O Novo BlogGeraçãoBenfica é agora um espaço aberto a outros bloggers benfiquistas. Um espaço de opinião individual, alheio a quaisquer interesses individuais ou colectivos.
Os autores dos textos serão os únicos responsáveis pelos mesmos, não sendo definida qualquer linha editorial ou obrigatoriedade. email: novogeracaobenfica@gmail.com


Qual vai ser o resultado do Derby?

domingo, 13 de julho de 2014

Avatar

O Mundial 2014.

 ●  + 14 comentários  ● 


Venceu a melhor selecção, a mais organizada e principalmente a mais focada no seu objectivo.
Marcou uma diferença muito grande para todas as outras. A Espanha entrou derrotada e sem qualquer chama, o Brasil achava que bastava colocar a bola em Neymar e estava ganho e a Argentina falhou no principal: o seu seleccionador. Aliás, o Mascherano foi o seleccionador em tudo o que conseguiu.

A participação de Portugal foi medíocre, mas à boa maneira portuguesa já não se fala de nada. Os incompetentes continuarão no poleiro.

Para finalizar, a piada de mau gosto que foi o prémio de melhor jogador a Messi. Um insulto ao Robben, ao Muller, ao James e até mesmo ao Di Maria. Não devem ter visto os mesmos jogos que eu.  

14 comentários via blogger

  1. Águia Preocupada14/07/14, 00:46

    Absolutamente de acordo.
    Em Espanha, não existirá por certo o ditado que diz que: "Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe!" Foram os mesmo jogadores, já velhos, cansados e gastos!
    O Brasil, é samba, é carnaval! Mas o futebol já era... Aquilo é um grupo de bons rapazes, que se junta para dar uns pontapés na bola em Ipanema e depois vão beber uma bejeca ou uma caipirinha!
    Quem como eu, viu as selecções dos Pélés, dos Jairzinhos, dos Tostões, dos Sócrates, dos Falcões, dos Dirceus, dos Romários, dos Bebetos, dos Ronaldos, só pode sentir pena e dó ao ver esta selecção das Hulkulinas e de mais meia dúzia de anónimos descaracterizados e mal orientados por um treinador medíocre e que ainda pensa que a Senhora do Caravágio, personificada em Neymar era quanto bastava para serem campeões!
    Enquanto foi possível, os árbitros ainda deram uma ajuda e mantiveram-nos à tona! Mas apareceu pela frente uma equipa a sério e não haveria árbitro nenhum pudesse dar uma mãozinha! O 4º lugar é uma mentira e imerecido! E uma fraude esta selecção brasileira!
    Itália, onde ainda foram alguns vôvôs para mostrar aos netos não se sabe bem o quê...
    Inglaterra, muita parra e pouca uva!
    Holanda, presa no jogo da meia final por um treinador que inacreditavelmente teve uma paragem cerebral!
    França, que pouco vi, mas muito verdinha!
    Depois, as outras... Costa Rica, Colômbia, Chile, Argélia, brilhantes e que mesmo com as suas limitações deslumbraram...
    E dos medíocres, não reza a história! Os que não têm obrigações como as Honduras e o Equador e os fanfarrões como Portugal que esqueceram que os êxitos obtêm-se em campo e não no barbeiro/cabeleireiro!
    A Argentina que foi a sortuda do evento. Nunca encheu o olho, foi sempre sofrível. Valeu pelo bom jogo da final!
    E a Alemanha. Demolidora. Organizada. Profissional. Não se distraíu e mereceu a vitória.
    E pelo menos é uma selecção europeia a ganhar!


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As seleções europeias vão continuar a ganhar por muito e bons anos por uma razão simples mas que parece que está a escapar aos nossos responsáveis ,é aqui na EUROPA que estão os melhores jogadores e quem tem os melhores jogadores normalmente ganha.

      Eliminar
  2. Águia Preocupada14/07/14, 00:51

    Esqueci-me de comentar os prémios individuais. Mais uma vez a FIFA mostrou de que é feita!
    Este prémio ao Messi, parece uma compensação pela derrota da Argentina...
    Os que mencionas no post foram bem mais influentes! E se o Di Maria jogasse hoje, não sei se o resultado final teria sido o mesmo!
    Enfim! Isto cheira tudo a cozinhado já requentado!

    ResponderEliminar
  3. O prémio ao Messi foi um insulto a quem viu o mundial e a outros jogadores que mereciam bem mais (Muller, James Rodriguez, Robben, Kroos, Mascherano...)
    Está visto para quem vai o prémio de melhor jogador no fim do ano, mesmo sendo um dos seus piores anos desde que está na ribalta.
    A máfia da FIFA no seu melhor, ou pior... Uma vergonha

    ResponderEliminar
  4. " Venceu a melhor selecção, a mais organizada e principalmente a mais focada no seu objectivo.
    Marcou uma diferença muito grande para todas as outras. "

    Só não percebo o porquê de terem necessitado de 112 minutos para marcar 1 golo, e mesmo esse resultante da única falha de marcação da defesa argentina. Não fora a inconsistência do HiguaÍn e a falta de eficácia dos outros avançados,e os alemães nunca teriam chegado ao tetra no seu pior jogo do Mundial ; já quanto ao teu ódio de estimação, sem o baixinho, os rapazes das Pampas nem aos quartos tinham chegado.
    O futebol está para ti como a astrofisíca está cá pró rapaz!

    ResponderEliminar
  5. Mais um grande jogador, Kramer, campeão do mundo, que tal como o holandês Clasie, no ano passado esteve quase, quase no Benfica. Descobrimo-lo primeiro que o Low, prova que os nossos olheiros trabalham bem, mas no fim há algo que falha ( neste caso correu tão mal que o Benfica diz que o jogador não está nos planos nem do presente , nem mesmo do futuro,o que significa rutura absoluta)
    O que terá falhado em ambos os casos?

    ResponderEliminar
  6. Amigo Shadows perdoa-me mas meteste-te a jeito: um dos insultos ao futebol é a tua visão do jogo.
    Mas lá está, é daquelas coisas relativas. Cada um tem a sua opinião.

    Posso fundamentar a minha opinião com isto, porque resume tudo aquilo que eu vi neste mundial:
    http://lateral-esquerdo.blogspot.pt/2014/07/individualmente-o-que-e-jogar-bem-de.html

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro C-zero, e quantos outros jogadores não tiveram a mesma ou melhor estatística de passes, por exemplo? Conseges mesmo dizer que o Messi foi o melhor sem te rires?

      Sugiro-te tipos como o Lineker ou o Hansen. Sabem mais de bola que nós todos juntos e não têm contemplações com floreados.

      Mas lá está, é daquelas coisas relativas. Cada um tem a sua opinião. :)
      Abraço!

      Eliminar
    2. Mas quais estatísticas?
      Lá está o ridículo da análise. Mas o futebol é estatísticas?
      A avaliação da performance de um atleta faz-se por aí? É que o valor das estatísticas pode ser facilmente deturpado.
      Se um atleta de futebol passar uma vez a bola nos 90 minutos de jogo, e se tiver sucesso nesse único passe, terá uma estatística de 100% de sucesso. Mas este é um exemplo extremo. Olhemos para outro exemplo mais próximo do real: Se um outro atleta efectuar 200 passes, e esses passes são para linhas exteriores (isto é, são passes para fora do bloco adversário), e se tiver uma taxa de sucesso de 80%, o que é que isto aufere no concreto? Como é que se pode avaliar este jogador pela estatística? Qual é o contexto? Qual é a estratégia e o modelo de jogo? E a qualidade dos restantes colegas? Analisar estatisticamente um jogador é amputá-lo da realidade. É subtrair todo um contexto, e examinar o comportamento de um atleta estritamente no plano individual. Mas o futebol não é um desporto globalmente colectivo? Mais uma vez, que sentido fazem as análises estatísticas no futebol? Simplesmente não permitem a avaliação concreta da performance do atleta, porque não reconhece o mais importante: a tomada da decisão. Só avaliando a tomada de decisão em cada um dos lances em que o jogador participa (directa e indirectamente), é que podemos avaliar o desempenho do atleta. E nessa avaliação, Messi é estratosférico. Mas não posso exigir à maioria que saiba ver o futebol desta maneira, contudo, e para quem sabe escrever, e participa activamente nas discussões sobre o futebol, opá, é o mínimo dos mínimos entender que o prémio a Messi não é assim tão escandaloso. Se eu escolheria o Messi para melhor jogador do mundial? Não. Mas aceito a decisão.

      Abraço!

      Eliminar
    3. Meu caro, eu acho que as estatísticas devem servir para justificar o sucesso mas nunca o insucesso. O artigo que mencionaste fala, sem utilizar o chavão, em estatísticas das actuações do Messi no mundial. Fez bons jogos? Alguns sim. Mas muito longe de ser o melhor jogador.
      2 ou 3 da selecção campeã mundial mereciam mais que ele. Ou o James. Para mim foi o Robben.

      Tens 2 jogadores fantásticos cujas estatísticas eram opostas: Papin e Isaías.
      Dizia a estatística(já não me lembro dos números) que o Papin precisava de poucos remates para marcar mas o Isaías precisava de uns 30 para marcar.
      Claro que a parte do Isaías é um exagero, mas como vês a estatística tem destas coisas.
      Tomara eu que tivéssemos os 2 hoje no Glorioso! :)

      Eliminar
    4. http://futbol.as.com/futbol/2014/07/14/mundial/1405293366_058127.html

      Eliminar
    5. Shadows, porque falaste em estatísticas e depois mencionaste Robben, fica aqui a comparação estatística oficial:
      http://www.fifa.com/worldcup/statistics/players/player-comparison.html#h184616a229397

      Messi com mais 1 golo, mais 2 remates e mais 5 desarmes.
      Robben com mais 1 bola recuperada e mais 16,6 km percorridos (dará 2,3 km a mais por jogo).

      Faltam aqui assistências (estiveram iguais), jogadas individuais (Robben com mais 4) e bolas entregues com sucesso na área (Messi com mais 5), cujos dados podes consultar nas estatísticas individuais dos jogadores. Lá estão também os heat maps onde se pode verificar que, correndo menos, percorreu uma área maior do campo.

      Eliminar
  7. Podes crer!!! Messi??? MVP??? ahahahha
    Na rua dele, talvez… Nem que seja pelo livre directo, no último minuto da final… fdxxxxx parecia o Paredão, há uns anos, no Benfica!!!!
    Di Maria, Robben… um dos dois, o melhor do Mundial
    De resto, venceu a melhor equipa! sem sombra de duvidas!

    P.S.: Que saudades (já) do Garay… Enzo, espero que seja o último bastião de classe do Benfica campeão!

    Jose Inácio

    ResponderEliminar
  8. "A participação de Portugal foi medíocre, mas à boa maneira portuguesa já não se fala de nada"

    Concordo, a ver se na blogosfera (e Vocês ) não se esquecem de continuar a questionar "essa gente" e relembrar os portugueses do que aconteceu e que poderá vir acontecer... não é porque a maior parte tem a memoria curta, ajudada pela incompetência/cobardia dos nossos jornalistas, que temos de "ir com a corrente".

    ResponderEliminar

Se não estiver registado, assine sempre o seu comentário. Se não o fizer, não se queixe se não for publicado.

Seja moderado na linguagem. Se não o for, não se queixe se o seu comentário não for publicado.

artigos recentes