos outros clubes, incluindo o meu (SCP).
    É que quase fiquei com a ideia que a culpa era de uma besta do Sporting, algures na Suíça?

    ResponderEliminar
  4. BENFIQUISTA DE GAIA22/05/15, 12:29

    o que eu gostava era que o vieira disse-se EU PAGO TUDO.....agora o BENFICA paga tudo ...pede desculpas e ate manda grojetas..nao me admiro ..assim como ..volto a repetir..nem uma palavra para os milhares de BENFIQUISTAS ....(mulheres e crianças)retidos como criminosos..foi horrivel...eu sei que a relaçao do vieira com os BENFIQUISTAS do norte e de despreso ..mas ele nao nos engana...o BENFICA e nosso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "mas ele nao nos engana...o BENFICA e nosso"

      A mim não engana. À maioria dos benfiquistas, sim, e eles gostam. O Benfica não é nosso, amigo. É dele. Pelo menos, foi essa faculdade que uma maioria de benfiquistas lhe permitiram, ao perpetuá-lo no poder até morrer...

      Golpe dos estatutos diz-vos alguma coisa? "O Benfica é nosso!". Deixa-me rir...

      Eliminar
  5. Para mim, a Visão é uma publicação de credibilidade reduzida. Já estive diretamente envolvido em assuntos que eles relataram, erradamente. Foram comunicadas à revista e diretamente ao jornalista responsável os erros. Correção? Nem vê-la. De uma forma geral, infelizmente, a comunicação social está mais interessada nas vendas, nos interesses e objetivos próprios a atingir. Se a verdade colidir com isso, que se foda a verdade.

    Assim, este relato vale tanto como o relato que me foi contado por alguém e que publiquei noutro comentário. Fazer um copy paste da Visão num post quer dizer exatamente o quê? Que foi exatamente assim que as coisas se passaram? Ah, já sei, lá pelo meio diz mal do Vieira que se prontificou a pagar os estragos. Se ele viesse dizer que o Benfica não se responsabilizava pelo que um bando de vândalos tinha feito iriam acusá-lo de só estar com os adeptos nos momentos bons.

    Os acontecimentos de domingo envolvendo violência são um caso de polícia, de sociólogos, de políticos, de educação… Creio que a instituição Benfica fez o que tinha a fazer. Vamos focar-nos agora na última jornada da liga e em conquistar mais uma Taça da Liga.

    Sim, há algo que falta fazer, e aí critico o SLB por ainda não o ter feito. Retirar da Luz os petardistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Vamos focar-nos agora na última jornada da liga e em conquistar mais uma Taça da Liga."

      Ganho que está o campeonato, ainda não é altura de podermos expressar aquilo que consideramos errado? Ou estamos a desestabilizar os meninos e somos anti-benfica?

      Eliminar
    2. "a Visão é uma publicação de credibilidade reduzida"

      Aparentemente, qualquer orgão de comunicação que aponte o dedo aos dirigentes do clube, é de credibilidade reduzida. Agora é a visão, normalmente é o record ou a bola. Desde que apontem o dedo. Quando dizem bem, passam a orgãos de grande qualidade jornalística...

      Eliminar
    3. "Retirar da Luz os petardistas."

      Completamente de acordo. Mas porque havia vieira de querer livrar-se desta guarda pretoriana?

      Eliminar
    4. Bem, 3 comentários que vou responder em apenas 1.

      Quantos posts são precisos sobre Guimarães e o Marquês? E sobre a vitória do bicampeonato, não há?

      Os jornais desportivos que apontas são todos maus e nunca me viste a citar nenhum para fundamentar a minha opinião, por isso esse argumento comigo não pega.

      Já todos sabemos que o teu presidente é o vale e azevedo...

      Eliminar
    5. Ghozé,
      O meu presidente não é o vale e azevedo. Nunca me ouviste dizer isso.
      Também não acho que vale e azevedo seja o culpado dos muitos insucessos de vieira.
      O meu presidente é aquele que não seja aldrabão, não venda sonhos nem banha da cobra e que defenda intransigentemente os interesses do Benfica. Como sabemos, vieira não se enquadra em nenhuma das hipóteses.
      Para mim, não é ganhar a qualquer custo... E a pimenta não é só boa no cu dos outros. Temos de saber ser auto-criticos. Senão não seremos maiores.

      Eliminar
    6. JotaPê, de acordo com o teu último parágrafo. Em desacordo quanto à caracterização de Vieira. Não que eu ache que ele é um santo, atenção. Todos nós temos qualidades e defeitos. Quando se trata de criticar o presidente do Benfica ou o treinador geralmente apontam-se os defeitos, esquecendo-se as virtudes. É na balança entre essas vertentes que nos devemos situar e nesse campo, qualquer deles tem muito mais virtudes do que defeitos. E quando aparecer alguém melhor, toca a mudar! Até lá...

      Eliminar
  6. Só te faltou dizer que o Estádio do VSC não tem uma gaiola para visitantes, pessoas, seres humanos. E já agora acrescentar que o Policia que agrediu é de Sintra e Benfiquista de pequenino, às tantas até, ex-membro dos D. V.

    Tiago Vidigueira

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes