O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


O Benfica deve vender em Janeiro?

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Avatar

Gonçalo Guedes e o papel das equipas B

 ●  + 24 comentários  ● 
Diz o Record de hoje que Gonçalo Guedes vai ser emprestado já em Janeiro, e que o Belenenses e Gil Vicente se afiguram como destinos mais prováveis.

Se assim é, é uma decisão que colhe o meu apoio. O Gonçalo Guedes precisa de jogar, precisa de crescer num ambiente competitivo superior à Segunda Liga.

Mas aqui, e aqui apenas entra a minha opinião, eu acho que era assim que deveria acontecer com TODOS os jogadores em quem o Benfica vê como GRANDES apostas para o futuro.

Confesso que não sou grande adepto das equipas B, equipas B que já existiram em Portugal há vários anos atrás, depois deixaram de existir, agora voltaram, e eu duvido que durem muito mais tempo.


E baseio e minha opinião em quê?

     1. No exemplo Gonçalo Guedes, e no entendimento óbvio que a Segunda Liga não é o espaço ideal para o seu crescimento. Se não é para ele porque raio há-de ser para os outros? É porque são mais fracos? Se são mais fracos é porque se sabe desde já que não servem.

     2. No meu entendimento que se a Primeira Liga já tem um nível competitivo globalmente muito baixo, a Segunda Liga ainda mais baixo terá, pelo que não creio ser o espaço ideal de desenvolvimento a um jogador que quer um dia afirmar-se como jogador de topo no Sport Lisboa e Benfica.

     3. Nos próprios custos financeiros da participação num campeonato de segunda liga, como acontece com o Benfica B, uma competição a nível nacional, e quanto a mim com pouco retorno no que diz respeito à promoção de jogadores desse Benfica B ao Benfica A.


Daquilo que eu vejo:

     A. Continuarão a ser, hoje e no futuro, poucos os jogadores da equipa B que encontrarão o seu espaço na equipa A;

     B. Daquilo que eu vejo, há MUITOS jogadores na equipa B do Benfica sem futuro nenhum dentro do Benfica;

     C. Daquilo que eu vejo haverá 4 ou 5 jovens na equipa B com possível futuro na equipa A, mas que, e tal como se reconhece ao Gonçalo Guedes, deveriam completar esta etapa do seu crescimento num nível mais exigente, numa primeira liga e não na segunda;

     D. Daquilo que eu vejo, e tal como sempre entendi a situação, jogador que se queira afirmar na equipa A do Benfica, tem de ser capaz de se afirmar num Belenenses ou Gil Vicente. Afirmar-se num Benfica B não é um verdadeiro teste, na minha opinião.

      E. Não compreendo também que bem jogar num Benfica B fará a jogadores como Jara ou Steven Vitória por exemplo, já que a motivação deve ser bem escassa, e a equipa B parece por vezes bem mais um contentor para onde se envia o refugo do plantel principal do que o espaço de crescimento de jovens que se quer fazer crer que é.

     F. Se a equipa B não serve para fazer jogar jogadores menos rodados como Cristante ou Nélson Oliveira por exemplo, torna-se difícil, para mim pelo menos, entender o real papel das equipas B num clube como o Benfica.

     G. Aqueles jogadores medianos, com poucas possibilidades de chegarem ao Benfica A, mas ainda assim a quem o Benfica reconhece algumas possibilidades de darem um salto qualitativo a curto prazo e que o Benfica não quer perder desde logo, poderiam  continuar a ser emprestados a equipas da segunda liga nacional, e encontrarem aí o espaço competitivo que encontram atualmente na equipa B. A desculpa do poderem crescer na Luz dentro de um sistema de jogo específico, para mim não tem grande sentido, já que um dia sairá Jorge Jesus e de repente muda tudo.

     H. Se a equipa B, por exemplo em relação ao Gonçalo Guedes, só serviu para ele dar os primeiros passos, e escassos meses depois já se acha que não é o espaço indicado ao seu desenvolvimento e tem de sair para jogar a um nível mais alto (o que eu concordo), será então que as equipas B terão um papel assim tão decisivo no crescimento destes elementos? Os benefícios justificam os custos que têm?

     I. Entendo que a não existência das equipas B, obrigaria o Benfica a ser muito mais seleto e criterioso quanto aos jogadores que quer manter nos seus quadros, em vez da quase total anarquia que existe hoje, uma catrefada de elementos que chega todos os dias para tomar parte no Laboratório das Experiências, a maioria deles, sabemos nós, sem futuro nenhum na Luz, e com custos elevadíssimos.



As equipas B também têm vantagens? Sem dúvida nenhuma. Mas os benefícios, na minha opinião, não justificam os custos. E cá estaremos para ver por quantos mais anos, numa hora em que todos os clubes apertam o cinto, esta história das equipas B vai durar nos grandes clubes. O Sporting já ameaça sair, e nestas coisas, normalmente o resto vem por arrasto.



24 comentários via blogger

  1. Obviamente, se a noticia (sem fonte) do Recócó é verdadeira tudo bem.

    Se for imaginária a culpa é do JJ... ou da comunicação do SLB.

    Zé Careta

    ResponderEliminar
  2. REDMOON, neste assunto terei de discordar.

    Vários jogadores apenas após terem sido titulares na equipa B conseguiram ser assediados por clubes da primeira liga ou até clubes internacionais.

    A equipa B é apenas um patamar após os juniores.
    Concordo que os super-talentos apenas devem ficar 1 ano na equipa B.
    Outros jogadores ficam 2 ou 3 anos na B a jogar e a serem titulares.

    A evolução e a melhoria da qualidade nas selecções sub-19 e sub-21 são sinais evidentes de que os projectos das equipas B são bem sucedidos.
    Outro grande exemplo é o Guimarães: A actual equipa sensação tem muitos jogadores que foram potenciados na sua equipa B.

    Que adianta um empréstimo a um clube da super liga se depois isso significar que o jogador jovem fica sempre no Banco ou nem sequer é convocado???

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De acordo, vendo as coisas por esse prisma.

      Se o objetivo é esse, dar-lhes visibilidade um aninho, e depois dar-lhes asas para voar a um nivel mais alto, concordo.

      Aliás, o meu reparo maior em relação à equipa B é a falta de competitividade da segunda liga. Se fosse um nivel de competitividade de uma segunda liga inglesa, a minha opiniao seria diferente.

      Ainda assim, acho que a equipa B deveria ser também espaço para dar minutos a jogadores menos utilizados da equipa A. A realidade não demonstra isso, e julgo eu, por falta de competitividade.

      A equipa B também não deveria servir de refugo para onde se envia tudo o que não se impõe na equipa A. A equipa A é a A, a B é a B, e não me parece que a B faça bem nenhum a jogadores como Steven, Jara ou Urreta, jogadores que andaram na A, não serviram, e depois porque não se consegue despachá-los manda-se para a B, sabendo nós que nunca mais vão regressar à A.

      E também não creio que equipas da segunda Liga não tenham olheiros a acompanhar os juniores dos clubes grandes, Acho que um bom jogador dos juniores do benfica, tem portas abertas num clube da segunda liga facilmente, mas entendo o teu ponto de vista.

      Cumprimentos

      Eliminar
    2. Um jogador na equipa B tem acesso ao Benfica LAB e ao novo simulador S360 ;)
      Até por isso é preferível a equipa B do que um empréstimo a equipas da 2ª liga jogando, ou a empréstimos na 1ª liga para ficarem no banco.

      Em janeiro é certo que vários jovens talentos irão ser emprestados para a primeira liga... para jogar!
      (Hélder costa, João Teixeira, Gonçalo Guedes, Rui Fonte).

      Eliminar
  3. Caro Redmon,

    Não tenho a mesma visão das equipas B, embora haja aspectos em que concordo contigo.
    Começo por aquilo que concordo:
    - a segunda liga não será o melhor ambiente competitivo para um jovem evoluir ( a meu ver não pela falta de competitividade, mas sim pela fraca qualidade que apresenta)
    - haverá muitos jogadores da equipa B que jamais serão jogadores para trinfar na equipa A
    - haverá actualmente apenas 4/5 jogadores na equipa B que poderão afirmar-se na A
    - Nelson Oliveira e Cristante poderiam - eventualmente - rodar na equipa B
    - a equipa B serve para colocar jogadores que não deveriam ter sido contratados
    agora vamos às divergências:
    - por principio concordo com as equipas B pois são um espaço de transição dos escalões jovens para os seniores e considero que vale a pena fazer mais um esforço para potenciar o investimento já realizado nas faixas etárias mais baixas
    - não será por acaso que todos os grandes clubes têm equipas B ( Real MAdrid, Barça, Milan, Chelsea, Manchester ....)
    - o preço da equipa B só é elevado caso não haja uma estratégia clara para potenciar os jovens ( o Real Madrid tem nos escalões jovens uma fonte de receitas: Morata, Calejon, Carvalhal, Javi Garcia ...)
    - André Gomes e André Almeida provavelmente nunca teriam jogado na equipa principal se não houvesse a equipa B
    - Cancelo, Cavaleiro, Bernardo, Hélder Costa, Miguel Rosa ... penso que beneficiaram com a passagem pela equipa B
    Por tudo isto sou da opinião que a equipa B é importante, agora o qua acho é que:
    - para cada jogador deverá ser estabelecido um plano de transição para a equipa A que não tem forçosamente que passar pela B
    - a equipa B deve constituir mais um espaço para potenciar jogadores para o futebol europeu ( ex: Yartey rendeu dinheiro e nunca jogou na equipa principal)
    Saudações Benfiquistas
    Pedro R.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aceito o teu ponto de vista, e sim, quando me refiro à falta de competitividade da segunda liga, é mais qualidade do que competitividade.

      No mais, acho que estamos mais ou menos de acordo. E quando digo que nao sou grande adepto das equipas B, é porque lhes vejo vantagens (as que disseste) mas tambem desvantagens (como tambem disseste).

      Se o objetivo da equipa B é servir como uma primeira montra, estou de acordo. Mas devido à falta de qualidade nao creio ser o espaço certo para o Bernardo, o Cancelo ou o Guedes por exemplo.

      E se não é para esses, é para os outros porquê? É que desses outros, 99% nunca vai chegar à A. Os que poderão chegar serão esses, os que sairam desse espaço competitivo para outro mais exigente bem cedo.

      E sem dúvida que a equipa B deveria servir para rodar jogadores da A (no benfica nao serve e nao entendo porquê).

      E tambem nao me parece que o proposito das equipas B seja levar com o refugo da equipa A, que se sabe que nunca hao de regressar à A, mas andam ali na B a arrastar se sem motivaçao nenhuma, e a tapar o lugar a outros mais novos que ainda têm uma chance de singrar ao mais alto nivel.

      Mas no geral, concordo contigo.

      Eliminar
  4. Nós irmos por arrasto atrás do Sporting!? Ui, k até me custou ler esta...

    Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou não soubessemos nós que estas coisas em POrtugal funcionam um pouco por modas: ou estão todos ou não estão nenhum.

      Esta história das equipas B não é nova, já existiu aqui há uns anos. Estavam todos, sairam todos, agora voltaram a entrar todos... a história anda em circulos.

      Eliminar
  5. E que tal a Equipa B ser fundamental para colocar a jogar aqueles Juniores (essencialmente de 1.º Ano) do calibre de Gonçalo Guedes e Renato Sanches, que já não estão a fazer nada no seu escalão?! E, talvez, depois dessa fase e se ainda precisarem de mais um ano, rodar numa equipa da I Liga, antes de se estabelecerem definitivamente no Glorioso?! Com isto quero dizer que no caso do Gonçalo Guedes, se vier efectivamente a ser emprestado nessas condições, concordo plenamente.
    Concordo essencialmente com o teu ponto de vista, mas numa espécie de conclusão, o mesmo acaba por ser um pouco redutor, porque defendo que na Equipa B deve ser o palco dos Juniores (ou até mesmo Juvenis de 2.º Ano) mais promissores e, muito importante, para aqueles que entram na idade sénior, com 19, 20 anos no máximo. Porquê? Porque muitos deles podem "dar o salto" somente com essa idade. E isso acontece muito no futebol...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordando no essencial mas, será que o Guedes, para ser emprestado agora ao Belenenses ou ao Gil Vicente, tinha de ter passado pela B?

      A B foi o quê? Uma espécie de montra? O Belenenses não o conhecia se não tivesse passado na B?

      Eliminar
    2. Respondi mais abaixo, no teu comentário das 15:58.

      Eliminar
  6. Também não sou muito a favor das equipas B mas na minha opinião não acho que a primeira liga o a segunda liga estão a baixo a nível competitivo talvez o nível de motivação seja menor do que jogar emprestado numa Equipa da primeira Liga ou no estrangeiro isto baseado em fatores de oportunidades, mas Equipa B e uma montra para alguns e uma fonte de crescimento para jogadores jovens.
    Para que as coisas mudem terá que haver uma profunda modificação da promoção do futebol em Portugal já que nos últimos anos se tem visto uma melhoria a nível competitivo.
    Era impensável ter um Boavista campeão e um Braga na Final da Taca Europa a lutar pelo Titulo. Esta promoção terá que vir da parte da Liga e da FPF e dos contratos feitos com Patrocinadores e TV e uma redução da 1 Liga para 10 equipas e criar um limite de estrangeiros por equipa.
    Com esta redução a meu ver o campeonato se tornava muito mais competitivo e muito mais interessante com maior receitas para os clubes a disputar a 1 liga e 2 liga e com uma maior adesão de espectadores aos estádios as equipas B terminavam e os jogadores das Equipas da 1 Liga poderiam ser emprestados sem limites a equipas na 2 Liga e um máximo de 2 jogadores emprestados a equipas da 1 Liga.
    Isso obrigava o Benfica o Porto, Sporting, Braga etc. a mudar a sua atitude a nível de contratações e ter uma maior contenção e a ser mais seletivo nas contratações.
    Agora concordo que jogadores que estão na Equipa B do Benfica nunca terão uma oportunidade de jogar na Equipa A e neste caso era vendido o emprestado.
    Gonçalo Guedes e um jogador com um grande futuro e se não tem espaço neste momento na Equipa A concordo que deveria ser emprestado a uma equipa da 1 Liga tal como o João Teixeira o Rui Fontes e o Nelson Oliveira. Estes 4 jogadores acho que num futuro próximo poderão vir a ser uteis a Equipa A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas esses que apontas como possiveis de estarem no benfica A a curto prazo, o mais certo é irem dar um saltinho antes a um clube de primeira liga? Porque se forem já para a A, é certo e sabido que muito pouco iriam jogar?

      Ou seja, os bons serão os que vão rodar na primeira liga, os outros, os que ainda andarem na B aos 21 anos são o que nunca vão chegar a lado nenhum. O que eu concluo é isso?

      A equipa B foi então o quê? Uma montra para o empéstimo? Mais uma etapa da formação, onde os Bernardos e os Guedes terao uma passagem muito breve, e a grande maioria dos que la fica nunca chegara aos A?

      Se assim é, eu compreendo o beneficio. O que nao sei é se os custos financeiros justificam os beneficios.

      Eliminar
  7. E então as comissões??? Sim pq os mamões q existem no Benfica (e sei q um dos intervenientes tb trabalha com Sporting) ganham por baixo da mesa não nas grandes vendas, mas tal com a galinha vão enchendo o papo grão a grão.
    Ou pq é q acham que chegamos a pagar a mais de 100 futebolistas??

    ResponderEliminar
  8. E lendo alguns dos comentarios acima, e com os quais concordo em grande parte, nos prós e contras que apontam, julgo também ser justo concluir que no fim de contas, e equipa B será apenas mais um patamar a seguir aos juniores, embora com outro tipo de custos, já que a segunda liga é uma competição nacional que inclui Madeira e Açores, e custa muito dinheiro.

    Ora, se também se conclui que os GRANDES jogadores da equipa B vão ser emprestados a clubes maiores bem cedo, por ser esse o nível a que têm de jogar (e eu concordo), não será justo também concluir que no fim de contas, 99% desses jogadores que ainda andarem na equipa B aos 20 anos nunca vão chegar à A, e que nesse caso não será a equipa B a grande porta de entrada nos A como se quer fazer crer?

    O mais certo será os jogadores da formação a entrar no benfica A, começarem a chegar do belenseses ou do Mónaco onde andaram emprestados, em vez de virem da equipa B, como julgo que seria a ideia inicial.

    E daí a minha dúvida, a equipa B serve para quê? para dar visibilidade a alguns miudos para que possam ser emprestados ao Belenenses e Mónaco?

    Se assim é, eu compreendo essa vantagem! O que não sei é se os custos financeiros justificam essa vantagem.

    Será que o bernardo ou o Guedes não encontrariam espaço de afirmação num Belenenses se não houvesse Benfica B?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essencialmente porque se, aos 17 anos, jogadores como Gonçalo Guedes, Renato Sanches, Bernardo Silva, Hélder Costa ou João Cancelo, jogarem na Equipa B, num plano competitivo incomparavelmente superior aos Juniores, conseguirão ter uma evolução mais rápida e obviamente inerente a essa realidade. Porquê?! Porque, se permanecerem nos Juniores, além de estarem num plano inferior (pelas razões que indiquei) não estarão, muito provavelmente, aptos a poder jogar num Belenenses, Gil Vicente, Guimarães, etc, com essas idades, nem terão feito o quer que seja para poder despertar interesse neles de clubes de I Liga. Acho eu...

      Eliminar
    2. Ou seja, a grande vantagem será permitir aos bons elementos dos juniores do Benfica, jogar num escalão mais avançado do que a idade deles, logo a um nivel mais competitivo, facilitando a sua evolução, já que o nivel de competitividade dos juniores é muito baixo?

      Ora aí está uma vantagem das equipas B que não mencionei no meu post, e que sem dúvida alguma tem toda a relevância.

      Nesse aspeto, concordo a 100% contigo, e confesso que não tinha pensado nesse argumento. Um argumento importantíssimo em favor das equipas B.


      Eliminar
    3. Exactamente por essa razão.
      O problema é que tu tens na Equipa B alguns elementos com mais de 20 anos que claramente vez que não serão jogadores para dar algo ao Benfica no futuro, além de alguns estrangeiros duvidosos que tiveste no passado e continuas a ter, e todos estes tiram o "lugar" aos Juniores (e até Juvenis) mais promissores, que acabam por estagnar na sua última etapa de formação e a mais decisiva.

      Eliminar
    4. Conquistaste-me Rusty :)))

      A grande vantagem da B referiste-a claramente.

      Os problemas que tu referiste, juntando a outros que eu referi, é uma opiniao que mantenho, a de que o modo de funcionamento da equipa B necessita de melhoramento.

      Eliminar
    5. O Gonçalo Guedes ainda é JUNIOR, e com a passagem na B e na 2ª liga, já ganhou estatuto e mostrou credenciais no "futebol profissional" para ser titular numa equipa da primeira liga.

      O acesso ao Benfica LAB e ao novo simulador S360 também é outro grande argumento, para os jovens ficarem mais 1 ou 2 anos na equipa B (após os juniores). Noutro clube eles não têm disso ;)

      Eliminar
  9. Os lagartos só arrastam para a toca.

    O Benfica saberá rentabilizar os investimentos, porque tem outra dimensão e qualidade.

    Pintelho da Costa

    ResponderEliminar
  10. Discordo completamente. ..as equipes b vieram,e principalmente no caso do Benfica,dar mais hipóteses ao jogador ra formação,ao jogador português,e aos jovens talentos descobertos por esse mundo fora prematuramente. ..
    A equipe b é essencial no projeto seixal.a equipe b vai permitir poupar muito dinheiro pois se correr como se perspectiva passarão por lá muitos craques de milhões e outros bons jogadores de equipe a..vide André Gomes e André Almeida. ..estamos só no começo,mas André Gomes já pagou três anos de seixal com a sua transferência. ..roma e pavia não se fizeram num dia.e esqueces os juniores e juvenis que evoluem na b e não têm espaço nas equipes de primeira liga. E haveria muito mais por dizer. ..Como por exemplo alguns jogadores só atingirem mais tarde o nível desejado e daí ser benéfico as equipes b,pois nem todos os craques estão prontos aos dezassete ou mesmo vinte anos..onde andava o Silvio com essa idade?
    o que a nossa equipe b precisa é de um treinador a sério.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como disse acima, no comentario ao Rusty Ryan, aceito as vantagens da equipa B, e depois do comentario dele, mais ainda.

      No entanto, continua a meu ver a falhar qualquer coisa:

      Parece muitas vezes o contentor para onde se despeja tudo que nao cabe na A;

      Urreta, Vitória ou Jara a jogarem na B nao faz sentido absolutamente nenhum. Sao jogadores que toda a gente ve que nunca vao chegar aos A para serem apostas efetivas;

      E a B devia servir para rodar jogadores da A a recuperar de lesoes ou à procura de ritmo.

      E continuo a achar o que referi: jogador que ainda esteja no benfica B aos 20/21 anos, sem ter dado o salto para um nivel mais alto, muito muito dificilmente alguma vez singrara com a camisola do benfica

      Eliminar
  11. Pessoalmente sou a favor das equipas B, é um evoluir de escaloes de formaçao mais "macios" para um nivel de jogo mais matreiro, mais fisico e mais tactico.

    Nao invalida q tem esses inconvenientes aqui descritos.

    E tb sou a favor do emprestimo apos experiencia na equipa B, para um nivel de primeira divisao, se possivel fora de portugal.

    Ao chegar como ilustre desconhecido noutro pais os jogadores ganham outra humildade e força de vontade pra mostrar pois ninguem o conhece. Aqui têm tendencia a manter os tiques de vedeta......

    Tb concordo q os encalhados nao deveriam estar a ocupar espaço na B, mas nao esquecer q os mesmos nao sao obrigados a aceitar o emprestimo e nesse caso so resta essa soluçao (exemplo Carlos Martins). Por vezes as coisas nao sao como deveriam mas sim como pode ser.

    Nelson.

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes