O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Qual vai ser o resultado do Derby?

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Avatar

Vitamina Markovic para gerir as expectativas de toda a gente

 ●  + 25 comentários  ● 
Se há coisa que imagino que seja dificílima de gerir num clube como o Benfica,  e que se torna muitas vezes nas chaves do sucesso ou insucesso de cada época, é a chamada “Gestão de Expectativas”.

Gestão de expectativas é gerir as expectativas no Universo Benfica, as expectativas dos adeptos, dos jogadores, dos treinadores. E quando se fala em expectativas, gerir a dos jogadores é o mais difícil, porque é a deles que afecta a expectativa de tudo o resto.

Nos clubes grandes, nos clubes REALMENTE grandes (ou com muito dinheiro nos bolsos), essa gestão é um problema que raramente se põe. Pode haver um caso esporádico, de alguém como Cristiano Ronaldo por exemplo, que um dia decide que quer sair de Manchester para Madrid para concretizar um sonho de criança.

E mesmo num grande clube como o Manchester United, este esporádico caso abala e deixa mossa, quando se vê o seu melhor jogador sair, por questões de... coração, que nem têm nada a ver (como acontece em clubes como o Benfica) com questões financeiras. No Benfica, casos como este são o prato do dia!

Nós vivemos num futebol global. Nós vivemos num futebol em que qualquer miúdo que aos 18 anos saiba dar um pontapé na bola, tem as portas abertas em qualquer clube do mundo. E neste caso, nem importa se é português ou estrangeiro...

...Mas com os estrangeiros particularmente... Um jogador como Di Maria ou Markovic que chega à Luz com 18, 19 ou 20 anos, não chegam à Luz para cumprir sonhos de criança. Chegam à Luz como chegariam ao Porto, a Paris ou a Munique, movidos por sonhos de carreira, financeiros e de fama, que não têm nada a ver com escolhas de coração.

E quando assim é e se reconhece isso, eu sei que às vezes é fácil aos adeptos criticar certos acontecimentos, quando os jogadores forçam a saída, ou quando exigem revisões de contratos, é fácil acusá-los de ingratidão. Mas o horizonte é o que fica quando a carreira acaba, essa é a realidade, e a realidade é entender que estes miúdos que deixam família e amigos nos seus países tão novos e se lançam à aventura de tentar a sorte no futebol europeu, não vêm para ser mobília em clubes que nada lhes dizem. Sabem que têm 10 anos para construírem tudo. E nessa realidade é importante não deixar o coração interferir nas importantes decisões de carreira, de vida e de futuro.

No caso do Benfica o problema é enorme. É enorme porque o Benfica não pode oferecer financeiramente o que outros emblemas oferecem, porque o Benfica participa num campeonato periférico da Europa que nem sequer passa nas televisões dos grandes países do futebol, porque o futebol português, para alem de fraco é corrupto e onde os verdadeiros protagonistas são os dirigentes dos clubes e das ligas, os árbitros e os paineleiros que todas as semanas geram audiências a falar de toda a porcaria menos dos artistas e do futebol jogado.

E nesta salada toda, o óbvio é que o Benfica pode ser uma boa oportunidade de carreira para aqueles jogadores cuja opção é ir jogar para um campeonato melhorzinho que o nosso, mas num clube bem mais fraco do que o Benfica. Não me surpreende pois que grandes jogadores como Maxi ou Luisão tenham ficado (e bem) tantos anos no Benfica, ainda que a ganhar bem e com revisões de contrato bastante frequentes.

Mas quando jogadores como Matic, Coentrão, Ramirez, Di Maria, Enzo, Witsel, Javi ou Markovic recebem propostas dos colossos europeus, é quando começa o verdadeiro problema...

1            1.  Porque o Benfica não pode competir financeiramente;
2                 
              2.  Porque ainda que pudesse financeiramente, não poderia competir a nível de prestígio;
3      
              3.  Porque as saídas dos melhores jogadores cria problemas de expectativas junto dos adeptos;
4
              4.  Porque a saída dos melhores  jogadores cria inegáveis problemas de expectativas junto dos treinadores.
5
              5. Porque a saída dos melhores jogadores tem efeitos determinantes na gestão de expectativas dos outros jogadores que ficam no clube, em particular daqueles que também quiseram sair, tiveram oportunidade de sair mas... foram "obrigados" a ficar.


E é na gestão disto tudo (tarefa na qual é facílimo criticar mas muitíssimo mais difícil fazer melhor) que está muitas vezes o desenlace das épocas desportivas. 

        Algumas ideias:

              1.  O projeto de continuidade de Jorge Jesus é uma falácia. Continuidade é um projeto em crescendo, típico dos grandes clubes europeus, em que de uma época para a seguinte se mantém o que de melhor se tem, e se reforça com o que de melhor os outros têm. Continuidade não é o que acontece no Benfica, em que todos os anos o esqueleto da equipa tem de ser reformulado à medida que os níveis de exigência dos adeptos aumenta;
2
               2.  O treinador é a grande vítima disto tudo. Treinador que não sai na hora certa acaba por pagar o preço mais cedo ou mais tarde. Ao treinador exige-se sempre mais a cada época, mas exige-se mais à medida que os recursos ao seu dispor diminuem. Esta fórmula tem tudo para dar mau resultado.
3
               3.   Os adeptos são outro problema. O ano passado conquistaram-se 3 troféus, este ano se forem conquistados “apenas” 2, os adeptos dirão que andámos para trás. Análises superficiais na minha opinião, e que não são honestas porque ignoram todos os outros problemas de que tenho vindo a falar.
4
               4.  Manter o moral elevado em jogadores como Enzo, Sálvio ou Gaitan neste momento deve ser das tarefas mais difíceis de Jorge Jesus, problema que os treinadores dos grandes clubes europeus não vivem. Jogadores como Enzo também querem prestígio, também querem dinheiro, também querem carreiras mais ricas. 

      E para o conseguirem precisam de um Benfica forte e que os projete internacionalmente. Ora, quando os melhores jogadores saem, os reforços que chegam são medianos, e quando a época desportiva que se inicia se imagina pior do que a anterior, é perfeitamente compreensível que aqueles jogadores que também puderam sair e acabaram por ficar se sintam frustrados, sintam que o clube lhes cortou as pernas e lhes fez perder a oportunidade de uma vida.

Como gerir isto tudo? Da minha forma de ver só há uma, que ainda assim nunca é perfeita:

1.    Os melhores jogadores do Benfica continuarão a querer sair independentemente da situação financeira do Benfica.

2.    As expectativas desportivas do Benfica têm sempre de se manter em alta, e para isso, os reforços que chegam têm sempre de gerar entusiasmo nos adeptos e no próprio plantel que tem de encontrar força física e anímica para fazer as vitórias acontecer. Sangue novo tem de ter selo de qualidade.

3.    O Benfica têm de vender um jogador por 30 milhões mas tem de continuar a gastar 8 ou 10 desses 30 num novo Markovic ou Di Maria que continue a levar gente ao estádio e a manter o moral e a ambição da equipa num nível elevado. (Grandes jogadores exigem clubes com prestações europeias condignas com o seu prestígio)

4.    Talvez seja preferível gastar 30 milhões por época em 3 jogadores capazes de manter as expectativas do universo Benfica elevadas, do que em 10 que chegam e pouco ou nada acrescentam ao que já existe.

Aí é que eu acho que é quando os verdadeiros problemas começam e o chavão "Projecto de Continuidade" deixa de fazer sentido.

25 comentários via blogger

  1. Na última parte do teu texto ate concordo contigo, acho que o Benfica gasta demasiado dinheiro em jogadores que nunca viram a jogar na primeira equipa do Benfica. Agora como começaste o texto tenho que discordar 100%. Principalmente nesta parte
    “Nos clubes grandes, nos clubes REALMENTE grandes (ou com muito dinheiro nos bolsos)”
    Vai dizer isso ao Pinto da Costa sobre o Porto. Ai esta a diferença de ser passivo e ficar contente por pouco e a diferença de ser o maior mesmo ganhando pouco, e que o Benfica e REALMENTE GRANDE, sem dinheiro o com dinheiro e o tal do campeonato não dar na TV eu vivo no USA e Univision Deportes tem os direitos da Liga Portuguesa.
    O problema não passa só por ai, porque o campeonato portugueses não da auto estima etc., O campeonato Portuguese e uma passagem para grandes jogadores, mas isso acontece com todos não só estrangeiros, acontece e muito com portuguese casos recentes (André Gomes, Bruma, Manuel Fernandes) todos procuram por melhor ate vão para equipas muito mais fracas em que o dinheiro e o principal objetivo. Mas também temos que realmente ver as oportunidades dadas por certos treinadores aos jogadores portugueses, e no Benfica isso não se vê. E porque? Não me venha dizer que e por falta de qualidade, porque quando se vão embora depois ate são chamados a seleção caso (José Fontes, André gomes) mas no Benfica não tinha oportunidades. E quem tem culpa nisso? Não acha que o JJ e o LFV tem culpa nisso? Os agentes desportivos? E que não se esqueça do júlio césar guarda-redes comprado ao Belenenses e a embrulhada que isso foi e onde o grande JJ esteve envolvido. Portanto não venha com as Historias que somos pequeninos. BENFICA E GRANDE e sempre será grande nas derrotas e vitorias mas quando perdemos temos que ter a dignidade de honrar esta enorme camisola que e a camisola do SLB. E não andar para ai com pau entre o cu contente porque não temos hipótese na champions e andar a fazer figura de estupido. Nunca em 40 anos de adepto do Benfica ouvi tal discurso de vitórias morais e deixa para la que não temos hipótese. Portanto vamos a mudar o discurso e isso começa não por dentro JJ o LFV mas começa pelo adepto que se tem de manifestar quando realmente as coisas estão mal pois estamos num pais democrático com direito de comentar e se manifestar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No global acho que o que dizes nos leva para outro tema... O José Fonte... o jose fonte penou muito em inglaterra ate chegar onde chegou... Foi dispensado de clubes secundarios em ingkaterra e chegou à premiership subindo de divisao jogando pelo southampton. Tem valor, mas nao creio que ha uns anos tivesse lugar no Benfica.

      O andre gomes... O Gomes jogou, nao muito mas jogou, e nem os adeptos gostarAm do que viram. A maior partr (e nao foi o meu caso) ficou satisfeita quando se anunciou a venda.

      Mas tambem nao é de excluir a hipotese do nuno espirito santo estar a saber tirar do gomes melhor redimento do que o jorge jesus.

      Eliminar
  2. antonio afonso10/10/14, 14:25

    ..para anti-Benfiquista,até que nem escreves mal...olha o arsenal de londres,e o seu treinador,e esse teu argumento cai por terra....cantas bem mas não me alegras...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu tambem cantas bem, mas nao consegues escrever um
      paragrafo em que me consigas fazer perceber o que queres dizer.

      Eliminar
  3. Na minha opinião, gerir expectativas no universo benfiquista é extremamente simples: basta olhar para as promessas dos últimos 15 anos, nos factos concretizados e na reacção dos adeptos que, invariavelmente, passa por dois chavões: "Deves querer voltar aos tempos do Vale e Azevedo" e "se não te revês nas ideias e insucessos desportivos constantes da actual direcção, és anti-benfiquista". Isto explica a excelente gestão de expectativas que a actual direcção tem feito. E, na minha opinião, com extremo mérito.

    Só uma questão minha e que invariavelmente "foge" à maioria dos posts: onde se enquadra a actual direcção do Benfica? Faz parte do clube? Gere o clube? Gere o futebol? Gere os méritos? Dá a cara nas vitórias? O insucesso do futebol só cabe em JJ? Em que nível da pirâmide hierarquica se insere? Quem é Vieira e os seus pares e o que faz no Benfica?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A direção, deste assunto percebe zero! A direção percebe de numeros e sempre que acha que percebe de futebol sai m...a.

      Eliminar
    2. Mas dirias que tem responsabilidade na gestão global do clube ou não?

      Eliminar
  4. E sinceramente creio que é isso que tem sido feito... para quem quiser prever o que é que vai acontecer, pode comentar aqui:
    http://orgulhosamentelampiao.blogspot.pt/2014/10/tens-coragem-de-prever.html

    ResponderEliminar
  5. Red Moon li o teu excelente post sei que todos nos vemos de uma forma diferente, como habitual leitor deste blog sei que as opinioes variam de pessoa para pessoa ou neste caso a familia Benfiquista uns vao estar de acordo com o teu post outros nao,no meu caso nao podia estar mais de acordo te felicito pelo teu excelente trabalho,de todos os jogadores que tem saido do Benfica alguns nao triunfam la fora nem sequer vao ganhar mais prestigio do que ganharam no Benfica,vao ganhar sim mais dinheiro,os clubes do top do futebol Europeu como sabemos ,sao Real M,Barcelona,PSG,Bayern,Chelsea ,MC, o novo campeao Europeu vai sair deste grupo,daqui para baixo nao vejo um Valencia,Liverpool,Arsenal<o actual MU,Zeniths e outros dessa igualha darem mais prestigio a um jogador que o nosso Benfica eu sei a preferencia deles pprimeiro passam pelo Benfica ganham nome ficam conhecidos dao o salto porque financeiramente sim esses clubes sao muito mais poderosos que o nosso Benfica,na minha opiniao o Benfica tem adeptos suficientes para encherem o Estadio da Luz nos jogos que fazem em casa, vejam os jogos da liga Inglesa sempre lotados os estadios,se enchiamos o velhinho estadio com 120 mil porque raio agora nao enchemos este com muito menos capacidade que o outro a vida esta ma nos sabemos mas a crise nao afeta somente Portugal afeta o Mundo inteiro mas nos Benfiquistas preferimos muito mais a comodidade do sofa ressentindo-se os clubes disso acho que nao fazemos o suficiente para que os nossos jogadores se sintam bem no clube e arrancam logo na primeira oportunidade que surge e assim a vida eu tambem fiz o mesmo e nao sou futebolista mas vim ganhar mais num ano ca que em meia duzia em Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De acordo com quase tudo mas se meteres umas linhas brancas entre parágrafos, a leitura torna-se mais fàcil.

      Eliminar
    2. Red Moon tens razao pah vou tentar mas desde ja te digo que burro velho nao aprende letra o Viriato tambem me deu o mesmo conselho alguns anos atraz e nao aprendi fisga-se que sou mesmo lento.

      Eliminar
    3. Haha, acredita que faz uma grande diferença. Imagina que escreves um texto longo. A malta hesita em ler pprque é longo e pode nao ser interessante. Mas se tiveres paragrafos separados por linhas, a malta le um pragarafo ou dois e ve logo se vale a pena ler o resto. Quanto poes tudo seguido, sem espacos nenhuns, muita gente nem se da ao trabalho de comecar a ler.

      Imagina o meu texto, mais de duas paginas de word e sem espacos. Garanto te que ninguem o lia.

      Eliminar
  6. Redmoon:

    Pequena correcao que te enganaste penso eu.
    -o futebol portugues nao e fraco.
    O resto estamos de acordo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao percebi. Queres dizer que nao achas que a Liga portuguesa é fraca? Eu acho fraquissima. Tira Benfica e Porto a esta liga, e o que fica é uma liga de tostoes e estadios vazios.

      Eliminar
    2. Correcto e agora sim, estiveste bem.
      A liga, campeonato portugues e segundo a minha opiniao nao e fraca.
      Tirando o slb e fcp? Sim claro na maioria dos outros campeonatos nao sera muito diferente..
      Qual seria o ranking que darias a portugal na europa do futebol?
      Tamos aonde em termos de equipas nacionais?
      Top que,quantos?
      Va la, atira um numero....quero saber onde nos situas.
      Atras da inglaterra mas a frente do luxemburgo?
      Nao,tu sabes melhor.
      Solta la o tal numero.

      Eliminar
    3. Mas a questao nao é so essa. É o prestigio. Imagina um argentino que sai do pais dele e vem jogar para a europa. Tu nao achas que para ele é um orgulho muito maior dizer a todos que jog na premiership, e que os amigos o ppdem ver todoas as semanas na televisao, do que jogar em portugal, em que os amigos para verem os jogos teem de o ver pela net, a jogar num estadio como o olhanense a cair de podre?

      Os jogadores que jogam em portugal so sao conhecidos pelos observadpres. Pelo publoco em geral so sao vistos 3 ou 4 vezes num jogo internacional ou de liga dos campeoes. E para quem tem condicoes de chegar mais longe, isso é pouco.

      Eliminar
    4. Correcto e concordo.
      Mas isso sera outro talk show.
      O prentendo corrigir e quando afirmas que o nosso campeonato e fraco.
      Ai discordo.
      Sei que existem campeonatos bem mais fortes mas digo so que temos em campeonato com equipas relativamente boas e seguramente nao tao fraco como mencionas no teu post.
      Como disse discordo,quanto ao resto estou de acordo contigo.

      Eliminar
  7. Caro Redmon,

    O post está muito bom. É aliás nesta forma de pensar - critica, mas não destrutiva - que eu me revejo enquanto adepto e sócio do Benfica.
    Há porém 2 ou 3 pormenores que eu saliento e estão relacionados com a actual época:
    - as contratações de jogadores de 2, 3 ou 4 milhões parece-me fazerem parte de uma estratégia de prospecção de jogadores para evoluirem no Benfica e daqui a 1 ou 2 anos poderem ser titulares ( ex: Vitor Andrade, Talisca, César, Benito, Luís Filipe, Dawidowicz ...)
    - há jogadores como Markovic e Oblak se entrosaram na equipa melhor do que se pensava e acabaram por sair este ano de forma inesperada
    - o Benfica fez um ajustamento para baixo ao orçamento para o futebol e isso é uma atitude responsável
    - o Benfica continua a ter jogadores fulcrais lesionados por longos períodos ( Feija, Ruben Amorim , Sulejmani, Sílvio)
    Além disso considero que se há ano em que a presença de Jorge Jesus se assume como importante é este, na medida é que é o treinador do Benfica que mantém as expectativas em alta, na medida em que todos acreditamos que o Benfica vai melhorar.
    Finalmente quero referir que independentemente da saída de muitos jogadores considero haver excesso de contratações e urge moderar essa tendência de compra por impulso.
    Pedro R.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo, num momento destes acho aue so havia duas solucoes: ou se vendia as perolas todas, encaixava se o dinheiro e assumia se o inicio de um novo ciclo;

      Ou reforcava se o plantel com algumas certezas e menos promessas, que sao essenciais a que as perolas que ficaram continuem a render num Benfica forte.

      A mim, enzo parece me desmotivado, mas posso estar errado ao ver isto de fora

      Eliminar
  8. qual continuidade qual projecto qual estratégia não me fod.............. qualquer tipo com 2 dedos de testa percebe que o LFV é um incompetente que se reje pela lógica da auto-promoção, xiçaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, não me fod....................

    ResponderEliminar
  9. Mete la este meu comentário pq ja ninguem quer saber destes relambórios estafados que escreveis aqui neste outrora interessante blog sobre o Benfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quanto escreves que já "ninguém quer saber" queres dizer o que?

      Que foste eleito representante e falas por todos aqueles que veem a este blogue?

      Aprende a falar apenas por ti, que essa é uma boa qualidade que eu procuro para mim.

      Eliminar
  10. Redmoon, tudo se resolve a dinheiro. Javi, Witsel e sobretudo Garay foram para uma liga com muito menos visibilidade que a nossa e para um clube minúsuculo e sem história qd comparado com o nosso.
    Se o Benfica pudesse aumentar as receitas provenientes da Benfica Tv- 40,50 milhões- e alterasse a Meo para uma marca que desse muito mais dinheiro- emirates não sei quê, por exemplo-, seria possível, quiçá manter os principais jogadores. Bastava, arrisco dizer, que os valores se aproximassem daqueles que são ganhos no Zenit e por aí fora.

    Outra hipótese, seria a independência da Catalunha e a entrada do Barcelona na nossa Liga, ou a criação de uma liga ibérica, com a Catalunha. Seria fantástico para o Benfica que viria as suas receitas subirem drasticamente a todos os níveis e seria bom para a visibilidade da nossa Liga. Estaríamos no mesmo patamar que a Espanhola.Apenas atrás da Inglesa.
    É o sonho meu ver o Benfica numa liga ibérica.

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

artigos recentes